Projeto Busão Solidário entrega nesta sexta-feira 400 cestas básicas e kits de limpeza e higiene pessoal

Nesta sexta feira (15), o Projeto Busão Solidário realizará a entrega de 400 (quatrocentas) cestas básicas e kits de limpeza e higiene pessoal. As entregas serão destinadas às famílias acompanhadas pelo Núcleo Social do Projeto Ebenezer, dos Bairros Planalto, Felipe Camarão, Mãe Luíza e Jardim Progresso (Zona Norte).

Até hoje, o projeto já entregou 1.015 cestas com kits. Somando-se a isso as entregas que serão realizadas na próxima sexta-feira, alcançará o total de 1.415 cestas com kits de higiene, equivalente a mais de 25 toneladas de alimentos e material de higiene e limpeza.

1 – Ponto

Igreja Evangélica Unidos por Cristo
R . Itamar Maciel S/N
Felipe Camarão

8:30 do 01 ao 50
9:00 do 51 ao 100

2 – Ponto

Igreja Batista Betel
Rua Marcos Augusto Teixeira Carvalho Filho N° 3161
Planalto Natal/RN

09:00 do 1 ao 50
09:30 do 51 ao 100

3 – Ponto

Missão Evangélica Pentecostal do Brasil
Mãe Luíza.
Rua Bom Fim, 161

10:00 do 1 ao 50
10:30 do 51 ao 100

4 – Ponto

Igreja Brasil para Cristo
Endereço: Rua Sampaio Correia, n. 05 – Lot. Jardim Progresso – bairro Na.Sra. da Apresentação – Natal RN. (por trás da LIQUIGÁS)

11:00 do 1 ao 50
11:30 do 51 ao 100

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Frasqueira disse:

    Parabéns pela excelente iniciativa. Precisamos de mais pessoas generosas que pensem no próximo. A humanidade está precisando de amor e união 🙏

Saiba como higienizar o celular e evitar a propagação do coronavírus

Foto: G1

Estudos apontam que os smartphones acumulam fungos, bactérias e vírus. E a preocupação sobre como fazer para limpar os celulares tem crescido com a pandemia de coronavírus.

Para o médico infectologista Caio Rosenthal, o celular pode, sim, ser um meio de transmissão do novo coronavírus, já que usamos os aparelhos com frequência e depois que tocamos em objetos como corrimãos, maçanetas.

“O aparelho pode ser um meio eficiente de transmissão, principalmente se emprestado a outras pessoas”.

Ao tossir, falar ou espirrar, por exemplo, o vírus se espalha por meio das gotículas, que são um “transporte”, e permitem ao vírus ficar em superfícies como maçanetas, apoios de transporte público, botões de elevadores, teclas de computador, celulares, entre outros.

A melhor maneira de se prevenir do novo coronavírus é usar água e sabão, ou limpar as mãos com álcool. Apesar disso, não é recomendável passar esses produtos diretamente nos celulares, por serem objetos eletrônicos.

O problema é que as telas sensíveis ao toque (touchscreen) dos aparelhos não são simplesmente vidro: elas contam com algumas tecnologias protetoras, como uma película oleofóbica, que permite manter o aparelho livre do óleo que nossas mãos geram normalmente.

Isso inclui ainda tablets e computadores com telas sensíveis ao toque. Esses equipamentos passam por processos químicos para garantir resistência e funcionamento do touchscreen.

Por causa disso, o uso de alguns produtos químicos, como cloro, água sanitária ou álcool líquido com alta concentração, podem danificar a tela do smartphone. Existem lenços específicos, que podem ser usados para limpeza dos celulares, mas eles não têm características capazes de destruir vírus e outros microorganismos.

Recentemente, Apple e Samsung divulgaram recomendações do que usar e o que não usar na hora de limpar smartphones. Veja as recomendações das empresas.

O que é ideal:

Desligue o aparelho. É também necessário retirar a capa e desconectar cabos e acessórios.

Use álcool isopropílico com concentração 70%: ele é conhecido por quem trabalha com manutenção de eletrônicos porque sua composição tem pouca água, o que impede a oxidação das peças. A Samsung afirma que álcool etílico nessa mesma concentração também pode ser usado. Não é recomendável jogar o produto direto sobre o aparelho ou submergir o smartphone. O ideal é colocar o produto em um pano apropriado, como descrito abaixo.
De acordo com infectologistas, ambos os tipos de álcool são eficientes para matar a grande maioria dos vírus, inclusive o coronavírus.

Use somente panos macios, que não soltem fiapos: evite toalhas, lenços abrasivos, papel-toalha e itens parecidos. A Samsung recomenda usar um pano de microfibra, como os usados para limpar câmeras fotográficas.

Limpe a capinha: as capas de proteção são notórias por acumular sujeira. Se elas forem feitas de plástico, silicone, ou algum material semelhante, é possível usar água e sabão e deixar secar. Outros materiais, como couro, devem ser limpos com produtos apropriados.

O que NÃO fazer:

Não coloque nem borrife o aparelho com líquidos: mesmo o álcool, que evapora rapidamente, pode danificar partes sensíveis do aparelho, como as entradas de energia, de fone de ouvido ou os alto-falantes.

Não limpe o dispositivo enquanto ele estiver conectado à energia elétrica: essa é mais uma recomendação da Apple. Umidade e energia elétrica não combinam e é bom evitar riscos.

G1

 

Caern alerta para os cuidados com a limpeza dos reservatórios, especialmente, no período de veraneio

FOTO: CAERN/ADM

Com o início do mês de janeiro e o aumento da temperatura no Rio Grande do Norte, as famílias optam por se deslocar para casas de praia, geralmente em locais afastados e que na maioria das vezes permanecem fechadas por vários meses.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) alerta para os cuidados necessários antes de utilizar a água contida nos reservatórios por tempo prolongado, principalmente no veraneio.

A recomendação da Companhia é esvaziar a caixa d’água utilizando a água para a limpeza da casa, evitando consumo desnecessário, e adotar as instruções apontadas pelos técnicos da empresa.

Para os imóveis ocupados, a empresa aconselha lavar o reservatório a cada seis meses, para garantir a qualidade da água que sai pelas torneiras.

A água parada nessas caixas ou cisternas por meses seguidos, sem renovação, é alvo de insetos e ratos que contaminam o produto com fezes e urina, provocando doenças.

Mesmo que haja preocupação em não desperdiçar água, a Caern orienta não consumir a água das caixas, até que seja substituída, após a limpeza do reservatório.

ORIENTAÇÕES

O gerente de Qualidade da Água e Meio Ambiente da Caern, Lamarcos Teixeira, orienta que a limpeza do reservatório deve ser feita a cada seis meses, seguindo passo a passo as orientações da companhia ou empresa especializada:

1. Fechar o registro de entrada da caixa d’água e abrir as torneiras para utilizar a água que vai ser eliminada da caixa, nos diversos serviços de limpeza da casa evitando o desperdício;

2. Quando restar 20 centímetros de água no reservatório, fechar todas as torneiras e começar a lavagem. Utilizar uma vassoura nova ou escova para esfregar as paredes e fundo da caixa d’água;

3. Abrir as torneiras e esvaziar a caixa, sempre agitando a água suja que restou;

4.Preparar uma mistura na proporção de um litro de água sanitária para 10 litros de água;

5. Aplicar com uma brocha nova ou pincel largo (modelo utilizado para pintura à cal), espalhando a solução nas paredes e fundo da caixa d’água;

6. Esperar a mistura agir durante 30 minutos para desinfecção;

7. Após esse tempo, abrir novamente todas as torneiras para eliminar a mistura e limpar os canos;

8. Abrir o registro de entrada para colocar água limpa, na altura de 20 centímetros a fim de enxaguar a caixa;

9. Esfregar as paredes e o fundo do reservatório e em seguida esvaziá-lo;

10. Repetir a operação com outros 20 centímetros de água limpa. Esvaziar o reservatório que está pronto para receber a água limpa. Por fim, abrir o registro de entrada para encher a caixa com água da Caern.

Lamarcos ressalta que essa prática deve ser rotina nos imóveis, duas vezes ao ano para garantir a qualidade da água distribuída pela companhia, em todo Estado.

Marinha reforça limpeza de óleo no Nordeste com mais um navio

Foto (Ilustrativa): Divulgação/Prefeitura de Belmonte

O navio de desembarque de carros de combate Almirante Sabóia, da Marinha, partiu na última segunda-feira (11), do Rio de Janeiro, em direção a Ilhéus, na Bahia, com a finalidade de reforçar as ações de limpeza de vestígios de óleo nas praias do Nordeste. O navio transporta um Grupamento de Fuzileiros Navais, com 244 militares, além da tripulação.

Em terra, a tropa desempenhará ações de apoio à proteção ambiental, por meio da limpeza e do monitoramento dos manguezais, arrecifes e praias da região do sul do estado da Bahia, na faixa compreendida entre as cidades de Caravelas e Ilhéus.

O navio Almirante Sabóia realizará patrulha naval, ação de presença no Porto de Ilhéus e operações de monitoramento, participando com outros navios, na busca por possíveis manchas de óleo ou agentes poluidores, em especial em regiões próximas ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos.

A atracação da embarcação no litoral baiano ocorrerá nesta quinta-feira (14), no Porto de Ilhéus. No dia 18, o navio fará ações no mar, com previsão de retorno ao Porto de Ilhéus no dia 25.

Em outra frente, mergulhadores do Batalhão de Operações Especiais dos Fuzileiros Navais permanecem atuando na limpeza e retirada do óleo no Rio Persinunga, no município de São José da Coroa Grande, em Pernambuco.

As ações de limpeza das praias do Nordeste estão concentradas em Mamucabinhas, em Pernambuco; Japaratinga, Barra de São Miguel, Coruripe, Feliz Deserto e Piaçabu, em Alagoas, e Cairu e Guaiu, na Bahia. Outra frente da Marinha atua na praia de Guriri, no Espírito Santo, na Região Sudeste, onde na semana passada apareceram vestígios de óleo na costa.

Agência Brasil

FOTO: Sindipostos RN entrega itens coletados para ajudar no esforço de limpeza das praias potiguares eventualmente atingidas por óleo

Foto: Divulgação

Após pouco mais de uma semana de campanha com os seus associados, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado (Sindipostos RN), entregou no final da manhã desta quinta-feira, 7, os itens coletados para ajudar no esforço de limpeza das praias potiguares eventualmente atingidas por óleo.

Foram entregues 200 kits contendo, cada um, luva, máscara, botas plásticas e dois sacos reforçados para acondicionamento do material. Também foram doados um total de 4.800 copos de água mineral, com 200ml cada.

Defesa Civil de Natal recebe equipamento para limpeza de óleo nas praias

Foto: Divulgação

A Defesa Civil Municipal recebeu nessa quarta-feira (30/10), equipamento de proteção individual para ser utilizado pelos agentes nas situações de limpeza das praias da capital aonde for detectado óleo bruto. O material doado pela Cosern e pelo Governo Federal foi entregue numa ação do Governo do Estado.

Os equipamentos de ação protetiva pessoal compreendem luvas, máscaras, botas e protetores solares. Também foi distribuído com a Defesa Civil Municipal o material disponibilizado pelo Grupo de Avaliação e Acompanhamento (GAA), do Governo Federal, que enviou pás, carros de mão, peneiras, ancinho, baldes, big bags e bombonas plásticas.

A Defesa Civil de Natal vem monitorando diariamente as praias da capital desde o último dia 22 deste mês. Os agentes estão divididos em equipes e percorrem regulamente a faixa de areia das praias de Ponta Negra, Via Costeira, Areia Preta, Praia do Meio, Praia do Forte e Redinha. Durante o trabalho de vistoria, os agentes chegaram a encontrar pequenos vestígios de óleo bruto, sendo a constatação imediatamente informada aos órgãos de controle Estadual e Federal, como orienta o protocolo de procedimentos.

A secretária da Semdes, Sheila Freitas, informou que todo o efetivo da Defesa Civil de Natal está sob alerta e deve continuar o monitoramento do litoral da capital pronto para agir em caso de presença de óleo na orla. “A Defesa Civil de Natal vem se somando aos demais órgãos com o objetivo de evitar dano ambiental nas praias”, comentou a secretária.

Os agentes da Defesa Civil de Natal passaram por uma qualificação para atuar nas situações onde forem encontradas manchas de óleo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. florencio disse:

    E de criticos kkkkkk

  2. Alexandre disse:

    Enxugando gelo …tem que fazer a contenção no mar…

Sindipostos reforça ajuda na limpeza das praias do RN

Foto: Divulgação

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipostos/RN) aderiu a força tarefa, que vem sendo executada pelo Governo do Estado, por meio da Defesa Civil do Estado, na limpeza das praias atingidas pelo óleo no litoral norte-riograndense.

A ideia da campanha é que os postos de combustíveis associados ao Sindipostos sirvam de pontos de coleta para equipamentos de proteção individual como, luvas, botas de borracha, sacos plásticos, protetor solar e água mineral. No estado, são cerca de 180 associados. O material arrecadado será enviado a Defesa Civil do RN para as medidas cabíveis necessárias.

“Nós que fazemos o Sindipostos ficamos muito orgulhosos em fazer parte dessa missão que envolve não só o Rio Grande do Norte, mas todo o Brasil e pedimos aos nossos revendedores que não esperem só pela sociedade, contribuam também. Vamos juntos dar as mãos para que essa mancha de petróleo não seja tão danosa em nosso estado”, afirma o presidente do Sindipostos, Antonio Cardoso Sales.

O Globo

Crea-RN será posto de coleta de equipamentos para limpeza nas praias potiguares

A diretoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RN (Crea-RN) recebeu nessa terça (22), o diretor geral do Idema, Leon Aguiar. A presidente do Crea-RN, Ana Adalgisa Dias, e o vice Vilmar Segundo, colocaram o Conselho à disposição do Idema para ajudar nas ações de combate ao derramamento de óleo registrado no litoral potiguar.

“Vamos iniciar uma campanha para arrecadar os equipamentos de segurança necessários para serem utilizados na limpeza do óleo depositado pelas correntes marítimas nas praias do Rio Grande do Norte”, afirmou a presidente Ana Adalgisa.

A sede do Crea será mais um ponto de apoio para essa arrecadação. “Estamos muito preocupados com a segurança dos voluntários. Esse produto encontrado nas praias é altamente tóxico e pode prejudicar a saúde dessas pessoas que estão ajudando”, alerta o conselheiro e Coordenador da Comissão de Meio ambiente do Crea-RN, Gilbrando Trajano Júnior, também presente a reunião.

Quem quiser colaborar com chapéus, protetor solar, pás, sacos resistentes de lixo, baldes de construção civil, botas de borracha, óculos de proteção, luvas de tecido e borracha, máscaras com filtro para produtos químicos, rolos de fita zebrada, além de bombonas, carrinhos de mão, espátulas, jardineiras, peneiras de pedreiro e ciscadores de metal.

“Nesse momento de alerta no Rio Grande do Norte, precisamos estruturar as ações em caso de novos registros. Para isso, estamos nos mobilizando e contando com a colaboração de todos, com o principal objetivo de dar segurança àqueles agentes voluntários que atuarão nos mutirões de limpeza”, disse o diretor geral do Idema, Leon Aguiar.

Serviço:
Local: Crea-RN – Av. Senador Salgado Filho, 1840 – Lagoa Nova – Natal

Governo do Estado abre cadastro de voluntários para mutirões de limpeza de óleo nas praias

Foto: Elisa Elsie/ASSECOM/RN

O Governo do Estado recebe até a próxima quarta-feira (23) o cadastro de voluntários que desejem atuar na operação “Se Chegar a Gente Limpa”, que tem como objetivo montar mutirões para atuação na limpeza das praias potiguares atingidas por manchas de óleo. O cadastro pode ser feito clicando neste link.

A ação é parte do Plano de Resposta e Mitigação de Desastre que começou a ser traçado após a instalação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) no sábado (19), sob a coordenação da Defesa Civil Estadual, para tratar das manchas de óleo encontradas no litoral do Rio Grande do Norte.

Os cadastrados passarão por uma triagem que será feita pelas coordenadorias de Defesa Civil de cada município. Os voluntários selecionados passarão por uma capacitação entre os dias 24 e 25, quando receberão orientações para atuar nos mutirões coordenados pelo Gabinete Civil, por meio da Defesa Civil Estadual, e pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). Quando acionados os voluntários também receberão equipamentos de proteção individual.

O cadastro, por orientação da Secretaria da Estado da Saúde Pública (Sesap), só pode ser feito por quem tem mais de 16 anos. Gestantes também estão impedidas.

Paralelo ao cadastro de voluntariado, o Idema ainda está conduzindo até a próxima quarta-feira uma nova etapa da operação Mancha Negra para averiguar a situação nas praias e estuários, além de uma nova rodada de orientação aos municípios sobre a coleta e armazenamento do óleo.

O Governo orienta ainda que a coleta de resíduos deve ser feita apenas sob orientação técnica dos órgãos ambientais e da Defesa Civil, pois há risco de contaminação.

SE A MODA PEGA: No Japão, alunos limpam até banheiro da escola para aprender a valorizar patrimônio

Foto: Marcelo Hide / BBC
Foto: Marcelo Hide / BBC

Enquanto no Brasil, escolas que “obrigam” alunos a ajudar na limpeza das salas são denunciadas por pais e levantam debate sobre abuso, no Japão, atividades como varrer e passar pano no chão, lavar o banheiro e servir a merenda fazem parte da rotina escolar dos estudantes do ensino fundamental ao médio.

“Na escola, o aluno não estuda apenas as matérias, mas aprende também a cuidar do que é público e a ser um cidadão mais consciente”, explica o professor Toshinori Saito. “Ninguém reclama porque sempre foi assim.”

Nas escolas japonesas, também não existem refeitórios. Os estudantes comem na própria sala de aula e são eles mesmos que organizam tudo e servem os colegas.

Depois da merenda, é hora de limpar a escola. Os alunos são divididos em grupos, e cada um é responsável por lavar o que foi usado na refeição e pela limpeza da sala de aula, dos corredores, das escadas e dos banheiros num sistema de rodízio coordenado pelos professores.

“Também ajudei a cuidar da escola, assim como meus pais e avós, e nos sentimos felizes ao receber a tarefa, porque estamos ganhando uma responsabilidade”, diz Saito.

Michie Afuso, presidente da ABC Japan, organização sem fins lucrativos que ajuda na integração de estrangeiros e japoneses, diz ainda que a obrigação faz com que as crianças entendam a importância de se limpar o que sujou.

Um reflexo disso pôde ser visto durante a Copa do Mundo no Brasil, quando a torcida japonesa chamou atenção por limpar as arquibancadas durante os jogos e também nas ruas das cidades japonesas, que são conhecidas mundialmente por sua limpeza quase sempre impecável.

Fonte: BBC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruno disse:

    Eu queria ver isso começando lá pelo CEI(qualquer unidade), escola do "ei, você sabe de quem eu sou filho???*"

    • Rafael disse:

      Não concordo Bruno, queria ver na verdade, isso começando pela constituição, para que fosse lei e funcionando a todo vapor em todas as escolas, sejam elas instituições públicas ou privadas, uma só não iria adiantar concorda? Mas entendo sua frustração. Aqui no Brasil, devido a grande desigualdade social, uns são "coxinhas" tem um certo poder aquisitivo e portanto podem usufruir de uma melhor qualidade de vida em relação a tudo e outros são lisos, "8 ou 80", portanto, aqueles que possuem algo melhor, "ostentam", em um país decente, simplesmente "possuem". Eita Brasil sem jeito.

    • Bruno disse:

      Minha frustração é ver menino rico com acesso à excelente educação mas não ter valores como gentiliza e humildade, tratando os funcionários das escolas como se fossem lixo. E sobre a ostentação: Que ostentem, já que têm um certo poder aquisitivo, muito bom. E sobre começar essas ações de limpar banheiros pelas escolas particulares: Seria interessante ver essas "crianças" entrarem em parafuso ao pegarem um rodo ou balde pra fazerem a limpeza, foi essa minha intenção no comentário anterior.

  2. Junior pinheiro disse:

    Isso é o corteto, nossos educadores é que sao hipocritas e imbecis, lavar algo nao humilha ninguem, ajudar alguem nao arranca pedaço e valorizar o patrimonio economiza para que melhorias aconteça, agora punir quem bagunça tambem é certo, só que no Brasil é uma piada!!!!

  3. Coelho disse:

    Estudei no Colegio Padre Miguelinho no Alecrim de 70 a 79 e, no ginásio, precisamente de 75 a 79, tínhamos equipes de alunos que diariamente arrumavamos a classe. Varriamos, limpavamos o quadro e enfileiravamos as carteiras. Equipe de 5 alunos a cada dia (revezamento). Assim, antes do início das aulas, meia hora antes entrávamos e cumpriamos essa tarefa. Toda a sala fazia, a seu tempo e vibravamos muito com isso. Se era resquício da chamada ditadura, não sei, mas nos sentíamos mto úteis e zelosos. É verdade que mtos outros não se dedicavam e até quebravam carteiras e entortavam os ventiladores do teto da sala, mas era grande minoria. Gostei de ver esse exemplo e recordei com orgulho do que fazia naquela época. Fiquei feliz em lembrar. Obrigado BG por essa oportunidade de recordar. Nem lembrava mais dessa passagem na minha vida. Obrigado.

  4. Maurício Giovani disse:

    Aqui no Brasil, segundo a turma dos direitos humanos, isso e seria uma ofensa. Melhor é deixar do jeito que está. Jovens sendo criados feito preguiçosos, alienados pelas mídias, pelos jogos de vídeo game, smartphones, Facebooks da vida, Mc Gui, movimentos para idiotas úteis e outras coisas mais que vão tornar o futuro do Brasil uma verdadeira esculhambação em termos de gente capacitada para saber conduzir bem os destinos da nação.

  5. Luciano disse:

    Imagina filho da elite coxinha do Brasil fazer isso…

  6. Flauberto Wagner disse:

    Aqui entre nós é o contrario muitos aprendem a quebrar, pichar e sujar, pois é assim que eles aptem em mente que estão valorizando os bens públicos aos seus alcances.
    Mas com os maus exemplos advindos de casa e dos gestores públicos e dos políticos que nos representam é sempre o resultado esperado.

FOTO: Semurb promove limpeza de área verde no bairro Pitimbú

18409A fiscalização ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) realizou a limpeza de uma área verde pertencente ao Município, no bairro Pitimbú, durante essa quinta-feira (16).  O terreno de 1.677m² fica localizado entre as ruas Açaí e Azinheira, do local  foram retirados muito lixo e entulhos deixados por um bar que funcionava na área irregularmente.

Segundo o supervisor de Fiscalização e Controle de Licenças da Semurb que coordenou a ação, Gustavo Szilagyi, o proprietário já havia sido notificado anteriormente e o bar não estava mais em funcionamento. “Quando conversamos com ele, ficou acertado que ele removeria a estrutura para que depois nós limpássemos o terreno”, explica.

Contudo quando a fiscalização chegou ao local verificou que, apesar de a estrutura do bar ter sido desmontada, as telhas, tijolos, portões e grades do antigo estabelecimento – que ainda podem ser reutilizadas pelo dono – não haviam sido recolhidos.

O proprietário foi novamente notificado e agora terá até a próxima segunda-feira (20) para fazer a retirada. “Caso ele não recolha o material até o dia estipulado, a Prefeitura vai limpar a área e o que ainda estiver por lá vai ser considerado entulho comum”, pontua Szilagyi.

A ação faz parte da Operação Pitimbú, de caráter permanente, deflagrada no final de 2012, para recuperar as áreas verdes públicas do bairro ocupadas irregularmente por estabelecimentos comerciais, como bares e cigarreiras. Ainda durante a operação, uma lombada clandestina que o dono do estabelecimento havia construído na Rua Açaí foi retirada.

Gustavo Szilagyi  revela que mais duas ações da Operação Pitimbú estão programadas para a próxima semana, onde serão retiradas duas cigarreiras transformadas em bares.

Defesa Civil de Natal realiza ação preventiva nas lagoas de captação

Nesta sexta-feira (10) oito secretarias municipais de Natal estarão realizando uma ação preventiva na Lagoa do Taraucá, no Loteamento Nova República, Zona Norte da cidade. O objetivo é garantir a segurança das pessoas que moram no entorno da referida lagoa. A atividade é uma ação da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil (Semdes) cumprindo uma determinação do prefeito Carlos Eduardo de fazer um trabalho interativo de forma integrada com diversas secretarias do município.

Segundo informações do diretor do Departamento de Defesa Civil da Semdes, Jeoás Santos, a operação piloto começará pela Lagoa do Taraucá por ser um dos reservatórios de águas pluviais da cidade que necessita de atenção redobrada. A preocupação do órgão está relacionada com a capacidade da lagoa que necessita de serviços de limpeza, alocação de bombas, iluminação e cerca. Também estão entre os principais problemas a questão da impermeabilização do solo e o aforamento da lagoa. “Uma das causas de tudo isso é a ligação clandestina de águas servidas feita pela população próxima”.

Além da Semdes, estarão envolvidas no processo as secretarias municipais de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Saúde (SMS), Serviços Urbanos (Semsur), Trabalho e Assistência Social (Semtas) e Companhia de Serviços Urbanos (Urbana). Todas elas estão comprometidas na resolução dos problemas encontrados. Jeoás Santos revela que os referidos órgãos já iniciaram os trabalhos na lagoa e que no sábado (11) a Semdes estará entregando a população natalense à lagoa com plenas condições de segurança e funcionamento.

O diretor acrescenta, ainda, que a Semdes está concluindo o trabalho de vistoria em todas as lagoas de Natal através do Grupo de Ação e Emergência (GAE). O trabalho visa identificar riscos eminentes e problemas que venham causar transbordamentos e transtornos a população como já aconteceu há alguns anos. De acordo com ele, além da lagoa de Nova República, também é preocupante a situação das lagoas de Nova Natal, Dom Pedro, Pajuçara e Arena das Dunas. “Todas elas já estão recebendo ações da Semurb, Semob e Urbana e serão as próximas a serem beneficiadas com a mesma atividade desta sexta-feira.

AÇÕES

Na atividade do dia 10, a Semtas fará o levantamento de todas as pessoas que moram nas proximidades da lagoa; o estudo social dessa população; orientações de como proceder; e informações dos serviços que a Semtas normalmente oferece. A Urbana, que já realizou a limpeza da lagoa, apresentará o Projeto Jogo Limpo e também levará uma atividade educativa para que a população colabore com processo de limpeza não jogando lixo na lagoa ou no seu entorno. Para tanto, informarão os dias de coleta regular para que os moradores possam fazer a disponibilização dos resíduos acumulados.

Caberá a Semurb o papel de identificar as ligações clandestinas, notificar e orientar a população do local o procedimento correto a ser feito. A Semopi, que também já está realizando algumas intervenções na lagoa, entregará no dia da ação o conserto da cerca e a iluminação da lagoa bem como fará a verificação de funcionamento das bombas. A Vigilância Sanitária, da SMS, fará a verificação da água da lagoa e alguns riscos expostos à população como também um trabalho educativo constante. Jeová Santos adianta que a Semdes dará respostas a toda e qualquer lagoa que apresentar problemas para a cidade e para população.

Operação de limpeza ganha reconhecimento dos veranistas

IMG_1198

A Prefeitura Municipal de Nísia Floresta está realizando uma operação de limpeza em todo o seu território que abrange cinco das principais praias do litoral sul, como parte de Pirangi, Búzios, Tabatinga, Camurupim e Barreta. A força tarefa realizada pelo município visa normalizar os serviços durante o período de maior demanda. Veranistas e moradores percebem a mudança e elogiam o serviço intenso realizado diariamente neste mês de janeiro.

Ao todo, participam da operação 50 garis, dois caminhões carroceria, dois caminhões basculantes, um caminhão compactador e um pólo guindaste com 50 caçambas estacionárias distribuídas em pontos estratégicos do município. A coleta do lixo esta funcionando diariamente na área urbana e região das praias. Mais de 2 mil toneladas de entulhos e lixo domiciliar já foram retiradas até o último final de semana, resultado do trabalho intenso das equipes.

“Nossa quantidade de habitações é praticamente o dobro da população. As casas de veraneio são o fator chave. Muitas permanecem fechadas o ano todo, gerando acúmulos de lixo referentes a podas, capinação e outros entulhos. Por isso adotamos medida enérgica em relação à limpeza pública do município. Estamos trabalhando para implantar uma coleta eficaz e não superficial”, explica a prefeita de Nísia Floresta, Camila Maciel Ferreira.

A veranista Elizabeth Vieira Moreno afirma que costuma passar o mês de janeiro na praia de Tabatinga e disse que a coleta do lixo e a limpeza das ruas e avenidas estão funcionando bem este ano. “Percebemos a diferença. Além das ruas limpas, o lixo apanhado na porta regularmente, todos os dias vimos muitos homens na rua, capinando, limpando, pintando meio fio, cuidando das avenidas”, destacou a veranista habitual da praia.

“É gratificante. Estamos felizes com o reconhecimento da população e dos veranistas que cada dia mais externam satisfação em relação ao trabalho”, destaca a prefeita Camila Ferreira. A chefe do executivo municipal anuncia que sua meta é concluir, em 90 dias, a contratação definitiva de uma empresa especializada para coleta de lixo, que ficará sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos. A licitação já esta em andamento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Graça disse:

    Parabéns a esta jovem prefeita que ja inicia seu mandato surpreendendo a todos. Tudo iluminado e limpo. Sou veranista da Praia de Buzios e lá é só elogios

Mutirão de limpeza nas quatro regiões de Natal

Com o objetivo de limpar a cidade e retirar o acúmulo de lixo verificado em algumas áreas da capital, a Companhia de Serviços Urbanos de Natal intensificou os serviços de limpeza e coleta de resíduos em toda a cidade.

Nesta terça-feira, 25/09, quatro caminhões caçamba foram utilizados na limpeza do bairro de Mãe Luiza. Outros dois caminhões seguiram para o bairro das Rocas, três no Alecrim, um na Avenida Mário Negócio, um na avenida Bernardo Vieira. Também participaram do mutirão máquinas tipo trator, que auxiliam na retirada do lixo.

Para otimizar os serviços, mais de 60 garis estão atuando diariamente nas quatro regiões da cidade. Durante esta semana os garis realizam a limpeza nos bairros de Tirol, Lagoa Nova, Neópolis, Ponta Negra, Ribeira, Mãe Luiza, Santos Reis, além da BR 101 e avenida Dr. João Medeiros Filho (estrada da Redinha).

A Urbana mantém rotineiramente os serviços de limpeza de feiras livres, de praias, além da retirada de areia acumulada com os fortes ventos em algumas áreas da cidade. As empresas terceirizadas que prestam serviços à Urbana também reforçaram a coleta domiciliar.

Micarla realizará força-tarefa em Natal: lixo, buracos e pagamento do funcionalismo serão prioridades

Depois de várias pesquisas apontando os altos índices de rejeição, tomando a pesquisa Ibope como exemplo, 92% dos entrevistados avaliam a gestão da prefeita como ruim ou péssima, enquanto que  1% avalia como boa.  Matérias nacionais também relataram a incrível marca conquistada por uma gestora.  Micarla de Sousa busca ganhar fôlego e limpar um pouco sua barra com o Natalense. De acordo com informações preliminares, a prefeita vai realizar uma força-tarefa, para deixar a cidade mais agradável, no apagar das luzes de sua gestão.

 Pesquisa Ibope: 92% avaliam ruim ou péssima gestão Micarla de Sousa

A força tarefa envolve a resolução três problemas: lixo, recapeamento asfáltico e pagamento do funcionalismo. Micarla vai fazer um acordo com a empresa de limpeza pública para que todo o lixo seja retirado da cidade. Nesta semana, mostramos aqui no Blog, vários locais onde o lixo se acumula por várias bairros da cidade.

Lixo, lixo, lixo, lixo e Lixo. A marca registrada de Natal

O recapeamento asfáltico também é um problema que muitos motoristas já reclamaram, na verdade existe locais, em que não há mais asfalto, apenas buracos. A buraqueira foi tanta que começaram a monitorar onde aparecia um novo buraco, usando um blog só para isso. A outra medida buscar garantir que a prefeitura chegue ao fim do ano, com o pagamento do funcionalismo em dia. Micarla constantemente comparada ao ex-gestor Aldo Tinoco, se do ex-prefeito pelo fato dos servidores municipais ainda receberem o salário em dia.

Agora é aguardar a execução das ações, coisa que já devia ter sido a feito há bastante tempo, não só agora faltando pouco mais de três meses para o fim da gestão. Isso para não falar em tantos outros problemas que vão ficar sem solução até a chegada do novo prefeito.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. caio fábio disse:

    Se é possível fazer agora, porque não fez antes.
    Incompetência pura.

Depois de ordem judicial, Prefeitura promete limpeza das lagoas de Natal na próxima semana

Por interino

Ontem,  a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) determinou que a Prefeitura de Natal providenciasse a limpeza das lagoas de captação de Natal em um prazo máximo de 15 dias sob pena de uma multa de R$ 5 mil imposta diretamente a prefeita Micarla de Sousa. A resposta veio de forma rápida. Hoje, através da assessoria, a Prefeitura confirmou que vai retomar a limpeza já na próxima segunda-feira (27). O bolso falou mais rápido.

Confira a notícia 

A Prefeitura do Natal deverá retomar na próxima segunda-feira, 27, os serviços de limpeza das lagoas de captação de águas pluviais. A previsão é de que todas as 60 lagoas existentes na cidade sejam beneficiadas pelo processo que antecede o período de inverno para evitar problemas de alagamentos. A programação será iniciada na Lagoa de São Conrado localizada no bairro de Dix-Sept Rosado.

“A limpeza consta de raspagem no fundo da lagoa, retirada de lixo, mato e metralha, além da sujeira oriunda de ligações clandestinas de esgotos. Iniciada há quatro meses, a ação será desenvolvida agora sem interrupções até que fiquem totalmente limpas”. A informação foi prestada pelo secretário adjunto de Conservação, da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Francisco Pereira Júnior.

Segundo ele, nesta sexta-feira, 24, a equipe da Semopi está recuperando o calçamento da Rua Praia de Ponta Negra, em Ponta Negra; Rua das Flores, no Jardim Progresso, zona Norte; e a lateral do SEBRAE, em Lagoa Nova. Com a conclusão desses serviços, as equipes retornam a programação antiga que beneficia as zonas Leste e Sul da capital potiguar.

Nesses locais, está sendo recuperada a pavimentação, em paralelepípedos, das ruas Américo Vespúcio com a Mário Negócio, no bairro do Alecrim; Cabo de São Roque, em Ponta Negra; e Rua Morais Navarro, em Lagoa Nova. A operação tapa-buraco deverá ser concluída até o final da próxima semana.