Cabeleireiro de Cristiano Ronaldo é encontrado morto a facadas em hotel na Suíça; suspeito é um brasileiro e já foi detido pela polícia

Ricardo Marques Ferreira era o cabeleireiro de Cristiano Ronaldo. Fotos: Instagram

O cabeleireiro Ricardo Marques Ferreira , que tinha como seu principal cliente o astro português Cristiano Ronaldo , foi encontrado morto a facadas dentro do quarto de um hotel da cidade de Zurique, na Suíça.

Ele tinha 49 anos de idade e deixa dois filhos maiores de idade, um rapaz e uma moça. Segundo um familiar da vítima, estaria tudo bem com o cabeleireiro no dia anterior ao crime. “Parecia estar tudo normal”, falou ao Diário de Notícias da Madeira.

Ainda de acordo com a publicação, o suspeito pelo crime já foi detido pela polícia suíça. Trata-se de um brasileiro de 39 anos de idade, cuja indentidade não foi divulgada.

As autoridades informaram que a camareira do hotel foi quem encontrou o corpo em cima da cama, coberto de sangue e com vários golpes de faca. “Cenário macabro”, disse a funcionária ao jornal português.

Além de ser cabeleireiro de Cristiano Ronaldo , Ricardo Marques Ferreira atendia outras celebridades portuguesas. Ele era divorciado e vivia na Suíça há dois anos.

IG

Revista põe Neymar em lista dos melhores atacantes do mundo; Cristiano Ronaldo fica fora

Com Messi na liderança, Neymar ficou em quarto lugar no ranking dos 10 melhores atacantes da atualidade da revista inglesa FourFourTwo, divulgado esta semana. O que chamou atenção na lista foi a ausência de Cristiano Ronaldo.

A publicação ressaltou a queda de rendimento do brasileiro desde que foi para o Paris Saint-Germain. “As ações de Neymar caíram um pouco, com sua transferência para o PSG ainda não produziu os resultados pretendidos e as contusões prejudicando sua ambição. Sua vontade de ir ao chão facilmente incomoda muitos fãs, mas até mesmo o crítico mais feroz do jogador de 27 anos se esforçaria para argumentar que ele não pertence ao mais alto nível de talento”, explicou a revista.

Apesar de não aparecer entre os 10 melhores atacantes, o atacante da Juventus ficou em primeiro lugar entre os 10 melhores artilheiros. Com cinco bolas de ouro no currículo, ele está em terceiro lugar na artilharia do Campeonato Italiano, com 26 gols marcados na temporada.

Veja a lista completa:

1º – Lionel Messi (Barcelona)
2º – Kylian MBappé (PSG)
3º – Antoine Griezmann (Atlético de Madrid)
4º – Neymar (PSG)
5º – Eden Hazard (Chelsea)
6º – Mohamed Salah (Liverpool)
7º – Sadio Mané (Liverpool)
8º – Raheem Sterling (Manchester City)
9º – Gareth Bale (Real Madrid)
10º – Marco Reus (Borussia Dormund)

UOL

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Quanto será que apuraram com essa lista de araque? Deixar Cristiano Ronaldo de fora e incluir o cai-cai. É brincadeira!

  2. Antonio Turci disse:

    Cristiano Ronaldo de fora, e esse tal de neimar dentro? Só na caixa prego, mesmo!

Cristiano Ronaldo disputará prêmio de melhor do mundo com Modric e Salah

Acostumado a travar um duelo particular com Messi pelo posto de melhor jogador do mundo há mais de 10 anos, Cristiano Ronaldo terá rivais diferentes em 2018. A Fifa anunciou nesta segunda-feira os três finalistas ao prêmio The Best, com o português, atual vencedor, indicado para disputar o troféu contra o croata Modric e o egípcio Salah. É a primeira vez que o camisa 10 do Barcelona fica fora da final desde 2007.

Eleito o melhor do mundo nas duas últimas temporadas e único detentor do troféu The Best (criado em 2016), Cristiano Ronaldo é cotado como um dos favoritos ao prêmio por conta da conquista do tricampeonato da Liga dos Campeões com o Real Madrid. O desempenho individual do jogador na Copa do Mundo, com direito a hat-trick diante da Espanha, também o impulsiona na disputa, apesar da queda dos lusos nas oitavas de final. Vencedor será divulgado no dia 24 de setembro, em cerimônia em Londres.

Artilheiro da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo é cotado para levar terceiro prêmio The Best seguido (Foto: Laurence Griffiths/Getty Images)

Modric, por sua vez, é considerado um nome forte justamente por ter participado da mesma conquista no Real com Cristiano, mas tem o diferencial de ter ido à final da Copa do Mundo após uma campanha surpreendente com a Croácia. O meia foi eleito melhor jogador do Mundial pela Fifa.

Após levar a Champions e ir à final da Copa, Modric levou prêmio de melhor da Europa (Foto: REUTERS/Eric Gaillard)

Salah fecha a lista de indicados por conta de uma temporada fantástica com a camisa do Liverpool, que chegou à final da Liga dos Campeões. O egípcio marcou 46 gols em 54 partidas pelos Reds e por sua seleção nacional, que fracassou e caiu na primeira fase da Copa do Mundo.

O mesmo trio disputou o troféu de melhor jogador do futebol europeu, concedido pela Uefa, e Modric acabou levando a melhor na disputa – que contou com votos de jornalistas e treinadores das nações filiadas à entidade. Cristiano Ronaldo nem mesmo compareceu à premiação em Mônaco, e seu agente deixou clara a insatisfação pela escolha pelo croata.

Salah disputará prêmio após temporada histórica com o Liverpool (Foto: REUTERS/Adam Hunger)

A escolha dos concorrentes ao The Best ocorre através de votação entre jornalistas das nações filiadas à Fifa, capitães e treinadores das seleções mundo afora. O público também participa em votação no site oficial da entidade. As categorias têm peso igual na soma final. Cada eleitor indica os atletas que considera os três melhores do mundo na última temporada, atribuindo cinco pontos ao primeiro colocado, três ao segundo e um ao terceiro. O vencedor é aquele que tem maior soma no final.

A Fifa havia anunciado, em julho, os 10 indicados ao prêmio – deixando o brasileiro Neymar de fora. Além de CR7, Modric e Salah, a lista conta com Kevin de Bruyne (Manchester City e Bélgica), Antoine Griezmann (Atlético de Madrid e França), Eden Hazard (Chelsea e Bélgica), Harry Kane (Tottenham e Inglaterra), Kylian Mbappé (PSG e França), Lionel Messi (Barcelona e Argentina) e Raphael Varane (Real Madrid e França).

Globo Esporte

 

Cristiano Ronaldo fecha ciclo pelo Real e acerta com a Juventus

Foto: Divulgação/Site do Real Madrid

O ciclo vitorioso e histórico de Cristiano Ronaldo no Real Madrid chegou ao fim. Após nove temporadas no clube espanhol – onde se tornou ídolo, conquistou títulos, quebrou recordes e se tornou lenda – o luso teve sua transferência para a Juventus sacramentada. O clube merengue confirmou nesta terça-feira, em comunicado oficial, que aceitou a proposta da Velha Senhora, sem citar valores, e agradeceu pelos serviços prestados a quem chamou de “um dos mais brilhantes da história”.

Logo após o anúncio, o Real divulgou uma carta escrita por Cristiano Ronaldo, na qual o craque agradece aos torcedores e fala sobre a necessidade de “abrir uma nova etapa”. CR7 apontou que pediu ao clube que fosse transferido, solicitando a compreensão de todos os torcedores.

“Refleti muito e sei que chegou o momento de um novo ciclo. Me vou, mas seguirei sempre sentindo como algo meu esta camisa, este escudo e o Santiago Bernabéu, esteja onde estiver”, escreveu.

“O Real Madrid será sempre a sua casa”

Em nota, o clube merengue frisou que atendeu aos pedidos do craque, mas deixou as portas abertas para o jogador, afirmando que Ronaldo “marcou uma das épocas mais brilhantes do clube e do futebol mundial”. O clube também destacou que Cristiano sempre será um grande símbolo da equipe e referência para as próximas gerações.

“Para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo será sempre um de seus grandes símbolos e uma referência única para as próximas gerações. O Real Madrid sempre será sua casa”, disse o clube.

Para a história

Cristiano Ronaldo chegou ao Real Madrid, em 2009, com status de craque, vencedor da Liga dos Campões com o Manchester United e eleito o melhor jogador do mundo no ano anterior. Por isso, cerca de 85 mil pessoas recepcionaram o então jogador de 24 anos no dia 6 de julho, no Santiago Bernabéu. Os merengues pagaram 94 milhões de euros (R$ 431,6 milhões na cotação atual) e viram o investimento se transformar em títulos, quebra de recordes e glórias para o clube.

Foi um casamento de exatos nove anos, desde a apresentação em Madri ao anúncio da Juventus. Durante os 3.291 dias em que Cristiano Ronaldo defendeu a camisa do Real Madrid, o craque ajudou o clube a reconquistar a Europa, com quatro títulos de Liga dos Campeões. Ainda se tornou o maior artilheiro da história do clube, com 450 gols em 438 jogos: média de 1,02 gols por partida.

Por ironia do destino, a próxima casa de Cristiano Ronaldo é justamente uma das maiores vítimas do atacante. O artilheiro marcou gols em todas as sete vezes que jogou contra os Bianconeros. Ao todo foram dez gols, incluindo a bicicleta no jogo de ida das quarta de final da última Champions League.

Pelo Real Madrid, o craque português protagonizou uma disputa saudável com o argentino Lionel Messi, em busca de uma hegemonia no futebol espanhol. Enquanto o jogador do Barcelona conquistou mais títulos nacionais, CR7 teve maior brilho nas competições internacionais. Desde 2008, a dupla se alterna no posto de Melhor Jogador do Mundo. Com cinco títlulos, Cristiano Ronaldo é favorito a vencer o prêmio novamente este ano.

A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid começou a ser especulada após a conquista da última Liga dos Campeões, diante do Liverpool. O artilheiro deu entrevista em tom de despedida ao canal “BeIn Sports” e uma série de especulações começou a surgir.

“O importante era ganhar e entrar na história. É hora de aproveitar o momento. Foi muito bonito estar no Real Madrid”.

O ídolo e presidente Florentino Pérez começaram a falar línguas diferentes desde então. O mandatário do Real vem prometendo uma reformulação do elenco merengue há algum tempo. Em junho deste ano, os espanhóis diminuíram a multa rescisória de CR7 (de 1 bilhão de euros, aproximadamente 4,43 bilhões de reais, para 120 milhões de euros, aproximadamente 533 milhões de reais). A intenção era facilitar a venda do jogador, até que veio à tona o desejo da Juventus, após a saída de Portugal da Copa do Mundo.

(Foto: Arte/GloboEsporte.com)

Globo Esporte

 

Cristiano Ronaldo vence o Bola de Ouro pela 4ª vez, anuncia revista

A expectativa pela confirmação de Cristiano Ronaldo como o vencedor da Bola de Ouro de 2016 terminou. A revista “France Football” divulgou na tarde desta segunda-feira a ordem dos 30 melhores jogadores do mundo de 2016 na 61ª edição do prêmio com o português em primeiro lugar. Ganhador da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e da Eurocopa pela seleção lusa, o craque foi eleito quarta vez em sua carreira, em votação apenas com jornalistas de uma lista de 30 pré-selecionados pela publicação e divulgados no fim de outubro.

Anteriormente, Cristiano Ronaldo tinha conquistado a Bola de Ouro em 2008, quando ainda jogava no Manchester United, 2013 e 2014, ambas defendendo o clube espanhol. Mais cedo, uma imagem da capa da revista com CR7 como campeão circulava nas redes sociais.

– É um novo sonho que vira realidade. Nunca teria imaginado conquistar quatro vezes a Bola de Ouro. Quando é a primeira vez, a emoção é especial, mas não poderia dizer que o sentimento é o mesmo. Uma primeira vez é sempre uma primeira vez em todos os planos. O que sinto hoje é parecido com 2008, trabalho sempre para ser o melhor, ao preço de grandes sacrifícios – disse Cristiano Ronaldo no vídeo divulgado com a entrega do prêmio na sala de troféus do Real Madrid, antes do embarque para a disputa do Mundial de Clubes no Japão.

O craque fez questão de dividir a honraria com seus companheiros de trabalho.

– Sem o Real Madrid e a seleção portuguesa, teria sido impossível ganhar a Bola de Ouro – concluiu.

NEYMAR É QUINTO ENTRE OS 30

De forma decrescente, a revista foi divulgando os nomes a partir do 17º lugar, com três jogadores empatados com um ponto. Outros 11 atletas sequer foram citados (segundo, terceiro, quarto e quinto colocados ainda não foram divulgados). Neymar ficou em quinto.

A “France Football” lançou a Bola de Ouro em 1956 com o objetivo de escolher o melhor jogador europeu do ano. A partir de 1995, atletas que nasceram em outros países passaram a concorrer. Em 2010, foi unificada ao prêmio de melhor do mundo da Fifa. Em 2016, porém, não houve acordo para a manutenção da parceria, e a revista voltou a organizar sua eleição separadamente. No dia 9 de janeiro de 2017, a entidade internacional voltará a entregar o seu, agora batizado de “Fifa The Best”, com votos de treinadores e capitães de seleções, além de jornalistas e enquete na internet. Os três finalistas foram divulgados no início de dezembro. Cristiano Ronaldo disputa com Messi e Griezmann.

Confira a ordem dos 30 melhores jogadores do mundo pela France Football:

1º – Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal)
5º – Neymar (Barcelona/Brasil)
6º – Gareth Bale (Real Madrid/País de Gales)
7º – Mahrez (Leicester/Argélia)
8º – Vardy (Leicester/Inglaterra)
9º -Buffon (Juventus / Itália) e Pepe (Real Madrid/Portugal)- 8 pontos
11. Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund / Gabão) – 7 pontos
12. Rui Patrício (Sporting / Portugal) – 6 pontos
13. Zlatan Ibrahimovic (Paris Saint-Germain / Manchester United / Suécia) – 5 pontos
14. Paul Pogba (Manchester United / França) – 4 pontos
Arturo Vidal (Bayern de Munique / Chile) – 4 pontos
16. Robert Lewandowski (Bayern de Munique / Polônia) – 3 pontos
17. Toni Kroos (Real Madrid / Alemanha) – 1 ponto
Luka Modric (Real Madrid / Croácia)
Dimitri Payet (West Ham / França)

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. adauto disse:

    MERECE

  2. marcos disse:

    2 3 4 cade?

BOLA DE OURO DA FIFA: Messi conquista seu quinto troféu

Lionel Messi consagrou a sua temporada perfeita de 2015 com mais um troféu para a sua coleção. O craque argentino conquistou nesta segunda-feira, em Zurique, a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo. O troféu dado pela Fifa e pela revista “France Football” é o quinto da carreira do atacante do Barcelona.

Messi já havia vencido a Bola de Ouro entre 2009 e 2012. Nos últimos dois anos, ele ficou em segundo lugar, atrás do português Cristiano Ronaldo. O atacante do Real Madrid e o seu companheiro de Barcelona, o brasilleiro Neymar, eram os outros finalistas. A americana Carli Lloyd ganhou entre as mulheres.

— É muito especial voltar a estar aqui e vencer uma Bola de Ouro que foi do Cristiano Ronaldo nos últimos dois anos. É incrível que seja o quinto (troféu). Queria agradecer a todos os que votaram em mim e meus companheiros, porque sem eles eu não seria nada. Por último quero agradecer ao futebol em geral por tudo que me permitiu viver, tanto de bom quanto de ruim — afirmou Messi em seu discurso de agradecimento.

O argentino teve um ano impecável. Autor de 53 gols pelo Barça e pela seleção argentina, Messi liderou o time catalão na conquista da Liga dos Campeões da Europa sobre o Juventus, em maio. O time de Luis Enrique ainda foi campeão espanhol, da Copa do Rei e da Supercopa da Uefa. No mês passado, o Barcelona ainda coroou o ano faturando o Mundial de Clubes com a vitória sobre o River Plate no Japão.

Com a conquista, Messi acumula seis prêmios de melhor jogador. Antes da fusão da Bola de Ouro com o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa, ele havia conquistado tanto o prêmio da “France Football” quanto o da Fifa em 2009. Em 2010, os prêmios foram unificados e Messi faturou três vezes seguidas a Bola de Ouro.

Messi e Cristiano Ronaldo dominam o prêmio desde 2008, quando o português foi eleito o melhor quando ainda defendia o Manchester United. Em 2007, a Bola de Ouro foi vencida por Kaká, que neste ano participou da cerimônia da entrega do prêmio.

O Prêmio Puskas pelo gol mais bonito do ano foi para o brasileiro Wendell Lira, que superou Messi e o italiano Florenzi, do Roma. Luis Enrique, do Barcelona, foi eleito o melhor técnico no futebol masculino. Jill Ellis, da seleção dos EUA, foi eleita a melhor técnica de futebol feminino.

A seleção do ano da Fifa teve quatro brasileiros. O time foi formado com Neuer, Daniel Alves, Thiago Silva, Sérgio Ramos e Marcelo; Pogba, Iniesta e Modric; Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo.

O Globo

Neymar defende punição a Cristiano Ronaldo

O atacante Neymar, do Barcelona, disse nesta segunda-feira (26) que o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, deve ser punido por suas atitudes na vitória do seu time sobre o Córdoba, no sábado (24), pelo Campeonato Espanhol.

Com o jogo ainda empatado por 1 a 1, Cristiano Ronaldo, eleito pela terceira vez como melhor jogador do mundo, deu um pontapé no zagueiro brasileiro Edimar, acertou um soco em Rossi, foi expulso e teve que assistir à virada do Real nos vestiários.

“Atos como o de Cristiano Ronaldo podem acontecer, mas devem ser punidos”, disse Neymar, que ressaltou, porém, a provocação dos defensores contra os jogadores de frente.

“Os atacantes, sobretudo, estão expostos a provocações, intimidações. Às vezes, não dá para aguentar. Tem que trabalhar a mente para não cair na provocação”, afirmou.

Ao se dirigir para fora do gramado, Ronaldo foi vaiado pela torcida adversária e, em resposta, lustrou o símbolo do troféu do título mundial estampado na camisa do clube.

Algumas horas depois do término da partida, o jogador se desculpou pelo incidente em uma de suas redes sociais: “Peço desculpas a todos e especialmente a Edimar por meu ato irreflexivo na partida de hoje [sábado]”.

CRUYFF

Neymar aproveitou a entrevista desta segunda-feira para cutucar o ex-jogador holandês Johan Cruyff, que disse anteriormente que podia ser perigoso ter dois jogadores como o brasileiro e Messi no mesmo time.

“Eu respeito a opinião dele, considero que foi um dos melhores jogadores do mundo, mas, sim, se equivocou. A cada dia estamos melhores e é só o começo. Podemos fazer muitas coisas”, disse.

Em março de 2014, Cruyff disse que Neymar era um problema para o Barcelona.

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto disse:

    Cruyff falou merda, e Cristiano Ronaldo fez. Tá certo Neymar. Dois panguás.

  2. Bento disse:

    CRUYFF falou ta falado, porque não te calas Neymídia. Não Julgues o Cristiano, estás chateado porque ele é o melhor do mundo.

Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo em 2014 e Neymar o 7º, diz jornal "The Guardian"

Por interino

O português Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo em 2014 em uma lista elaborada pelo jornal britânico “The Guardian”.

O atacante do Real Madrid teve ampla vantagem de votos (74%) em relação ao segundo lugar, que ficou com o argentino Lionel Messi (12%).

O ranking é elaborado por 73 especialistas de 28 países, entre eles os jogadores Hernán Crespo e Gilberto Silva e os ex-futebolistas Slaven Bilic e Dietmar Hamann.

Neymar, primeiro brasileiro da lista, ocupa a sétima posição.

“No ano como um todo, Ronaldo tem sido a figura dominante. Uma influência fenomenal no time campeão do mundo, com 56 gols em 51 jogos disputados, além de títulos do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes com o Real Madrid”, diz o jornal.

O ranking conta com cem posições e teve os dez primeiros lugares divulgados nesta quarta-feira (24).

Messi ficou no topo da lista nas duas últimas edições do ranking (2013 e 2012), com 60% e 100% dos votos, respectivamente.

Os dez melhores do mundo em 2014, segundo o “The Guardian”:

1º – Cristiano Ronaldo
2º – Lionel Messi
3º – Manuel Neuer
4º- Arjen Robben
5º – Thomas Müller
6º – Luis Suárez
7º – Neymar
8º – Gareth Bale
9º Philipp Lahm
10º – Sergio Agüero

Folha Press

PRESUNÇÃO? "Quero ser o melhor jogador da história", diz Cristiano Ronaldo

O português Cristiano Ronaldo disse nesta quarta-feira (5) querer ser o melhor jogador da história. A afirmação foi feita na premiação da Chuteira de Ouro, prêmio concedido para o principal artilheiro do futebol europeu.

“Quero sempre fazer as coisas bem, não só na última temporada. Sempre quero mais. Nos últimos cinco anos meus números são muito bons. Não me basta ser o melhor de Portugal, quero ser o melhor da história e vou trabalhar para ser”, afirmou o atacante do Real Madrid.

Na última temporada, Cristiano Ronaldo marcou 31 gols pelo Real Madrid e dividiu o título de maior artilheiro da Europa com Luis Suárez, que marcou o mesmo número pelo Liverpool.

Em seu discurso após receber o prêmio, Cristiano Ronaldo fez questão de acalmar a torcida do clube espanhol ao dizer que tem muitos anos pela frente vestindo a camisa do Real Madrid. Ele ainda agradeceu aos companheiros e ao próprio clube.

“Quero agradecer a todos os meus companheiros porque sem eles não seria possível ganhar esse prêmio. À minha família, que está sempre ao meu lado e ao Real Madrid, por me permitir jogar no melhor clube do mundo. Os títulos coletivos são mais importantes, mas também gosto dos individuais. Ainda tenho muito tempo de Real Madrid e espero seguir dando meu melhor com gols, assistências e boas atuações”, disse.

Também presente à cerimônia de entrega da Chuteira de Ouro, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, elogiou seu principal jogador e o comparou a Alfredo Di Stéfano, maior ídolo da história do clube. “Há alguns meses perdemos Di Stéfano, mas aqui estamos ao lado de seu herdeiro. Ronaldo é o legítimo herdeiro de Di Stéfano”, afirmou.

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raphael disse:

    LOUCO, Fora da realidade…. Nunca será. Pelé, Maradona, Zidane, Ronaldo, Romario, Ronaldinho…. Vai ganhar primeiro 4 bolas de ouro que nem o.Messi….

Tio Patinhas? Cristiano Ronaldo diz não saber quanto dinheiro tem em conta

Um dos jogadores mais bem pagos do mundo, entre salários e contratos de publicidade, o atacante Cristiano Ronaldo reconheceu que não tem ideia de quanto tem acumulado em patrimônio e de quanto possui em sua conta bancária. Ao diário ‘The Sun’ o português disse que, na atual etapa de sua carreira, o dinheiro deixou de ser uma preocupação.

– Não sei quanto dinheito tenho, não é o dinheiro que me move – disse Cristiano Ronaldo.

O atacante do Real Madrid afirmou que se preocupava muito isso quando estava no início da carreira.

– No começo, quando não tinha nada, era diferente. Queria ter dinheiro para mim e para a minha família, porque cresci com muito pouco. Éramos uma família pobre. Eu mesmo não tinha brinquedos, e no Natal sequer ganhava presentes – contou o atacante.

Só em salários Cristiano Ronaldo recebe 18 milhões de euros (R$ 54,8 milhões) anuais do Real Madrid.

LancePress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ventura disse:

    Ja eu sei exatamente quanto tem na minha, ZERO kkkk

Cristiano Ronaldo: "Jogos não se ganham só dentro do campo, mas também com uma ajudinha de fora"

ronaldoA derrota em casa e de virada para o Barcelona doeu muito no coração madridista. Mas nem os três gols de Messi irritaram mais o time a torcida do que a atuação do árbitro Undiano Mallenco. Sobraram reclamações do craque Cristiano Ronaldo e de Sérgio Ramos contra o juiz, que marcou um pênalti considerado duvidoso em Neymar.

O português falou até em complô contra o Real Madrid no Campeonato Espanhol. Com a derrota, o time perdeu a liderança para o Atlético de Madrid, embora tenha os mesmos 70 pontos da equipe rival. O Barcelona vem logo atrás com 69 pontos.

– Possivelmente não querem que o Real Madrid ganhe a Liga. Estou aqui há cinco anos, já vi muitas coisas mas tenho a esperança de poder ganhar, apesar disso – disse Cristiano Ronaldo.

Muito irritado, o craque português reclamou da atuação do árbitro, mas não citou que o pênalti que sofreu e resultou no terceiro gol do Real Madrid veio a partir de uma falta fora da área.

– Olhei para ele (o árbitro) e estava branco. Estava nervoso e não podia tomar as decisões corretamente. Um árbitro tem que ter tranquilidade para fazer o melhor possível. Posso pensar que os jogos não se ganham só dentro do campo, mas também com uma ajudinha de fora – afirmou.

Já o atacante Sérgio Ramos garantiu que sequer tocou em Neymar no lance do pênalti. Ele acabou expulso pelo árbitro depois. Mas o zagueiro reconheceu que a falta em Ronaldo foi fora da área.

– O pênalti sobre Cristiano me pareceu ser fora da área. No de Xavi (em Iniesta), há contato, mas não me parece que seja pênalti. E a minha expulsão é precedida de uma queda de Neymar. Eu não cheguei a tocá-lo. Ele procura o contato comigo.

O zagueiro do Real reclamou da escalação de Mallenco no clássico e também falou em complô contra o Real.

– Se o que queriam era equilibrar a classificação da Liga conseguiram. Não são desculpas, é a realidade. Todos temos o direito de nos enganar, mas a esta altura o descaramento é tremendo. Há coisas contra as quais é impossível lutar. Esperamos que aqueles que têm de tomar nota o façam e que nos deixem lutar pelos títulos.

O jogador também espera que o árbitro nunca mais apite jogos do Real Madrid.

– Não costumamos falar dos árbitros, mas para o bem do Real Madrid e do futebol esperemos que Undiano não volte a apitar nossos jogos no resto da temporada, porque acaba sempre por acontecer alguma coisa. Primeiro no Camp Nou, e agora no Bernabéu.

Já Cristiano Ronaldo mandou uma mensagem para os torcedores.

– O Real Madrid é o maior clube e gera muito inveja à sua volta. Pode-se dizer que o tratamento é igual para todos, mas não é assim. O Real Madrid é o melhor do mundo e vai lutar até o fim. Acredito que vamos ganhar a Liga.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Higor disse:

    O choro é livre! Messi, mostrou quem realmente é o melhor do mundo!

Cristiano Ronaldo bancará cirurgia a bebê de 10 meses; cerca de 60 mil euros

2014-02-26t215107z_627512514_gm1ea2r0g1801_rtrmadp_3_soccer-championsCristiano Ronaldo não é só craque dentro das quatro linhas. Na última segunda-feira, a imprensa europeia noticiou que o português doará cerca de 60 mil euros para bancar a cirurgia de Erik Ortiz Cruz, bebê espanhol de apenas 10 meses que sofre de displasia cortical, uma anomalia nos neurônios do cortex cerebral.

Há poucos meses, Ronaldo doou uma camisa e um par de chuteiras à família de Erik, com o intuito de que as peças fossem leiloadas e, assim, custear o procedimento.

Essa não é a primeira vez que Cristiano Ronaldo demonstra tamanha solidariedade. Em 2012, o craque financiou o tratamento de um garoto que sofria de câncer.

Revista Placar

Cristiano Ronaldo é o craque mais rico do mundo; Neymar já é o 6º

David-Beckham-e-Cristiano-Ronaldo-size-598Cristiano Ronaldo não é apenas o melhor jogador do mundo no momento – o português é também o mais rico. O vencedor da última Bola de Ouro da Fifa está no topo do ranking dos milionários do futebol internacional, superando o eterno rival Lionel Messi. A lista, divulgada nesta segunda-feira pelo portal inglês Goal.com, coloca o craque do Real Madrid em primeiro lugar entre os atletas em atividade com maior fortuna acumulada na carreira. Ele soma 148 milhões de euros, o equivalente a 478 milhões de reais, contra 146 milhões de euros (472 milhões de reais) de Messi.

O ranking vinha sendo encabeçado por David Beckham, mas o astro inglês se aposentou na última temporada. Entre os dez primeiros há três brasileiros, sendo que Neymar, o mais jovem da lista, já aparece como sexto colocado, graças à controversa negociação que o levou ao Barcelona (o Goal.com incluiu os 40 milhões de euros de “compensação” ao seu pai como parte de seu patrimônio). De acordo com os autores do ranking, foram avaliados os contratos de 200 atletas de primeiro escalão. Os valores divulgados correspondem a todo o faturamento obtido pelos atletas em suas carreiras.

Veja

Cristiano Ronaldo conquista prêmio de melhor jogador do mundo de 2013

O atacante português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, ganha, pela segunda vez, o prêmio de melhor jogador do mundo. O primeiro foi conquistado em 2008.

Cristiano Ronaldo chorou no palco: “Não há palavras para descrever este momento. Estou muito feliz. Obrigado a todos os meus companheiros de Real Madrid e de seleção. Todos sabem como foi difícil ganhar esta bola. Eusébio e Madiba [Nelson Mandela] também foram importantes para mim. É muito emocionantes para mim. Eu não consigo falar”, disse o português, muito emocionado no palco.

Folha

Messi, Cristiano Ronaldo e Ribéry são os finalistas do prêmio de melhor do mundo

O argentino Lionel Messi, do Barcelona, o francês Franck Ribéry, do Bayern de Munique, e o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, são os três finalistas do prêmio de melhor do mundo da Fifa.

Os três atacantes foram anunciado nesta segunda-feira pela revista “France Football”, que organiza a premiação do Bola de Ouro juntamente com a entidade que dirige o futebol mundial.

Dois brasileiros estavam na lista inicial de 23 indicados aos prêmio: Neymar, do Barcelona, e Thiago Silva, do Paris Saint-Germain.

Ainda aproveitando a onda do sorteio da Copa, a responsável pelo anúncio, feito através de um vídeo (em inglês) da Fifa, foi a apresentadora global Fernanda Lima.

Fernanda Lima ainda será a apresentadora oficial do prêmio no dia 13 de janeiro, em Zurique, ao lado do ex-atacante holandês Ruud Gullit, ganhador do prêmio 1987.

Messi, melhor do mundo nos últimos quatro anos, tem nesta temporada um concorrente mais complicado. Tanto porque ganhou menos títulos tanto porque jogou menos devido a lesões. Ribéry, eleito o melhor da Europa, foi campeão da Liga dos Campeões. Já Cristiano Ronaldo vem se destacando principalmente no segundo semestre, com gols pelo Real e também pela seleção portuguesa.

Já os três técnicos finalistas são o escocês Alex Ferguson (ex-treinador do Manchester United) e os alemães Jupp Heynckes (ex-técnico do Bayern de Munique) e Jürgen Klopp, do Borussia Dortmund.

Os ganhadores do prêmio serão conhecidos dia 13 de janeiro de 2014.

A eleição promovida pela Fifa é feita com votos voto de técnicos e capitães de todas as seleções nacionais filiadas à Fifa.

Folha

Cristiano Ronaldo doou medula óssea para filho de colega da seleção portuguesa

235_213-alt-cristiano-ronaldoEste parece ser mesmo o ano de Cristiano Ronaldo, dentro e fora de campo. Fortíssimo candidao a receber a Bola de Ouro como craque de 2013, o jogador português do Real Madrid fez uma revelação nesta quinta-feira, em uma entrevista a uma rádio espanhola: há dois anos, sem fazer alarde, ele doou medula óssea para ajudar o filho de Carlos Martins, ex-jogador do Sporting e colega de CR7 na seleção portuguesa.

– Foi um momento em que Carlos estava conosco na seleção, e comentou sobre o problema que tinha seu filho (que precisava de um transplante de medula). Os jogadores demonstraram grande solidariedade em ajudar, porque sabemos que é uma situação delicada. Muitas pessoas podem pensar que é algo difícil de fazer, e é apenas tirar sangue, não custa nada. Fiz há alguns anos, e se tivesse de fazer de novo, faria porque não dói, não tem nenhum problema e podemos ajudar a muita gente, muitas crianças.

Este ano, Cristiano Ronaldo também mostrou seu lado solidário ao escrever uma carta à Procuradoria de Justiça de Miami, nos EUA, pedindo que fossem retirados os processos contra um torcedor que invadiu o campo durante um amistoso do Real Madrid no país apenas para abraçá-lo.

Depois das polêmicas com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, que o ironizou em uma palestra para estudantes na Inglaterra, Cristiano Ronaldo evitou falar muito sobre a Bola de Ouro, disse que não sabe ainda se estará presente à premiação, em janeiro, e garantiu: ‘Não estou obcecado pela Bola de Ouro’.

O Globo