Bolsonaro comunica que Conselho Nacional de Política Energética aprovou diretrizes de venda direta de etanol para baratear o preço dos combustíveis nas bombas

Foto: Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro comentou nesta quarta-feira (01 de julho) a aprovação de diretrizes pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) para que o etanol possa ser vendido das usinas diretamente para os postos de combustíveis. “A venda direta de etanol pode proporcionar maior concorrência no setor e baratear o preço dos combustíveis nas bombas”, escreveu em publicação nas redes sociais.

Em junho, o CNPE aprovou resolução que define diretrizes para a comercialização, por produtor, de etanol hidratado combustível diretamente com revendedor varejista de combustíveis automotivos e transportador-revendedor-retalhista (TRR).

Atualmente, a norma da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) estabelece que todo combustível deve passar por empresa distribuidora antes de chegar às bombas dos postos. Em diversas ocasiões, Bolsonaro já defendeu a venda direta como forma de reduzir os preços dos combustíveis. A aprovação da resolução pelo CNPE permitirá à ANP implementar as ações para a venda direta de etanol.

Um projeto de decreto legislativo para liberar a venda sem intermediários também está tramitando na Câmara dos Deputados. Ele foi aprovado pela Comissão de Minas e Energia no fim de 2019 e está sendo analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), para depois seguir para votação no plenário.

Agência Brasil

.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Amon Carlos de Oliveira disse:

    Eu sou potiguar, mas, morei por 26 anos em Maceió, onde ainda tenho varios amigos que trabalham e outros que trbalharam em usinas que produz etanol. Pasmem os Srs o litro vendido nas usinas as distribuidoras custa apenas R$ 1,54 centavos, isso é um assalto a nosso bolso quando pagamos na bomba até R$ 3,80 as distribuidora apenas emitem nota fiscal e nada mais, tem que acabar com esses atravessadores.

  2. João Barros disse:

    NÃO VAI ACONTECER REDUÇÃO.
    ESTAMOS NO BRASIL, PAÍS DE LADRÕES E GENTE RUIM.
    O QUE AS USINAS VÃO FAZER É FICAR COM A PARTE DAS DISTRIBUIDORAS PRA ELAS PRÓPRIAS.
    EM MAIO SAIU UMA DECISÃO MANDADO VENDER ETANOL PARA OS POSTOS DO RN, PI E GO. AÍ O QUE OCORREU É QUE AS USINAS DEIXARAM SEUS PREÇOS CINCO CENTAVOS MAIS BARATOS DO QUE OS PREÇOS DAS DISTRIBUIDORAS, QUANDO NA VERDADE DEVERIA SER 50 CENTAVOS.
    ESPERO QUE NÃO LIBEREM POIS VAMOS SER ROUBADOS DUPLAMENTE, NO PREÇO E NA QUALIDADE DO PRODUTO.

  3. Bolsomito disse:

    Grande Presidente Bolsonaro.

  4. Alan Hudson disse:

    Agora é ficar na torcida para que haja uma queda real nas bombas

  5. Dr. Veneno disse:

    Esse é um anseio dos produtores, q vêem as distribuidoras regularem o preço do etanol pra população, ao léu, sem produzirem 1 pé de cana sequer.
    A população aguarda uma redução para casa dos R$ 2,80 por litro, como se dera no meio da pandemia.

  6. Bolsonaro RN disse:

    Coisa boa, ninguém comenta, fosse notícias petralhadas estavam todos comentando, é mais 4 aninhos.

Sindipostos RN esclarece posição sobre preços de combustíveis no Estado

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipostos RN) vem a público, mais uma vez, esclarecer alguns pontos em relação aos preços dos combustíveis praticados nas bombas de todo o estado do Rio Grande do Norte. Reafirmamos que:

1. O Sindicato não monitora, acompanha, detalha ou opina sobre preços a serem praticados pelas revendas no estado. Em primeiro lugar porque, se o fizesse, poderia, aí sim e com propriedade, ser acusado de combinação de preços entre as revendas, caracterizando o crime de cartel;

2. Além disso, cada revenda é livre (por força da legislação que rege o segmento no país) para compor seu próprio preço final de venda levando em conta seus custos próprios, que estão ligados a inúmeras variáveis como localização (já que o valor de mercado do terreno onde está o posto impacta no capital imobilizado), número de funcionários, horário de funcionamento e serviços extras oferecidos aos clientes;

3. Os preços pelos quais os postos de Natal recebem cada litro de combustível das distribuidoras que os abastecem podem ser acompanhados por toda a população em levantamentos semanais feitos pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), disponíveis na internet no endereço anp.gov.br. Uma consulta ao site, por exemplo, mostra que, no período de 1º a 7 de março, o preço médio do litro da gasolina em Natal, entregue pelas distribuidoras aos postos, foi de R$ 3,972 enquanto que o preço médio praticado nas bombas foi de R$ 4,535, ou seja, uma margem de R$ 0,563 por litro (equivalente a 12,4% do valor total de margem bruta).
Por fim, reiteramos que às revendas o que mais interessa é que os preços ao consumidor sejam os mais baixos possíveis já que estes preços têm ligação direta com o volume de vendas de cada posto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jacques disse:

    É óbvio que existe um cartel no RN. Porque na Paraíba os preços são tão menores se os dois estados estão sujeitos às mesmas regras tributárias?

  2. Cigano Lulu disse:

    Curioso é que todo mundo reclama mas ninguém tem coragem de dar uma "aliviada estratégica" no carro, deixá-lo ao menos uma semana por mês na garagem. Todos os dias vemos centenas de carros rodando nas ruas de Natal só com o motorista, nas horas de pico.
    Por que proprietários de veículos não criam um aplicativo – de código aberto – para pôr em prática a "semana sem carro"? Todos se cadastrariam e uns dariam carona a outros, em dias alternados, de modo que ninguém perca a mobilidade e todos possam impingir um boicote cidadão à usura dos postos de combustíveis.

  3. Cigano Lulu disse:

    Curioso é que todo mundo reclama mas ninguém tem coragem de dar uma "aliviada estratégica" no carro, deixá-lo ao menos uma semana por mês na garagem. Todos os dias vemos centenas de carros rodando nas ruas de Natal só com o motorista, nas horas de pico.
    Por que proprietários de veículos não criam um aplicativo para pôr em prática a "semana sem carro"? Todos se cadastrariam e uns dariam carona a outros, em dias alternados, de modo que ninguém perca a mobilidade e todos possam impingir um boicote cidadão à usura dos postos de combustíveis.

  4. Dr. Veneno disse:

    Quem acredita nessa balela??
    Gasolina saindo de Guamaré a R$ 1,407, e esse sujeito dizendo q as distribuidoras revendem R$ 3,97!!!
    R$ 3,97 deveria ser o preço de venda aí consumidor.
    Por esse valor, o sistema distribuidora/postos ainda ganham R$ 0,60/L.

  5. Manuel Marcelino Filho disse:

    Uma verdadeira piada essa justificativa , os promotores de Natal Realmente só servem pra torrar o dinheiro público.

  6. Kesia disse:

    Sendo que ha 2 dias os precos nas refinarias foram diminuidos e ainda nao tivemos resultado nas bombas.
    Mas quando ha aumento, no mesmo dia ja repercute nas bombas.

    A questao do combustivel no RN é uma imensa caixa preta.

  7. Curioso disse:

    Esse sindicato é composto por donos de postos. É claro que eles combinam os preços, e quem não entra no esquema fica queimado e sem apoio do sindicato.

  8. carlos disse:

    quero a palavra dos donos das maiores redes de postos uns tem acima de 35,o pseudo presidente e um tangerina.no transporte e a mesma coisa , vocês já notaram que este blog combina entrevista.antes dos anos 80 a imprensa carioca fazia a mesma coisa com o pessoal do jogo de bicho se colocava um boi de piranha até para ser preso O povo do rn e uma bando de atestado.gasolina joao pessoa 4.o9
    em natal 4.69

  9. Azevedo disse:

    Esse sindicato é composto por um bocado de cabra de péia, verdadeiros bandidos da ordem econômica local.

  10. Azevedo disse:

    Esses donos de postos de gasolina na sua maioria, são verdadeiros bandidos , pois formam um verdadeiro cartel dos combustíveis no RN, até pagando propina a políticos para não deixarem as Redes de supermercados nacionais de montarem postos nos seu estabelecimentos. São R$ 230.000,00 razões para os políticos municipais e prefeitos passados não liberarem essas licencas.

  11. Jonas disse:

    CARTEL , CARTEL , CARTEL, muito bem orquestrado .
    Só um leigo não entende como funciona.

  12. Alisson disse:

    Cada comentário idiota dos esquerdas, que ate desanima para ler as notícias… How @leo… Deixa de ser palhaço, não precisa do estado intervir nos preços do combustível na bomba, precisa apenas de que os postos parem com o cartel.

  13. Araken Farias disse:

    O sindippstos afirma que recebem a gasolina a um preço medio de 3.972 e vendem à 4.535. Em joao pessoa a gasolina na bomba custa 3.966. Explique ?

    • Lucio disse:

      O sindpostos no RN é um cartel muito bem alinhado é entrosado com o Poder Público que nunca fez nada para acabar com esse esquema. O que deve encarecer os combustíveis em Natal é o imposto que o Governo do RN cobra, quanto ao preço que recebem devem ser iguais aos da Paraíba e Pernambuco, pois muitos pegam os combustíveis em Cabedelo – PB. Gasolina a 3,96 em João Pessoa e 4,29 em Recife. Sindpostos vão jogar "papa" nos olhos dos outros .

  14. João sem Braço disse:

    Até o fim da epidemia de corona vírus os preços devem baixar aqui em Natal. Esses donos de postos vão se fu….. Os carros elétricos vêm aí.

  15. Tô veno disse:

    Tenho percebido esse "fenômeno" também: às vésperas de uma redução anunciada no preço da gasolina, o valor do litro aumenta nos postos para daí baixar minimamente na bomba.
    A redução nos preços dos combustíveis não é nem de longe de interesse governamental porque diminui a arrecadação (do estado especialmente, com o ICMS), e isso ajuda a explicar em parte por que os donos de postos de combustíveis têm tanta liberdade para fixar seus preços sem serem incomodados. Todos nós sabemos o quanto tem sido abusiva a política de preços desse setor da economia, mas isso não incomoda os políticos pois têm seus "gastos" com combustível pagos pelos contribuintes. E sem a política nada se revolve nesse pais… continuamos na merda.

    • Dr. Veneno disse:

      Penso exatamente como vc.
      E ainda digo mais: tem o dedo do governo do Estado nos preços dos combustíveis aqui no RN.
      Qto mais baixos os preços, menos arrecadação. Não é isso o q os governantes querem.

  16. Sérgio disse:

    É muito engraçado ver o sindposto fizer que os donos de postos não combinam preço, na hora de baixar e subir é sempre tudo igual da noite para o dia, o preço aumenta na refinaria, no outro dia aumenta na bomba, agora na hora de baixar, aí é uma luta, isso é o Brasil, cadê o procon????? Só enganação, a maior mentira

  17. Leo disse:

    O Interessante e que, se vê nos noticiários e que baixou, mais em um dia você abastece a R$4.25 aí no outro já está a R$4.66. Covardia.

  18. Victor pablo disse:

    O mais engracado eh que quanndo foi p baixar demorou 21 dias, a desculpa era que existia combustivel em estoque e tinha que esperar acabar o estoque para fazer a reducao de preco. Mas quando anuncia o aumento em 30 min os precos sobem nos postos!

  19. Torres disse:

    Esses caras tem muita cara de pau para falar uma coisa dessa…
    Uma notinha para enganar os bestas.

  20. Edimilson disse:

    Passei há pouco em nosso vizinho Estado da Paraíba, onde abasteci meu carro ao preço de R$3,99 o litro. O RN sempre teve os preços elevados. Vergonhoso isso. O que se vê realmente é um cartel escancarado.

  21. Luiz Fernando disse:

    Bando de canalhas e um MP frouxo.

  22. Anderson disse:

    Diga mais, Sindpostos! Conte a sua historinha de sempre! O Sindpostos defende os interesses dos barões do petróleo, não queira se esquivar da sua rotina. Engraçado que 95% dos postos de combustíveis aumentou os valores nas bombas quase que automaticamente. Aparenta estarem muito bem alinhados, mas claro: tudo isso é conhecidência., não existe cartel algum. Salvo se o Ministério Público entender diferente. Caso contrário, continuemos colocando as mãos nas nossas nucas quando formos abastecer, a prudência nos orienta assim. Segundo especialistas em segurança, não é aconselhável reagir a possiveis assaltos.

  23. Acorda Brasil disse:

    Canalhas. O chá de vocês está coando. Já estou juntando o dinheiro do meu próximo carro. VAI SER ELÉTRICO.

  24. Chico Araujo disse:

    Alô MINISTÉRIO PÚBLICO !!! Alô ANP (Pra que serve mesmo esta agência???)
    O Cartel está escancarado. É clara a exploração dos consumidores.
    Quando é para para os postos aumentarem o preço dos combustíveis na bomba, basta a simples notícia da Petrobras divulgada na Rádio Peão do sindipostos.
    Agora quando sai nas redes de TV que a Petrobras baixou o preço da gasolina e diesel em torno de 10%, aí vem com justificativas pra boi dormir….Me poupe.

  25. FRASQUEIRINO disse:

    Falta explicar a velocidade praticada pelos postos de combustível quando da majoração dos preços. Para reduzir é uma novela.

  26. Francisco Alves disse:

    E alguém esperava que Sindipostos fosse assumir que, é ele quem impõe o valor do combustível aos postos? Seria o mesmo que confessar a prática do crime de formação de cartel, não é mesmo? O fato é que esse tipo de crime é bastante difícil de ser comprovado a autoria. Todos sabemos que existe um comando para os preços praticados no RN, e que essas diretrizes são extremamente bem articuladas! O lucro extorsivo também caracteriza crime contra a economia popular ou contra o consumidor, mas provar alguma coisa contra algum proprietário de posto no RN, há muito que se espera sem resultado. O MP no que diz respeito a uma investigação séria a esse respeito, é cego, surdo e mudo.

  27. Carlos disse:

    Pense numa mentira da peste bobônica!
    Dizer que o Sindposto não monitora o preço dos combustíveis, era só que faltava pra terminar de chamar o consumidor de burro.
    Sindposto, explica porque quase todos os postos de Natal praticam o mesmo preço????
    O cartel tá mais que claro, Sindposto

  28. Gilvan disse:

    Acho que essa nota não esclareceu nada com nada apenas justificou a pratica de preços abusivos por parte do cartel de postos do nosso estado porque anteontem o governo anunciou uma queda nos preços da gasolina nas refinarias na ordem de 9,5% a partir de ontem isso traria o preço a um patamar de menos de R$ 4,00 Reais então o que eles fizeram? aumentaram os preços absurdamente de uma hora pra outra ara quando for realmente aplicar a redução de quase 10% os preços ficarão muito próximos do praticado a dois dias atras.

  29. Bruno disse:

    É um farsa montada esses postos, n vejo uma autoridade empenhada para desmascarar essa classe de ienas, verdadeiros embustes, nas eleições vamos colocar gente nova para acabar a farra dos postos, tb sou louco que os carros elétricos virem febre pra ver essa classe siscando seco.

  30. Luciana Morais Gama disse:

    Pq todos os postos passaram para $ 4,69 de uma hora para outra sem que tivesse havido anúncio de alta do petróleo, pelo contrário só tá baixando, menos nas bombas.

    • Leo disse:

      Nao entendo vc, gado. É eleitora do Asno, defende a política do Jegues neoliberal e está revoltadinha com o "livre mercado" dos postos de gasolina? Quer q o estado intervenha? Se decida minion!

Trump comemora elevação da cota de importação de etanol pelo Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou a elevação da cota brasileira para importação anual de etanol em medida que foi publicada no “Diário Oficial da União” durante o último fim de semana.

“O Brasil permitirá que mais etanol americano entre no país sem tarifas, uma decisão que as usinas brasileiras estão comemorando”, escreveu o presidente americano no Twitter. “A reação aparentemente contra intuitiva deriva do tom das negociações em andamento entre a nação sul-americana e os EUA para um acordo comercial”, completou.

A cota passou de 600 milhões para 750 milhões de litros ao ano, sem a tarifa de 20% para produtos fora do Mercosul.

Para Trump, essa medida está trazendo “grandes progressos para agricultores”. “Será ainda melhor para o etanol e nós vamos salvar as nossas pequenas refinarias.”

Valor

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. WASHINGTON disse:

    TEM QUE ZERAR E DAR CONDIÇÕES PRA OS PRODUTORES DA QUI DO BRASIL POSSAM COMPETIR , SE NÃO VAI ACABAR COM A PRODUÇÃO BRASILEIRA. BG PODE DIZER COMO É AS CONDIÇÕES DOS PRODUTORES DA QUEI?

  2. Raimundo disse:

    Livre mercado, a indústria nacional pressionará para cair tarifas internas para competir com o álcool que vai entrar e esta competição será boa para o consumidor, protecionismo é bom no curto prazo mais deixa a indústria obsoleta devido à falta de competitividade. Países fechados não desenvolvem sua indústria

  3. Anti-Político de Estimação disse:

    "Em decisão que prejudica gravemente o Nordeste, ameaçando quase 500 mil empregos, o governo elevou em 25% a cota de importação de etanol americano com imposto 0%, passando de 600 para 750 milhões de litros anuais. O Brasil abrirá mão de R$270 milhões em impostos de importação. O anúncio coincide com a visita de Eduardo Bolsonaro a Washington. É outra vitória da máfia dos distribuidores, atravessadores no mercado, na tentativa de enfraquecer os produtores do Nordeste".
    Deu na coluna do Claudio Humberto, um notório anti-petista. Será que é para isso que querem empurrar o menino de Bolsonaro para a Embaixada em Washington ??????????

  4. Dilermando disse:

    Lá eles querem salvar as refinarias. Já aqui a ordem é para acabar com tudo….

Preço do etanol sobe em 17 Estados e no Distrito Federal, diz ANP

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros subiram em 17 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Em outras oito unidades da federação houve recuo nos preços. A ANP não divulgou novamente os valores nos postos do Amapá.

Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação média do hidratado avançou 0,67% na semana passada, de R$ 2,390 para R$ 2,406 o litro. No período de um mês, os preços do combustível subiram 9,56% nos postos paulistas.

A maior alta semanal, de 4,63%, ocorreu na Paraíba, seguido por Rondônia, com aumento médio de 2,68%. Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP, houve alta de 0,73% no preço do etanol na semana passada. O maior recuo do etanol na semana passada, de 10,45%, foi em Roraima, seguido por Alagoas (-1,57%)

No período de um mês, os preços do etanol recuaram apenas em Roraima, em 2,04%, e no Tocantins, com 2,36%. Os maiores aumentos mensais foram em Mato Grosso, de 12,74%, e em Goiás, de 11,49%. Na média brasileira, o preço do médio do etanol nos postos brasileiros pesquisados pela ANP acumulou aumento de 7,84% no período de um mês.

No Brasil, o preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 1,989 o litro, em São Paulo, e o máximo individual foi de R$ 4,21 o litro, no Rio Grande do Sul. O menor preço médio estadual foi de R$ 2,406 o litro, em São Paulo, e o maior preço médio foi verificado no Acre, de R$ 3,626 o litro.

RN lidera ranking no aumento do preço do etanol no Brasil

O preço do etanol hidratado nos postos do Rio Grande do Norte registrou a maior alta mensal no País, de 0,67%, na contramão do decréscimo observado em 15 Estados e no Distrito Federal, de acordo com dados coletados pela Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).  Nos postos de Natal, a média do preço é de R$ 2,30.

Seguiram a tendência do RN mais nove entes da federação que registraram no período de 30 dias ligeira elevação no preço do combustível. A agência também observou variações por semana. Bahia teve o maior aumento em sete dias, 1,68%.

Na média de preços do Brasil, a gasolina segue mais competitiva que o etanol, de acordo com a ANP. O preço médio da gasolina no País é de R$ 2,726 por litro, enquanto a do etanol alcança R$ 1,917. O etanol está mais competitivo do que a gasolina em apenas dois Estados: São Paulo e Mato Grosso.

No posto, vale a antiga conta para saber se o momento é para abastecer com álcool ou gasolina. Pega-se o valor do litro da gasolina e multiplica-se por 0,7. Se o resultado for inferior ao preço do litro do álcool, compensa usar esse combustível no tanque.

Fonte: Nominuto