Polícia

Mulher é encontrada morta no interior do RN com sinais de espancamento; marido PM é suspeito

O portal G1-RN noticia que uma mulher foi encontrada morta com sinais de espancamento na madrugada desta segunda-feira (23), em Pau dos Ferros, região do Alto Oeste. O principal suspeito do crime é o companheiro dela, um policial militar reformado. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, por voltas das 4h30 vizinhos entraram em contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) informando sobre o caso. Eles contaram que o ouviram o suspeito falar que havia cometido “uma besteira”.

Segundo conta o G1-RN, quando os policiais chegaram ao local encontraram a vítima, de 22 anos, sem roupa, deitada em uma rede e já sem vida. Ainda de acordo com a PM, o corpo da mulher tinha vários hematomas. Os dois moravam juntos na residência, localizada no bairro Paraíso. No momento do crime não havia mais ninguém na casa. A Polícia informou que o suspeito fugiu após cometer o crime e ainda não foi localizado. Ele estava afastado da PM por problemas psicológicos. O caso será investigado pela Polícia Civil de Pau dos Ferros.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Sob forte comoção, corpo de menina de 4 anos morta a tiros em atentado é enterrado em Natal

O corpo de Laura Cortez de Almeida, de 4 anos, foi sepultado na tarde desta segunda-feira (9) em Natal. Laura foi baleada na tarde de domingo (8) em um atentado contra o carro do pai dela que é um policial militar. No começo da tarde, um carro do Corpo de Bombeiros Militar saiu com o caixão do Centro de Velório no Potengi, na Zona Norte de Natal, até o local do enterro. Amigos e familiares acompanharam o sepultamento sob forte comoção. O sepultamento aconteceu por volta das 14h30.

A pequena Laura, de 4 anos idade, saía de casa acompanhado do pai, um policial militar, e a irmã de 10 anos. Os três foram surpreendidos por criminosos que chegaram em um carro vermelho e atiraram contra a família. O crime aconteceu no Conjunto Gramoré, em frente à casa do policial.

Laura foi a única atingida pelos tiros. Ela chegou a ser encaminhada ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos.

Com G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Mais uma tragédia em cima de polícias.
    E a desgovernadora segue no seu silêncio sepulcral.
    Canalhas!!

  2. Algum político foi a público falar sobre esse assassinato?
    Alguma autoridade pública emitiu carta de pesar quanto a esse brutal assassinato?
    Alguém em cargo ou função pública se solidarizou com a família da vítima?
    Mas se fosse um de menor infrator que sofresse emboscada e fosse assassinato, como seria a reação de muitos agentes público?
    Mais um assassinato covarde que prova que a lei do desarmamento só tem validade para o cidadão trabalhador e honesto. A bandidagem armada até os dentes e mais, se for preso, é solto imediatamente, mesmo portando arma de fogo só liberada para as forças armadas.
    A mídia tinha esquecido esse tipo de notícia, tudo era covid. Mas o que já voltou a normalidade é a criminalidade solta e sem controle em Natal. Não tem vacina ou falta de vacina que possa controlar a ação dos bandidos, todos muito bem armados.
    Está tudo posto e exposto, só não vê quem precisa e se fortalece da omissão e descaso público com tamanha e desenfreada insegurança.

  3. Alguma nota do governo estadual sobre a violência que impera no RN? Claro que não, pois a vítima é filha de um PM. A tendência é a escalada da violência aumentar. O governo da paraibana não sossegará enquanto não acabar com o nosso Estado.

  4. Meu Deus do Céu! Era um anjinho aqui na terra. Por quê? Até quando? Bandido não é vítima. Direitos Humanos para humanos, essas entidades do inferno que fizeram isso não podem se enquadrar nessa categoria, tem que se neutralizar urgentemente. É de se partir o coração, de verdade.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Médica é encontrada morta em hotel em Ponta Negra

Uma médica de identidade a ser confirmada foi encontrada morta dentro de um quarto de hotel em Ponta Negra na tarde desta segunda-feira (2). De acordo com informações preliminares, ela alugou um quarto no hotel ontem à noite.

Informações iniciais dão conta que a médica era trans. Equipes da Polícia Civil e do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (itep/RN) registraram a ocorrência e tomaram as devidas providências.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após possível ataque hacker, presidente do PT consta como morta e com nome “Bolsonaro” em sistema do SUS e precisa provar que está viva para tomar 2ª dose da vacina contra covid-19

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann (PR), teve o seu cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS) hackeado. Os registros informam que Gleisi já teria falecido e, por conta disso, ela enfrenta dificuldades para tomar a 2ª dose da vacina contra a covid-19.

Segundo divulgado pela Folha de São Paulo, nesta 3ª feira (13.jul.2021), a deputada tomou a 1ª dose do imunizante normalmente em um posto de vacinação em Brasília. Assim que deixou o local, profissionais de saúde entraram em contato para informá-la que tinha sido dado baixa no cadastro dela e que ela constava como morta. Agora, Gleisi precisa provar que está viva para reativar o cadastro.

Ainda de acordo com a reportagem, ao lado do nome completo da petista aparece o nome “Bolsonaro”, como um suposto apelido.

Gleisi, então, pediu ajuda ao deputado Alexandre Padilha (PT-SP), que foi ministro da Saúde durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT-RS). Ele lembrou à colega que o site da pasta já sofreu uma série de ataques hackers e que a alteração no cadastro dela pode ter alguma relação com isso.

ATAQUES

Em fevereiro deste ano, a rede do Ministério da Saúde foi invadida por hackers, mas não houve vazamento de informações. O hacker só deixou um recado sobre as falhas de segurança do sistema: “este site é um lixo!“, escreveu.

Outro ataque ocorreu em novembro de 2020, quando a pasta identificou a existência de vírus em algumas estações de trabalho e teve que bloquear o acesso dos funcionários ao sistema para evitar sua a propagação.

Em um vazamento de senhas anterior, em novembro de 2020, os dados pessoais de 16 milhões de brasileiros que se submeteram a testes para covid-19 chegaram a ser expostos. Entre as pessoas que tiveram os seus dados expostos estão o presidente Jair Bolsonaro, ministros e governadores.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Ser ou estar. Ela pode não estar mas é muito viva. O sobrenome Bolsonaro é um desejo antigo. Roubou até o nome do Presidente

  2. Tudo leva a crê que é molecagem dessa mundiça do PT.
    Ninguém acredita mais nesse povo, estão malhados demais, sem credibilidade igual aos institutos de pesquisas.
    É o povo na rua do lado de Bolsonaro e eles tentando enganar com o data fôia.
    Vai pra rua também nove dedos.
    Vai!!
    Agora vá!!!!!!!!
    Só confia no trambique nas urnas.
    Até hoje nos Estados Unidos, o povo não enguliu a derrota do Tramp.
    Lá imprensa e institutos de pesquisa, fizeram a mesma coisa que estão tentando fazer aqui.
    Igualzinho.
    Só que não vai colar.
    Ou faz eleições limpa, ou as forças armadas toma conta do país.
    Os destinos do Brasil quem vai dá é o povo, jamais o tribunal de justiça eleitoral.
    Bolsonaro Ta coberto de razão.
    Todo cuidado e pouco com esses caras nomiados pela esquerda.
    A eleição fosse hoje, era no primeiro turno e com uma maioria jamais vista nas eleições presidenciais do Brasil.
    O capote era grande.
    O véi Bolsonaro da de 4×1 (quatro por um) no bêbado ladrão lula da silva hoje.
    Sem medo de errar.
    O pingunço só ganha na fraude.
    Essa a verdade.
    Esse lula é um cadáver ambulante.
    Ex presidiário.
    Sem credibilidade nenhuma.
    Xô satanas.

    1. Sim. Só aceitaremos o voto impresso e auditável. #QueremosBolsonaroAte2026

    2. Sim. Só aceitaremos o voto impresso e auditável.
      #FechadosComBolsonaro

  3. Tudo que essa turma da esquerda faz, sempre tem um culpado que nunca são eles.
    Até hoje os escândalos do mensalão, petrolão e da lava jato não foram eles, a esquerda, aliás eles nem estavam no poder, não sabiam de nada, era apenas coitadinhos na situação.
    A esquerda não vai se pronunciar sobre Cuba? O povo clamando por liberdade e os assassinatos que começam a acontecer contra o povo? Cuba não é um paraíso democrático adorado e citado pela esquerda? Mas na realidade nenhum esquerdista tem coragem de ir morar lá, qual a razão?

    1. Isso está me cheirando a molecagens de moleques que nem você.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Mulher é morta a facadas dentro de condomínio onde morava na Grande Natal

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(29) que uma mulher foi morta a facadas, na noite dessa segunda-feira (28), na área comum de um condomínio no município de Parnamirim, na região metropolitana de Natal. Segundo a Polícia Civil, o ex-marido da vítima é o principal suspeito. Vizinhos contaram que por volta das 19h30 ouviram voz de uma mulher gritando por socorro. Quando eles chegaram ao local, encontraram a vítima caída entre dois blocos de apartamentos, próximo à quadra do condomínio. Ela morreu no local, antes da chegada do socorro médico.

Reportagem do G1-RN detalha a ocorrência. (Clique AQUI).

Opinião dos leitores

  1. SE a mulher tivesse uma Arma pra defesa da vida dela e dos filhos???!
    Respondam aí, hipócritas…

  2. Vamos proibir as facas, vamos fazer um plebiscito para proibir e se perder msm assim vamos proibir porque faça mata ! Não são as pessoas q as seguram, são elas msm q matam!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Mulher de 32 anos é morta a facadas na frente das 4 filhas em MG; companheiro é preso

Foto ilustrativa: Getty Images

Mais um feminicídio na madrugada de ontem, em Três Corações, na região sul de Minas, leva a pelo menos sete o número de assassinatos de mulheres por maridos, namorados ou ex-companheiros em apenas cinco dias do atual período de festas de fim de ano no Brasil. Dos sete crimes, dois foram cometidos a faca e na frente dos filhos.

Os assassinatos aconteceram, além de Minas Gerais, em Santa Catarina, onde foram registrados dois dos feminicídios, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

A mulher morta na madrugada de ontem em Minas foi identificada como Camila Miranda Bandeira, de 32 anos. O suspeito do assassinato, cometido a facadas, é seu companheiro, que foi preso à tarde. Em maio, a vítima já havia denunciado o companheiro, mas, segundo a Polícia Civil, ela não quis atendimento médico, não representou contra o companheiro e não pediu medida protetiva.

À época, segundo a polícia, o homem havia quebrado o celular da vítima. A corporação afirmou que no caso de dano patrimonial é necessária representação contra o autor. No que se refere a medidas protetivas, conforme a Polícia Civil, a vítima precisa pedir na delegacia que elas sejam estabelecidas.

O crime aconteceu na casa da família, na frente das quatro filhas do casal, todas menores. Segundo a Polícia Civil, o motivo seria ciúmes. A delegada responsável pelas investigações, Hipólita Brum de Carvalho, da Delegacia de Mulheres de Três Corações, afirma que a discussão começou por causa de um celular.

“O autor, desconfiando que a vítima o estava traindo, tomou seu celular. Alterado, o homem a agrediu e a matou na frente das quatro filhas do casal”, afirmou a delegada. O homem foi localizado pela Polícia Militar em uma rodovia.

Magistrada

Na véspera de Natal, a juíza Viviane Vieira do Amaral, de 45 anos, foi assassinada na Barra da Tijuca, no Rio, pelo ex-marido, Paulo José Arronenzi, de 53 anos, com 16 facadas.

O crime foi cometido na frente das três filhas, que têm entre 7 e 9 anos. O assassino foi preso em flagrante.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

UOL

 

Opinião dos leitores

  1. Prisão perpétua e trabalhos forçados para esses monstros.
    Mulheres, fujam desse tipo de "homem", violento e ciumento.

  2. Discordo de vc ZeGado, as leis não são frouxas, elas precisam ser aplicadas severamente, infelizmente, existe um facilidade muito grande em não se punir quem comete crimes, o meliante comete todos os tipo de delito, quando não é solto na audiência de Custódia, passa vinte anos respondendo (dando dribles na lei), ganha uma liminar do STF, um enfeite na perna, vai roubar e matar novamente, viajar, e nós ficamos trancados em casa.

  3. Esses vermes, só fazem isso porque as leis são frouxas.
    Tem que endurecer essas leis, pena de morte para quem mata mulher, criança, idosos e animais.
    Se não endurecer, vai virar moda, INFELIZMENTE.

  4. Monstro!!!
    Até quando a sociedade permanecerá calada e passiva frente a barbaridades assim?!
    Já passou da hora de se discutir a pena de morte nesse país.
    Antes que um desocupado venha encher o saco: sim, eu sei que precisaríamos de uma nova Constituição.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

“Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu”, diz Pelé, após morte de Maradona

Maradona e Pelé, primeiro encontro — Foto: Reprodução Instagram Maradona

Maior ídolo da história do futebol brasileiro, Pelé se manifestou nas redes sociais sobre a morte de Maradona. O craque argentino morreu nesta quarta-feira, aos 60 anos, depois de sofrer um mal súbito.

– Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares. Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu.

Maradona e Pelé, primeiro encontro — Foto: Reprodução Instagram Maradona

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pelé (@pele)

Opinião dos leitores

  1. A bola já está no céu. Vitinho mandou ela pra lá na semana passada no pênalti q ele bateu contra o São Paulo

  2. Com oq vc fez à sua filha,negando-a até a sua morte. Mais fácil é vc ir pro 5° dos infernos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Família morta em desabamento de falésia em Pipa é enterrada em Tibau do Sul

Fotos: Arquivo pessoal/Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Os corpos da família que morreu soterrada nessa terça-feira(17) após parte de uma falésia desabar começaram a ser velados nesta quarta (18) em uma pousada em Pipa. Na sequência, por volta de 10h, ocorreu o sepultamento, no cemitério público de Tibau do Sul.

Stella Souza, de 33 anos, Hugo Pereira, de 32, e o filho deles, Sol, de 7 meses, aproveitavam um dia de folga nesta terça (17) na praia de Pipa quando parte de uma falésia desabou sobre eles. Os três morreram na hora. O cachorro da família, que estava com eles, também morreu.

Hugo Pereira era paulista e morava em Pipa há pouco mais de dois anos. O pai dele chegou a Pipa na noite de terça, mas não quis falar com a imprensa. Pedro Holanda, gerente do hotel onde Hugo trabalhava, lamentou a morte do amigo e disse que ele era “uma alma especial”.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

  1. Vieram ao mundo para ser mensagem de desprendimento das coisas materiais.Familia luz.
    Que tenham o mesmo amor e paz como viveram aqui na terra.
    Assim na terra como no céu.

  2. Só posso imaginar que foi uma convocação divina para esse casal e esse anjinho de 7 meses (Sol).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mãe tentou proteger o filho bebê em desabamento de falésia em Pipa e morreu abraçada a ele, diz testemunha

Stella Souza, de 33 anos, Hugo Pereira, de 32, e o filho deles, Sol de Souza, de 7 meses, morreram no local — Foto: Arquivo pessoal

Reportagem do G1-RN conta nesta terça-feira(17) que Stella Souza, uma das vítimas do desabamento de falésia na praia de Pipa, tentou proteger o filho no momento do acidente. Ela foi encontrada abraçada ao bebê de 7 meses, segundo testemunhas. O marido de Stella, Hugo Pereira, de 32 anos, também morreu soterrado.

O empresário náutico Igor Caetano testemunhou o acidente e tentou socorrer as vítimas. Ele contou que a mãe abraçou o filho na tentativa de protegê-lo no momento do desabamento.

Todos os detalhes AQUI em reportagem na íntegra.

Opinião dos leitores

  1. Quando vi essa notícia, me lembrei de quantas vezes fiquei com meus filhos nessa área de falésias.
    Nos veraneios dos anos 80 e 90 era o passeios que mais gostávamos de fazer.

  2. Abram alas para os corvos q são os órgãos de fiscalização q só aparecem depois da tragédia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem persegue bandidos após assalto em residência e morre em acidente na BR-101, em Natal

O Via Certa Natal destaca no início da tarde desta quinta-feira(09) que uma vítima em perseguição a bandidos que assaltaram sua residência morreu em acidente na BR-101, próximo ao bairro Mirassol, na Zona Sul de Natal.

De acordo com a reportagem, o morador viu sua casa sendo roubada e os bandidos empreendendo fuga. Na ocasião, o homem iniciou perseguição do marginais em um veículo, colidiu com uma árvore e com o carro dos criminosos, que capotou.

Segundo o Via Certa Natl, os 4 bandidos fugiram após capotar o carro, entraram na rua das Violetas e roubaram uma Fiorino de cor vermelha. Empreenderam fuga com destino ignorado.

A vítima fatal é tinha 29 anos. Em decorrência do acidente, o trânsito no local ficou lento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Carro fúnebre que carregava mulher morta é roubado em frente a Igreja

Foto: Google Maps

Um carro fúnebre foi roubado na parte de fora de uma Igreja , nesta quinta-feira (27), na cidade californiana de Pasadena, nos Estados Unidos . O autor do crime levou também o cadáver de uma mulher que estava dentro do veículo, e ainda não se sabe se ele estava ciente da presença do corpo.

O carro, um Lincoln Navigator preto, foi roubado quando estava estacionado nas proximidades da Igreja Ortodoxa Grega de Santo Antônio. Segundo o porta-voz da polícia, o rabecão se encontrava sozinho no momento do crime porque o motorista se afastou para descarregar outro caixão.

A delegacia do Condado de Los Angeles usou o Twitter para fazer um apelo ao criminoso.”De todas as decisões ruins que você tomou, tome ao menos uma boa e traga de volta a pessoa falecida e o caixão que estavam dentro do Navigator”, diz a publicação na página oficial do departamento.

Último Segundo – IG

Opinião dos leitores

  1. Se o Brasil foi roubado em bilhões de reais na negociação de uma refinaria exatamente aí, imagina o resto. Isso é uma cidade azarada do cabrunco

    1. Meu filho santíssimo ,
      Leia, compreenda o texto, o seu sentindo. Internalize a compreensão e serás feliz!
      Ps.: ISSO NÃO ACONTECEU NO BRASIL, INFELIZ!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Mulher tenta fugir de arrastão no interior do RN e é morta a tiros

Foto: Ilustrativa

O distrito de Queimadas,  na cidade de João Câmara, no interior do Rio Grande do Norte, registrou na noite dessa terça-feira(14) um arrastão em um estabelecimento comercial que resultou na morte de uma mulher, que tentou escapar da ação criminosa. De acordo com a Polícia, a vítima tentou fugir para avisar o marido, e acabou baleada.

Segundo a Polícia, os criminosos fizeram um arrastão em uma sorveteria, um bar e na lanchonete da vítima.  O corpo da mulher foi levado ao Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) em Natal. Os bandidos fugiram com destino ignorado. A Polícia Civil investiga o caso.

Opinião dos leitores

  1. O presidente quando quer colocar leis que. beneficie a sociedade vem o congresso e STF derruba, assim fica difícil pro presidente.

  2. ESSES SÃO OS COITADINHOS EXCLUIDOS DA SOCIEDADE QUE É DEFENDIDO POR DIREITOS HUMANOS E ESTA CORJA DE POLITICOS QUE DEFENDEM CRIMINOSOS

    1. Everton até que ele tem tentando amenizar um pouco, mais o congresso nacional e o stf bota a baixo e proíbe tudo que ele faz.

    2. A governadora que está mais próxima não resolve mesmo sendo a obrigação DELA, imagine se o presidente vai resolver sozinho…

    3. As leis que defendem esses bandidos são feitas pelo congresso (onde está a maior concentração desses delinquentes), e não por Bolsonaro. Não só Bolsonaro como todos nós temos que cumpri-las, por mais absurdas que sejam, isso é o Brasil essa vergonha.

    4. De fato não resolveu, mas em um ano de governo o n° de homicídio caiu 26%.
      E se o congresso ajudasse, estaria bem melhor.

    5. Everton eu acredito que uma parte de seus neurônios funcionam, todos tem visto o presidente tentando, mais infelizmente o congresso e o STF não deixam, aí é complicado.

    6. Deveria parar de limpar a merda dos filhos e partir para o ataque.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM ex-marido de enfermeira morta a tiros se apresenta à polícia em Natal

Foto: Redes sociais

O portal OP9 destaca que um sargento da Polícia Militar do Rio Grande do Norte se apresentou na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, na manhã desta quarta-feira (13). Ele é ex-marido da enfermeira Dayana Deisy, morta a tiros na noite da segunda-feira (11). De acordo com a polícia, ele é apontado como suspeito do crime.

O sargento se apresentou espontaneamente acompanhado do advogado e está sento ouvido pela delegada Jamily Pinheiro, da DHPP. Ele foi casado com a vítima durante 10 anos. Todos os detalhes em matéria na íntegra aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO: Jovem de 23 anos é morta com tiro na cabeça na Grande Natal

Foto: Arquivo pessoal

O portal G1-RN destaca nesta quarta-feira(05) que uma jovem de 23 anos, estudante de educação física, foi morta ao levar um tiro na cabeça no fim de noite e início da madrugada, durante um suposto assalto a uma residência em Monte Alegre, na Grande Natal. A vítima ainda foi socorrida ao hospital da cidade, mas não resistiu ao ferimento.

À reportagem da Inter TV Cabugi, o namorado da jovem contou que eles estavam chegando em casa, quando foram surpreendidos por dois homens armados que já estavam dentro do imóvel. Ela havia descido do carro para abrir o portão quando os bandidos a abordaram. Foi quando ele, o namorado, de dentro do automóvel, atirou contra os criminosos, que revidaram.

Porém, o namorado disse não saber em que momento a jovem foi atingida. Após a troca de tiros, os criminosos fugiram.

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2019/06/05/jovem-de-23-anos-e-morta-com-tiro-na-cabeca-em-monte-alegre-rn.ghtml

Opinião dos leitores

  1. Kkkk, engraçado!
    O estado não cumpriu com a sua obrigação, e agora vcs estão condenando o rapaz.
    Apesar que acho que foi muita falta de preparo para o manuseio da arma de fogo.
    "Arma de fogo deve ser empregada na hora certa ".
    Para isso requer muito treinamento…

  2. O mais importante é saber usar a arma.
    Ter arma e não saber usar é igual a idolatrar corrupto e aplaudir a impunidade.
    Mas ninguém falou ou recriminou os bandidos que chegaram armados para tirar um bem da jovem que conquistou trabalhando.
    O Bandido pode roubar, assaltar, sequestrar armados com fuzil, metralhadora, bazuca que a culpa pela situação é do cidadão que estava armado, ou seja, querem entregar o país a desordem tirando o direito do cidadão se defender e deixando a bandidagem agir impunemente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TRAGÉDIA (FOTOS): Família de brasileiros morta no Chile tinha viajado para comemorar aniversário da filha

Família morreu em apartamento em Santiago, no Chile — Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Arquivo Pessoal

A identidade dos seis brasileiros encontrados mortos em um apartamento em Santiago, no Chile, nesta quarta-feira (22), foi informada nesta quinta por uma parente da família. Cinco das vítimas eram catarinenses e uma, goiana. A polícia ainda não confirmou oficialmente os nomes.

Bombeiros chilenos suspeitam que um vazamento de gás tenha causado as mortes. O prédio todo, no Centro da capital chilena, foi esvaziado durante as operações.

De acordo com a Polícia Civil de Santa Catarina, a família estava em Santiago para comemorar o aniversário de um dos filhos, Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta sexta-feira.

Um casal e os dois filhos adolescentes moravam em Biguaçu, na Grande Florianópolis. O segundo casal, formado pelo irmão e a cunhada da mãe da primeira família, morava em Hortolândia, no interior de São Paulo.

As vítimas eram:

Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes e marido de Débora)
Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes e mulher de Fabiano)
Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana (filha de Fabiano e Débora)
Felipe Nascimento de Souza, 13 (filho de Fabiano e Débora)
Jonathas Nascimento Krueger, 30 anos (catarinense irmão de Débora e marido de Adriane)
Adriane Krueger (goiana mulher de Jonathas)

As informações foram repassadas por Noemi Fortunato Nascimento, prima de Jonathas e Débora.

“O irmão da Drica está indo hoje para lá. Por enquanto, ainda não sabemos como será o translado, estamos aguardando por mais informações”, explica a prima.

Jonathas e Adriana foram encontrados mortos no Chile — Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Divulgação

Mãe de vítimas morreu

O advogado da família catarinense, Mirivaldo Aquino de Campos, também confirmou a identidade das vítimas.

Ele também contou que, nesta madrugada, a mãe de Jonathas e Débora morreu em Florianópolis. O velório começou nesta manhã.

“Vamos primeiro enterrar a mãe depois vamos ver o que fazer”, disse o advogado da família catarinense.

Ainda de acordo com a prima Noemi, a família também está recebendo informações do caso através de amigos de trabalho de Jonathas, que moram em São Paulo e estão em contato com a polícia chilena.

Segundo o Itamaraty, um diplomata do Consulado do Brasil em Santiago foi alertado por um delegado brasileiro do incidente com a família. O delegado teria sido avisado no Brasil por parentes das vítimas. A imprensa chilena informou que o diplomata foi o responsável por acionar a polícia.

O comandante da polícia chilena, Rodrigo Soto, disse ao jornal “El Mercurio” que os policiais encontraram um forte cheiro do gás quando entraram no apartamento. Bombeiros ainda fazem perícia para comprovar o vazamento.

O edifício onde ocorreram as mortes fica na esquina das ruas Santo Domingo e Mosqueto, na região conhecida como Bellas Artes, Centro de Santiago. As autoridades ainda não sabem o que causou o vazamento nem por quanto tempo as vítimas respiraram o gás.

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende casal suspeito de ser o mentor de assalto que terminou com PM de Santa Catarina morta em Natal

Foto: Reprodução/ NSC TV

 

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou, nesta quinta-feira (28), que prendeu o casal suspeito de planejar o crime que causou o assassinato da soldado da Polícia Militar de Santa Catarina, Caroline Pletsch, 32 anos, morta no dia 26 de março de 2018. Weverton Lendário Gomes da Silva, vulgo Verto, 34 anos e Raíssa Torres Lima de Sousa, 20 anos, conhecida como Xuxinha, fazem parte do grupo de investigados, que organizou e prestou auxílio no dia do crime. O casal foi preso nesta quarta-feira (27).

O suspeito de ter efetuado os disparos, João Victor da Silva Pereira, 18 anos, já havia sido preso em abril de 2018. Weverton Lendário e Raíssa Torres eram foragidos da Justiça e estavam sendo procurados. “Nossas investigações revelaram que Weverton era o proprietário do veículo que foi utilizado no dia do crime e que ele também foi responsável por esconder os autores do homicídio. A companheira dele, Xuxinha, também autora intelectual do crime, foi a condutora do veículo, que levou o grupo até o local onde a policial militar foi assassinada”, detalhou o delegado Rysklyft Factore, responsável pelo inquérito que investigou o crime.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

O crime

A ação criminosa do latrocínio, ocorreu no dia 26 de março de 2018, em uma pizzaria na Zona Norte de Natal. O marido da policial militar, o sargento Marcos Paulo também acabou sendo atingido, mas sobreviveu.

De acordo com o delegado Rysklyft Factore, João Victor e um adolescente entraram no estabelecimento para roubar e perceberam que o sargento Marcos Paulo estava armado. Primeiro houve uma luta corporal contra o sargento Marcos Paulo e a soldado Caroline ainda chegou a defender o marido usando uma cadeira contra João Victor, momento em que ele conseguiu disparar o tiro fatal nela. Após ter atingido a soldado, João Victor ainda disparou tiros contra o sargento Marcos Paulo. Após os disparos, a dupla conseguiu subtrair o revólver que era do sargento e saíram correndo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *