Saúde

Anticorpos podem ficar mais fortes 6 meses após infecção por Covid-19, conclui estudo

Foto: Nexu Science Communication/Reuters (19.jan.2021)

Após seis meses da infecção pela Covid-19, os anticorpos contra a doença podem ficar mais fortes. É o que concluí um estudo que analisou a evolução da imunidade dos anticorpos do coronavírus e foi publicado nessa segunda-feira (18).

Conduzido por cientistas da Universidade Rockefeller, de Nova York (EUA), a pesquisa foi divulgada na Revista Nature, referência em ciência e saúde.

Para o estudo, foram analisados 87 indivíduos, de 18 a 76 anos, que já tiveram a Covid-19. O período de estudo durou seis meses, acompanhando os voluntários.

De acordo com o estudo, a razão para essa resposta imune mais forte está nas células B, responsáveis por reconhecer o vírus e criar anticorpos. Análises mostraram que, embora níveis de anticorpos diminuam com o tempo, as células B estariam mais potentes e resistentes às mutações do vírus, o que indica uma evolução contínua da resposta imune.

A respeito dos casos de reinfecção (mesma variante), de acordo com o estudo, “as respostas de memória são responsáveis pela proteção contra reinfecção e são essenciais para uma vacinação eficaz. A observação de que as respostas das células B de memória não decaem após cerca de 6 meses, mas em vez disso continuam a evoluir, é fortemente sugestivo de que os indivíduos que são infectados pelo SARS-COV-2 podem apresentar uma resposta rápida e eficaz ao vírus após a reexposição”.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Caixa anuncia 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais

Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal anunciou que os novos contratos de financiamento imobiliário fechados a partir da próxima segunda-feira (13) terão carência de seis meses para o pagamento. Durante esse tempo, as pessoas físicas não precisarão pagar as parcelas.

Em anúncio feito por meio de uma rede social, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que, para contratos imobiliários antigos de pessoas físicas, permanece o prazo de suspensão de até 3 meses para o pagamento das prestações. De acordo com ele, porém, esse prazo pode ser esticado caso a crise se agrave.

“Há um compromisso nosso que, se houver uma crise mais forte, nós avaliaremos estender para quatro meses [o prazo de suspensão de pagamento]”, declarou.

Para ter direito, os clientes devem procurar o banco e solicitar a suspensão. A recomendação é para a utilização dos canais digitais, como banco pela internet, aplicativos para celulares, como o “Habitação CAIXA”, além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505. Para renegociação dos contratos, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800 726 8068 .

A Caixa também anunciou nesta quinta-feira a possibilidade de os clientes utilizarem a conta vinculada ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para pagamento de parte da prestação.

Outras medidas para pessoas físicas anunciadas pela Caixa:

Clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso poderão optar pelo pagamento parcial da prestação do financiamento, por 90 dias;

Aos clientes que constroem com financiamento da Caixa (construção individual), será permitida a liberação antecipada de até duas parcelas, sem a vistoria;

Renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitindo pausa ou pagamento parcial das prestações;

Pausa de 90 dias no financiamento habitacional, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra.

Medidas para empresas

A instituição financeira também anunciou ações para empresas, com validade também a partir da próxima segunda-feira (13).

Antecipação de até 20% dos recursos do Financiamento à Produção de empreendimentos para obras a iniciar;

Antecipação da liberação dos recursos correspondentes a até três meses, limitado a 10% do custo financiado, para obras em andamento e sem atrasos no cronograma;

Liberação de recursos de financiamento à produção não utilizados pela empresa nos meses anteriores, limitado a 10% do custo financiado;

Pausa no financiamento à produção de 90 dias, para clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra;

Permitir o pagamento parcial da prestação do financiamento, por até 90 dias, para os clientes adimplentes ou com até duas parcelas em atraso;

Inclusão ou prorrogação de carência por até 180 dias, para os projetos com obras concluídas e em fase de amortização;

Possibilidade de prorrogação do início das obras por até 180 dias;

Admitir a reformulação do cronograma de obra, nos casos de contingências na execução por questões decorrentes da pandemia.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Minha dúvida pelo jeito e a mesma de muitas mães por aqui .. Tenho 1 filha de 2 anos mora só eu e ela .. Porém quando fui fazer o cadastro não coloquei o cpf dela pq ela ainda não tem .. Será que vou conseguir recebe ? Será que quando for checa os dados pelo cpf tem como eles saberem se temos filhos ?

  2. Bg o Banco do Brasil não disponibilizou o congelamento das parcelas habitacional não porque quero saber ó motivo até porque a caixa é bem fácil fazer a pausa das parcelas veja isso por favor como faco.

  3. Bolsonaro, o MITO, cada vez mais lúcido, fortes junto às massas e, claro, odiado pela Esquerdalha e seus novos queridinhos Dória, Rodrigo Botafogo, Alcolumbre etc.

  4. E ainda dizem que Bolsonaro não está trabalhando. O homem não para de trabalhar. Vamos passar disso tudo.

  5. E Bolsonaro tá fazendo nada é um genocida. Quem está torcendo pelo vírus vai quebrar a cara. Deus vai ajudar os enfermos e os empregos ??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Congresso começa a votar Previdência em 6 meses, diz Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), durante entrevista nesta quarta-feira (5), em Brasília — Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quarta-feira (5) que a reforma da Previdência começará a ser votada no Congresso o “mais rápido possível”, ainda nos seis primeiros meses do seu governo.

Bolsonaro conversou com jornalistas após encontro e solenidade no Exército onde recebeu uma medalha. O presidente foi condecorado pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, por ter salvo, em 1978, um soldado de um afogamento.

“O mais rápido possível, né? No primeiro mês é impossível. Nos primeiros seis meses com toda certeza o Congresso começará a votar estas propostas”, disse Bolsonaro sobre a votação da reforma da Previdência.

O presidente eleito voltou a falar que o ponto inicial da reforma será a idade mínima para aposentadoria. “O que mais interessa é idade mínima. Pode mudar ate lá. Não significa que houve recuo, mas sim negociação”, disse.

Ele reforçou a importância da reforma. “Se nós continuarmos sem fazer reforma, daqui a pouco estaremos como a Grécia”, afirmou.

Nesta terça-feira (4), Bolsonaro afirmou que pretende apresentar ao Congresso uma proposta fatiada de reforma da Previdência Social. Segundo ele, o primeiro tema que deve ser apresentado ao parlamento é a proposta de definição de uma idade mínima para aposentadoria.

A reforma da Previdência é considerada fundamental para equilibrar as contas públicas do país. O governo do presidente Michel Temer chegou a enviar ao Legislativo uma proposta de alteração das regras previdenciárias, porém, desistiu da reforma em fevereiro após perder apoio no Congresso em razão de denúncias de corrupção.

Com informações do G1

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias ao menor nível em 6 meses

A Petrobras reduzirá o preço médio da gasolina nas refinarias em 6,35% a partir desta terça-feira (6). É o maior corte já feito pela estatal desde o anúncio de uma política de reajustes até diários do combustível, em vigor desde julho do ano passado.

Foto: Paulo Whitaker – 23.abr.15/Reuters

Com a alteração, o valor médio do combustível cairá para R$ 1,7293 por litro, o menor valor desde o R$ 1,7199 visto em 20 de abril, conforme informações do site da petroleira compiladas pela Reuters.

O movimento ocorre após a empresa já ter realizado um amplo corte em 31 de outubro, de 6,2%, o maior que havia acontecido até então.

O corte se dá em meio a uma valorização do real ante o dólar e também a um enfraquecimento das referências internacionais do petróleo, parâmetros utilizados pela companhia para a formação de preços dos combustíveis.

O preço médio do diesel, por sua vez, segue congelado devido ao programa de subsídios lançado pelo governo em junho, em resposta à histórica paralisação de caminhoneiros contra o alto preço do combustível.

Devido ao programa, a petroleira deve praticar o preço do diesel dentro de limite máximo estabelecido pelo governo, contando com ressarcimento de até R$ 0,30 por litro. O limite máximo é ajustado a cada mês.

Mais cedo, também nesta segunda (5), a Petrobras anunciou, nesta segunda (5), um reajuste no preço do gás de cozinha comercializado em botijões de 13 quilos, usados em residências.

O novo preço de R$ 25,07 representa um aumento de 8,5% em relação ao valor vigente desde julho.
Trata-se de uma média nacional, sem tributos, nas refinarias da companhia —ou seja, o aumento poderá ou não ser repassado ao consumidor pelas distribuidoras.

Do Blog:

Donos de postos reclamam que embora a Petrobras tenha anunciado a queda nos valores, as distribuidoras ALESAT, Ipiranga e BR Distribuidora não repassaram a redução.

Com informações da Folha de SP e Reuters

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Menina de seis meses morre após abuso sexual praticado pelo pai, em Goiás

Uma menina de seis meses morreu na manhã do último domingo, 22, após ter sido violentada pelo pai, em Santo Antônio do Descoberto, na região leste de Goiás.

A criança chegou ao hospital da cidade por volta das 7 horas da manhã já morta, com ferimentos e indícios de abuso sexual. A Polícia Militar foi acionada por enfermeiros que suspeitaram da causa do óbito.

Ao interrogar os pais da criança, Hélio, de 29 anos, e Maria, de 25 anos, iniciaram uma discussão. Segundo informações da polícia, o pai afirmava que a menina de seis meses teria caído do carrinho.

A causa da morte da criança foi constatada pela perícia como abuso sexual. O casal foi preso e vai responder pelos crimes de abuso sexual e homicídio doloso.

Fonte: Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marketing

BlogdoBG. Seis meses de vida, sucesso e muita acidez

Há seis meses, entrava no ar o Blog do BG, um projeto que começou com uma brincadeira desse blogueiro com o amigo Pedro Ratts e se transformou no sucesso que é.

Foi no dia 1º de abril às 0:01 que esse endereço entrou no ar pela primeira vez. Nesses seis meses, o BG deixou de ser um hobby para ser um grande prazer, um grande compromisso e uma enorme responsabilidade. Todas as expectativas foram superadas, nunca imaginei que em 183 dias teria mais de 450 mil acessos; mais de 180 mil pessoas passariam por esse sítio virtual.

Seis meses de grande aprendizado, de grande experiência e o mais importante, de grande independência, em todos esses dias o blog não cedeu uma única pressão, e olhem que não foram poucas, continuaremos nessa linha enquanto vocês tiverem prestigiando e os anunciantes acreditando que esse é o caminho,

Já são mais de 4.600 seguidores no Twitter, estamos entre os 3800 mais influentes da rede social no Brasil

Aos nossos leitores e aos 8 anunciantes do BG, nosso muito, muito obrigado.

Segue nosso extrato do Google Analytcs:

Opinião dos leitores

  1. ótimo, esse Blog completando 6 meses de muito sucesso e acides, desejo que vocês continuem dando á sociedade um conteúdo de muita qualidade e ética, esse blog está sendo muito importante para a nossa cidade trazendo ótimas notícias e denúncias. Como sugestão, a página inicial do Blog poderia mudar de aparência, mostrando as últimas postagens e mostrando postagens também por assunto, como se fosse um mini-jornal….

    Sucesso e que a graça de Deus esteja com toda a equipe do Blog

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *