Caern esclarece que suspensão de cobrança é só da tarifa social

Foto: Assecom/Caern

Diante de dúvidas suscitadas no público em geral e questionamentos de alguns meios de comunicação, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) esclarece que a cobrança de contas de água e esgoto continua normal. A única alteração, divulgada na última sexta-feira (20) se refere à suspensão da cobrança dos clientes da categoria social, considerando o cenário de enfrentamento da crise do Covid-19 atualmente. A suspensão é por tempo indeterminado.

A decisão foi tomada como forma de beneficiar esse perfil de cliente, por se tratar de um público de baixa renda. Para ser enquadrado nessa categoria, o usuário tem que atender a pelo menos três dos seguintes requisitos:

Usuário responsável pelo imóvel ser cadastrado em um dos programas sociais do Governo – Requisito Obrigatório.

Imóvel com área construída igual ou inferior a 50 m².

Existir no imóvel apenas um ponto de utilização de água, excetuando os destinados a descargas sanitárias.

Não possuir reservatório elevado.

Estar localizado em área urbana ou rural de baixa renda.

Aproximadamente 20 mil pessoas em todo o Estado são beneficiadas com fornecimento de água a preços reduzidos, dentro do programa de Tarifa Social da Companhia, uma das formas de garantir o acesso de água a todos, independentemente da renda.

Caixa ampliará para 90 dias suspensão de pagamento de dívidas de pessoas físicas e empresas; juro do cheque especial deve baixar

Foto: Reuters

A Caixa Econômica Federal vai ampliar para 90 dias a suspensão do pagamento das dívidas parceladas de pessoas físicas e empresas. Na semana passada, o banco já tinha anunciado uma pausa nos pagamentos, incluindo a prestação da casa própria, em 60 dias. Outra novidade deve ser o corte na taxa do cheque especial, atualmente em 4,95% ao mês.

As medidas fazem parte de um novo pacote de ações a ser anunciado pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, após videoconferência do presidente Jair Bolsonaro com governadores da região Sudeste.

Na tentativa de mostrar alinhamento, o governo decidiu concentrar os anúncios no Planalto e não mais de forma individual por bancos e agentes públicos.

Na ultima quina-feira, a Caixa já tinha anunciado um amplo pacote de medidas, com redução dos juros em várias linhas de crédito, sobretudo nas linhas de capital de giro para micro e pequenas indústrias, além da suspensão do pagamento de dívidas .

As novas condições do crédito entraram em vigor na segunda-feira. Veja aqui como os bancos vão funcionar no Rio durante o isolamento por causa do coronavírus.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa Jerry Moon disse:

    A caixa é caixão.

  2. Américo disse:

    Liguei hoje pro gerente, não tem desconto nenhum em taxa. Tudo como era antes.

  3. Ceará Mundinho disse:

    Ome, prorrogar não vai encher bucho de ninguém não… Num vai ter que pagar de todo o jeito? Sei não….

  4. Jéssika Jayanne disse:

    Pedi a prorrogação hoje do meu financiamento, quero que tenha dado certo.

  5. Marco Fonseca Filho disse:

    Essa superintendência da CEF aqui sempre foi fraca! No Rio, onde o governador é inimigo mortal do Bozo, as coisas tão funcionando. E aqui no RN, nada!

  6. Paulinho Guanabara Vieira disse:

    Isso é no Rio, BG! E aqui na terra de Poti? Não entrou nada em vigor na segunda-feira, isso é conversa mole! Só débito vencendo e contas se acumulando! Só não vou atrasar a pensão pra não ser preso, mas o resto vai ter de esperar! Essa Caixa é só dor de cabeça, depois falam dos bancos privados!

  7. Flávio José disse:

    Banco baixando taxa? Ome, isso é só para acalmar o povo, assim como esse negócio de que vão reabrir os comércios! Tudo balela, BG! O RN agora se acaba de vez! E ainda vão colocar a culpa no PT.

  8. Marcos Galdino disse:

    Kkkkkk. Piada. As taxas de juros foram lá pra baixo no mundo todo e os bancos aqui de Pindorama continuam cobrando um absurdo, deve ser para recuperar o prejuízo que falam que teve com o PT. Governo sem futuro! Alô superintendência, faça alguma coisa! Com as vendas desse mês não tenho dinheiro para fechar a folha!

  9. Paulo Melo disse:

    BG, isso é só conversa para boi dormir… Até agora não chegou nada nas agências, o gerente da conta da nossa empresa não sabe de nada, não recebeu informação nenhuma e a taxa de juros é 2% ao mês! Já dispensei 4 funcionários e se não tiver medidas concretas, vou fechar minha empresa.

  10. Torres disse:

    E o Itaú?

Bolsonaro anuncia suspensão da dívida de Estados com a União por 4 meses

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após ser criticado por governadores por letargia e falta de coordenação na resposta à crise do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro divulgou nesta segunda-feira (23) uma série de medidas para auxiliar governos locais durante a pandemia.

O pacote inclui a suspensão da dívida de Estados com a União no valor de R$ 12,6 bilhões.

O anúncio ocorre pouco depois de o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter determinado a suspensão, por seis meses, do pagamento da dívida de São Paulo com o governo federal.

A decisão de Moraes determina que o governo paulista invista o dinheiro que deveria ser pago para abater o débito em ações de combate ao coronavírus. A determinação se aplica a uma parcela de R$ 1,2 bilhão que deveria ser paga nesta segunda-feira (23).

Bolsonaro tem reuniões na tarde desta segunda com governadores do Nordeste e do Norte do país.

Nos últimos dias, o presidente protagonizou uma troca de farpas com os chefes dos executivos estaduais, principalmente com os governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

Um dia antes, o presidente fez mais um discurso para minimizar as medidas de restrições de circulação e consequente atividade econômica tomada por governadores diante do avanço da crise do coronavírus. Segundo Bolsonaro, a população logo saberá que foi enganada pelos governadores e pela mídia na pandemia.

— Brevemente o povo saberá que foi enganado por esses governadores e por grande parte da mídia nessa questão do coronavírus — disse Bolsonaro, em entrevista à TV Record. —Espero que não venham me culpar lá na frente pela quantidade de milhões e milhões de desempregados na minha pessoa — completou.

Segundo Bolsonaro, “não podemos politizar isso aqui, só falei isso porque eles me atacam constantemente”. Na sequência, o presidente afirmou que as críticas que tem recebido envolvendo as medidas contra a pandemia fazem parte de um movimento para tirá-lo do cargo:

— A grande mídia, governadores, de olho na minha cadeira, se puder antecipar minha saída, eles farão isso aí, mas da minha parte não terão oportunidade disso, nós vamos continuar nosso papel.

Nesta segunda-feira, o tom foi de anúncios. Em suas redes sociais, Bolsonaro disse que o plano do governo federal para Estados e municípios soma R$ 85,8 bilhões.

Além da suspensão das dívidas das unidades da federação com a União, ele disse que o governo vai garantir a manutenção do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) nos mesmos níveis de 2019, o que deve representar uma complementação de R$ 16 bilhões por parte da administração central, em quatro meses.

Ele afirmou ainda que vai destinar R$ 8 bilhões para que estados apliquem em saúde.

“União entrará com mais recursos que o solicitado. Governadores solicitaram R$ 4 bilhões para ações emergenciais em saúde. O governo federal está destinando R$ 8 bilhões em quatro meses”, escreveu Bolsonaro.

Sem dar mais detalhes, o presidente listou ainda R$ 2 bilhões para o orçamento de assistência social, renegociação de dívidas de estados e municípios com bancos (R$ 9,6 bilhões), operações com facilitação de créditos (R$ 40 bilhões), além de Medidas Provisórias pare transferir recursos para fundos estaduais e municipais de saúde.

“Soluções permanentes para problemas estruturais. Aperfeiçoamento das reformas: PEC Emergencial do Pacto Federativo e Plano Mansueto estão sendo aprimorados e darão fôlego a estados e municípios para vencer a crise”, concluiu o presidente, também em rede social.

Zero Hora

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ZEZIM disse:

    E a Caixa Econômica fica bem caladinha!
    Como vamos pagar a prestação do Minha Casa Minha Dívida?

    • Petra disse:

      Maldito Lula…devia ter deixado vcs pagarem aluguel até morrer. Não vejo nenhuma necessidade de pobre ter casa…pra quê? Só pra encher de filhos… maldito Lula, maldito PT..

    • Marcos disse:

      Maldito Lula mesmo. O canalha que trocou hospitais por uma copa e seus estádios, verdadeiros elefantes brancos.

  2. Luciana Morais Gama disse:

    E o RN também vai suspender por igual período as dívidas do contribuinte com o ICMS ??

    • disse:

      Pergunta sem noção… a dívida dos Estados para com a União é, via de regra, de empréstimos e outros repasses para investimentos… Nada tem a ver com o ICMS, que é um imposto sobre circulação de mercadorias (compradas para fins de lucratividade). Ademais, vcs têm idéia do montante devido – e sonegado – relativos ao ICMS no Estado? Não? São muitos milhões, que poderiam servir para grandes investimentos neste Estado que, se pagos, talvez nem se precisasse dever tanto à União.
      O empresário precisa (e deve) lucrar, mas cumprindo suas obrigações com os impostos, aliás, é o risco do negócio empresarial, de responsabilidade do empreendedor. Deixar de pagar o ICMS é sonegação fiscal. É fazer seu negócio andar com dinheiro que não é seu!
      Pague seu ICMS, seu ISS, seja sustentável!

  3. RIC disse:

    MITO……2022

  4. Arruda disse:

    É gopi é gopi é gopi é gopi é gopi.
    Kkkkkkk
    Da lhe Mito!

  5. Anderson disse:

    Hora do povo organizado massacrar os deputados, senadores e o judiciário cobrando iniciativas para que eles também cortem na carne e ajudem ao Brasil a não entrar em colapso. Só cobrar do executivo é muito fácil…

    CHEGA DE MORDOMIAS!

    🇧🇷🔝

  6. Raimundo disse:

    O cara pegou um país quebrado, desemprego recorde. Está fazendo de um tudo p tentar mitigar as mortes e sobrar uma econômica depois disto tudo. Relativizar isso é usar politicamente é asqueroso

Prefeito determina suspensão do São João de Natal e remanejamento de recursos para combate ao coronavírus

O prefeito Álvaro Dias determinou a suspensão do São João de Natal. Através do Twitter, o chefe do executivo informa que “todos os recursos previstos para o evento serão remanejados para ações de combate ao Coronavírus em nossa cidade”.

Por fim, o prefeito reconhece a importância da festa junina para a economia na capital, mas alerta que é preciso concentrar esforços contra o COVID-19.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sebaas disse:

    Alguém viu a governadora? Ela ainda é governadora ou já pediu demissão?

  2. João Felipe disse:

    Atitude sensata.

DPE/RN recomenda suspensão de cortes de água e luz por inadimplência durante pandemia do coronavírus

Foto: Ilustrativa

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) emitiu recomendação às empresas concessionárias de água, esgoto, energia elétrica e gás do Rio Grande do Norte para que suspendam as ordens de corte dos serviços durante o período de situação de emergência e calamidade em saúde pública. A recomendação será publicada no Diário Oficial deste sábado (21) e tem por finalidade resguardar a prestação desses serviços essenciais de forma ininterrupta durante os períodos de isolamento social e, em alguns casos, de quarentena recomendados pela Organização Mundial de Saúde, pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

A recomendação é válida enquanto perdurar a situação de emergência em saúde pública declarada pela Lei de nº 13.979/2020 e pelo Decreto Estadual de nº 29.534, de 19 de março de 2020.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jk disse:

    Mais do que justo! com a renda de praticamente todos trabalhadores em riso, nada mais que bom senso para amenizar as incertezas …

Conmebol prorroga suspensão da Libertadores e Copa Sul-Americana até 5 de maio

Foto: © Conmebol/Direitos Reservados

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) prorrogou até 5 de maio a paralisação da Copa Libertadores da América em prevenção à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A suspensão também engloba a Copa Sul-Americana, que ainda não realizou o sorteio da segunda fase.

O novo adiamento ocorre “em salvaguarda a jogadores, corpo técnico, delegados, árbitros, dirigentes, imprensa e torcedores”, diz a nota da confederação sul-americana. Em documento assinado pelo diretor de competições de clubes da entidade, Frederico Nantes, e encaminhado às equipes, a Conmebol pede aos participantes que “mantenham a devida diligência a fim de evitar a propagação do vírus e que cumpram os protocolos de prevenção sugeridos pelas autoridades competentes. É um momento de cooperação e responsabilidade para toda a comunidade, e o futebol não pode ficar alheio a isso”.

Inicialmente, a confederação havia postergado somente as partidas marcadas para esta semana. O avanço da pandemia no continente sul-americano, com os registros das primeiras mortes por covid-19, fez a Conmebol mudar os planos e estender a paralisação.

Na última terça (17), a entidade já havia anunciado que a Copa América deste ano, com sede na Argentina e na Colômbia, seria disputada somente em 2021.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Botelho Pinto disse:

    A federação Chinesa, local onde a epidemia do Covid começou a se manifestar, acena com a possibilidade de reinício da temporada dia 17 de Abril.
    O Japão, depois de 15 de Maio.
    Mas naquela região foi onde tudo começou a sair do controle e a situação aos poucos vai sendo contornada.
    Aqui, como a pandemia ainda está se manifestando provavelmente vai além dessas datas.
    Por baixo, Junho ou Julho.
    Portanto, pela falta de datas para continuidade no calendário, competições como os campeonatos estaduais e regionais – tipo, Copa do Nordeste – deverão ser anulados ou encerrados pois não tem como chegarem ao seu final sem atropelar outras competições.
    Mas no momento o mais importante a reclusão e prevenção. Tudo o mais se resolve depois.
    Ou não…

TJRN, MPRN, Defensoria Pública do Estado e OAB-RN anunciam suspensão, em caráter excepcional, do expediente presencial em todas as suas unidades, até o dia 30 de abril


Foto: Reprodução/Instagram

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), a Defensoria Pública do Rio Grande do Norte e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Rio Grande do Norte assinaram um ato conjunto nesta quinta-feira (19) suspendendo, em caráter excepcional, o expediente presencial em todas as unidades das instituições no Estado, salvo motivo de urgência ou excepcional. Os membros e servidores das instituições permanecerão em regime de trabalho remoto devido à pandemia do coronavírus. A medida já é válida até o dia 30 de abril, podendo ser prorrogada.

Quando for imprescindível a presença física de membros e/ou servidores nas instalações das unidades para necessidade de atividade presencial em caso de urgência, será limitada a 20% do quadro da unidade, podendo o percentual ser menor a critério de cada gestor, em sistema de rodízio, que será realizado no período compreendido no horário de expediente de cada instituição.

Os setores administrativos das quatro instituições passam a ter expediente de 8h às 14h de segunda a sexta-feira, em sistema de rodízio entre os servidores, garantida a presença mínima necessária para o seu funcionamento, conforme escala elaborada pelo responsável imediato.

Estão suspensos os prazos de processos físicos e eletrônicos no período de 19 de março de 2020 a 30 de abril de 2020, podendo a suspensão ser prorrogada por determinação da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, considerando a situação epidemiológica, exceto quanto às ordens judiciais consideradas urgentes e aquelas cujo cumprimento imediato seja considerado pela autoridade judiciária competente imprescindível para evitar o perecimento, a ameaça ou a grave lesão a direitos, bem como as reputadas indispensáveis ao atendimento dos interesses da justiça.

As atividades das quatros instituições serão realizadas pelos seus agentes em regime de trabalho remoto, com prolação de atos e manifestações, impulsionando os processos. O trabalho remoto é aquele realizado fora de seu local de lotação, sendo acompanhado pela respectiva chefia imediata.

Ao assinar o ato conjunto, os chefes das quatro instituições levaram em consideração a necessidade de reduzir o substancial fluxo diário dos públicos interno e externo aos edifícios do Poder Judiciário, do MPRN, da Defensoria Pública e da OAB, e das recomendações de distanciamento social, e intensificação das ações e programas de higienização pessoal, e do ambiente de trabalho.

Além disso, foi considerada a necessidade de maior restrição do contato físico pessoal no ambiente de trabalho em favor do isolamento social imprescindível a redução do contágio do coronavírus (Covid-19), conforme orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dr. Veneno disse:

    A paralisação das atividades era esperada.
    Mas a lenta justiça tb obriga os excelentíssimos juízes e desembargadores a darem expediente remoto, tendo, inclusive, a possibilidade de diminuir a fila de processos conclusos para decisões.

  2. Aderbal. disse:

    Parabéns TJ descisão sensata.

  3. Luiz Fernando disse:

    Qual o critério? E os outros relés servidores que nem plano de saúde possuem? Como sempre primeiro os deuses.

  4. Paulo disse:

    Enquanto isso, o DETRAN, que atende estrangeiros para a permissão internacional de dirigir e tem muitos servidores idosos, permanece de portas abertas em pleno atendimento. FALTA RESPONSABILIDADE SOCIAL.

    • Veleiros disse:

      Fora Fátima!!

      Depressa!
      Não tem condições de governar o RN.
      Vejam que a saude aqui já é um desastre.
      Imagine se piorar.

Decreto Estadual, com medidas restritivas temporárias contra o coronavírus, disciplina suspensão de várias atividades no RN; confira

Saiu nesta quarta-feira (18) no Diário Oficial do Estado (DOE) o Decreto Nº 29.524, que dispõe sobre medidas restritivas temporárias para o enfrentamento da Situação de Emergência em Saúde Pública provocada pelo novo Coronavírus (COVID-19), assinado conjuntamente pela governadora Fátima  Bezerra e o titular da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia. O Decreto suspende, em caráter temporário e sob o argumento da prevenção do novo Coronavírus, uma série de atividades que aglomerem pessoas. Inclusive, o art. 6º do referido Decreto diz que o desrespeito às determinações configurará crime previsto no artigo 268, do Código Penal.

Os argumentos do Decreto se sustentam na situação de emergência de saúde pública de importância internacional, que já está disposta na Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. E considera fatos já verificados como o avanço mundial do contágio desse novo tipo de doença respiratória que pode levar alguns pacientes à morte; considera também que o contágio pode aumentar em aglomeração de pessoas, tanto em espaços abertos, quanto em fechados; bem como a constatação de que o novo Coronavírus já se encontra no território estadual e, portanto, são imprescindíveis a adoção de medidas preventivas com a finalidade de diminuir os efeito da pandemia.

Por essas razões, estão suspensas temporariamente, as atividades escolares presenciais nas unidades da rede pública e privada de ensino, no âmbito do ensino infantil, fundamental, médio, superior, técnico e profissionalizante, pelo período inicial de 15 (quinze) dias; as atividades coletivas, eventos de massa, shows, atividades desportivas e congêneres, com a presença de público superior a 100 (cem) pessoas, sejam públicos ou privados, ainda que previamente autorizados; bem como também é aplicada a todas as feiras, exposições e eventos, aprazados para os próximos 60 (sessenta) dias, que possibilitem aglomeração de pessoas.

O Decreto também determina que caberá a Empresa Potiguar de Promoção Turística (EMPROTUR) e à Secretaria de Estado de Turismo (SETUR) tomar as medidas necessárias ao cancelamento dos eventos agendados para os próximos 60 (sessenta) dias no Centro de Convenções e autoriza a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP) e a Fundação de Atendimento Socioeducativo (FUNDASE) dispor sobre visitas, transferências e transportes de presos e socioeducandos.

O documento também recomenda à população que evite frequentar espaços tais como academias, shoppings centers, teatros, cinemas e feiras livres para evitar circulação de pessoas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Almir Dionísio disse:

    E as repartições públicas funcionando normalmente qdo hje se tem o SEI q as pessoas podem fazer suas atividades em casa.
    Servidor publico não tem dinheiro p ter carro, vai de busão cheio e o vírus circulando.
    Nas repartições públicas hje não se tem material de limpeza necessários p uma boa higienização.
    O governo toma medidas e esquece seus próprios servidores.
    Tá na hora de rever esse Decreto Sra Governadora.

  2. aaaa disse:

    Enquanto isso a UFRN continua com o restaurante universitário central aberto atendendo normalmente aos residentes, bolsistas e funcionários expondo a sociedade norte-riograndense de forma irresponsável.

    • Everton disse:

      O residente vai passar fome?

    • paulo disse:

      BG
      Os ptRALHAS no comando, a universitária FM fazendo chamamento para greve. Pode isso Arnaldo?. Um bem público pago com nossos impostos utilizado a serviço dos sindicatos e seus pelegos.

    • aaaa disse:

      Não Everton, poderiam ser assistidos da mesma forma que foram nos últimos meses quando os restaurantes da UFRN estavam fechados p/ reforma/construção. Ou seja, já existe um precedente de como ajudar aos estudantes residentes/carentes, o que falta é bom senso por parte dos gestores.

UNP anuncia suspensão de aulas presenciais em razão do novo coronavírus

Como medida de prevenção e ação que visa ajudar a mitigar o avanço da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, a UnP comunica que as aulas presenciais estão suspensas em todas as Unidade e Polos pelo período inicial de 15 dias. Para garantir o cumprimento do semestre letivo, sem prejuízos pedagógicos, as aulas presenciais serão ministradas de forma remota por meio da plataforma Blackboard/Collaborate.

Blackboard é uma ferramenta com a qual você já está familiarizado, afinal é utilizada como apoio às aulas presenciais e como Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) para as disciplinas on-line. O Collaborate é um recurso da Blackboard, que permite encontros síncronos e que podem ser gravados para visualização posterior. Ambos são acessados de computadores de mesa (desktops), notebooks, tablets ou smartphones, a partir do Autoatendimento ou por aplicativo disponível nas lojas Apple Store e Play Store.

Durante esse período, as atividades que já são ministradas na modalidade on-line acontecerão normalmente e as unidades permanecerão abertas para atendimento, matrículas, entre outras demandas administrativas.

Fique atento e acesse diariamente os canais oficiais da UnP: site, Autoatendimento e redes sociais para as orientações relativas às aulas na plataforma Blackboard e às atualizações sobre qualquer mudança de cenário.

Fecomércio anuncia suspensão de aulas nas unidades do Sesc e Senac de todo o RN

Em virtude do cenário de pandemia provocado pelo coronavírus (Covid-19) e visando preservar clientes e colaboradores, *e atendendo recomendação do Comitê Interno de Gerenciamento de Crise*, o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, decidiu, na manhã desta terça-feira (17), *_SUSPENDER por período indeterminado_*, as aulas das unidades do Sesc e Senac de todo o estado a partir desta quarta, 18. As formas de reposição de aulas e conteúdos serão discutidas pelas equipes pedagógicas das casas e comunicadas posteriormente aos alunos e/ou responsáveis, bem como comunicada com antecedência a data de retorno.

Durante o período de suspensão, o Comitê Interno de Gestão de Crise do Sistema Fecomércio RN irá acompanhar os números e também adotar, emergencialmente, medidas que possam reforçar o nível de segurança sanitária de cada unidade visando, no retorno normal das atividades, dar o máximo de tranquilidade ao dia a dia das atividades, o que deve ocorrer o mais breve possível.

“É uma medida preventiva que adotamos, inclusive atendendo o pleito de diversos pais de alunos, buscando o enfretamento deste problema mundial que, tenho certeza, venceremos com bom senso, equilíbrio e muito trabalho”, afirma Marcelo Queiroz. *Os canais do Sesc e do Senac nas redes sociais seguirão à disposição para esclarecer eventuais dúvidas. Os telefones 4005 1000 (Senac) e 3133 0360 (Sesc) também estão à disposição*.

VÍDEO: Governo do RN suspende aulas nas escolas públicas e privadas a partir desta quarta em decorrência do coronavírus

O Governo do Estado decidiu no fim da manhã desta terça-feira(17) pela suspensão das aulas por tempo indeterminado. Embora a rede pública se encontre em greve, a decisão foi tomada independente de acordo com os professores, em decorrência da pandemia do coronavírus. A decisão também vale para a rede particular.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rafael Pinheiro disse:

    A governadora deveria aproveitar as medidas, e deixar o cargo também…

    Fora governadora incompetente!!

  2. Roberto JJ disse:

    É lamentável os comentários diante da situação que vivemos.

  3. Lins disse:

    Demorou, mas fez o certo.

  4. Eduardo disse:

    Tem gente falando de esquerda, direita, terraplanista e greve, nesse período de cuidados,… muita gente sem noção!!! Não digo que merecem uma jaula, só um pouquinho de estudo, já é suficiente.

  5. Rafael Pinheiro disse:

    kkkkk a governadora dando "by pass" na greve dos professores!! boa Fatão kkk

  6. Vergonha disse:

    Kkk o sindicato está para deflagrar a greve , a PTralha chefe cortou o barato , comedores de mortadela, se lasquem , até o fim dessa quarentena estaram desqualificado para pedir aumento

  7. Elizangela disse:

    Mas e os aeroportos ?!!

    Estão desembarcando pessoas vindas da Europa e não estão fazendo nenhum tipo de controle

  8. Jacio disse:

    Ta certo minha lider

  9. Vergonha disse:

    A pelegada do sindicato fica pra morrer , essa quadrilha PTralha provando do seu próprio veneno

UFRN decide suspender aulas por conta da pandemia de coronavírus

Após reunião do Comitê Covid-19 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na manhã desta terça-feira, 17, o grupo recomendou a suspensão das aulas presenciais. Dessa forma, o reitor José Daniel Diniz Melo acatou a orientação da comissão de especialista e as aulas de graduação e pós-graduação ficam suspensas por tempo indeterminado.

Seguindo a avaliação constante da situação nacional e internacional dos casos do novo coronavírus, a decisão do Comitê Covid-19 da UFRN levou em consideração a necessidade de maximizar as medidas preventivas, para reduzir a contaminação, e a grande preocupação que assola a comunidade universitária, inviabilizando as atividades.

Para o reitor Daniel Diniz, o Comitê Covid-19 foi criado devido à preocupação com a situação do novo coronavírus e com o intuito de manter a comunidade universitária segura. “Ficamos sob alerta e em contato constante com o Comitê para embasar nossas medidas. Hoje, nosso grupo de especialistas recomendou a suspensão e acatamos a orientação para preservar a saúde dos integrantes da UFRN”, explicou o professor.

A UFRN atualizará a comunidade universitária, conforme novas decisões.

Comitê Covid-19 da UFRN

O Comitê Covid-19 da UFRN foi criado pelo reitor Daniel Diniz para assessorar a gestão no monitoramento e na atualização das recomendações das autoridades sanitárias. O grupo é presidido pelo vice-reitor Henio Miranda, e conta com as participações do responsável pela Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor (DAS), Benedito Baracho; do médico pneumologista, Renan dos Santos; do chefe do Departamento de Infectologia, Kleber Luz; da vice-diretora do Instituto de Medicina Tropical (IMT), Eliana do Nascimento; e do professor do Departamento de Microbiologia e Parasitologia, Joselio de Araújo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mario disse:

    TODAS AS VIDAS IMPORTAM!

    Exigimos que todas as atividades acadêmicas e administrativas da UFRN, exercidas por técnicas e técnicos, terceirizadas e terceirizados, trabalhadores e trabalhadores da FUNPEC, estudantes-bolsistas, professoras e professores, sejam imediatamente suspensas, sem qualquer desconto em suas remunerações!

    O vice-reitor da UFRN externou na manhã do dia 17.03, em entrevista na FM Universitária, que as aulas presenciais da UFRN estão suspensas. Infelizmente, a posição mantém algumas atividades acadêmicas e TODAS as atividades administrativas! Estas últimas, realizadas principalmente por trabalhadoras e trabalhadores técnico-admnistrativos, pessoal terceirizado e bolsistas, não são mais importantes do que nossas saúdes e vidas. Casos específicos de trabalho que lidam com vidas ou serviços considerados inadiáveis devem ser tratados como exceção; não como regra.

    Exigimos que a Reitoria revise sua posição e pare de hierarquizar nossas vidas! A possibilidade de contágio é maior em salas de aulas, entre professores e estudantes, mas não é desprezível na aglomeração de trabalhadores nos demais setores da UFRN, bem como na exposição destes em suas rotinas e em transportes coletivos para acessar o local de trabalho. Além disso, a continuidade dessas atividades poderá estimular a procura por atendimento presencial por parte dos alunos e da sociedade. A suspensão deve seguir sendo reavaliada, à medida que a pandemia for avançando e sendo controlada. A suspensão não trará prejuízos irrecuperáveis para a UFRN, mas pode ser fatal para as pessoas.

    Demandamos que a reitoria receba a representação das servidoras e servidores técnico-administrativo o mais rápido possível e que o Sintest, sindicato que representa a referida categoria da UFRN, exija nessa reunião que técnicos, terceirizados, fundacionais, bolsistas, professores-gestores sejam liberados de suas atividades administrativas imediatamente.

    Pedimos ao DCE, a ADURN e a toda comunidade que se junte a essa luta não apenas pelas categorias que representam, mas por todas e todos nós, na certeza de que todas as vidas importam!

    #TodasAsVidasImportamUFRN

    COLETIVO LUTA EDUCADORA – UFRN

  2. Riva disse:

    Testei positivo pra ódio do Bolsonaro e de todos os bolsominions que colocaram o país nas mãos desse incapaz.

    • Getúlio disse:

      Tá com saudades dos larápios petralhas? Não faz nem um ano que eles não roubam o dinheiro da nação. Chora não.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns UFRN! Temos que fechar a porta antes do ladrao entrar. Até agora só não vi nada com relação as audiências do TRT/RN, onde no saguão de espera das audiências é um verdadeiro perigo para proliferação do coronavírus.

  4. Corona disse:

    Agora a galera está do jeito que gosta, sem aulas, podem fumar e beber o dia todo e no final do mês o salário dos servidores e professores na conta.

    • Uthred disse:

      Sempre tem um idiota para fazer um comentário idiota

    • Pedro disse:

      É por causa de jumentos como tu que o vírus está se espalhando.

    • Amauri disse:

      Voce pode bater no peito hoje e dizer bem alto: EU SOU UM CONVERSADOR DE BOXTA! cada idiota que vem comentar aqui….

  5. Pedro disse:

    Sábia decisão…são cerca de 25 mil alunos circulando no Campus diariamente e não há um só leito de UTI disponível no Estado.

Azul anuncia suspensão de vários voos internacionais

Foto: © Valter Campanato/Agência Brasil

A Azul anunciou nesta segunda-feira (16) uma série de medidas em resposta à evolução do novo coronavírus no Brasil, entre elas a redução de sua capacidade consolidada de 20% a 25% no mês de março, e entre 35% e 50% em abril e meses seguintes, até que a situação se normalize.

A companhia aérea também comunicou que, partir de 16 de março, todos os voos internacionais, exceto os que partem de Campinas (SP), serão suspensos.

“Embora nossa principal prioridade continue sendo a saúde e a segurança de nossos tripulantes e clientes, continuamos focados no ajuste da capacidade de acordo com a variação na demanda e na preservação de nossa posição de caixa durante esse período desafiador”, disse John Rodgerson, CEO da Azul.

A empresa também informou que está implementando medidas para reduzir o custo fixo de suas operações, que representa em torno de 40% do total de custos e despesas operacionais da empresa, entre elas a postergação do pagamento referente à participação nos lucros e resultados de 2019.

A Azul anunciou ainda um programa de licença não remunerada, com 600 pedidos aprovados até o momento, além de redução de salário de 25% dos membros do comitê executivo até a normalização da situação, suspensão de novas contratações e de viagens a trabalho e despesas discricionárias.

A empresa decidiu pelo estacionamento de aviões e a suspensão de entrega de novas aeronaves.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Livia disse:

    Tem q fechar as fronteiras!

VÍDEO: Suspenso na Câmara, deputado federal General Girão(RN) faz pronunciamento

O deputado federal, General Girão(RN), posicionou-se, através das rede sociais, sobre a decisão da suspensão de suas funções na Câmara, atendendo pedido do PSL.

ENTENDA: Rodrigo Maia acata pedido do PSL e suspende mandato de 12 deputados por um ano, entre eles, General Girão (RN); continuam no exercício do mandato, mas perdem funções partidárias

“Essa suspensão dos 12 deputados bolsonaristas, pune, principalmente, os eleitores brasileiros! Nós, deputados, fomos eleitos pela população, somos pagos pela população e devemos trabalhar pela população! Logo, todos os q querem nos impedir de trabalhar, estão contra a população!”, disse em trecho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulistano disse:

    São Paulo agradece a solidariedade do deputado do RN que destinou recursos pra SP. Não sabia que o RN tava rico assim. Aqui é bem vindo, #SPquermaisGiraoRN

  2. Thammy disse:

    O BRASIL AGRADECE ….ESSAS BELDADES NÃO VALEM UM TOSTÃO…..

  3. Antônio disse:

    PARABÉNS RODRIGO, APROVEITA E JOGA NA LATA DO LIXO …..

  4. Nilson Bezerra disse:

    Deputado fraco!! Até que ele me prove ao contrário.

  5. Anti-Político de Estimação disse:

    Esse senhor é aquele que destina emendas parlamentares para o pobre Estado de São Paulo ??? . Ah, tá….

  6. Silva disse:

    Outra bola fora do ditadozinho, Rodrigo Maia.

  7. William disse:

    Foi eleito por um partido, sabe das regras, quer sair do partido e não que perder a mamata.

  8. Luiz Antônio disse:

    O RN não foi prejudicado, pois esse deputado defende os interesses de São Paulo.

Idema diz que suspensão do Programa de Balneabilidade das praias em Natal e região segue recomendação da Controladoria Geral do Estado

Foto: ASCOM/IDEMA

No que concerne ao encerramento do convênio com o IFRN, através da Funcern, para a análise da balneabilidade das praias da Grande Natal, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema segue recomendação da Controladoria Geral do Estado para a não renovação do convênio, encerrado em dezembro de 2019.

Em paralelo à recomendação da Controladoria, o Idema entende que os parâmetros de análise vigentes, estabelecidos pela resolução 274/2000 do Conselho Nacional de Meio Ambiente, não são suficientes, diante do desastre ambiental ocorrido em 2019 de derramamento de óleo nas praias do Nordeste.

O episódio trouxe a necessidade de inclusão de novos parâmetros de análises químicas ao boletim. Assim, dando mais segurança aos frequentadores das praias potiguares. Os parâmetros de análise anteriormente utilizados no convênio levavam em conta, exclusivamente, a presença de coliformes fecais, quando precisa-se também que óleos e graxas sejam incluídos na análise. Vale ressaltar que o último boletim, emitido há 14 dias, no dia 28 de dezembro, apontou que todas as praias do RN estavam próprias para banho.

O Idema já entrou com processo administrativo para fazer a retomada dos estudos de balneabilidade e aguarda os trâmites legais para o retorno da divulgação dos boletins. O novo convênio incluirá todo o Litoral Oriental.