Ivermectina pode reduzir risco de morte por covid em até 75%, destaca jornal britânico; pesquisadores analisaram 18 estudos

FOTO: EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO

A ivermectina, medicamento antiparasitário de baixo custo usado para tratar piolho, pulgas e carrapatos, pode reduzir o risco de morte da covid-19 em até 75%, de acordo com pesquisadores da Universidade de Liverpool, na Inglaterra. A informação foi publicada nesta quarta-feira (21) pelo jornal britânico Financial Times.

Os pesquisadores analisaram 18 estudos e concluíram que o remédio está associado à redução da inflamação provocada pela covid-19 e à eliminação mais rápida do Sars-Cov-2, o vírus que causa a doença. Em seis desses ensaios, o risco de morte foi reduzido em 75% em um grupo de pacientes com covid-19 moderada a grave.

O jornal britânico ressalta que o único antiviral com algum tipo de aprovação para tratar a covid-19 é o remdesivir. Esse medicamento, um antiviral usado no tratamento do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, quando teve a doença, demonstrou benefícios na redução da chance de internação, mas nenhum efeito na diminuição de risco de mortalidade ou de carga viral – quantidade de vírus que circula na corrente sanguínea.

A ivermectina não é um antiviral, mas os resultados sugerem que o medicamento possa ter propriedades antivirais. Os pesquisadores ressaltam que os resultados são “encorajadores”, mas mais estudos são necessários para fornecer evidências robustas para justificar uma aprovação do remédio para o tratamento da covid-19.

“É um medicamento usado no mundo todo. A substância medicamentosa custa 12 centavos. O remédio custa US$ 3 (R$15,80) na Índia e US$ 960 (R$ 5.054) nos Estados Unidos ”, afirmou Andrew Hill, um dos pesquisadores do estudo, ao Financial Times.

Ele acrescentou que a invermectina, ao reduzir a carga viral, pode tornar mais difícil uma pessoa se infectar, assim como transmitir a doença. “Se as pessoas com teste positivo para covid-19 forem tratadas imediatamente com um medicamento que elimine o vírus rapidamente, isso pode torná-las menos infecciosas”, afirmou ao jornal. “Esta estratégia de ‘tratamento como prevenção’ funciona para o HIV e agora deve ser testada para a covid-19”, concluiu.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mailson disse:

    Cara a coisa tá tão feia que até uma boa notícia como essa!! Remédio pra peste chinesa!! Ha quem desdenhe ou até mesmo não goste? Pqp onde vamos parar??

  2. Lupércio disse:

    E os laboratórios farmacêuticos ganhando rios de dinheiros com esses "estudos".

  3. Fernando Oliveira disse:

    Para quem tiver dúvidas em relação a matéria, pode ver o conteúdo original em:

    https://www.ft.com/content/e7cb76fc-da98-4a31-9c1f-926c58349c84
    https://www.researchsquare.com/article/rs-148845/v1

    A palavra agora com os especialistas.

    É fato que os números de morte no RN por número de casos é bem inferior ao estado de SP.

  4. Tom França disse:

    Alguém aí que é do contra ou do "quanto pior, melhor", conseguiu ler em bom português, que essa pesquisa foi feita por pesquisadores de uma universidade britânica? E que o jornal apenas veiculou os 18 estudos?

  5. Valter disse:

    Graças a invermectina é que o RN tem um dos menores número de mortes no país.

  6. ALUISIO disse:

    Simples: Compra e se achar que pegou ou esteve próximo de quem pegou, toma dois comprimidos, o único problema que poderá ter é acabar com alguns vermes e quem sabe salvar sua vida e de seus parentes.

  7. Neco disse:

    ALGUÉM MORREU EM VIRTUDE DO TRATAMENTO PRECOCE? Cadê a comporvação científica da relação de causalidade? Falta de comprovação científíca não é prova de infeficácia.
    Pode não ter havido tempo para ficar fazendo teste duplo-cego randomizado e estratififcado, revisado por pares. Remédios usados por indígenas funcionam e não foram avaliados por 'doutores'. Agora se tem a HCQ sendo usada por muitos profissionais de frente , com resultados empíricos animadores e fica essa campanha odiosa contra tudo o que se apresenta (ivermermectina, anita, azitromicina etc – lobby, politicagem hedionda… ). Como se uso precoce em si excluísse outros cuidados. Deve ser a única doença do mundo que não há praticamente nada o que se fazer em seus estágios iniciais. Nem mesmo é consenso que as pessoas, preventivamente, tomem mais sol e vitamina C para dar uma reforçada na imunidade (isso foge ao bom senso). Querem saber mais, leitura longa: https://truthabouthcq.com/

  8. Santos disse:

    Excelente notícia.

  9. Lucianobrito disse:

    Mais 7,5 milhões de brasileiro curado da covid no Brasil, O tratamento foi realizado com coca cola?

  10. Kiko disse:

    Olhem!!
    Nós o gado de Bolsonaro já sabe disso.
    Não é novidades pra nós, principalmente pra nós natalense onde médicos e autoridades liberaram e recomendaram o uso desse remédio.
    Pra nós, é so Vitória em nome de Jesus.
    Pra petezada, só derrota.
    Tem cido, uma atrás da outra.
    Hehehehe

    • Queiroz disse:

      "Tem cido".
      Putz!😳
      Aí nem MOBRAL resolve.
      🐮🐮🐮🐮🐮
      FORA BOLSONARO PILANTRA

  11. Lourenço disse:

    Ze´Gado gosta mesmo e do jumento, ele deixa a entender que se completam, Vixe!

  12. Manoel disse:

    Rapaz, isso de novo?
    A população de Natal e do Brasil está se entupindo desse remédio contra carrapato e as mortes só aumentam. Será q é tão difícil perceber que essa balela assim como a hidroxicloroquina não se sustentam?

  13. Arnaldo disse:

    A esquerda que moraram milhões para tira bolsonaro para roubar.

  14. Domic disse:

    Pesquisadores da Universidade de Liverpool… o Jornal apenas publicou

  15. Cidadão Indignado disse:

    Radicais da direita, da esquerda e do centro, bando de alienados. Doentes psicológicos!

  16. ZéGado disse:

    Pronto, jornal agora é revista científica!
    O gado pode se entupir de ivermectina, cloroquina, aftosa, etc.
    NÃO TEM ESTUDO CIENTÍFICO QUE COMPROVE A EFICÁCIA

    • Georgino Queiroz disse:

      Toma quem quer, se você adoecer fique em casa só vá para o hospital quando não tiver mais respirando babaca.

    • Priziaka disse:

      Rapaz, tu não trabalha não? É encostado onde, pra poder passar o dia bostejando asneiras e destilando ódio por aqui?

    • Georgino Queiroz disse:

      Sé adoecer fique em casa e só vá para o hospital quando não tiver mais respirando e não tome nada de medicação pois não existe nada que comprove a eficácia, babaca.

    • João Soares disse:

      Chora papai. Kkkkk
      Tome nao se adoecer viu, tome só 51 igual ao chefe do teu bando, que tu fica bonzinho. Kkkk

    • Ricardo Carvalho disse:

      Esse sujeito(a) é tão covarde que se esconde sob o manto do anonimato, certamente é um(a) esquerdista que tem um contracheque pra não fazer nada, passa o dia inteiro patrulhando as pessoas, típico(a) parasita devoto(a) do partido que virou bando.

    • Adalberto disse:

      Zé Ruela destilando ódio…

    • Victorino disse:

      Se fizer uma radiografia dos culhões do molusco de 9 dedos, sai a foto da dentadura desse imbecíl.

    • Ricardo disse:

      Vc lê trabalhos científicos direto na a fonte ou de lacradores da Globo e Folha?

    • Kaká disse:

      Fique em casa, só na hora de entubar, lembrando que tua entubação vai ser pelo fiofó, por onde tu gosta.

    • Rosana disse:

      Zé Gado esta com medinho de perder o emprego de distribuir ódio pelas redes sociais, ele acha que a Financial Times é a lixa que limpa a bunda dele.
      Se encherga

75% dos shoppings no país já reabriram

Na reabertura dos shoppings no Rio, placas indicam uso obrigatório de máscaras por clientes Foto: / Guito Moreto/Agência O Globo

O Brasil já tem 434 shoppings reabertos, o equivalente a 75% do total, em 157 municípios. Os dados são da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce).

Em São Paulo, são 62 municípios com 170 shoppings reabertos.

No total, 17 shoppings em sete municípios reabriram e fecharam novamente.

No Sudeste, são 247 shoppings reabertos, sendo 170 emSão Paulo, 51 no Rio de Janeiro, 17 em Minas Gerais e nove no Espírito Santo.

Na Região Sul, são 91, sendo 32 no Rio Grande do Sul, 24 em Santa Catarina e 35 no Paraná.

No Centro-Oeste, são 43. O Distrito Federal tem 20, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, seis cada, e Goiás, 11.

No Nordeste, Bahia tem sete, Ceará, 15, Maranhão, 10 e Pernambuco, dois.

Na Região Norte, o Amazonas tem dez shoppings reabertos, o Pará tem sete e o Tocantins tem dois.

Guilherme Amado – Época

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva disse:

    Fátima ta acabando com o RN.
    Votei e me arrependi.
    É fraca.

  2. Observador RN disse:

    Enquanto isso o nosso sofrido RN está igual a cantiga da perua. É de pió a pió…

Análise do Ministério da Saúde: testes rápidos importados da China tem 75% de chance de erro nos resultados negativos para o novo coronavírus

Os testes rápidos importados da China tem 75% de chance de erro nos resultados negativos para o novo coronavírus.

A análise foi feita pelo Ministério da Saúde.

Numa epidemia, o maior perigo é o falso-negativo: aquele que testou negativo e que, na verdade, é positivo. Porque ele, em vez de se isolar, contamina involuntariamente os outros.

Por esse motivo, nenhum país do mundo se baseia nos testes rápidos para determinar quem está contaminado e quem não está.

Luiz Henrique Mandetta sabe disso.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mardoqueu disse:

    O melhor blog do RN BG

  2. Curiosa disse:

    Depois de gastar milhões é que descobrem isso?

  3. Nono Correia disse:

    Duvido! Mas enfim…Antagonista é porta-voz de tudo o que não presta aqui no Brasil Não sei como alguém ainda tem coragem de se "orientar" por esse lixo.

  4. Silva disse:

    É melhor tirar cara ou coroa !!!

  5. LEO disse:

    Comprar logo da China………….

  6. Raul César da Cunha Silva disse:

    Deixe pra lá então… se for pra adivinhar é 50% de chances de acerto no diagnóstico.

  7. Neco disse:

    Devem ser esses testes que a China usa para divulgar o seus dados.
    Tem quem acredite (tem que acredite até nos prodígios da mediicina cubana).

  8. Marco disse:

    E para que efetuaram a compra deste teste? Dinheiro jogado fora é?

75% veem Bolsonaro e equipe ‘no caminho certo’, indica Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (13) em relação ao trabalho do presidente eleito Jair Bolsonaro e sua equipe indica que:

75% consideram eles estão “no caminho certo”;
14% que eles estão no “caminho errado”
11% não sabem ou não responderam.

O levantamento, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), é o primeiro desde a eleição presidencial de outubro.

Ao todo, foram ouvidas 2 mil pessoas em 127 municípios entre 29 de novembro e 2 de dezembro.

Governo Temer

A pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira também aborda a avaliação dos entrevistados sobre o governo do presidente Michel Temer (MDB). O levantamento indica os seguintes percentuais:

Ótimo/bom: 5%
Regular: 18%
Ruim/péssimo: 74%
Não sabe/não respondeu: 5%

Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada em setembro, 78% consideravam o governo “ruim/péssimo”; 16%, “regular”; e 4% avaliavam como “bom/ótimo”.

Sobre o nível de confiança no presidente, os resultados foram os seguintes:

Confiam: 7%
Não confiam: 90%
Não sabem/não responderam: 3%

Expectativa

A pesquisa divulgada nesta quinta-feira também abordou a expectativa do eleitor em relação ao governo Bolsonaro. Veja os percentuais:

Ótimo: 25%
Bom: 39%
Regular: 18%
Ruim: 4%
Péssimo: 10%
Não sabe/não respondeu: 4%

Principais problemas do país

A pesquisa apurou os 30 temas mais citados pelos entrevistados como “problemas do país” em 2018 (os entrevistados podiam mencionar mais de um problema). Veja os cinco mais citados:

Saúde: 46%
Desemprego 45%
Corrupção 40%
Segurança pública/violência: 38%
Educação: 32%

Prioridades

Diante dos problemas, os entrevistados foram questionados sobre as prioridades do governo a partir de 2019. Veja as cinco principais respostas (os entrevistados podiam mencionar mais de uma prioridade):

Melhorar os serviços de saúde: 41%
Promover a geração de empregos: 40%
Combater a corrupção: 36%
Combater a violência e a criminalidade: 36%
Melhorar a qualidade da educação: 33%

Informação sobre as propostas

A pesquisa também abordou o nível de conhecimento dos eleitores sobre as propostas do novo governo. De acordo com o levantamento:

11% se disseram “muito informados”;
22% se disseram “informados”;
33% afirmaram estar “mais ou menos informados”;
16% se disseram “pouco informados”;
16% afirmaram estar “nada informados”;
2% não souberam ou não responderam.

Apoio às propostas

Em seguida, os entrevistados foram indagados sobre o apoio às propostas.

“Muito informados”: 82% aprovam e 16% desaprovam;
“Informados”: 83% aprovam e 14% desaprovam;
“Mais ou menos informados”: 75% aprovam e 18% desaprovam;
“Pouco informados”: 57% aprovam e 26% desaprovam.

Eleição de Bolsonaro

Deputado federal desde 1991 e capitão da reserva, Bolsonaro tem 63 anos e disputou a Presidência da República pela primeira vez neste ano (conheça a trajetória do presidente eleito).

A chapa formada por Bolsonaro e pelo general Hamilton Mourão (PRTB) foi eleita ao receber 57,7 milhões de votos no segundo turno, derrotando a chapa de Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila (PCdoB).

A posse de Bolsonaro e de Mourão está marcada para 1º de janeiro, em Brasília. Os dois foram diplomados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última segunda-feira (10).

No discurso de diplomação, Bolsonaro afirmou que “o poder popular não mais de intermediação”. Isso porque, na opinião dele, as novas tecnologias permitiram uma relação direta entre o eleitor e os representantes.

Bolsonaro se elegeu com um discurso principalmente contrário aos governos petistas de Lula e Dilma Rousseff, afirmando também que fará uma gestão “sem viés ideológico” e sem indicações partidárias nos ministérios.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. natalsofrida disse:

    ATENÇÃO AS AMEBAS DE PLANTÃO: Estamos no caminho certo. Chorem não, vamos ter oito anos de governo honesto e trabalhador. Vocês não sabem o que é isso. Chora neném

  2. Jorgensen disse:

    No caminho pra onde ,pelo amor de Deus ….
    Pesquisa furada !!

  3. Jacil disse:

    BOSTANARO….DEBAIXO DO TAPETE…AINDA TEM MUITO DINHEIRO ESCONDIDO…QUERO VER SE OS AMANCEBADOS VAO CONTINUAR ACREDITANDO…

    • Capitão caverna disse:

      Aceita q doi menos. Vc vai ter q procurar trabalho. Kkkkkkk

    • Historiador disse:

      E pelo Jeito você tbm Caverna!! rsrsrsrs

    • Alienado disse:

      Como eu sou um JU……só acredito na inocência do MOLUSCO.

    • Ceará-Mundão disse:

      Acho melhor essa petralhada se preocupar com o governo de Fatão do Gópi. Conforme seja, vcs serão escorraçados do RN também. Quantonao Bolsonaro, esse tá no caminho certo. Torçam por ele também. Só assim o RN poderá obter alguma ajuda do governo federal.

    • Pitór disse:

      É o mundo todo, a petezada emprenhados pelos ouvidos, vai ter que preparar o espinhaço, a peia vai ser grande, oito anos de Bolsonaro e mais oito do ministro Sérgio Moro, só aí, 16 anos de pêia braba e geladeira, se não aguentarem. CORRA!! A Venezuela e Cuba é bem ali. Lá estão recebendo doutrinados. Tchau corruptos presos. PT nunca mais.

Caixa reduz de 9,5% para 8,75% taxas de juros para imóveis

A Caixa Econômica Federal anunciou a redução de 0,75 ponto percentual nas taxas de juros do crédito imobiliário para aquisição de imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). A redução vale para imóvel de até R$ 1,5 milhão. As taxas mínimas do SFI passarão de 9,5% ao ano para 8,75% ao ano. E a taxa máxima cai de 11% para 10,25% ao ano. As novas taxas começam a valer a partir do dia 24 deste mês.

A Caixa informou também que a partir de novembro oferecerá um novo serviço de avaliações de imóveis, disponibilizando laudo diretamente para pessoas físicas e jurídicas. Segundo o banco, o Caixa Avalia é uma plataforma que vai permitir a venda de avaliações pelo site com contratação 100% digital.

Reduções de juros

Em abril, a Caixa reduziu em até 1,25 ponto percentual as taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O limite de cota de financiamento do imóvel usado subiu de 50% para 70%. A Caixa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Em julho, o banco reduziu em média de 1 a 2 pontos percentuais ao ano as taxas do crédito imobiliário para pessoa jurídica. Em agosto, a Caixa promoveu uma redução de até 0,5 ponto percentual das taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do SBPE. O limite de cota de financiamento de imóveis usados para pessoa física subiu de 70% para 80%.

A Caixa tem R$ 85 bilhões disponíveis para o crédito habitacional este ano. No 1º semestre, foram contratados mais de R$ 40 bilhões. O banco tem cerca de 70% das operações para aquisição da casa própria.

Operado com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o SFH financia imóveis de até R$ 800 mil em todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o teto corresponde a R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH, são enquadrados no SFI, que financia imóveis com recursos de poupança.

Agência Brasil

 

Tarifa do transporte público em Natal pode aumentar para R$ 3,75

Em ofício enviado nesta quinta-feira(01) a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana(STTU), o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município do Natal (Seturn) solicita, em caráter de urgência, o reajuste da tarifa do transporte público na capital de R$ 3.35 para pelo menos R$ 3.75, chamando a atenção para o aumento dos valores das passagens em diversas capitais.

Segundo o sindicato, a continuidade da elevação de preços dos insumos e ainda a ininterrupta queda da demanda de passageiros faz com que as empresas necessitem da correção de cálculos para cumprimento de seus serviços e obrigações com trabalhadores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anderson disse:

    12% de reajuste…