[VÍDEO] ABSURDO: Covarde agride cadeirante para roubar R$ 70

Um ladrão foi preso nesta segunda-feira (28) após roubar a bolsa de um cadeirante em Jundiaí (SP). O assalto ocorreu no estacionamento do prédio onde funciona o serviço de atendimento aos pacientes especiais.

Pelas imagens, é possível observar que, ao subir a rampa que dá acesso ao local, um homem ofereceu ajuda ao cadeirante, deu seis passos e em seguida arrancou a pochete da vítima, que ficou caída no chão.

Funcionários do Samu que trabalham ao lado do prédio chegaram rapidamente com a ambulância e levaram o cadeirante até o hospital São Vicente de Paula.

Um motociclista que passava pelo local viu toda a ação, ligou para a Polícia Militar e conseguiu seguir o assaltante. Quando os policiais chegaram, ele informou a localização do bandido, que foi preso a aproximadamente três quilômetros do local onde ocorreu o assalto. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a vítima teve ferimentos leves e já recebeu alta.

Para assistir o vídeo, clique AQUI.

Fonte: G1

PT emite nota de apoio a Mineiro, qualifica cena como “agressão” e afirma não aceitar intolerância

O diretório estadual do PT emitiu uma nota na noite desta segunda-feira (16) se solidarizando com o deputado estadual Fernando Mineiro que foi alvo de achincalhamento de manifestantes anti-PT em um shopping de Brasília. Na nota, o partido apoia o parlamentar, classifica episódio como agressão e garante que o partido não aceitará a intolerância.

Confira a nota na íntegra:

Nota de apoio ao deputado Fernando Mineiro pelas agressões verbais sofridas em  Brasília

O Partido dos Trabalhadores do RN presta solidariedade ao deputado estadual Fernando Mineiro que foi hostilizado ontem (15 de novembro), em um shopping em Brasília (DF).

Mineiro foi participar, como Presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do RN, de uma sessão solene no Senado, de iniciativa da senadora Fátima Bezerra, em homenagem aos 100 anos de Djalma Maranhão.

Durante seu jantar, um grupo de facistas potiguares que também estavam no local, proferiram agressões verbais e xingamentos contra o deputado que não revidou.  Os agressores só pararam, mediante a chegada dos seguranças do shopping.

O deputado Fernando Mineiro representa um dos principais quadros do PT no estado, sendo um dos parlamentares mais atuantes na Assembleia Legislativa e tendo uma vida pública de inquestionável ética.

Nós do PT do RN, não aceitaremos à intolerância.  Para nós, a política se discute com ideias, com participação popular e democracia.

Executiva  Estadual do PT/RN”

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Por um Brasil melhor disse:

    Tem um elemento aqui que fala mal dos outros partidos más não tem coragem de escalar seus pares, vamos, diga o nome de sua turma, claro que não dá nome aos bois pois a maioria esta atolada na corrupção, vejam o mar de lama que este partido jogou sobre Mariana.

    • João disse:

      Caro amigo, se você quer abstrair a tragédia a um nível de culpa governamental, vamos incluir ai na balança nosso querido PSDB que privatizou a Vale, diga-se de passagem, a preço de banana. Inclusive, para os inúmeros chocados aqui do blog com os casos inéditos de corrupção que vem sendo descobertos no Brasil, vale a indicação do livro: "A Privataria Tucana". Boa leitura.

  2. Luciano disse:

    A turma q defende Ze Agripino e cia falar da corrupção do PT chrga a ser hilario. Só mais uma vez:
    Partidos com mais politicos cassados por corrupção (TSE):
    1 – DEM ( aquele de JÁ JÁ )
    2 -PMDB (aquele de Cunha)
    3 – PSDB (aquele de FHC, Serra e Aecim)

    O resto é indignação seletiva de uma casta fascista.

  3. Junior pinheiro disse:

    PT NUNCA MAIS…..!!!!

  4. Maria Dantas disse:

    Sei… e como vcs explicam os milhões – talvez- bilhões desviados dos cofres públicos para proveito dos políticos ultra – honestos PETISTAS. Fica assim, exigindo respeito, ordem, democracia, mas assumir a culpa e devolver o dinheiro vcs não querem, né?
    As vaias são as únicas armas dos cidadãos de bem que se sentem indignados, ultrajados. Sabemos que há muitos bandidos no poder e se Mineiro for mesmo honesto, então que ele seja o primeiro a denunciar os inimigos da nação: aqueles que comem e vivem uma vida de marajá as custas do suor sagrado dos trabalhadores honesto (coisa que não existe no PT). O dinheiro – refere ao pagamento de impostos fruto de meu esforço – deveria ser investido em educação; saude; moradia. ..
    No entanto, está em contas em bancos de paraísos fiscais – isso é crime contra a nação. E vcs, petistas, querem que nós continuemos calados. A vaia é nossa única arma, pois políticos que poderiam defender o povo pela função que exercem – presidente da Câmara e Senado – são bandidos da mesma estirpe. Estamos sozinho até a próxima eleição, quando uma legião de mentirosos que tiram férias do inferno, veem à Terra iludir os eleitores. Nossa arma é não votar nesses canalhas.

  5. Kall disse:

    Engraçado o partido que tem afundado o Brasil na lama da corrupção e da roubalheira desmedida querer repudiar a insatisfação do povo… Esse partido que me nego a mencionar o nome não passa de um grande conluio de surrupiadores. Sujos!

  6. Maurício Giovani disse:

    PT, o partido da intolerância, é contra a intolerância "DOS OUTROS". O PT é a favor do MST que de maneira intolerante invade fazendas e bloqueia rodovias. O PT é a favor da tolerância com a corrupção, desde que a mesma beneficie as campanhas dos membros do partido. O PT é um partido tolerante, mas muito tolerante com seus delírios ideológicos que supõem que todos os seres universais são seus serviçais.

  7. Carvalho disse:

    A questão é que a população não atura mais a incompetência, as obras inacabadas, a corrupção, a hipocrisia e o caos administrativo, que são as principais marcas do maldito governo do PT.
    No entanto toda forma de manifestação tem que ser ordeira, mansa e pacífica.
    Mas tem gente que pensa da seguinte forma: todo castigo pra PTista é pouco.

  8. Luciana Morais Gama disse:

    Kkkk, foi isso que o PT fez a vida inteira, intolerância. Agora são vitimas????

  9. beto costa disse:

    vamos parar com essa "estória de intolerancia"… passar a vida chamando todos e tudo de corruptos e isso e aquilo, sóm poderia um dia voltar com esse tipo de explosão de confrontos.. Esse pt do rn é uma porcaria, sem expressão, sem produção politica nenhuma, com bando de abutres sindicalizados e usufrutuários de nossos impostos.. Intolerância é a praticada por aqueles que desprezam a produçao de vida e de sucesso de dezenas de anos lá no passado, com erros e acertos. Inuteis e incapazes! ponto!

Militantes da UJS denunciam agressões covardes contra Wangle Alves

Reprodução: G1RN
Reprodução: G1RN

Os militantes da União da Juventude Socialista (UJS) estão denunciando nas redes sociais agressões covardes contra o jovem Wangle Alves, enquanto era detido por rasgar os bonecos do Pixuleco e Bandilma, no final da tarde de hoje durante os protestos do movimento Vem Pra Rua.

Segundo as informações que estão circulando nas redes sociais, Wangle foi espancado com socos, pontapés e até com armas de choque, enquanto estava algemado. Isso mesmo: armas de choque.

De fato, pela filmagem que o Blog do BG postou com exclusividade, é possível ver um senhor de camisa amarela, boné e óculos escuros dando dois tapas em Wangle enquanto ele era carregado pelos policiais militares. Mas não é possível comprovar os chutes e o uso das armas de choque.

Para ver o vídeo que o BG teve acesso, basta conferir a postagem: [VÍDEO] Preso, responsável por rasgar Bandilma e Pixuleco canta: “Olê, olê, olê, olá… Dilma, Dilma”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilma Richthofen disse:

    FILHO! MAMÃE TE AMA!

  2. Jefferson disse:

    Eu estou com pena pq ele apnhou pouco!!

  3. Valdir disse:

    Pelo conteúdo dos posts abaixo, só tem santo lendo esse blog. Então se pegarem qualquer um e fizerem um boneco vestido de bandido ou presidiário vão aceitar de boa. Bando de hipócritas. O maior crime é vestir a Presidente do país de bandida, sem prova nenhuma. Isso sim é fascismo!

  4. Jorge disse:

    Kkkkkk é o NOBRE Deputado MINEIRO saiu em defesa do rapaz,ou marginal ???? ele não tinha que estar trabalhando .?? Ou o trabalho dele é este????
    O PT a. Ida inteiro fez isso ,fazia CPI até para goleira de chuva em escola ,agora querem bancar a moralistas

  5. teresa castro disse:

    kkkkkkkkkkk agora ele é bonzinho…. coitadinho, peninha dele!!

  6. Francisco disse:

    BG,

    O ato praticado pelo elemento integrante do UJS fez-me lembrar das praticas da Schutzstaffel, a famosa SS nazista, que tinha por objetivo durante a ascensão do nazismo atacar fisicamente a imprensa e os opositores ao Nacional Socialismo. O relevante não é a reação das vitimas, mas sim o ataque de intolerância iniciado pela SS petista, chamada de UJS.

  7. Rodrigues disse:

    Onde está a liberdade de expressão? Natal é na Venezuela? Esse baderneiros ainda era pra tá apanhando.

  8. Assim como você, servo do império disse:

    Tenho medo que essa "luta de classes" cresça, e que as forças armadas, com a melhor das intenções, venha "intervir". Claro, a tomada do poder hoje seria inviável com a população mais esclarecida. "Seeeeráááááá? só imaginação?" – Legião Urbana

  9. Damasio disse:

    Essa é a democracia dos petistas, não respeitam opiniões contrarias . São capazes de tudo para não perder o poder. E eu era petista , que decepção !

  10. Carla Soares disse:

    Tristeza e revolta ao ler esses comentários… O cara fura a m**da de um boneco e merece "apanhar por 2h" como certas pessoas falaram aqui? Mente tão criminosa quanto a do cara que rasgou o boneco. Vocês são iguais a Dilma e Lula.

  11. Arimateia disse:

    Mas esse rapaz não era para está trabalhando? Vamos pedir a exoneracao, imagine só o cidadão é Pago pelo estado para promover badernas e destruir o patrimonio alheio!! Vcs imaginem o que nao tem desse tipo de pessoas no Servico Publico a mando de Fatima, Mineiro, George etc.

  12. Marcus Vinicius disse:

    Foi pouco!!
    Devia ter levado mais peia!!

  13. Jeremias disse:

    Ooowwww, o bixinho… Ficou "titi" foi? Fica "titi" não…

  14. Frasqueirino disse:

    O cara vai para as ruas fazer bagunça e ainda reclama de violência? tenha a santa paciencia.

  15. Olimpio disse:

    Esses estão a serviços do governo corrupto.

  16. Helio Motta disse:

    Um fascistas e comunista que não respeita opinião diversa da dele merecia muito mais. Defender a corja de corruptos que assalta os cofres públicos apenas para ter acesso aos cofres e pegar seu naco e o cúmulo da falta de moral.
    Essa tal UJS pode ser comparada com pouca coisa menos que um grupo de recalcados e frustrados que não venceram na vida pelo esforço e veem no PT a chance de subir na vida por meios oblíquos.
    Bando de vendidos.

  17. Elves Alves disse:

    O agressor de Bandilma e Pixuleco pode ter tudo, menos cara de 'jovem'. Até porque, pelo seu currículo, já é passado nas casca do alho do vandalismo político potiguar. Além do mais, Bandilma e Pixuleco nada fizeram para merecer despropositada agressão, afinal a nobre missão deles pelo Brasil afora não é outra senão "estocar vento" para divertir a plateia.

  18. Nei disse:

    Brincadeira neh? Um cara desses era pra ter levado peia por umas 2h.

  19. Weslem disse:

    Vagabundo que defende bandidos e ainda comete crime e para apanhar mesmo e preso e ficar um bom tempo na prisão .

  20. Sandro Alves disse:

    E era pra fazer o quê? O cara destrói o patrimônio particular e vai ficar por isso, deve ter apanhado pouco.

  21. SINESIO FILHO disse:

    Era para ter levado uma surra de ficar na cadeira de rodas por muito tempo.

  22. Maurício Giovani disse:

    É só mais um elemento idiotizado pela ideologia comunista que está querendo mostrar serviço ao partido. Vai ganhar uma "merdalha" de honra por ato de bravura em nome da causa revolucionária e um ciclete com um anel de brinde, daqueles colados com Durex para ele dar de presente para alguma noiada que compactue de suas ideias de que o pixululeco é o cara.

  23. Marcelo diniz disse:

    Em breve o radicalismo vai aumentar nos movimentos anti-governo! Infelizmente essa atitude seguramente ira provocar uma verdadeira guerra entre as correntes ideológicas! A UJS Potiguar acaba de começar uma guerra!

  24. Junior pinheiro disse:

    Vai dizer agora que preso politico???? Isso é baderna e tá errado!!!o outro lado concordando ou nao tem direito de protestar. com esse ato cada vez mais afasta o povo, sao muito mesquinhos !!!!essa mesma Uniao nao sei de que pixava muros e ninguem foi lá apagar ou cobrar a merda que faziam!!!

  25. Brunno disse:

    Teve arma de choque sim. Uma arma com a potencia menor do que da policia de venda no e bay

  26. Rodrigo disse:

    kkkkkkkkkkkkk

  27. Anderson disse:

    Por acaso não foi agressão o que este indivíduo fez, ao ingressar no meio de um movimento ordeiro e Pacífico para destruir um de seus símbolos!!!!

    De quem partiu o ato que desencadeou todo o processo, a atitude provocativa ???

    Há faça-me o favor magote de Petralhas mal intencionados, o Povo cansou da demagogia de vocês e da frequente vitimização que protagonizam, inventem outra estratégia pois esta já caiu por terra e não cola mais.

  28. Eu disse:

    Este comentário esta na matéria errada. Porra, também já tomei todas.

  29. Brasileiro disse:

    Se ele tivesse respeitado o direito dos outros não teria apanhado, procurou encontrou

  30. Eu disse:

    Apenas jovens idiotas iletrados, sem rumo ou rasão

  31. tarso disse:

    Bem merecido! Esse senhor ocupa cargo comissionado com o dinheiro que pago de imposto.

Deputados se solidarizam com Carlos Augusto no episódio da agressão policial

Todos os parlamentares que apartearam o pronunciamento do deputado Carlos Augusto Maia (PT do B) demonstraram sua solidariedade e indignação com relação ao recente episódio em que foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal. A deputada Márcia Maia (PSB) foi a primeira a se pronunciar na sessão desta quarta-feira (5).

“Minha solidariedade é principalmente com o ser humano, com o cidadão. Indignação com o cidadão de bem, o jovem que procura desempenhar bem as suas funções. Foi uma tremenda injustiça o que nós vimos”, disse Márcia. Na avaliação do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), essa foi a prova cabal do despreparo de servidores públicos no uso de sua autoridade contra um cidadão de bem. “Não só a sua palavra merece toda a credibilidade da Assembleia, mas os autos da delegacia de policia de Caicó registram que o cidadão Carlos Augusto foi vítima de violência física e moral, pela truculência dos policiais”, disse.

O presidente afirmou que a Mesa Diretora não hesitará no uso de suas prerrogativas institucionais e legais em defesa dos seus membros e tomará todas as medidas jurídicas necessárias para esclarecer o caso e afastar a impunidade. https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

José Dias (PSD) se disse indignado com as imagens exibidas durante a sessão plenária. “Existem momentos em que é difícil falar, até para um deputado de oito mandatos e vivido como eu”. E prosseguiu: “Temos que tentar, mesmo não tendo sofrido diretamente a agressão que vossa excelência sofreu, controlar a indignação. A autoridade se baseia exatamente no exercício da vida pública e não na extrapolação”, finalizou.

O deputado Ricardo Motta (PROS) destacou a humildade demonstrada por Carlos Augusto Maia durante os 17 minutos de vídeo exibido. “Parabenizo o meu colega pela serenidade e pela humildade, ainda pediu desculpas mesmo tendo passado tudo o que passou A polícia é uma instituição séria que ajudou e tem ajudado ao nosso País, mas infelizmente não podemos deixar que maus elementos surjam”, declarou.

Alguns deputados ressaltaram a gravidade da distorção dos fatos. Galeno Torquato (PSD) disse que num primeiro momento até pensou que o colega pudesse ter cometido alguma infração, conforme anunciado pela imprensa. “Em seguida fui esclarecido que Carlos Augusto, como cidadão, foi vítima da truculência desses homens que deveriam nos proteger”, disse.

Seridoense, o deputado Nélter Queiroz (PMDB) citou outras ações equivocadas da atuação policial, uma das quais também foi vítima e destacou o controle emocional do colega, diante das agressões: “Todo o povo do Seridó está indignado. Essa mesma polícia já humilhou o povo de Caicó e não entendo porque eles não fiscalizam a BR, mas ficam dentro da cidade”, afirmou.

Constrangimento

O deputado Fernando Mineiro (PT) afirmou que se tratava de um dos episódios mais constrangedores que já viu na Casa. Mineiro disse que o colega foi corajoso em expor o vídeo, no qual em nenhum momento se apresentou como deputado, “dando carteirada”. Mineiro destacou a importância da divulgação do vídeo a fim de se esclarecer os fatos, uma vez que muitas pessoas não entenderam o episódio.

O uso de algemas foi questionado pelo deputado Jacó Jácome (PMN), que afirmou não haver no País legislação específica regulamentando seu uso. “Abomino qualquer pessoa que esteja querendo explorar isso politicamente, porque o fato expõe uma característica de cidadãos que deveriam ser guardiães da lei. O vídeo fala por si só”, disse.

Ao prestar sua solidariedade, o deputado Vivaldo Costa (PROS) afirmou que Carlos Augusto manteve sua humildade e controle emocional e que a indignação da Casa, dos amigos, do povo potiguar e dos familiares não era símbolo de corporativismo, mas de solidariedade a um homem de bem. “Esperamos punição por essa ação”, afirmou. Na avaliação do deputado Getúlio Rêgo, o episódio revelou uma insistente provocação por parte dos agentes policiais envolvidos. “Ele não poderia ser preso, fiquei impressionado com o seu equilíbrio”, disse.

O deputado Álvaro Dias (PMDB) afirmou que houve, por parte de Carlos Augusto, serenidade durante a abordagem e coragem ao exibir todo o vídeo, a fim de esclarecer as versões que estão circulando. “Vossa Excelência é um deputado educado, atencioso, respeitoso. Sabemos que na polícia, algumas pessoas são preparadas e dão sua contribuição para preservar a qualidade de vida da população. Mas alguns devem ser repreendidos a fim de não continuar com atos de violência”, disse.

Dison Lisboa (PSD) destacou a ascensão política do colega, que entrou para a vida pública como vereador do município de Parnamirim e logo em seguida, se tornou deputado. “Aqueles homens deveriam entender que a farda e as armas não os tornam superiores a ninguém”, disse. Gustavo Fernandes (PMDB) afirmou que ficou constrangido com a forma com que os agentes fizeram a abordagem: “Até sugeri que não divulgasse porque as cenas foram fortes”.

Para Hermano Morais (PMDB), Carlos Augusto foi tratado de forma injusta por quem deveria preservar o cidadão. “Lamento porque a Polícia Rodoviária Federal tem profissionais capacitados. Infelizmente esses tiveram comportamento irreconhecível, que me causou espanto. Eles deveriam estar arrependidos e lhe devem desculpas públicas”. O deputado Souza (PHS) afirmou que o desfecho do episódio não o surpreendia. “Espero que isso não seja uma regra na Polícia Rodoviária Federal, mas uma exceção. Isso precisa ser apurado para que outros cidadãos não sejam vítimas”.

Para Albert Dickson (PROS) a corregedoria da PRF tem que analisar quais estão aptos para o trabalho. “Em todo o momento o deputado se identificou como um cidadão do bem”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcondes disse:

    Não estou acusando ninguém de nenhuma atitude incorreta (PRF e deputado), uma vez que não presenciei os fatos. Porém, tenho as seguintes indagações:
    1 – Se o deputado durante a abordagem agiu de forma correta, então por que divulgou, ainda no sábado, nota pedindo desculpas pelo comportamento inapropriado?
    2 – Aliás, tenho certeza que inúmeros condutores foram abordados naquela noite. Por que só ocorreu o incidente com o deputado?
    Reflitam em relação as essas indagações.

  2. R. Fernando disse:

    PARABÉNS, PRF! Fazendo valer o princípio da isonomia, no artigo 5º da Constituição Federal onde diz:" Somos todos iguais perante a lei". A PRF no momento do policiamento ostensiva representa Estado no sentido amplo e seus cidadões, para cumprir as leis e essas leis são para todos. Por que os deputados e não vem a público prestar solidariedade as vítimas no Walfredo Gurgel que estão nos corredores esperando atendimento, faltando material cirurgico, as famílias que ficam sem suas medicações, ao pessoal do interior do nosso Estado.

  3. Getúlio disse:

    Esses deputados deveriamam se solidarizar com a população. parabéns PRF.

  4. leonardo disse:

    Na Justiça Federal o Deputado vai baixar a crista bem rapidinho. Quero saber se ele vai à público comentar sobre sua condenação na JF?

  5. Ricardo disse:

    Parabéns a PRF.

  6. geraldo disse:

    eu passei uma situação nesse mesmo dia, acho que esses" policiais" estavam trabalhando a força não sei,estava com motorista também e fui parado na mesma blitz as 7:20 da manha e mesmo com motorista o prf ficou dando lição de moral em mim e no motorista ora o trabalho do policial é parar o veiculo dar bom dia verificar o documento do carro,habilitação e ver se o motorista estar alcoolizado só isso,não ficar trocando "farpas"com os ocupantes do veiculo fazendo tumulto passei na pele nao sou deputado,sou um reles estudante e graças a deus não me troquei com aqueles policiais

  7. Zé Ninguém disse:

    1- Vídeo editado na hora que foi algemado. Tem que ter a sequência completa para saber exatamente o que aconteceu.
    2 – Não é possível que o Delegado tenha documentado o que foi dito no Comentário de Eduardo Barros em um post anterior. Lamentável. Será que ele escreveu aquilo mesmo???

  8. Daniel Magnus de Vasconcelos costa disse:

    os fatos tem que serem muito bem apurados . Sabemos que neste Brasil existe muito você sabe com que está falando ?

  9. PEREIRA disse:

    SURGE UM PERGUNTA: SE COM UM DEPUTADO ESTADUAL,QUE É UMA AUTORIDADE CONSTITUÍDA NAS CONSTITUIÇÕES FEDERAL E ESTADUAL,IMAGINA COM UM CIDADÃO TRABALHADOR QUALQUER.

  10. PEREIRA disse:

    OS DEPUTADOS ESTADUAIS DEVERIAM CONVIDAR OS AGENTES DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL PARA PRESTAREM DEPOIMENTOS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA,POIS ELES,OS POLICIAS ABUSARAM DO PODER QUE TÊM.

    • Tomé disse:

      Ridículo seu cometario. Já fui parado diversas vezes por PRF e nunca fui mau tratado, sabe pq? Pq eu os respeito, eles estão ali pra garantir a segurança, você sabe como é deixar sua família em casa e ir para uma blitz onde vc vai abordar diversos tipos de pessoas e podendo até entrar em conflito com bandidos armados. A errado é que muitos acham que pq são isso ou aquilo podem sair banca do os bambambam… com esse Dep que no mínimo quis impedir o motorista de fazer o bafo metro pq estava com pressinha.
      Parabéns a todos os Policiais deste país que tentam fazer e manter a nossa segurança.

Após agressão contra árbitro, Sindicato dos Árbitros de Futebol do RN emite nota e repúdio

Untitled-3Reprodução: Facebook

Através do Facebook, o Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio Grande do Norte veio a público repudiar a agressão promovida pelo atleta Ricardo José contra o árbitro Kleiton de Sousa Pinheiro durante o jogo Campinense e Macau, realizado no dia 25/04/14, válido pelo Campeonato de Mini Futebol Sênior do CEPE. De acordo com o sindicato, o caso será encaminhado à justiça.

VÍDEO: Funcionário de empresa de transporte agride usuário na zona norte

Um funcionário de uma empresa de ônibus da capital agrediu um suposto usuário do transporte. De acordo com relatos, o agredido, de 48 anos e identidade não revelada teria pedido uma informação ao funcionário sobre qual ônibus deveria pegar para ir para igapó e pegar um transporte para sua cidade –  Pedro Avelino/RN. A briga aconteceu no terminal da integração de Soledade II. Assista abaixo:

safe_image.phpVeja aqui

Fonte do Vídeo: Leonardo Evely e Gng da Veiga

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jus disse:

    Ao que me consta, a verdade dos fatos é que o homem agredito e embreagado já havia agredido o motorista 2x antes de o video comecar a ser gravado, alem de tudo estava pertubando a ordem!!!! CLARO que isso não justifica a violencia, mas não pode culpar apenas o motorista!

  2. Wesley Gomes disse:

    Pensei que em u terminal deveria haver segurança HÁ esqueci tem os guardas municipais que deveriam fazer a segurança tanto dos trabalhadores quanto dos usuários. Perceba em que ponto o país chegou, um bárbaro desse, homem das cavernas agredindo um senhor, palhaço, queria ver se fosse eu ou alguém que tivesse o mesmo top dele, repito palhaço, palhaço, a quem ele estava querendo agradar, indepente do que o senhor havia feito ele passou dos limites.

    Ai fica um recado palhaço. você um reles funcionário palhaço e agora vai pra rua… Acho é pouco… rsrsrs

  3. Thiago Sousa disse:

    #Covarde!!!

  4. Jose de Brito Alves disse:

    NÃO SEI SE ESSE BLOGUEIRO LEMBRA MAS, PARECE QUE EU ESTAVA COM UMA BOLA DE CRISTAL. NA SEMANA QUE PASSOU, FIZ UMA SUGESTÃO AO PODEROSO DO SETRANS E NELA DEI A DICA QUE DEVERIAM MANDAR SEUS MOTORISTA A JOÃO PESSOA RECEBEREM AULAS DE CIVILIDADE. LÁ, PASSAGEIROS QUER PAGUE OU IDOSOS, RECEBEM TRATAMENTO DIGNO COM MOTORISTAS EDUCADOS ETC. SÓ QUEM UTILIZA COLETIVOS AQUI EM NATAL SABE O QUE ACONTECE. É PENA QUE OS EMPRESARIOS E POLÍTICOS NÃO OS UTILIZEM.

  5. Alguem disse:

    No minimo a empresa deve demitir esse funcionário…
    O que o homem fez ou disse para ser agredido não importa, ele não deveria ter feito isso com a farda da empresa…
    e aí, o que a empresa fez/ vai fazer?

FOTOS: Sinte-RN publica imagens de agressão física a coordenador, que teria partido da PM, durante protesto na SEEC

segura na gola e bateSegundo denúncia do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN(Sinte), o coordenador geral, José Teixeira, foi agredido fisicamente por policiais militares enquanto participava de protesto na SEEC. De acordo com nota publicada no site do sindicato, a violência aconteceu no início da tarde dessa segunda-feira (10). Na ocasião, ao tentar sair do Gabinete da Secretária Betânia Ramalho, um policial teria agarrado o professor pela gola e lhe desferiu um soco no rosto que o levou ao chão.

sangueNas publicadas pelo sindicato, Teixeira teve a testa cortada e uma torção no pé. Depois da agressão tanto José Teixeira quanto a coordenadora Fátima Cardoso, foram levados por uma viatura da polícia até a 5ª Delegacia de Polícia de Natal. O coordenador havia ficado trancado após a ocupação da Secretaria, em protesto contra o corte no ponto dos trabalhadores em educação em greve.

Segundo o sindicato, o protesto foi pacífico o tempo todo. No entanto, os representantes do governo Rosalba Ciarlini(DEM) trataram de chamar o aparato policial. Em um primeiro momento chegaram policiais armados com pistolas, logo depois outro grupo desta vez com metralhadoras e finalmente a tropa de choque.

Através de contato telefônico a coordenadora do Sinte-RN desabafou: “Não entendo o porquê disso, nossa manifestação foi totalmente pacífica e estamos sendo tratados como criminosos”.

O fotógrafo da assessoria de comunicação do Sinte-RN, Lenilton Lima, conseguiu registrar o exato momento da agressão e classificou o ato como uma covardia: “Bateram em um professor armado apenas com uma caneta e um apito”, afirmou.

Do Sinte-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Aldeirton Pereira disse:

    Venho de público externar a minha profunda e total solidariedade ao companheiro José Teixeira, cidadã e militante reconhecido pela sua luta em defesa de uma educação de qualidade, vítima de um ato descabido de violência praticada pela polícia da Governadora Rosalba.
    Considero legítimo e próprias da democracia as manifestações populares que ocorrem nesta greve. Lembramos que a Constituição Federal assegura aos brasileiros e brasileiras o direito de livre manifestação.
    Considero que a questão social não é caso de polícia e como tal não deve ser tratada, como ocorreu com o nosso companheiro que estava protestando em devesa de sua categoria. Não se justifica o uso da força contra quem luta por uma vida melhor. O direito à livre manifestação foi conquistado duramente e não podemos permitir que seja ameaçado.
    Entendo, assim, que frente às legítimas reivindicações da categoria, cabe o governo negociar e não usar a força para intimidar os trabalhadores e trabalhadoras.
    Por isso, conclamo o governo a buscar o caminho da mediação, com diálogo e negociação com o sindicato, mas também apurar rigorosamente todos os excessos cometidos pela a polícia da doutora Rosalba. A violência não faz parte de uma sociedade democrática.
    Aldeirton Pereira
    Funcionário de Escola em Mossoró.

  2. Marcelo disse:

    Quem não luta pelos seus direito deixa um exemplo de covardia para seus filhos…

  3. Joaozinho da escolinha disse:

    Se meus professores estivessem na escola eu nao estaria aqui falando besteiras!!! Mas ao analisar a foto em que o sindicalista raivoso alega ter levado o soco, observo que a mao que vai ao rosto é do proprio sindicalista, ou entao o policial tem o dedo mindinho do lado errado e o braço peludo igual ao do peleguista. Mas tambem observo que ha tambem desrespeito ao policial , porque o peleguista tambem está segurando a camisa do policial com força. So mostram o que lhe convem melhor…

  4. caio fábio disse:

    Se tivesse na sala de aula, isso não teria acontecido.

  5. Marcos Aurélio disse:

    Essa é a cara carrada e esculpida da falsa e dissimulada Gestão "Democrática" comandada a mãos de ferro pela Prof. Doutora da UFRN, Betânia Ramalho. Um exemplo de Ditadura, arrogância, Prepotência e autoritarismo que os servidores que convivem internamente com ela tem o desprazer de conhecer e conviver. Quem tiver dúvidas investigue, procurando ouvir o que dizem os servidores da Secretaria de Educação. Que inclusive é levada nas costas por um tal "consultor" cubano chamado Isauro. O faz tudo por trás de Betânia, não se sabe quanto custa e porque tanta lealdade e serventia. Acostumados a oprimir, pressionar e dar gritos nos servidores, nos gabinetes e corredores. Submetendo-os todos a um silencioso ritual de subserviência e covardia no trato com o descaso disfarçado com utilitarismos eletrônicos e planos mirabolantes de propagandas enganosas em cima de tecnologias compradas a peso de ouro da própria UFRN.
    Chamar a Polícia para agredir os profissionais da Educação em luta digna pelo que foi acordado e está sendo descumprido sistematicamente, assim como faz com todas as outras categorias: Profissionais da Saúde, Itep. servidroes da administração, Policiais Civis e até deles, os Policiais agressores…
    Tenho vergonha dessa Secretária…

  6. Fátima Guerra disse:

    Vendo as fotos, não resta dúvida do excesso cometido pelo policial.
    Porém e muito provavelmente, o dirigente deve ter chegado ali, educadamente, pedindo para passar, usando de palavras cordiais, de forma muito tranquila. Então do nada, por pura brutalidade, o policial agrediu o sindicalista.
    Pronto, fotos tiradas, material farto ao pessoal dos direitos humanos cair em cima da polícia. E assim vem se apresentando a população as situações envolvendo policiais.
    Invadir secretaria, acampar na sala do secretário, tirar os servidores do trabalho, tumultuar os ambientes, gritar todo tipo de "palavra" de ordem, tá valendo né???
    Isso é mantar a ordem? Só um lado tem direitos? Só um lado pode?

Funcionário público é preso no RN acusado de espancar mãe de 86 anos com golpes de bengala

A Policia Militar da cidade de Upanema prendeu no início da noite desse domingo(09), Francisco de Assis Bezerra, de 51 anos, funcionário da prefeitura local e residente na Rua Salviano Bezerra, próximo ao Destacamento de Policia, no centro da cidade. Ele é acusado de espancar a própria mãe de 86 anos.

Segundo o Blog O Câmera, Assis Bezerra é filho único e mora com a mãe “Rosana Bezerra de Oliveira”. Informações extraoficiais dão conta que no final, quando o homem chegou em casa, foi recebido pela idosa, que o beijou na mão, na calçada da residência. Contudo, ao entrarem no imóvel, o suspeito, que estava embriagado, agrediu a mãe com a bengala que ela usava. O resultado da agressão foi o encaminhamento da idosa a unidade de Saúde local, mas como apresentava um trauma importante na cabeça, foi transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró.

Ainda segundo O Câmera, através da Polícia local, existe denúncia que o suspeito era acostumado a espancar a mãe quando estava embriagado.Na delegacia de plantão em Mossoró para onde foi conduzido, Assis Bezerra confirmou a informação dos militares que efetuaram a sua prisão.

Francisco de Assis Bezerra vai responder por Violência doméstica e familiar contra a mulher – A lei Maria da Penha e já foi encaminhado para a Cadeia Pública de Caraúbas, onde aguardará a decisão da Justiça.

Com informações de O Câmera

Repórter da Globo diz ter sido assaltado e agredido antes da São Silvestre

31122013---reporter-revelou-no-twitter-que-foi-vitima-de-assalto-em-sao-paulo-1388502754729_615x300O repórter da TV Globo Bruno Laurence foi assaltado e agredido, nesta terça-feira, quando ia trabalhar na cobertura da Corrida de São Silvestre, em São Paulo. O jornalista revelou o fato na sua conta do Twitter. Ele disse ter sido agredido pelos assaltantes, mas que está bem.

“Vivemos num país que deu errado. Ultimo dia do ano, a caminho do trabalho, 5:10am pra escapar de um assalto, Caio em outro.”, relatou o repórter.

“Levaram bens materiais (recuperaremos) me bateram e ao me reconhecerem como “o cara do Globo Esporte” piorou. “Passou, ta tudo bem mas fica o medo e a tristeza. Nenhuma fratura no rosto, graças a Deus. Um nariz inchado e a certeza de que meu anjo da guarda eh bom demais. Segue o jogo e bora ser feliz. As frases: ” mata que é da Globo! ” ” mata o maluco do Globo Esporte! ” não vão sair nunca mais da minha cabeça.”, escreveu Laurence.

O assalto aconteceu quando o repórter estava a caminho do trabalho, segundo o repórter informou na sua conta do Twitter.

UOL

Aluno toca em parte íntima de professor e é agredido com soco no rosto em escola de Mossoró

Segundo matéria publicada na manhã desta terça-feira(19), no Jornal de Fato, o professor de Química, Márcio Fabrício, de 24 anos, agrediu um aluno com um soco, na noite dessa segunda-feira (18), na Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel, localizada no bairro Belo Horizonte, em Mossoró. O aluno é estudante do 1º ano e tem 17 anos. Segundo relato do vice-diretor da escola, Francinilson de Oliveira, a agressão aconteceu depois de uma brincadeira obscena do aluno com o professor, que perdeu o controle e o agrediu com um soco no rosto.

“A informação é que sempre havia brincadeiras exageradas entre professor e aluno. Daí, Rômulo apertou o peito do professor, que disse para não apertar porque tinha um piercing. O professor disse ainda que tinha outro nos testículos. O rapaz tocou os testículos do professor, que o agrediu com um soco”, declarou.

De acordo com o jornal, o vice-diretor da escola, Francinilson de Oliveira, relatou que se trata de um professor recém-contratado pela Diretoria Regional de Educação (Dired). Francinilson irá ter uma reunião com a coordenadora do Dired, Magali Delfino, na tarde desta terça-feira (19) para que Márcio Delfino seja desligado da escola.

“Ele não é concursado. A escola estava sem professor de Química, porque uma professora foi transferida para Pau dos Ferros. Daí, a Dired fez contrato com esse rapaz e nos mandou há uns 15 dias. Mas, depois desse acontecimento, não há mais condições dele continuar lecionando em nossa escola”, relatou Francinilson.

Ainda segundo o jornal, o vice-diretor não soube informar se o aluno procurou a Polícia para prestar queixa. O Jornal De Fato entrou em contato com a Delegacia de Plantão, que não tinha qualquer registro de denúncia do aluno.

Com informações do Jornal De Fato

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernanda disse:

    Deixou vazar o nome do menino?

Polícia autua acusado de acertar pedra em cabeça de bebê e ainda bater em criança de 4 anos em Natal

Após chocar Natal nesta semana durante agressão a um bebê de 10 meses com uma pedrada e ainda esbofetear uma criança de 4 anos, este último, seu filho, durante um ataque de fúria que tinha como objetivo atingir a sua ex-companheira, na Zona Norte, o acusado, João Maria Freire dos Santos Junior, de 25 anos, foi atuado por lesão corporal, ameaça, violência doméstica e ainda dano ao patrimônio público.

Segundo a Polícia, o acusado é ex-presidiário e depois de toda a confusão, ainda quebrou o vidro do carro da Guarda Patrimonial, e tentou se cortar, com intuito de simular uma agressão dos guardas.

Detido no Centro de Detenção Provisório (CDP) da Zona Norte, João Maria Freire dos Santos Junior nega todas as acusações.

Homem é preso após acertar pedra em cabeça de bebê e ainda esbofetear criança em Natal

A Guarda Patrimonial de Natal prendeu um homem na manhã desta quarta-feira (18), em via pública no conjunto Vale Dourado, Zona Norte de Natal, acusado de acertar um bebê de dez meses com uma pedra e ainda bater em uma criança de 4 anos, que seria seu filho, durante uma briga com sua ex-companheira.

Segundo a Guarda Patrimonial, o fato aconteceu por volta de 9h. Na ocasião, o acusado tinha o objetivo de acertar com a pedra na mãe das crianças, contudo, mesmo errando, partiu para cima da mulher e esbofeteou a criança mais velha, que seria seu filho. Logo após a sucessão de agressões, o homem foi alcançado pelos guardas e preso.

As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) para o Hospital Maria Alice. No bebê foi constatado uma lesão na parte frontal na cabeça, enquanto a criança de 4 anos teve um hematoma na região do olho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mércia disse:

    Daqui a pouco ele tá solto. Vejam o caso de Josenilde, matou o filho no carnaval, passou 4 meses presa e agora tá na rua pintando e bordando.

Coronel do Exército é preso em flagrante acusado de dar tapa no rosto de bebê na BA

18_35_24_413_fileUm coronel do Exército, de 74 anos, foi preso em flagrante suspeito de ter dado um tapa no rosto de um bebê de nove meses em Salvador (BA), na terça-feira (17). Segundo a polícia, ele fazia o recadastramento de imóveis na sede da Secretaria da Fazenda em Salvador, quando a criança mexeu em papeis dele. O coronel teria se irritado e deu um tapa na criança.

A avó e a mãe do bebê chamaram a polícia. O idoso confessou a atitude e disse em depoimento que ‘perdeu a cabeça’. Ele pediu desculpa aos familiares da criança.

O coronel foi liberado e deverá responder por crime de vias de fato, já que a agressão não foi identificada em exame de corpo delito, mas o homem confessou. Ele deve ser julgado e ter pena estipulada em trabalhos sociais.

R7

Beijo entre mulheres em culto de Feliciano acaba em confusão grande

adolescenteagredidaacusadaofacebookfelicianoUm protesto acabou em confusão no domingo durante um evento religioso que contou com a presença do deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) em São Sebastião, no litoral de São Paulo. Segundo informações publicadas nas redes sociais, o pastor pediu a ajuda da polícia para coibir um “beijaço” organizado por duas jovens durante o Glorifica Litoral, evento gospel que ocorreu durante o último final de semana. As jovens Joana Palhares, 18 anos, e Yunka Mihura, 20, teriam se beijado durante o culto religioso, o que acabou causando indignação no deputado.

Em sua página no Facebook, Joana havia publicado uma foto convocando para o “1º Beijaço Gay São Sebastião”. Com a legenda “Feliciano, nos aguarde”, ela prometia marcar presença na praça do coreto, às 20h deste domingo. Durante o ato, porém, Feliciano teria pedido para guardas municipais coibirem os beijos. Ao menos quatro guardas municipais cercaram as meninas e o grupo de amigos que as acompanhava. A abordagem foi filmada por uma testemunha e publicada na internet nesta segunda-feira.

Tentando tirar o foco da confusão, Feliciano orienta aos fiéis que peguem suas bíblias e acompanhem a um trecho do livro sagrado que seria lido por ele. “Ignora esse pessoal. A polícia já está indo ali. Isso é vilipêndio a culto. Só vou pedir aos policias para tomarem cuidado, que esse pessoal (…) eles vão falar que vocês estão batendo neles viu”, disse o pastor.

“Esse pessoal que não tem respeito a mãe, nem pai, nem a ninguém. Cachorrinho que está latindo é assim, você ignora ele e ele para de latir”, completou o pastor, pedindo para o público ignorar a confusão. O cinegrafista registrou os policiais puxando as jovens, que relutaram em sair do espaço. Após alguns minutos, elas foram levadas para uma área restrita ao lado do palco no qual se apresentava o pastor e deputado. O cinegrafista foi impedido de prosseguir pelos próprios guardas municipais.

Em sua página pessoal no Facebook, Joana Palhares acusou os guardas de agressão pelo modo como ela foi conduzida. “Nunca imaginei que seria agredida, violentada, algemada e presa por beijar uma mulher em publico!! Vergonha de fazer parte dessa sociedade de merda!!! Estou com nojo do meu país e principalmente da minha cidade “, desabafou a jovem.

Procurada pelo Terra, a assessoria do deputado não negou o ocorrido e disse que Marco Feliciano não iria fazer nenhuma declaração sobre as acusações das jovens. De acordo com os assessores, o local estava reservado para o evento religioso e “ele (Feliciano) sabe dos direitos dele” – a assessoria alegou ainda que o deputado vai aguardar eventuais movimentações por parte dos advogados das jovens.

Prefeitura vai investigar ação

A prefeitura de São Sebastião divulgou uma nota sobre o ocorrido, dizendo que a Guarda Civil agiu em cumprimento do “artigo 208 do Código Penal Brasileiro – que prevê pena de detenção de um mês a um ano ou multa ao cidadão que zombar de alguém publicamente por motivo de crença ou função religiosa e impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso”.

De acordo com documento, a Guarda Civil Municipal (GCM) teria agido inicialmente conversando com as manifestantes e “na tentativa de retirá-las do local com segurança – tendo em vista que o grupo corria o risco de um possível mal maior por parte de pessoas que insinuavam uma agressão – um cordão de isolamento foi preparado”.

As jovens foram encaminhadas ao 1º Distrito Policial e lá o delegado de plantão decidiu registrar a ocorrência apenas como averiguação. Na manhã desta segunda, o caso começou a ser apurado pela ouvidoria da GCM, que verifica se houve excessos por parte dos guardas que participaram da ação.

Terra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jefferson disse:

    Concordo com Francisco Dias. Cada um deve ter o espaço e a liberdade para a sua reivindicação. Da mesma forma que deve-se respeitar a manifestação LGBT, também é devido o respeito a um culto religioso, se este não considera o movimento LGBT legítimo e correto. Particularmente, tenho e admito meus preconceitos, mas entendo que a condição homossexual não é uma escolha que se faz, e sim, um estado de personalidade em que jamais se pode proibir ou desmerecer. São pessoas que estão aí, em todo lugar, parentes, amigos e conhecidos. Todos temos alguém conhecido que é homossexual, assumido ou não. Condenar um homossexual pela sua condição é esquecer o lema cristão: "AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, COMO EU VOS AMEI." Olhemos bem, este lema não restringiu o ato de amar somente àqueles que são heterossexuais.

  2. Deusdeth Varela Junior disse:

    É assustador a constatação de que qualquer argumento cristão é posto em segundo plano, é tido como retrógrado! Qualquer outro argumento parece ser mais inteligente e plausível.

  3. Ricardo Silva disse:

    Engraçado os evangélicos estão pregando homofobia através de Silas Malafaia e Feliciano, vão para televisão falar o que nao sabem ficam todo tempo provocando os homossexuais aí não querem que eles se rebelem, elas estão certas sim, era bom que os homossexuais fizessem isso em todos os cultos destes dois pastores fundamentalistas que querem atrapalhar as conquistas desta classe tão discriminada que são os lgbts.

  4. Luciano disse:

    Lendo os três comentários abaixo fico me perguntando quem será que quer quase todos os dias "enfiar" goela abaixo as suas crenças, crendices, contos de carochinha, dogmas, recalques, intransigências….? Seria os homossexuais ou os fanáticos e cegos religiosos? Faço o favor! Beijaço na frente desses hipócritas é fichinha!

  5. André disse:

    A que ponto chegamos: Prisão para quem se beija!!! Que se exploda se foi beijo gay….FOI APENAS UM BEIJO!!!! …e na RUA!!!

  6. FERNANDO BERTÃO disse:

    Pra começar nem todos os homosexuais são impossíveis ou rebeldes como sita um leitor, elas estão erradas sim, pois respeito tem que se ter em qualquer lugar. é acho que o felicano já tem os votos que ele queria para ser eleito na proxima campanha. pois é isso que ele busca se promover.

  7. Francisco Dias disse:

    Ela está com nojo? E nós, acham que adoramos ou achamos lindo isso? Cada um no seu quadrado. Do mesmo jeito que acharia uma atitude errada dos evnagélicos ir para frente de uma boate gay tentar converter a turma do arco íris, acho errado as meninas que usam chuteiras ir a um evento religioso provocá-los.
    Outro dia li aqui no blog que nos presídios há sinais de homofobia tão claros que os gays serão separados dos demais. Não custa nada essa turma ir lá protestar também.

  8. Jose disse:

    Quem quer ser respeitado tem q respeita,esses homosexuais sao impossíveis e muito rebeldes kkkkk

  9. rnatal disse:

    Estas duas estão erradas em tudo. Como podem exigir respeito agindo assim. Feliciano esta certo em não aceitar a união homossexual porque a Bíblia é contra e pronto. Estas duas precisam entender de respeito e ética e não sair por ai se beijando, se fosse um homem e uma mulher também não podiam fazê-lo desta forma. Em um país sério elas iriam presas.

Justiça Federal do RN condena homem que agrediu carteiro no bairro de Lagoa Nova

No bairro de Lagoa Nova, em Natal, na entrega de uma correspondência, a agressão a um carteiro. Esse foi o caso sentenciado pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e que envolveu o funcionário dos Correios Daniel Rodrigues da Silva e o desempregado Pedro da Silva Félix. O carteiro foi agredido ao entregar uma carta na residência onde estava Pedro Félix. O relato é de que ao entregar a carta, o desempregado afirmou que a correspondência estava sendo deixada na casa errada e a partir disso agrediu fisicamente o carteiro.

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, titular da 2ª Vara Federal, observou que as provas eram contundentes e condenou Pedro da Silva Félix a cumprir pena de oito meses em regime aberto.O magistrado ressaltou que o Boletim de Ocorrência, registrado no dia 18 de fevereiro de 2009, data do fato, o atestado feito pela médica do Instituto Técnico Científico de Polícia e as provas testemunhais apontaram para a materialidade do crime.

Em depoimento à Justiça, o próprio acusado confessou o crime. “Não merece prosperar a tese levantada pela defesa, por ocasião da apresentação de suas alegações finais, no sentido de ser aplicado, ao caso em foco, o princípio da insignificância. Ora, não se aplica o princípio da insignificância aos crimes em que ocorre violência física, pois seria de todo despropositado, diante da natureza leve da lesão corporal produzida, concluir que não houve ofensa ao bem jurídico tutelado pela norma penal”, destacou o Juiz Federal Walter Nunes na sentença.

JFRN

Bater na mulher será considerado crime de tortura, aprova Senado

O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira quatro projetos sugeridos pela CPMI da Violência contra a Mulher. Entre os projetos está o que garante o pagamento de um benefício temporário pela Previdência às vítimas de violência; outro que classifica esse tipo de violência doméstica como crime de tortura; o que prevê atendimento especializado no SUS às vítimas; e o que exige rapidez na análise do pedido de prisão preventiva para os agressores. Esses projetos seguem para a Câmara.

Outros três projetos serão encaminhados ao exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ): O que estabelece o feminicídio como agravante do homicídio; o que cria o Fundo Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres; e o que destina parte dos recursos do Fundo Penitenciário Nacional à manutenção de casas de abrigo que acolham vítimas de violência doméstica.

O projeto preparado pela CPI que pede a criação de um auxílio transitório “decorrente de risco social provocado por situação de violência doméstica”, aprovado hoje, prevê que o modelo desse benefício seja o dos auxílios pagos atualmente pela Previdência Social nos casos de afastamentos por acidentes de trabalho, por exemplo. O tempo de pagamento do benefício seria definido pela Justiça, nos termos da Lei Maria da Penha. O projeto propõe, como uma das fontes de custeio, a criação de uma arrecadação a ser feita pelo agressor.

Entre os projetos que não foram ainda aprovados está a criação da figura jurídica do feminicídio, que prevê inclusão do termo no Código Penal, como um qualificador nos casos de homicídio. Pelo texto, a pena para esses casos seria aumentada para entre 12 e 30 anos, e o feminicídio estaria configurado nos casos de assassinatos de mulheres em que haja relação de afeto ou parentesco entre agressor e a vítima; prática de violência sexual no crime; e mutilação ou desfiguração da vítima.

A criação de casas de acolhimento de mulheres em situação de violência também será analisada pela CCJ. Segundo o texto, os recursos arrecadados com multas definidas em condenações pela Justiça em processos criminais que envolvam violência doméstica e familiar devem ser aplicados na manutenção de casas de abrigo destinadas a acolher vítimas dessa violência. Esses recursos também podem ser usados para arcar com parte dos benefícios criados para esse grupo. O relatório da CPMI não informa as outras fontes de recursos para a criação dos benefícios.

O grupo que dentro da CPI ficou responsável pela criação dos projetos de lei era formado pelos deputados Marina Sant’Anna (PT-GO), Dr. Rosinha (PT-PR), Eduardo Azeredo (PSDB-MG), Rosinha da Adefal (PTdoB-AL) e pela Senadora Ana Amélia (PP-RS). Mas as propostas contaram com apoio de movimentos sociais. Segundo a CPMI, foram consultadas para criar os projetos as mesmas ONGs ouvidas na elaboração da Lei Maria da Penha.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Ninguém disse:

    Quem sabe agora a Governadora Rosada não começa a governar…

  2. Vaquejada disse:

    Querido Bruno Giovanni e homem q apanha da mulher era bom inventar uma lei tambem para ampara os homems!!!