Finalmente: encontraram a cratera de um dos maiores impactos que a Terra já sofreu

(SCIEPRO/Getty Images)

Toda vez que um asteroide quilométrico acerta em cheio a superfície, o impacto deixa vestígios inconfundíveis que se espalham bem mais longe que a área atingida. Além, é claro, da cratera produzida, a colisão libera uma quantidade tão insana de energia que derrete as rochas e cria pedrinhas de vidro chamadas tectitas. Com base nelas, cientistas souberam que há 800 mil anos um meteorito gigantesco se chocou contra a Terra.

A pancada foi tão violenta que lançou tectitas ao longo de 10% da superfície terrestre. Durante os últimos 100 anos, pesquisadores têm coletado milhões dessas pedrinhas nos mais diversos cantos do planeta, como na Austrália, na Antártica, em vários locais dos oceanos Pacífico e Índico. Mas é na Ásia, sobretudo no Sudeste Asiático, que o grosso das tectitas se concentra. Elas são mais abundantes na Indochina (Vietnã, Laos e Camboja).

Foi ali, portanto, que as equipes concentraram as buscas pelo “pequeno” detalhe que faltava: a cratera, com extensão estimada em vários quilômetros e dezenas de metros de profundidade. Como é que uma estrutura assim tão grandiosa pôde passar tanto tempo escondida? A resposta, segundo uma equipe internacional de pesquisadores, é que ela esteve oculta por estar, literalmente, soterrada por uma grossa camada de lava solidificada.

Em um artigo recente publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences, os cientistas descrevem as evidências que os levaram a concluir que a cavidade fantasma fica em um antigo campo vulcânico no sul do Laos. O time liderado pelo geólogo Kerry Sieh, da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, afirma que a cratera de impacto está no Planalto de Bolaven, uma região elevada e paradisíaca repleta de belas cachoeiras.

Depois de algumas tentativas frustradas de achar a estrutura no Sudeste Asiático, uma área que não contém grande intensidade das forças geológicas e intemperismos que costumam “apagar” as crateras, os pesquisadores resolveram dar uma olhada no local. Parecia promissor por haver ali depósitos de lava com idade entre 780 mil e 51 mil anos — período perfeito para soterrar o buraco da colisão. E a quantidade de lava também condiz.

Estimativas apontam para que o campo chegue até 300 metros abaixo da terra. Bem mais que o suficiente para cobrir os cerca de 90 metros de profundidade da cratera. O primeiro passo para comprovar a suspeita foi comparar a composição das rochas do local com a das tectitas. E elas batiam perfeitamente. A etapa seguinte contou com uma técnica um pouco mais sofisticada: os pesquisadores mediram os campos gravitacionais em torno do planalto.

É que uma colisão de grande dimensão acaba “limpando” a área atingida de seus minérios originais e, com o passar do tempo, materiais rochosos e sedimentos menos densos, mais quebrados, vão preenchendo a lacuna. E isso faz com que a gravidade sobre uma cratera de impacto seja um pouco mais fraca que nos arredores. Foi batata: Bolaven apresenta essa ligeira discrepância. A análise permitiu estimar o tamanho da cratera soterrada.

De acordo com os dados gravitacionais, ela mede 18 kms de comprimento e 13 kms de largura. Por fim, os cientistas foram procurar sinais diretos do impacto violento nas camadas rochosas em um raio de alguns quilômetros do local. Encontraram duas encostas de arenito que parecem ter sido atingidas por detritos.

Análises microscópicas revelaram que os grãos de quartzo das rochas estavam fraturados — mais um indício de que a colisão teria sido próxima. Apesar de terem apresentado evidências sólidas, ainda não dá para cravar que foi de fato no Planalto de Bolaven que o grande meteorito caiu há 800 mil anos. Será preciso conduzir escavações no local para ter 100% de certeza. Mas, ao que tudo indica, a cratera perdida finalmente deu as caras.

Super Interessante

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruno Cardoso disse:

    qual a fonte? Superinteressante? dia da publicação… não há registro que o impacto que teoricamente dizimou os dinossauros foi nesse lugar da matéria. Solicito esclarecimento.

  2. Ronaldo disse:

    A pergunta que não quer calar: …e cadê o meteoro ? Se fez um rombo desse não era uma pedrinha ….

  3. Bento disse:

    Será que é maior que o rombo deixado pelo cachaça

    • BC3331986GAC disse:

      KKKKKK, Proporcionalmente o Rombo deixado pelo Bandido Nove Dedos e seu Bando é Muito maior.

FOTO: Cratera em rua na Zona Norte de Natal já atinge casas e deixa moradores em desespero

Foto: cedida

Moradores da rua Bariri, no conjunto Gramoré, na Zona Norte de Natal, estão desesperados com uma cratera que cada vez se estende mais em decorrência das chuvas nas últimas horas na capital. Conforme imagem em destaque, calçadas de imóveis já começaram a ser atingidas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ENGENHEIRO SINCERO disse:

    COMPLICADO USAR A REDE DE ESGOTO DA ZONA NORTE QUE AINDA NÃO ESTÁ LIBERADA SÓ DA NISSO MESMO

  2. Carlos Alberto disse:

    Tem uns gatinhos aí nessa cratera… Alguém fez ligação clandestina para rede de coleta de esgoto.

FOTOS E VÍDEO: Lagoa abre cratera ao redor de casas no conjunto Pitimbu, na Zona Sul de Natal

Fotos e vídeo: cedidos

Cratera em lagoa no conjunto Pitimbu, na Zona Sul de Natal, ao redor de casas, deixa moradores indignados. “Irresponsabilidade dos órgãos”, reclama um dos denunciantes, ainda informando que a área se encontra sem água.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    É lamentável amigos.
    Mas tenham paciência.
    Os governantes que vocês escolheram estão ocupados em veraneio.
    E pedem que qualquer reclamação sejam dirigidas somente em fevereiro de 2020 afinal de contas ninguém é de ferro.

  2. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Faz festas com bandas caras que resolve.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    E o carnê do IPTU chegando….

  4. Junior disse:

    Cabeção acabou com a cidade…e O Alvaro Vassourinhas continua com a maquiagem….

FOTOS E VÍDEO: Asfalto cede e cratera engole carros durante chuva na Asa Sul em Brasília

Fotos: Arquivo pessoal/via Correio Braziliense

Parte do asfalto cedeu e ao menos quatro carros caíram na cratera de um canteiro de obras, na 709/909 Sul, próximo à Caesb, na tarde desta terça-feira (10/12).

Chovia na hora do acidente. As primeiras informações são de que os carros estavam estacionados ao lado do tapume que isolava a obra, que fica ao lado de um centro clínico com diversos consultórios médicos.

Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBM-DF) e a Defesa Civil foram acionados. A área foi isolada, causando engarrafamento na região.

Segundo informações dos bombeiros, não houve feridos.

Correio Braziliense

 

FOTO: Carro de luxo cai em cratera gigante de 10 metros de profundidade em Mossoró

hiluxUm motorista de uma Hilux não observou a sinalização na BR 304 e caiu dentro da fundação (buraco de 10 metros de profundidade) do viaduto, que está sendo feito no conjunto de obras do Complexo Viário entre os conjuntos Abolição II e III, na noite desse domingo, dia 9, em Mossoró.

Assim como vários outros pontos de obras do Complexo Viário, a travessia entre os Abolição II e III também é escuro e a sinalização é pouca.

De O Câmera

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ALEX DUBEUX disse:

    Pronto agora e so encher de agua e virar o piscinão de RAMOS/RN

  2. Sergio Nogueira disse:

    inaugurado em Mossoró o motorista tatu: não pode ver um buraco que bota o carro dentro. Teve uma que botou na piscina, agora esse.

    • Nalva Maria Pinheiro disse:

      ele caiu tao quadradinho,tao certinho, parece até que foi um guincho que o colocou la dentro, isso vai render uma perda total, ai da seguradora!!!

FOTOS: Situação da avenida Olavo Lacerda Montenegro ficou crítica após chuvas desta madrugada

As chuvas que caíram nesta madrugada na Grande Natal deixaram a avenida Olavo Lacerda Montenegro, em Parnamirim, em situação ainda pior do que já estava.

foto 3

O barro de uma rua próxima deslizou para a avenida, prejudicando a passagem dos carros.

No dia 23 de maio, o blog publicou imagens de uma cratera que se criou na rua também devido às chuvas. E continua assim.

Moradores da região e que utilizam a via estão clamando por alguma providência do poder público.

foto 2

foto 1

Fotos: Mozart Araújo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jairo feliciano disse:

    Caos na saúde,mobilidade urbana,segurança,ruas esburacadas,etc.Transformaram esta outrora lida cidade num verdadeiro lixo.O povão,fagueiro,que elege a maioria dos responsáveis por esse estado de coisas,já está brincando o que agora passou a ser um mês de festa,o são joão.E haja circo.