POLÊMICA: Papa lamenta ensino de escolha de gênero para crianças na escola

francisco_31maio14

Foto: Vaticano

Em conversa privada com bispos da Polônia, o papa Francisco lamentou o fato de, segundo ele, as escolas ensinarem às crianças que é possível escolher seu gênero. “Uma colonização – eu vou dizer isso claramente com nome e sobrenome – é o gênero. Hoje as crianças – as crianças! – na escola se ensina isso: que cada um pode escolher o sexo”, afirmou o pontífice. A transcrição do encontro foi divulgada nesta terça-feira, 2, pelo Vaticano.

Ao falar sobre a situação dos refugiados na Europa, o papa falou que a origem do problema é “a exploração das pessoas”. Ao concluir suas reflexões, afirmou que vivemos em um momento de “aniquilação do homem como imagem de Deus”.

Criança usa camiseta de agradecimento ao papa Francisco em audiência semanal na Sala São Paulo, no Vaticano
Segundo Francisco, por trás disso há uma “colonização ideológica” em andamento em diversos países na Europa, América Latina, África, nos Estados Unidos e em países asiáticos. “E por que ensinar isso (que o gênero pode ser ensinado)? Porque os livros são daquelas pessoas e instituições que lhe dão dinheiro. É a colonização ideológica, também apoiada pelos países influentes. E isso é terrível.”

Francisco também disse que conversou sobre isso com o papa Bento XVI, que o antecedeu, que afirmou que a atual época é “a era do pecado contra Deus, o Criador”. Ele aconselhou aos bispos que pensassem sobre as declarações de Bento XVI.

Ao concluir seu pensamento, retomou a questão dos refugiados na Europa. “Então, você me dirá: E o que isso tem a ver com os imigrantes?. É um pouco do contexto, sabe? No que diz respeito aos migrantes, direi que o problema está lá, na terra deles. Mas como podemos recebê-los? Todos têm de ver como. Mas nós podemos ter um coração aberto e pensar em ter uma hora com eles na paróquia, uma hora por semana, de adoração e oração pelo imigrante. A oração move montanhas.”

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fran disse:

    É a única coisa que esse papa sabe fazer: lamentar. Uma lamentação de mentira!

  2. Bolsonaro já disse:

    JÁ DISSE E REPITO: DEIXEM AS CRIANÇAS SEREM CRIANÇAS, NÃO QUEIRAM DETURPAR MENTES INOCENTES COM ESCOLHA DE GÊNERO, A NATUREZA RESOLVE ISSO COM O TEMPO.

  3. Curioso disse:

    Já tentei de mais entender essa parada de escolher o gênero…
    Car´lho velho, se a pessoa nasce com pinto e deseja ser mulher, blz… já se nasce com pipiu e deseja ser homem, blz… aí dá um nó no meu cabeção…
    Queria que alguém inteligente me explicasse isso, pq pense num caba burro sou eu…

  4. Helio Motta disse:

    Não adianta espernear: sexo só tem dois e não são opcionais! Essa de escolha de gênero é coisa de doente.
    Quem tiver um pênis e logo, não seja portador de um ovário, será sempre um homem. Quer queira, quer não. Por sua vez todos os seres humanos que não tenham próstata serão mulheres.
    Simples assim.
    Fora disso é discussão para acalmar consciências pesadas ou almas sem conforto.

Freira se torna mãe e dá a bebê nome de Francisco

Uma freira de 31 anos, originária de El Salvador, deu à luz semana passada em Rieti (Itália). Roxana Rodríguez foi levada a um hospital da cidade após sentir “fortes dores abdominais”, segundo a versão oficial. A freira garante que não sabia que estava grávida.

A religiosa trabalhava no Convento das Pequenas Discípulas de Jesus, que cuida de idosos.

O bebê da freira nasceu com três quilos e meio. De acordo com a agência Ansa, a criança recebeu o nome de Francisco – o mesmo nome escolhido pelo Papa argentino.

“Decidi chamá-lo de Francisco em homenagem ao nosso maravilhoso Papa sul-americano”, comentou a religiosa.

Irmã Herminia, a madre superiora do convento, comentou o caso:

“Ela não soube resistir à tentação, mas não fez nenhum mal a ninguém. Não entendo por que um caso como este tenha tanta atenção da mídia”.

De acordo com o padre Benedetto Falcetti, da paróquia da Igreja de São Miguel, em Rieti, a freira ficou grávida em El Salvador, em março ou abril, quando regressara ao país centro-americano para renovar o passaporte.

“É um presente de Deus. Estou um pouco preocupada com a publicidade, não apenas na Itália como em El Salvador e no restante do mundo. Todos estão falando sobre isso e acho que não terei como regressar ao meu país”, disse a freira, de acordo com o “Corriere Della Sera”.

Companheiras de convento começaram a recolher donativos para a freira, que deverá manter a criança com ela.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MARCOS disse:

    Bruno, não gostei de você ter postado o comentário desse tal de Rafael Vale. Uma coisa é a plena liberdade de comentar, o que deve ser publicado. Outra é querer pautar o blog, colacando comentários que não têm nada a ver com o assunto tratado (o Bebê de uma freira). Não gosto do PSDB e até acho que as notícias que envolvem o escândalo referido devem ser aqui tratadas, ainda que infinitamente menores que os escândalos que surgem dia a dia no atual governo e as catastróficas perspectivas acerca dos rumos que estão sendo dados ao nosso país (social, econômico, de ordem pública) e que o marketing não mais consegue esconder, Mas acho absurdo que tal sujeito, visivelmente conduzido por fanatismo e cegueira política, paute o Blog, forneça ele mesmo a notícia. Acho isto inadmissível. Nem sempre concordo com suas posições, mas se leio o seu Blog tenho que respeitar as suas opiniões e, principalmente a sua pauta. Por favor não caia na besteira de entregar o seu Blog a quem quer que seja, principalmente se com objetivo de fazer a política pessoal e tentar fazer prevalecer os posicionamentos de pessoa estranha ao Blog.

  2. Rafael Vale disse:

    E no blog da juventude do PSDB continua a seletividade e nada a respeito do propinoduto tucano no metrô se SP.

    Documento apreendido na sede da Alstom aponta que integrantes da Secretaria de Energia, na gestão de Mario Covas (PSDB), em 1998, e três diretorias da EPTE (Empresa Paulista de Transmissão de Energia) receberam propina por contrato de US$ 45,7 milhões; pasta era comandada por Andrea Matarazzo; Suíça já apontava pagamentos para Robson Marinho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado; denúncias ligam esquema com reeleição de FHC (CAIXA 2 NA CAMPANHA DE FHC).
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/148527-documento-mostra-como-alstom-distribuiu-propina.shtml

    O colunista da Folha de S.Paulo e do UOL, Josias de Souza, ressalta hoje o fato de que o PSDB age como quem não sabe de nada no caso do propinoduto tucano. E define a atitude do partido, de negar que qualquer um dos três governadores paulistas, Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, sabia do esquema de cartel e propina, como "hipocrisia".
    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/01/20/psdb-reage-em-sp-como-lula-ninguem-sabia/

Papa Francisco anuncia ano de retorno ao Brasil

Após celebrar missa em português no interior da Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o papa Francisco cumprimentou fiéis e religiosos no interior da Igreja e seguiu, por volta das 12h40, para a Tribuna Bento XVI, na parte externa do santuário. Com a imagem da santa padroeira, o papa fez o sinal da cruz, abençoando os fiéis. A bênção foi feita em espanhol e Francisco pediu que os fiéis rezem por ele. O pontífice prometeu retornar à basílica em 2017, quando completam-se 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba.

Os devotos que estão mais próximos do pontífice ficam a cerca de 15 metros da tribuna, em uma área reservada com cadeiras. Entre esses fiéis que estão nas cadeiras e os demais romeiros existe um cordão de isolamento feito por policiais e agentes de segurança. Nesse local, as pessoas estão em pé e aglomeradas. A extensão de pessoas, partindo da tribuna, alcança uma distância de cerca de um quilômetro. Elas acenam com bandeirinhas enquanto entoam cânticos católicos.

Após as celebrações em Aparecida, o papa almoça com o séquito papal, os bispos da Província Eclesiástica de Aparecida e estudantes do Seminário Bom Jesus, localizado na cidade. O pontífice retorna ao Rio de Janeiro às 16h10, onde ainda participa de uma visita ao Hospital São Francisco da Providência de Deus, às 18h30.

Agência Brasil

Francisco diz a jovens que não queria ser papa

O papa Francisco admitiu hoje (7) as dificuldades do cargo em Roma, perante milhares de jovens alunos e professores de escolas jesuítas, afirmando que não queria realmente tornar-se o chefe da Igreja Católica. Respondendo à pergunta de uma das crianças, o novo papa, eleito a 13 de março deste ano, explicou em tom informal: “Deus não teria abençoado alguém que quisesse, que tivesse vontade de ser papa. Eu não queria ser papa.”

O ex-arcebispo de Buenos Aires, ele mesmo procedente da ordem dos jesuítas, recebeu hoje mais de 9 mil pessoas, alunos de escolas jesuítas e as respetivas famílias, antigos alunos e professores da Itália e da Albânia, e respondeu, de forma improvisada e com a sua habitual simpatia, às perguntas, muitas vezes diretas e ingênuas, feitas pelas crianças.

Perguntado sobre sua recusa em instalar-se no apartamento pontifical, o papa Francisco respondeu: “Uma vez, um professor colocou-me a mesma questão, e eu lhe disse ‘por motivos psiquiátricos’”. “Para mim, é um problema de personalidade, preciso de viver rodeado de pessoas, não posso viver sozinho.” Sorrindo, ele disse que não seria bom ficar isolado no apartamento pontifical.

A propósito da sua renúncia a alguns benefícios associados ao cargo, Francisco insurgiu-se contra a persistência de grandes injustiças e disse: “Neste mundo que oferece tantas riquezas, tantos recursos, suficientes para alimentar toda a gente, não se compreende que ainda haja tantas crianças esfomeadas, sem educação, tantos pobres.”

Sobre a crise econômica que afeta a Itália, Francisco ressaltou que o momento atual é difícil em todo o mundo e que é preciso saber “ler a crise” que, segundo ele, porque é uma crise do valor dos seres humanos. Citando um relato sobre a construção da Torre de Babel pelos hebreus, o papa destacou que produzir um tijolo era difícil e cada tijolo era um verdadeiro tesouro. “Se um tijolo caísse da torre, era uma tragédia; se um homem caísse, nada acontecia.” Para ele, a crise atual é a crise da pessoa, que já não conta. Só o dinheiro conta.”

Francisco exortou também os cristãos a empenharem-se na política, dizendo é “uma obrigação dos cristãos, que não podem daí lavar as mãos, como [Pôncio] Pilatos”. “A política é a forma mais elevada da caridade, pois ela procura o bem comum”, sustentou o papa Francisco.

Da Agência Brasil

Vaticano anuncia viagem do papa ao Brasil em julho

papa Francisco viajará ao Rio de Janeiro e ao Santuário Nacional Nossa Senhora Aparecida (SP), de 22 a 29 de julho, confirmou nesta terça-feira o Vaticano. Durante a visita, que acontece em razão da XXVIII Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o pontífice irá, no dia 24 de julho, a Aparecida para rezar diante da padroeira do Brasil.

O motivo da viagem, que será a primeira do pontífice argentino, eleito em 13 de março, é a XXVIII Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá no Rio, e onde são esperados milhares de jovens de todo o mundo. O pontífice deixou de lado programas turísticos como Corcovado e Pão de Açúcar para visitar a comunidade de Varginha, no Conjunto de Favelas de Manguinhos, o Hospital São Francisco de Assis e participar de um encontro no Theatro Municipal.

Papa Francisco conversa com Dilma nesta quarta-feira

A presidenta Dilma Rousseff se reúne amanhã (20), às 11h (7h de Brasília), com o papa Francisco, no Vaticano. Dilma cumprimentou hoje (19) o papa e conversou alguns minutos com ele na fila de cumprimentos, após a cerimônia que marcou o começo do pontificado. Antes do encontro, a presidenta disse que sua intenção era falar sobre o combate à pobreza e à fome.

A presidenta elogiou o empenho do papa em dar prioridade aos pobres, mas pediu que ele compreenda as “opções diferenciadas” no mundo. Ela ressaltou ontem que Francisco “tem um papel importante a cumprir”.

Na homilia, o papa apelou aos líderes políticos para que sejam responsáveis. Francisco usou as expressões “por favor”  e “pedir” ao se dirigir aos líderes para que assumam o papel de “guardiões”, afastando os riscos de destruição e morte do mundo.

O apelo ocorreu na missa que marcou o começo do pontificado. Francisco pediu ainda que todos mantenham a esperança, mesmo nos momentos mais difíceis. Citou várias passagens bíblicas e mencionou repetidas vezes a palavra “responsabilidade”.

“Queria pedir, por favor, a quantos ocupam cargos de responsabilidade em âmbito econômico, político ou social, a todos os homens e mulheres de boa vontade: sejamos ‘guardiões’ da criação, do desígnio de Deus inscrito na natureza, guardiões do outro, do ambiente; não deixemos que sinais de destruição e morte acompanhem o caminho deste nosso mundo”, disse Francisco.

Pelo menos 132 países enviaram delegações. Dilma participou da missa acompanhada por uma comitiva de ministros e assessores. Também estavam presentes 32 líderes de distintas religiões, segundo o Vaticano.

Agência Brasil

CEI dos Contratos: Bispo aceita relatoria e Júlia pede mais um membro

O impasse sobre quem seria o novo relator da Comissão Especia de Inquérito (CEI) que investiga os contratos firmados pela Prefeitura de Natal chego ao fim. O vereador Bispo Francisco de Assis, membro da CEI, decidiu aceitar a relatoria deixada pelo vereador Júlio Protásio.

Mesmo com o nome do novo relator já definido, a vereadora Júlia Arruda, presidente da Comissão, decidiu pedir a entrada de mais um vereador para compor o grupo. O principal objetivo da parlamentar é evitar o enfraquecimento da CEI o até sua extinção caso outros vereadores venham a pedir pra sair.

O pré-relatório de mais de 200 páginas montado pelo vereador Júlio Protásio não tem que obrigatoriamente ser aceito pelo Bispo. O novo relator tem o poder de alterar concordar ou discordar de pontos do inquérito.