Fernando de Noronha zera casos suspeitos de Covid-19

Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

Os resultados dos exames de 21 casos suspeitos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, deram negativo em Fernando de Noronha, segundo a Administração da Ilha. Com isso, não há mais registro de pacientes com suspeita da doença.

Os 21 casos eram de moradores que haviam tido contato com as duas pessoas diagnosticadas com Covid-19 na quarta-feira (3) – uma mulher, de 56 anos, e um homem, de 50. Os dois foram voluntários do estudo epidemiológico, que analisa a circulação do vírus em Noronha, e deram positivo para o vírus.

Segundo o boletim de domingo (7), divulgado pela Administração da ilha, os dois pacientes seguem assintomáticos e em isolamento domiciliar, cumprindo quarentena. A ilha tem, ao todo, 30 moradores diagnosticados com o novo coronavírus, sendo que 28 já tiveram cura clínica.

As praias da ilha estão liberadas para uso da população local. O turismo está proibido e a chegada de moradores que estão no continente também não está liberada.

Covid-19 no estado

Pernambuco ultrapassou a marca de 40 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus. No domingo (7), o boletim diário divulgado pela Secretaria estadual de Saúde (SES) apontou que já são 40.242 infectados. De acordo com a SES, foram 881 confirmações. O estado também contabilizou 35 mortes, totalizando 3.305 óbitos, desde o início da pandemia, em março.

G1

Moradores de Fernando de Noronha só poderão sair de casa com autorização por SMS

Foto: Agência Brasil

Os moradores de Fernando de Noronha só vão poder sair de casa após receberem uma autorização encaminhada por mensagem de texto para o celular.

Ontem, o governo de Pernambuco anunciou quarentena obrigatória entre os dias 20 e 30 de abril. Dados oficiais apontam que há 24 pessoas na ilha com a covid-19. Elas estão em isolamento domiciliar.

Hoje, o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, explicou que os moradores estão recebendo pelo aparelho telefônico um link para preenchimento de um formulário indicando o motivo e a data de quando precisa sair da residência.

Em 24 horas, a Administração de Fernando de Noronha promete responder com a permissão ou a negativa. As pessoas que estiverem na rua vão ser abordadas por policiais militares e precisam mostrar a permissão.

Rocha informou que alguns moradores não possuem celular e que, nestes casos, eles podem ligar para telefones disponíveis da equipe de atendimento social da ilha.

“Essas pessoas que não possuem celular ou tenham aparelhos que não comportem receber este tipo de mensagem vão receber uma autorização física e precisam portá-las ao sair de casa”, afirmou.

Conforme decreto, a circulação de pessoas em Fernando de Noronha só será autorizada para atendimento de necessidades essenciais e imediatas de aquisição de gêneros alimentícios, de remédios, de produtos de higiene e também para obtenção de socorro médico.

Em toda a extensão do arquipélago, as atividades de pesca ficam restritas a grupos de 3 pessoas por embarcação, condicionadas à autorização prévia.

“Estamos empenhados em prestar todo o apoio à população e dar condições para que elas possam ficar em casa com as necessidades básicas garantidas”, afirmou o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha.

A presidente do Conselho de Turismo da ilha e secretária-executiva da Associação dos Pousadeiros de Fernando de Noronha, Auxiliadora Costa, cobra teste de toda a população. “As pessoas aqui já estão em casa. Temos uma população pequena e é possível testar todo mundo”, diz.

Ela afirma que os pousadeiros precisam urgentemente de uma linha de crédito. “Sobrevivemos do turismo. Precisamos de resposta e planejamento”, alega.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, a quarentena obrigatória é necessária pelas características de isolamento da ilha.

“Fernando de Noronha requer uma atenção especial por causa da dificuldade de acesso e da limitação de recursos de saúde existentes no local. Estamos enviando uma equipe com seis sanitaristas, com o apoio do Ministério da Saúde, para um estudo epidemiológico completo do caso”, concluiu André Longo.

Valor Econômico

Seguindo movimento iniciado em Fernando de Noronha, hotéis e pousadas de Pipa aderem a campanha para coibir aluguel de imóveis pelo site Booking.com

Praia da Pipa adere ao manifesto contra a Booking iniciado em Fernando de Noronha

Foto: via site ABIH-RN

Os hotéis e pousadas de Pipa, através da Associação de Hotéis e pousadas da Praia da Pipa (ASHTEP), iniciou uma campanha, a exemplo da ilha de Fernando de Noronha, para coibir o aluguel de casas e de apartamentos pelo site de e-comerce de viagens Booking.com. O propósito é que essa OTA (Agências de Viagens Online, do inglês Online Travel Agencies) seja exclusiva para aluguel de quartos de hotéis.

A primeira medida que foi tomada pelo grupo hoteleiro, que alega a concorrência desleal com apartamentos e casas de aluguel, foi a exclusão da categoria preferencial junto à Booking. Mas caso a medida não surta o efeito desejado, há ainda a intenção de bloquear as vendas por este canal até que sejam excluídas as ofertas de acomodações em casas e apartamentos anunciadas pela BOOKING.COM.

A ASHTEP conta hoje com 45 hotéis que se somaram à ação, reunindo os melhores da Pipa. As motivações se alinham com os princípios de Fernando de Noronha, preservação e qualidade. “É preciso combater a ilegalidade, estabelecimentos sem licenças, sem registro, sem CADASTUR, muitas vezes até sem CNPJ, alugam quartos através da Booking, é um descontrole e uma falta de ética”, afirma Wanderson Borges, presidente da ASHTEP.

A Praia da Pipa é um destino consagrado, com uma beleza natural impressionante, morada de golfinhos e tartarugas, com frequência internacional de turistas. Há um esforço constante dos empresários locais em realizar um turismo responsável através de recolhimento de taxa de turismo, financiamento de ações de preservação ambiental, realização de eventos de qualidade e contratação de consultorias de nível internacional. Para o turista, ter a segurança de se hospedar em um hotel em que seu gestor se importa com o lugar, é fundamental. Porque, além de garantir a qualidade, contribui para que siga sendo um paraíso ecológico, afirma o presidente da ASHTEP.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mônica Silveira disse:

    São os famosos Burqueses, o cliente das plataformas , porque são várias, hoje em dia é o mais consumistas. Incrível, vcs não vão conseguir fazer Pipa ou outra praia, em algo selecionado para determinados perfis, um absurdo isso. Vam criar um meio de preservar melhor e combater as drogas , pois é sem limite. Estive no carnaval e n pretendo voltar, uma vergonha.

  2. Wanderson Borges disse:

    Eu não sei se pode ajudar mas eu escrevi isso (desculpa pelos erros de português)

    Booking e o crescimento desorganizado da Aldeia de Pipa tem consequências:
    1. Não existe mais alternativas para alojamento no centro de Pipa; todos viram aluguéis de temporadas : os trabalhadores e moradores estão se afastando do centro
    2. Problema graves de infraestrutura: transporte/estacionamento, energia, saneamento básico, abastecimento de água, poluição, etc.
    3. Construcao de condomínios de grande porte que pioram a situação e tem impacto ambiantal pesados. Não se trata de construir lar ecológicos mas estamos falando de complexos totalmente desproporcionais e inadequados com a capacidade da cidade.
    4. Aumento descontrolado do turismo e perda da identidade de Pipa. Mais gente, menos golfinhos….

    Impacto econômico-social : em Pipa a grande maioria das pousadas são de pequeno porte e permite a vivência dos donos e dos moradores. Os funcionários trabalham com carteira assinadas e as empresas participam da economia local e nacional pagando impostos.
    Quando se hospede numa pousada, participa da compra da bicicleta do filho do funcionário ou de pagar a escolha da filha do dono mas também contribuam pagar os salários dos funcionários da prefeitura, do hospital da cidade e dos professores das escolas.

    Segurança de bem estar : as pousadas e hotéis trabalham com alvará dos bombeiros, alvará ambiantal, alvará sanitário, alvará de funcionamento, compre inúmeras normas rígidas pela própria segurança e pelo bem-estar dos hospedes e recebem contrôles frequentemente. São investimentos importantes e permanentes para cumprir os regulamentos e oferecer conforte e segurança pelos hóspedes.

    Não existe normas para aluguel temporada… não paga nenhum impostos, a maioria do tempo não tem funcionários com carteira assinadas mas só diaristas com salários mínimos e sem direitos, não cumprem regras ou normas pelo bem-estar dos clientes e com todo lógica não tem controle ou fiscalização nenhuma…

    Colocando os hotéis e pousadas no mesmo portal, a Booking esta considerando aluguel temporada da mesma forma como se fosse hotéis e pousadas. Alem disso, muitas vezes constamos pousadas na Booking que não são cadastradas na Cadastur, não possuem alvarás nenhum, as vezes nem possuem CNPJ, não respeitam as normas e não pagam impostos.
    Além de ser uma concorrência totalmente desleal por ter modelo econômico desequilibrado, esta pouco a pouco destruindo o destino por ter impactos ambientais e sociais grave na cidade.

    Nos não estamos contra o aluguel temporária e Airbnb, ao contrário achamos que deve ser uma alternativa a indústria hoteleira mas deve se inserir corretamente no plano diretor da cidade, respeitando a natureza, os moradores e participando da economia local. Não se pode fazer tudo de qualquer forma deixando os que lutam pelo desenvolvimento e a preservação do destino assumir as consequências.

  3. Maria disse:

    O turismo de Pipa nao e de baxo nivel economico como alguien comenta por aqui mais con certeza agora tb tem bastante de baxo nivel economico y una das causas maiores es da booking, Eu soy extranjera, son mais de 13 anos que voy na pipa y antes nao existia booking, con certeza o turismo era muito melhor, pipa tem muitas Praia maravillosas que fican cada vez mais sucias y lotadas por turismo que nao gasta y nao respeta , tem casas de aluguer onde permiten entrar ate 10 persoas con musica muito alta, sin respeto a los demas, esas casas son alugadas por booking, casas que nao pagan impostos, casas que nao cumple normas de seguranca o higiene, onde nao sabe que persoas alugan, A gente fala de precios muito altos en pipa y nao es verdade, aqui en pipa tem pousadas legales de tudos os valores,, A realidad de Pipa es que a gente factura so unos meses de turismo ao ano y o resto do ano deben pagar funcionarios y taxas, algo que as casas Ilegales y pousadas I legales nao fazen. Estas casas eran antes alugadas por funcionarios y trabajadores que ahora por causa de esos aluguer de temporada nao tem onde alugar pra poder trabalhar. Ese aluguer temporal esta fazendo muito dano na comunidad, esto es algo que esta ocurre do en tudo o mundo infelizmente y si nao se para sera muito danino pra tudos os lugares turisticos do Brasil. Pipa nao tem nada que envidiar a Fernando de Noronha, cada lugar tem suas belezas, mais tb eu me pregunto si tan ruin y Caro es pipa melhor ir pra otro lugar nao? Y dexar a gente que nao tem Problema con isso venir aqui, tudos viviriamos muito melhor, pipa con menos turismo mais con mais calidad como sempre fue, quien fala que en pipa nao tem luxo e pq nunca se hospedo en un hotel de luxo entonces. Pipa sigue siendo un lugar maravilloso, dos lugares mais Tranquilo y con menos violencia do brasil, por isso que siempre esta lotado, mais si se sigue permitiendo o aluguer illegal a precios de renta baixa o turismo que tendremos sera isso y nao o turismo que pipa sempre tuvo

  4. Valdênio Ribeiro disse:

    O turismo no Brasil tem uma solução simples !
    Basta baixar as passagens aéreas o que já foi prometido em várias oportunidades e até o momento não foi implantado . Quanto ao local de hospedagem , deixa o cliente escolher , a livre concorrência é o princípio fundamental e quem tiver o melhor serviço se estabelece no mercado como referência .

    • Leni Souto montoto disse:

      Oh!!!! Não é disso que estamos falando, estamos falando de impostos, se vc aluga seu quarto se envolva também na responsabilidade do local, porque só os donos de hotéis e pousada devem
      Pagar para que o lugar se mantenha lindo… e desta forma um bom destino turístico .

  5. Denise disse:

    Igual ao movimento dos táxis contra o Uber. Novos tempos, novos serviços. Hotéis e pousadas precisam se adequar e não parar no tempo.

  6. Verônica disse:

    Eu acho uma ótima ideia que os hoteleiros estejam tentando que apenas os locais cadastrados legalmente, assim teremos mais segurança nas hospedagem.

    Sem cadastrado não sabemos onde estamos nos metendo.

  7. José carlos disse:

    A narrativa dos comentários acima é de consumidor. Mas se você for pra dentro do balcão da empresa, saberá o tamanho da carga tributária, das licenças e alvarás solicitaria e da qualidade do serviço prestado.
    Quem não lembra do casal de brasileiros que morreram no Chile em um apto alugado sem segurança ?

  8. Gonçalo Alves disse:

    Gostaria de saber quem foi o "gênio" que orientou esta decisão.
    Deve ser um iluminado, muito acima do entendimento e do compasso do mundo atual. Ou então, os hoteleiros da Pipa têm a certeza de que são uma opção com padrão, preço e qualidade muito acima de qualquer outra opção no sistema solar.
    Boicotar plataformas de reservas e e-comerce como o Booking e outras é remar contra a maré.
    Sabem o que vai acontecer? Vão perder reservas e vão pro fim da fila das opções. E mais: como são desorganizados, desunidos e amadores vão perder espaço e mídia para outros que estão loucos para ter destaque no Booking.
    Que burrice, hein? Será por folga de caixa, excesso de demanda ou cegueira mesmo.
    Pelo menos talvez, os preços baixem – se você conseguir fazer uma reserva com os "atendentes pipeiros".

    • Clidenor disse:

      Gênio?!?! Ou quem sabe Genius?!?!
      É exato que o mundo avança, que as coisas "evoluem"… Evolução é algo que pode embutir muitos enganos… as coisas podem "evoluir" também de forma negativa, concorda? Não sou eu quem diz, está nos livros (ou books se preferir). Não é porque "todos" fazem e/ou "tudo converge para", que temos que aceitar passivamente sermos triturados pelo "inevitável"! Quem disse que tem que ser assim?!?! O que os hoteleiros de Pipa querem é que as coisas evoluam tendendo para a "humanização, o respeito para com o coletivo, o legal, o direito do consumidor, a preservação do destino, a nao degradação nao apenas do meio ambiente, e, sim, também, das relações saudáveis entre cliente e fornecedor, bem como das justas relações de mercado. Não há nesse movimento a ideia de "excluir" ninguém, apenas de que todos cumpram o que lhes cabe, aí se incluem os parceiros do trade turístico de Pipa, como a Booking se coloca para todos da hotelaria… Afinal "parceria é parceria" concorda? Respeitamos todas as opiniões, inclusive às nossas próprias, apesar de que em sua opinião, sejam "risíveis ou nonsenses", Será?!?! Bem não sei se você conhece a nossa realidade, assim como domina tão bem e com tanta propriedade as "minúcias e mecanismos" da Plataforma Booking, (afinal são suas palavras: "Boicotar plataformas de reservas e e-comerce como o Booking e outras é remar contra a maré.
      Sabem o que vai acontecer? Vão perder reservas e vão pro fim da fila das opções. E mais: como são desorganizados, desunidos e amadores vão perder espaço e mídia para outros que estão loucos para ter destaque no Booking") parabéns! Você demonstrou conhecê -la muito bem, que tal vir aqui até nós e conhecer melhor nossas ideias? Você é nosso convidado, pode vir!

  9. Rubens Filho disse:

    Realmente o preço das hospedagens em pipa é fora da realidade! Onde esses empresários de pipa acham que estão????

  10. Adalberto disse:

    Como se não existisse AIRBNB!!! HAHAHAHAHAHAHAHA … quem é o gênio líder desse movimento?

  11. Michellane disse:

    Parabéns a booking por oferecer melhores preços, vou comprar mais com a booking.com, quanto as pequenas pousadas de pipa, cobrem o preço justo e não preço de hóteis de grande porte, pq lá isso não tem !!! Só preços exorbitantes em tudo, estamos cansados de pagar pelo q não tem !

  12. Michellane disse:

    Os preços exorbitantes das pousadas de pipa é um absurdo, como tudo lá , pois não existem hotéis de grande porte pra cobrar o q eles cobram, o cliente tá cansado de pagar pelo q não tem !!! Concorrência justa, parabéns a booking por pensar em seus clientes e oferecer melhores ofertas, vou comprar mais na booking.com !!!

    • Leni Souto montoto disse:

      Michelaine….. vc precisa se informar melhor sobre a área hoteleira e de como é difícil manter um trade turístico …. o que não se concorda aqui e que só os hoteleiros arquem com as responsabilidades para manter o turismo e qualquer um entra, divulga em um Booking.com sem critério nenhum no aspecto empresarial.

  13. joyce disse:

    Se combatem a oferta, já mostram que estão assustados com a concorrência leal. Quer se sobressair e fazer valer seus valores absurdos? Ofereça luxo e diferenciais. Cobrar caro pela localização e pelas belezas naturais é se apropriar doq eh público. Ubers e sites como o booking.com apenas estão dando chances para a sociedade ter mais qualidade de vida e escapar do cartel dos taxis e hoteis.

  14. Cabo Silva disse:

    Já passou a vez de PIPA no turismo. Distrito praiano de Tibau do Sul, é um destino degradado, vítima das drogas, ambição descontrolada e falta de planejamento. Deveria era agradecer ter site que anuncia qualquer categoria de hospedagem pra ele, e que se a concorrência assusta, eis mais uma prova da derrocada comercial daquele lugar, que em nada deve se comparar a Fernando de Noronha. O turismo de Pipa é de baixo nível econômico, que enche barriga no café da manhã e come sanduiches no resto do dia.

Fernando de Noronha: Presidente chamou de ‘roubo’ e prometeu acabar com taxa ambiental cobrada pra visitar uma praia do arquipélago

Foto: Fábio Seixo / Agência O Globo

A crítica feita no fim de semana pelo presidente Jair Bolsonaro à taxa cobrada de visitantes para o acesso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha repercutiu entre ambientalistas. Para eles, a possível extinção da cobrança, prometida por Bolsonaro, comprometeria ainda mais a já insuficiente infraestrutura do parque.

Professor do Instituto Oceanográfico da USP e responsável pela Cátedra Unesco para Sustentabilidade dos Oceanos, Alexander Turra criticou a declaração de Bolsonaro. Para Turra, o fim da taxa é populista e seus efeitos podem ser negativos para o meio ambiente local.

— Se há uma taxa de turismo e limitação de acesso de pessoas, é porque esse instrumento de gestão está adequado e dimensionado de acordo com a capacidade de esgoto, de água do local. Sem isso, há risco para o meio ambiente — afirma. — O que compromete o turismo no Brasil não são as taxas, cujas cobranças são feitas em poucos parques. O problema do turismo é a falta de estrutura, saneamento, coleta do lixo, que é o que faz com que as praias percam qualidade e se tornem impróprias.

O professor disse ainda que o valor da taxa de acesso a Noronha até poderia ser reduzido por meio da mudança de gestão do parque. Neste caso, seria preciso passar a gestão ao ICMBio e, com isso, reforçar a estrutura do local, inclusive com servidores públicos.

Já a diretora Executiva da Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, Angela Kuczach, afirmou que a declaração de Bolsonaro vai contra uma política do próprio Ministério do Meio Ambiente. A pasta defende concessões para administração de parques, e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou que quer fazer 20 novas concessões até o fim deste ano.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sousa disse:

    Tem que manter essa taxa. Sem ela, daqui a pouco terá "excursões" para sujar e poluir esse paraíso.

  2. Antonio Turci disse:

    Parece incurável/insaciável a fome de certos órgãos por dinheiro fácil. O Presidente fez muito bem.

  3. Bento disse:

    Com certeza tem alguém mamando. Essa taxa não é para existir. Deus nos presenteou com a natureza, e os aproveitadores e mamadores inventam de tudo para tirar vantagem.
    CPI já em Noronha.
    Tem até Global que tem pousada lá. Como será que conseguiu!!!
    Tem muita coisa errada ainda nesse Brasil, mas o Mito vai descobrindo e denunciando.

  4. joao disse:

    O que determina a preservao é o limite de pessoas que podem visitar e o controle educacional. Agora limitar quem pode ir pelo valor das taxas é ridiculo, isso é quase uma proibiçao para pobre visitar a ilha. Primeiro que as pousadas e restaurantes devem pagar impostos suficiente pra manter o meio ambiente preservado. Justificativa xiita dos ecologista$$..

  5. Guga disse:

    Quem já esteve lá sabe que essa taxa não serve pra nada. A Ilha é escura, sem infraestrutura, mal limpa, não tem nada que justifique essa cobrança. O Presidente está certo. Chega de exploração cima do cidadão.

  6. Marcilio disse:

    Só sabe o valor desta taxa quem já visitou o arquipélago, e também sabe que não há emprego desta taxa na infraestrutura do local!

  7. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Vai para o bolso de quem essas taxas??? Alguma ONG ou PTralha???

    • Ruan disse:

      Lula está preso babaca, fossa móvel, seu teclado está todo cagado de tanta merda que vc digitou.

  8. max willame disse:

    -ed aquele negócio vai deixar de cobrar a taxa ambiental,mas a fiscalização vai aumentar,não vai deixar os turistas tipo jogar sacolas,garrafas pet,latinhas de aluminio etc…aquele negócio o turis mo de fernando de noronha virou tipo para gringos!
    -nos brasileiros e nordestinos não somos suiços,suecos,ingles,italianos nem norte-americano para ter muito dinheiro para frequentar uma boa viajem nas férias,tipo eu como funcionário público não tenho dinheiro suficiente para passar uma semana em noronha,tipo uma diária numa pousada simples custa em torno de $350 a 400 reais,um coco verde $ 15 reais,uma água mineral garrafa 250 ml $ reais,uma almoço num restaurante mais barato custa em torno de $30 a 50 reais,o presidente bolsonaro quer que nos brasileiros principalmente operários e funcioá rios públicos tenha o direito de visitar nossos principais ponto de turismo de nosso país. -so quem podia viajar era os funcionarios petralhass que ganhava milhões e milhões,e o povo ficava enganado,quebraram o nosso país,construindo portos e aeroportos em países comunist as como venezuela e cuba,ainda querem mamar petistas corruptos!

  9. Paulo Gerson disse:

    A taxa que se refere o presidente Bolsonaro não é a de permanência na ilha. Essa permaneceria. Sairia a de visita a duas praias cujo valor da taxa de visitação cobrada pelo governo em Fernando de Noronha (PE), de R$ 106 para brasileiros e de R$ 212 para estrangeiros

  10. Carlos Bastos disse:

    Bolsonaro calado é um poeta

  11. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Com certeza não há prestação de contas dessas taxas , e quem administra deve ser um nojento PTralha

  12. Victorino disse:

    Se pedir apresentação de conta dessa taxa duvido que seja apresentado, os beneficiários de prontidão já começaram a mimimi, vergonha… Acorda Brasil.

    • Ed. disse:

      Se tirar as taxas o povo acaba com Noronha em 5 anos. Deviam aumentar o valor e não acabar.

    • Ed. disse:

      Ele falou em acabar a taxa, não a limitação de visitantes, PTralhas.

VÍDEO: Tubarão de 2m é flagrado próximo à faixa de areia em Fernando de Noronha

Um tubarão aproximou-se da areia em busca de sardinha para se alimentar, em Fernando de Noronha. O animal chegou a ficar preso no raso, na Praia do Sancho, e o registro foi feito pelo guia de turismo Pedro Oliveira, na quinta-feira (21). Segundo ele, o animal tinha cerca de 2 metros. Vídeo aqui

“Eu estava mergulhando no Sancho. Quando saí, eu vi o tubarão no meio da sardinha se alimentando, foi quando veio uma onda. Ele estava no raso e encalhou, eu me aproximei e filmei. O animal ficou tentando voltar até que veio uma onda o tubarão retornou para o mar”, conta Pedro Oliveira.

Além do tamanho do tubarão, chama atenção na imagem a presença da turista Camila Marinho, que correu para aparecer no registro. “A adrenalina na hora me fez perder o medo, eu queria aparecer na imagem, corri”, revela Camila.

A turista reconhece que correu risco. “Foi arriscado, mas foi uma cena marcante. Eu sabia que Noronha tinha tubarões grandes, eu arrisquei, fui lá na frente, bem pertinho”, lembra a visitante que é do Recife.

Essa não foi a primeira vez que o guia de turismo presenciou o encalhe de tubarão. “Eu já vi outras vezes, mas essa foi a primeira vez que consegui filmar, fiquei feliz , é um registro extraordinário”, comemora Pedro Oliveira.

G1-PE

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João disse:

    Acontece todos os dias, não vejo motivo para notícia.

Tubarão deixa turista sem mão em Fernando de Noronha

SUESTEO avião de salvamento já descolou de Fernando de Noronha para o Recife com o turista de 33 anos, que sofreu um ataque de tubarão nessa segunda-feira (21). A previsão é chegar à capital pernambucana às 7:20. O paciente será encaminhado para o Hospital da Restauração. O paciente é do Paraná e estava mergulhando na Praia do Sueste quando sofreu o ataque. A vítima teve a mão e parte do braço amputados e foi atendido no Hospital São Lucas, na ilha.

A Administração de Noronha divulgou nessa segunda o boletim médico.“Paciente do sexo masculino, de 33 anos, Turista do Paraná. Admitido nesta emergência trazido por familiares após mordida de tubarão, com consequente amputação de membro superior direito, em região de antebraço. Admissão com quadro estável Glasgow 15. Queixa de dor em membro. Realizado procedimento de estabilização clinica, reposição hidro eletrolítica, analgesia e monitorização hemodinâmica. Feito contato com cirurgião, ortopedista e anestesista presentes na ilha. Realizado sutura do vaso, analgesia profunda e lavagem de membro amputado sem sintomas. Paciente no momento estável”, fecha o boletim.

Sueste fechado

Esta é a primeira vez que é registrado um ataque de tubarão em Noronha. O Sueste foi fechado para o mergulho neste terça-feira (22), pelo Instituto Chico Mendes, responsável pela fiscalização da região que faz parte da área do Parque Nacional Marinho. Apenas o pesquisador de tubarões, Leonardo Veras, e a fotógrafa e bióloga Zaira Mateus, estão autorizados a realizar um mergulho na Praia do Sueste para investigar o ataque nesta terça-feira. “Vamos tentar identificar a espécie responsável por este ataque. Toda informação neste momento é importante”, informou Leonardo Veras.

G1

FOTOS: "Aqui pertinho", em Fernando de Noronha, Bruna Marquezine sensualiza de biquini para revista VIP

marquezine5 marquezine3 marquezine7Bruna Marquezine está fascinada por Fernando de Noronha. Na ilha desde terça-feira (23), onde posa para a revista VIP, a atriz estava superdiscreta até que não conseguiu mais se conter e postou, na sua conta do Instagram, fotos tiradas no paraíso pernambucano durante esta quarta (24). Quem testemunhou o dia de trabalho da atriz, aliás, diz que ela “sensualizou” um bocado para os cliques do ensaio. Nas fotos da sua rede social constam declarações de amor ao lugar, como “Noronha, eu já te amo!”, e frases à la carpe diem. A jovem, que acabou recentemente o namoro com Neymar, ainda deverá se encantar mais, pois passará mais três dias hospedada por lá.

marquezine4

Blog Social – UOL

Navio da BCR chega a Natal para dar início a temporada de cruzeiros a Fernando de Noronha

O primeiro navio que dá início a temporada de cruzeiros marítimos nacionais que inclui – Natal, Fernando de Noronha, Recife, Fortaleza e Cabedelo – o Orient Queen II, trazidos pela empresa BCR (Brazilians Cruises Representation), atracou hoje pela manhã no Porto de Natal. A embarcação vinda de Recife chegou a Natal com cerca de 300 passageiros que foram recepcionados pelo receptivo montado pela da Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde) e a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN).

Foram montados no Porto de Natal, estandes de exposição dos artesãos que já expõem mensalmente na Feira de Artes de Petrópolis, na Praça das Flores, com artes plásticas, pedras preciosas lapidadas do Seridó, utensílios feitos de renda e exposição do Aquário de Natal, sobre a nossa diversidade marinha. Além disso, a Seturde disponibilizou o box de informações turísticas, com a distribuição de folheteria e o som de um trio musical que animou a recepção dos turistas. O embarque dos turistas para Fernando de Noronha se dará às 15h. Em Natal, os turistas tiveram opções para passeios de bugre e um receptivo, organizado Luck Recepções.