Religião

Papa não conduzirá missas de Ano Novo em razão de dor ciática

Foto: © REUTERS / Remo Casilli/Direitos reservados

O papa Francisco não conduzirá as missas desta quinta-feira e do dia 1ª de janeiro por causa de uma crise ciática que causa dor na perna direita, disse o Vaticano.

É a primeira vez em anos que Francisco, que completou 84 anos neste mês, teve de faltar a um evento papal por motivos de saúde.

A missa da véspera de fim de ano que o papa lideraria na tarde desta quinta-feira será dirigida pelo cardeal Giovanni Battista Re, e a missa de sexta-feira será celebrada pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano.

O Vaticano disse que o papa conduziria sua oração do meio-dia na sexta-feira, conforme programado.

O papa sofre de dor ciática, uma condição que causa dor que se irradia da parte inferior das costas, ao longo do nervo ciático, até a parte inferior do corpo.

Às vezes, ele pode ser visto caminhando com dificuldade por causa da dor e recebe fisioterapia regular por causa disso.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Por que o papa não reprovou o aborto na Argentina?
    O papa aprova o aborto?
    Ou não tem cartaz na Argentina?
    Fez o sínodo da Amazônia só para perturbar Bolsonaro. Entidades católicas colocaram outdoors chamando Bolsonaro de senhor da morte.
    Mas nada dizem sobre o aborto e sobre o fato de a Argentina ter mais mortes por milhão do que o Brasil e as abortistas de esquerda terem feito aglomerações na Argentina…

  2. Não é santo, mas bem melhor que os anteriores.
    Combatendo a pedofilia e as gastancas do Vaticano. Só falta aceitar Jesus, como único e verdadeiro Salvador.

    1. Olha o nível dos comentários, o papa denunciava marxistas para o governo Argentino, e outra, papa mais fraco? Você já leu sobre os papas da idade média?
      A sanha de comentar é maior do que a de pensar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Conta do Papa no Instagram é investigada pelo Vaticano após curtir foto sexy de modelo brasileira

Foto: Reprodução

O Vaticano está investigando a conta oficial do Papa Franciso no Instagram. A investigação começou após o perfil curtir uma foto sexy da modelo brasileira Natalia Garibotto, mais conhecida como Nata Gata.

Segundo a Catholic News Agency (CNA), as contas nas mídias sociais do chefe da Igreja Católica são administradas por vários funcionários da Santa Sé. A investigação quer determinar quem está por trás do like.

Na foto curtida, Natalia aparece com uniforme estilizado de colegial e calcinha fio-dental. Após ser alertada da curtida, a modelo postou no Twitter que “pelo menos vai para o céu”.

Isto É

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Modelo brasileira reage após conta do Papa no Instagram supostamente curtir foto sexy: ‘Vou para o céu’

Natalia Garibotto Foto: Reprodução/natagata.com

O site “Barstool Sports” postou na sexta-feira (13/11) o que ele diz ser um flagra de um like que a conta do Papa Francisco no Instagram deu em postagem sexy da modelo brasileira Natalia Garibotto, mais conhecida como Nata Gata, em que ela aparece com uniforme de colegial estilizado e biquíni fio-dental.

Não se sabe se o like da conta “franciscus” – um entre mais de 115 mil outros – foi acidental ou mesmo quem clicou no ícone de curtida na foto, postada em 5 de outubro.

“Pelo menos eu vou para o céu”, reagiu Natalia no Twitter após ser alertada sobre a curtida.

Suposta curtida que conta do Papa no Instagram deu em postagem sexy de modelo brasileira Foto: Reprodução

Postagem sexy de modelo brasileira no Instagram supostamente curtida por conta do Papa Foto: Reprodução

A brasileira, que posta em inglês nas redes sociais e vive na Grécia, vende conteúdo adulto para assinantes do seu site. No Instagram, a modelo tem 2,2 milhões de seguidores.

Page Not Found – Extra – O Globo
https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/modelo-brasileira-reage-apos-conta-do-papa-no-instagram-supostamente-curtir-foto-sexy-vou-para-ceu-24746329.html

Opinião dos leitores

  1. Quem elegeu os papas como santos? Todos sabichões e espertos. Sonente o Criador pode ungir alguém, esses pseudos santos, tem uma grande probabilidade de ir de encontro ao pai da mentira.

    1. Sexo não é maldade, maldade é roubar, matar, enganar, prevaricar, prejudicar…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Papa Francisco celebra missa de Ramos sem fiéis


Alberto Pizzoli/AFP

O Papa Francisco oficiou a missa do Domingo de Ramos, que marca a entrada da Semana Santa, em uma Basílica de São Pedro deserta devido à pandemia de coronavírus.

Em 15 de março, o Vaticano anunciou que todas as celebrações litúrgicas da Páscoa seriam realizadas “sem a presença física dos fiéis” na praça de São Pedro.

Assim, neste domingo (5) o Papa abençoou os Ramos em uma basílica vazia, exceto por alguns poucos religiosos, cada um sentado em um banco.

A missa foi transmitida ao vivo no site do Vaticano, como também será no próximo domingo para a missa da Páscoa, a celebração mais importante do cristianismo.

“Hoje, no drama da pandemia, diante de tantas certezas que desmoronam, diante de tantas expectativas traídas, com o sentimento de abandono que oprime nossos corações, Jesus diz a cada um: ‘Coragem, abra seu coração ao meu amor Você sentirá o consolo de Deus, que o sustenta ‘, disse o papa argentino.

FolhaPress

Opinião dos leitores

  1. Tô falando de todas as religiões que ursupam dos fiéis, e que até agora nada fizeram em ações. Se liga

    1. A Igreja Católica mantém na Ásia: 1.076 hospitais; 3.400 dispensários; 330 leprosários; 1.685 asilos; 3.900 orfanatos; 2.960 jardins de infância.

      Na África: 964 hospitais; 5.000 dispensários; 260 leprosários; 650 asilos; 800 orfanatos; 2.000 jardins de infância. Se a Igreja Católica saísse da África 60% das escolas e hospitais seriam fechados.

      Na América: 1.900 hospitais; 5.400 dispensários; 50 leprosários; 3.700 asilos; 2.500 orfanatos; 4.200 jardins de infância.

      Na Oceania: 170 hospitais; 180 dispensários; 1 leprosário; 360 asilos; 60 orfanatos; 90 jardins de infância.

      Na Europa: 1.230 hospitais; 2.450 dispensários; 4 Leprosários; 7.970 asilos; 2.370 jardins de infância.

      Fonte: https://cleofas.com.br/voce-conhece-as-grandes-obras-de-caridade-da-igreja/

  2. Cadê as ações? Cadê o dinheiro dos fiéis? Pra que serve essas riquezas? Só vejo ação de pessoas que inclusive algumas nem acreditam no criador. É bom meditar nisso.

    1. Tá falando dos templos que exigem dez por cento do seu salário? Se for, não é da Igreja Católica.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

FOTOS: Papa reza só e concede benção universal e ‘remissão dos pecados’

 Fotos: Reuters/Guglielmo Mangiapane

Em uma Praça de São Pedro vazia e chuvosa, o papa Francisco concedeu há pouco a chamada benção Urbi et Orbi, uma expressão latina que significa “à cidade de Roma e ao mundo, a todo o universo”.

Geralmente, é uma benção dada pelo pontífice somente na Páscoa e no Natal.

O papa também concedeu a indulgência plenária, ou seja, “a remissão dos pecados”, para os católicos. É uma espécie de absolvição coletiva concedida pela Igreja Católica em situações específicas. Nesses casos, os fiéis podem oferecer a indulgência a familiares mortos que não receberam o sacramento da unção dos enfermos.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Chiquinho é tão bonzinho, ele só não doou toda a fortuna do Vaticano para ajudar no combate ao coronavírus porque estava gripado.

  2. O mundo vai se acabar é só quem vai escapular são os crentes da Universal e os da Av 2, no alecrim, o resto vão tudo para o inferno.

    1. Conversa!!! só quem se salva são os crentes da Cidade Satélite.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Papa pede oração mundial e diz que dará bênção especial

Foto: © REUTERS / Remo Casill

O papa Francisco disse nesse domingo (22) que fará nesta semana a bênção extraordinária de “Urbi et Orbi”, normalmente concedida apenas no Natal e na Páscoa, e pediu que haja oração mundial em resposta à crise do coronavírus.

Ele fez o anúncio em sua oração semanal do Angelus, que vem conduzindo de dentro do Vaticano pela internet e pela televisão, em vez de fazê-la diante das multidões na Praça de São Pedro.

Sua decisão de abrir uma exceção e dar uma bênção especial “Urbi et Orbi” (para a cidade e o mundo) reforça a gravidade da situação global, principalmente na Itália, que superou a China como o país mais atingido pelo surto do novo coronavírus.

O papa disse que na sexta-feira (27) à noite ele fará a bênção extraordinária diante de uma Praça de São Pedro vazia. O local, parte do Vaticano, foi fechado como parte de um bloqueio na Itália para tentar conter a propagação do vírus.

Os católicos que recebem a bênção, pessoalmente ou por meio das mídias, podem, sob certas condições, receber uma indulgência especial. Uma indulgência é a remissão da punição pelos pecados.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Como católica praticante sugiro ao nosso Papa vender parte do patrimônio e luxo da Igreja e doar para o cuidado dos doentes. Seria um ato verdadeiramente cristão. Cristo nunca pediu luxo.

  2. Vamos tomar medidas, também, Sr. Papa, contra os padres abusadores sexuais que, segundo propagam, ainda estão nas igrejas. Destrói indivíduos e famílias inteiras há décadas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Papa deve celebrar missa por vídeo, como medida para evitar propagação do coronavírus

FOTO: AP Photo/Andrew Medichini

O papa Francisco irá celebrar a tradicional missa de domingo por vídeo. A medida visa evitar a congregação pública na praça de São Pedro, como medida de precaução devido ao surto de coronavírus que assola o país.

Tanto a oração do anjo quanto a catequese de Francisco serão retransmitidas diretamente pelo canal de televisão do Vaticano e sua página na web.

Em comunicado, a decisão é considerada necessária para adotar as medidas aplicadas em toda a Itália pela proibição de celebrar eventos com aglomerado de pessoas.

ESTADÃO

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

“Hoje as pessoas se insultam como se estivessem dizendo bom dia”, diz Papa Francisco

Foto: TIZIANA FABI / AFP

Durante a Quaresma, os católicos são incentivados a se absterem de coisas que possam atrapalhar o período de autoexame. Nesta quarta-feira de cinzas, no entanto, o Papa Francisco adicionou um elemento moderno à lista de atos dos quais os fiéis devem abrir mão pelos próximos 40 dias: “trolar” — ou insultar — as pessoas nas redes sociais.

O pontífice fez seu apelo para uma retórica virtual mais amena ao falar para dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro, no Vaticano, durante sua audiência semanal que marca a contagem regressiva para a Páscoa. A Quaresma, afirmou o Papa em um discurso parcialmente improvisado, é “época de abrir mão de palavras inúteis, fofocas, boatos, disse-me-disse, e de falar com Deus com intimidade”.

— Nós vivemos em uma atmosfera poluída por muita violência verbal, muitas ofensas e palavras duras, que são amplificadas pela internet — disse o papa. — Hoje, as pessoas se insultam como se estivessem dizendo “bom dia”.

Desde que foi escolhido por seus pares, Francisco tem sido alvo de insultos em sites católicos ultraconservadores e contas anti-Papa no Twitter por conta de sua posição progressista para os padrões da Igreja Católica. O Twitter, em particular, sedia com frequência disputas verbais entre seus apoiadores e críticos.

Após sua audiência, o Papa participou da tradicional cerimônia da quarta-feira de cinzas, na qual cinzas foram esfregadas em sua testa. O ritual serve para relembrar os cristãos da mortalidade e de que, um dia, também se tornarão pó.

Durante a Quaresma, época marcada por arrependimento, jejum e reflexão, os fiéis são incentivados a praticar boas ações e se aproximar daqueles que passam por dificuldades.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Os esquerdopatas , "Come capim" , sempre procurando uma justificativa para defender os seus "encantadores". Esse Papa não é Jesus, "Bolsominion" jumento quadrado, tem mais é que resolver o problema do Vaticano/ igreja católica que se envolveu em crimes e escândalos nos últimos 30 anos , em vez de ficar se metendo em política externa e dando indiretas esquerdopatas por aí afora.

  2. É, e um papa receber um criminoso
    que desviou mais de trilhões de reais, de uma nação que a maioria do cidadãos são miseráveis, sorrindo e dizendo: você é o cara. Isso é papalhaçada de patife.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vaticano desmente que papa concedeu a ‘bênção dos inocentes’ a Lula

Foto:  Ricardo Stuckert

Por meio de seu portal de notícias, o Vaticano negou a informação que circulava pelas redes sociais de que o papa Francisco teria concedido uma bênção chamada benedictionem et innocentum (algo como bênção dos inocentes) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O boato começou a circular quando uma foto dos dois em Roma foi divulgada. Na imagem, o pontífice está com a mão sobre a cabeça de Lula.

De acordo com sites pró-Lula, a bênção seria dada apenas a alguém culpado por algo que não cometeu. Mas não há registro desse tipo de graça na Igreja.

O encontro do ex-presidente com o papa ocorreu no dia 13 de fevereiro na residência Santa Marta, dentro do Vaticano, e durou uma hora. Os dois já haviam trocado correspondência em 2018, quando Lula esteve preso em Curitiba após ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em processo da Operação Lava Jato.

De acordo com Lula, os dois conversaram sobre desigualdade social, perda de direitos dos trabalhadores, e a necessidade de empenho dos governantes na questão ambiental. O ex-presidente ganhou um rosário abençoado pelo próprio papa.

Veja

Opinião dos leitores

  1. Deve-se lembrar que a profissão de fé do papa é engajada com a cura dos doentes. Entretanto, a tendência canhota evidenciada na história de Jorge Bergoglio tenha pesado muito nos encontros políticos. Basta observar a expressão sincera de alegria em encontros com Fidel, Lula, Cristina, Evo e Nicolas. Aos católicos um lamento.

  2. Parabéns Jefferson p comentário, qualquer igreja de qualquer de dominação jamais deveria tomar partido por qualquer assunto de conotação política partidária.
    Caminhamos hoje vendo católicos e evangélicos disputando pra ver quem dá mai$.
    É uma vergonha!!!!

  3. Rafael Pinheiro, tem razão! Saber levar "um terço " melhor do qie Lula duvidodeodo, até nos dedos ele não pode nem contar as Ave Maria, pois não dá certo, ele já deu fim de um deles.
    Com relação ao Papa, com todo respeito, é pra tá se metendo com política partidária? Em qual passagem bíblica ele encontrou está orientação ? Qual outro presidiário ele convidou pra aí Vaticano ? É Francisco… a lição que São Francisco deixou, você não a seguiu. Que pena.

  4. Respeitem a sua santidade o Papa Francisco.
    Jesus veio pra todos e não pra quem nos convém.

    "21Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’.22aEu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo."
    Mt 21:22

  5. Todo tipo de constrangimento que o o Papa passar por causa de Lula é pouco. Jesus caminho pela terra santa cercado por pessoas de indole e passado duvidoso, porém o pre requisito sempre foi o arrependimento e disposição de assumir uma nova vida liberta do pecado. Todos sabemos que Lula não se dispõe a isto e principalmente que o PAPA e acólito ditadores e pessoas deste tipo por adesão. Lamentável para nossa igreja! Vergonha deste papa canhoto!

  6. A mentira sempre foi a mola propulsora do partido que virou quadrilha, o chefe da organização criminosa é um mentiroso contumaz.

  7. Esse Papa só não é uma decepção pq dele já não esperava nada de bom. Meu Papa continua sendo Bento XVI. Esse argentino vai destruir a Igreja Católica. Os evangélicos estão dando gargalhadas com ele, nadando "de braçada".

  8. Mais uma mentira. E esse povo ainda fala de são vítimas de fake news. Já passou do ridículo.

  9. Lula sempre foi muito religioso, enquanto o PT esteve no governo ele sempre levava "um terço"

  10. Já esta dando nojo vê esse cara toda hora dizer que é inocente, esse bandido quer comover o mundo como se fosse um injustiçado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Guardem celulares nas refeições e conversem uns com os outros, pede o papa

Foto: (Remo Casilli/Reuters)

O papa Francisco fez um apelo para que as pessoas conversem umas com as outras durante as refeições ao invés de usarem os celulares, citando Jesus, Maria e José como um exemplo que as famílias devem seguir.

Eles “rezavam, trabalhavam e se comunicavam uns com os outros”, disse o papa no sábado aos fiéis reunidos na Praça São Pedro para a oração do Angelus.

“Eu me pergunto se você, em família, sabe como se comunicar ou se você é como aquelas crianças nas mesas de refeição que ficam falando no celular…onde há silêncio como na missa, mas eles não se comunicam”, disse o Papa.

“Temos que voltar a nos comunicar em nossas famílias”, disse Francisco. “Pais, crianças, avós, irmãos e irmãs, essa é uma tarefa para ser assumida hoje, no dia da Família Sagrada.”

Exame, com Reuters

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Papa e igreja não são inimigos do governo brasileiro, diz Mourão

Foto: (Bruno Batista/ VPR/Flickr)

O papa Francisco e a Igreja Católica não são inimigos do governo brasileiro. A afirmação foi do vice-presidente, Hamilton Mourão, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (11) em Roma, na Itália. O representante do Executivo Federal está na cidade para a cerimônia de canonização da beata baiana Irmã Dulce, marcada para o domingo (13).

Na cidade ocorre também o Sínodo da Amazônia, organizado pelo Vaticano, com o tema “Novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. No evento representações diversas, como de indígenas e organizações da sociedade civil, criticaram a atuação do governo brasileiro no tocante à proteção do meio ambiente.

Mourão disse que não há tensão entre o governo federal e a Igreja Católica na questão ambiental. Mourão disse que vai se reunir com secretários do Papa Francisco e levar as medidas adotadas pelo Executivo, defendendo a atuação da gestão sobre a região.

“A mensagem que quero passar é que a Amazônia brasileira é brasileira. É responsabilidade nossa preservá-la e protegê-la. Não queremos ser colocados como governo da motosserra, exterminador de indígena, não respeita os direitos humanos. É responsabilidade do governo, e mais ninguém, preservar e proteger a Amazônia”, afirmou.

O vice-presidente foi questionado por jornalistas acerca de denúncias de lideranças indígenas sobre a posição do governo de não demarcar mais terras para essas populações. Mourão respondeu reiterando argumentos já apresentados pelo governo federal.

“O Brasil tem 14% do seu território de terra indígena, uma quantidade expressiva. O número de indígenas não é tão grande. O que está demarcado tem que ser protegido. Temos tido dificuldade em razão dos incidentes de queimada, garimpo ilegal. Para depois ver se é o caso de novas demarcações”, assinalou.

Outras agendas

Mourão informou que além dos diálogos sobre o Sínodo e da cerimônia de canonização da Irmã Dulce, irá se reunir com empresas italianas e com representantes do governo italiano, tanto com o presidente, Sérgio Mattarella, quanto com o primeiro-ministro do país, Giuseppe Conte.

“Não é pura e simplesmente viagem para o evento religioso, mas ter oportunidade de dialogar com pessoas que podem auxiliar o país, investir no país e fazer parte do papel diplomático. Acredito que no próximo ano, o presidente estará aqui na Itália”, adiantou.

Irmã Dulce

No domingo, Mourão participará da cerimônia de canonização da beata Irmã Dulce. No mesmo dia, a homenageada ganha o primeiro santuário do mundo dedicado a ela: a Paróquia e o Santuário Santa Dulce dos Pobres, em Salvador.

Além de Irmã Dulce, serão canonizados os seguintes beatos: John Henry Newman, cardeal, fundador do Oratório de São Filipe Néri na Inglaterra; Giuseppina Vannini (no século Giuditta Adelaide Agata), fundadora das Filhas de São Camilo; Maria Teresa Chiramel Mankidiyan, fundadora da Congregação das Irmãs da Sagrada Família e Margherita Bays, Virgem, da Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

A expressão “anjo bom da Bahia” não é à toa: Irmã Dulce, que morreu em 1992 aos 78 anos, dedicou a vida aos pobres, doentes e aos socialmente excluídos. Na década de 1940, a irmã não tinha para onde ir com 70 doentes, e conseguiu abrigar as pessoas em um galinheiro, ao lado de um convento de Salvador. Hoje, as Obras Sociais Irmã Dulce realizam, segundo a entidade filantrópica, 3 milhões de procedimentos ambulatoriais, por ano, em todo o estado da Bahia – e só faz atendimentos gratuitos, pelo SUS.

Em Salvador, a missa em homenagem à Santa Dulce dos Pobres vai ser tamanho família: a arena Fonte Nova será o palco da festividade dos baianos e visitantes, católicos ou não, que vão celebrar, em 20 de outubro, a canonização.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. A Maçonaria americana por trás de Mourão da as cartas e prepara o golpe eminente.
    Mourão foi nomeado recentemente o Príncipe Marçon.
    O Petróleo do Pré Sal (motivo principal do golpe e da eleição de Bolsonaro) já é praticamente todo das multinacionais americanas (representadas no Brasil pelo escritório de advocacia Zucolloto, padrinho de casamento do ex Juiz e hoje Ministro Moro, o qual sua esposa é sócia).
    Coincidência ou realidade?
    Ligue os pontos sem paixões e opiniões preconcebidas e vejam quem está ganhando e quem está perdendo esse jogo.

  2. "Não queremos ser colocados como governo da motosserra, exterminador de indígena, não respeita os direitos humanos." Ôxe, mas não é justamente isso que está parecendo? Aliás, ACONTECENDO.

  3. O General Mourão é uma das pessoas mais sensatas do atual governo federal: equilibrado e pragmático.
    Não é a toa que é um Oficial Superior.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Papa diz que se equivocou ao dizer que feminismo é machismo de saia

Foto: EFE

O papa Francisco reconheceu ter se equivocado ao dizer que “todo feminismo termina sendo um machismo de saia” e que a “frase certa” que deveria ter dito é “todo feminismo pode correr o risco de se transformar em um machismo de saia”.

Em entrevista ao programa “Salvados”, exibido na noite de domingo, 31, no canal da TV espanhola “La Sexta, o pontíficie justificou o ato. “Foi uma frase em um momento de muita intensidade, quando estava ouvindo o testemunho de uma mulher que estava na linha que eu queria e falei do feminismo com um pouco mais crítica”, disse.

No dia 22 de fevereiro a especialista em Direito Canônico, Linda Ghisoni, subsecretária do Dicastério para Leigos, Família e Vida, falou na cúpula sobre pedofilia. Ela foi a primeira mulher a discursar nesta reunião de autoridades da Igreja realizada no Vaticano. Na ocasião, ele disse que convidar uma mulher para falar “não é entrar no modo de um feminismo eclesiástico. Porque, no final, todo feminismo acaba sendo um machismo de saia”.

Perguntado sobre o assunto pelo jornalista Jordi Évole, o pontífice reconheceu que a mulher não está bem representada na Igreja, mas destacou que não basta só dar funções para promover a sua figura.

“O que não alcançamos ainda é percebermos que a figura da mulher vai além da funcionalidade: a Igreja não pode ser Igreja sem a mulher porque a Igreja é mulher, é feminina, é ‘a Igreja’, não ‘o Igreja’”, enfatizou.

No entanto, “como você explica isso? É preciso se colocar e começar a se movimentar e isso custa mais”, lamentou.

Para o papa, as pessoas estão “a serviço”, “mas parece que as mulheres, além do serviço, estão destinadas à servidão, e isso não é bom, é triste”.

Perguntado sobre a prostituição, Francisco respondeu que ele respeita “todas as pessoas” porque “cada um é o senhor das suas decisões”.

Já sobre o aborto ele disse que, embora “entenda” o “desespero” de uma pessoa que ficou grávida em um estupro, considera que “não é lícito eliminar uma vida humana para resolver um problema” nem “contratar alguém” para fazer isso.

Jovem Pan, com EFE

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Vaticano diz que Papa recuou mão de beijos de fiéis por ‘questão de higiene’

Reprodução/Youtube

O mistério de por que o Papa Francisco repetidamente recuou a mão direita enquanto uma fila de fiéis se curvava diante dele e tentava beijá-la foi resolvido — o Pontífice queria evitar que germes se espalhassem entre as pessoas presentes, segundo o Vaticano.

— Foi uma simples questão de higiene — ressaltou o porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti, a jornalistas nesta quinta-feira, após falar diretamente do Papa a respeito.

O caso causou polêmica depois de um vídeo da cerimônia em basílica de Ancona, na Itália, circular pelas redes sociais e pela imprensa. As imagens foram exibidas pelo canal de notícias italiano TGCOM 24 e geraram especulações sobre o comportamento de Francisco e críticas por suposta “falta de respeito” com os católicos.

Gisotti explicou que havia muitas pessoas na fila e, por isso, o Papa não queria que os fiéis compartilhassem germes entre si, no momento em que repetidamente beijassem a sua mão em curtos intervalos de tempo.

— Ele gosta de abraçar pessoas e de ser abraçado por pessoas — destacou o porta-voz.

Gisotti ressaltou que o Papa já permitiu que muitos indíviduos beijassem a sua mão e o seu anel em várias ocasiões, como no dia em que uma freira idosa foi premiada por décadas de serviço em regiões pobres da África.

Críticos especularam que Francisco não queria que as pessoas beijassem o o “Anel do Pescador”, um símbolo oficial do Papa, que estava em um dedo da mão direita.

Alguns observadores do Vaticano pontuaram que o Papa Bento XVI, muito elogiado pela ala mais conservadora da Igreja Católica, e seu antecessor João Paulo II não gostavam de dar as mãos para serem beijadas por fiéis — pelo menos não em situações de longas filas. Um assessor próximo a Francisco confidenciou que o Papa argentino ficou surpreso com a repercussão do vídeo.

O Globo

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Descoberta indica que Igreja Católica já teve uma mulher como Papa

PAPA JOANA TERIA DADO À LUZ UMA CRIANÇA, DIZ UMA TEORIA (FOTO: GIOVANNI BOCCACCIO/WIKIMEDIA COMMONS)

Lendas medievais afirmam que a Papisa Joana teria sido a primeira e única papa mulher do mundo. E uma nova pesquisa com antigas moedas de prata sugere que as teorias podem ser verdadeiras.

Segundo as histórias populares, um papa chamado Johannes Anglicus (ou João) que reinou em meados do século 9, era na verdade Joana, que chegou a dar à luz durante uma procissão da igreja. Contudo, há muito debate sobre a sua existência. Parte da dúvida vem da confusão na descrição das identidades dos papas naquele período. Por exemplo, uma cópia de “Liber Pontificalis” (livro de biografias de papas) não inclui o papa Bento III, conforme apontou Michael Habicht, arqueólogo da Universidade Flinders, na Austrália.

Quando Habicht estava investigando enterros de papas em Roma, na Itália, ele encontrou símbolos que mostram que a mulher pode ter realmente existido. “No começo, eu também acreditava que a história era mera ficção, mas quando fiz uma pesquisa mais extensa, surgiu a possibilidade de que havia mais por trás disso”, ele disse em entrevista ao portal Live Science.

O arqueólogo analisou moedas de prata conhecidas como deniers, que foram usadas na Europa Ocidental durante a Idade Média. O nome vem da antiga moeda de prata romana conhecida como Denário. “Elas são muito pequenas, talvez do tamanho de 1 centavo ou 25 centavos dos Estados Unidos”, comparou.

Os “deniers” foram cunhados com o nome do imperador dos francos de um lado e o monograma do papa – um símbolo com as iniciais de uma pessoa – do outro lado. Habicht concentrou-se em moedas anteriormente atribuídas ao papa João VIII, que reinou de 872 a 882.

REPRESENTAÇÃO DAS MOEDAS ESTUDADAS (FOTO: MICHAEL HABICHT)

Ele disse que, embora alguns deniers possuíssem um monograma pertencente ao papa João VIII, os anteriores tinham um monograma diferente. “O monograma que pode ser atribuído a João VIII tem diferenças na colocação de letras e no design geral”, afirmou Habicht.

Para ele, essas outras moedas podem ter pertencido a papa Joana. Habicht também estudou fontes históricas que sugeriam que um papa João reinou de 856 a 858. Por exemplo, o cronista Conrad Botho relatou que um papa Johannes coroou Luís II da Itália como Sacro Imperador Romano em 856. “O monograma foi o precursor da assinatura de hoje”, ele falou. “Assim, provavelmente podemos até ter uma assinatura da papa Joana.”

Habicht sugere que a sequencia dos papas em meados do século IX deveria incluir Leão IV de 846 a 853, seguido por Bento III de 853 a 855, Johannes Anglicus de 856 a 858 e Nicolau I de 858 a 867.

Segundo Habicht, textos da literatura científica sugerem que as moedas estudadas não são falsas. “Quase não há mercado de colecionadores para essas moedas medievais”, ele comentou. “Os falsários não estão interessados ​​em fingi-las Alguns anos atrás, algumas moedas de papas do século 9 foram oferecidas em um leilão em Nova York. A maioria não foi vendida e devolvida ao proprietário”.

Para o arqueólogo, descobrir se Joana existiu pode ajuar a entender o papel das mulheres na igreja. “O debate sobre a ordenação feminina na igreja ainda está em andamento. Alguns vão abraçar meu estudo e encontrar outras evidências para os sacerdotes do gênero feminino nos primeiros séculos do cristianismo”, disse Habicht. “Outros rejeitarão completamente a ideia e farão um grande barulho na mídia contra tais alegações.”

Galileu

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Papa muda doutrina da Igreja e pena de morte passa a ser inadmissível

Foto: Alessandra Tarantino – 31.jul.2018/Associated Press

Por ordem do papa Francisco, a Igreja Católica alterou sua doutrina sobre a pena de morte, que passa a ser considerada inadmissível em todos os casos, anunciou o Vaticano nesta quinta-feira (2).

A mudança foi incluída no Catecismo da Igreja Católica, a compilação oficial da doutrina da religião.

“A Igreja ensina, à luz do Evangelho, que a pena de morte é inadmissível, porque atenta contra a inviolabilidade e a dignidade da pessoa, e se compromete com determinação por sua abolição em todo o mundo”, afirmou o pontífice em uma audiência concedida ao prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, órgão responsável pela defesa das tradições católicas.

Antes disso, a Igreja já era critica da pena de morte, mas autorizava seu uso em algumas circunstâncias, quando “era o único jeito possível de defender efetivamente a vida humana conta agressões injustas”, dizia a doutrina.

Mas desde o papa João Paulo 2º, morto em 2005, a Igreja já vinha restringindo o apoio a prática e Francisco já tinha condenado seu uso publicamente.

Segundo o novo comunicado, a antiga regra já não funcionava mais porque há novas formas de proteger a sociedade. “Há um entendimento cada vez maior de que a dignidade da pessoa não está perdida mesmo após a prática de crimes muito sérios”, diz o texto.

“Além disso, surgiu um novo entendimento sobre o significado das sanções penais impostas pelo Estado. Por último, foram desenvolvidos sistemas de detenção mais eficazes, que asseguram a devida proteção aos cidadãos, mas ao mesmo tempo, não privam definitivamente os culpados da possibilidade de resgate”.

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Sinceramente, esse papa está "pisando na bola". Há casos de criminosos flagrantemente irrecuperáveis, gente absolutamente incapaz de um convívio social saudável e respeitoso. Uma fruta podre põe todo o cesto a perder.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

POLÊMICA: Papa lamenta ensino de escolha de gênero para crianças na escola

francisco_31maio14

Foto: Vaticano

Em conversa privada com bispos da Polônia, o papa Francisco lamentou o fato de, segundo ele, as escolas ensinarem às crianças que é possível escolher seu gênero. “Uma colonização – eu vou dizer isso claramente com nome e sobrenome – é o gênero. Hoje as crianças – as crianças! – na escola se ensina isso: que cada um pode escolher o sexo”, afirmou o pontífice. A transcrição do encontro foi divulgada nesta terça-feira, 2, pelo Vaticano.

Ao falar sobre a situação dos refugiados na Europa, o papa falou que a origem do problema é “a exploração das pessoas”. Ao concluir suas reflexões, afirmou que vivemos em um momento de “aniquilação do homem como imagem de Deus”.

Criança usa camiseta de agradecimento ao papa Francisco em audiência semanal na Sala São Paulo, no Vaticano
Segundo Francisco, por trás disso há uma “colonização ideológica” em andamento em diversos países na Europa, América Latina, África, nos Estados Unidos e em países asiáticos. “E por que ensinar isso (que o gênero pode ser ensinado)? Porque os livros são daquelas pessoas e instituições que lhe dão dinheiro. É a colonização ideológica, também apoiada pelos países influentes. E isso é terrível.”

Francisco também disse que conversou sobre isso com o papa Bento XVI, que o antecedeu, que afirmou que a atual época é “a era do pecado contra Deus, o Criador”. Ele aconselhou aos bispos que pensassem sobre as declarações de Bento XVI.

Ao concluir seu pensamento, retomou a questão dos refugiados na Europa. “Então, você me dirá: E o que isso tem a ver com os imigrantes?. É um pouco do contexto, sabe? No que diz respeito aos migrantes, direi que o problema está lá, na terra deles. Mas como podemos recebê-los? Todos têm de ver como. Mas nós podemos ter um coração aberto e pensar em ter uma hora com eles na paróquia, uma hora por semana, de adoração e oração pelo imigrante. A oração move montanhas.”

Opinião dos leitores

  1. JÁ DISSE E REPITO: DEIXEM AS CRIANÇAS SEREM CRIANÇAS, NÃO QUEIRAM DETURPAR MENTES INOCENTES COM ESCOLHA DE GÊNERO, A NATUREZA RESOLVE ISSO COM O TEMPO.

  2. Já tentei de mais entender essa parada de escolher o gênero…
    Car´lho velho, se a pessoa nasce com pinto e deseja ser mulher, blz… já se nasce com pipiu e deseja ser homem, blz… aí dá um nó no meu cabeção…
    Queria que alguém inteligente me explicasse isso, pq pense num caba burro sou eu…

  3. Não adianta espernear: sexo só tem dois e não são opcionais! Essa de escolha de gênero é coisa de doente.
    Quem tiver um pênis e logo, não seja portador de um ovário, será sempre um homem. Quer queira, quer não. Por sua vez todos os seres humanos que não tenham próstata serão mulheres.
    Simples assim.
    Fora disso é discussão para acalmar consciências pesadas ou almas sem conforto.

    1. Besteira, MacGyver tinha solucao pra tudo ha 30 anos atras, imagine isso hoje com a tecnologia da globo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *