PF deflagra operação e prende suspeitos de invadir celular de Moro

Foto: Isaac Amorim/MJSP – 09.07.2019

Policiais Federais de São Paulo cumpriram no fim da tarde desta terça-feira (23) dois mandados de busca e apreensão de pessoas suspeitas de terem envolvimento com a invasão do celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Ao menos um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso em São Paulo e policias teriam feito buscas em sua casa na cidade de Araraquara, distante 271 km da capital paulista. Há relatos de que os agentes da Polícia Federal fizeram buscas também na casa de familiares desse homem na cidade.

O R7 apurou que a ação foi feita com cautela e sigilo e que a Polícia Federal usou agentes da Diretoria de Inteligência Policial para cumprir os mandados.

Segundo informações preliminares, os suspeitos seriam hackers e teriam agido em conjunto para roubar informações do celular do ministro e, não está descartada a suspeita de que tenham envolvimento na invasão de aparelhos de outros integrantes do Ministério Público e até mesmo outras pessoas ligadas ao Governo Federal.

A reportagem do R7, questionou a assessoria de imprensa da Polícia Federal em Brasília e em São Paulo sobre mais informações sobre a ação, mas até o momento, não recebeu nenhuma resposta.

Nota da PF

Leia abaixo a íntegra de nota divulgada pela Polícia Federal:

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (23/07), a Operação spoofing com o objetivo de desarticular organização criminosa que praticava crimes cibernéticos.

Foram cumpridas onze ordens judiciais, sendo sete Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Temporária, nas cidades de São Paulo/SP, Araraquara/SP e Ribeirão Preto/SP.

As investigações seguem para que sejam apuradas todas as circunstâncias dos crimes praticados.

As informações se restringem às divulgadas na presente nota.

Spoofing é um tipo de falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é.

Comunicação Social da PF

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    É isso aí a hora é de ação ,mete na cadeia para aprendem a respeitarem uma autoridade.

  2. Fábio disse:

    Cadê o Queroz

  3. Mario disse:

    Vai dá merda pro pt

Polícia Civil deflagra Operação na Zona Leste de Natal e prende sete suspeitos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) deflagraram, na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Eixo Leste, no bairro Rocas, na Zona Leste de Natal, que resultou na prisão de sete pessoas, das quais seis são suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas e um deles suspeito pelo crime de roubo. Durante a ação, os policiais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em residências e apreenderam drogas como crack, cocaína, maconha, munição, aparelhos de celular e objetos utilizados para o comércio de tráfico de drogas.

Seis pessoas foram detidas em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas: Franco de Almeida Vasconcelos, conhecido como Frank Oião, Amanda Natyhalia dos Santos Lucio, Josivan Clementino da Silva, Josineide Ferreira do Nascimento, Luan Nazareno da Silva e Jailson Batista de Souza. Durante a Operação, Clementino da Silva, conhecido como “Novinho”, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por ser suspeito pelo crime de roubo. Além das prisões, um homem foi detido e levado à delegacia por estar na posse de drogas para consumo pessoal e responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia da Polícia Civil 181.

Polícia Civil deflagra Operação “Todos por um” e prende suspeitos de envolvimento em latrocínio na Grande Natal do policial civil André Severiano

Carro usado por suspeitos. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) em conjunto com a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (05), a Operação “Todos por um”, que resultou no cumprimento de três mandados de prisão temporária contra três suspeitos pelo latrocínio do agente de polícia civil André Severiano, morto no dia 30 de abril, no bairro Emaús, em Parnamirim. O nome da Operação “Todos por um” é relativo ao esforço conjunto de várias delegacias da Polícia Civil, que conseguiu elucidar o crime. Durante a ação, também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão.

A investigação revelou que o policial civil foi morto por um grupo formado por quatro homens, que pretendia cometer um roubo. Participaram da ação criminosa, Gabriel Fernando dos Santos, conhecido “Biel”, 19 anos, Aylton Bezerra da Silva Júnior, conhecido como “Carneirinho”, 25 anos, João Lucas Severo de Souza e Silva, 21 anos e Ruan Carlos Pereira, “Maquinista”, 21 anos (falecido).

Na manhã desta quarta-feira foram cumpridos mandados de prisão contra Gabriel Fernando e Aylton Bezerra da Silva Júnior, que já estavam detidos no sistema prisional. Os policiais civis prenderam João Lucas Severo de Souza e Silva, 21 anos, em cumprimento a um mandado de prisão temporária, quando estava em uma residência do bairro Potengi, Zona Norte de Natal. Ele é apontado como o homem responsável pela locação do veículo usado no dia do crime e que também estava presente no momento do crime.

“Nós descobrimos que o policial civil André Severiano parou no local para manusear o telefone celular, quando foi surpreendido pelos quatro suspeitos que estavam em veículo Fiat Uno Vivace, cor vermelha. O grupo desembarcou com o intuito de assaltar o policial civil, porém, diante da reação do policial, efetuaram os disparos que lhe causaram o óbito. A investigação aponta que os suspeitos eram assaltantes contumazes e, naquela data, pretendiam praticar um assalto na cidade de Macaíba, mas por terem avistado uma viatura da Polícia Militar, desistiram e, quando voltavam para Natal, passaram pelo veículo do policial civil André e resolveram abordá-lo”, detalhou a delegada Taís Aires da DHPP, responsável pela investigação.

Gabriel Fernando dos Santos, conhecido “Biel”, 19 anos, já havia sido preso em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo, no dia 02 de maio, pela equipe da 7a. Delegacia de Polícia Civil de Natal. Aylton Bezerra da Silva Júnior, conhecido como “Carneirinho”, 25 anos, era o motorista do veículo e já se encontrava preso por crime de roubo praticado na cidade de Macaíba. No dia 23 de maio, os policiais civis da DHPP e Deicor cumpriram um mandado de busca e apreensão contra Ruan Carlos Pereira, conhecido como “Maquinista”, 21 anos e conseguiram apreender a pistola da Polícia Civil que estava cautelada ao policial civil André Severiano. Durante esta ação, “Maquinista” resistiu à abordagem dos policias e morreu.

“Nós tivemos êxito nesta investigação devido ao trabalho integrado com muitas delegacias, entre elas, Deicor, 2a. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), 7a e 13a Delegacia de Polícia de Natal. Também registramos a importante parceria com a 2ª Vara Criminal de Parnamirim e com a 12ª Promotoria de Justiça”, destacou a delegada Taís Aires.

A Polícia Civil solicita que as vítimas de roubo praticadas pelos suspeitos que ocupavam o Uno Vivace e que reconheçam os mesmos procurem as delegacias respectivas ou a DHPP. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana leticia disse:

    A Polícia sabe o que tem que ser feito com cada um desses bandidos. A regra é clara. Assassinos de policial tem que pagar pesado.

  2. Lindomar disse:

    Podem explicar como o tal Gabriel "preso por porte de arma" estava solto? Quem soltou? Quem pagou o advogado? Qual o responsável por sua liberdade?
    Cadê a turma contra a compra de arma para defesa do cidadão? Os bandidos todos armados.
    Bandido pode ter arma, mas o trabalhador tem que aceitar calado e quieto ser roubado e assaltado? Cadê os berros da turma da impunidade que apoiam a bandidagem?

  3. Rico disse:

    Geração PT. Educação um zero à esquerda, só comparada aos países miseráveis da África. O dinheiro da educação foi jogado no lixo.

Polícia Civil deflagra Operação em Macaíba e prende seis suspeitos

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Delegacia Municipal de Macaíba deflagrou a 2ª Fase da Operação “Espectros”, na manhã desta quinta-feira (25), em Macaíba, e conseguiu prender cinco homens e uma mulher, mediante o cumprimento de mandados de prisão e prisões em flagrante.

Entre os presos esta Renato da Silva Marinho, conhecido como “Jack”, “Cabeludo” ou “Magrão dos Correios. Ele, que havia fugido da Penitenciária de Alcaçuz em 2016, possui diversas condenações por roubos contra agências dos Correios do RN, somando 73 anos, dois meses e oito dias de prisão em regime fechado. No momento da prisão, Renato da Silva usava documentos com o nome de Romero da Silva Miranda e estava com cartões de crédito que podem ter sido usados em fraudes no comércio.

Renato da Silva foi preso mediante o cumprimento de mandado de prisão por sentença condenatória, além de ter sido preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, falsidade ideológica e uso de documentos falsos.

Na casa de Renato da Silva, os policiais também prenderam a companheira dele, Elitânia Duarte Morais, 37 anos. Ela foi presa em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Na residência do casal, os policiais apreenderam 14 pedras de crack, balança de precisão, uma gandola do Exército Brasileiro e objetos de origens suspeitas.

Durante a Operação foram presos em cumprimento a mandados de prisão por sentença condenatória: Luiz Vieira da Silva Neto, 34 anos, pelo crime de estupro de vulnerável; João Maria Pereira da Silva, 40 anos, pelo crime de roubo e Antonio Justino Sobrinho, 56 anos. Reginaldo Pereira Dantas, 31 anos, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por violência doméstica contra a mulher.

O nome da operação, “Espectros”, faz alusão ao modo de vida adotado pelos suspeitos, que possuíam mandados de prisão em aberto, e agiam como “fantasmas” na sociedade. O intuito era não chamar a atenção da polícia, diante da existência das ordens de prisão contra eles.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil deflagra megaoperação em todo o país contra foragidos da Justiça acusados de crimes graves; no RN, suspeitos de tráfico também são alvos

Polícias civis de todo o país deflagraram na manhã desta quarta-feira uma operação conjunta para prender foragidos da Justiça. Batizada de PC27 , referência aos 26 estados da federação e ao Distrito Federal, a operação tem como objetivo prender acusados de crimes graves como homicídio, latrocínio e estupro .

A operação foi coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e os mandados foram expedidos pela Justiça após um trabalho de inteligência realizado em cada estado para garantir o sucesso da investigação.

Além de crimes como homicídio e estupro, os policiais civis também procuram integrantes do crime organizado.

— Essa ação conjunta de todas as polícias civis gera um efeito imediato na sensação de segurança da população. Além disso, é muito importante que esses criminosos sejam retirados das ruas para que não voltem a delinquir — afirmou o delegado Robson Candido, diretor da Polícia Civil do Distrito Federal e atual Presidente do CONCPC.

Segundo o CONCPC, o objetivo da operação é a diminuição da criminalidade e garantir a sensação de segurança da população.

O Globo

 

FOTO: Polícia Civil deflagra operação contra tráfico de drogas em Parnamirim e prende três pessoas

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma investigação da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) resultou na deflagração da Operação Depuração, na manhã desta quarta-feira (17), em Parnamirim. Durante a ação, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e efetivadas três prisões em flagrante.

A Operação contou com apoio das equipes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (Deatur), Delegacia Especializada de Capturas (Decap), da 2a. Delegacia de Polícia Civil de Natal e de policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar.

Na residência do casal Jonas de Oliveira e Jeniffer de Oliveira, ambos com 33 anos, foram encontrados vários papelotes de cocaína, revólver calibre 38 com munição, balança, sacos para embalar droga e dinheiro fracionado. Na residência de Rafael Maranhão Scoralick, 32 anos, foram achadas porções de maconha e balança de precisão. Os três foram autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino Carnegie-Rockfeller disse:

    Quando a imagem que ilustra a matéria apareceu, comecei a rolar a pagina para baixo.
    Já tava pensando que era uma quadrilha de anões.

Polícia Civil deflagra Operação em Macaíba contra tráfico de drogas; três são presos

Na manhã desta quinta-feira (28), uma equipe de policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deflagrou a 2ª fase da Operação Cuité contra o tráfico de drogas, que resultou no cumprimento de oito mandados de busca e apreensão e na prisão de três suspeitos. Durante a Operação, dois homens foram presos em flagrante delito e outro mediante mandado de prisão, também foi apreendido um revólver e certa quantidade de maconha. Na ação foram encontrados diversos pássaros na residência de um dos investigados.

Francisco Rafael Duarte do Nascimento, “Rafinha”, 28 anos, foi preso em razão de mandado de prisão preventiva. Cícero de Souza Filho, “Juninho”, 30 anos, foi preso em flagrante delito pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e já havia sido preso pelo crime de roubo. Allison Rodrigues Jacinto, “Oião”, de 22 anos, foi preso em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas e também já havia sido preso pelo crime de roubo.

Na residência de um dos investigados, foram encontrados diversos pássaros guardados em desacordo com a lei, sendo lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência em desfavor de Clejoab Gomes Silva, de 24 anos, pela prática de crime ambiental. No mesmo imóvel, os policiais civis encontraram um rádio de comunicação, possivelmente usado na movimentação do tráfico de drogas da localidade.

FOTOS: Polícia deflagra Operação em Ceará-Mirim contra integrantes de facção criminosa

Na manhã desta terça-feira (27), uma investigação conduzida pela Delegacia Municipal de Polícia Civil de Ceará-Mirim resultou na deflagração da Operação Massaranduba, com o objetivo de cumprir mandados de busca, apreensão e prisão contra integrantes de uma facção criminosa de âmbito nacional, que estavam residindo em uma área denominada Massaranduba.

A Operação que resultou na prisão de dois investigados contou com o trabalho de policiais civis da Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), da 2a. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, de policiais militares do 12o. Batalhão de Polícia Militar de Ceará-Mirim. Durante a Operação foi preso em flagrante Lucas Leandro do Nascimento Bezerra, conhecido como “Tarinha”, 20 anos, que foi detido quando estava em sua casa com porções de drogas, aparentando ser crack; balança de precisão; dinheiro fracionado; um motor de uma motocicleta com queixa de roubo e várias peças de motos. Ele foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas e receptação.

O outro detido durante a operação foi Luan Lourenço Braz, 21 anos, ele estava em sua casa com dois tabletes de maconha e dinheiro fracionado, sendo autuado pelo crime de tráfico de drogas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Da Silva disse:

    De quem era a cocaína apreendida em Cajupiranga? Divulgue os nomes dos envolvidos. O RN quer saber!