Celso de Mello nega pedido para proibir manifestação em Brasília

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou pedido para proibir uma manifestação convocada para esta sexta-feira (08) em Brasília. O pedido foi feito pelo deputado federal Enio Verri, líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados.

Na decisão, Mello diz que acolher tal pedido desrespeitaria a liberdade de expressão e de reunião, previstas na Constituição Federal e em tratados e convenções internacionais.

De acordo com Verri, circula nas redes sociais do autodenominado ‘Comandante Paulo’, uma convocação a todo o povo brasileiro para estar presente em Brasília, nesta sexta-feira (8/5), com previsão de arregimentação de 300 caminhões e respectivos ocupantes, além de militares da reserva, civis, homens, mulheres e crianças.

“Segundo o vídeo de convocação divulgado, o objetivo do comboio e dos manifestantes será o de ‘dar cabo a essa patifaria estabelecida no País e representada (a patifaria) por aquela casa maldita do Supremo Tribunal Federal – STF, com seus 11 ‘gângsteres’, que têm destruído a Nação’”, diz o parlamentar na petição.

Na decisão, o decano diz que “impõe-se ao Estado, em uma sociedade estruturada sob a égide de um regime democrático, o dever de respeitar a liberdade de reunião (de que são manifestações expressivas o comício, o desfile, a procissão, carreata, a marcha e a passeata), que constitui prerrogativa essencial dos cidadãos, normalmente temida pelos regimes despóticos ou ditatoriais, que não hesitam em golpeá-la, para asfixiar, desde logo, o direito de protesto, de crítica e de discordância daqueles que se opõem à prática autoritária do poder.”

Por fim, o ministro diz que “o verdadeiro sentido da proteção constitucional à liberdade de manifestação do pensamento” é garantir “não apenas o direito daqueles que pensam como nós, mas, igualmente, proteger o direito dos que sustentam ideias que odiamos, abominamos e, até mesmo, repudiamos!”.

Adverte, no entanto, “que os abusos e excessos cometidos no exercício da liberdade de expressão, como os crimes contra a honra (calúnia, difamação e injúria), são passíveis de punição penal porque não amparados pela proteção constitucional assegurada à livre manifestação do pensamento”. Ao fim, Celso de Mello diz ser “frontalmente inconstitucional qualquer medida que implique a inaceitável proibição estatal do dissenso ou a livre manifestação do pensamento”.

Jota

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ciço disse:

    Viva a nossa governadora que decretou proibição de manada de gado na rua aglomerando e propiciando a transmissão do Corona.

  2. Paulo disse:

    BG
    Quando os bandidos do partido deste deputado, faziam interrupções nas BRS, Ruas e avenidas com seus manifestantes de mortadela e pão e também baderneiros inclusive black blocs destruindo patrimônio público e privado era tudo normal, vão se enxergar comunas sem-vergonhas.

  3. Waldemir disse:

    Quem tem tem medo kkkkk

Cotado para substituir Mandetta, oncologista Nelson Teich chega a Brasília para reunião com Bolsonaro

Foto: Reprodução

O oncologista Nelson Teich, cotado para assumir o Ministério da Saúde no lugar do atual ministro, Luiz Henrique Mandetta, chegou a Brasília na manhã desta quinta-feira (16). Ele tem uma reunião marcada com o presidente Jair Bolsonaro.

Teich não quis responder perguntas ao desembarcar no aeroporto de Brasília.

Em meio à crise da pandemia do coronavírus, a relação entre Bolsonaro e Mandetta se desgastou. Uma das principais discordâncias entre o ministro e o presidente é sobre o isolamento da população como estratégia para conter o avanço do vírus.

Mandetta é favorável ao chamado isolamento horizontal (para todas as pessoas). Bolsonaro defende medidas mais brandas, como o isolamento vertical (apenas para aqueles do grupo de risco).

Em artigo recente sobre a pandemia, Teich se mostrou a favor do isolamento horizontal, como Mandetta.

“Diante da falta de informações detalhadas e completas do comportamento, da morbidade e da letalidade da Covid-19, e com a possibilidade do Sistema de Saúde não ser capaz de absorver a demanda crescente de pacientes, a opção pelo isolamento horizontal, onde toda a população que não executa atividades essenciais precisa seguir medidas de distanciamento social, é a melhor estratégia no momento”, escreveu ele no dia 3 de abril.

Teich vai conversar com Bolsonaro sobre pontos que considera fundamentais para o combate ao coronavírus. Um deles é a testagem em massa da população.

Perfil

Oncologista, Nelson Luiz Sperle Teich é do Rio de Janeiro e, nos anos 1990, foi responsável pela fundação Grupo COI (Centro de Oncologia Integrado) onde atuou até 2018. Hoje, segundo seu perfil em uma rede social, atua como consultor em saúde.

De setembro do ano passado até janeiro deste ano, prestou orientações ao Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde do Ministério da Saúde.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romero Cezar da Câmara disse:

    Vai ser demitido também. Já chega de máscara. Kkkkkkkkk

  2. Maurício disse:

    LENDO AQUI OS COMENTÁRIOS, PARECE QUE A PETEZADA VAI ABANDONAR O ANDRADE??
    KKKKKKKKKKK
    QUEREM VOTAR NO LAMBRETA.
    KKKKKKK
    POIS FIQUEM SABENDO, VOTEI EM BOLSONARO E VOU VOTAR DE NOVO, NÃO EXISTER MOTIVOS PRA EU MUDAR.
    NÃO MUDO NEM POR UMA FANTA UMA COCADA E UM CONFEITO.
    TAMOS JUNTOS MEU PRESIDENTE.
    BOTE ESSE CERVO DO RODRIGO NOTAFOGO PRA CORRER, O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.
    ESSE SUGEITO É UM MAL ACUSTUMADO, NÃO SERVE PRA SER UM MINISTRO PATRIOTA.
    FORA PICARETA!!!

    • Oto disse:

      Amigo, sem querer entrar no mérito da questão política, mas, acho que você deveria voltar para as aulas de português, "SUJEITO" se escreve com J e não com G

    • Minion alienado disse:

      Parece que os minions só pensam no petê hahahaha, sempre há um que associa a oposição aos petistas . Pelo visto falta inteligência para ver além do pensamento do Olavo de Carvalho.

  3. Dilson disse:

    Os comentários bolsonaristas são ilários. Era um ministro técnico até muito pouco tempo, bastou ofuscar o mitinho e descobriram que o ministro não é essas coisas toda, como num passe de mágica! Vocês viraram chacota!

  4. mauriciio disse:

    A questão é que defendem o presidente cegamente e de qq um, não importam os atos, analisem cada fato q a coisa pode melhorar. Parecem torcidas de futebol e religiões

  5. Luiz Antonio disse:

    É injusta essa cobrança em cima do Capitão. Ele mesmo falou que não nasceu pra ser Presidente, só militar.

    • Cigano Lulu disse:

      Então está explicado por que o Capetão optou pela inatividade militar aos 33 anos.

  6. Vitor Silva disse:

    O ministro da saúde:

    – virou estrela
    – falou pelos cotovelos
    – defendeu a vida e a ciência
    – deu entrevista ao Fantástico

    O ministro da educação:

    – atacou a China
    – xenofobia, racismo
    – incidente diplomático
    – a China parou de comprar nossa soja

    Advinha qual vai ser demitido.

    • Neco disse:

      De onde vc tirou essa MENTIRA de que os chineses deixaram de comprar a soja do Brasil?

    • Neco disse:

      O que houve foi uma substittuição PARCIAL de fornecedor para a China depois que o país destravou a pendenga comercial com os EUA. Parem de mentir, pô!

    • Justus disse:

      Não sou fã de Bolsonaro, mas esclarecido que a China não parou nem tem interesse em parar a compra. Vários políticos e governantes estão atacando actina (veja na imprensa estrangeira) e nenhum político pede desculpa. Só o embaixador daqui esperneia. Só o brasileiro se amedronta. Por que?

  7. Pensativo disse:

    LEI DE BOZO OU ME OBEDECE E ME DEIXA BRILHAR SÓ OU VAI EMBORA.

  8. Davi disse:

    BG comentários com sensatez vejo vc n publicar, mas as estupidez dos bolsominos vc n cansa o perde a oportunidade de publicar, vou deixar e acompanhar…. Me parece ser mais um

  9. Eduardo disse:

    Ué, então Nelson Teich defende isolamento horizontal e testagem em massa igual ao Mandetta. Agora me expliquem o que o Bozo quer? Nao vale respoder que o Bozo quer brilhar sozinho e aue ele tem que ser a unica estrelinha que brilha no ceu.

    • Milton disse:

      O bozo como diz vc, quer um cara preparado, limpo e honesto.
      Só isso é nada mais.
      O Mandeta, não tem essas carácteristica.
      Vote nele na proxima eleição, vc é quem sabe que pais quer pro futuro.
      Ok!

  10. Marcelo disse:

    … por determinação do STF a questão do isolamento social, quarentena ou qualquer outra situação do caso, é competência dos estados e municípios. Pode nomear qualquer pessoa para o Ministério da saúde, o governo federal não vai conseguir barrar os estados e municípios. Até o procurador geral indicado pelo presidente Bolsonaro, se pronunciou a favor do isolamento social.

  11. Milton disse:

    AGORA VAI!!!!
    VAI CISCAR EM OUTRO CHIQUEIRO SEU POLITIQUEIRO.
    MANDETA ENTROU NO MINISTÉRIO PRA FAZER POLÍTICA.
    CAFAJESTE!!

    • Jaíro disse:

      Se defender o posicionamento de 95% da Classe Médica, ao defender as medidas que todo o MUNDO preconiza, então o ministro Mandetta é politiqueiro, não só ele como toda a excelente equipe do Ministério da Saúde.
      Votei em Bolsonaro, mas me incluo no grande grupo de eleitores enganados… Percebemos que a Ideologia atual do Presidente é tão ou mais ruim que a Ideologia anterior da esquerda, ou seja o brasileiro vivencia uma desilusão com todas as classes políticas, simples assim!!!

    • Neco disse:

      De onde vc tirou esses 95%?. Vozes na sua cabeça? (mais um dos 'arrependidos'. Segundo o Datafoice o número deles vai chegar a 300 bilhões em 2022 e e estabilizar a curva).

Governador do DF autoriza reabertura de lojas de móveis e eletro; instituições do Sistema S também voltam às atividades

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha, determinou na sexta-feira (10) a reabertura de lojas de móveis e eletrodomésticos. Assim, as lojas especializadas na comercialização de itens como fogão, geladeira, cama, sofá e outros móveis para casa e escritório poderão reabrir as portas. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal.

O governador também autorizou o retorno às atividades das instituições do Sistema S. Dessa forma, voltam a funcionar o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Serviço Social da Indústria (Sesi), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), o Serviço Social de Transporte (Sest), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

A decisão confirma o abrandamento das medidas de isolamento determinadas por Ibaneis no dia 19 de março. Na ocasião, ele determinou o fechamento do comércio em geral, com exceção de atividades relacionadas à saúde e compra de artigos de primeira necessidade, como supermercados e padarias. Escolas e faculdades também foram proibidas de abrir.

No dia 1º de abril, Ibaneis editou um decreto prorrogando o fechamento de vários tipos de comércio e instituições de ensino, mas permitindo a reabertura de feiras permanentes. O decreto de hoje inclui lojas de móveis e eletrodomésticos no rol de estabelecimentos contemplados no decreto do início do mês.

Balanço de hoje do Ministério da Saúde que atualiza os números do coronavírus no país mostra que o DF tem 555 casos confirmados, com 14 mortes. Além disso, o ministério inclui o Distrito Federal em uma lista, juntamente com São Paulo, o Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas como os estados que podem estar entrando numa fase de aceleração descontrolada da pandemia.

Arrecadação de recursos

No mesmo decreto publicado hoje, Ibaneis criou o programa Todos Contra o Covid. Segundo o decreto, o programa permite a arrecadação de recursos para aquisição e contratação, de forma imediata, de serviços, equipamentos, insumos, alimentos e demais bens necessários ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Segundo a publicação, essas arrecadações não poderão exigir ônus ou encargos ao Distrito Federal. O Instituto BRB, vinculado ao Banco de Brasília, executará o programa.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Barba disse:

    Bolsominio meu "sovo"! Tira o pt da tua boca!

  2. Cabo Silva disse:

    Autorizou isso tudo mas pegou jatinho particular com a família e foi passear em Maceio na Páscoa. IMUNDO!

    • Neco disse:

      Ele e família vão passar o resto do mês fora do DF?
      O pessoal precisa parar, respirar, pensar e falar/escrever.

  3. JR Laranjeiras disse:

    O covid-19 agradece a esse forcinha que o governador tá dando para o avanço da Pandemia…valeu governador!

Bolsonaro recebe alta após passar a noite em hospital de Brasília em decorrência de queda no banheiro

Foto: Reprodução/Globo News

O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta hospitalar na manhã desta terça-feira (24), informou por meio de nota a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

De acordo com a nota, o presidente passou por uma reavaliação médica e teve alta com orientação de repouso na residência oficial do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro foi levado para o Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, na noite desta segunda-feira (23), depois de bater a cabeça ao sofrer uma queda no banheiro, segundo informou o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

De acordo com o Palácio do Planalto, o presidente foi submetido a um exame de tomografia computadorizada do crânio, que não detectou alterações. Ele passou a noite em observação.

Durante o dia, na segunda-feira, Bolsonaro recebeu no Palácio da Alvorada o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Ele também assinou o indulto de Natal, pelo qual concedeu perdão da pena para policiais e militares condenados por crimes culposos (praticados no exercício da função, sem intenção de matar) e para detentos com problemas graves de saúde, como câncer, doenças raras ou Aids, ou que se tornaram deficientes físicos após os crimes.

Nota

Leia abaixo a íntegra de nota divulgada na manhã desta terça-feira pela Secretaria de Comunicação da Presidência:

NOTA

O presidente Jair Bolsonaro passou a noite no Hospital das Forças Armadas, sem intercorrências no período.

Foi reavaliado pela equipe médica , tendo recebido alta hospitalar com orientação de repouso no Palácio da Alvorada.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Naldinho disse:

    Depois dos exames foi constatado que ele não tem nada na cabeça.

  2. Pedro disse:

    Diabao, poderia até ser minion……kkkkk essa pecha não me diminuiria, mais não sou para o seu deleite, certeza disso. E que também não sou é noiado e burro, vcs petistas comem estético na estreará de nove dedos, deviam ter vergonha por tanta burrice. Teu caciqu tesudo está suspirando em estertores, não continue pagando esse mico.

  3. Marco58 disse:

    provérbio antigo dos meus bisavós, vaso ruim não quebra. .

  4. JUNIN disse:

    MAGOTE DE BABA OVO DA PORRA ….!!! BOLSONARO TÁ MANDANDO RACHADINHA PRO RN É ???? HOMI VAO TRABALHAR….

  5. Pedro disse:

    Caro senhor Luiz António, qual foi a Universidade da área de saúde que o senhor cursou? Não quero nem saber o curso, se vc é da área, quero passar longe de vc é dos seus colegas, se bem que algum pode ter aprendido algo.
    1. Nem toda agressão por arma branca gera sangue visível, isso depende de diversos fatores.
    2. Assim como, nem todo traumatismo encefálica gera hematoma, o que, da mesma forma depende de diversos fatores.
    Vc para fazer comentários bobos devia saber que para ser ladrão, não precisa assinar nada, mais o roubo existiu…..kkkkk , vc é um analfabeto petista, daqueles que acredita no que não sabe.
    .

  6. Aluizio disse:

    Luiz antonio, não gostar da ideologia do cara tudo bem, agora ignorar os acontecimentos , e ainda zombar, em pleno natal, vc não tem família, que coração e esse, meu Deus, a q ponto chegou o ser humano

  7. Luiz Antonio disse:

    Facada sem sangue e queda sem hematoma… o objetivo é estar na mídia.

  8. Bento disse:

    Olho gordo dos comunistas.
    Mas tem livramentos do dono do universo

FOTOS E VÍDEO: Asfalto cede e cratera engole carros durante chuva na Asa Sul em Brasília

Fotos: Arquivo pessoal/via Correio Braziliense

Parte do asfalto cedeu e ao menos quatro carros caíram na cratera de um canteiro de obras, na 709/909 Sul, próximo à Caesb, na tarde desta terça-feira (10/12).

Chovia na hora do acidente. As primeiras informações são de que os carros estavam estacionados ao lado do tapume que isolava a obra, que fica ao lado de um centro clínico com diversos consultórios médicos.

Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBM-DF) e a Defesa Civil foram acionados. A área foi isolada, causando engarrafamento na região.

Segundo informações dos bombeiros, não houve feridos.

Correio Braziliense

 

Prefeitos se mobilizam em Brasília contra extinção de municípios

Foto: Arquivo/Agência Brasil

A praticamente duas semanas do recesso parlamentar, mil prefeitos movimentam Brasília nesta terça-feira (2). Com as malas cheias de pedidos para deputados e senadores, eles estão reunidos no auditório Petrônio Portela, no Senado.

Desta vez, o ponto principal da mobilização tem a ver com a chamada Proposta de Emenda à Constituição(PEC 188/129) do Pacto Federativo. A PEC, enviada pelo governo ao Congresso, propõe a extinção de municípios que não atingirem, em 2023, o limite de 10% dos impostos sobre as receitas totais e que tenham população de até cinco mil habitantes.

Desde que chegou ao Senado, o texto e os critérios propostos para a medida, têm sido criticados pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A entidade realizou um estudo para avaliar os impactos da proposta.

De acordo com o levantamento, os municípios com até 50 mil habitantes correspondem a 87,9% do território, sendo responsáveis por grande parte da produção brasileira. Os que têm população de até cinco mil habitantes são 1.252, ou seja, 22,5% das cidades. Desses, 1.217 (97%) não atingiriam o limite de 10% dos impostos sobre suas receitas totais.

Senadores ouvidos pela Agência Brasil, no entanto, avaliaram como nulas as chances de a proposta avançar na Casa ainda este ano ou em 2020, de eleições municipais.

Outras demandas

A lista de demandas de prefeitos no Congresso é extensa. Só no Senado, ela incluiu ainda a votação da proposta que trata da execução direta de emendas individuais parlamentares e a Nova Lei de Licitações.

No caso das emendas individuais, a expectativa é que a medida reduza a burocracia e as taxas, que, segundo a CNM, chegam a 12% da gestão dos convênios de repasse das emendas parlamentares individuais impositivas. Sem necessidade de convênio ou instrumento semelhante, o recurso poderá ser transferido diretamente para os municípios e os estados.

Os prefeitos defendem que a distribuição dos valores fundo a fundo garante maior transparência, efetividade e qualidade nos gastos. Eles argumentam ainda que as emendas levam, em média, 36 meses para serem executadas. Se aprovadas, os gestores esperam que, com as mudanças, o dinheiro chegue aos municípios mais rapidamente.

Já a Nova Lei de Licitações (Projeto 1.292/95 e apensados) – aprovada na Câmara – é outra matéria que os municipalistas querem apoio e celeridade no Senado. O texto cria modalidades de contratação, exige seguro-garantia para grandes obras, tipifica crimes relacionados ao assunto e disciplina vários aspectos do tema para as três esferas de governo (União, estados e municípios).

Pela proposta, o administrador poderá contar com modalidades de licitação diferentes das atuais, e a inversão de fases passa a ser a regra: primeiro são julgadas as propostas e depois são cobrados os documentos de habilitação do vencedor.

Câmara

Na lista de cobranças à Câmara está a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 133/2019 – a chamada PEC paralela da Previdência. Entre outros pontos, a medida inclui estados e municípios na Reforma da Previdência. Pelo texto aprovado no Senado, estados, Distrito Federal e municípios podem adotar integralmente as mesmas regras aplicáveis ao regime próprio de Previdência Social da União por meio de lei ordinária.

Há ainda o acréscimo de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) nos Impostos de Renda (IR) e Sobre Produtos Industrializados (IPI) de setembro. A proposta foi aprovada em comissão especial da Câmara em junho e, na mobilização de setembro dos prefeitos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se comprometeu a pautar a PEC.

Como não sofreu modificações, o texto precisa apenas ser aprovado no plenário da Casa e, se não houver mudanças, vai direto para promulgação. Se ocorrer ainda neste ano, passa a valer em 2020 de forma escalonada: 0,25% no primeiro e no segundo ano; 0,5% no terceiro; e 1% a partir do quarto.

Estimativas apontam que o Fundo de Participação dos Municípios pode crescer até R$ 5,6 bilhões a partir de 2023.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arnaldo Franco disse:

    Natural. Brigando pelas boquinhas.

  2. Fernando disse:

    Proponha ficarem sem salários.

  3. Manoel disse:

    A romaria para garantir a mamata é grande!!!

Seguimento Delação Palocci: Lava Jato faz buscas em escritórios de advocacia em São Paulo e Brasília

FOTO: MICHAEL MELO/METRÓPOLES

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira(29), em conjunto com o Ministério Público Federal, nova fase da Operação Appius. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão, expedidos 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, em escritórios de advocacia de investigados em São Paulo em Brasília.

Na primeira fase, deflagrada no último dia 7, a ação tinha como objetivo apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro com base nas informações da delação premiada do ex-ministro dos governos petistas Antonio Palocci. O inquérito investiga o pagamento de propina por parte de uma empreiteira a agentes públicos com o fim de suspender e anular a Operação Castelo de Areia.

Em nota, o MPF diz reconhecer a importância da advocacia e o sigilo do local de trabalhos dos que exercem a atividade para o bom funcionamento da Justiça e que apenas em casos excepcionais escritórios de advocacia podem ser alvos de buscas. No entanto, o órgão justificou a medida porque ela é voltada a apuração de indícios de crimes praticados por advogado responsável pelo escritório alvo das buscas.

“As diligências realizadas hoje, autorizadas pela Justiça Federal em São Paulo, mostraram-se necessárias diante de circunstâncias atípicas verificadas durante o cumprimento de outras medidas investigativas, como por exemplo a ausência de computadores na(s) residência(s) do(s) advogado(s) investigado(s), embora ali houvesse impressoras, cabos de rede e de energia e monitores, além da formatação de celulares com apagamento de dados e de outros fatos que denotaram possíveis ações de ocultação de elementos relevantes à apuração”, diz a nota do MPF.

O órgão ressalta que em observância à lei, as medidas estão sendo cumpridas com o acompanhamento de um representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. valter disse:

    E quem não lembra do ministro da justiça no governo Lula, o falecido Márcio Tomaz Bastos ? "Agradaram" várias "autoridades" no STJ para abortar OPERAÇÃO CASTELO DE AREIA, natimorto da OPERAÇÃO LAVAJATO. Lastimável. A "punição" é a aposentadoria compulsória, mas na verdade é um prêmio.

  2. Atento disse:

    Bandido de todo jeito. Oh Brasil velho esculhambado.

    • Zulmira Melo disse:

      Que vergonha o judiciário Brasileiro!!!!!!!

    • Tertu disse:

      Vergonha judiciário? Tás Zulmira? Deve-se é parabenizar essa justiça que tá defendendo o Brasil dos criminosos. O stf é que defende bandidos, e é lamentável e revoltante

Venezuelanos ocupam embaixada do país em Brasília para declarar apoio a Guaidó

Foto: JORDI MIRO / AFP

Em um episódio confuso, a Embaixada da Venezuela em Brasília foi ocupada no início da manhã desta quarta-feira por seguidores do líder opositor Juan Guaidó , presidente da Assembleia Nacional daquele país e reconhecido como “presidente interino” pelo Brasil e mais cerca de 50 países.

Há versões contraditórias do episódio. Segundo um comunicado divulgado mais cedo pela “embaixadora” designada por Guaidó para o Brasil, María Teresa Belandria , um “grupo de funcionários” da embaixada teria entrado em contato com os representantes do governo autoproclamado para informar “que reconhecem Juan Guaidó como presidente” da Venezuela.

O grupo, segundo o comunicado, “entregou voluntariamente” a sede diplomática da Venezuela no Brasil à oposição. Funcionários que estavam dentro da representação diplomática teriam sido notificados da ação e convidados a aderir ao movimento, “garantindo todos os direitos trabalhistas”.

Já Freddy Menegotti , encarregado de negócios da Venezuela no Brasil, nomeado pelo governo de Nicolás Maduro , afirma que a embaixada foi invadida, em uma ação calculada para coincidir com a cúpula dos líderes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que começa nesta quarta em Brasília. No meio da manhã, Menegotti foi até a grade da embaixada fazer um pronunciamento e disse que o “imperialismo norte-americano” está por trás da ocupação da embaixada, que, pelas normas internacionais, é território estrangeiro.

— Um assédio a uma embaixada é um assédio a um país, o que está por trás disto é o imperialismo norte-americano, já denunciado em diferentes e reiteradas oportunidades que o imperialismo norte-americano assedia nosso país — disse. — É muito importante anunciar que essa situação está acontecendo no dia de hoje no Brasil quando está acontecendo um evento tão importante de transcendência internacional como o Brics.

O chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, disse no Twitter que a embaixada foi invadida à força e responsabilizou o governo brasileiro pelo que ocorrer: “Fazemos responsável o governo do Brasil pela segurança de nosso pessoal e instalações diplomáticas. Exigimos respeito à convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas”, escreveu.

A notícia mobilizou desde cedo o governo brasileiro. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, para tratar da questão. Uma nota a respeito do assunto será divulgada pelo Itamaraty nas próximas horas.

Fontes do governo brasileiro disseram que há dúvidas sobre como está a situação. Afirmaram que o Ministério das Relações Exteriores só foi informado pela manhã, “com o episódio instalado”.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS), líder do partido na Câmara, está dentro da embaixada, onde chegou no começo do dia. Segundo ele, houve uma reunião entre o governo brasileiro, representado pelo diplomata Maurício Correia, coordenador-geral de Privilégios e Imunidades do Itamaraty, e os representantes de governo Maduro. De acordo com o deputado, o diplomata disse que o Brasil não reconhece o governo venezuelano desde janeiro e, portanto, não tomaria providências contra as pessoas que entraram na embaixada de manhã.

— Eu participei da reunião quando ele informou que o governo brasileiro, o Itamaraty não reconhece desde janeiro o governo de Nicolás Maduro e portanto não tomariam nenhuma providência contras as pessoas que invadiram a embaixada, respaldando a ação criminosa que aqui aconteceu — disse.

Apoiadores do governo Maduro, na maioria brasileiros, agora fazem um cordão de isolamento na frente da entrada da embaixada. O Batalhão do Rio Branco, da Polícia Militar do Distrito Federal, encarregado de dar proteção às embaixadas, também na porta, mas não pode entrar devido à inviolabilidade diplomática — oficialmente, o prédio é considerado território estrangeiro. Poucos apoiadores de Juan Guaidó foram para a frente da embaixada após a ocupação.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, afirmou ao GLOBO que vai à embaixada agora pela manhã para declarar apoio aos funcionários supostamente leais a Guaidó:

— Nesse momento estou indo para a embaixada da Venezuela dar apoio ao diplomata Tomás, que faz parte da equipe da embaixadora María indicada por Guaidó, que está dentro da embaixada junto com o adido militar venezuelano de Maduro, senhor Barroso, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) e o embaixador de Cuba. — disse o deputado. — Não entendo como o Brasil reconhece Guaidó como presidente mas quem ocupa a embaixada é o indicado pelo narcoditador Maduro. Estar contra Maduro é estar ao lado do povo venezuelano que morre de fome e é assassinado quando protesta. O Brasil não é a Venezuela de Maduro.

Caracas não tem embaixador no Brasil desde 2016, quando Maduro chamou Alberto Castelar de volta em protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff.

O Globo

 

Bolsonaro chega a Brasília após visita a cinco países

Foto: José Dias/PR

O presidente Jair Bolsonaro chegou nesta quinta-feira (31) ao Brasil após viagem por cinco países da Ásia e Oriente Médio, onde apresentou as reformas que o governo está empreendendo na área econômica e as oportunidades de investimento no país. O voo com a comitiva presidencial pousou por volta das 7h na Base Aérea de Brasília.

Cerca de meia hora depois, Bolsonaro chegou ao Palácio da Alvorada e entrou sem falar com a imprensa. Nesta quinta-feira, o presidente não tem compromissos oficiais e deve passar o dia no Palácio da Alvorada. Durante dez dias, Bolsonaro esteve em encontros e seminários com empresários e investidores e assinou vários acordos bilaterais com os países por onde passou: Japão, China, Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita.

Ele começou o tour pelo Japão, onde participou da cerimônia de ascensão ao trono do imperador japonês Naruhito, em Tóquio e se reuniu com o primeiro-ministro, Shinzo Abe, na busca por novos negócios com o país asiático, como exportação de carne brasileira e acordos em ciência e tecnologia.

Na China, o presidente brasileiro reuniu mais ministros em sua comitiva, como da Agricultura, Tereza Cristina, e o de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que já estavam no país em reuniões com autoridades e empresários para tratar de oportunidades de investimento e aprofundamento as relações comerciais. Em encontro com o presidente chinês, Xi Jiping, Bolsonaro assinou vários acordos bilaterais em agricultura e comércio, energia e educação e pesquisa.

Além dos atos com o governo, foram assinados acordos comerciais na área de infraestrutura e agricultura. Bolsonaro ainda convidou empresários chineses para participarem do megaleilão de óleo e gás, que acontecerá no dia 6 de novembro. Na ocasião, o presidente ainda anunciou a isenção de visto para a entrada de chineses no Brasil.

Oriente Médio

No Oriente Médio, o objetivo do presidente e sua comitiva de ministros foi atrair os investidores, em especial para os projetos de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Os países dessa região possuem grandes fundos soberanos em busca de oportunidades em países emergentes. Eles também são grandes compradores de produtos do agronegócio brasileiro.

Em visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro firmou oito atos em várias áreas como paz e segurança, cooperação econômica, inteligência artificial, meio ambiente e defesa e anunciou investimentos do grupo Mubadala, um dos dois grandes fundos soberanos dos Emirados Árabes Unidos, no Brasil.

No Catar, Bolsonaro assinou vários acordos, entre eles para a isenção de visto de entrada nos países de turistas, pessoas em trânsito ou em viagens de negócios e para cooperação em grandes eventos esportivos. O país do Oriente Médio vai sediar a Copa do Mundo de futebol em 2022.

No último país do tour presidencial, a Arábia Saudita, o presidente brasileiro anunciou a parceria com o Fundo de Investimento Público saudita (PIF), que pode resultar no desenvolvimento de projetos de até US$ 10 bilhões no Brasil. Em encontro com o rei Salman Bin Abdulaziz Al Saud também foram celebrados atos em várias áreas, entre elas pesquisa industrial, desenvolvimento e tecnologia de defesa; cooperação cultural; e parcerias entre as entidades sauditas, a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Missão cumprida com louvor!!!! Parabéns mito!!!! Mais uma vitória para os brasileiros q trabalham e produzem!!!!

Por que políticos usam um aeroporto clandestino em Brasília? Reportagem detalha

O Antagonista destaca:

Caro leitor,

Veja, por favor, as fotos exibidas logo abaixo.

As imagens mostram o deputado Fernando Bezerra Filho (DEM-PE) e o senador Jaques Wagner (PT-BA), respectivamente, momentos antes do embarque e instantes depois do desembarque em jatinhos em uma pista clandestina nos arredores de Brasília:

Fonte: Crusoé

Você leu certo: o deputado e o senador usam uma pista ilegal para chegar a Brasília e para deixar a capital federal.

E a prática não é exclusiva desses parlamentares.

O aeroporto ilegal virou moda entre os poderosos de Brasília.

(Lembrete: Brasília possui um aeroporto comercial em plena operação…)

Voando em jatinhos a partir dali, eles escapam das eventuais vaias em filas de embarque dos aeroportos comerciais e também em voos de carreira.

Escapam também de qualquer fiscalização.

O repórter Renato Alves acompanhou o movimento na pista durante semanas e agora conta tudo o que descobriu:

A história da “Pista pirata” parece bem brasileira.

Representantes do povo usam uma pista ilegal e, assim, conseguem escapar da cobrança de seus eleitores.

Dali, partem em jatinhos avaliados entre 8 e 20 milhões de reais.

Algumas aeronaves são propriedades dos próprios políticos; outras pertencem a empresários amigos.

Leia a seguir dois trechos da reportagem.

O primeiro descreve o local da pista ilegal, a 35 quilômetros do Congresso…

Para quem quer discrição, o aeroporto clandestino é perfeito. Também por isso, virou moda. Políticos e empresários têm recorrido cada vez mais às facilidades do terminal pirata. Sem pagar taxas aeroportuárias ou se submeter ao olhar de fiscais da Receita ou mesmo a simples aparelhos de raios-x, tripulantes e passageiros levam e trazem o que querem. A única portaria, com um vigilante particular (e desarmado), serve só para anotar as placas dos carros que entram e saem. Nenhum deles é revistado…

…o segundo apresenta alguns dos poderosos usuários do aeroporto ilegal:

Donos e funcionários de alguns desses hangares contaram a Crusoé ter como clientes fiéis o deputado federal Aécio Neves, do PSDB de Minas, o ex-ministro Gilberto Kassab, do PSD de São Paulo, e o também ex-ministro Edison Lobão, do MDB maranhense. Aécio e Kassab voam em jatos de amigos. Já a família Lobão tem dois aviões próprios, um Twin Commander com dez assentos e um Piper, com seis. Antes de ser preso, o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima, aquele do bunker de 51 milhões de reais descoberto pela Polícia Federal em Salvador, era frequentador assíduo do aeródromo ilegal…

A reportagem mostra muito mais.

Detalhes dos embarques e desembarques e até o uso de dinheiro público ali.

Tudo fruto do trabalho investigativo do repórter Renato Alves.

Você pode mergulhar nessa história agora mesmo.

E saber como os políticos graúdos estão usando seu dinheiro.

Matéria na íntegra aqui.

O Antagonista com Crusoé

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Edervando disse:

    Pelas informações dadas acredito eu ser o Aeródromo Botelho que fica há 22km em linha reta do Congresso Nacional e 33km indo pela estrada. Mas não consigo ver nada de ilegal, mesmo porque não se trata de uma pista clandestina, mas de um aeroporto que funciona regularmente. E qualquer pessoa que se tornasse pública preferiria um lugar onde tivesse mais privacidade a outro onde as pessoas pudessem atentar contra sua integridade.

  2. Sandro Cizenando disse:

    Aeroporto / BOTELHOICAO: SIQE / Privado Localização BRASÍLIA – DF
    Coordenadas 15 56 14S/47 43 38 W — Elevação: 1036m
    Distância do Centro: 27,85Km
    Distância da Capital: 27,85Km —- Operação: VFR Diurno
    Pistas
    Cabeceiras Dimensões Superfície Resistência/PNC
    14/32 1750x30m Cascalho 2500Kg/0.50MPaInformações do AeroportoPRIV UTC-3 1036 (3399)
    14 – (1750 x 30 GRVL 2500Kg/0.50MPa) – 32
    RMK – (*) a. DEP da RWY 32 curva a esquerda com rumo SW restrito 4500FT.
    b. DEP da RWY 14 manter a proa com restrições de 4500FT.
    c. Tráfego em aproximação para o AD deverão entrar pelo setor SW.Imagem de satélite

    VFR Chart of SIQE —- IFR Chart of SIQE
    Hangares disponíveis:
    Não há hangares cadastrados para esse aeroporto.
    Serviços:
    Não há serviços cadastrados para esse aeroporto.

    **********************************************************************
    Bom, estas informações estão no Google. acabei de baixar, copiar e colei aqui 05/10/2019 16:50 Hs.

    Que existe existe, agora se a notícia é verdadeira ai é para preocupa, pois o trafego aéreo é controlado;
    O controle de tráfego aéreo (pt-BR) ou controlo de tráfego aéreo (pt), (Air Traffic Control, ou ATCO, em inglês) é um serviço prestado por controladores, em terra, que acompanham, orientam e monitoram o percurso de aeronaves (geralmente, aviões e helicópteros) no ar e no solo, para garantir um fluxo de tráfego seguro, ordenado e expedito. Os controladores de tráfego aéreo fornecem indicações e autorizações de voo, de acordo com as características operacionais das aeronaves e as condições de tráfego em determinado momento. Essas autorizações podem incidir sobre a rota, altitude e/ou velocidade propostas pelo operador da aeronave, para determinado voo, devendo os pilotos avaliar e/ou cumprir as instruções/autorizações recebidas.
    Na minha inocência neste assunto, eu diria que isto seria impossível de acontecer sem o devido controle de tráfego, principalmente tão próximo de um aeroporto Internacional ( JK ).

    Dai, como sabemos que eles são legisladores deles mesmo, isto pode realmente estar acontecendo… quer fazer um teste… Compre um jatinho, sai do seu " quintal e tente voar uma hora no espaço brasileiro próximo a Brasilia… tenho a mais plena certeza que será intercepitado por algum caça… ah!!! tenha certeza disto.

    Fritando os ovos… isto deve ser "Legal mesmo"… uma vergonha.

    Meu Presidente, que ainda creio… faça alguma coisa….

    artigo 142

    fui… e fui puto!!!!!!!!!!

  3. Inácio Aurélio disse:

    Presidente é hora de agir. Mandar fazer levantamento aéreo em todo território nacional, é simples, estes aeroportos devem ficar bem perto do centro onde trabalham ou próximo, esses caras querem tudo rápido. obrigado

  4. Sandro Cizenando disse:

    Isto é inacreditável, não posso acreditar que é Ilegal, com o trânsito aéreo que temos na Capital do Nosso País, a Aeronáutica e o controle do trafico aéreo é impossível que a inteligência do nosso país, PF não saiba disto!!!!!!!

    E se realmente isto existe, daí a vaca foi pro brejo mesmo. Me recuso a acreditar nisto
    Isto tem que chegar ao conhecimento do nosso presidente, pois tenho certeza que ele não sabe disto. Pois a única esperança que temos e com este homem… Se ele sabia disto, aí já era… Somos realmente idiotas, mais ainda há uma esperança,… Prender todos que usam e administram este aeroporto.

  5. Milton Fernandes disse:

    Gostaria de uma resposta simples…. esse aeródromo esta ilegal ou existe algum tipo de ilegalidade nestas atividades? se não, fazer o quê? vamos ater se entre eles tem corruptos, provar e destitui-los, pois assim acaba a fonte de recursos e estes jatinho vão desaparecer, simples assim.

    • Evan Jegue disse:

      Pelo título da matéria, já se vê que a própria existência configura ilegalidade.

  6. eugenio disse:

    Todas as pessoas que viajam mesmo em voos nacionais são obrigados a passar por todo a burocracia e declarar tudo que está levando inclusive valores em dinheiro ou corre o risco de perder, ser apreendido pela Receita Federal ou Policia Federal. já os políticos não passam por nada disso, quem deveria dar o exemplo são os piores, os políticos usam aeroporto clandestino em Brasília para levar pessoas e mercadorias sem nenhum tipo de fiscalização. quem usa aeroporto clandestino é porque está transportando ilicitamente dinheiro, ouro ou drogas. Este aeroporto clandestino tem que ser destruído e seus usuários presos. Se um coitado faminto roubar um pacote de biscoito em um supermercado vai preso e os políticos estão roubando milhões e ninguém vai preso. o povão tem que ir para a porta da casa dos políticos para manifestar que está contra seus atos.

  7. Edson disse:

    Que bela fiscalização nos termos kkkk este sistema de segurança do Brasil que piada

  8. Francisco José de Araújo disse:

    E lastimável, um reporter noticia um absurdo dessa importância e entre os vários comentários de repúdio encontramos alguém que insinua que o presidente faz parte do esquema! Com certeza a esquerda é muito forte. Vamos ser patriota, valorisar nossos direitos!!!

  9. Maria Ivete Becker disse:

    Onde fica este aeroporto? Eporque já não foi interditado? É Particular? E isso é permitido? E como fica o Contrôle do Trafego aéreo? E como fica a Segurança do País!

  10. Mário Silva disse:

    Coisas a divulgar: Como foi construída a pista? Com dinheiro público? A quem pertence? Quem opera? Qual o endereço?
    Pretendo visitá-lá quando for a Brasília, pode virar atração turística!

  11. Magno Ferreira disse:

    Sou da extrema direita, odeio a CORRUPÇÃO,a esquerdalha e os BANDIDOS do STF,mas o aeroporto em pauta não é CLANDESTINO E AS MARCAS DOS AVIÕES ESTÃO ERRADAS.
    Façam as matérias com apoio de quem conhece o ramo,para não falar bobagem!!!

  12. Carlos Augusto disse:

    Eh necessário uma fiscalização dos órgãos reguladores, comprovada a ilegalidade, o fechamento e punição dos responsáveis.
    Já imaginaram pista clandestina em Brasília, pensei que só existisse na Amazônia para tráfico e atividades criminosas.

  13. Paulo disse:

    É cadê a PF e Aeronáutica para acabar com essa farra, já que é clandestino.

  14. Paulo disse:

    BG
    E a aeronáutica o que tem a dizer sobre essas IRREGULARIDADES???. nas barbas do poder central. Este Brasil não é para principiantes.

  15. Dulce disse:

    A única prisão pra esses CANALHAS é ter que usarem esse aeroporto clandestino, porquê se utilizassem o de Brasília, certamente, uma hora seriam linchados.

  16. Torres disse:

    Complicado a situação de nosso querido Brasil.

  17. Az disse:

    Esse país não tem jeito, nem a vontade de alguns irá mudar, acabou, não tem jeito ,judiciário políticos e o povo de otários, Bolsonaro foi engolido pelo sistema.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Eu acho que passou a fazer parte do sistema . Não sejamos ingênuos.

    • Marcelo disse:

      O presidente não foi citado. Cuidado com ilações.

Ministro Marcos Pontes sentiu-se mal, mas não está internado, diz ministério

Foto: Divulgação/MCTIC

 

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, sentiu-se indisposto na tarde de quarta-feira (11) e, na manhã desta quinta-feira (12), procurou o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, para fazer exames. A informação é do Ministério da Ciência e Tecnologia, que descartou que o titular da pasta tenha sido internado, conforme chegou a ser noticiado. O motivo do mal-estar não foi explicado pela assessoria de imprensa nem pelo hospital. Pontes, de 56 anos, foi o primeiro (e único) astronauta brasileiro a viajar ao espaço — em 2006, a bordo de um foguete russo.

No governo, o ministro tem sofrido com cortes no orçamento. Recentemente, anunciou que sua pasta não terá dinheiro para pagar bolsas de pesquisas do CNPq até o fim do ano. Na semana passada, fez remanejamento interno no orçamento para pagar o valor referente ao mês de setembro.

A situação até o fim do ano, porém, ainda não está resolvida. Faltam ainda R$ 250 milhões até dezembro para garantir os repasses aos bolsistas. O pedido do ministro é que o dinheiro seja obtido junto do fundo abastecido com recursos recuperados pela Operação Lava Jato, mas ainda não há definição.

Estadão

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é internado em Brasília

O ministro Ricardo Salles em evento nesta segunda-feira (26), participa de evento no Secovi, em São Paulo — Foto: TV Globo/Reprodução

 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de 44 anos, foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, por volta das 23h30 desta terça-feira (27).

O boletim médico divulgado pelo Ministério da Defesa apontou que o ministro deu entrada na Unidade de Emergência do hospital “com quadro de mal estar”, mas sem sintomas.

“A equipe assistente optou pela internação hospitalar para realização de exames de rotina. Evoluiu durante o período noturno sem intercorrências clínicas. Atualmente segue com quadro clínico estável.”

O próximo boletim médico será divulgado às 16h.

Questionado por volta das 8h desta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que não estava sabendo da internação.

“O ministro de onde? Não tô sabendo. Ele tá bastante jovem, sei que isso não tem idade, tá… Mas ele não tá na pilha de nervos nessa situação, tá muito bem, estamos conversando, é uma pessoa excepcional… Um ministro exemplar”, disse.

Salles era esperado para uma cerimônia às 9h desta quarta-feira (28) para a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica Águas Jurisdicionais Brasileiras no Gabinete do Comandante da Marinha, em Brasília, com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. O evento foi cancelado.

Amazônia

O ministro do Meio Ambiente tem estado em evidência nos últimos dias por causa das queimadas na Amazônia.

Entre janeiro e agosto, as queimadas na floresta aumentaram 82% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O órgão também constatou que, nos primeiros 21 dias de agosto, os focos de queimadas na região superaram a média para o mês dos últimos 21 anos.

Na segunda-feira (26), Salles criticou gestões anteriores e disse que fiscalização não resolve a questão do desmatamento e das queimadas na Amazônia.

“Ah, tem que fiscalizar? Bom, mas são 5 milhões de km². Não é como fiscalizar uma praça. É uma área gigantesca. A gente vê o tema da imigração ilegal. A turma não consegue fiscalizar nem a fronteira ali. Quiçá fiscalizar de maneira eficiente um território tão grande. Precisa fazer operação de controle como o governo está fazendo? Sim. Mas só isso vai resolver? Me parece que não.”

Também na segunda, Salles afirmou que a decisão da cúpula do G7 em ajudar os países atingidos pelas queimadas da Amazônia é “sempre bem-vinda”. Mais tarde, porém, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o governo rejeitaria a ajuda financeira. No dia seguinte, o presidente Jair Bolsonaro disse que o francês Emmanuel Macron terá de “retirar insultos” contra ele e contra o Brasil antes de considerar aceitar a ajuda.

G1

 

ORDEM SOB RISCO DE DESCRÉDITO: Pegou muito mal em Brasília a fala do presidente nacional da OAB sobre Moro

Pegou muito mal em Brasília a fala do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, insinuando que o ministro Sérgio Moro age como ‘chefe de quadrilha’.

Atinge a História da Ordem e põe sua gestão em descrédito, em razão da ligação de Felipe Santa Cruz com o PT, pelo qual foi candidato a vereador há muitos anos. O partido é investigado na Lava Jato. Não há nos registros da OAB tamanho ataque a um ministro da Justiça.

As informações são do Coluna Esplanada

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juailson disse:

    O Brasil tá pelo avesso, é gente defendendo bandidos, e querendo preso quem os combate!!!

  2. Bento disse:

    A OAB ficou bem pequenininha com esse atual Presidente.

  3. Pedro Augusto Lisboa disse:

    A OAB nacional HOJE, e’ um chiqueiro do PT. E’ uma VERGONHA…

  4. Henrique disse:

    A OAB já perdeu a credibilidade há muito tempo. Depois que começou a defender a esquerda.

    • Carlos disse:

      Uma instituição tão bela como a OAB totalmente manchada por apoiar tantos corruptos na política.

FOTOS: Em Brasília, Governo do Estado mantém investimentos nas obras de mobilidade urbana na região da Av. Engenheiro Roberto Freire

Fotos: Derick Nunes

O Governo do Estado deu mais um passo para garantir o investimento nas obras de mobilidade urbana na região da Avenida Engenheiro Roberto Freire, na zona sul de Natal. O Ministério do Desenvolvimento Regional garantiu a suspensão do prazo para encerrar o financiamento, que está previsto para acabar no dia 14 de junho. A garantia foi acertada durante o encontro da governadora Fátima Bezerra e o secretário de Estado da Infraestrutura, Gustavo Coelho, com a equipe do Ministério do Desenvolvimento Regional nesta quarta-feira (12), em Brasília.

O investimento, contratado ainda em 2012, estava sob risco desde a edição de uma portaria ministerial que recomenda o encerramento dos contratos do PAC Copa que não foram iniciados. Por isso, a Caixa Econômica Federal encaminhou em maio um ofício ao Governo do Estado exigindo um novo projeto de execução dentro de um mês.

O ministro Gustavo Canuto garantiu a suspensão dessa exigência após a apresentação da governadora e o secretário Gustavo Coelho sobre a importância da obra e o trabalho do Governo na readequação do projeto. “O ministro Canuto assegurou todo empenho para a manutenção do contrato, que representa uma melhoria significativa na mobilidade urbana de Natal”, confirmou a governadora Fátima Bezerra.

O próximo passo é o trabalho conjunto entre o Governo e a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana para formular os estudos necessários para o novo projeto definitivo. “Qualquer decisão sobre o financiamento não será tomada até que os estudos sejam efetivamente concluídos. O ministério nos deu todos os prazos. Com a confirmação do financiamento junto à Caixa Econômica temos condições de lançar em 30 dias a licitação para a contratação dos projetos”, explicou o secretário Gustavo Canuto.

A verba disponível para a obra é de R$ 72 milhões, sendo R$ 45 milhões financiado pelo PAC Copa e outros R$ 27 milhões garantidos pelo Programa de Financiamento de Contrapartidas do PAC (CPAC). Ainda em maio, por conta da falta de consenso ao redor do projeto original, a governadora Fátima Bezerra reuniu-se com membros da Fecomércio-RN, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RN (FCDL-RN) e representantes do comércio, hotelaria, restaurantes e bares da região de Ponta Negra e indicou previamente que o novo projeto deve contar com ações como a recuperação asfáltica da avenida, reorganização do trânsito e intervenções em vias paralelas, com a possibilidade de abrir parceria com a Prefeitura do Natal.

O encontro no Ministério do Desenvolvimento Regional ainda serviu para tratar de outros investimentos na área de infraestrutura no Rio Grande do Norte, como a continuidade das obras do Pró-Transporte na Zona Norte de Natal e a melhoria da segurança na ponte Newton Navarro.

O prosseguimento das obras de mobilidade urbana do programa Pró-Transporte dependem da liberação de R$ 50 milhões, que servirão para a conclusão da etapa 2 e o início dos trabalhos da etapa 3 das intervenções planejadas para diversos bairros da Zona Norte de Natal. “O convênio está ativo e o Governo vai pagar indenizações em breve, para dar prosseguimento à obra. Nós temos todos os projetos e estudos prontos”, relatou o secretário Gustavo Coelho.

A equipe técnica do ministério relatou que o pedido para a continuidade do investimento está sendo analisado desde a última reunião com o Governo do Estado, em maio. “Essas obras do Pró-Transporte são muito importantes para a mobilidade urbana não só da Zona Norte, mas da Região Metropolitana. Por isso reforçamos a importância que é a liberação desse investimento de R$ 50 milhões”, disse Fátima.

SEGURANÇA NA PONTE

O terceiro pleito tratado na reunião foi o reforço na segurança da ponte Newton Navarro, que conecta as regiões Norte e Leste de Natal. No fim de maio, o Governo do Estado apresentou o projeto para a ampliação dos guarda-corpos laterais da ponte, que custaria R$ 2,8 milhões, como forma de prevenir suicídios no local. “O ministro mais uma vez mostrou grande sensibilidade e afirmou toda a disposição de contribuir com a reestruturação das proteções laterais na ponte Newton Navarro”, disse a governadora Fátima Bezerra.

Também participaram da reunião o senador Jean-Paul Prates, os deputados federais Rafael Motta, que coordenada a bancada do RN no Congresso, e Walter Alves, além do deputado estadual Alysson Bezerra. Ainda integraram a mesa o secretário nacional da segurança hídrica, Marcelo Borges, e os assessores especiais do ministério Jimmu Ikeda (saneamento) e Geraldo Garcia (mobilidade urbana).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Umpapagaiofalou disse:

    E não vão atrás de recurso para melhorar a Zona Norte-ZN por quê? Que preconceito é esse? 🤷🏻‍♂️ Bora fatinha trabalhar pela Capital de forma isonômica! Acho justo e necessário a igualdade.

  2. Chibatazil disse:

    Nada contra, muito pelo contrário, mas enquanto os governantes lutam com afinco pela obra da Roberto Freire, o pró-transporte, na zn, agoniza. Após praticamente uma década, inauguraram um trecho de poucos quilômetros na Av. Moema Tinoco, o qual já foi mostrado em várias reportagens que se encontra encoberto pelo mato e totalmente abandonado, e mais adiante, a mesma avenida é uma autêntica tábua de pirulitos, desconsiderando que por lá transitam, diariamente, inúmeros veículos de passeio, vans e até ônibus levando turistas para o litoral norte, isso sem se falar na Av. das Fronteiras, onde boa parte das obras, para serem realizadas, independem de desapropriações, mas até hoje nada, nada mesmo, foi feito, deixando os moradores, comerciantes e quem passa pela regiao, entregues à lama, buraqueira e congestionamentos.

  3. RMelo disse:

    Uma Av que tem pouquíssimos buracos, mas esquecem da zona norte de Natal, a Av Felizardo Moura, que tem buracos a cada metro e uma "LAMA DE BOSTA" que escorre de dia e de noite. Coitado dos que tem moto, como eu, chega cheirando a bosta no trabalho todos os dias.

  4. Cigano Lulu disse:

    Fatão precisa parar de flutuar entre Brasília e Natal, arregaçar as mangas e mandar ver na reforma da previdência estadual. Como professora, ela deve ensinar a Paulo Guedes como se faz a coisa certa.

  5. Valde disse:

    Eeeita RN véi, vai virar uma Petrobrás de desmando.

FOTO: Com a presença do ministro da Educação, novo reitor da UFRN é empossado em Brasília

Foto: Divulgação/via site UFRN

O novo reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, foi empossado nesta terça-feira, 28, em solenidade no Ministério da Educação (MEC), em Brasília. O evento contou com a presença da então reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, e do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

A gestão de Daniel Diniz terá como vice-reitor o professor Henio Ferreira de Miranda, que será empossado pelo reitor na tarde desta sexta-feira, 31, no auditório da Reitoria “Otto de Brito Guerra”, quando haverá ainda a posse dos membros da administração central da UFRN.

No discurso de posse, em Brasília, o professor Daniel Diniz ressaltou o papel da UFRN para o crescimento do Rio Grande do Norte “seja no fomento da educação composta de crescimento intelectual e senso crítico; seja na formação de licenciados que atuam em outros níveis educacionais; seja na formação de quadros para a atuação em sua vida político-administrativa; seja no aprimoramento e na difusão da cultura e das artes; seja, afinal, no permanente diálogo mantido com a sociedade”.

O gestor citou ainda os avanços recentes da instituição de ensino, como o crescimento em pesquisa e inovação, a exemplo da seleção de uma pesquisa da UFRN pelo Instituto Serrapilheira, sendo a única da região Norte e Nordeste do país; a conquista da 15a carta patente; a contribuição para a saúde pública por meio de convênio com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH); o desenvolvimento dos sistemas integrados de gestão, que hoje atendem a mais de 30 universidades, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), da Controladoria Geral da União (CGU), entre outros órgãos federais; por ter alcançado o 3° melhor índice do país em governança e gestão pública, entre as instituições de ensino, conforme o Tribunal de Contas da União (TCU); entre outros destaques.

Para o docente, “forte é o respeito e a valorização da diversidade na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, não surpreendendo a decisiva participação da mulher em sua vida administrativa e pedagógica. E não é difícil reconhecer que o seu mais notável exemplo, foi a eleição da reitora Ângela Paiva, à qual tenho a honra de suceder após quatro anos como vice-reitor, e cuja administração nos deixa um acervo de realizações capaz de justificar a ação universitária em qualquer latitude”.

Currículos reitor e vice-reitor

José Daniel Diniz Melo

Bacharel em Engenharia Mecânica e Engenharia Civil, Daniel Diniz é professor titular do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desde 1996. Possui doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual do Colorado (EUA) e mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade do Maine (EUA). Fez estágio de pós-doutorado no Departamento de Aeronáutica e Astronáutica da Universidade de Stanford (EUA), de onde é professor visitante desde 2008.

Na UFRN, Daniel Diniz já desempenhou os cargos de chefe do Departamento de Engenharia de Materiais, entre os anos de 2004 e 2011, e diretor do Centro de Tecnologia, de 2011 a 2015. Foi vice-reitor da UFRN na segunda gestão da reitora Ângela Maria Paiva Cruz, de maio de 2015 a maio de 2019. Assume o cargo de reitor para o período 2019-2023.

Henio Ferreira de Miranda

Graduado em Educação Física, Henio Miranda é professor adjunto IV do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desde 1978. Possui especialização em Ciências do Esporte pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutorado em Ciências da Saúde pela UFRN. Atua como auditor de justiça desportiva do Superior Tribunal de Justiça Desportiva Universitária.

Entre os diversos cargos de gestão desempenhados em 40 anos de UFRN, foi vice-coordenador dos campi avançados, coordenador e chefe do Departamento de Educação Física, vice-diretor e diretor do Centro de Ciências da Saúde (CCS). Deixa a diretoria do CCS para assumir o cargo de vice-reitor para o período 2019-2023.

Com informações da UFRN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. xarope disse:

    É Hora dos funcionários , Alunos e Professores Honestos, Isentos e comprometidos apenas com o ofício de trabalhar, estudar ou educar; Saírem da da Omissão e Passividade, e PARA RETOMAR A CREDIBILIDADE DESSA ENTIDADE -que já foi tão respeitada – aproveitar essa nova gestão para exigir mudança da postura e cobrar esclarecimentos sobre esse aparente escândalo que deixou perplexa toda a sociedade íntegra do estado.

  2. M.Vinícius disse:

    Estive hj a tarde em um determinado setor de saúde da UFRN e, os "funcionários públicos" colocaram em prática a postura proativa no atendimento exemplar. Todos preguiçosos lá sentados e eu tive que dar boa tarde por 4 vezes até ser atendido.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Até hoje estou esperando uma nota sobre as denúncias na FUNPEC. Estranho, muito estranho esse silêncio.

    • Gulnar Menezes disse:

      Os números mencionados das licitações e compras em outras cidades, além das compras de passagens aéreas, são assustadores. Quem responde pela FUNPEC? Tem que investigar

  4. joao disse:

    e os 50 milhoes da funpec???

  5. joao disse:

    e a funpec??

  6. Sérgio Nogueira disse:

    E o fio do novelo que surgiu com o pagamento por parte da FUNPEC dessa farra em teatro de luxo?
    Será que vão esquecer, deixar para lá, não tem nada para explicar?
    Como uma Fundação gasta mais em publicidade que o dobro do Estado e a Prefeitura de Natal juntos?
    Como uma Fundação gasta 6 milhões em passagens?
    Onde tem petista, tem mal cheiro?

FOTOS: Manifestação em Brasília teve estudantes, militantes, balões da CUT, bandeiras do MST e até faixa de “Lula Livre”

Fotos: Reprodução/Redes sociais

Após a manifestação na Esplanada, estudantes da UnB e militantes esquerdistas se concentram na rodoviária de Brasília.

Há xingamentos ao presidente Jair Bolsonaro e provocações à Polícia Militar, que usa spray de pimenta para tentar dispersar o que sobrou do protesto.

Além de balões da CUT, bandeiras do MST e até faixa de “Lula Livre”.

O Antagonista