Diversos

RN, por meio da Agência de Fomento, anuncia linhas de crédito para bares, restaurantes e setor do turismo

O Governo do Estado, por meio da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte, simplificou uma série de exigências para concessão de financiamentos e assegura a disponibilidade de R$ 10 milhões em crédito para capital de giro destinado a bares, restaurantes e empresas com atuação relacionada ao setor de turismo e lazer.

O financiamento via Fundo Geral do Turismo (Fungetur) pode ser realizado com uma carência de até 12 meses e o pagamento parcelado em até 36 meses. A taxa de juros é de 5% ao ano. Já no caso do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o prazo é de 36 meses, incluindo até 12 meses de carência, e uma taxa de juros de 1,32% ao ano + IPCA, para financiamento no valor de até R$ 50 mil.

E diante de diversos pleitos do setor, a instituição realizou a simplificação dos processos internos para assegurar uma velocidade ainda maior na liberação do crédito e passa a não exigir mais a apresentação de balanço financeiro para financiamentos de até R$ 50 mil. Também foi dispensada a apresentação de licenciamento ambiental para bares e restaurantes.

O plano de negócio a ser entregue junto à documentação pode ser simplificado, assim como, empresas limitadas passam a ter os sócios como avalistas dos financiamentos, agora, sem a exigência anterior de apresentação de um terceiro como avalista. A Agência, inclusive, tem trabalhado para disponibilizar, além dos canais digitais já ofertados, uma plataforma online própria para facilitar o acesso ao crédito.

O presidente da seccional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no RN, Paolo Passariello, aprovou as medidas propostas. “A Abrasel vê como muito importante o anúncio do Governo com apoio às empresas do setor de Alimentação Fora do Lar através da AGN. As medidas surgiram do diálogo aberto para que se buscassem alternativas para os Bares e Restaurantes. Uma boa conquista, mas precisamos ainda mais para evitar um abalo nas empresas e a demissão em massa”, conclui Passariello.

Para mais informações ou iniciar o processo para contratação do crédito, o empreendedor pode entrar em contato via whatsapp ou telefone através dos números 84 99136-1897 ou 99640-0700 e também pelo email [email protected] No caso de financiamentos via Fungetur, as empresas precisam estar no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Mtur – Cadastur. O cadastro é gratuito, sai em até cinco dias úteis e pode ser feito através do site www.cadastur.turismo.gov.br.

Confira as principais medidas do novo pacote:

• Garantia de R$ 10 milhões em crédito para o setor;

• Crédito via Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o setor;

• Dispensa da exigência de balanço financeiro para financiamentos até R$ 50 mil;

• Dispensa de apresentação de licenciamento ambiental para bares e restaurantes;

• Apresentação de plano de negócio simplificado;

• Dispensa da exigência apresentação terceiro como avalista para empresas limitadas;

• Ampliação da equipe do setor para dar mais celeridade ao processo de liberação o crédito;

• Elaboração de plataforma online própria para facilitar o acesso ao crédito.

Confira documentação básica necessária:

• Cadastro no CADASTUR

(https://cadastur.turismo.gov.br);

• Contrato social e aditivos;

• CNPJ;

• Documento pessoais dos sócios;

• Certidão de casamento dos sócios;

• Alvará de funcionamento em dia;

• Certidões estadual e municipal.

Opinião dos leitores

  1. Na campanha, ela copiou desavergonhadamente o plano de governo do Piauí! Porque não cópia agora o que ele tá fazendo lá, dando auxílio emergencial? Muito bobo esse fatão, viu?

  2. Vão pegar empréstimo e pagar com o quê???
    Se estão sendo proibidos de abrir, de trabalhar, vão fazer qual milagre pra pagar??
    Tá mais pra arapuca do que para socorro …

  3. Atenção com a boca e os os dentes Santos, vai que a governadora aparece, dão um chute cruzado na direção dela e pega na tua boca…..os PS estão fechados. Se vc estiver sobrevivendo mamando, pode ficar sem o emprego.

    1. Os PSs estão cheios por conta de pessoas como seu Mintomaniaco que estimula pessoas como vc, que certamente já deve ter contraido covid, se contaminar. Depois fica vibrando com o nimero cafa vez maior de mortos.

  4. Sem lógica! Se estão fechando tudo! Fora a inviabilidade pelas garantias solicitadas e tanta documentação, eita burocracia! Vamos desburocratizar!!

  5. Muito fraco essas medidas do desgoverno.
    O caba ja está lascado sem poder trabalhar com a polícia em cima e ainda quer que o caba se endevide mais ainda nos bancos.
    É de lascar.
    Além de queda coice.
    Porque não da isenção dos impostos??
    Porque não paga um auxílio pros trabalhadores do setor??
    Partido dos trabalhadores tá cada dia se tornando o partido dos Trambiqueiros.
    Tá é acabando com o RN.
    Gerando desemprego todos os dias.
    Pense numa esculhanbaçao.
    Pense num desmantelo grande.
    Ô governo ruim da gota serena.
    Nunca vi igual em toda história do RN.

  6. Como o empresário vai tomar empréstimo se não pode abrir para o público ou tem horário reduzido onde o apurado não cobre nem as despesas? E a ajuda aos desempregados que perderam o emprego?

    1. Pense numa inteligência e ajuda interessante. Crédito para empresários quase que falidos, o grande perdedor são os trabalhadores, esses deveriam ser o alvo de qualquer ajuda. Como o COVID a fome mata, deixa as pessoas desequilibradas e provoca um furação em suas vidas. Essa medida é galhofa com os pequenos desse estado, essa governadora deveria ter vergonha por uma proposta dessas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Motoristas de ônibus realizaram paralisação na manhã desta sexta contra mudanças em linhas de Natal

Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Motoristas de ônibus fizeram uma paralisação do serviço final da manhã desta sexta-feira (5), em Natal, em protesto contra o anúncio feito pela Secretaria de Mobilidade Urbana de mudanças feitas em 15 linhas para acréscimo de 30% de viagens nos horários de pico do transporte público da capital. O objetivo é tentar reduzir as aglomerações de passageiros durante a pandemia da Covid-19. Com o aumento de casos da doença e superlotação dos leitos no estado, passageiros passaram a temer ainda mais a contaminação nos ônibus lotados.

O sindicato que representa a categoria afirma que a medida também teria que ter sido discutida com a classe, já que envolve mudança de horários dos operadores do sistema. Ainda de acordo com o sindicato, os trabalhadores estão sobrecarregado, fazendo dupla jornada.

A STTU anunciou nesta quinta-feira (4) que o município vai fazer a “reformulação imediata” de 30% das ordens de serviço em operação, determinando acréscimo de 30% no número de viagens nos horários de pico, entre 6h e 7h e 17h e 18h. As medidas atingem pelo menos 15 linhas.

O aumento, no entanto, não envolve mais ônibus e trabalhadores na frota – as viagens serão remanejadas de outros horários de baixa demanda.

Com acréscimo do G1-RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Modernização: São Gonçalo passará a usar integração em todas as linhas do transporte público municipal

Foto: Junior Santos

Dando continuidade a modernização do transporte público coletivo de São Gonçalo do Amarante/RN, única cidade da Grande Natal com transporte público licitado, a Cooperativa de Transportes da Grande Natal (Cooptagran), em parceria com a Prefeitura Municipal, está implantando o Sistema de Transporte Integrado (STI) que vai permitir que terminais e linhas sejam integradas com uma passagem única, a partir do dia 14 de dezembro deste ano.

Atualmente, para que um morador do bairro Jardins possa chegar ao Centro da cidade, é preciso pagar duas tarifas. Com a implantação do STI ele poderá fazer integração, em qualquer ponto do município, e chegar ao Centro pagando apenas uma tarifa, que hoje custa R$ 3,60. O tempo para realizar o transbordo será de 60 minutos após embarque, com o cartão RN Card.

Dessa forma serão beneficiados os moradores das comunidades Serrinha, Cidade das Rosas, Cidade das Flores, Jardim Petrópolis, Passagem da Vila, Ruy Pereira, Santo Antônio e Novo Santo Antônio. A integração não é válida para retorno de viagens, apenas prosseguimento.

“O projeto vai melhorar a mobilidade urbana. E para conseguir realizar a integração de 100% das linhas interbairros, foi necessário fazer alterações na malha viária, o que prontamente fomos apoiados pelo Poder Público. A gestão municipal foi fundamental para mais esse avanço no transporte público”, destacou Rubens Marques, presidente da Cooptagran.

Já os usuários das linhas 01 (Padre João Maria), 03 (Pajuçara), 04 (Guanduba) e 08 (Aeroporto) passarão a fazer integração na Estação de Transferência Central, localizada na Rua Rodolfo Luiz de Albuqueruqe, em frente à Secretaria Municipal de Educação, para se deslocar até Igapó ou demais regiões.

Nessas linhas, em específico, quem não possui o cartão RN Card, necessário para a operação, usará a estação de transferência para fazer o transbordo sem cobrança de uma segunda tarifa. Com isso, a frequência de ônibus nessas comunidades passará a ser, em média, de 25 minutos, hoje é de 40 minutos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

TRANSPORTE: Linhas 22/71 e 59 serão unificadas em Natal a partir de domingo; com a mudança, confira o novo itinerário

Foto: Josenilson Rodrigues/Busão de Natal

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretária de Mobilidade Urbana (STTU), informa que a partir do próximo domingo (11), a linha 59 (Guarapes/Brasília Teimosa) será unificada com a linha 22/71 (Felipe Camarão/Petrópolis) aos domingos e feriados para melhor a tender às comunidades do Guarapes e Felipe Camarão.

Segundo a STTU, a linha 59/22/71 irá operará com uma frota de nove veículos e fará 46 viagens. O funcionamento nos primeiros 60 dias será em caráter experimental, passando por reavaliação após este período. Em caso de dúvidas, o usuário pode ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

Com a mudança, o itinerário passa a ser o seguinte(clique aqui).

Opinião dos leitores

  1. Daqui a pouco aos domingos só terão 4 linhas, uma de cada zona e as mesmas só irão até o Midway.
    O transporte público só piora, a tarifa só aumenta e os usuários só diminuem.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Exame de Ordem: Linhas de ônibus do Campus serão reforçadas neste domingo

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), determinou reforço nas linhas de ônibus que operam com destino ao Campus Universitário neste domingo (06), onde acontece o XI Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, nos horários das 11h às 18h30.

A determinação da Semob prevê reforço no número de viagens e veículos, incluindo também a linha do Circular Campus que operará com ordem de serviço dos dias úteis.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

TIM é proibida de vender novas linhas em Pernambuco

A Justiça Federal proibiu a TIM de habilitar novas linhas e vender novas assinaturas em Pernambuco por ao menos 30 dias.

A decisão, provisória e passível de recurso, atendeu pedido da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) no Estado e da Adeccon (Associação de Defesa da Cidadania e do Consumidor).

As entidades apontam problemas constantes na prestação de serviços pela operadora, como a interrupção de ligações e ausência de sinal.

Na liminar, concedida ontem, a Justiça fixou multa de R$ 10 mil por nova linha comercializada sem autorização, e de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento da determinação.

A TIM só poderá retomar as vendas após comprovar possuir equipamentos e instalações suficientes para atender a demanda estadual.

Pelos mesmos motivos, a operadora também foi proibida pelo TRF-5 (Tribunal Regional Federal da 5ª Região), em dezembro passado, de vender novas linhas no Ceará. O tribunal reverteu a decisão em janeiro.

Em Pernambuco, apesar da ordem, as vendas foram normais nesta sexta-feira. Em nota, a operadora informou que ainda não havia sido notificada e que “a partir da confirmação da decisão, observará a determinação judicial”.

A empresa afirmou ainda que promove “investimentos consistentes” em Pernambuco”. Citou R$ 80 milhões em recursos para instalação de 3.800 novos equipamentos de transmissão, o que elevaria em 66% a base da operadora no Estado.

Até 2014, a TIM informou que pretende investir R$ 250 milhões em infraestrutura. A operadora não informou se recorrerá da decisão judicial.

Fonte: Folha.com

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *