Polícia

Vítima reage e suspeito de assalto morre durante arrastão a granja em Macaíba, na Grande Natal

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN noticia nesta quarta-feira(10) que um assaltante foi morto durante um arrastão a uma granja próxima à BR-304, no distrito industrial de Macaíba, na região metropolitana de Natal, durante a noite dessa terça-feira (9).  De acordo com a polícia, três criminosos armado invadiram a propriedade à procura de dinheiro e objetos de valor. O caseiro estava com a mulher e uma criança no imóvel e teria reagido, começando uma troca de tiros no local. Na ocasião, um dos suspeitos foi atingido.

Segundo a polícia, as vítimas foram mantidas na casa enquanto os bandidos pegavam objetos de valor. A reação do caseiro aconteceu quando os assaltantes já se preparavam para fugir. Uma arma de fabricação artesanal foi apreendida. Mais detalhes AQUI em matéria completa no G1-RN.

Opinião dos leitores

  1. Menos um verme entranhado na sociedade, pena que foi só um!
    Todos os dias brasileiros trabalhadores tem o fruto de seu trabalho honesto subtraído pelos desonestos. Hora de acordar!

  2. Excelente noticia, pena que só um CPF foi cancelado. Valeu caseiro forte, queria um assim no meu sítio .

  3. Apareceu nem um bandido da esquerda juntamente com os direitos humano pra dizer que a culpa da triste morte do bandido é do Bolsonaro,tou até estranhando.

  4. A arma do trabalhador foi presa, pela polícia, claro, comprindo a lei, e as armas dos bandidos , q poderiam até ter matado o caseiro, quem vai prender, ninguém, q pais e esse?

  5. Como pode, que absurdo foi esse, como um cidadão trabalhador que compra suas propriedade e bens com o fruto de sua produtividade, reage a um assalto feito por pobres vítimas da sociedade?
    A lei do desarmamento estabelecida em 2005, no governo da esquerda é clara: "O povo não pode portar armas". A razão dessa afirmativa é que arma nas mãos de pessoas de bem, "gera violência".
    As armas tem que está com os bandidos, que sabem usá-las e com elas, podem obter seu sustento. Estão vendo que a lei está certa, como os pobres bandidos chegam armados numa residência, para obter retirar os bens e são recebidos a bala? Que país é esse? Onde vamos parar? Olhe a covardia, os bandidinhos estavam em bando, contra apenas 01 agressor.

  6. Segundo o secretário de segurança isso é em decorrência do coronavírus. Pense numa desculpa sem pé nem cabeça.

  7. Hô RN sem Segurança, Saúde e Educação .
    É arronbamentos de comércios, fazendas, casas de praias, chácaras, assaltos em plena luz do dia, roubou e furtos de automóveis, pense numa governadora incompetente é essa Fantoche do PT chamada Fátima Bezerra.

  8. Pronto o cidadão de bem vai ser preso, nossa justiça só beneficia criminosos.
    Até Lula tá solto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Vítima com posse de arma reage a assalto em granja e atira em integrante de trio no interior do RN

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN noticia que um homem reagiu a um assalto à granja onde mora e baleou um dos suspeitos durante a madrugada desta terça-feira (8) em São Paulo do Potengi, distante cerca de 90 quilômetros de Natal. O assaltante ferido foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido. De acordo com a polícia, o morador da granja tem posse de arma de fogo. Na ocorrência registrada na madrugada, três criminosos tentaram invadir o imóvel, mas durante a abordagem a vítima atirou contra os suspeitos, atingindo um deles na altura do peito.

Segundo narra o G1-RN, o homem ferido e um adolescente pegaram uma estrada de terra, até encontrarem um conhecido, que estava em uma motocicleta e os levou até uma unidade de saúde. Porém, acionada, a polícia foi ao local e deteve os dois. Ainda segundo o G1-RN, o assaltante baleado, que tem 18 anos, foi levado ao Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, na região metropolitana da capital, onde recebe atendimento. Já o adolescente apreendido foi levado à Central de Flagrantes na Zona Sul da capital, para prestar depoimento. O terceiro envolvido no assalto não foi localizado pela polícia.

Íntegra de matéria AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Ei… psiu!
    Posse de arma sempre foi permitido. Basta passar pelo processo de compra.
    Excludentes de ilicitude tb ja existiam, esse termo não foi criado agora.
    Agora se quer possuir arma ilegalmente, aí e crime.
    Só precisa ter ao menos dois neurônios pra saber disso.

  2. Parabéns mprador da granja, pena que não matou esse infeliz. Se entrar no meu sítio leva bala tbm.

  3. Esse, felizmente, foi uma exceção. A maioria, quando reage, perde a arma, os bens ou a vida.
    NÃO ÀS ARMAS…

    1. Diga o mesmo aos bandidos, talvez eles te escutem e deixem de ameaçar as pessoas com elas. É cada um sem noção que aparece por aqui…

    2. A ESQUERDA É CONTRA PORQUE NUNCA VÃO CONSEGUIR TIRAR O PORTE DE ARMAS, TODOS TEM UMA LONGA FICHA CRIMINAL, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  4. A população tem o direito de portar arma para defender sua propriedade e família, esses políticos corruptos tem que facilitar a legislação da posse e porte de armas

    1. Há dezenas de casos onde é completamente legal ter posse de uma arma de fogo. Já porte é algo mais complicado.

  5. Bolsonaro salvou mais essa família, desarmamento já!!! Todos tem o direito de se defender, e que o vagabundo venha a óbito logo!!

  6. Tem que liberar fuzil agora, pra quando chegar essas visitas indesejadas vítimas da sociedade a bala comer no centro.

  7. MAIS uma vez BOLSONARO tem RAZÃO, sempre acertando nas decisões.
    O DESARMAMENTO foi um erro contra a população brasileira, só serviu para deixar as pessoas de bem reféns da bandidagem.
    O Presidente está certíssimo, a população de bem tem que ter o direito de se defender desses criminosos.

  8. O Véi Bolsonaro tem, ou não tem razão??
    Ôôô vei macho!!
    Se o proprietário da granja, estivesse desarmado, teria um prejuízo grande.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos invadem granja na Grande Natal, fazem reféns e trocam tiros com a PM

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A Polícia Militar registrou uma invasão criminosa a uma granja na noite dessa terça-feira (27), no distrito da Taborda, em São José de Mipibu, na região metropolitana de Natal. De acordo com a ocorrência, bandidos fizeram moradores reféns e trocaram tiros com a PM. A série de crimes começou por volta das 19h. Na ocasião, três criminosos invadiram a granja e fizeram o caseiro e seu filho reféns.

Segundo a PM, após revirarem a casa das vítimas à procura de armas e objetos de valor, os bandidos determinaram que os homens abrissem o portão que dá acesso à casa principal da granja. Cinco pessoas da mesma família estavam dentro do imóvel. O casal dono da granja disse que tinha acabado de jantar, quando ouviu batidas na porta. Uma das vítimas, uma empresária de 37 anos, afirmou que achava que eram pessoas conhecidas, mas olhou por uma fresta e viu que eram bandidos armados. Ela avisou a todos da casa que se acalmassem. A mulher ainda afirmou que percebeu que os marginais estavam com os caseiros como reféns. Os bandidos exigiam os carros, dinheiro e armas que houvesse em casa. Para proteger os reféns, a família entregou a chave de dois veículos. Um dos carros, uma caminhonete Hilux, foi levada pelos assaltantes, além de dinheiro e celulares.

Após o crime, a Polícia Militar fez buscas na região e se deparou com os bandidos no distrito de Arenã, entre São José de Mipibu e Vera Cruz. Os criminosos então atiraram em direção aos policiais, que revidaram. Apesar do cerco, os criminosos conseguiram fugir. A caminhonete roubada foi recuperada pela polícia.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Segundo os ESQUERDOPATAS essa bandidagem são as VÍTIMAS DA SOCIEDADE.
    Foram anos repetindo esse mantra, o resultado está aí.
    Violência sem controle, onde ninguém está protegido mesmo dentro de seus lares.

    1. O teu Minto, disse que iria resolver. E já se passaram 2 anos…

    2. Nessas situações, a polícia tinha que cancelar pelo menos dois CPFs

  2. Esses lixos sempre roubam hillux… Podiam colocar eles dentro da caçamba com a lona fechada, borrifar spray de pimenta e fechar a tampa pra deixarem de ser otários…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Policial civil aposentado é baleado durante arrastão de quadrilha em granja na Grande Natal

 Foto: Marcelino Neto/O Câmera

Um policial civil aposentado foi baleado durante um assalto a uma granja, na noite dessa quinta-feira (1º), na zona rural de São José de Mipibu, em propriedade localizada na Lagoa dos Cavalo, na região metropolitana de Natal. De acordo com informações preliminares, a vítima teria tentado reagir ao crime.

Segundo testemunhas à polícia, seis criminosos abordaram primeiro o caseiro e depois fizeram um arrastão na granja. Durante a ação, o policial aposentado teria tentado reagir, mas foi baleado nas costas pelos bandidos. Após o crime, os assaltantes fugiram levando dois carros e armas. A vítima foi socorrida ao pronto-socorro do Hospital Deoclécio Marques. No local, familiares disseram que o policial estava bem e consciente. Até o fim da noite, porém, nenhum suspeito havia sido preso.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Espero que o velha guarda se recupere bem e logo. E que os responsáveis pela covardia, cumpram seu destino no inferno, como deve ser!

  2. Estou com 4 granjas para vender: 1 em São Gonçalo do Amarante, outra em Macaíba, outra em Extremoz e outra em São José de Mipibu. Se quiser morrer liga p mim, vendo baratinho kkkkk

    1. Tem toda a razão, bota o meu sítio em Macaiba na lista, Polícia nesses locais não existe, quem tinha um sonho de ter um local desse para descansar, desista.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TRAGÉDIA FAMILIAR: Criança de 1 ano e 8 meses morre afogada em piscina de granja na Grande Natal

O portal G1-RN destaca nesta sexta-feira(03) uma tragédia familiar que vitimou uma menina de 1 ano e 8 meses, morta por afogamento em uma granja na zona rural de Vera Cruz, na região metropolitana de Natal. O caso aconteceu por volta de meio-dia dessa quinta-feira (2) na comunidade de Areias.

Segundo a reportagem, familiares preparavam o almoço e quatro crianças, entre elas Maria Valentina brincavam dentro de casa. Porém, um adolescente teria entrado e, em um descuido, deixou a porta aberta. Nesse momento, a menina teria saído da casa, sem ninguém perceber, e caído na piscina. A menina foi encontrada na água pelos familiares, que a tiraram da piscina e tentaram reanimá-la, mas ela não resistiu. Leia matéria na íntegra aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *