Atrativos do RN são apresentados na 12ª Goal to Brasil

Com a presença do Embaixador do Brasil no Peru, Carlos Alfredo Lazary Teixeira, foi realizada a 12ª Edição do Goal To Brasil na cidade de Lima (Peru), nessa segunda-feira (29). “O evento é uma excelente oportunidade às cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 promoverem suas atrações turísticas em mercados prioritários pelo mundo”, destacou Alexandre Mulatinho, diretor vice-presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), que participa do evento representando a cidade-sede Natal.

Nos expedientes da manhã e da tarde, perto de 250 jornalistas e operadores de turismo peruanos receberam diversos roteiros turísticos oferecidos ao público, que virá ao Brasil em virtude do Mundial e da Copa das Confederações. De acordo com os números levantados pela Embratur, e baseado nos dados do Ministério do Turismo, divulgados na última semana, 990 mil peruanos viajaram pela América Latina, em 2012. Do total, 10% desses turistas (92 mil), vieram ao Brasil.

“O Peru é, sem dúvida, um país que (mais…)

Trade turístico indica nome para Emprotur

A Empresa de Promoção Turística do Rio Grande do Norte (Emprotur) terá um novo vice-presidente. A vaga, sem ninguém desde a saída de Francisco Barbosa, será ocupada por Sandro Pacheco. E a indicação foi feita pelo próprio trade turístico.

Sandro Pacheco é um hoteleiro renomado e foi secretário adjunto de Turismo da Prefeitura do Natal, no início da gestão de Tertuliano Pinheiro a frente da pasta.

A Emprotur tem por missão divulgar o Estado como destino turístico. O atual presidente da entidade é também o secretário de turismo.

Crise no turismo: Secretário adjunto e vice-presidente da Emprotur também pedem pra sair

A crise está cada vez pior para o turismo estadual. Depois da saída Ramzi Elali da função de titular Secretaria de Turismo (Setur), cargo que se encontra vago há mais de um mês, veio hoje a notícia de perda de dois nomes do segundo escalão.

Luís Eduardo Bulhões, secretário adjunto da pasta, e Francisco Barbosa, vice-presidente da Empresa Potiguar de Turismo (Emprotur), também pediram pra sair. Os dois entregaram o pedido de exoneração hoje e devem ter as saídas anunciadas oficialmente no Diário Oficial muito em breve.

O secretário adjunto e o vice-presidente da Emprotur continuarão exercendo suas funções somente até a governadora Rosalba Ciarlini indicar um novo secretário para a Setur. A permanência foi um pedido foi feito pela própria chefe do Executivo e aceito por eles. Após sair a nomeação do novo secretário, os dois devem ter as exonerações publicadas.

A Setur fazia parte da fatia governista do PMDB, mais especificamente do deputado estadual Walter Alves. Mas, desde a saída de Ramzi, que o parlamentar já avisou que não pretende fazer uma nova indicação.

Pelo visto, essa crise só tende a aumentar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Annaclau5 disse:

    Acreditem se quiser, os telefones da Emprotur ( empresa responsável pela promoção do turismo do nosso Estado) estão cortados por falta de pagamento a mais de um ano, sem falar na pilha de contas a pagar de Feiras e eventos realizados pela Emprotur para divulgação do estado e que este governo não tem o menor compromisso em sanar. É devido ao descaso dessa gestão que o Turismo do Rn está na UTI.

Vice-presidente da Emprotur também pede para sair do Governo Rosalba

O Amigo Barbosinha é mais um que pede para sair do Governo Rosa, Barbosa vinha ocupando a vice-presidência da Emprotur desde o inicio da gestão de Rosalba, apesar de na carta de demissão ele colocar que os motivos foram pessoais para sua atitude, o que pesou mesmo foi a saída de Ramzi e a falta de recursos para ele desenvolver um bom trabalho. Segue a carta de Barbosa publicada no Blog de Antônio Roberto Rocha:

Juíza determina despejo da Emprotur, por falta de pagamento

Atrasos seguidos de pagamentos de aluguel levaram a juíza Patrícia Gondim a atender solicitação do proprietário Francisco Canindé Gosson e determina ao Governo do Estado desocupar o prédio onde funciona a Emprotur – Empresa Potiguar de Promoção Turística S/A, na Rua Hemetério Fernandes, Tirol.

Atualmente o débito já soma R$ 51.032,92, em dívida atualizada, com ausência de pagamento durante outubro a dezembro de 2010, e de setembro a dezembro de 2011.

O contrato de locação foi celebrado em 1º de outubro de 2008, aditado por quatro vezes, renovando o período do contrato e atualização do valor dos aluguéis.

O prazo inicial para desocupar é de 30 dias.

Fonte: Abelinha

Emprotur realiza workshop para agentes de viagens no Sul do país

Baia Formosa - Foto Bruno Giovanni

A Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), em parceria com a operadora CVC, Potiguar Turismo e a rede hoteleira do Rio Grande do Norte, realiza o Road Show – Região Sul, desde ontem(23). Durante 12 dias, os técnicos da Emprotur, Rogério Roque e Inácio Valtécio, vão percorrer as cidades de Londrina, Maringá, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo e Santa Cruz do Sul. Em cada localidade visitada, será feito um workshop a agentes de viagens, mostrando a eles as potencialidades e os roteiros do RN. Além da oficina, os representantes da Emprotur vão distribuir material promocional com informações sobre o nosso estado.

O Custo Político da Emprotur

A Governadora Rosalba quando ganhou a eleição e começou a pensar na sua reforma administrativa, um dos órgãos que seria extinto era a Emprotur (Empresa Potiguar de Promoção Turística).

A Emprotur não foi extinta e o que vemos é que virou mais uma repartição para abrigar indicações políticas. Como forma de economia, a Governadora deixou como Presidente da Emprotur o Secretário do Turismo, Ramzi Elali.

A economia pára aí. São quatro diretorias, das quais, só uma não tem indicação política, que é Francisco Barbosa (Barbosinha do Forró com Turista) que foi indicação do Secretário Ramzi Elali, para ser o Vice-Presidente, e, quem no dia a dia vai administrar a empresa que tem como dever promover o Turismo no RN.

A diretoria ainda está composta pelo diretor de marketing, Caio Magno Alves de Souza, o diretor administrativo-financeiro, Clécio Antônio Ferreira dos Santos e, pelo diretor de operação, Luiz Almir Filgueira Magalhães.

Tanto Clécio Santos quanto Caio Magno são indicações do Deputado Rogério Marinho, já Luiz Almir foi a própria Governadora que o colocou na Diretoria de Operação.

O Vice-presidente e cada diretor terão salários brutos de R$ 7.469,60 por mês. Para quem ia ser extinta, a Emprotur vai custar só de salários da Diretoria R$ 358.540,80 por ano.

Do blog: Não entro no mérito da importância da Emprotur. O que estamos abordando é o custo político, já que a mesma deveria ser estritamente técnico.

Do Lixo para o Turismo

Luiz Almir Figueira Magalhães, talvez por esse nome as pessoas não identifiquem muito mas, se falar Luiz Almir, o comunicador, o representante da Zona Norte, toda a população da cidade conhece.

Trinta anos de atuação como jornalista e radialista em rádios AM e FM e canais de TV no Rio Grande do Norte, foi Vereador por dois mandatos em Natal e Deputado Estadual também por dois mandatos no Rio Grande do Norte, tendo atuado no último mandato como Vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça e Terceiro Secretário da Assembléia Legislativa. Também já foi diretor da Alcanorte, em Macau e, por apenas dez mil votos deixou de ser Prefeito de Natal.

Luiz Almir é um sujeito de coração grande e, se autodenomina o Pai de praticamente todas as obras na Zona Norte da Capital nos últimos 15 anos. Luiz também é cantor semiprofissional, no exercício do seu mandato como Deputado. Saia pelos interiores fazendo serestas e, reunindo o povo em praça pública.

Ele foi destaque na ultima semana no noticiário político por ter sido Presidente da Urbana, Secretário responsável pelo lixo da cidade, por apenas 15 dias. Luiz não se deu muito com o Lixo. Correu da multa, das dívidas e desorganização do órgão, alegando que não tinha tempo para o serviço, pois sua atuação nos veículos de comunicação consumia todo seu tempo.

Agora, Luiz Almir foi convidado pela Governadora para ser Presidente ou Diretor da Emprotur. Mas o Blog não vai entrar nesse assunto, porque de “TURISMO”, Luiz entende TUDO.

Em tempo: Ele confidenciou ao Blog que o primeiro grande projeto dele é transformar o Forte do Reis Magos no novo Zás Trás da Cidade.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Buca Dantas disse:

    de Luiz Almir podemos esperar qualquer coisa…o que não entendi foi a relação que o Jorge [em comentário] fez entre Rio de Janeiro, Natal, a Mongólia e Cuba.

  2. Já afirmou o carnavalesco carioca: pobre gosta é de luxo. Zona nas colunas, com muito brilho e miçangas. Mongóis querido, só cubano kkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Luciano disse:

    Coitado de nós……