VÍDEO: Em voo, comandante da Latam parabeniza surfista Ítalo Ferreira pelo título mundial

TÍTULO MUNDIAL. Nome mais badalado do esporte nacional no momento, o surfista potiguar Ítalo Ferreira foi homenageado, até mesmo, durante voo.

Comandante da Latam fez questão de agradecer ao atleta pela conquista, motivo de orgulho e inspiração para os atletas amadores e admiradores do esporte. Vídeo: cedido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre disse:

    Aloha BF…

  2. Flauberto Wagner disse:

    Sem nada mais acrescentar! Parabéns, campeão.🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🏄‍♂️🍾🍾🍾🍾🍾🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  3. Antonio Turci disse:

    Ítalo merece nossos votos de felicidades, muita saúde e lucidez. Espero que jamais seja tocado pela "mosca azul" da vaidade e da luxúria; que mantenha a humildade e faça um bom pé de meia para o futuro, pois atletismo é muito bom, mas depois dos 30 vem o descenso.

  4. ABC disse:

    Valeu Campeão, a luta valeu a pena.

  5. Carlos Bastos disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼valeu Ítalo, orgulho do RN.

  6. Jorge disse:

    Arrepiou minha epiderme. Kkkkkk

Movimentação policial nas ruas Natal faz parte de escolta de fórum de chefes de Estado-Maior de Defesa da América do Sul e o comandante do Comando Sul dos EUA

Foto: Ilustrativa

Virou bate-papo nas redes sociais da capital potiguar, e ainda entre motoristas de pedestres, sobre a intensa movimentação policial nas ruas da cidade, com viaturas da Polícia Rodoviária Federal(PRF), Polícia Militar e Forças Armadas durante o dia. Em determinados momentos, vias estão sendo bloqueados momentaneamente para passagem de veículos sob escolta. Fique tranquilo(a).

Natal sedia entre esta terça-feira(20) e quinta-feira(22), no Hotel Serhs, na Via Costeira, a Conferência Sul-Americana de Defesa (SOUTHDEC 2019). Trata-se de um fórum entre os chefes de Estado-Maior de Defesa da América do Sul e o comandante do Comando Sul dos Estados Unidos. O objetivo do encontro é discutir temas de segurança e defesa da região.

Com o tema “A Cooperação de Defesa Regional em Resposta aos Desafios Hemisférios”, estão previstas atividades como mesas-redondas e reuniões bilaterais.

Esta é a 6ª edição do evento e a primeira vez a ser sediada no Brasil. As anteriores ocorreram no Chile (2014), Paraguai (2015), Uruguai (2016), Peru (2017) e Argentina (2018).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre Silva des souza disse:

    Qual o problema em relatar na nota que A GUARDA MUNICIPAL participou também? Que perseguição à Guarda Municipal é essa???

Capitão fez mudança de percurso no Costa Concordia sem autorização

O presidente da Costa Cruzeiros, proprietária do navio que naufragou na noite de sexta-feira próximo à ilha de Giglio, na Toscana, Itália, disse nesta segunda-feira que o capitão do Costa Concordia fez um desvio de percurso “não autorizado, sem aprovação”.

Em entrevista coletiva concedida em Gênova, Pier Luigi Foschi voltou a falar em “erro humano”.

“A companhia dará ao capitão (Francesco Schettino) toda a assistência necessária, mas temos que admitir os fatos e não podemos negar o erro humano”, afirmou.

“A rota estava correta. O fato de que (o navio) saiu de seu curso se deve unicamente a uma manobra do comandante que não tinha sido aprovada, (não foi) autorizada e (era) desconhecida pela Costa (Cruzeiros)”, acrescentou.

Foschi disse ainda que o navio Costa Concordia passa por inspeções periódicas e tinha passado por uma grande inspeção em novembro de 2011.

As equipes de resgate já encontraram os corpos de seis vítimas do naufrágio do navio de cruzeiro. Outras 15 pessoas estão desaparecidas.

As operações de resgate foram suspensas na manhã desta segunda-feira, pois o navio, que tombou lateralmente, se afastou das rochas em que estava apoiado devido ao mau tempo na região.

Nesta segunda-feira, o Itamaraty atualizou o número de brasileiros presentes no navio de 53 para 57 pessoas, sendo seis tripulantes do Costa Concordia.

Metros da costa

O capitão do navio, Francesco Schettino, é suspeito de homicídio doloso (sem a intenção de matar) e nega todas as acusações. Ele está sendo questionado pela polícia e alega que o sistema de navegação não mostrava obstáculos no local do acidente.

Schettino negou as acusações de que teria deixado a embarcação sem prestar auxílio aos passageiros e afirmou que só deixou o navio após terminar o processo de retirada dos ocupantes.

O capitão afirmou ainda que, de acordo com as informações de que tinha no momento do acidente, as rochas que provocaram a ruptura do casco do navio não foram detectadas pelo sistema de navegação automática da embarcação.

Anteriormente, a Costa Cruzeiros já havia afirmado que Schettino teria conduzido a embarcação perto demais da costa, além de não seguir os procedimentos de segurança determinados pela empresa.

O navio de cruzeiro – que levava mais de 4.200 pessoas – está a metros de distância da ilha de Giglio.

BBC Brasil

Comandante de transatlântico que naufragou na Itália é preso

O capitão do transatlântico Costa Concordia, que naufragou na noite de sexta-feira próximo à ilha de Giglio, na costa oeste da Itália, foi preso neste sábado. A detenção de Francesco Schettino, de 52 anos, foi confirmada pelo procurador Francesco Verusio, da província de Grosseto. Ele será indiciado por homicídio culposo. De acordo com o jornal italiano La Repubblica, o capitão foi interrogado e disse que o navio atingiu uma pedra que não constava nos mapas náuticos.

Membros da tripulação acusaram Schettino de imperícia, o que teria provocado o acidente. “Quando você navega na costa, você não usa mais o piloto automático, mas o (piloto) manual. É, portanto, critério do comandante escolher a distância da costa e a navegação foi longe demais desta vez”, disse um oficial do navio que pediu para não ter sua identidade revelada.

Enquanto isso, mergulhadores vão prosseguir durante toda a madrugada deste domingo as buscas por 43 desaparecidos na área do naufrágio. Três mortes foram confirmadas – dois turistas franceses e um tripulante peruano. Além disso, a Capitania dos Portos registrou 67 feridos.

A embarcação tinha 4.234 pessoas a bordo – 53 eram brasileiras, segundo o consulado-geral do Brasil em Roma. A assessoria de imprensa do Itamaraty disse que alguns brasileiros resgatados entraram em contato com o consulado brasileiro em Milão, cidade para onde já foram 26 deles. Até o momento, não há nenhum registro de brasileiros feridos ou desaparecidos no acidente. De acordo com o ministério das Relações Exteriores, caso um brasileiro fosse vítima do naufrágio, o procedimento normal seria as autoridades italianas contatarem o Brasil para informar sobre o caso, o que não ocorreu.

A Costa Cruzeiros, empresa proprietária do transatlântico, divulgou a nacionalidade dos passageiros, no total oriundos de 62 países. Entre eles estavam 989 italianos, 569 alemães, 462 franceses, 177 espanhóis, 129 americanos, 127 croatas, 108 russos, 17 argentinos, onze portugueses, dez colombianos, dez chilenos, oito peruanos, cinco venezuelanos, dois cubanos, dois equatorianos, dois mexicanos e um uruguaio.

O presidente da Costa Cruzeiros, Gianni Onorato, declarou que o navio está “em segurança” e não há perigo de vazamento de combustível para o mar. Segundo o executivo, uma equipe técnica holandesa está a caminho do local do acidente para lidar com possíveis problemas ambientais.

Onorato repeliu acusações de que o Costa Concordia tombou porque navegava fora do curso. “Não é correto dizer que o navio estava fora do curso, houve um evento totalmente inesperado. O Costa Concordia atingiu uma pedra não marcada no mapa náutico”, alegou.
Fonte: Veja

TCU diz que comandante do Exército favoreceu ilegalmente empresas

Josias de Souza

Relatório do TCU elaborado em junho afirma que o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, favoreceu empresas ligadas a militates.

De acordo com o documento, os contratos foram celebrados sem licitação à época em que Enzo respondia pelo departamento de Engenharia do Exército (2003-2007).

Auditores do tribunal varejaram 200 contratos. Envolvem obras rodoviárias, tocadas pelo Exército com verbas do Dnit, o famigerado órgão da pasta dos Transportes.

(mais…)