Ataques contra instituições financeiras caem mais de 50% no RN no 1º semestre; assaltos a ônibus registram redução de 47%

Fotos: Reprodução

As forças de segurança do Rio Grande do Norte, no combate à criminalidade do Estado, registraram, através da Polícia Civil, 52 operações dos mais diversos tipos nos seis primeiros meses do ano, que resultaram em 549 prisões. Além disso, foram apreendidas 56 armas de fogo e 4.988 inquéritos policiais foram remetidos para a Justiça. No balanço geral, os ataques contra instituições financeiras apresentaram a maior redução, 51,7%, saindo de 29 para 14, sendo que desse total apenas cinco foram consumados. Os assaltos a ônibus apresentaram queda 47,4% (de 232 para 122).

Algumas especializadas tiveram atuação destacada no período, como é o caso da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), que realizou 71 prisões, apreendeu mais de 50 kg de drogas e 30 mil pedras de crack, e a Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que elucidou 92 inquéritos policiais e remeteu outros 191 à Justiça.

Já o Departamento de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR-LD) produziu 20 relatórios de análise financeira e remeteu 140 inquéritos à Justiça.

Quanto a Polícia Militar, a corporação deteve 4.505 pessoas, sendo 1.944 em flagrante delito. Foram 393 foragidos capturados, sendo 306 por cumprimento de mandados de prisão e 87 recapturados do sistema penitenciário, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade. Foram apreendidas 724 armas de fogo e 473 Kg de drogas, sendo 214 Kg de maconha, 160 Kg de cocaína e 86 Kg de crack.

Além das apreensões, a PM ainda recuperou 1.583 veículos que continham registro de roubo ou furto, sendo 580 carros e 1.003 motocicletas, que foram restituídos aos seus devidos proprietários.

Corpo de Bombeiros

Nos seis primeiros meses do ano, o Corpo de Bombeiros atendeu 4.242 ocorrências (operacionais, administrativas e de apoio). Sendo 1.572 administravas (coleta de leite materno), 2.661 operacionais e nove de apoio.

Nas operacionais, 396 foram de incêndio em várias modalidades (residencial, ambiental e veicular), 430 captura e resgate de animais e 217 de auxílio ao público (atendimento pré-hospitalar), além de atendimentos relacionados com outras situações, como exames de abelhas e árvores oferecendo perigo.

O CBMRN ainda salvou a vida de 78 pessoas que estavam se afogando e realizou mais de 22 mil orientações nas praias do Estado, tudo isso na Grande Natal.

FOTO: Carro da PM bate em ônibus durante perseguição em Natal, fica destruído e bandidos conseguem fugir

 Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca na manhã desta quinta-feira(30) que um carro do 1º Batalhão da Polícia Militar que estava em perseguição a suspeitos bateu em um ônibus e ficou com a parte dianteira completamente destruída. O caso aconteceu na noite dessa quarta-feira (29) no cruzamento da Avenida Presidente José Bento (Avenida 3) e a Rua dos Canindés (Avenida 6), no bairro Alecrim, Zona Leste da capital potiguar. Ninguém ficou ferido. Com a batida, os bandidos na moto conseguiram fugir da perseguição e não foram mais localizados. Leia matéria na íntegra aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Esse é o o retorno q a bandidagem nos dá. Por isso q digo, #bandidobomébandidomorto, só faz uma vez e pronto.

  2. Caio Medeiros disse:

    Parabens a PM,sempre fazendo o possível para a população mesmo sem o devido reconhecimento,e graças a Deus que os policiais estão bem.

  3. Marcelo disse:

    Menos uma viatura nas, Ruas, mas, isso acontece, pode ocorrer com qualquer um policial, nesta hora , é que o custo benefício da locação, mostra um ponto forte, a reposição de outra viatura!

Usuários agridem e ameaçam motoristas de ônibus que cobram uso de máscaras na Grande Belo Horizonte – MG

Motorista de ônibus é agredido por passageiro que foi cobrado por estar sem máscara. — Foto: Arquivo pessoal

O uso de máscaras é fundamental para evitar a contaminação pelo novo coronavírus e frear o aumento no número de casos. Em Belo Horizonte, seu uso é obrigatório desde 22 de abril e passou a valer multa em caso de descumprimento desde esta terça-feira (14). Mesmo assim, motoristas de ônibus estão sofrendo violência ao exigir que os passageiros usem máscaras dentro dos veículos. Na capital mineira, dois casos terminaram em agressões físicas.

Em um dos casos de violência, o condutor levou soco de um passageiro que se negou a usar a proteção.

Um motorista de Ibirité, na Região Metropolitana de BH, também ficou com o rosto machucado depois de levar socos de um passageiro que se recusou a colocar a máscara. E uma pedra foi jogada no vidro de um ônibus na capital mineira por uma pessoa que se negou a usar a proteção no rosto. Os dois casos aconteceram em maio, quando o uso da máscara já era obrigatório. Mas as ameaças embarcam nas linhas diariamente.

De acordo com Paulo César da Silva, presidente do STTR-BH, as ameaças têm ocorrido com frequência.

“Ameaça do tipo: ‘Chegando lá no final você vai ver’, ‘Amanhã você tá aqui de novo’, ‘Olha, olha, motorista, sabe com quem você tá mexendo?’ Sem contar alguns palavrões também que são proferidos por quem não quer usar o equipamento”, detalhou o presidente do sindicato.

A maioria das pessoas que circulam pelas ruas usa o transporte coletivo. Dentro do ônibus, o espaço é limitado, a possibilidade de aglomeração é maior. Mas nem todos têm essa consciência. Os rodoviários reclamam que está difícil trabalhar.

O Sindicato dos Rodoviários de BH (STTR-BH) já registrou a morte de um motorista de ônibus na capital por coronavírus. Cinco profissionais da mesma empresa testaram positivo para a doença.

Sindicato pede ajuda

O presidente do sindicato dos rodoviários fez um apelo para que a população ajude, denunciando à Guarda Municipal ou à Polícia Militar os casos de agressão ou de descumprimento das regras sanitárias. E lembra que, a partir do momento em que está dentro do ônibus, o passageiro corre os mesmos riscos do motorista ou de qualquer outra pessoa sem proteção.

“Você não sabe quem é que tá contagiado. Estamos todo mundo correndo risco. No momento que nós estamos vivendo, é todo mundo lutar pra gente sair dessa pandemia o mais rápido possível ou controlar essa disseminação que tá assustadoramente não só no nosso município como o estado todo”, finalizou Paulo César.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Patriota disse:

    O negacionismo incentivado na cabecinha dos boçais dá nisso. Quem só xinga e não tem sustentação sólida nos argumentos deixa transparecer a besta fera que há em cada um .

Fluxo de passageiros por ônibus cresce em Natal 16,47% em relação início da pandemia, mas muito longe da normalidade

Passada a primeira semana de flexibilização da economia potiguar, o fluxo de passageiros nos ônibus, em Natal, chegou a 99 mil subindo 16,47% em relação à média de fluxo de usuários durante os primeiro 110 dias de pandemia que foi de 85 mil passageiros. O que pode levar a crer que este é fluxo de passageiros circulante com necessidade das atividades essenciais ou não, até aqui. Com ou sem flexibilização do comércio.

“Os números embora tenham subido estão nos mesmos patamares dos primeiros dias de pandemia quando as restrições da circulação de pessoas foram estabelecidas. E longe dos 301 mil passageiros por dia que eram transportados antes do dia 19 de março. Mantida esta tendência todas as empresas passarão por uma reengenharia. Reduzindo 50% de sua frota, 50% de ISS, 50% dos postos de trabalhos e 50% no consumo de insumos”, explica Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn – Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros por ônibus em Natal.

Para Nilson Queiroga o novo normal para o setor de transporte por ônibus em Natal é catastrófico. “Voltaremos 50% menores do que antes. Tudo terá que ser refeito ou todas as empresas irão a falência. Não há outra saída”, disse Nilson Queiroga, chamando a atenção de cinco comunicados oficiais à Secretária da Mobilidade Urbana de Natal, Elequicina Santos, foram realizadas pelo Seturn. “Não estão levando os alertas a sério. Nenhum dos ofícios, lastreados em bases técnicas, foram respondidos pela gestora incorrendo o risco de a omissão no cumprimento de um dever de ofício configurando a prática de improbidade administrativa por “retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, conduta típica estatuída no art. 11,11, da Lei 8.429/92”, ressaltou.

Frota de ônibus em Natal será reforçada com reabertura do comércio: 70% de segunda a sexta-feira

Foto: Josenilson Rodrigues/Busão de Natal

Com a publicação do Decreto nº 11.988/2020, que autoriza a reabertura gradual do comércio no município, a Prefeitura do Natal – por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) – determinou que a frota do sistema de transporte público seja reforçada.

Segundo o órgão, o sistema operará com 70% da frota de dias úteis de segunda a sexta-feira, ou seja, o equivalente ao sábado, a partir de segunda-feira (06/07). Com essa operação, a STTU determinou que sejam cumpridos os horários programados para o sábado, que já são conhecidos pela população e permitirá que essa se programe melhor.

Já aos sábados, de acordo com a pasta, será realizada a programação de domingos, o que equivale a 50% da frota de dias úteis, devendo ser cumprido o quadro de horários dos domingos, já conhecidos da população.

Apesar do reforço, a primeira viagem continuará partindo dos terminais às 05h00 e a última viagem às 20h00. Para mais informações os usuários podem ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

Sintro-RN continua descumprindo decisão judicial e ônibus circulam com frota abaixo do mínimo

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte(Sintro-RN) continua descumprindo decisão judicial. Em greve desde segunda-feira(22), rodoviários circulam com apenas 22% da frota nesta quinta-feira(25) na capital potiguar. O município pede ima frota acima de 40% para minimizar o prejuízo dos usuários em plenos tempos de pandemia.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. carlos disse:

    O RN está a deriva

  2. ASCORCAN disse:

    Junin arrochado!

  3. Consequências disse:

    Sei e reconheço que os trabalhadores estão lutando por seus direitos mas tem outras formas de solução. A população também tem seus direitos que precisam ser respeitados, o que não pode ficarmos reféns de um sindicato com um diretor que se acha o todo PODEROSO, um prefeito apático e uma justiça que não é respeitada e sem pulso.
    Infelizmente as consequências desse absurdo veremos em alguns dias com o aumento de casos do Covid-19 e a população como sempre sofrendo de todas as formas.

    • Sertanejo disse:

      Bom procurar saber o quê exatamente estão reinvincando. Criticar é fácil demais. Vamos nos colocar na posição do trabalhador, cobrador ou motorista, às vezes os dois em um só, para saber o que passam. Se não fizessem greve, ninguém ia nem notar, muito menos os patrões.

  4. Jorge disse:

    Não vi a decisão judicial, mas espero que os juízes tenham estipulado multas diárias severas e tenham coragem de executá-las.

Justiça do Trabalho proíbe Sintro-RN de impedir circulação de ônibus da empresa Conceição

Foto: Divulgação

A juíza do trabalho Lilian Matos Pessoa da Cunha Lima proferiu, na tarde desta terça-feira, 23, decisão liminar que determina que os representantes do Sindicato dos Rodoviários do Estado “se abstenham de impedir a circulação” dos ônibus da Empresa Nossa Senhora da Conceição, bem como proíbe os sindicalistas de se aproximarem a uma distância menor que 500 metros da garagem da empresa, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 20 mil. A decisão atendeu a um pedido impetrado pela empresa, que pretende evitar a paralisação total das atividades, como vem impondo a entidade sindical.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos araujo disse:

    Do minha cara a tapa se essa sentença dou cumprida

SINTRO paralisa única empresa que colocou ônibus para rodar

Mesmo com cobradores, a empresa Cidade do Natal foi impedida agora a tarde de circular pela direção do SINTRO e os ônibus foram recolhidos para a garagem.

Como isto, os sindicalistas abusam do direito de greve e tripudiam sobre às autoridades constituídas.

A Lei de Greve é completamente desrespeitada. Reféns dessa situação as empresas acreditam que não terão caixa para realizar o adiantamento salarial previsto para quinta-feira (25) e devem descontar os dias parados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Ciriaco disse:

    Adireita só oprimi nu Brasil desde o império

  2. Azevedo disse:

    Tá fácil de resolver, pega esses vagabundos que dirigem desse sindicato chibata e manda para o presídio de Alcaçus para mofar dentro de uma cela. Outra alternativa é só pagar o salário de Motoristas que tiver trabalhando

  3. Dennis Mitchell disse:

    Seria muito válido se, POR ACASO (não estou rogando praga) algum desses parasitas sindicalistas do transporte rodoviário precisasse de uma internação por COVID-19 e os médicos e demais profissionais da saúde cruzassem os braços e decidissem paralisar suas atividades devido ao estresse contínuo.

  4. Luciana Morais Gama disse:

    A esquerda pode tudo no Brasil.

GREVE – ÔNIBUS: Seturn pede “consciência da responsabilidade” ao Sintro-RN em “período de caos social e fragilidade econômica” e se coloca à disposição para mesa de negociação

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (SETURN) fez um apelo público ao Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (SINTRO), para a perfeita compreensão do atual momento em que vivemos e suspendessem, enquanto perdurar o estado de emergência sanitária causada pelo SARS-CoV-2 (COVID-19), a greve agendada para esta segunda-feira (22).

Contudo, o convite para o bom senso foi completamente ignorado pelos integrantes do SINTRO-RN. Resultado: frota zero nas ruas de Natal nesta segunda-feira. Uma barreira de sindicalistas e movimentos políticos nas portas das garagens impedindo a saída dos ônibus.

O SETURN repudia com veemência a narrativa de que há descumprimento de direitos por parte dos empregadores, pois sabe-se que é plenamente possível a circulação de ônibus sem cobradores, como já decidido inúmeras vezes pela justiça.

É preciso ter consciência da responsabilidade social do setor para continuarmos, juntos, a promover com segurança o transporte de milhares de pessoas diariamente, em meio a essa pandemia. Depende de nós o deslocamento de pessoas na cidade e o perfeito funcionamento de hospitais, clínicas médicas, postos de combustível, supermercados, farmácias, entre outras atividades consideradas essenciais neste momento emergencial.

Soa despropositado aproveitar-se desse período de caos social e fragilidade econômica para pressionar com uma greve a manutenção das atuais conquistas e ampliação de direitos, como reajuste salarial com ganho real de 8%, auxílio aposentadoria, redução de jornada de trabalho sem redução salarial, plano odontológico e benefício social sindical. Sobretudo quando o SINTRO utilizou dos caminhos legais e apresentou ao Tribunal Regional do Trabalho um dissídio coletivo de natureza econômica.

O SETURN está disposto a sentar em mesa de negociação, com a mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN) e a participação da Prefeitura do Natal, buscar entendimento para evitar o iminente colapso, preservar o emprego e repactuar as receitas e despesas da atividade.

Natal/RN, 22 de junho de 2020.

Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal – SETURN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Alves disse:

    Enquanto a população sofre com esse ato covarde do Sintro-RN, o governo silencia. É uma vergonha o que acontece no RN. Pedir socorro para quem? O presidente do sindicato dos rodoviários é filiado ao PT, partido da governadora, ou seja, para ele tudo pode, inclusive sacrificar a sociedade. Se fosse apoiador do presidente, era arriscado que já estivesse preso e enquadrado na lei de segurança nacional.

Em plena pandemia, greve dos ônibus começa nesta segunda-feira em Natal

 Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

O Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN) inicia nesta segunda-feira(22) uma greve dos motoristas de ônibus por tempo indeterminado. De acordo com a categoria, a motivação é a falta de pagamento do vale alimentação e plano de saúde dos profissionais que trabalham no transporte público em Natal.

O Sintro-RN tem exigido o cumprimento de garantias da data-base para a categoria e o fim das demissões de trabalhadores no setor. Os protestos da categoria começaram em maio.

As solicitações são os cumprimentos das garantias da data-base, além da restauração dos planos de saúde e vale-alimentação.

Em nota nessa sexta-feira(19), o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) repudiou a paralisação organizada pelo Sintro e pediu para que os motoristas circulem com o percentual estabelecido pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) para o período de pandemia de 43%. Segundo o Sintro, apenas 30% da frota – que já estava reduzida por causa da pandemia de Covid-19 – está circulando na capital potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Mané disse:

    Mais uma do Junior Rodoviado.

  2. Carlos disse:

    Triste Rio Grande sem sorte. Pode tudo pelo lado da esquerda. Sem nenhum problema. Enquanto isso, carreata do "Fora Fátima" foi impedida pela PM. A dupla Alarico e Araújo está firme e forte.

  3. Pedro disse:

    Perfeito amigos, a mais pura verdade, apesar de greve ser um direito, fechar os portões das empresas para os ônibus não circularem é crime, onde estão a governadora, secretários da área de segurança, policia e MPE? isto é atentatorio à saúde pública. Um descalabro e irresponsabilidade sem tamanho, todos deveriam ir para cadeia, principalmente os cabeças. Por sinal, todos muito fácil de identificar pelo áudio. Se fosse uma passeata chinfrim certamente a polícia estaria lá. Essa desmiolada, não faz nada pela saúde do povo e ainda deixa seus companheiros atrapalhar, irresponsável.

  4. Rodrigues disse:

    Fazer greve em um momento como esses, enquanto muitos perderam por completo sua fonte de renda e os poucos que ainda possuem dependem do trasnporte para se deslocar…
    Bom que fossem todos para a rua logo, aí aprendiam a valorizar o emprego em um momento tão difícil.

  5. Pablo disse:

    Todo ano de eleição municipal tem essas greves rodoviarias. PORQUE SERA?

    • paulo disse:

      POR CAUSA DO SENHOR "JUNO RODOVIARO" QUE FAZ ESSA BAGUNÇA E A JUSTIÇA NÃO TOMA PROVIDENCIAS CONTRA ELE.

Seturn repudia ato do Sintro que retardou o início das operações do serviço de transporte coletivo urbano em Natal no início da manhã desta sexta

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (SETURN) repudia o ato realizado na madrugada desta sexta-feira (19) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (SINTRO) que retardou o início das operações do serviço de transporte coletivo urbano na capital do Estado.

O ato se torna ainda mais agudo visto que, na noite de anterior, o SINTRO divulgou à sociedade que adiaria a greve anunciada para a data de hoje. Mas em contrapartida promoveu manifestações nas portas das garagens das empresas das 04:30h às 06:30h. Levando a justa expectativa de regularidade dos serviços pelos usuários para o campo da frustração.

Esse ato de militância do SINTRO gerou aglomerações nos pontos de embarque e desembarque no transporte público no início da manhã, configurando não apenas uma infração de ordem trabalhista, mas uma irregularidade sanitária.

Rogamos ao SINTRO a compreensão da quadra histórica em que vivemos para que retroceda na realização da greve ou, pelo menos, cumpra sua função social e na próxima segunda-feira (22) permita a circulação da quantidade de veículos indicada pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

O momento é de defender vidas e os empregos. O Sistema de Transportes de Natal encontra-se em colapso econômico, as empresas de ônibus deverão entrar em recuperação judicial. Após 3 meses da pandemia esgotaram suas reservas e realizam com atrasos o pagamento dos principais insumos, como salários e combustível, além estarem inadimplentes com todos os tributos e grande parte dos fornecedores.

Uma paralisação neste momento apenas acelerará a falência do setor, provocando a perda definitiva de todos os empregos e a convulsão do sistema de transporte público municipal. Caso o SINTRO não cumpra as diretrizes da Lei de Greve o setor provocará o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região para aplicar as medidas cabíveis, prevenir responsabilidades e reparar danos.

Natal/RN, 19 de junho de 2020.

SETURN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Apir Pertinente disse:

    É absurdo e covarde tipo de atos que impedem a população de ir trabalhar.

    • Manoel disse:

      E o tipo de atos que tiram o pão de cada dia de nossa messa tira o pão de cada dia de nossos filhos e corta nosso salário em mais de metade e o que seu hipócrita.

  2. jose lucio de azevedo disse:

    Existe alguma lei em que presidentes de sindicatos podem receberem pedido de impeachment? Se existe me comuniquem através deste Blog, que pedirei a justiça que sejam expulsos a maioria dos que dirigem alguns dos piores sindicatos, principalmente pelos petistas.

Rodoviários realizam nova paralisação em Natal

O sindicato dos Rodoviários confirmou mais uma paralisação dos ônibus na capital potiguar realizada na manhã desta segunda-feira(18).

O sindicato fdiz que as atividades de todas as empresas foram suspensas, e que os trabalhos só serão retomados sob a condição de uma reunião com o prefeito de Natal, Álvaro Dias.

A categoria reivindica o cumprimento da data-base – do reajuste salarial a garantia do vale-alimentação e passe livre. Ainda na pauta, sindicato também pede a suspensão das demissões em massa de cobradores.

As empresas, por outro, alertam para a queda brusca de arrecadação, limitação de circulação frota e ainda redução no fluxo de passageiros nos últimos meses em decorrência das medidas restritivas decretadas pelo Governo do Estado e o Município.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel verdadeiro disse:

    Sindicato do PT , porque não vão para a frente da governadoria quem tá paralisando aí e o sindicato e não os rodoviários os rodoviários estão sendo obrigado a para pelo sindicato, teve um motorista que tentou passa os membros do sindicato quase o agridem.

Motoristas de ônibus voltam a paralisar atividades na manhã desta segunda e cobram reunião com prefeito de Natal

Os motoristas de duas empresas de ônibus urbanos que circulam em Natal voltaram a paralisar os serviços, na manhã desta segunda-feira (11). Trabalhadores esperam reunião com prefeito de Natal e empresários do setor de transporte. A mobilização ocorre em três pontos da cidade: na Avenida Bernardo Vieira e nos bairros Ribeira e Alecrim.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do RN (Sintro), A categoria reivindica a manutenção do plano de saúde e do pagamento do vale-alimentação, além de uma correção salarial com o cumprimento de uma data-base. Os trabalhadores que estão a frente da manifestação prestam serviço nas empresas Reunidas e Santa Maria.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Sintro-RN ameaça paralisação de todos os ônibus em Natal na sexta

Após a garanta da abertura do diálogo com a Prefeitura do Natal com empresários, o Sindicato dos Rodoviários(Sintro-RN) aguarda reunião prevista para quinta-feira(07) para definir rumos de paralisação em questão. Categoria protestou nessa segunda-feira(04) na capital reivindicando o cumprimento da data-base – do reajuste salarial a garantia do vale-alimentação e passe livre. Ainda na pauta, sindicato também pede a suspensão das demissões em massa de cobradores.

Caso não ocorra uma solução dos empresários e Município, o sindicato ameaça paralisação de toda a circulação dos ônibus na sexta-feira(08).  Em posicionamento no dia 17 de março, o Seturn afirmou que “é preciso que o Município conceda imediatamente a isenção do Imposto Sobre Serviços(ISS), assim como o Estado isente o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) incidente sobre o combustível, evitando a falência do setor de transportes”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rafael disse:

    Esperam os caos para fazerem desordem . Exigir que não demitam e uma coisa,mas pedir reajuste ,santa paciência,né, júnior dos rodoviário? Ajude para ser ajudado.

  2. Manoel disse:

    Isso eh terrorismo! Se eh atividade essencial, a justiça deveria proibir eles de pararem! Ontem deixaram os usuários na chuva!

  3. João Souza disse:

    Todo ano tem data marcada para a paralização de ônibus em Natal e esse nem com a pandemia eles cancelaram, Vai vendo…

Ônibus de transporte clandestino do RN é apreendido com 40 passageiros no Maranhão

Foto: Divulgação/ANTT

Um ônibus que fazia transporte clandestino foi apreendido no município de Araioses, a 409 km de São Luís. De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que teve apoio da Polícia Militar, o veículo interceptado transportava 40 passageiros, entre eles, idosos e crianças, alguns usando máscaras.

De acordo com a ANTT, o ônibus transportava 40 passageiros vindos de Upanema, no Rio Grande do Norte, com destino a São Luís. Foram flagradas diversas irregularidades como pneus carecas, para-brisa trincado, extintores vencidos, entre outras.

Por conta das medidas preventivas contra a pandemia do novo coronavírus, a ANTT tem monitorado os fluxos de chegadas e saídas de possíveis veículos clandestinos nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará.

Desde março, a agência mobilizou equipes especializadas no combate ao transporte clandestino de passageiros. Já foram abordados centenas de veículos e apreendidos cerca de 40 deles realizando transporte não autorizado, transportando cerca de 1.500 passageiros.

Pandemia no Maranhão

O Maranhão chegou neste domingo (19) a 1320 pacientes com o novo coronavírus em 40 municípios. O número de mortes também cresceu de 48 para 54 nas últimas 24h, sendo três registros em São Luís e um registro em Anajatuba, Imperatriz e Cururupu. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no início da noite deste domingo (19).

Com G1 – MA

Policial Militar em folga frustra assalto a ônibus em Parnamirim

Foto: Divulgação/Assecom PM

Nesta terça-feira (14), um policial militar do 3° Batalhão, de folga, estava dentro de um transporte coletivo quando um bandido anunciou o assalto no momento em que o micro-ônibus passava por Parnamirim na BR 101.

O PM agiu prontamente, impediu o assalto e deteve o infrator apreendendo um revólver que estava em posse do assaltante. Uma viatura da Força Tática veio em apoio e conduziu o meliante até a Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Alves disse:

    Defensores de bandidos??? Devem ser ligados aos direitos dos manos, e defensor do maior ladrão da história deste país. Tá explicado.

  2. Francisco Alves disse:

    Se teve a chance de detê-lo, então, significa que poderia muito bem eliminá-lo.
    Se ele tivesse tido uma minúscula oportunidade o policial estaria morto! Ademais, em poucos dias esse marginal estará novamente nas ruas praticando assalto e, o que é pior: bem mais atendo para não ser surpreendido outra vez.

    • Robério Mauricio da Silva disse:

      Se voçê acha que o policial deveria mata-lo, lhe informo que todos têm esse direito, inclusive voçê, mas responderam pelo ato. O policial é ser humano, como voçê, tem familia e é responsabilizado pelos atos praticados na função. Se queres que os bandidos morram te paço o endereço de muitos para que voçê os mate, mas não queira usar a policia como instrumento de eliminação de pessoas.

    • Everton disse:

      Que resposta massa, Robério. O pessoal acha que um PM ganhando quase 3mil vai ficar matando o povo para um bando de plutocrata/burocrata preguiçoso ganhando 5x mais?