TV Globo, O Globo, Veja e UOL lideram fatias da publicidade do governo federal; confira geral

governo-federalJornalista do UOL, Fernando Rodrigues resolveu pedir, por meio da Lei de Acesso à Informação, dados sobre o investimento de publicidade do governo federal durante a gestão do Partido dos Trabalhadores (PT). Os números oficiais do Instituto para Acompanhamento da Publicidade, fornecidos pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, mostram que TV Globo, O Globo, Veja e UOL lideram as fatias nos mercados de televisão, jornal, revista e site, respectivamente.

Os números revelam que, sem contar as afiliadas, a Globo e suas cinco emissoras próprias (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Recife) foram responsáveis por arrecadar R$ 6,2 bilhões em publicidade estatal federal ao longo de 12 anos dos governos Lula (2003 a 2010) e Dilma (2011 a 2014). Segundo o UOL, até 2013 esses valores foram corrigidos pelo IGP-M, índice usado no mercado quando o assunto é publicidade. Os dados de 2014 são correntes.

No total, ressalta Rodrigues, os governos petistas investiram R$ 13,9 bilhões em publicidade para TV nesse período. Isso significa que quase a metade do valor foi destinada ao Grupo Globo, que veiculou comerciais estatais na TV aberta. A Record teve R$ 2 bilhões de verbas nos 12 anos, contra R$ 1,6 bilhão do SBT e R$ 1 bilhão da Band.

Na lista dos impressos, os jornais ganharam R$ 2,1 bilhões com a publicação de propagandas. O UOL mostra que, do total, R$ 730 milhões foram destinados a quatro publicações: O Globo, Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e Valor Econômico. Durante os governos Lula e Dilma, O Globo faturou R$ 213 milhões, contra R$ 199 milhões da Folha, R$ 186 milhões do Estadão e R$ 130 milhões do Valor Econômico.

Em revistas, a Veja, semanal da Editora Abril, ganhou R$ 370 milhões nos governos Lula e Dilma, seguida de Época (R$ 168 milhões), IstoÉ (R$ 145 milhões) e Carta Capital (R$ 61 milhões). No segmento online, que é, atualmente, o segundo meio que mais recebe publicidade estatal do governo federal, o UOL lidera o ranking com R$ 74,5 milhões. Em seguida, Terra (R$ 69,9 milhões), Globo.com/G1 (R$ 69,8 milhões) e R7 (R$ 23,9 milhões).

Os dados foram reunidos por meio de informações do IAP e abrange as seguintes empresas públicas e de economia mista: Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banespa, Basa, BEA, Besc, BNDES, BR Petrobras, Caixa, Centro Cultural BB, Correios, Liquigás, Fundação BB, Nossa Caixa, Petrobras e Transpetro. Para acessar a íntegra dos dados, clique aqui.

Portal Comunique-se

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. josimar gomes disse:

    PT ainda tem a coragem de acusar o sistema GLOBO de mentiroso, levantador de falso etc.. etc.. etc.. Eu acho até que a GLOBO está sendo branda demais pois ela sabe muito dessa quadrilha… Meu DEUS….

  2. EnDireita Brasil disse:

    Globo e PT, tudo a ver.

    O Partido dos Trabalhadores governa oficialmente o Brasil desde 2003, quando Lula foi eleito presidente. Em dez anos, nunca antes da história deste país viu-se tanto desmando, tanto desbunde, tanto desbrio, tanto descalabro, tantos desvios de verbas e de caráter. O PT teve a proeza de destronar da vida pública de modo praticamente definitivo todas aquelas características que eram vistas, desde os idos da Grécia clássica, como essenciais para o exercício da política: verdade, hombridade, maturidade, honra e honestidade. Se antes aqueles que se desviavam dessa linha-mestra eram vistos como incidências abjetas na vida política brasileira, hoje o próprio desvio é que se transformou em linha-mestra.

Lula protesta contra TV Globo em comício

Lula-Dilma-comicio-07ago2014

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma crítica à TV Globo na noite desta quinta-feira (7)durante um comício na cidade de São Paulo. No evento promovido por centrais sindicais para a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, Lula disse ao final de sua fala que iria fazer “um protesto”.

Afirmou que já foi “vítima de todas as sacanagens que vocês podem imaginar” em eleições passadas. Aí, de maneira indireta, mencionou que nesta semana começou a cobertura eleitoral no noticiário televisivo –referindo-se à TV Globo, que desde segunda-feira (4.ago.2014) menciona em seus telejornais as atividades de candidatos a presidente e a governador.

Aí Lula disse que no caso de candidatos a presidente, o critério usado pela TV Globo inclui os que estejam pontuando acima de 6% nas pesquisas de intenção de voto. “Como eles criticam o governo o tempo todo, eles querem fazer os adversários crescer”, afirmou o ex-presidente. No caso, “eles” foi uma referência à Globo, indicando que a emissora teria interesse em colocar o máximo de adversários de Dilma Rousseff no seu noticiário nacional.

Em seguida, o petista falou que no Estado de São Paulo o critério foi outro. “Aqui [em São Paulo] é 10%”, afirmou. E explicou: “É para tirar o Padilha da TV”. O candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, tem menos de 10% nas pesquisas. O favorito no momento na disputa paulista é o atual governador, Geraldo Alckmin (PSDB).

Fonte: Blog do Fernando Pires (UOL)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. george conferencia show de bola disse:

    o presidente que mudou o país,não se preocupe que o povo vai fazer dilma mais uma vez presidenta da replublica,e a burguesia que pira,porq pt é governo do povo,isso incomoda os ricos

  2. JR disse:

    ESSA É DE DILMINHA E O POVO BRASILEIRO, A PRÓXIMA É DE LULINHA (MAIS OITO ANOS), DAQUI A 12 ANOS CONVERSAMOS NOVAMENTE!

  3. Junior disse:

    Esse Lula é muito cara de pau , está na hora de mudar minha gente , ninguém agüenta mais os PTralhas.

  4. Potiguar disse:

    A GLOBO QUEM FAZ O PRESIDENTE . FEZ LULA E AGORA FARÁ AECIO NEVES!

FOTO(Aos que amam ou odeiam): Galvão Bueno renova contrato com a TV Globo por mais cinco anos

BkYlkaTCIAIb0nL

Galvão Bueno renovou contrato com a Globo por mais cinco anos. A informação foi confirmada pela emissora na manhã desta sexta-feira (4).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato disse:

    Narração de Galvão Bueno: "Bem amigos da Rede Globo, vai começar uma das partidas mais importantes do campeonato, valendo pontuação para a classificação. Dois times se enfrentam buscando a vitória."… depois no meio da partida: "0x0, ninguém fez gol. Se daqui a pouco um não fizer gol o outro faz."… Então, quando um time faz gol: "eu num falei… eu num falei… Eu disse que alguém ia chegar lá."… No final da partida: "o time que saí com vitória teve o maior êxito em campo". É o óbvio do óbvio.

  2. Fina Ironia disse:

    Vai gostar de porcaria assim lá na Rede Globo…

"Jornal Nacional" tem o pior desempenho no ibope desde 2000

O “Jornal Nacional” (Globo) fechou o ano com o pior desempenho no ibope desde o começo dos anos 2000.

O principal jornalístico da Globo encerrou 2012 com média de 28,2 pontos de ibope (cada ponto corresponde a 60 mil domicílios na Grande São Paulo).

Em 2011, o “JN” havia marcado 32 pontos, recuperando-se de um ano complicado em 2010, quando havia batido 29,8 pontos.

No o ano 2000, o jornalístico marcava 39,2 pontos. Na década, seu melhor desempenho foi em 2004, quando marcou 39,8 pontos.

Vale lembrar que 2012 praticamente coincide com a chegada de Patrícia Poeta, 36, à bancada do jornalístico.

A mudança que tirou Fátima Bernardes, 50, do programa ocorreu em dezembro de 2011.

Diretor da TV Globo é acusado de agredir operador de áudio

O diretor de dramaturgia da TV Globo Luiz Fernando Carvalho é acusado de agredir com um pontapé o operador de áudio Tiago Mendes de Aguiar da Silva, 32.

O caso ocorreu no último dia 27 durante gravação no alto do Morro do Pendura-Saia, em Paquetá, durante as gravações da minissérie “Subúrbia”.

Silva registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal no 5º DP (Distrito Policial), no centro do Rio. O caso já foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal.

De acordo com o relato de Tiago Silva à polícia, sem falar nada, o diretor o agrediu com um chute do lado esquerdo do corpo e, em seguida, tomou-lhe o microfone e o arremessou contra a parede.

Carvalho foi procurado neste domingo (09) por meio da assessoria de imprensa da TV Globo para falar sobre o caso, mas a assessoria não atendeu às ligações telefônicas.

Ao jornal “O Dia”, a TV Globo disse que a agressão não foi intencional e que Luiz Fernando estava com a câmera quando o técnico “invadiu” a imagem com o microfone e o diretor o empurrou com o pé.

Diretor Fernando Carvalho (Foto: Divulgação)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações da Folha S. Paulo

 

 

Globo vai adotar novos critérios na escalação de atores das novelas

Deu na coluna do Flavio Ricco, Uol

A Globo está acompanhando muito de perto esse enorme problema provocado por alguns autores e diretores em relação a reserva de atores-protagonistas.

Tem gente à disposição de novela que ainda nem existe, enquanto outras, já em processo de produção, estão com o pires na mão ou à caça de quem possa preencher os seus principais papéis. Preocupada com isso, a direção da emissora já sinaliza que, muito em breve, muita coisa deve mudar e que as “regras” serão outras para poder atender convenientemente as suas produções no momento preciso.

Mesmo com um banco de atores bem abastecido, entende-se que se não houver equilíbrio e bom senso por parte de todos, certamente alguém ou determinado horário fatalmente ficará no prejuízo. Para que isso e os desdobramentos disso não se ampliem ou se tornem uma prática comum, se deseja agora estabelecer outros critérios, priorizando sempre os trabalhos mais próximos da estreia. Uma sacudida que, há muito tempo, alguns reclamavam.

Globo exige que Xuxa use menos roupa no palco

Não é de hoje que o TV Xuxa está com problemas na audiência da casa. A rede Globo já mudou o programa de horário e até reformulou o cenário, que trouxe mais vida para o programa. Mas a estratégia agora, é outra.

O público está acostumado a ver Xuxa em seu programa coberta de roupa e suas famosas botas longas, bem como blusas de gola alta e calças compridas. A Rainha dos Baixinhos também gosta de casacos compridos do tipo europeu e é muito difícil ficar com os braços e pernas de fora. Agora, a direção geral da TV Globo exigiu que a apresentadora adote um figurino com menos roupa no palco.

“Quem tá gostando é a plateia. Já que eles ficam embaixo e eu fico em cima. Mas podem colocar aí que eu sempre estou de shortinho por baixo”, brincou a apresentadora.

Fonte: O Fuxico