Política

CPI: Advogada de médicos que denunciaram a Prevent Senior diz que demissões ocorreram após recusa de entrega de ‘kit Covid’

Foto: Divulgação/Agência Senado

Com requerimento de convocação apresentado pelo senador Humberto Costa (PT-PE), Bruna Morato, advogada dos médicos que trabalham ou trabalharam na Prevent Senior e que denunciaram a operadora de saúde à CPI da Pandemia, presta depoimento nesta terça-feira, 28. Os funcionários elaboraram um dossiê entregue à comissão com diversas denúncias sobre o tratamento da empresa aos pacientes com Covid-19, inclusive com a alteração de prontuários.

O depoimento

Ao iniciar seu depoimento, Bruna Morato relatou que ela e seus clientes têm sofrido “ataques infundados” da Prevent Senior e afirmou que os fatos denunciados pelos médicos a deixaram “aterrorizada”. “Falta de autonomia médica, ocultação e manipulação de dados, falta de transparência em relação aos pacientes e falta de respeito em relação à vida das pessoas”, afirmou.

Segundo a advogada, os primeiros relatos que chegaram a ela eram sobre a falta de equipamentos de proteção individuais dentro dos hospitais. Ainda em março, de acordo com a depoente, o problema passou a ser a obrigatoriedade de usar um conjunto de medicamentos.

“Esse kit era composto por oito itens. O plantonista dizia ao paciente: ‘Preciso te dar. Porque se eu não der, posso ser demitido’”, afirmou. Segundo ela, os médicos recomendavam aos pacientes para tomar “só as vitaminas e proteínas” e não tomar os outros medicamentos, pela falta de eficácia e por serem “muito perigosos”.

A advogada confirmou que tentou um acordo com a Prevent Senior, que não seria financeiro, diante das ameaças que os seus clientes estavam sofrendo. Ela afirmou que seus clientes pediram que a empresa tomasse três atitudes.

Os pedidos eram que a Prevent Senior assumisse publicamente que o estudo sobre “tratamento precoce” foi inconclusivo, além de assumir o protocolo institucional da empresa, deixando claro que os profissionais não tinham autonomia. Os médicos também exigiam que a empresa fizesse um documento se responsabilizando a arcar com custos de possíveis processos vindos de famílias das vítimas.

De acordo com a depoente, a ideologia da empresa sempre foi “lealdade e obediência” e os médicos nunca tiveram autonomia. “Os médicos eram, sim, orientados à prescrição do kit. Esse kit vinha em um pacote fechado e lacrado. Não existia autonomia com relação até a retirada de itens desse kit”, afirmou.

Segundo ela, a receita para os pacientes já vinha pronta e com manual de instruções. Bruna Morato afirmou que, durante a segunda onda, não existia a permissão de fazer determinados exames. “Se prescrevia hidroxicloroquina sem a realização de eletrocardiograma. Existia a dispensação de ivermectina, e o médico não tinha autonomia para retirar esse item”, revelou.

“Os pacientes que utilizavam esses kits eram pacientes que já tinham muitas vezes comorbidades associadas. Então, o conjunto de medicamentos, apesar de ser ineficaz, para aquela população ele se tornava potencialmente letal”, afirmou a advogada.

A depoente negou declaração do diretor da Prevent, Pedro Batista, de que os médicos tinham autonomia. “Nunca deu [autonomia]. Tanto não dava que esses médicos eram sujeitos a cursos e aulas promovidos pelo Instituto Prevent Senior”, revelou.

“A Prevent tem uma política de coerção. Todos os clientes que resistiam eles foram demitidos da operadora. Existiam aqueles que já tinham sido demitidos e achavam a situação repugnante. Outros que ainda estavam na operadora, eles ainda lutavam pelo bem estar do paciente. Quando eles me procuraram, eles pediram para não ser identificados, porque eles sabiam que se fossem identificados seriam demitidos”, ressaltou. “A Prevent Senior costuma fazer demissões em massa toda vez que algum médico ou circunstância desagrada a instituição”, completou.

Segundo a depoente, no início da pandemia o diretor da Prevent, Pedro Batista Júnior, tentou se aproximar do então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que havia criticado a empresa após várias mortes por Covid-19 no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo.

Sem êxito na aproximação com Mandetta, a Prevent teria fechado uma “aliança” com um grupo de médicos que assessoravam o governo federal, “totalmente alinhados com o Ministério da Economia”. Esse grupo de médicos seria o chamado “gabinete paralelo”.

“Existia um interesse do Ministério da Economia para que o país não parasse. Existia um plano para que as pessoas pudessem sair às ruas sem medo”, denunciou Bruna, que ressaltou nunca ter ouvido o nome do ministro Paulo Guedes nas conversas. Segundo ela, eles tinham que conceder esperança para as pessoas saírem as ruas: “Essa esperança tinha um nome: hidroxicloroquina”, revelou.

Entenda o caso

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Olha o que diz o depoimento dela:

    ” Segundo ela, os médicos recomendavam aos pacientes para tomar “só as vitaminas e proteínas” e não tomar os outros medicamentos, pela falta de eficácia e por serem “muito perigosos”.

    Se os médicos estavam recomendando só vitaminas e proteínas, e não o kit completo, e alguns pacientes morreram, quem são os culpados então?

    Quem passou o kit completo, ou quem se negou a usá-lo?

  2. Vcs da esquerda são um bando de idiotas, o que tem a haver a relação de uma empresa privada com os seus funcionários, se isso de fato ocorreu, o que não acredito, e um caso de polícia e a PREVENT SENIOR, crime foi ter importado de Cuba, inúmeros profissionais que nem médicos eram, vcs lembram.

  3. E o que o governo federal tem a ver com métodos médicos de uma empresa privada ? Quer dizer q se o São Lucas, ou prometer ou qq hospital de natal tivesse seus métodos médicos divulgados em uma CPI e fossem errados a culpa seria do presidente e do governo federal ??? Q loucura essa narrativa !!! E amanhã? Quando o Luciano hang for lá, qual é a razão dele ser convocado ??? O q ele fez na pandemia ? Recebeu dinheiro federal, administra algum hospital federal ?? Q loucura !! E ainda vão falar da mãe dele na cara dele ! Não duvido q aqueles corruptos, bandidos façam isso ! Vão dizer q ele matou a.mae dele na cara ! E esperar ele ficar puto, p dizerem: agora vc vai ser investigado, quebra de sigilo!! Isso é muito pior (junto com o inquérito das fake news) que ditadura ! E censura !

  4. Em nome da economia, vamos dar remédio forte sem eficácia pra galera ficar tranquila e sair às ruas. Tem que ser todo mundo preso.

  5. Se o que ela descreveu não for GENOCÍDIO nada mais é. Um genocídio por dinheiro! quanto vale a vida humana no brasil!?

    1. Pergunte a fatão grelo duro.
      Ela foi quem comprou respiradores fantasmas e quebrados.
      Fechou hospitais e leitos de uti.
      Botou a polícia em cima do trabalhador, fechou o comércio, toque de recolher, sacos de lixo a peso de ouro, ambulâncias alugada etc etc etc…
      Então minha querida, a pessoa certa é a grelo duro pra te responder tá?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

ARTIGO: A falácia da revolução na educação potiguar – por Tatiana Mendes Cunha

Foi noticiado pelo Governo do RN que serão investidos 400 milhões de reais na criação de Institutos de Educação. Muito tem se falado em revolucionar a educação no Estado, mas como fazer uma revolução quando nem o mais simples e básico está acontecendo? Quase um ano e meio sem aulas presenciais, 615 escolas fechadas, metade dos alunos matriculados na rede sem acompanhar as aulas em formato online.

Então, me pergunto: porque reinventar a roda quando já se tem muito o que fazer com o que existe de concreto? Desde 2009 o Rio Grande do Norte integra o Brasil Profissionalizado, programa do Ministério da Educação que visa o aumento da oferta de ensino médio integrado ao profissional e que previa a construção de 10 novas escolas no Estado.

A governadora Rosalba Ciarlini entregou prédios em Extremoz e Ceará-Mirim. O governador Robinson Faria mais cinco, em Natal, Parnamirim, Mossoró, Alto do Rodrigues e São Gonçalo do Amarante. Em 2017, sob a tutela da professora Cláudia Santa Rosa, então Secretária de Educação, todos os sete centros entraram em funcionamento. No fim de 2018 foi concluído outro Centro em Natal, no Parque dos Coqueiros, com as condições que o fez funcionar já no início de 2019. Já os Centros de Assú e Macaíba terminaram a gestão Robinson em construção.

Além das novas unidades de ensino, o programa do MEC também envolveu 53 escolas de ensino médio que foram adaptadas para ofertarem cursos técnicos, cursos esses que foram implantados em todas elas. O Estado, que já contava com o Centro de Educação Senador Jesse Pinto Freire, em Natal, vizinho ao Anísio Teixeira, saltou de uma unidade com ensino técnico para 62 unidades.

E são unidades que apresentam resultados. As maiores pontuações obtidas nos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica de ensino médio do Estado são justamente dos Centros de Educação Profissional (CEEPs), que tem uma estrutura excelente, composta por salas de aula, auditório, quadra, refeitório e laboratórios.

A expectativa era que as dez instituições atendessem 15 mil alunos com cursos em tempo integral e semi-integral de nível médio e profissionalizante voltados para o meio ambiente, nutrição, segurança do trabalho, edificações, informática, energia renovável, administração e recursos humanos.

Cito ainda outro projeto criado pelo MEC, em 2011, voltado prioritariamente para os estudantes do ensino médio da rede pública e que segue em andamento, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Em parceria com a UFRN (Escola Agrícola de Jundiaí), SEBRAE, Senac, Sesi e outras instituições são oferecidos cursos concomitantes com a educação regular em horários alternativos.

Por que criar uma rede de institutos quando o Estado já conta com uma rede de Centros Estaduais de Educação Profissional, com escolas e projetos que fazem a mesma oferta? Por que então investir 400 milhões de reais na construção de novos prédios e fazer reparos e reformas apenas em algumas, quando muitas escolas aguardam uma boa reforma, há décadas?

E como falar de educação profissional na rede estadual ou qualquer outro programa sem previsão do recurso mais importante: equipe especializada para tocar a educação profissional. Não há um Plano de Cargos com previsão para a contratação de professores para essa modalidade! Haverá capacidade instalada para implantar e fazer funcionar como previsto?

Como entender essa lógica, especialmente quando se percebe que o número de matrículas vem caindo ano a ano. E caso você não saiba, os recursos para a Educação são definidos pelo quantitativo de estudantes e não de prédios. Mais importante do que mudar o nome dessas unidades de ensino e construir novas, seria terminar de equipá-las, reformar as escolas que já temos e dotá-las de condições decentes.

A pandemia foi um fator inesperado e impactante no ensino, e por isso mesmo nunca foi tão urgente a necessidade de se correr atrás do prejuízo para que crianças e jovens que dependem do ensino público não abandonem os estudos e possam ter expectativas de um futuro melhor através da educação.

Revolução de verdade é ter sala de aula ocupada!

Tatiana Mendes Cunha – Advogada

Opinião dos leitores

  1. Tatiana Mendes Cunha, aquela secretária do governo que atrasou 4 folhas de salário dos servidores do RN e menos dela? Cey… SertÚ!

  2. O ensino médio sempre me despertou grande interesse e chegou ao ponto de ser o tema q escolhi para a minha tese de mestrado em 1978!!!

  3. Só foi a governadora falar numa grande obra de seu governo. No valor de 400 mi que todo mundo agora crítica a educação o projeto etc. O medo e grande. Se ela anunciar que vai construir uma 3 ponte no pontegi vão dizer que e ela devia cuidar da de igapó. Se ela inaugurar um metrô vão criticar os ônibus que ela não cuida. Etc tudo que Fátima faz não presta. Isso já passou da crítica. Virou perseguição. Sem sentido. Se faz crítica se não faz tbm.

    1. “Falar”… Disse bem. Esse governo de Fátima do PT está resumido a bla-bla-bla e mentiras, MUITAS mentiras. Triste Rio Grande sem sorte e sem norte.

  4. Uma verdade precisa ser dita. Se tem alguém que colaborou com a educação no RN foi Robinson Faria. Aquela tática de não pagar os salários e com isso promover diminuição na massa corporal dos trabalhadores da educação, levando a uma melhora na saúde do trabalhador, foi uma das coisas mais geniais que alguém poderia ter feito pela educação potiguar. Fome é ruim? É. Mas traz saúde. Os trabalhadores da educação, e os demais trabalhadores do estado, aguardam ansiosamente por uma nova retenção em seus salários.

    Claro, Robinson e os anteriores criaram inúmeras escolas técnicas, porque as elites políticas tradicionais do RN são muito preocupadas com a formação de seus concidadãos. Deram e dão provas disso diariamente.

    1. Governo de Robinson foi uma maravilha !!! kkkkkkkkkkkk
      Gostei da ironia. rsrs

    1. Olha o portal da transparência!
      Já procurou lá, ou tu só fica berrando como mais um GADO?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juíza é alvo de ataques após soltar advogada vegana da prisão por falta de alimentação adequada

Foto: Reprodução Twitter

A juíza de Direito Placidina Pires, da vara Dos Feitos Relativos a Organizações Criminosas e Lavagem de Capitais de Goiás, tem sido alvo de ataques nas redes sociais desde a última terça-feira, 5.

A polêmica começou após a magistrada conceder liberdade provisória a advogada suspeita de integrar uma quadrilha envolvida em lavagem de dinheiro e jogos de azar. A decisão baseou-se na dieta da detenta, que é vegana (não consome nenhum alimento de origem animal) e a unidade prisional não teria cardápio específico para esse tipo de alimentação.

No Twitter, ao comentar o caso, Eduardo Bolsonaro disse que o Brasil não é para principiantes. “Enquanto em todo o mundo a primeira coisa que ocorre a um preso é perder determinados direitos, no Brasi é o contrário, a preocupação é em preservar todos os direitos”, afirmou.

A juíza, por sua vez, defendeu-se dos ataques e afirmou que a liberdade com monitoração eletrônica foi concedida à ré não porque ela é vegana, mas porque, em função dessa peculiaridade, apresenta grave estado de saúde.

“Além disso, é primária, o crime não é de natureza violenta (decorrente do jogo do bicho), possui endereço certo (advogada) e não havia risco de fuga ou de que venha a atrapalhar a instrução processual, de modo que fazia jus à liberdade provisória.”

Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. O país mergulhado numa crise sem fim, sem vacina, sem seringa, sem ministro da saúde, sem presidente, sem NADA.
    Mas é com a soltura de uma advogada que é vegana, que os filhos de presidente, vão empenhar forças.
    E hoje, INFELIZMENTE hoje, vamos bater a triste marca de 200 mil mortes.

  2. Eduardo Bolsonaro fale da vacina, deixe de desviar o foco. Aliás é uma tática dos Bolsonaros, desviar o foco do que realmente interessa para o Brasil por falta de competência.

  3. Depois que soltaram Lula, Dirceu, Genoíno, Henrique Eduardo Alves, pq essa indignação com a soltura da moça? Afinal ela merece a segunda chance.

  4. é só comer o arroz e o feijão e descartar a proteína…
    agora todo preso vai alegar ser vegano pra ser solto, é mole?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Advogada candidata à vice-prefeita no interior do RN publica carta aberta à sociedade, questiona ação policial e denuncia “grande perseguição política”

Foto: Reprodução

CARTA ABERTA À SOCIEDADE, DE DOUTORA DAMARIA JACOME

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Olá, meu amigos!

É com muita tristeza, revolta e indignação, que venho através dessa carta aberta à sociedade, esclarecer o momento de injustiça que eu, Dra Damaria Jácome, advogada e candidata à vice-prefeita da cidade de João Dias/RN e o Vereador Laete Jácome, meu pai, estamos sofrendo nesses últimos dias. Me mantive calada durante esse tempo esperando que a justiça fizesse seu trabalho, na demora vejo que não há razão para me calar mais e é preciso mostrar a verdadeira versão dos fatos.

É de conhecimento de todos, os últimos acontecimentos que de forma estranha tomaram uma grande repercussão em todos os jornais e blogs da Região. Neste último sábado, 17 de outubro de 2020, a minha residência foi invadida por 23 policiais e mais dois Delegados da Polícia (DEICOR/PCRN, de Natal). Chegaram na minha casa sem apresentar nenhum mandado de busca e apreensão, alguns deles com vestes não condizentes (de shorts/bermudas, chinelo), e todos com os rostos cobertos por touca “ninja”.

Chegaram truculentamente, de forma agressiva e atirando, como pode ser visto através das fotos e das muitas testemunhas que presenciaram o momento de terror vivido naquele sábado. Por medo de estarmos sendo vítimas mais uma vez de um atentando (como o que ocorreu poucos meses antes), meu pai, Laete Jácome, pediu que estes policiais, que chegaram de forma assustadora apresentassem o mandado de busca e apreensão, o qual não foi apresentando em nenhum momento, então meu pai pediu para que os policiais então esperassem a chegada de um advogado, para poder termos um pouco de garantia de segurança (pois temíamos pelas nossas vidas), que se tratavam realmente de policiais; pois, como todos sabem, dia 03 de agosto passado, nossa família foi vítima de um atentando terrorista onde chegaram cerca de 10 homens fortemente armados em carros, com sirene e se identificando como policiais, e destruíram parte da nossa residência. Isso pode ser facilmente provados através das reportagens divulgadas em vários blogs e jornais.

Quero informar a todos que, por medidas de segurança, diante de tantas ameaças e do ataques que nossa família vem sofrendo nesses últimos tempos, temos 6 armas registradas e autorizadas as respectivas posses pela Polícia Federal (órgão competente para tal). Eu, Damaria Jacome, e meu pai, Vereador Laete Jácome, adquirimos as armas de forma regular, fizemos provas, fomos aprovados e foi dado à mim e ao meu pai o direito de adquirir posse de armas e munições, TUDO LEGALIZADO E AUTORIZADO PELA LEI, como pode ser facilmente provado através dos documentos de registro. Vale ressaltar que as armas de nossa posse são seis, sendo três de minha propriedade e três de propriedade do meu pai, Laete.

Quero dizer, ainda, que, de forma estranha, meu pai foi conduzido até a delegacia de Alexandria pela polícia, mesmo tendo sido provado desde antes da chegada à própria delegacia que as armas eram todas legalizadas e devidamente registradas, todas as nossas armas registradas e legalizadas foram apreendidas e até o presente momento não foram devolvidas.

Vale ressaltar que meu Pai se encontra preso há mais de uma semana. Meu pai é um senhor de 64 anos com sérios problemas de saúde, é diabético e hipertenso. Meu pai se encontra preso acusado de porte e posse ilegal de armas de fogo, mais uma vez repito DENTRO DA MINHA CASA NÃO FOI ENCONTRADO NADA ILEGAL, apenas 6 ARMAS REGISTRADAS E LEGALIZADAS as quais estavam guardadas na parte superior da casa fora do alcance das pessoas.

Mesmo assim, o Delegado representou pela prisão do Vereador Laete, sobre as acusações de porte e posse ilegal de armas levantando a frágil fundamentação que haviam encontrado uma arma ilegal fora de nossa residência, num terreno distante e fora de nossa propriedade, sob frágil hipótese que tal arma fora arremessada da nossa residência, no entanto não foi apresentada nenhuma prova nesse sentido, somente a suposição dos delegados e os contraditórios depoimentos prestados em dissonância com o que foi apurado. Não consta nenhuma prova, e ainda assim foi decretada a prisão preventiva, tanto do meu pai, quanto minha, e estamos lutando agora para reverter essa grave injustiça e perseguição política nunca antes vivenciada.

Vale ressaltar que eu, Damaria Jacome, sequer me encontrava na minha residência no momento da busca e apreensão, cheguei apenas quando os policiais já estavam encaminhando o meu pai Laete para a delegacia. Fui até a delegacia, acompanhei o depoimento do meu pai me apresentei como Advogada e apresentei os documentos das armas que eram de minha propriedade ainda no sábado, não sendo exigido sequer meu depoimento. De maneira bizarra, na segunda-feira, foi decretada a prisão preventiva de minha pessoa, sendo que não respondo e nunca respondi nenhum processo, tenho antecedentes criminais exemplares, como poder ser visto.

Vale ressaltar que minha prisão foi fundamentada somente sob as alegações das armas registradas e legalizadas em
meu nome, como também o fato de ser irmã de pessoas que respondem processo, o que muito me estranha pois todos sabem que armas registradas/legalizadas não geram processo, muito menos de prisão. Como também, ser parente de pessoas que respondem processos nunca foi e nunca será um crime diante da justiça, pois tal ato se torna ilegal e inconstitucional, pois as penas não poderão ultrapassar da pessoa do condenado. Art 5º “XLV – nenhuma pena passará da pessoa do condenado (…)” da Constituição Federal.

Dito isto, não há dúvida nenhuma que eu, Damaria Jacome, e o vereador Laete Jacome, meu pai, estamos sofrendo uma grande injustiça e uma grande perseguição política, pois somos cidadãos de bem, com uma reputação limpa, temos mãos limpas e nada devemos à Justiça.

De forma estranha, todos esses acontecimentos foram divulgados repentina e repetidamente em inúmeros jornais e blogs, tática usada pelos nossos opositores políticos, que assim tentam denegrir a nossa imagem, em razão de estramos “disparados” na frente da disputa eleitoral em João Dias. Pois, João Dias após 40 anos de oligarquia, nesse ano de 2020 anda bem próximo de conquistar a democracia, ainda não existente na nossa cidade de João Dias .

As pessoas têm expressado sua revolta diante de tamanha injustiça; tem ido às ruas, tem se manifestado pedindo Justiça e fim da Ditadura em nossa cidade.

Eu, como profissional atuante da justiça que inclusive fiz varias denúncias, apresentando inúmeras provas de várias irregularidades do poder executivo de João Dias, que deram início a 5 processos (nepotismo, uso indevido dos transportes públicos, empregos fantasmas, distribuição ilegal de remédios e combustíveis e ainda contratação irregulares de servidores entre outros) que ainda estão pleno andamento, venho sofrendo perseguições por parte do poder executivo de João Dias ; por exercer a minha profissão e o meu direito de cidadã, valendo ressaltar que desde que fiz tais denúncias, não tive mais paz na minha vida; que desde que entrei na política de João Dias, sou ameaçada e perseguida diariamente.

Usando de minhas prerrogativas como profissional do direito e da advocacia, e como cidadã de bem, venho PEDIR JUSTIÇA às autoridades, que reparem tantas injustiças que tem sido praticado por algumas pessoas e por algumas autoridades.

Quero, de verdade, acreditar que tudo que aprendi durante os 5 anos de faculdade não foi em vão, que as madrugadas que passei acordada, estudando o direito, não foram perdidas, que as dificuldades que passei para me formar andando a pé, por falta de dinheiro para pagar minhas passagens, não foram em vão, que todo o esforço dedicado para passar na OAB não foi perdido, pois sou conhecedora do direito e da Lei e mesmo assim vivo um momento de muita injustiça!

ESPERO MUITO EM BREVE QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA !

PEÇO PROVIDÊNCIAS URGENTES AOS ÓRGÃOS DA OAB/RN, MINISTÉRIO PÚBLICO, PODER JUDICIÁRIO E TODAS AS AUTORIDADES COMPETENTES.

Opinião dos leitores

  1. Estamos com você doutorinha, o povo de João Dias sabe de toda a vdd, sabe quem é você, vai da tudo certo em nome de Jesus

  2. Dr Damaria é uma pessoa empenhada em fazer o bem e ajudar as pessoas , pessoa íntegra e correta , que hoje sofre uma grande injustiça ou melhor dizendo sofre uma grande perseguição política.

  3. Faltou falar sobre a crueldade pela qual trataram o candidato a prefeito da cidade que ocorreu ontem dia 26-10 , onde humilharam um homem do bem,agricultor,trabalhador, o levando a ser constrangido onde foi colocado em camburão da polícia com os pés presos, sendo tratado como deliquente por qual motivo? Já que procuraram um pra o manterem preso mais não conseguiram graças a Deus e a movimentação dos seus amigos que não suportam mais tamanha crueldade e ficaram na porta da delegacia, sem argumentos nenhum o deixaram livre , a ele, um advogado e Leidiane jácome candidata a vereadora ( grávida e deixa por horas no sol passando mal, e ainda levada numa viatura por vários lugares com a intenção de está hoje estampados os rostos de inocentes em jornais como bandidos!
    Mais o povo está do lado da verdade e essa verdade será a resposta nas urnas…. Juízes, promotores, justiça olhem os seus motivos e procurem quem devem mais não permita que támanha crueldade seja feita com inocentes que apenas lutam pela dignidade dos pobres de uma cidade que foi escrava de uma família durante muitos anos e Única coisa que deseja é mudança! Deixem o povo trabalhar!

    1. Dr é toda pessoa que tenha conhecimento sobre uma profissão. Até um mecânico pode ser doutor.

  4. Dr Damaria é conhecida por todos os joãodienses. Menina de bem, está sendo injustiçada. Mas Deus chegará com providência!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Advogada diz que “Fátima trabalha na base da macumba”

Foto: Reprodução/Twitter/Fátima Bezerra

A advogada Lenice Moreira de Moura divulgou em sua página pessoal do Facebook uma foto ADULTERADA GROTESCAMENTE de uma reunião realizada dia 27 de março(a última sexta-feira), entre a governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto, o secretário estadual de Saúde Cipriano Maia e o prefeito de Natal Álvaro Dias.

Na postagem, a advogada sugere que a governadora faz “macumba” contra o presidente da República Jair Bolsonaro. Após prints das imagens repercutirem em grupos de whatsaap, Lenice apagou a postagem.

(Foto: facebook Lenice de Moura)

Conforme segunda foto em destaque, na foto FAKE, apareciam sobre a mesa uma garrafa de cachaça, velas e a imagem de Iemanjá. Junto às fotos, Lecine de Moura publicou o seguinte ataque à governadora do Estado:

– Vejam como a DESGOVERNADORA do PT no RN “TRABALHA” … Vejam o BAIXÍSSIMO NÍVEL! Eis o “FEITIÇO PREPARADO contra BOLSONARO e seus principais MINISTROS”. É na base da MACUMBA que essa GENTE busca REALIZAR seus PLANOS MALIGNOS! Você que é uma “pessoa do bem” ou um “cristão” considera CORRETO tal atitude da GOVERNADORA? É com ESSAS ARMAS que uma PESSOA do BEM pretende vencer? #AcordaPovoCristão! #OrarPeloPresidente!

Lenice de Moura se descreve como professora de Direito Tributário do UNI-RN, professora da faculdade Estácio e doutora em Ciências Sociais pela UFRN. Em contato com o Bog, a Estácio informa ao Blog que a mesma não faz mais parte do quadro de funcionários desde o ano passado),

*Atualização às 18h54 com o acréscimo da postagem de retratação da Sra. Lenice de Moura 

RETRATAÇÃO, PEDIDO DE DESCULPAS AO GOVERNO DO ESTADO E À SOCIEDADE NORTE RIO-GRANDENSE
Venho por INTERMÉDIO DA PRESENTE PUBLICAÇÃO ME RETRATAR A RESPEITO de Matéria que Publiquei em MINHA CONTA no FACEBOOK, quanto a uma FOTO da GOVERNADORA em uma MESA BRANCA. Recebi a foto como se fosse ORIGINAL, SENDO que MESMA, JÁ ADULTERADA, ESTAVA CIRCULANDO NA INTERNET antes mesmo da minha postagem. NÃO conferi adequadamente a FONTE. A Postagem permaneceu por ALGUMAS HORAS em MINHA CONTA do FACEBOOK, até que um AMIGO me ENVIOU a FOTO ORIGINAL, de MODO que CONSTATEI o EQUÍVOCO COMETIDO na POSTAGEM. Prontamente APAGUEI a FOTO e a POSTAGEM. Peço DESCULPAS pelo OCORRIDO, de FORMA ESPECIAL, à GOVERNADORA FÁTIMA BEZERRA e DEMAIS INTEGRANTES PRESENTES NA MESA, INCLUÍDOS NA REFERIDA FOTO. Abaixo, a FOTO ORIGINAL, que recebi do amigo.

Um abraço fraterno a todos!

Lenice Moreira de Moura
Professora Universitária-UNI-RN
Doutora em Ciências Sociais-UFRN

Com acréscimo de informações do Saiba Mais

Opinião dos leitores

  1. Onde está a foto Original que a redação diz colocar abaixo da matéria? Portanto tem apenas as fotos replicadas, que agora vem retratar como FAKE NEWS. Cadê a GOTO ORIGINAL pelo amor de Deus, pra mim, isso NÃO passa de uma retratação sem embasamento e provas de que se trata de um FAKE NEWS

  2. Fui aluna dessa "DOUTORA", ela não lecionava, passava o horário da aula no celular, nas redes sociais destilando seu ódio. Na época fiz uma reclamação aos gestores da faculdade, que nada fizeram, infelizmente.

  3. É muita hipocrisia desses Petralhas, já foram desmascarados inúmeras vezes com suas fake news, inclusive na cara, como no caso da CPI, e ainda tem a cara de pau de recriminar um pequeno equívoco dessa senhora. É tanta coisa absurda que o PT fez e faz, que qualquer coisa deles, como sabemos da desonestidade e descaramento dessa gente, agente já passa.

  4. Daí você pensa que as pessoas que puxam para baixo os índices educacionais eram pobres, pessoas desempregadas, em situação de rua, aí quando chega o século XXI descobre que é a classe média e alta brasileira. Gente extremamente analfabeta e desqualificada para ocupar qualquer cargo. Afinal, não saber o que é uma quarentena a ponto de subir num carro de som convocando para a carreata da morte, ÚNICO LUGAR DO PLANETA em que alguém faz isso, sem contar ser fã do impronunciável a essas alturas em que ninguém mais o apoia, nem nunca ninguém civilizado o apoiou, por razões óbvias, prova que os lunáticos de facebook fizeram um bom trabalho com os "de bem", fazendo se sentirem seguros de aparecerem publicamente para o mundo conhecer. #RIPDireita #PrayForBrazil
    Sem ninguém de direita no Brasil que dê um mínimo de dignidade, o PT, todos da Esquerda saem de alma lavada e em um status de glamour e destaque mundial que dispensa apresentações, pelos próximos 50 anos pelo menos. Tudo isso sem moverem uma palha para destruir a direita.
    Aos terraplanistas, sigam em frente, a borda é logo ali.

  5. Isso mostra que tem muita gente, mas muita gente mesmo, que independente do nível social ou grau de instrução, perdeu completamente a capacidade de ter senso crítico.
    Por mais absurdo que pode parecer, já estão pré dispostos a comprar a mentira contanto que sirva para denegrir ou desmoralizar aquele ou aquela pessoa que foi escolhida como "rival".
    Embora tenha se retratado, muitos não têm a mesma exposição e não chegam a ter o mesmo compotamento de reconhecer.

  6. Vou entrar de quarentena a no blog do amigo BG . Meus comentários estão sendo muito cortados . Será que estou sendo muito rude. ? Pela atenção obrigado .

  7. E é porque é "professora universitária" e "doutora em ciências sociais", em teoria deveria ter esclarecimento para saber o que é uma montagem e se não sabe ter consciência do que é fake news. Conheço gente com menos estudo que consegue tem um senso de realidade maior do que essa senhora.

  8. ESSA PELO MENOS RECONHECEU O ERRO, PORQUE TEM ELEITOR DO PRESIDENTE DIVULGANDO FAKE NEWS CONSTANTE, E QUANDO VOCÊ DEMONSTRA FONTES DESMASCARANDO-O, ELES FICAM BRAVOS E QUEREM POR FIM DA FORÇA QUE SEJA VERDADE. KKKKKKKKKKKK!

  9. Olha o nível de uma senhora dessa… como q alguém com esse nivel de intelecto pode advogar em alguma causa meu amigo?

  10. Esses bolsonaristas não podem ver uma vergonha que já querem passar !!! Meu amigo que loucura…

  11. Eu tanto que admirava este Blog, mas pelo que tenho visto alguns dias, passou de informação, para criar opinião e fuxicos, estou parando de acompanhar este Blog.

  12. O que me espanta é a Professora Universitária, "Doutora em Ciências Sociais" fazer isso…
    Quer dizer que se a Governadora fosse adepta da Umbanda tava errado?
    Um Culto Evangélico ou um encontro Católico podia, mas um encontro de Umbanda não?
    Kkkkkkkkk…
    E olha que eu sou Cristão viu!
    #vergonha
    #preconceito

  13. Faltou pedir desculpas às pessoas praticantes de religiões de matriz africana. Esses cristãos não sabem nada de cristianismo, muito menos dos ensinamentos de Jesus. Faltaram até as aulas básicas de catecismo sobre os dez mandamentos.

  14. O UNI-RN, instituição séria e de relevância na sociedade Potiguar, deveria DEMITIR, IMEDIATAMENTE, esta senhora! É vergonhoso! Como se não bastasse ser uma profissional do Direito, ser professora e doutora, como ela fez questão de expor na seu pedido de "desculpas".
    Que "baixíssimo nível", em?

  15. Está na hora de que atitudes como essa de divulgação de inverdades e fakes sejam duramente criminalizadas e os responsáveis sejam punidos, seja de que partido ou tendência ideológica for. Isso inclui os filhotes do Bozo, que quase todo dia criam e propagam mentiras nas redes sociais fazendo o papel de bonecos de ventríloquo do pai.

  16. Boba a governadora se não meter um belo processo nas costas dessa mulher, que baixo nível, mas esperar o que de uma pessoa dessa qualidade, né ?

  17. Conte uma novidade. Eleitor de Bolsonaro sendo enganado e votando ou tomando decisões com base em fake, isso todo mundo já sabe.

  18. Essa maluca precisa ser presa. Mas, ela aprendeu bem com a turma dele fazer adulteração de fotos, fatos e informações para prejudicar. Tudo isso para implantar uma ideologia fascista e totalitarística.

  19. Completo desrespeito dessa advogada com as religiões de matriz africana. Não preciso comentar mais nada.

  20. Pense numa macumba desperdiçada! Acaba causando descrédito às macumbeiras de verdade. O PR já causa estrago sem isso!!!

  21. BG, o que o governo do estado tem feito, pra ajudar os municípios??
    Faça a pesquisa!!!
    Quais foram as ações pros municípios???
    Agora, pelo amor de Deus.
    Sangue de Cristo tem poder.
    Xô satanás.
    Bater o tambor, aí já é de mais.
    Xô!!!!!

  22. É por isso que o desgoverno dela tá uma desgraça e vai ficar pior, o mal sobre cai quem usa ele.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Advogada transexual admite uso de droga, mas nega crime e relata abuso policial em Mossoró

Foto: Ivanúcia Lopes/InterTV Costa Branca

A advogada transexual mossoroense Maitê Pereira Nobre, que chegou a ser presa sob acusação de tráfico de drogas em operação da Polícia Militar no início da quinta-feira, 28, narrou o episódio após ser posta em liberdade na noite de ontem.

A advogada assumiu ser usuária de maconha para uso terapêutico, mas que não cometeu crime, como também relatou supostos abusos dos policiais que conduziram a ação.

Lea matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. A MESMA CONVERSA DE QUEM INFRINGE A LEI, NEGA E CULPA OS POLICIAIS POR SUPOSTOS ABUSOS. CONTA OUTRA!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Advogada pode perder OAB após “pedir estupro” de filhas de ministros do STF

Foto: Reprodução

Uma advogada pode sofrer punições e até perder seu registro profissional após fazer uma postagem ofensiva nas redes sociais devido à decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de proibir a prisão após condenação em segunda instância e à soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na última sexta-feira (8), Claudia Teixeira Gomes publicou a seguinte mensagem no Facebook: “Que estuprem e matem as filhas dos Ordinários Ministros do STF”. Após a repercussão negativa, a advogada apagou a postagem e o perfil.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

 

Opinião dos leitores

  1. É o que deveria ocorrer com um ex-presidente condenado por corrupção e lavagem de dinheiro que, após obter sua soltura, sai por aí incitando a violência e o caos no país, valendo-se do fanatismo e da subserviência de uma cambada de militantes imbecilizados, adoradores de uma seita criminosa camuflada de partido político?

  2. Perde não, vai ter um colega sem escrúpulos para defender e vai dizer que a coitada está arrependida, vai fazer um vídeo e pronto, de repente , acabam nossas esperanças num Brasil melhor.

    1. Ela apenas expressou em sentido figurado do que ministro deveria passar pra ser favorável a prisão em segunda instância, e é isso mesmo que pensa a imensa maioria do povo brasileiro, como esses ministros não são assaltados, roubados, ludibriados, assassinados e com seus familiares sofrendo o mesmos, pois tem toda uma estrutura que os defendem. E é por isso que não conseguem sentir na pele o que a falta de ação da justiça provoca na vida das pessoas comuns. Esses ministros são totalmente insensíveis às nescessidades da sociedade.

    2. Meu Deus do céu!!!! Até que ponto chega esse povo que apoia Bolsonaro. Querer justificar o que não tem justificativa é demais. Pena que só vêem o erro no outro lado. É aquela coisa: na Venezuela é ditadura mas no Brasil não existiu.

    3. É óbvio que se tratou de um meto destempero verbal motivado pela impotência diante de tantas decisões absurdas daquela corte que deveria ser a guardiã maior da nossa cidadania e integridade. Afinal, essa advogada não tem qualquer influência ou poder sobre a criminalidade brasileira. Muito diferente, por exemplo, do bandido (efetivamente condenado) de 9 dedos incitar seus militantes, um bando que de fato lhe obedece e presta reverência, a promover o caos no Brasil, como está ocorrendo em países próximos. Nesse caso, trata-se de um atentado à Segurança Nacional, tipificado em lei.

  3. Perde nunca.
    Aqui no RN tem advogado preso lotando a carceragem do Quartel da PM e que tem sido é defendido pela OAB.
    Não foram sequer suspensos, imagina se a pessoa apenas externar um absurdo sem tamanho vai perder o registro… Vai nunca.

    1. Verdade, quem deveria dar exemplo e exterminar os Advogados bandidos dos quadros da OAB, ainda merece ajuda. Pobre Brasil.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VOCÊ NÃO LEU ERRADO: Advogada cria PTinder para namoro de pessoas de esquerda; serviço vai começar no Instagram e depois será lançado aplicativo

A advogada Maria Goretti Nagime, do grupo Prerrogativas, está criando o PTinder, uma página para promover namoros entre pessoas de esquerda.

Ela vai começar com uma página no Instagram e em seguida lançará um aplicativo.

DETALHE 

A ideia surgiu depois que um amigo ficou na fossa por ter levado um fora. Maria resolveu ajudá-lo divulgando uma foto dele em suas redes. Disse que era advogado, diretor de escola técnica, bom papo e “de esquerda”. “Por incrível que pareça, foi o que mais atraiu as mulheres”, diz ela.

É O AMOR

A página terá ainda um quadro que se chamará “Partidão de Esquerda”, com pequenas entrevistas com pessoas “solteiras ou em um relacionamento aberto ou confuso” que estejam buscando um novo amor.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Isso é o mais puro preconceito e discriminação. Aí está um tipo de discriminação descarada, e que o MP poderia instaurar de imediato um processo criminal contra esses preconceituosos, inclusive os que ja estão no aplicativo.

  2. Tem que criar um novo hospício parar internar estas pessoas de esquerda…. fazem o mal coletivo e ainda acham graça… por que não vão logo pra China, Coréia do Norte, ou simplesmente pra Venezuela?

    1. Eles têm medo de dar a sorte de se relacionar com um gênio como a gente.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Advogada aponta falsificação de assinatura e denúncias graves contra Bento Herculano no CNJ; ele rebate: “pessoa com reduzida saúde psicológica”

Foto: Divulgação

Disputas judiciais envolvendo o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN) mais uma vez estão rendendo no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Desta vez a acusação grave foi impetrada pela advogada Beatriz Helena Cavalcanti Siqueira contra o desembargador e presidente do TRT-RN, Bento Herculano, em processo referente a disputas no Sindicato dos Bancários. A advogada lista argumentos que segundo ela, impediriam o justo julgamento do desembargador. Bento Herculano terá 15 dias pra se manifestar.

Na peça jurídica, a qual o Justiça Potiguar teve acesso e está tramitando na Corregedoria sob relatoria do corregedor Humberto Martins, a advogada alegou argumentos que poderiam fazer com que o desembargador se julgasse suspeito. Segundo ela, Bento Herculano seria “amigo íntimo dos advogados da parte contrária”, tendo inclusive fotos juntos e o advogado Marcus Vinicio Santiago de Oliveira teria sido convidado do casamento do desembargador.

Veja reportagem completa aqui no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Onde tem fumaça tem fogo!
    Tá sempre aparecendo denúncias contra esse Bento, a PF tem que encalcar nele.

  2. A Corregedoria tem que tomar providências URGENTES para conter atitudes tomadas por alguns desembargadores do judiciário brasileiro. Investigar e, se for o caso, punir rigorosamente. Tem que acabar essa vergonha chamada aposentadoria compulsória, um tapa na cara do povo brasileiro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Decisão no TJRN tranca ação penal contra advogada denunciada por fraude na Grande Natal

A Câmara Criminal do TJRN, à maioria de votos, decidiu trancar ação penal contra a advogada Alexsandra Cortez Torquato, a qual, na condição de assessora jurídica da Prefeitura de São José de Mipibu, foi presa após ser denunciada por suposta omissão em documento público ou particular ou declaração falsa e por fraude em licitação. A defesa pediu o trancamento da Ação Penal e por meio de Habeas Corpus argumentou a ocorrência de “constrangimento ilegal” por parte da Comarca do município. Para os advogados da denunciada, se faz necessário o trancamento da AP, por ausência de justa causa (artigo 395, do Código de Processo Penal).

A advogada foi denunciada nos crimes previstos no artigo 299, parágrafo único, do Código Penal e no artigo 90 da Lei nº 8.666/1993 – Lei de Licitações, combinados com o artigo 61 e 299, parágrafo único, do Código Penal, em concurso de agentes, conforme o artigo 29 do Código Penal.

Veja matéria completa no portal Justiça Potiguar clicando aqui

Opinião dos leitores

  1. A Advogada Alexsandra Cortez Torquato nunca foi presa e nem teve decreto de prisão preventiva consolidado contra a sua pessoa. Infelizmente, esse noticioso se valeu de informação inverídica que macula a honra e imagem da Advogada, que foi sumariamente absolvida pelo Tribunal de Justiça, com o trancamento da Ação Penal promovida injustamente contra a sua pessoa. Eu sou advogado de Alexsandra Cortez Torquato e tive a honra de, em nome da OAB/RN, fazer sua defesa perante à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. Portanto, esse noticioso deve se retratar da forma temerária como deu publicidade a um fato inexistente. Tendo dito boa noite.

    1. É lamentável que esse blog filtre comentários, publicando àqueles do seu interesse, em detrimento do esclarecimento da verdade. Até o presente momento, o meu comentário deixando claro que a Advogada Alexsandra Cortez Torquato não foi presa em momento algum não foi publicado. Tenho dito. Boa noite.

  2. Se tem uma coisa que virou comum é advogado envolvido em crimes e sendo presos.
    Enquanto isso a OAB está preocupada com qualquer outro tema externo, com seus inscritos fica valendo a omissão?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Filha de ex-políticos e advogada: quem é a namorada de Dario Messer – o “doleiro dos doleiros”

Myra Oliveira de Athayde, namorada do doleiro Dario Messer, em ensaio fotográfico de seu casamento, em 2016 (Reprodução/Facebook)

A fuga de um ano e três meses do “doleiro dos doleiros”, Dario Messer, terminou no apartamento onde vive sua namorada, Myra de Oliveira Athayde, em uma região nobre e movimentada de São Paulo, quando doze policiais federais arrombaram a porta e o prenderam. A advogada carioca de 27 anos morava há quatro meses no imóvel, em um condomínio de luxo entre a Avenida Paulista e o Parque do Ibirapuera, o Limoge Jardins. O apartamento 102, no décimo andar da torre, está alugado no nome da mãe de Myra.

Ao contrário do namorado, ela frequentava normalmente as áreas comuns do condomínio. No último domingo, foi vista fazendo esteira na academia. O foragido Messer, por sua vez, tinha na carteira uma identidade falsa, com nome de Marcelo de Freitas Batalha, que apresentou à PF tentando escapar da prisão. Quem o viu de perto, garante que ele incrementou o disfarce com cirurgias plásticas no rosto. O nariz está mais afilado e arrebitado.

A namorada de Dario Messer é filha de um casal de ex-políticos de Campos dos Goytacazes (RJ), no norte fluminense. A mãe de Myra, Alcione Athayde, passou por partidos como PST, PP, PPB e PSB, foi deputada federal por dois mandatos, assumidos como suplente, e ocupou cargos na prefeitura de Campos e no governo fluminense. Prima do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e médica, Alcione foi presa na Operação Pecado Capital, em agosto de 2008. A ação apurava desvios de cerca de 60 milhões de reais na Secretaria de Saúde estadual na gestão da ex-governadora Rosinha Mateus, mulher de Garotinho, e também prendeu o ex-secretário de Saúde Gilson Cantarino. Alcione ficou detida pouco mais de um mês. O sogro de Dario Messer, o empresário e cirurgião dentista Carlos Jader, foi vereador em Campos de Goytacazes.

Myra de Oliveira Athayde, a namorada do doleiro Dario Messer (à direita), com irmãos e o pai (Reprodução/Instagram)

Antes de se relacionar com o maior doleiro do país, Myra Athayde já foi casada. Aos 24 anos, em julho de 2016, trocou alianças com o advogado carioca Marco Aurélio Asseff, em cerimônia em uma pousada em Petrópolis (RJ). O casamento durou até meados de 2018, quando se separaram.

Myra convivia no círculo mais próximo de Dario Messer desde mais jovem, por ser amiga da mulher de Dan Messer, filho do doleiro. Ela frequentava a famosa cobertura tríplex do “doleiro dos doleiros” na Avenida Delfim Moreira, de frente para o mar do Leblon, palco de festas de arromba com personalidades.

Formada em Direito em 2015 pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), Myra Athayde é autora da monografia “Da demanda de intervenção militar perante um regime democrático”. Ela foi aprovada na avaliação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em 2018.

Blog Veja Gente – Veja

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

A quem interessa "queimar" Tatiana Cunha?

Tatiana-Mendes-Cunha.jpgNa segunda-feira, 27, enquanto o governador eleito ainda comemorava a vitória no segundo turno, já tinha gente divulgando que a advogada Tatiana Mendes Cunha seria a futura chefe de gabinete civil. A informação voltou a ser divulgada outras vezes. E agora, há quem garanta que o nome dela foi vetado.

Detalhe Um: a advogada Tatiana Mendes Cunha nunca tratou do assunto com o governador eleito, de quem é amiga pessoal. Não foi consultada sobre qualquer cargo. Nem Robinson a chamou para tratar de assunto relativo à composição do futuro governo.

Detalhe Dois: Se vier a ser convidada para ocupar algum cargo no futuro governo, a advogada aceitará? Alguém já perguntou a ela sobre isso?

A quem interessa a queimação do nome de Tatiana Mendes Cunha?

Seria fogo amigo?

Conclusão: a produção desse tipo de coisa, alimentada pela vaidade e pela ação na surdina de quem, obviamente, não deseja aparecer, já aconteceu em outros momentos de composição de governo e o resultado não foi dos melhores.

Mas vale a pena repetir a pergunta: a quem interessa?

Opinião dos leitores

  1. Dra. Tatiana Mendes Cunha, além de capaz sempre foi ligada politicamente a Robinson Faria. Já o nome que ta na RADIO RUA do Turismo, ele e toda família (pai, mae, irmãos), são ligados a Jose Agripino e Henrique Alves, ate então as duas forças politicas do estado, inclusive ofereceram um grande jantar para o candidato Henrique Alves, agora ele diz que eh Robinson desde criancinha. O mundo deu voltas….

  2. Independente do fato dela ocupar ou não algum cargo, Tatiana reúne todos pré-requisitos: É fiel ao governador, tem capacidade inquestionável, é bem relacionada… É uma pessoa correta e do bem, o estado teria muito a ganhar.

  3. Tatiana não é tão simpatica, é verdade! mas é a maior advogada em direito administrativo do RN, trocar o escritorio dela pelo RN combalido, é burrice, sem falar, que dessa vaidade idiota ela nao sofre, melhor deixar isso pra quem esta começando ou quem gosta de holofote. Sem falar ainda, que tatiana é procuradora da assembleia legislativa do RN de carreira. Enquanto o povo falar essas besteiras, tatiana vai fazendo o que mais sabe fazer, advogar!

  4. BG vç já ouviu falar que se joga pedras em arvores que não dão frutos? Claro que não. A jovem advogada deve ser preparada e inteligente e muitos JABUTIS,não querem uma pessoa preparada comandando. Por isso mesmo vão fazer de tudo para queimar a nobre causídica.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Caso NNEX Caicó: TJRN nega pedido de revogação de prisão preventiva de advogada presa

O desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Glauber Rego, negou a liminar no pedido de Habeas Corpus, feito pelo advogado Francisco das Chagas Medeiros, em favor de Rafaela Pereira Gurgel Silva Melo, que está presa desde a segunda-feira, (14), acusada de fraude contra a empresa NNEX MARKETING DIGITAL EIRELI.

Segundo o radialista a blogueiro em Caicó, Sidney Silva, ao mesmo tempo, o desembargador, afastou o fundamento jurídico da “garantia da ordem pública”, um dos motivos da prisão decreta. O outro, que é “conveniência da instrução”, deve ser informado pelo Juiz Luiz Cândido Villaça, se ainda se mantém. Quando a informação for repassada, no prazo de 24hs, o desembargador deve decidir se julga favorável o pedido de liberdade da presa.

“(…..) Ante o exposto, INDEFIRO o pedido de revogação da prisão preventiva, ao passo que solicito ao MM. Juiz de Direito da Vara Criminal da Comarca de Caicó/RN, que preste informações sobre o alegado constrangimento ilegal da prisão preventiva, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, devendo tal resposta ressaltar se persiste a necessidade de manutenção da segregação cautelar por conveniência da Instrução criminal”, destaca o desembargador na decisão.

Quanto a defesa de Tarcísio Nóbrega de Melo Júnior, também preso na operação “Binário Perfeito”, o advogado Guerrison Pereira de Andrade, ainda não ingressou com nenhum pedido na Justiça, nem local, nem em instância superior.

A advogada Rafaela Gurgel, segue presa em Natal – na acadima de Polícia Militar – e Tarcísio Júnior, na Penitenciária Estadual do Serido, em Caicó.

Do radialista e blogueiro Sidney Silva

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Juiz nega prisão domiciliar para advogada suspeita de aplicar golpe na NNEX RN

casalO juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, indeferiu na tarde dessa quarta-feira(16), o pedido de prisão domiciliar para ser cumprido pela advogada Rafaela Gurgel, presa durante a Operação Binário Perfeito da Polícia Civil. Ele foi presa juntamente com seu esposo no início da noite de segunda-feira, (14).

Na decisão o magistrado informa que o pleito formulado não merece atendimento, porque, conforme se observa, nenhum dos fundamentos invocados pelo advogados de defesa são procedentes. Eles informaram que não existi Sala de Estado Maior na Comarca de Caicó e também porque seu filho é menor de 6 anos e é portador de doença crônica, e precisa dos cuidados da mãe.

O parecer do Ministério Público também foi no sentido de negar o pedido feito pelos advogados.

“A questão da acomodação de advogado preso provisoriamente é matéria que, vez por outra, é debatido nos Tribunais. A Constituição estabelece que todos são iguais perante a lei, ao mesmo tempo em que preceitua que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória, bem como estabelece que o advogado é essencial para o funcionamento da Justiça. Assim, a leitura do Estatuto da OAB deve ser visto pela janela dos preceitos constitucionais acima delineados, de maneira que se possa chegar à conclusão do que significa atender à prerrogativa (indisponível, diga-se) de ser recolhido, antes de considerado criminalmente culpado, em Sala de Estado-Maior. Ora, conforme informado pelo Sr. Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, a advogada está recolhida em cômodo exclusivamente fe minino,utilizado inclusive por oficiais PM, com ar-condicionado, banheiro privativo com boxe, televisão de 29”, guarda-roupas, espelho e gelágua. Além disso, as fotografias anexadas dão conta que o local é limpo e arejado. O local, portanto, atende aos requisitos legais e pode ser definido como sala de Estado-Maior para fins de atendimento das prerrogativas destinadas aos membros da Ordem dos Advogados do Brasil. Assim, é de se indeferir o pleito de colocação em prisão domiciliar, posto que a advogada se encontra em local adequado.“, destaca na decisão.

Analisando a possibilidade da advogada ficar em casa, por causa do filho, o magistrado entendeu também que o fato de estar presa não atrapalha.

“Percebe-se que não existe razão para atendimento. Isso porque, a doença crônica que acomete o filho menor de 6 anos jamais impediu que a presa fizesse viagens internacionais de vários dias de duração, conforme afirmado no parecer ministerial. Além do mais, quando de sua prisão, a advogada estava viajando sem o filho, que estava sob os cuidados da avó, sem que isso implicasse em nenhum prejuízo para a saúde ou embaraço aos tratamentos que, diga-se, não foram delineados no pedido. Em assim sendo, INDEFIRO o pedido“, afirmou.

Com informações do blog de Sidney Silva.

Opinião dos leitores

  1. Na hora de meter a mão no alheio não pensou em filho, em que tipo de cela ia ficar recolhida, mas quando a casa cai, surge todo tipo de argumento para escapar da responsabilidade.
    E sobre algum processo administrativo disciplinar, a OAB já se manifestou?

    1. Creio que nao.. estão mais preocupados em darem assessoria aos vândalos na frente da Camara de vereadores. Basta ligar a TV ou ler outro jornal e vai ver alguma reportagem local entrevistando um conselheiro da OAB que se preocupou em publicar seu currículo de super especialista para amedrontar a população, dando super garantias que os competentes procuradores do município estão errados. E assim vai continuar esse vandalismo na cidade.

    2. Primeira vez que eu concordo com esse senhor Sergio, ROUBOU tem que ir é para CADEIA mesmo.

      Não concordo com a baderna que está sendo feita na câmara, entretanto esse é o grande problema do Brasil, todos acham que tem um motivo para não ser punido! Se justificando, principalmente nos atos dos outros.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Assessora de senador que teve vídeo com relação sexual divulgada vai ser demitida

Em certas mulheres, a beleza excessiva por vezes conspira contra a dona. Parece ser o caso de Denise Rocha. Advogada, foi contratada como assessora do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI) em fevereiro de 2011. Desde a instalação da CPI do Cachoeira, em fins de abril, ela desfila na comissão os seus ocultos conhecimentos de Direito.

Em meio à feiúra escancarada dos congressistas e aos horrores insinuados na investigação, a plasticidade de Denise revelou-se insidiosa. Nunca as reuniões de uma CPI contiveram tanta surpresa, espanto, admiração, choque e assombro. De repente, a todo o desassossego provocado pela inusitada presença do belo agregou-se um ‘sim senhor, quem diria!’. Surgiu um vídeo.

Produção caseira, a peça circula entre os membros da comissão há três semanas. Exibe a causídica Denise e um parceiro dela numa tórrida e explícita relação sexual. As cenas correm os aparelhos de celular e os tablets dos congressistas como um delicioso rastilho pólvora. As pulsões de Denise passaram a provocar mais estrépito do que os explosivos extratos bancários da construtora Delta.

Ao vídeo juntaram-se fotos sensuais pescadas no Facebook de Denise. Nessas fotografias, os dons plásticos da assessora do senador, por explícitos, sobrepujaram-lhe o presumido talento jurídico. Por mal dos pecados, a deputada Iracema Portela (PP-PI), mulher do chefe de Denise e também integrante da CPI, teve os sentidos como que abalroados pela repercussão de tantas e tão voluptuosas imagens.

Sussura daqui, cochicha dali o chefe de Denise decidiu privar-se da assessoria dela. Embora ele a considere uma “boa assessora”, informa, para inquietação dos colegas, que vai demitir a auxiliar boa: “É uma situação complicada, não vejo condições de ela desempenhar o trabalho dela depois disso. Porque ela trabalha nas comissões, não é dentro do gabinete.”

Acometida dessa enfermidade terrível que é o excesso de beleza, Denise simula um pudico rompante de recato. Declara-se especialmente inconformada com a disseminação das cenas sexuais. “Não sei o que é esse vídeo. Não vi. Estou tomando medidas judiciais. É o meu trabalho. Eu estou ali para advogar, não estou para palhaçada”, disse.

Sob a tediosa ira da assessora superexposta surge a perspectiva de um empreendimento lucrativo. A advogada Denise foi convidada a posar nua para as lentes da Playboy. Amigos aconselham-na a aceitar. Perderá no Senado um contracheque de cerca de R$ 4 mil. Com um bom contrato, decerto obterá muito mais. Com uma vantagem: nas páginas da revista os conhecimentos de Direito são secundários e, mesmo, indesejáveis.

Fonte: Josias de Souza

Do Blog: Abaixo segue um clip da advogada que está no Youtube, vale a pena cada segundo:

http://www.youtube.com/watch?v=D3yh99nO8uo&feature=player_detailpage

Opinião dos leitores

  1. não tem quem me convença que este fato a esta altura do campeonato seja para desviar a atenção do que realmente merece holofotes que é a  investigação na CPI. VAMOS SE LIGAR GENTE

  2. a questão da demissão é pq ela transa? precisou de um vídeo na internet para as pessoas chegarem a esta conclusão? que ela transa? amanha todos teremos que ser demitidos de nossos empregos. quer dizer nos que transamos. e agora passara uma circular para todos trabalhadores responderem se transam? isso vai valer para homens e mulheres? o rapaz que estava fazendo o vídeo enquanto transava também será mandado embora de seu emprego ? ou esse tipo de retalhação só é valida para  pessoas do sexo feminino? não sejamos hipócritas. todos nos transamos e  muito mais  explicito do que o que foi mostrado neste vídeo. acredito que o único fato que tem que ser apurado em tudo isso é o porque este vídeo foi parar nas redes e se havia o conhecimento da Denise, e punir quem utilizou este artificio para tentar prejudicar esta jovem pela exposição sem seu consentimento.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Advogada diz ter sido agredida por juiz durante audiência

Uma advogada diz ter sido agredida por um juiz durante uma audiência na 5ª Vara Cível do Fórum de Montes Claros, na Região Norte de Minas Gerais, nesta quarta-feira (21).

De acordo com a advogada Liege Rocha, ela foi expulsa da sessão após o juiz ter dado um murro na mesa. Em seguida, ela afirma que tentou retornar porque seu cliente havia ficado na audiência. Segundo ela, quando bateu na porta, o magistrado a agrediu.

O juiz Danilo Campos negou a acusação e afirmou que chamou a polícia porque a advogada teria o ofendido. A sessão foi interrompida após a confusão. De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), não é a primeira reclamação contra o magistrado.

“Ele bateu muito forte na mesa, deu um murro, pegou o processo e pá. Aí eu falei, doutor, agora eu acho que não tem mais condição. Estou requerendo a suspensão do senhor aqui dentro dessa audiência. Eu vou procurar o presidente do fórum e vou procurar também a OAB. Eu e meu cliente vamos nos retirar da sala”, disse a advogada.

Ainda segundo ela, o juiz teria a expulsado da sessão e afirmado que o cliente teria que permanecer no local. Quando retornou, Liege disse que foi agredida. “Ele saiu de trás da mesa, veio empurrou a porta e não contente com isso, ele veio ainda e meteu um murro em mim”, afirmou indignada.

Segundo Campos, ele sofre perseguição de alguns advogados da cidade. “Eu sou sistematicamente atacado por este escritório nos processos, inclusive, levantando, supondo que eu seja homossexual e eu não tenho direito a nada porque eu já representei dezenas de vezes a OAB”, defendeu-se o magistrado.

Algumas pessoas que participavam de outra audiência de cobrança são testemunhas da agressão. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Montes Claros, Álvaro Matos, informou que vai entrar com uma representação contra o juiz.

“A agressão foi a primeira vez, mas nós já temos várias reclamações do procedimento da conduta em audiência desse juiz. Esse caso será levado ao Tribunal de Justiça e ao Conselho Nacional de Justiça. E a OAB também estará do lado do cidadão, da sociedade exigindo que o juiz se adeque ao modo com que um juiz, com que um julgador deve se posicionar frente aos processos, frente à sociedade”, relatou Matos.

De acordo com a Associação dos Magistrados Mineiros, Danilo Campos não é membro da entidade e, por isso, não comentou sobre o caso.

Confira o vídeo da reportagem do Bom Dia Minas:

Fonte: G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *