Saúde

Covid: Bolsonaro anuncia repasse de R$ 1,1 bilhão para leitos de UTI; serão 24.614 para Covid-19 em todo o Brasil

FOTO: Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, na manhã desta sexta-feira (17), que está autorizado o repasse de R$ 1,1 bilhão para custeio de 24.614 leitos de UTI Covid-19 em todo o Brasil. A medida reforça e amplia o suporte ao Sistema Único de Saúde (SUS) para enfrentamento do coronavírus, segundo o presidente.

As autorizações vão ocorrer conforme solicitação dos estados. Entre os aspectos observados estão a curva epidemiológica na região, a estrutura para manutenção e funcionamento da unidade, equipamentos, RH e corpo clínico para atuação em UTI.

O investimento total, em 2021, tanto em leitos de UTI Covid-19 quanto nos de suporte ventilatório pulmonar, será de mais de R$ 6,1 bilhões. O presidente ressaltou que o governo também entregou, desde março do ano passado, 17.888 ventiladores pulmonares para todo o Brasil: 10.109 de UTI e 7.779 de transporte.

R7

Opinião dos leitores

  1. Um excelente governo, honesto, competente, trabalhador, bem intencionado, patriota e preocupado com o nosso povo. Fico imaginando como estaríamos Brasil estaria se deixassem o presidente governar.

    1. Diga um setor desse governo que funcione? Verdadeiro desastre em todos os setores, se não for inauguração de algumas obras que estavam precisando inaugurar, esse governo tinha passado seu governo sem fazer nada.

    2. TODOS os setores estão funcionando muito bem. E estamos completando 3 anos de governo com ZERO corrupção. A propósito, se não fosse o governo Bolsonaro, o RN já teria acabado. Sua governadora tem MUITO o que agradecer a ele.

  2. Cabo miau, não dá para chamar outra coisa, tu sabe quando começou a pandemia e quando foi aprovada, no Brasil, a primeira vacina? Converse besteira não analfabeto.

  3. Governo Bolsonaro foi de um retrocesso gigantesco em boas práticas, isso vai do enfraquecimento do coaf, a derrubada da prisão em 2a instância, e de aprovações de leis que impossibilita a justiça deter a sanha dos criminosos corruptos e comuns. É terrivelmente flagrante isso cumulada a inercia do governo com essa pauta, inclusive foi a principal na plataforma da campanha. Depois que ele recebeu o voto, tá fazendo ouvido de mercador, Aliás esse governo é um desastre total, a economia está encalhada, desemprego em alta, inflação voltou com força, salários congelados, agora o salário da alta cúpula e do presidente passou de 30 mil reais (teto) pra quase 100 mil reais(céu é o limite). Estão se limitando somente a terminar obra de governos anteriores, e se vangloriando disso, mais grave é não ter desenvolvido nesses 4 anos um projeto para o país. ah, esqueci que os únicos projetos executados foram
    acabarem com as aposentadorias dos trabalhadores comuns (as dos militares foram turbinadas) e a entrega das chaves das finanças do país aos honestos do centrão, além da Impunidade dos filhos e familiares do presidente pelo ilícitos cometidos, a liberdade de luladrão, familiares e dos condenados pela lava jato. É muito repugnante tudo isso!

    1. Que cérebro desenvolvido. O mundo passou pela maior crise dos últimos 100 anos, mas o PR não conseguiu ter um projeto de pais kkkkkkkk. Além do fato de que no Brasil quanto pior melhor. Oposição daqui é destrutiva. A figura acima diz que estão terminando obras dos governos anteriores. E por que não foram concluídas durante quase 12 anos de um projeto de poder, sem pandemais e grandes crises. Além disso, qual o projeto de pais nesses 12 anos? O único projeto, foi o de corrupção como nunca visto: venda de MPs; setor de uma construtora responsável pelo pagamento de caixa dois e propinas. Financiamento sem nenhuma contrapartida de países ditatoriais. No Brasil é isso, poste mijando no vira-la. Se for PT, voto em Bolsonaro de olhos fechados.

    2. O choro é livre.
      O povo tá imunizado.
      Mito até 2026.
      No primeiro turno viu?
      Não tem adversário.
      Quem?
      Quem?
      É melhor Jair se acustumando.
      Kkkkkkkkkk
      Ou chupando o consolo da foia de São Paulo.
      Vc é quem escolhe.
      Kkkkkkkkkk.

    3. Vcs podem ter certeza, quando esse Manoel F toca em algum teclado ele tem um orgasmo, eita bichim lesado da gota, só faz empurrar o povo para os braços de BOLSONARO. David tu estudasse economia em qual pardieiro homi, diz logo para passarmos bem longe, será que foi na faculdade quea Anta fez economia ou foi em Caetés/PE, o bichim barbudo deixou o país afinado que nem um piano de cabaré.

    4. Bolsonaro em 2022. O melhor Presidente do Brasil, até o momento, neste século. A máxima é batida, mas revela o momento atual: “p choro dos esquerdistas é livre”. Deus abençoou o Brasil com um escolhido que não é corrupto. Fala a linguagem do povo. Sai às ruas e é ovacionado. Há quanto tempo não tínhamos um Presidente caminhando com a população! Montou seus ministérios com pessoas qualificadas. Como não aplaudir Teresa Cristina, Tarcísio Freitas, Marcos Pontes, Paulo Guedes, dentre os demais, bem diferente do cabide criado por Lula e Dilma para empregar os “cumpanheiros”. Podem chorar David e Manoel F.

  4. Grande Presidente e estadista Jair Bolsonaro, sempre proativo no que diz respeito à saúde do brasileiro.

    1. Expor a verdade pra esses chavistas só os torna mais insandecidos.

    2. Projeto bom para o país quem elaborou foi o pt, só da caixa, eu disse só da caixa levaram mais de 14 bilhões. Pense num projeto!

  5. Super antenado com a realidade e necessidade do SUS no momento em que as vacinas reduzem os casos de internação. Parabéns pela medida com 18 meses de atraso

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Governo do Estado anuncia novo concurso para soldados da Polícia Militar do RN em 2022

Durante a entrega nesta quarta-feira(08) de 34 novos veículos para a Segurança Pública do Estado, adquiridos por meio de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, a governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou que autorizou a realização de um novo concurso para soldados da Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 2022. O número de vagas ainda não foi definido pelo estado.

Segundo o coronel Alarico Azevedo, comandante-geral da PM, o número de vagas ainda não foi definido porque atualmente o estado só pode realizar concurso para vagas com vacância – ou seja, em substituição a outro servidor que se aposentou, deixou a corporação, ou faleceu, por exemplo.

“Hoje nós temos 6 mil vagas, mas nem todas elas estão com vacância. Será feito um estudo para avaliarmos, vermos quem se aposentou, quais vagas foram abertas dessa forma”, justificou.

Atualmente, a PM tem cerca de 8.250 militares na ativa, segundo Alarico.

Com G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Mil policiais, não dar nem pra repor os que, morreram, foram para a reserva, os afastados podoenças e emprestados a outros órgãos.

  2. Só não sabe quando vai abrir, esse governo da Fátima Bokus não sabe de nada. E o Comte da PM, tentando incubrir os números de PMs mortos na gestão da Desgovernadora.

  3. SE A PM CONTRATAR 6 MIL POLICIAIS, ACHO QUE TEM QUE DOBRAR O VALOR DO ICMS, AÍ A GASOLINA VAI PARA UNS 15 REAIS

    1. Não precisa não amigo, no final do ano teu presidente vai deixar a gasolina nos 20,00.quem aumentou o ICMS foi a desgovernadora Rosalba.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Manchester United anuncia contratação de Cristiano Ronaldo; português fecha retorno a Old Trafford depois de 12 anos

Foto: Getty Images

Que novela, e que reviravolta! Cristiano Ronaldo está de volta a Old Trafford. Aos 36 anos, o craque português foi anunciado oficialmente pelo Manchester United, no momento em que se dava como certa a transferência dele para o rival Manchester City. Ele assinará contrato por duas temporadas após exames médicos, além da resolução de questões relacionadas ao visto de trabalho.

– Todos no clube estão ansiosos para receber Cristiano de volta a Manchester – apontou o United em nota oficial.

Reviravolta em poucas horas

O anúncio no começo da tarde desta sexta-feira dá fim a uma novela que durou pouco, mas esteve repleta de reviravolta. Após semanas de poucos rumores de saída da Juventus, Cristiano Ronaldo passou a ter seu nome ligado ao Manchester City nos últimos dias, e teria deixado claro que gostaria de deixar o clube italiano na última quinta-feira. Até ali, o clube azul de Manchester parecia ser o único na briga pela contratação.

Nesta sexta, as horas que poderiam encaminhar CR7 para o City o levaram para outro destino. O dia começou com o jogador indo ao CT se despedir dos companheiros antes do treinamento e depois embarcando em um jatinho de Turim para Lisboa. Enquanto isso, o técnico Massimiliano Allegri deu uma entrevista coletiva confirmando os rumores: Cristiano havia pedido para deixar o clube.

Minutos depois, quando todos acreditavam que o City buscava um acordo com a Juve, o técnico Pep Guardiola também concedeu uma entrevista e apontou que um possível acordo estava mais distante do que muitos pensavam. Quase que simultaneamente, o comandante do Manchester United, Ole Günnar Solskjaer também falou com a imprensa e deixou as portas abertas para o jogador.

A partir dali, a reviravolta se tornou pública. Veio à tona a informação que o empresário Jorge Mendes estava conversando não só com o City, mas também com o Manchester United. O time de Guardiola, então, teria desistido do negócio, abrindo caminho para Cristiano Ronaldo voltar para seu ex-clube. Em poucas horas, o United enviou uma proposta contratual para o craque, de dois anos, e fez uma oferta de compensação financeira à Juventus, de € 25 milhões.

Logo depois, Cristiano Ronaldo desembarcou em Portugal prometendo uma resolução “em uma hora” – mas bastaram alguns minutos para o anúncio do Manchester United, que pegou o mundo do futebol de surpresa com a rapidez na negociação para uma contratação de tanto peso.

De volta ao Teatro dos Sonhos

A surpreendente contratação promove o retorno de Cristiano Ronaldo à cidade e ao clube onde começou a construir sua trajetória de sucesso internacional. E que sempre foi um sonho guardado no coração dos fãs do Manchester United. Contratado como uma joia do Sporting em 2003, aos 18 anos, Ronaldo se transformou em CR7 no Old Trafford, o Teatro dos Sonhos, ao se tornar o grande craque de uma geração que fez história sob o comando de Sir Alex Ferguson.

Ao lado de nomes com Rooney, Tévez, Ferdinand, Van der Sar, Giggs e Scholes, ele foi o craque na conquista da Liga dos Campeões em 2007/08, quebrado um jejum de quase 10 anos. Pelo desempenho, foi eleito o melhor jogador do mundo naquela temporada – o primeiro de cinco troféus que ele viria a ter, criando uma disputa histórica com Lionel Messi.

Seu desafio será recolocar o United entre os principais clubes do mundo. O time inglês não é campeão da Champions desde a saída dele, em 2007/08, e seu último título do Campeonato Inglês foi em 2012/13. A conquista recente mais significativa foi a Liga Europa de 2016/17.

Cristiano Ronaldo deixou a Juventus depois de três temporadas no clube italiano. Ele se despediu dos companheiros de elenco nesta sexta-feira. Na entrevista coletiva do mesmo dia, o técnico Massimiliano Allegri disse que o jogador “não tinha mais a intenção de ficar” — contrariando as suas próprias declarações de dias atrás.

CR7 participou normalmente da pré-temporada da Juve, mas começou no banco de reservas na estreia pelo Campeonato Italiano, contra a Udinese. Segundo o clube, foi uma “decisão técnica” em comum.

Revelado pelo Sporting, Cristiano Ronaldo chegou ao United aos 18 anos, na temporada 2003/04. Saiu seis anos depois já consagrado como um dos grandes nomes do futebol mundial, com nove títulos conquistados, incluindo três edições do Campeonato Inglês, além da Champions League 2007/08 e do Mundial de Clubes da Fifa de 2008.

No Real Madrid, aumentou ainda mais seu prestígio internacional, com mais quatro Champions e outras quatro eleições de melhor do mundo, entre 2013 e 2017. Trocou o Real pela Juventus em 2018 sendo não apenas o ídolo máximo da atual geração de torcedores como maior artilheiro da história do clube, com 450 gols em nove temporadas.

O desafio de brilhar na Juventus não foi completamente alcançado. Conquistou dois títulos italianos, uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália, mas não teve o mesmo sucesso na Champions League, e na última temporada, embora tenha sido o artilheiro do Italiano, com 29 gols, viu a Juventus terminar apenas em quarto lugar.

Globo Esporte

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pfizer anuncia parceria para produzir vacina contra Covid-19 no Brasil

A farmacêutica norte-americana Pfizer anunciou nesta quinta-feira (26) um acordo com a brasileira Eurofarma para a produção local da vacina de mRNA da empresa contra a Covid-19, a ComiRNAty, que será distribuída exclusivamente na América Latina.

Em nota, a Pfizer afirmou que foi assinada uma carta de intenção com a empresa brasileira, que ficará responsável pelas “atividades de fabricação dentro da cadeia de fornecimento e rede de fabricação de vacinas contra a Covid-19 globais da Pfizer e da BioNTech”.

A previsão é que as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos comecem imediatamente. A Eurofarma receberá o produto de instalações nos Estados Unidos e a fabricação das doses acabadas terá início em 2022.

A expectativa é que, em plena capacidade operacional, a produção anual no Brasil da vacina da Pfizer excederá 100 milhões de doses. Com o acordo, a Pfizer afirmou que a produção de seu imunizante será feita em quatro continentes, em mais de 20 instalações.

“Nossa nova colaboração com a Eurofarma expande nossa rede global de cadeia de suprimentos, nos ajudando a continuar fornecendo acesso justo e equitativo à nossa vacina. Continuaremos a explorar e buscar oportunidades como esta para ajudar a garantir que as vacinas estejam disponíveis para todos os que precisam”, disse Albert Bourla, presidente e CEO da Pfizer, em nota

“A parceria de hoje é um passo importante para ampliar o acesso às vacinas na América Latina e além, expandindo nossa rede de fabricação global ”, afirmou Ugur Sahin, CEO e cofundador da BioNTech.

Também em nota, a Eurofarma afirmou que a parceria com a Pfizer e a BioNtech é motivo de “orgulho e esperança” para a empresa.

“A assinatura dessa colaboração na produção da vacina contra a Covid-19 representa mais um marco em nossa trajetória. Estamos disponibilizando nossos melhores recursos em capacidade industrial, tecnologia e qualidade para este projeto, para que possamos cumprir o contrato com excelência e contribuir com o abastecimento do mercado latino-americano”, disse Maurízio Billi, presidente da farmacêutica.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Queiroga anuncia 3ª dose para idosos e imunossuprimidos a partir de 15 de setembro

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga anunciou na noite dessa terça-feira (24) que a partir do dia 15 de setembro será aplicada uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos com mais de 80 anos e pessoas imunossuprimidas (transplantadas recentemente, com câncer, queimaduras graves, etc) que tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos seis meses.

A data foi escolhida porque, segundo o ministro, pelos cálculos do Ministério da Saúde, toda a população com mais de 18 anos já vai ter sido vacinada com pelo menos a primeira dose da vacina. O imunizante escolhido pra dose de reforço será a Pfizer.

A decisão veio depois de uma reunião na noite dessa terça-feira com técnicos do Ministério da Saúde e representantes da OPAS (Organização pan-americana de Saúde).

Queiroga disse ainda que a decisão levou em conta o andamento da aplicação da segunda dose na população em geral “não tinha sentido eu avançar no reforço, se não tivesse a D2 assegurada, então a D2 seguirá”, disse ele.

Intervalo menor entre doses

O ministro Marcelo Queiroga anunciou também que o intervalo entre as doses dos imunizantes da Pfizer e da Astrazeneca devem diminuir de 12 para 8 semanas, como acontece no Reino Unido. “Temos uma quantidade boa de doses da Pfizer, da Astrezeneca também temos doses suficientes”. Mas, o ministro ressaltou que se, caso houver algum tipo de problema com a vacina da Astrazeneca, já que o IFA ainda vem da China, o intervalo pode se manter em 12 semanas.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Doria anuncia Rodrigo Maia como secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de SP

Foto: Reprodução/Globo News

O governador João Doria (PSDB) anunciou na manhã desta quinta-feira (19) que o deputado federal Rodrigo Maia (sem partido) será responsável pela Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do estado de São Paulo.

A nomeação será publicada no Diário Oficial desta sexta (20).

Segundo o governo paulista, o ex-presidente da Câmara dos Deputados será responsável por agilizar os projetos de desestatização, acelerando as parcerias público-privadas e as concessões em andamento.

Rodrigo Maia tem 51 anos e está em seu sexto mandato como deputado federal. Comandou a Câmara entre julho de 2016, quando sucedeu Eduardo Cunha (MDB-RJ), e fevereiro de 2021, quando foi sucedido por Arthur Lira (PP-AL). Ele também foi secretário da Prefeitura do Rio de Janeiro de 1997 a 1998.

Em junho deste ano, Maia foi expulso do DEM, após se desentender com o presidente do partido, ACM Neto, durante a campanha para presidência da Câmara.

G1

Opinião dos leitores

  1. Pense numa merda grande que o Mauricinho governador de SP fez, pois Nonho está igual a cachorro quando cai de mudança, esquecido por todos, agora vai se agarrar nas calças de Doria.

  2. Esse vagabundo vai transferir o título de eleitor pra arriscar ser candidato em São Paulo.
    O povo fluminenses não vota mais nesse bandido de jeito nenhum.
    Vcs vão vê.
    Resta os paulistas derrotarem.
    Esses dois são dois sem futuro, corruptos safados.

  3. Eita pareia pra dar certo, dois políticos decadente em fim de carreira vão morrer abraçado na vida pública, não se elegem mais nem pro conselho tutelar, o fim melancólico de duas decepção da política.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lira anuncia que levará a PEC do voto impresso ao plenário da Câmara

Foto: Cristiano Mariz/Agência O Globo

Arthur Lira fará um pronunciamento às 17h30 para comunicar que vai enviar para ser votada no plenário da Câmara a PEC do voto impresso.

A PEC foi rejeitada ontem por 23 votos a 11 na comissão especial instalada na Câmara para discutir o tema.

O presidente da Câmara vai justificar o envio dizendo que o tema está dividindo o Brasil e que, por isso, é necessário que a decisão seja dos 513 deputados. E que isso ajudará a pacificar a questão — e o país.

É evidente, no entanto, que para Bolsonaro este tema nunca será pacificado. Ele carregará a bandeira da fraude nas urnas eletrônicas até o dia da eleição do ano que vem. Mais que uma convicção do presidente, é uma estratégia de campanha.

Para ser aprovada na Câmara, a PEC terá que obter 308 votos no mínimo.

Lauro Jardim – O Globo

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/lira-anuncia-que-levara-pec-do-voto-impresso-ao-plenario-da-camara.html?utm_source=globo.com&utm_medium=oglobo

Opinião dos leitores

  1. Pelo voto auditavel e pela transparência! Vai passar!! Quem é contra sao os bandidos do STF e TSE q querem melar a eleição por algum motivo escuso !!

  2. E O EXTRATO DO CARTÃO CORPORATIVO DOS OVUPANTES DO PALACIO DO PLANALTO TAMBÉM VÃO SER IMPRESSOS, AUDITÁVEIS E DIVULGADOS DE FORMA TRANSPARENTE?

  3. Essa excrescência vai ter uma derrota tão acachapante no pleno, que os comedores de capim vão passar uma semana com dor de barriga.

  4. Estratégia nenhuma, é uma questão de transparência e confiabilidade. Os mesmos que soltaram o maior bandido brasileiro de todos os tempos e reabilitaram seus direitos políticos, fazem oposição ostensiva ao presidente e vão “contar os votos” da eleição num sistema que é uma caixa preta, impossível de ser auditado e já foi comprovadamente invadido por hackers, conforme o próprio TSE já admitiu. Os eleitores têm que confiar nesse sistema e nesses “juízes”. É difícil a coisa.

  5. Vai perder de novo para manter o discurso, no Brasil faltam ordens, o TSE deveria cassar as eleições de 2018, gerais, se o presidente q foi eleito diz q houve roubo, então tirem todos, inclusive ele e Mourão, os filhos, prefeitos kkkkkk, a pobi besta. O minto literalmente ia morrer pela boca com chapa.

    1. Vc é apenas mais um comunista “defensor da democracia”, que não respeita a escolha dos eleitores e defende um sistema obscuro, onde não se sabe o que é feito dos votos. Certamente, defende as “democracias” cubana, venezuelana, chinesa, etc. E a gente ainda tem que aguentar isso.

    2. Dona Maria, ele ganhou porque teve muito voto. Superou os 2 por 1 kkk
      Sabe aquela música de Luiz Gonzaga? Umpaeu, umpatu, umpaeu. Mesmo assim ele ganhou. Se oriente!!

  6. Bolsonaro não quer o voto impresso aprovado. Se quisesse, governo tinha maioria na comissão. Partidos aliados. Quer apenas o discurso. Por isso importante para ele, isso não ser aprovado. Tem q manter o discurso da fraude.

    1. Kkkkkk vc é desinformado meu lord.
      Deixe eu dizer o que aconteceu.
      Foto grave.
      Gravíssimo ta?
      Estava tudo certo, maioria absoluta na votação, ocorre que de uma hora pra outra, o ministro Barroso foi pra dentro do parlamento fazer lobi contra, não se sabe o que foi que ele ofereceu, que logo no dia seguinte, mudaram os integrantes da comissão pra votarem contra.
      Absurdo.
      O que será que foi prometido?
      A serviço de quem o ministro foi pra dentro do parlamento convencer a troca dos deputados?
      Estranho né não??
      Tire aí as suas conclusões.

    2. Precisa ser muito gado e comer muito capim cloroquinado pra não entender que eh essa a estratégia do MINTOmaníaco das rachadinhas: desgastar as instituições e dar o golpe ao perder as eleições de 2022…

    3. Morais vc eh muito inteligente viu bicho de chifre! São pessoas assim manipuláveis por teorias da conspiração que o MINTOmaníaco das rachadinhas precisa viu! Kkk. Vc cogitou por um acaso que o Presidente do TSE, o Barroso, foi a Comissão apresentar a segurança e sucesso da urna eletrônica? Pq o único que quer dar o golpe e usa corrupção e corruptos do centrão pra comprar votos aqui no momento eh o próprio presidente inepto do Brasil talkei!

    4. Estranho é o governo saber, e tinha acordo? Que valor? Quem tem mais poder de barganha? Governo ou ministro? Não seja alienado idiota.

    5. Morais, você precisa de ajuda rapaz! Vá estudar, procure um psiquiatra, vá a uma igreja. Bozo não quer o voto impresso. O que ele quer é manter a discussão para desacreditar as eleições. Tiro no pé. A cada dia esse pústula mente e dispara ofensas que só fazem afastar os eleitores mais esclarecidos, restando só o rebotalho, o gado que não sabe pensar e não vê os crimes que ele comete.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Rio de Janeiro anuncia Réveillon com 13 palcos pela cidade e fogos

Foto: Gabriel Monteiro – 1.jan.2019/ Secom/ Agência Brasil

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou nesta sexta-feira (6) o edital para o Réveillon de 2022. Serão dez palcos espalhados pela cidade e outros três em Copacabana, bairro que há anos promove uma das maiores festas de Ano Novo do mundo.

No Diário Oficial, foram publicados dois cadernos de encargos com as obrigações que as empresas interessadas devem cumprir para realizar os eventos. Uma das principais novidades deste ano é o retorno da queima de fogos no alto da Igreja da Penha, que possui 382 degraus até o acesso. O santuário fica na zona norte da capital.

As empresas selecionadas ficarão responsáveis pela criação, desenvolvimento, planejamento, execução e prestação de contas do projeto. Em contrapartida, terão permissão de uso da marca na realização do evento.

A Riotur, empresa de turismo do município do Rio de Janeiro, informou que duas licitações ainda serão abertas para a contratação das empresas responsáveis pelas balsas e pela queima de fogos.

As comemorações estão condicionadas ao cenário epidemiológico da pandemia na cidade. O estado do Rio de Janeiro lidera o ranking de casos da variante Delta no país, com 203 e quatro mortes.

O Réveillon de 2021 foi cancelado por causa da pandemia de Covid-19. Em dezembro do ano passado, a prefeitura do Rio optou pela suspensão em respeito às vítimas da doença e atendendo aos protocolos sanitários que estavam vigentes naquele período.

Casos de Delta e hospitalizações de idosos

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de casos confirmados da variante Delta do coronavírus, originária da Índia: 101, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Esses números são obtidos a partir de amostras sequenciadas. No estado, esse sequenciamento fica a cargo da Rede Corona-Ômica RJ, do qual o Lacen faz parte.

Até esta quinta-feira (5), o estado do Rio de Janeiro contabilizou 59.659 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Desde 27 de julho, o estado registrou seis dias de aumento na média de mortes e apenas um de estabilidade. Já os leitos de terapia intensiva para Covid-19 estabilizaram em 56% de ocupação na rede estadual, segundo a secretaria estadual de saúde.

Após quatro meses de queda, o número de hospitalizações de idosos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG por Covid-19) vem aumentando no estado do Rio de Janeiro. É o que aponta um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), ainda em fase de conclusão, divulgado nesta terça-feira (3). A análise indica que, apesar do aumento, as faixas de 60 a 69 anos e 70 a 79 anos continuam em uma situação bem melhor do que a apresentada em picos anteriores. A maior preocupação continua sendo com a população acima de 80 anos.

Confira os locais da festa de Réveillon no Rio:

Copacabana

Boulevard Olímpico

Praça Guilherme da Silveira, em Bangu

IAPI da Penha

Praça Paulo da Portela, no Parque Madureira

Praia do Flamengo

Praia da Moreninha, em Paquetá

Praia da Bica, na Ilha do Governador

Praia da Capela, em Guaratiba

Praia de Sepetiba

Piscinão de Ramos

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. RJ sempre na vanguarda, principalmente dos maus exemplos, pense num estado esculhambado. vejo o RJ como a essência do povo brasileiro.

  2. Maior loucura, pensam no dinheiro e não na saúde da população.
    O Brasil não controla a entrada de turistas em seu território no tocante a exigir comprovante de vacina.
    Vergonha.

  3. Bom que se der outro pico de casos após a festança há tempo para preparar o discurso de culpa do PR.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro anuncia Bruno Bianco como novo ministro da Advocacia-Geral da União (AGU)

Foto: GloboNews/Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu que Bruno Bianco será o novo ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), no lugar de André Mendonça, indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Este blog havia antecipado que o presidente iria indicar Bianco. 17 minutos após a publicação deste post, Bolsonaro anunciou a escolha no Twitter.

Bianco foi secretário especial da Previdência Social e do Trabalho no Ministério da Economia e virou secretário-executivo do novo Ministério do Trabalho, recriado nos últimos dias pelo governo.

No lugar de Bianco na secretaria-executiva deve ser nomeado o atual secretário do Trabalho, Bruno Dalcomo, nome que agrada também ao novo ministro do Trabalho e Previdência Social, Onyx Lorenzoni, e principalmente ao ministro Paulo Guedes, da Economia.

A indicação de Bruno Bianco, responsável pelas negociações e elaboração da reforma da Previdência Social, tem como objetivo ter dentro da AGU um nome afinado com a área econômica e que tenha um olhar especial para causas que venham a ter impacto negativo sobre os cofres públicos. É o caso, por exempo, dos precatórios, cujo valor a ser pago pela União vai passar de cerca de R$ 50 bilhões neste ano para R$ 89 bilhões em 2022.

Segundo assessores, o presidente só vai aguardar a aprovação do nome de André Mendonça pelo Senado para a vaga aberta no STF com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello. Mendonça enfrentava resistências entre senadores, mas está conseguindo diminuí-las e o Palácio do Planalto acredita na sua aprovação.

G1

Opinião dos leitores

    1. Parabens por ser tao bem informado. Eh por causa de gente como vc que a net esta tao cheia de fake news. O ares eh PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA. E a materia fala sobre a ADVOCACIA GERAL DA UNIAO. Gente como vc que se acham intelectuais. Dono do saber supremo. vivem de passar vergonha.

  1. Outro nome de peso. Bolsonaro tá só mexendo as pedras no xadrez, pra depois dá o xeque mate.
    Hô Véio duro, Hô Véio impenetrável, Hô Véio penetrador.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Consórcio do Nordeste anuncia a suspensão da compra de doses da vacina Sputnik-V

Foto: Divulgação

Governadores do Nordeste decidiram suspender a importação da Sputnik-V. Nesta quinta-feira, Wellignton Dias se reuniu com o Fundo Soberano Russo.

O acordo previa a compra de 37 milhões de doses da vacina. Segundo o governador, que é presidente do Consórcio do Nordeste, a compra foi suspensa por causa de novas limitações da Anvisa, além da não inclusão da vacina no plano nacional de imunização e a falta da licença de importação.

Diz Wellington Dias:

— É lamentável, o Brasil vive uma situação com alta mortalidade, mais de mil óbitos por dia. Temos vacinas disponíveis, mas impedidas de entrar no Brasil devido a uma decisão da Anvisa que faz uma alteração no padrão de teste. Junto com a não inclusão do Ministério da Saúde no plano nacional de vacinação e a falta da licença de importação, tivemos a suspensão da entrega da vacina até que se tenha uma autorização do uso do imunizante no Brasil.

Lauro Jardim – O Globo

Opinião dos leitores

  1. VIVA A ANVISA!!!
    VIVA O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO.
    era ou não era mais uma brejeira pra cima do dinheiro??
    Ainda bem que ficou so no discurso, na cachorrada desses esquerdistas corruptos.
    Cadê os respiradores??
    Bota pra torar dep. Kelps Lima.
    Olha a cadeirona de Natália inútil bonavides sobrando.

  2. Essa organização criminosa chamada de consórcio do Nordeste, não era nem para existir mais, pois sumiram com quase cinquenta milhões de reais do povo nordestino numa suposta compra de respiradores que pagaram e nunca chegaram, ou seja, os malandros que comandam essa orcrim roubaram o dinheiro do povo.

  3. Mas homi!!! não deviam ter feito isso, era pra ter comprado só 9, um pra cada governador do nordeste. Eles tomavam e tava resolvido.

  4. O que uma CPI não faz.
    Será que já pagaram?
    É bom investigar, esse consorcio Nordeste, age como verdadeiros gatunos.

  5. tem que ver se eles ja pagaram, são danado para comprar sem receber ô consorcio bandido é esse

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

FIM DE UMA ERA: Barcelona anuncia oficialmente a saída de Lionel Messi

Foto: LLUIS GENE / AFP

O Barcelona anunciou nesta quinta-feira a saída definitiva de Lionel Messi. O jogador estava sem contrato e negociava com o clube blaugrana a renovação. Segundo comunicado divulgado pelos espanhois, o acordo já estava acertado entre as partes, mas “obstáculos econômicos e estruturais” relacionados à La Liga impediram que fosse selado.

“As duas partes lamentam profundamente não ser possível cumprir os desejos do jogador e do clube”, diz trecho da nota.

O principal problema para a permanência de Messi no Barcelona está relacionado ao fairplay financeiro estabelecido por LaLiga. Porém, nas negociações iniciais, o argentino chegou a aceitar reduzir seu salário em 50% para seguir na Catalunha.

Sem Messi, todo o planejamento do Barcelona para a temporada deverá mudar, já que os culés buscavam reduzir a folha salarial em prol da permanência de seu maior jogador.

Messi chegou ao Barcelona com apenas 13 anos, e atuou por 21 deles no clube. O Barça agradeceu os serviços prestados.

“Agradecemos de todo o coração a aplicação do jogador no crescimento da instituição e desejamos o melhor em sua vida profissional e pessoal”, diz o clube.

Para a temporada 2021/22, o clube se reforçou com Agüero, Depay, Eric Garcia e Emerson, e acertou saídas de Junior Firpo, Todibo, Aleñá, Matheus Fernandes e Trincão.

Maior jogador da história do clube catalão, Messi fez 672 gols em 778 jogos em 17 temporadas. Conquistou quatro títulos da Champions, três Mundiais e 10 Espanhóis, entre outros.

Como possíveis destinos do craque, desempregado desde o dia 30 de junho, foram citados anteriormente Manchester City e Paris Saint-Germain como interessados.

O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

São Paulo anuncia fim de restrição no comércio a partir de 17 de agosto e antecipa vacina para adolescentes

Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

A partir de 17 de agosto, São Paulo não terá mais restrições ao funcionamento do comércio. Na data, cairão todas as restrições em relação à ocupação dos estabelecimentos comerciais e públicos no estado, abertos e fechados. Também encerram-se as limitações de horários.

Antes disso, porém, em 1º de agosto, já haverá uma mudança importante nas regras da quarentena. A ocupação dos estabelecimentos no estado será de 80%, com possibilidade de funcionamento até a meia-noite. Atualmente é possível operar até 23h, e com 60% da capacidade.

Ainda assim, algumas atividades que geram aglomerações, como baladas, shows de médio e grande portes e competições esportivas, seguirão proibidos no estado. A volta desse tipo de programação dependerá dos resultados de eventos-teste que estão sendo organizados pelo governo.

— Ainda mantendo o uso de máscaras, recomendando o uso de álcool em gel, seguindo os protocolos de distanciamento e de cuidados pessoais e coletivos, já estaremos com novas regras em funcionamento a partir de 17 de agosto — afirmou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nesta quarta-feira.

Na véspera, dia 16 de agosto, o estado deve ter completado a aplicação da primeira dose de vacina contra a Covid-19 em toda a população paulista acima de 18 anos. A antecipação dessa marca também foi anunciada pelo governo nesta quarta. Anteriormente, a meta estava prevista para 20 de agosto.

Adolescentes

Os adolescentes com idades entre 12 e 17 anos serão vacinados no estado de São Paulo a partir de 18 de agosto. Primeiro serão imunizados os jovens com comorbidades, deficiências, além de gestantes e puérperas nessa faixa etária. Esse grupo será convocado de 18 a 29 de agosto.

Em seguida, de 30 de agosto a 5 de setembro, poderão se vacinar os jovens de 15 a 17 anos. De 6 a 12 de setembro, vêm os de 12 a 14 anos.

Para os adultos, a vacinação nos próximos dias está organizada da seguinte maneira: de 19 a 29 de julho, para os da faixa entre 30 e 34 anos; de 30 de julho a 4 de agosto, 28 e 29 anos; de 5 a 9 de agosto, 25 a 27 anos; e de 10 a 16 de agosto, 18 a 24 anos.

— É o censo de urgência, de emergência, de respeito pela vida dos brasileiros que vivem no estado de São Paulo — disse Doria.

O governador afirmou ainda que a antecipação só foi possível após a compra de 4 milhões de doses excedentes da vacina CoronaVac para uso exclusivo no estado.

Indicadores melhoram

Atualmente, a taxa de ocupação de UTIs está em 53% em todo o estado de São Paulo. Na Grande São Paulo, esse número é de 49%.

O secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, classificou o cenário como de “melhora expressiva”, conquistada diante do avanço da vacinação. Até aqui, segundo o governo do estado, 76,1% dos adultos paulistas receberam ao menos uma dose de vacina e 27,5% completaram o esquema de imunização.

Os atrasados para a segunda dose somam 748 mil. Até esta terça-feira, 385 mil não haviam retornado para receber a segunda aplicação da vacina CoronaVac, e 363 mil estavam com a segunda etapa da AstraZeneca/Oxford pendente.

Houve uma redução combinada dos três indicadores epidemiológicos da pandemia em uma semana. A queda de casos foi de 20,6% no período. As internações baixaram 18,3%, e as mortes caíram 9,6%.

Esse cenário mais positivo foi o que motivou a decisão de acabar com as restrições às atividades comerciais de 17 de agosto em diante, justificaram os membros do governo. Em nota, a gestão Doria afirmou que, embora as determinações de liberação sejam válidas para todos os 645 municípios paulistas, “as prefeituras vão manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora”.

Para Gorinchteyn, a cepa Delta, inicialmente identificada na Índia e já encontrada em SP com transmissão comunitária, não muda esses planos de reabertura. Segundo ele, essa variante de atenção ainda não demonstrou ser dominante no estado — a predominância é da cepa Gama, a de Manaus, com 96% das amostras positivas colhidas na região.

Diante disso, ele diz que a obrigatoriedade das regras sanitárias, como distanciamento e uso de máscaras, além do avanço da vacinação, permite que a realidade paulista seja diferente da vista em outros países, onde a nova variante causou uma escalada de casos e regressão nas medidas de flexibilização da quarentena.

Após testar positivo para Covid-19 pela segunda vez, no dia 15 de julho, Doria retomou nesta quarta a agenda de coletivas de imprensa. Ele abriu a conversa no Palácio dos Bandeirantes tratando de seu estado de saúde.

— Estive completamente assintomático e protegido. Porque tomei a vacina, tomei duas doses da vacina do Butantan, a CoronaVac. Mas poderia ter tomado também a AstraZeneca, a Pfizer e a Janssen, as quatro vacinas aprovadas. Sou um exemplo vivo que a vacina salva — afirmou.

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fabricante da Covaxin anuncia fim de acordo com Precisa no Brasil; laboratório indiano vai manter o processo de aprovação regulatória da vacina na Anvisa

FOTO: ADNAN ABIDI/REUTERS

O laboratório indiano Bharat Biotech, fabricante da vacina contra Covid-19 Covaxin, anunciou nesta sexta-feira (23) a extinção imediata do memorando de entendimentos que havia assinado com a farmacêutica brasileira Precisa Medicamentos para comercialização no Brasil do imunizante.

Em comunicado, a companhia indiana afirmou que, apesar do fim do acordo, continuará a trabalhar com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para completar o processo de obtenção de aprovação regulatória da vacina no Brasil.

As negociações para compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde tornaram-se alvo da CPI da Covid no Senado, por suspeitas de irregularidades, o que levou a pasta a suspender o contrato para compra do imunizante, após o empenho orçamentário de 1,6 bilhão de reais para pagar pelo fornecimento das doses da vacina.

R7

Opinião dos leitores

  1. O Bozo deu um chute no cachorrinho do General Ramos (aquele que tomou vacina escondido) pra colocar Ciro Nogueira na casa Civil.
    E é pq o Bozo era a nova política……o gado ta tão caladinho, deve ta esperando o Carluxo dizer o que devem falar.
    Bando de fracassados, nem pra dar golpe servem, o Braguinha Neto ameaçou e depois deu pra traz como todo frouxo.
    Governo de frouxos.
    Cadê a prova da fraude eleitoral?
    Cadê o tal decreto que ele disse que tava pronto??
    Cadê o stf fechado???
    Cadê o exercito dele nas ruas????

    1. Omi não faça perguntas difíceis pros bovinos do “mundo encantatado do MINTO das rachadinhas”…

    2. Larga de ser cabra safado, rapaz. Que visão tacanha é essa? Só sabe reclamar e ofender os outros levianamente! Tenha respeito. Vá trabalhar!!..

    3. Você tá achando bom agora, como adora ladrões de dinheiro público, agora tem duas opções no tabuleiro, Bolsonaro com centrão roubando, e luladrão com jbs, oas, Odebrecht, dirigentes de estatais e os saqueadores de seus fundos previdênciarios, vendedores de medidas provisórias, os apagadores de multas milionárias…. Assim estás completamente eufórico pra colocar esses inocentes pra gerir o dinheiro do povo. Um cidadão honesto como presidente nem pensar.

    4. Vagabundo é o MINTO das rachadinhas omi… Agora ele entregou de vez o governo pro centrão… Haja incoerência! Entregando o erário pros ratos…

    5. Samuel, assim você da pane no juízo do gado… pega fogo.
      Quando Lula assumir, aí o infartaço vai ser em massa.

    6. O presidente é um verdadeiro democrata, o oposto dos vagabundos que defendem corruptos e ditaduras de esquerda. Precisa de apoio parlamentar para governar e foram esses aí que o povo brasileiro pos no Congresso. Portanto, ele está agindo certíssimo. Quanto ao roubo isso é coisa do PT. No governo Bolsonaro, não há roubalheira, assim como o presidente NUNCA se envolveu com corrupção, mesmo estando há mais de 30 anos na política. Para desespero de vcs, né? O jeito é inventarem, mentirem, no que são “doutores”.

    7. Tá todos de acordo.
      Não houve chutes nenhum, só na tua cabeça e nada mais jerico de duas pernas.
      O PR tá certo, tem que ser político.
      Só não pode ser ladrão igual a lula.
      Certíssimo!!!!!!
      Certíssimo!!!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

RECONDUÇÃO: Bolsonaro anuncia que indicou Augusto Aras para novo mandato no comando da PGR

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (20) em uma rede social que indicou o atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para um novo mandato de dois anos no cargo.

“Encaminhei ao Senado Federal mensagem na qual proponho a recondução ao cargo de Procurador-Geral da República o Sr. Antônio Augusto Aras”, publicou o presidente da República.

A indicação do procurador-geral da República é prerrogativa do presidente. Cabe ao Senado sabatinar o indicado e, em seguida, aprovar ou rejeitar a nomeação.

A sabatina acontece na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e a votação, secreta, no plenário do Senado. Para poder ser reconduzido ao cargo, Aras precisa de pelo menos 41 votos favoráveis.

Aras foi indicado por Bolsonaro para assumir o comando do Ministério Público Federal em setembro de 2019. O nome do procurador não estava na lista tríplice elaborada pela associação nacional da categoria, rompendo uma tradição que se mantinha desde o primeiro governo Lula.

Aras integra o Ministério Público desde 1987 e define-se publicamente como conservador. Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” em 2019, afirmou ser crítico da lista tríplice por entender que uma eleição interna para escolha do procurador reproduz os vícios da política partidária.

G1

Opinião dos leitores

  1. Coisa de amigo, no dia do amigo. Com um procurador desse vc nunca acha . Essa é a “nova política” do jacaré 🐊 doido ,

    1. Não fale assim de um homem correto, honesto, conservador, defensor da família brasileira, competente… que nunca fez rachadinha, nunca encobriu os malfeitos dos filhos, cumpriu todas as promessas de campanha especialmente quanto ao combate à corrupção e as privatizações…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Trump anuncia processos contra Facebook, Twitter e Google; ex-presidente alega que suas visões políticas estão sendo cerceadas pelas plataformas

Foto: OCTAVIO JONES / REUTERS

O ex-presidente americano Donald Trump anunciou que entrou com processos contra as gigantes de tecnologia Twitter, Facebook e Google, assim como contra seus presidentes, alegando que elas estão silenciando vozes que defendem pontos de vista conservadores. Trump foi banido da maior parte das plataformas sob a acusação de incitar a violência durante a invasão do Capitólio, a sede do Congresso americano, em 6 de janeiro, para impedir a certificação da vitória de Joe Biden.

— Hoje, com o Instituto de Políticas America First [plataforma política do ex-presidente], apresento, como seu representante principal, um processo coletivo contra os gigantes da tecnologia, incluindo Facebook, Google e Twitter, assim como contra seus diretores-executivos, Mark Zuckerberg, Sundar Pichai e Jack Dorsey — declarou Trump, em discurso no seu campo de golfe em Nova Jersey. — Queremos um fim ao banimento, ao silenciamento e às “listas negras”, ao banimento e ao cancelamento que conhecem tão bem.

De acordo com o site Axios, o processo vai pedir o retorno imediato de todas suas contas nas plataformas onde hoje está impedido de fazer publicações, além de exigir reparações financeiras — no anúncio, disse que seria algo em torno de “trilhões de dólares”. As empresas citadas não se pronunciaram. O processo corre em um tribunal federal da Flórida, e foi anunciado no momento em que o ex-presidente enfrenta problemas legais com a Justiça de Nova York, que investiga suas empresas.

— Não há melhor evidência de que as empresas de tecnologia estão fora de controle do que o fato de terem banido o presidente dos EUA no começo do ano. Se podem fazer isso comigo, podem fazer com qualquer um — declarou Trump. No processo, ele sugere que as plataformas agiram como “agentes estatais” e em conluio com “funcionários do governo federal, incluindo do CDC” e com a equipe de transição do então presidente eleito Biden.

Na época, Trump ainda era o chefe do Executivo dos Estados Unidos.

Mesmo antes de sua derrota na eleição presidencial de novembro do ano passado, o republicano ataca a política de moderação das plataformas, especialmente depois que publicações suas passaram a ser restritas ou mesmo apagadas, algumas com informações erradas sobre a pandemia do novo coronavírus ou apontadas como incitadoras da violência contra grupos minoritários e opositores.

Em várias ocasiões, ele ameaçou pôr fim a uma regra de 1996 que exime plataformas e serviços digitais de qualquer responsabilidade sobre o conteúdo ali publicado — a regra também permite que as plataformas removam conteúdos considerados impróprios, ponto atacado por Trump. Nos processos apresentados nesta quarta, ele pede ao juiz que invalide essa regra. Na semana passada, um tribunal da Flórida julgou inconstitucional uma lei que autorizava o estado a aplicar punições contra empresas de tecnologia que suspendessem contas de candidatos a cargos eleitivos.

Ao mesmo tempo, ele usava as mesmas redes sociais como principal ferramenta para chegar a seus quase 89 milhões de seguidores no Twitter e Facebook. Com a derrota, as postagens passaram a espalhar e replicar teorias falsas de que a vitória de Joe Biden havia sido fruto de uma fraude, um discurso visto como agressivo e potencialmente perigoso por analistas e mesmo aliados de Trump.

Mas a invasão do Capitólio no dia 6 de janeiro, quando partidários do ex-presidente tentaram impedir a confirmação dos resultados das urnas, marcou um ponto de virada, ou um ponto final em certos casos. Publicações e vídeos na conta do presidente no Twitter foram declarados incitação à violência, ainda mais quando centenas de apoiadores ameaçavam congressistas e funcionários do Legislativo. A conta foi suspensa inicialmente por 12 horas, e foi banida em definitivo no dia 8 de janeiro. A suspensão foi seguida dias depois pelo Facebook, que recentemente a prolongou por dois anos, e pelo YouTube, plataforma de vídeos controlada pelo Google.

Longe deste importante meio de se comunicar com seus eleitores, Trump recorreu a meios de comunicação tradicionalmente afáveis, como a Fox News, ou ligados à extrema direita, como a America One e o Newsmax, além de redes sociais usadas por seus apoiadores e extremistas, como o Gab e o Parler, que chegou a ser derrubado no começo do ano. No fim de semana, a equipe do presidente lançou sua própria rede social, o Gettr, que tem como linhas principais “lutar contra a cultura do cancelamento” e “garantir a liberdade de expressão”. Apesar de ter conseguido quase meio milhão de inscrições horas depois do lançamento, ela já foi alvo de hackers.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Ditadura do politicamente correto e das narrativas esquedistas, se vc n estiver desse lado, vc esta fora ! N tem direito a opinião, nem ideias, nem pensamentos, nem contraditório e nem de reclamar ! E ainda tem gente que defende isso ! Tudo errado ! Se for p defender ditadura, gostaria que os militares tomassem o poder de vez e mandasse fechar toda essa mídia lixo, e suspendesse que falasse mal deles, num instante a esquerda ia chorar de novo (assim como fizeram em 64). Acredito na liberdade de opinião e ideias total, se vc concorda bem se não, bem tbm. Pode se não concordar, mas deve se defender o direito de fala e expressão!

  2. Esse vagabundo devia estar preso…não pela morte dos idiotas que foram defende-lo no congresso americano, mas pela morte do policial que deu a vida cumprindo seu dever no mesmo episódio…
    Volta pra catatumba, oferenda…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pfizer anuncia entrega ao Brasil de 600,2 mil doses da vacina contra Covid-19

Foto: AMANDA PEROBELLI / Reuters

A farmacêutica americana Pfizer anunciou, nesta terça-feira, que vai entregar ao Brasil mais 600,2 mil doses da vacina contra a Covid-19. A remessa, o 21º lote do imunizante enviado ao país pela empresa, está prevista para desembarcar no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), na noite de quarta-feira.

Na quinta-feira passada, a farmacêutica finalizou o envio de 2,4 milhões de doses na semana, totalizando, até agora, 15,5 milhões de vacinas da Pfizer/Biontech entregues ao Brasil, após acordo da empresa com o Ministério da Saúde.

Com a remessa desta semana, o total chega a 16,1 milhões das 200 milhões de doses do imunizante contratadas pelo governo federal. A gigante farmacêutica diz que vai cumprir o cronograma de entrega total até o fiml de 2021.

A remessa desta quarta-feira é menor do que as entregues pela farmacêutica recentemente, quando foram enviadas, nas últimas quatro semanas, 2,4 milhões de vacinas em cada uma delas, sempre divididas em três voos. A assessoria da Pfizer afirmou que os maiores envios do mês de julho serão realizados “na última quinzena”.

No dia 20 de junho, a Pfizer enviou ao Brasil a primeira remessa de doses da vacina por meio do consórcio global Covax Facility. A entrega foi de 842 mil imunizantes.

A Pfizer utilizou o Aeroporto de Viracopos para todas as entregas ao Brasil até agora. A primeira remessa teve 1 milhão de doses e foi recebida pelo país em 29 de abril.

A logística de entrega das doses ao governo federal conta com segurança da Polícia Federal. Equipes acompanham o desembarque em Viracopos e escoltam o transporte rodoviário das doses até o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP).

A vacina da Pfizer/BioNTech foi alvo de recusa e polêmicas dentro do governo federal. Ainda no ano passado, três ofertas formais para venda de 70 milhões de doses foram feitas pela empresa e ficaram sem resposta do Ministério da Saúde.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Está “chovendo” vacina no Brasil. Mais uma narrativa mentirosa da oposição que vai se despedaçando. Como TODAS.

  2. Valeu. Calígula, é assim que se fala, tem alguns despeitados com você, só porque vc é um patriota igual ao capitão, não ligue para esse povo do quanto pior melhor.

  3. Se é Pfizer é bom.o Véio só compra coisa boa.
    Cadê a Sputnik V que a Sra Governadora Fátima Bezerra e o Consórcio Nordeste iria comprar?
    Cadê o calcinha apertada, parece que tomou doril.

  4. Quase 526 mil pessoas não alcançaram essa “chuva” de vacinas.
    Negacionismo também mata!

    1. Inventa outra narrativa! Essa aí até renan Calheiros já esqueceu. Traz algum argumento!

    2. Esse troço levou um chute no queixo, na hora que o molusco ia fazer um discurso, foi baixar a cabeça demais e aí está o resultado….. Alienação mental sem remedio.

  5. Hô Véio Bom da gota serena é o Presidente Bolsonaro.
    Como pode um homem como Jair Bolsonaro ser tão massacrado pela mídia e pela boca da esquerda e ser um homem tão bondoso, compreensível, esse homem só pode ser enviado de Deus, pra sofrer todo tipo de injustiça dos ímpios e ser tão sereno.
    Brasil acima de tudo e Deus acima de todos.

    1. Lázaro também era tudo isso que Bolsonaro é segundo Calígula. Só que um executou algumas pessoas, outro é responsável devido seu negacionismo pelas mortes de mais de 520 mil vitimas da covid-19. Como todo início tem um fim: no 31 de dezembro de 2022 ficaremos livres desse maluco que estar sendo presidente.

  6. Espero que as autoridades comecem a separar a 2 dose da pfizer que já está começando a chegar ao período de quem precisar tomar .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *