Coronavírus: Lionel Messi anuncia que elenco do Barcelona vai reduzir salários em 70%

Foto: REUTERS/Albert Gea

Em meio a especulações sobre redução de salários no futebol durante a pandemia do coronavírus, Lionel Messi deixou tudo as claras no Barcelona. Em um comunicado oficial, o craque disse que ele e o restante do elenco do clube catalão reduzirão seus salários em 70% enquanto continuar o estado de alarme na Espanha.

– Vamos fazer contribuições para permitir que os funcionários do clube recebam 100% dos seus pagamentos – salientou o camisa 10 argentino.

Confira abaixo o comunicado na íntegra de Lionel Messi. Segundo a imprensa catalã, o tom do discurso do capitão do Barcelona é uma resposta a insinuações nos bastidores feitas pelo presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, de que o elenco não estava aceitando diminuir seus salários durante a crise.

“Muito se escreveu e disse sobre o elenco principal do FC Barcelona no que se refere aos salários dos jogadores durante esse período de estado de alarme.

Antes de nada, queremos deixar claro que nossa vontade foi sempre de aplicar uma redução no salário que recebemos, porque entendemos perfeitamente que se trata de uma situação excepcional e somos os primeiro que SEMPRE temos ajudado o clube quando ele nos pede. Incluído muitas vezes que o fazemos por iniciativa própria, e em outros momentos que achamos importante.

Por isso, não deixamos de nos surpreender que dentro do clube houve quem tratou de nos colocar em segundo plano e tentar colocar pressão sobre algo que sempre tivermos total noção de que faríamos. Dito isso, o acordo demorou alguns dias porque simplesmente nós estávamos buscando uma fórmula para ajudar o clube e também seus funcionários nesses momentos tão difíceis.

De nossa parte, chegou o momento de anunciar que, além de reduzir em 70% nossos salários durante o estado de alarme, vamos fazer contribuições para permitir que os funcionários do clube recebam 100% dos seus pagamentos enquanto dure essa situação.

Se não falamos até agora foi porque o prioritário para a gente a era encontrar soluções que fossem reais para ajudar o clube, mas também para os mais prejudicados nessa situação.

Não queremos nos despedir sem enviar um afetuoso abraço e muita força a todos os torcedores que estão passando mal em momentos tão duros, assim como todos aqueles que esperam pacientemente em suas casas o final dessa crise. Vamos sair dessa em breve e sairemos juntos.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Leo Messi (@leomessi) em

A pandemia de coronavírus levou o esporte a uma paralisação em quase todo o mundo e o futebol espanhol está suspenso por tempo indeterminado. E essa paralisação vem atingindo a receita de clubes de todo o país.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonel disse:

    Nossos inclitos, deputados e senadores, vão entrar com projeto de lei pedindo a redução dos seus gordos salários e penduricalhos ?? Quando ???

  2. Magno Alves Rodrigues Guedes disse:

    Quero ver o setor público tomar essa iniciativa, por lá de muito dinheiro disponível.
    Tem o fundo partidário, fundo eleitoral, verba de gabinete (estão sem trabalhar, não precisa), são tantas vantagens e benefícios, que poderiam e deveriam ser destinadas a saúde, todos até o fim do isolamento.
    Além da redução salarial daqueles que recebem acima de R$ 20 mil, onde o excedente seria destinado a contra imediata de respiradores em cada estado. Seria um começo e tem muito mais que pode ser visto…

    • joão carlos disse:

      não adianta magno, isso nunca deu certo e não vai dar agora. O que vai acontecer é que os grandes (juizes, políticos e etc) vão recorrer ao STF e só quem vai pagar é o servidor que ganhar 3, 5 mil… ou seja, vai ser uma injustiça pois essas pessoas também pagam prestações e tem responsabilidades iguais as pessoas da iniciativa privada. Além disso, essas pessoas estão A DISPOSIÇÃO, se o serviço público chamar elas tem que voltar!

Maia diz que ajuda do governo para empresas pagarem salários “não é ruim”, mas é “tímida” e “não vai resolver nada”

Foto:Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta sexta-feira (27) que a linha de crédito emergencial anunciada pelo governo para pequenas e médias empresas pagarem os salários por dois meses “não é ruim”, mas é “tímida” e “não vai resolver nada”. Segundo Maia, ainda faltam medidas voltadas para outros setores da sociedade.

O programa de crédito, divulgado mais cedo pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, vai disponibilizar no máximo R$ 20 bilhões por mês, num período de dois meses.

O objetivo é aliviar a pressão financeira sobre as empresas durante a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus.

“Acho que essa [decisão] do financiamento, que eu não acho ruim, porque, pela informação que eu tenho, a taxa de captação é a mesma do empréstimo. [Tem] uma carência, um prazo para pagar, [e] a garantia majoritária do governo, ainda é tímida – 20 bilhões por mês – não vai resolver nada”, afirmou Maia a um grupo de empresários do grupo Lide, em evento realizado por videoconferência.

Crédito anunciado

A linha de crédito anunciada é voltada para empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. Para Maia, o governo precisa pensar logo em medidas destinadas também a empresas que estão fora dessa faixa.

“Como é que faz com o resto? Porque tem empresas maiores, que também vão ter dificuldade. Tem microempresas que ficaram de fora”, afirmou.

Feito no Palácio do Planalto, o anúncio do pacote ocorre após o aumento da pressão sobre Bolsonaro para que adote medidas semelhantes às vistas em outros países para facilitar medidas como o isolamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para reduzir o crescimento no número de doentes pela Covid-19.

Bolsonaro tem dado declarações diminuindo os riscos do coronavírus e defendendo a redução das restrições ao movimento de pessoas e a volta ao trabalho devido aos prejuízos econômicos das medidas de isolamento.

Exemplo de fora

Maia citou o exemplo de outros países que apresentaram políticas para todos os setores da sociedade.

“O que o governo deveria fazer é o que os outros países estão fazendo, a Grã-Bretanha virou completamente há 15 dias a sua política. […] Os americanos fechando agora um pacote no Congresso de 2 trilhões de dólares com políticas focadas em todos os segmentos, incluindo os mais vulneráveis, no pagamento de salário, na renda mínima, olhando os setores da economia, capital de giro, específico para o setor aéreo, [que] justamente foi primeiro a ser atingido”, afirmou.

Maia cobrou ações do governo que, na avaliação dele, são “simples” e “óbvias” e poderiam contribuir para dar mais tranquilidade à população – como a extensão do prazo para entrega do imposto de renda, previsto para ir até o fim de abril.

“O governo não conseguiu até hoje, pelo menos eu não li até hoje ainda, adiar a entrega do Imposto de Renda, que é uma coisa simples. Muitos já entregaram, não tem nenhum grande impacto porque as pessoas já tem suas documentações, mas é um gesto, é uma sinalização que passa tranquilidade pras pessoas”, afirmou.

Questionado pelos empresários sobre o que achava do afrouxamento das medidas de restrição à circulação de pessoas nas cidades, o presidente da Câmara ponderou que, para isso, são necessárias ações que garantam a integridade especialmente das pessoas que estão no grupo de risco, como os idosos.

“É claro que todos querem reduzir o isolamento, mas a gente não pode ter uma onda de abertura de isolamento que gere uma segunda onda de aprofundamento maior da crise econômica e também uma tragédia maior, principalmente na perda de vidas pelo colapso do sistema de saúde”, observou.

Ele afirmou ainda que outros países que afrouxaram o isolamento, depois, precisaram retomar a medida com resultados piores.

“A Itália fechou, liberou e a tragédia veio. Então, os exemplos que nós temos no mundo é que começar fechando, depois liberar, o impacto é pior”, disse.

“Então, eu acho que nesse momento de crise é ruim um poder atropelar o outro. Porque, como é o Poder Executivo que organiza, executa, se tentar atropelar é ruim. Agora, é fato, como eu disse aqui, [são] decisões simples, óbvias que o governo já deveria ter tomado”, acrescentou.

Na avaliação dele, se essas ações estivessem organizadas em um pacote único, seria mais fácil para dar previsibilidade ao país e aos setores da economia e, assim, evitar os conflitos entre setores que devem a manutenção do isolamento e aqueles que pedem o seu afrouxamento.

“Se estiver tudo organizado, num pacote só, eu tenho certeza que esses conflitos mais cedo mais tarde não existiriam. Porque todos estariam minimamente organizados”, afirmou.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Esse nhonho é um canalha, querer comparar a nossa economia com a maior economia do mundo está de sacanagem.
    Porque até agora não fez nenhum projeto para liberar os bilhões do fundo eleitoral para ajudar na contenção da doenca.
    No dos outros é refresco não é mesmo seu canalha.

  2. Biró disse:

    Kkkkkkkkkklkk
    Kkklklllkllkkkk
    Bote o fundo(dão) safado que da pra ser suficiente.

  3. Sergio disse:

    Mentiu???

  4. LEO disse:

    Esse canalha é o "Vulgo Botafogo "da lista da Odebrescht……

  5. Sidney disse:

    Esse Maia juntamente com o Alcolumbre é a escória da política desse país,são idênticos a turma do PT,esses 2 estão querendo tirar proveito da situação,vcs são um monte de bosta.

  6. Valdir Mesquita disse:

    Quem é Rodrigo Maia? Filho de quem? Quem ele apoia politicamente?
    Não foi ele que pediu desculpas ao governo comunista chinês, mesmo o mundo sabendo que o coronavírus começou na China?
    Não é Rodrigo Maia que foi denuncia por 03 delatores como tendo participado de esquemas de lavagem de dinheiro? Não é Rodrigo Maia que sabe não poder sair da proteção do foro privilegiando, pois a lava jato pega ele? O Brasil precisa de Rodrigo Maia pra quê mesmo?
    Qual o lado político que ele representa, dos corruptos ou dos honestos?

  7. Brasil disse:

    Maia tá mais que certo, o que o governo de bozo tá fazendo não representa nada, como danado empresa sem faturar vai pegar empréstimo? Essa proposta é engana besta, vamos demitir e pronto, pra ajudar banco eles ajudam com força

  8. Brasil mostra sua cara disse:

    esse absecado pelo poder tem que parar de fazer politicagem safada, colocando opiniões contrária a quem está se esforçando pra na medida do possível ajudar as pessoas. O maior problema hoje no Brasil é esse vírus Rodrigo Maia.

  9. Observando disse:

    Campanha a presidencia 2022 ja comecou.

  10. Olímpa disse:

    Falar sobre a liberação da verba partidária ele fica quietinho !!! Diminuir salários e verba de gabinetes zero . Palhaço

  11. Ronaldo disse:

    ninguém quer tirar o dinheiro do bolso!

    • M.D.R. disse:

      O MINISTRO DA FAZENDA, é verdadeiro Tio Patinhos e pior que fica travando as verbas no momento de guerra.

    • Bolsominion disse:

      Autoridade, esse dinheiro é nosso. A gente paga imposto também para situações de emergência.

  12. Joaquim disse:

    Esse é um tremendo filho da puta

Bolsonaro anuncia R$ 40 bilhões para financiar salário do trabalhador de pequenas e médias empresas pelo período de 2 meses

Foto: Reprodução

 

O governo federal anunciou nesta sexta-feira (27) uma linha de crédito emergencial para pequenas e médias empresas e que vai financiar salários pelo período de dois meses.

Anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o programa vai disponibilizar no máximo R$ 20 bilhões por mês, ou seja, R$ 40 bilhões em dois meses.

De acordo com Campos Neto, porém, o dinheiro vai financiar, no máximo, dois salários mínimos por trabalhador.

Isso significa que quem já tem salário de até dois salários mínimos continuará a ter o mesmo rendimento. Entretanto, para os funcionários que ganham acima de dois salários, o financiamento ficará limitado a dois salários mínimos.

No caso de um funcionário que ganhe, por exemplo, R$ 5 mil por mês, vai ficar a critério da empresa complementar o valor acima de dois salários mínimos.

Ainda de acordo com o presidente do BC:

o financiamento estará disponível para empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões por ano;
o dinheiro será exclusivo para folha de pagamento;
a empresa terá 6 meses de carência e 36 meses para pagar o empréstimo;
os juros serão de 3,75% ao ano.

Além disso, informou o presidente do Banco Central, as empresas que contratarem essa linha de crédito não poderão demitir funcionários pelo período de dois meses.

“O dinheiro vai direto para a folha de pagamento. A empresa fecha o contrato com o banco, mas o dinheiro vai direto para o funcionário, cai direto no cpf do funcionário. A empresa fica só com a dívida”, disse Campos Neto.

De acordo como presidente, a previsão é que sejam beneficiadas pela medida 1,4 milhão de pequenas e médias empresas do país, num total de 2,2 milhões de pessoas.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gabriel Fernandes disse:

    Para meus amigos leitores refletirem, essa conta é empréstimo. A conta será paga pelo empresário sem uma ajuda do governo federal, nenhum subsídio. Existem R$ 1,5 trilhões em reservas. Reserva nós mortais usamos numa crise. O Brasil vive um caos e uma calamidade como o mundo todo! Aqui infelizmente, precisamos de união. Precisamos do nosso líder maior ser sereno, reunir todos, colocar um decreto nacional e como forma de unificar todos os Estados e sem criar ou aumentar confusão. Precisamos destravar sim comércio e industrias. Salvar alguns setores econômicos, como aviação, bares, restaurantes. Mas, nunca dizer que é uma gripezinha, uma histeria. Pelo contrário, isso pode virar uma tragédia humana. Continuar parado sim as escolas, pois crianças são vetores e podem aumentar a propagação e esse mal temos que enfrentar de frente. Mas, que seja gradativo, visto que não temos como suportar uma forte demanda no nosso sistema de saúde, particular e privado.

    • José Macedo disse:

      É isso m esmo Gabriel , emprestimo, e como Irão ficar fechados é a única saída Brasil não tem a economia dos EUA e nem é um país do primeiro mundo. O que acontecerá? Vários empresários irão falir pois com as lojas e empresas fechadas não terão capacidade de se manterem ou pagar o empréstimo.
      A saída é a volta da cpmf , todos irão ajudar.

  2. Cleber disse:

    Demorou pra tomar atitude d um líder de nação ,e so agora ,
    abrir os cofres.
    Antes, ficou d briguinha com os governadores!

  3. Carlos disse:

    só tenho uma palavra acerca dessa "MEDIDA", PALHAÇADA, pros autônomos, o governo dá dinheiro, para os TRABALHADORES, o governo manda os empresários pagarem a conta, legal esse "PRESIDENTE"

  4. João disse:

    Governo Federal trabalha e os governadores fazendo campanha eleitoral

    Rede globo fazendo a massa de manobra bater panelas

  5. Nick disse:

    Nunca foi para beneficiar os trabalhadores e sim os empregados.

    Pra os trabalhadores o que saiu do coração dele e dos empresários foi 4 meses sem salário.

    No fundo do posso ele pensou, vou agradar os empresários e fingir que a medida é para os trabalhadores.

  6. Manoel disse:

    Estranho! Ele não era o malvadão contra o trabalhador? Os de esquerda me expliquem isso!

  7. Tiago disse:

    Colocou nas costas das empresas a conta. Não vai dar certo essa medida.

VÍDEO: Deputado Fábio Faria propõe redução de salários de 50% de todos os poderes – judiciário, legislativo e executivo, no âmbito federal, estadual e municipal

“Vamos todos fazer a nossa parte para combater o coronavírus”.  A mensagem do deputado federal Fábio Fária(PSD) através das redes sociais propõe que todos os poderes – legislativo, executivo e judiciário – em todas suas esferas – federal, estadual e municipal – possam contribuir reduzindo os salários durante a pandemia.

“Eu proponho que tenhamos espírito humanitário e que todos os poderes – legislativo, executivo e judiciário – em todas suas esferas – federal, estadual e municipal – possam contribuir reduzindo os salários durante a pandemia. Precisamos fazer isso de forma equilibrada e justa, com a certeza de que serão alocados para salvarmos vidas na diminuição do impacto no desemprego”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino Junior disse:

    Não concordo, a não ser q as dividas tb sejam cortadas pela metade, água, luz, condomínio, financiamentos etc, pq se não a conta não bate.

  2. Anti hipocrisia disse:

    Isso é um palhaço!!! Que tal nessa pandemia cortar todos os cargos dele? Empregou todos os amigos e agora vem conversar merda… Vai tomar no cú hipocrita!

  3. Natal disse:

    Esses ftp não tem o fazer? Corte o seu vagabundo a gente já ganha bem para fazer isso por certo deu vagabundo

  4. Marcos disse:

    Jovem parlamentar, sugira tributar agora as grandes fortunas.
    Ah! Posso não, porque sou representante e parente de um que tem uma fortuna muito grande.
    Enfim, com pandemia, sem pandemia, com crise, sem crise, a conta sempre sobra para os trabalhadores e funcionários públicos.
    Acorda povo, quem manda neste país é 1% da elite bilionária e com a maioria no congresso nacional. Enquanto não aprendermos a votar seremos gado deles.

  5. Adriana Patriota de Aguiar disse:

    Esse palhaço casado com a filha de Silvio Santos um dos homens mais ricos do Brasil. Agora vem com essa de dizer que tem que cortar 50% do salário dos funcionários . O paizinho dele já foi um desastre em Natal no Rio Grande do Norte como governador e ele não ganha mais para nada.

  6. Adriana Patriota de Aguiar disse:

    Esse palhaço casado com a filha de Silvio Santos um dos homens mais ricos do Brasil. Agora vem com essa de dizer que tem que cortar 50% do salário dos funcionários . O paizinho dele já foi um desastre em Natal no Rio Grande do Norte como governador e ele não ganha mais para nada.

  7. José Raimundo disse:

    Tá jogando pra torcida pois ele sabe que não será aprovado, nem sequer, apreciado.

  8. Richard disse:

    Nunca saiu uma coisa que preste da boca e das ações desse parlamentar! Faça caridade com o seu próprio chapéu, sujeito!

  9. Edson disse:

    Esse mauricinho deveria propor aumento de imposto sobre herança para super ricos, tipo Silvio Santos, dono do Itaú, etc . Como se faz na França, USA, Japão, Suécia. Acabar com a isenção para dividendos, só Brasil e Estônia não cobram… é mais fácil tirar do assalariado

  10. De olho👀 disse:

    Conversando miolo de pote. Precisamos de propostas concretas, sem populismo. Quais são os outros projetos desse irresponsável?

  11. AJ disse:

    Atirar com o revólver dos outtos é fácil. Nem o que ganha na Câmara gasta em casa pq Silvio Santos através da filha é quem paga tudo.

  12. Barretto disse:

    Eu não tenho memória curta.. não há como escutar QQ coisa de FFaria. Antes que seja esclarecido a situação dele com Joesley Batista.
    https://noticiasdatv.uol.com.br/mobile/noticia/televisao/ticiana-villas-boas-se-queima-com-familia-abravanel-saiba-por-que–15312

  13. moderado disse:

    Concordo agora sim vi o respeito de um politico, imagine o trabalhador que ganha um salario minimo, como sera vida desse coitado reduzindo seu salario, o que deve ser feito e isso reduzir completamente os salario desses 513 deputados e 81 senador imagine o quanto de despesa nessa pandemia gasto com esse pessoal, sem falar nos desvio de verbas, e alem disso a população deveria fazer panelaço e para os 2 bilhões do fundo partidario ser gasto com os doentes..

  14. José Maria disse:

    Ele devia era estar pedindo o uso do fundo partidário e não sacrificar o funcionário público que já tem um salário muito defasado.

    Perdeu quatro votos em minha casa

  15. Jr disse:

    Assim é muito fácil. Um playboy rico que não precisa do salário de deputado fazer esta proposta! Mas tudo bem! Reduza em 50% o valor das contas que todo mundo aceita.

  16. Salete disse:

    100% do salário de deputados e senadores,Vereadores ,magistrados , prefeitos etc deveriam ser doar seus salários até o final da crise do Corona vírus ,,

    • Lico disse:

      Aqui no Estado tem muito funcionário público que ganha mais de 20 mil. Pega esses marajás, junta com deputados e senadores e passa uma faca de 50% no salário desse pessoal, e uns 30% nos restantes dos barnabés.

  17. Rômulo© disse:

    Ele deveria começar a dar o exemplo, doando 50% de seu patrimônio para a causa que ele defende!

  18. MANOEL disse:

    Eu proponho que, todos os políticos, em seus respectivos Estados, doem seus gordos salários p suas Secretarias de Saúde. Afinal, a retórica deles quando fazem campanha é q querem se eleger p ajudar ao povo. Chegou a hora Deputado, comece dando esse exemplo, que aliás, a vc ñ faz falta, pois, nasceu em berço de ouro e tem um sôgro bilionário.

  19. NACIA disse:

    EU DUVIDO D – Ó – DÓ que isso aconteça. Só vendo para CRER.

  20. Socorro farias disse:

    É melhor utilizar o fundo partidário e destinar à saúde, para compra de equipamentos, insumos e montar hospitais de campanha

  21. Antonio Turci disse:

    Tudo bem, Deputado. Mas primeiro vocês têm que abrir mão do indecente fundo partidário.

  22. Joca disse:

    Apoiado. Ganha 30 recebe 15, ganha 10 recebe 5, só dois meses gente. Vamos lá deêm a sua contribuição. Bora pessoal do Psol, apoiem essa idéia.

  23. IDD disse:

    Usar o dinheiro do fundo partidário nem pensar né?
    Ser generoso com dinheiro alheio é fácil.

  24. Silva disse:

    Basta cortar as mordomias do legislativo e do judiciário !!!

  25. Carlos disse:

    Concordo, desde que a conta de agua, energia, condomínio, escola, prestações diversas, iptu etc diminuam também 50%. Se tudo isso diminuir pode cortar enquanto estiver com essa epidemia.

  26. Sérgio Aragão disse:

    Ele devia sugerir liberar o dinheiro do fundo partidário

  27. Revoltz disse:

    Devia começar pelo salário dele e trabalhar de graça.

  28. Pronto, falei! disse:

    Era para ser definitivo!!!
    E político não nem para ganhar salário, pois político não é profissão!

Em um ano, aumenta em R$ 4,7 bilhões a soma de todos os salários do país

Foto: Ilustrativa

A massa de salários em circulação na economia cresceu em R$ 4,764 bilhões no período de um ano, para R$ 217,399 bilhões, uma alta de 2,2% no trimestre encerrado em janeiro de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o trimestre terminado em outubro de 2019, a massa de renda real subiu 0,7%, com R$ 1,549 bilhões a mais.

O rendimento médio dos trabalhadores ocupados teve alta de 0,5% na comparação com o trimestre até outubro, R$ 11 a mais.

Em relação ao trimestre encerrado em janeiro do ano passado, a renda média ficou estável (0,0%) em R$ 2.361.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Se nós tivesse acesso ao voto desses críticos seria hilariante. FALAM mas votam em cada um.

  2. Ceará-Mundão disse:

    Dá-lhe, Bolsonaro! Kkkkkkkkkk

  3. Djalma disse:

    Diziam que a reforma trabalhista ia destruir os empregos e salários, esta turma da esquerda não dá uma dentro…. sim…maduro o ditador maluquinho tá dizendo que o corona vírus é uma criação imperialista para destruir a china… interessante raciocínio… digno das esquerdas brasileira.

  4. Jailson disse:

    Isso é só o reajuste astronômico dos milicos e o aumento de seus regalias em detrimento da população civil

    • Ceará-Mundão disse:

      Rapaz, esse esquerdopata aqui superou seus "cumpanhero" no quesito asneira. Em homenagem ao recém terminado carnaval, NOTA 10! KKKKKKKKK

    • Petra disse:

      Kkkk…falou tudo… só os milicos ganharam aumento…

Prefeitura de Natal informa que salários de fevereiro de 100% dos servidores estarão em conta nesta sexta

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Natal efetua de maneira antecipada, nesta quinta-feira (27), o pagamento dos salários referente a fevereiro de todas as categorias do funcionalismo público municipal, entre ativos, inativos e pensionistas. Ao longo do dia, a Secretaria Municipal de Administração (Semad) enviará os arquivos com os créditos bancários à instituição financeira responsável pelas respectivas contas e os servidores poderão movimentar o dinheiro nesta sexta-feira (28).

A quitação antecipada e dentro do próprio mês trabalhado de 100% da folha vai colocar em circulação R$ 62,5 milhões na economia da capital potiguar. Ao todo, 21.334 servidores receberão os seus vencimentos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junin disse:

    Nem deveria ser notícia, pois não é mais do que obrigação….

Reforma administrativa vai revisar salários e número de carreiras

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Prevista para ser enviada ao Congresso Nacional nesta semana, segundo o presidente Jair Bolsonaro, a reforma administrativa pretende mudar os direitos dos futuros servidores federais. As propostas ainda não foram detalhadas, mas os pontos adiantados pelo governo nos últimos meses incluem a revisão dos salários iniciais, a redução no número de carreiras e o aumento no prazo para o servidor atingir a estabilidade.

Segundo Bolsonaro, as mudanças não afetarão os servidores atuais. Apenas quem tomar posse depois da promulgação da reforma seria atingido. Uma das alterações mais importantes diz respeito à estabilidade dos futuros funcionários.

Inicialmente, o governo pretendia esticar, de três para dez anos, o prazo para o empregado público conquistar a estabilidade. Há duas semanas, no entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que a versão mais recente do texto deve definir um tempo variável, de cinco a oito anos, de acordo com cada carreira.

A estabilidade seria conquistada mediante uma avaliação de desempenho. Quem não cumprir os requisitos mínimos não ficaria no cargo antes do prazo mínimo. O governo ainda não explicou se o servidor público terá direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) enquanto não atingir a estabilidade. Atualmente, os servidores públicos não recebem o fundo em hipótese alguma.

Pirâmide

Em novembro, ao explicar a proposta do pacto federativo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tinha dito que o governo pretende diminuir o número de carreiras de mais de 300 para 20 a 30. Os salários para quem ingressar na carreira pública passarão a ser menores.

No mês passado, ao explicar o resultado das contas do Governo Central em 2019, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que a reforma mudará a forma de progressão no serviço público. Em vez do sistema atual, com salários iniciais altos e em que quase todos alcançam o topo da carreira, a progressão passaria a ser em forma de pirâmide, na qual apenas os servidores com melhor desempenho atingiram os níveis mais altos. Segundo ele, o governo quer aproximar os salários iniciais e a evolução na carreira pública ao que ocorre no setor privado.

Etapas da reforma administrativa

Em café da manhã com jornalistas no mês passado, o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, disse que o governo pretende implementar a reforma administrativa em fases. De acordo com ele, a intenção do governo é que o conjunto de mudanças seja implementado até 2022.

De acordo com o secretário adjunto de Desburocratização, Gleisson Rubin, o conjunto de medidas inclui, além da proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa, projetos de lei complementar, de lei ordinária e de decretos. Estes, no entanto, só podem ser apresentados após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) pelo Congresso.

PEC emergencial

Embora estejam fora da reforma administrativa, pontos da PEC que reforma o pacto federativo e da PEC emergencial, que prevê gatilhos de cortes de gastos em momentos de crise fiscal, preveem alterações profundas na estrutura do serviço público e na regra dos servidores. Pelas duas propostas, em caso de estado de emergência fiscal decretado, haveria limitações em pagamentos aos servidores, concessão de reajustes, progressões automáticas, reestruturação de carreiras, novos concursos e em verbas indenizatórias.

A medida mais polêmica, no entanto, seria a redução da jornada de servidores públicos em até 25%, com ajuste correspondente na remuneração. A diminuição vigorará pelo tempo necessário tanto no governo federal como nas prefeituras e nos governos estaduais que decretassem a emergência fiscal.

Em discurso há duas semanas, Guedes disse que o mecanismo de emergência fiscal é mais rápido para ajustar as contas públicas do que a reforma administrativa para os futuros servidores, que teria impacto sobre as despesas federais no médio e no longo prazo.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Erilson disse:

    A reforma administrativa será apenas mais uma que pretendem “vender” como solução para os problemas que não sabem resolver. Franco falou o necessário! Disse tudo, em poucas palavras. Compartilho integralmente sua opinião, caro leitor.

  2. Franco disse:

    Mito, Mito, Minto, Minto, Minto…
    Vai acabar com os cargos comissionados, os auxílios saúde alimentação, moradia, creche e palitó?
    Vai proibir a contratação temporária por tempo indeterminado?
    E as terceirizações pagando o dobro do preço para empresas de políticos em nomes de laranjas, que servem para fazer politicagem, empregando e demitindo a hora que querem?
    Fora o caso de que os terceirizados não contribuírem para a previdência pública e ajudam a quebrar ainda mais o sistema de seguridade social que protege aqueles que trabalharam e contribuíram com parcelas consideráveis para poder contar com elas na sua curta aposentadoria.
    Essa reforma é mais uma mentira do tipo daquelas que diziam que bastava aprovar a Refeorma Trabalhista que automaticamente o Brasil melhoraria. Depois disseram a mesma coisa com a Reforma da Previdência.
    FHC disse que com as privatizações e os planos de demissão voluntária as coisas iam melhorar.
    Guedes e Bolsonaro agora dizem o mesmo.
    De mentira em mentira quem vai pagando as contas são os pequenos, os mais pobres, os trabalhadores mais simples do executivo e os servidores públicos do baixo escalão. Pois os servidores do Legislativo, do Judiciário, Ministério Público e os Militares, nunca foram atingidos pelas Reformas trabalhistas, previdenciária, etc, e não serão agora de novo.
    E o Gado?
    MMMMMMMuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

    • Marcos disse:

      Falou tudo.

    • Celso disse:

      A esquerdalha está em desespero!! KKKK

    • Rodrigo disse:

      Petralha comunista detectado.

    • Franco disse:

      Com esses comentários vazios e sem noção, vcs, Celso e Rodrigo, esperam que o problema que está sendo descrito vai desaparecer e não vai atingir vc ou alguém de sua família e amigos?
      Deixe de ser teleguiado e pense pela própria cabeça. Estamos indo pro fundo do poço enquanto a máquina de propaganda do governo dos ricos feito para os banqueiros e empresários, está nos bombardeando com mentiras e ilusões diárias.
      Vá num supermercado e veja os preços das coisas. Os concursos estão desaparecendo. O serviço público sendo destruído. O SUS desmontado, As Universidades e Escolas Técnicas sob ataques constantes. As florestas, reservas ambientais e indígenas sendo invadidas. Os órgãos de fiscalização e combate aos abusos e irregularidades, como o INMETRO e o IBAMA estão impedidos de funcionar com independ~encia.
      O que está melhorando de fato, e para quem?
      Vamos acordar e se não tivermos o que dizer, não fique balbuciando asneiras do tipo das que vcs vivem dizendo por não não ter o que dizer e não poder se defender.

    • LULADRÃO disse:

      Kkkkkkkkk. Acaba com esses funcionários publico parasitas. OS PTRALHAS FICAM LOUCOS!

    • Ferreira disse:

      DR, EU NÃO ME ENGANO, O BOZONARO É MILICIANO!

Prefeitura de Parnamirim credita pagamento e garante salários em dia

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, informa que está efetuando nesta sexta-feira, 31, o pagamento dos 5.502 servidores do município referente a Janeiro/2020. O valor total com a folha é de R$ 17.285.537,69

Manter a folha de pagamento em dia tem sido uma das prioridades do prefeito Rosano Taveira, que faz questão de priorizar o respeito pelos servidores do município.

Prefeitura de Mossoró: Rosalba não paga restante dos salários de dezembro e ainda não se fala em previsão

Foto: Secom/PMM

O Portal do RN destaca nesta sexta-feira(17) que a prefeitura de Mossoró ainda não quitou a folha salarial do mês de dezembro de 2019 em sua totalidade. Importante ressaltar que já se está no dia 15 do mês subsequente ao trabalhado. A angústia dos servidores que ainda tem parte dos seus vencimentos a receber é grande.  O quadro é mais desesperador porque a administração municipal não dá sequer previsão de quando vai quitar o restante dos salários.

A reportagem ainda diz que há informações, não confirmadas pela prefeitura, de que alguns poucos servidores já teriam recebido de forma completa os seus vencimentos. Para a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM), professora Marleide Cunha, essa é uma estratégia da prefeita para desmobilizar os servidores. Leia texto completo aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Everton disse:

    Robinson Faria fazendo escola

  2. Zé Lopes disse:

    Faça assim Rosa, da certo, ninguém meche nem as orelhas!

  3. Zé Lopes disse:

    Ela devia fazer como Fatão, passava a borracha no passivo e começava de fevereiro dizendo que estava adiantado!

    • João Neto disse:

      A diferença, é que Fátima "herdou" a dívida, e Rosalba é a responsável pela dívida.

  4. Thiago disse:

    Quando era governadora também atrasava os salários

  5. Luciano disse:

    Está esperando Fátima pagar a compensação pela redução do repasse do ICMS do PROADI que Fátima retirou das prefeituras em 2019, Mossoró perdeu quase 6 milhões de repasse.

  6. François Cevert disse:

    Na próxima eleições vai ser candidata, daí vão eleger ela novamente!!!

    • Rodrigo disse:

      Devem fazer o mesmo com fatão, que também bmantém dois meses de salários atrasado por mais uma ano.

  7. Carlos Bastos disse:

    Meu Deus até quando a população de Mossoró vai abrir os olhos, essa mulher quebrou o RN e agora a prefeitura de Mossoró.

  8. BC3331986GAC disse:

    Esse ' Embrulho ' Caloteira Mor, Incompetente, irresponsável um dia terá que pagar pelos danos causados ao RN,

  9. Diogo disse:

    Repetindo os feitos como Governadora.

  10. Giba disse:

    Essa rosalba foi a pior governadora do RN e é a pior prefeita, não respeita servidor, ataca tudo que for contra ela, mais 2020 chegou fora Rosalba.

    • M.D.R. disse:

      Este ano tem tudo para dá baixa nesta administração. Os Senhores tem a memória curta, veja administração quando GOVERNADORA mas, aínda tem tempo para recuperar vem 03 de OUTUBRO e dê TROCO.

Prefeitura do Natal só vai pagar salários do funcionalismo da ativa e inativos no dia 02

Foto: Getty Images

Vários servidores da Prefeitura do Natal enviaram mensagens ao Blog com a queixa que os salários do mês de dezembro não caíram na conta até esta terça-feira(31).

O Blog então, em contato com a assessoria da Prefeitura, recebeu a informação que o pagamento de todo o funcionalismo da ativa e inativos será feito apenas na quinta-feira(02) – primeiro dia útil do ano. “Como vem sendo feito nos últimos anos”, resumiu.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júlio César disse:

    Teu prefeito de Ceará mirim . Júlio César que não pagou ninguém. Você não divulga nada …

  2. Oswaldo disse:

    Funcionário público muito mal acostumado, servidor privado receber até o 5º dia do mês subsequente e não vemos um pio de reclamação, e todos trabalhando, enquanto isso tem órgãos da prefeitura desde 15 que estão dispensados para festas do fim de ano!

  3. Getro disse:

    O povo é levando fumo e cantando……

  4. Silva disse:

    Pior e a governadora que não paga o atrasado dos servidores.

    • Múcia Teixeira Batista disse:

      A governadora pagou os salários em dia, quem deixou salário atrasar foi Robson farias e Carlos Eduardo Alves, lembra?

  5. Zanoni disse:

    Povo de Natal está levando fumo novamente!

  6. Marcos Aurelio disse:

    Esse prefeito de natal só sabe fazer a política do pão e circo.
    Acorda Natal!!

  7. Teresa disse:

    Ela só promete. A palavra dele não se escreve.

  8. Clara disse:

    Não é verdade (dele): o pagamento vem sendo feito dentro do mês, conforme calendário estabelecido por ele próprio. O "combinado" era dia 30, mas oremos que entre dia 02, pq já ouvi boatos de 5o dia útil ( 09/01)

  9. Luis disse:

    Agora o fiasco da queima de fogos de ponta negra já pagou.

    • Brasil e RN acima de tudo disse:

      E os artistas de fora do RN, também já saíram com o bolso cheio.

OPORTUNIDADE: IBGE vai contratar mais 2.658 temporários para o Censo 2020; salários chegam a R$ 3.100

Foto: Edilson Dantas – Agência O Globo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE) abriu inscrições para um processo seletivo simplificado destinado à contratação temporária de mais 2.658 pessoas que vão trabalhar no Censo Demográfico 2020. A seleção está a cargo da Fundação Getulio vargas (FGV). Os interessados poderão se cadastrar no site https://www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibgepss2019, das 10h desta quarta-feira até as 16h do dia 15 de outubro.

São oferecidas 1.343 vagas para coordenadores censitários subáreas, com salário de R$ 3.100. Para esses candidatos, a taxa de inscrição na seleção é de R$ 58. Para essa função específica, exige-se que o candidato tenha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) definitiva ou provisória, no mínimo de categoria B.

Além disso, o instituto vai contratar 1.315 agentes censitários operacionais, com vencimento de R$ 1.700. Para os interessados em concorrer a uma dessas oportunidades, a taxa de participação é de R$ 42,50.

Nos dois casos, é preciso ter ensino médio completo. A duração dos contratos será de 12 meses, podendo ser prorrogada.

Atribuições

Os coordenadores censitários subáreas vão acompanhar os trabalhos das equipes das coordenações nacionais e estaduais de supervisão e implementar as orientações recebidas. Ainda vão adotar as providências relativas à contratação, à prorrogação de contratos e ao desligamento de agentes censitários municipais, agentes censitários supervisores e recenseadores, além de realizar avaliações mensais dos contratados, entre outras funções.

Os agentes censitários operacionais vão executar atividades administrativas nas áreas de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários, financeiros e de disseminação de informações.

Também vão recepcionar e atender os colaboradores do IBGE e o público em geral, pessoalmente ou por telefone; além de preparar relatórios, ofícios, memorandos e planilhas eletrônicas, inserindo e/ou transmitindo dados em sistemas informatizados e em dispositivos eletrônicos, entre outras atividades.

O Globo

 

Servidores , aposentados e pensionistas protestam contra o governo na AL por regularização de salários

Fotos: cedidas

Servidores , aposentados e pensionistas reivindicam na Assembleia Legislativa nesta terça-feira(03) os seus salários atrasados .  De acordo com os reivindicantes, trata-se de um direito líquido e certo negado pelo governo “que se nega a honrar estas obrigações” .

Na AL, os servidores , aposentados e pensionistas também levaram cartazes com frases de protesto. “RN só tem dinheiro para os grandes”, exclama um.

Os reivindicantes reclamam que os “grandes”  recebem em dia e com aumentos salariais para quem já tem salários maiores que 30.000 ,00 . ” Servidores se suicidam , estão com nomes sujos , e vivendo as custas de favores de outrem. Salário é direto sagrado”, desabafam.

Por fim, os servidores , aposentados e pensionistas alertam que salários acumulados de outras gestões devem ser cumpridos pelos gestores empossados .

“A campanha acabou . A promessa de campanha da governadora foi que pagaria os atrasados , e que estava preparada para governar”, encerraram.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Os nobres parlamentares ficarão sensibilizados e vão mandar o executivo pagar!!!!

  2. Gogó disse:

    Com o PT sempre foi assim: atenção com a classe mais baixa (embaixo da asa). Os necessitados como Marcelo Odebrecht, Leo Pinheiro é outros.

  3. Leto disse:

    Façam uma greve. Greve dos aposentados lá no Centro Administrativo

  4. Almir Dionisio disse:

    Os Órgãos de Controle deviam ver tudo isto – o governo anterior embolsou R$ 102 milhões de consignados e até agora ninguém do governo anterior respondeu para onde foi esse dinheiro.
    A atual governadora sabendo o que iria encontrar, ainda concede reajuste para categorias que já recebem altos salários, nada que prometeu em campanha foi feito até agora para os servidores do executivo.
    É realmente uma situação lastimável a do servidor público do RN, servidores endividados, doentes… e quem vai nos ajudar????????????
    Precisamos de uma posição urgente – previsão desses pagamentos atrasados.

  5. Comentando apenas disse:

    Tão achando ruim por que razão cumpanheiros? Vamo votar na cumpanhera Fatima denovo! A mão que votou 13 na urna chega até a tremer rsrsrs.

  6. Francisco S J Filho disse:

    Sem salário, sem direito a fazer empréstimo consignado (o Banco do Brasil não deixa)… somos a VENEZUELA dentro do Brasil? É somente uma pergunta!

  7. isabele araújo disse:

    E o mais interessante é que, se você entrar na justiça (injustiça) eles juízes estão negando nossos direitos. Mas para pagar retroativo de mais de 200.000 a eles mesmos , eles dão causa ganha. Isso é uma tremenda palhaçada. E agora vou recorrer a quem?
    To passando fome e necessidades .

  8. nao tenho memoria curta disse:

    sou aposentado e o meu salario de agosto de 2019, ainda não foi depositado na minha conta

    • Lorena Galvão disse:

      Sério a Governadora não disse, que era para todos, aposentados que conheço todos receberam

Com salários até R$16 mil, prefeitura no RN abre seleção até esta sexta para 30 servidores temporários

A Prefeita Municipal de São José do Seridó abriu um processo seletivo simplificado para contratação de 30 servidores temporários. As inscrições seguem até esta sexta-feira (23) e os vencimentos oferecidos variam de R$ 623,75 a R$ 16 mil, para oportunidades nas áreas da Educação, Saúde e Agricultura e Pesca. Conforme o edital (aqui), a seleção tem validade de um ano, sendo 14 vagas para ocupação imediata e 16 de cadastro de reserva.

  • Secretaria Municipal de Educação e Cultura – SEMEC: Professor polivalente para zona rural ou urbana- Educação Infantil Creche/ Pré- Escola; e Ensino Fundamental 1º ao 5º ano (01); Auxiliar para Professor de Educação Infantil – Creche/Pré-Escola; e Ensino Fundamental – 1º ao 9º ano, rural ou urbana (08); Professor de Geografia – Ensino Fundamental – Anos Finais (01); Professor generalista para a zona rural ou urbana – Educação Infantil Creche/Pré-Escola; e Ensino Fundamental 1º ao 5º ano (02); Professor de Matemática Ensino Fundamental – Anos Finais (01); Professor de História – Ensino Fundamental – Anos Finais (01); Professor de Ciências – Ensino Fundamental Anos Finais (01);
  • Secretaria Municipal de Saúde – SESAD: Médico (02); Fiscal da Vigilância Sanitária (02); Agente Comunitário de Saúde – Zona Rural (02); Técnico em Enfermagem (06); Odontólogo (01);
  • Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária, Pesca e Recursos Hídricos – SEMAPE: Médico Veterinário (01).

Os contratados terão carga horária que varia de 25 a 40 horas semanais e os requisitos para se inscrever são: Ensino Médio e Superior Completo com registro no devido conselho de classe.

Esta seleção será realizada por meio de Análise de Currículo e o prazo de validade deste Processo Seletivo será de um ano. Para mais informações consulte o edital disponível em nosso site.

Com acréscimo de informações do PCI Concursos e G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Salário abaixo do mínimo, de R$ 623,75? Pode isso, Arnaldo?

    • Evan Jegue disse:

      Guedes disse que é melhor mais pessoas ganhando menos. É a nova era.

CORTE DE SALÁRIOS: Servidores públicos poderão ter redução com aval do STF

Foto: Reprodução

A dificuldade enfrentada por diversos estados em suas finanças ainda é pauta levada por governadores ao Supremo Tribunal Federal (STF).

E em meio à essa crise no país, os ministros da Corte vão julgar, na próxima quarta-feira, ação que trata da possibilidade de redução de salários de servidores públicos de qualquer ente da federação mediante a diminuição de jornada de trabalho.

O tema já foi pautado para ir ao plenário por três vezes, mas não houve julgamento.

Leia notícia completa aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alberto disse:

    A imprensa é omissa, tonta e manipulada pelos comensais políticos: não sáo os servidores que estão recebendo estes altíssimos salários; são os magistrados e os procuradores e promotores. Os funcionários concursados recebem o seu salário congelado, e quando muito, uma ação de longos anos que não havia sido pagas… mas o imposto de Renda já come 27,5% de cada servidor…. façam a reportagem direito!!!!

  2. Ceará-Mundão disse:

    Essa medida, se aprovada, seria permitida APENAS para o Executivo. Mas os reais problemas ocorrem nos demais poderes. Há poucos dias, por exemplo, foi divulgada uma lista de remunerações do Ministério Público do RN, onde vimos os seus membros recebendo verdadeiras fortunas. E ainda tem as sobras orçamentárias dos demais Poderes, que deveriam retornar ao Tesouro estadual e, ao invés disso, servem para sustentar o "mundo da fantasia" em que vive essa gente. Os desperdícios nos demais poderes são enormes.

  3. vilanir gurgel disse:

    PROVAVELMENTE SÓ SERÁ PERMITIDO CORTAR DE QUEM GANHA ABAIXO DE 5.000,00.
    SERÁ CONCEDIDO AUMENTO PARA QUEM GANHA ACIMA DE R$ 20.000,00

  4. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Aqui no RN uma medida desta é mais fácil o mar secar klkkkkkkk

  5. Lucas disse:

    Pronto agora já há uma possibilidade de passar uma faca nesses salários de 30 mil pagos pelo pobre RN.

    • Oliveira disse:

      Acho dificil, Quanto mais eles recebem mais querem, É mais facil eles triplicarem os salarios deles e escravizar o restante da população.

    • Everton disse:

      Isso só vai afetar o executivo… agora, avalie se para 8hr a produção já é parca, se baixar para seis ou 4h, a labuta será inexistente!

      Mas na terra do Olimpo, tudo azul.

Justiça nega pedido de indenização no RN por danos morais após desconto de salários de grevistas

Foto: Ilustrativa

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, à unanimidade de votos, negou provimento a uma Apelação Cível movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN) que pedia a reforma de sentença de 1º Grau que julgou improcedente o pedido de indenização por danos morais coletivos feito pela entidade sindical em razão de corte supostamente ilegal dos vencimentos de servidores no período de greve.

A decisão teve a relatoria do desembargador Vivaldo Pinheiro e trouxe ao debate, mais uma vez, a legalidade ou não para o exercício de movimentos grevistas no âmbito do serviço público. Veja matéria completa aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Igor disse:

    O cara faz greve fica 10/20 dias sem trabalhar, só criando caos no trânsito e depois ainda tem a pachola de pedir danos morais, por não ter recebido por período que não trabalhou.

Auditores informam aumento de R$ 100 milhões em arrecadação no semestre e cobram resposta concreta do Governo do Estado sobre salários

O Governo do Estado aumentou em cerca de R$ 100 milhões sua arrecadação própria entre os meses de janeiro e juljo de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. As informações são dos auditores fiscais do Estado, em reportagem em destaque na Tribuna do Norte. De acordo com a publicação, mesmo com esse aumento, correspondente a 5,6% do orçamento, ainda não há uma solução para o pagamento de salários atrasados, referentes a novembro, dezembro e décimo terceiro de 2018.

Na reportagem, o diretor do Sindicato dos Auditores fiscais do RN(Sindifern), Fernando Carvalho de Freitas, após propor soluções que dependem de uma série de fatores para aprovação, o Governo precisa dar uma resposta concreta aos servidores sobre esses pagamentos, já que houve excesso de arredação no semestre.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Getúlio disse:

    Se eu ganhasse 40 mil como esses reclamantes, não choramigava com salários atrasados, tomava meu vinho gran reserva com charuto cubano, e aguardava tranquilo, sem fazer nada, como sempre, que ninguém é de ferro, aguardando mais 16,80% de aumento.

  2. Fabio disse:

    E desde quando o salário de um auditor está diretamente relacionado com a receita do estado? Trabalhem, trabalhem muito porque vocês ganham muito bem e ainda tem uns que enriquecem sabe-se lá como.

  3. Ivan disse:

    Nesse mesmo período o déficit previdenciário foi de quase 1bi…Mas, nosso estado é rico, não precisa de reforma de previência, deixem isso pros lisos do sul e sudeste!!!!

  4. Manoel disse:

    O que é são 100 milhões face a um déficit de bilhões?