Diversos

Açude de Marcelino Vieira enche após mais de 10 anos da última sangria; veja outros reservatórios pelo RN

As chuvas demoraram, mas chegaram para começar a encher os açudes e trazer alegria para o povo potiguar. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), aponta que o açude do município de Marcelino Vieira atingiu os 100% da sua capacidade e começou a sangrar nesta sexta-feira (07). O reservatório, que possui capacidade para 11.200.125 m³, não sangrava desde julho de 2009.

Além do açude de Marcelino Vieira, outros quatro mananciais monitorados pelo Igarn, já atingiram 100% da sua capacidade e continuam a sangrar. São eles: o açude de Encanto, Riacho da Cruz II, Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, e Santana, também conhecido como Gangorra, localizado em Rafael Fernandes.

A maioria dos reservatórios que receberam grandes recargas estão na bacia do Rio Apodi-Mossoró. O açude Flechas, localizado em José da Penha, que possui capacidade para 8.949.675 m³, já acumula 8.524.875 m³, correspondentes a 95,25% do seu volume total e pode sangrar nas próximas horas. O reservatório sangrou pela última vez, também em abril de 2009 e secou ainda em abril de 2018. Na segunda quinzena de março deste ano, o manancial estava com apenas 4% da sua capacidade.

A barragem de Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do RN, também vem recebendo bom aporte hídrico e já acumula seu melhor volume de águas desde junho de 2015. Atualmente, está com 220.128.340 m³, percentualmente, 36,71% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³.

A barragem Umari, terceiro maior reservatório do Estado, também começou a receber recarga. Acumula 211.533.762 m³, equivalentes a 72,24% da sua capacidade, que é de 292.813.650 m³. Há dois dias, o manancial estava com 199.897.985 m³, percentualmente, 68,27% do seu volume total.

A barragem de Pau dos Ferros, que voltou a abastecer a cidade após o bom período chuvoso do ano passado, também recebeu bom aporte de águas. Acumula 15.151.223 m³, correspondentes a 27,63% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. Na última quarta-feira (05), o reservatório estava com 11.926.538 m³, equivalentes a 21,75% do seu volume total.

O maior reservatório do RN, a Armando Ribeiro Gonçalves segue em processo de ganho de volume e acumula 1.352.491.371 m³, correspondentes a 56,99% da sua capacidade. No meio desta semana, a barragem estava com 1.336.237.997 m³, percentualmente, 56,31% do seu volume total.

O açude Beldroega, localizado em Paraú, teve bom aumento de volume. Acumula 5.309.969 m³, correspondentes a 65,9% da sua capacidade, que é de 8.057.520 m³. Na última quarta-feira, o reservatório estava com 4.398.387 m³, equivalentes a 54,59% da sua capacidade.

O reservatório Jesus Maria José, localizado em Tenente Ananias, acumula 2.576.207 m³, correspondentes a 26,73% da sua capacidade, que é de 9.639.152 m³. Apesar do volume ainda não ser tão alto, dois dias atrás, o manancial estava com 2.075.932 m³, percentualmente, 21,54% do seu volume total.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 14.304.419 m³, percentualmente, 66,83% da sua capacidade, que é de 21.403.850 m³. Na última quarta-feira, o reservatório estava com 13.635.597 m³, correspondentes a 63,71% do seu volume total.

O açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, acumula 7.500.000 m³, correspondentes a 75% da sua capacidade, que é de 10 milhões de metros cúbicos. No relatório anterior, o manancial estava com 7.366.667 m³, equivalentes a 73,67% do seu volume total.

Os mananciais monitorados pelo Igarn, que continuam com menos de 10% da sua capacidade são: Itans, localizado em Caicó, com 4,16%; Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 6,37%; Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,95% da sua capacidade. Os açudes inharé, localizado em Santa Cruz, e Trairi, localizado em Tangará, permanecem secos.

As reservas hídricas superficiais totais do RN atualmente somam 2.089.847.528 m³, percentualmente, 47,7% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Açude em Rafael Fernandes-RN é abençoado com sangria

O açude Santana, também conhecido como Gangorra, localizado no município de Rafael Fernandes(distante 407 km de Natal), sangrou nesta quinta-feira, 06 de maio. O reservatório tem capacidade para 7 milhões de metros cúbicos. O destaque é do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn).

Confira vídeo abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IGARN (@igarnrn)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Adolescente morre afogado no dia do aniversário ao tentar atravessar açude no Seridó

O portal G1-RN noticia que um adolescente de 15 anos morreu afogado no dia do seu aniversário ao tentar atravessar um açude no município de Caicó, na região Seridó potiguar. O caso aconteceu no início da tarde do sábado (17), segundo o Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, o jovem participava de um retiro de uma igreja evangélica no sítio Belém, na zona rural do município. Em um momento de descontração, enquanto estava tomando banho de açude com outros jovens, tentou fazer uma travessia com cerca de 50 metros, quando começou a se afogar. O jovem ainda tentou se apoiar em outro colega, mas não conseguiu.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 13h, fez buscas na região e encontrou o corpo do adolescente a três metros de profundidade.

Com acréscimo do G1-RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Açude transborda em Paraú e agricultores comemoram armazenamento de água

FOTO: ASSECOM

Açude sangrando, é festa na casa do sertanejo. Foi assim que os moradores do sítio Bom Lugar, em Paraú, comemoraram a sangria do açude da comunidade, que chegou até a barragem submersa construída pelo Governo do Estado por meio do projeto Governo Cidadão e Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas). O tesoureiro da associação comunitária, Antônio Evandro da Silva, fez questão de registrar a parede transbordando de água.

“É uma alegria muito grande ver esse açude sangrar e saber que agora a gente vai ter água pro ano inteiro”, comemora. Por meio do investimento de R$ 197 mil feito com recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, foi construída uma barragem subterrânea, que com a sangria do açude poderá armazenar água no subsolo e fomentar o plantio de diversas culturas para subsistência das 30 famílias moradoras do local.

A barragem subterrânea é uma alternativa de captação e armazenamento de água da chuva, visando o cultivo agrícola, capineira, produção de frutíferas e também para assegurar o abastecimento de água para os animais. O solo fica umedecido durante todo o ano, tornando-se apto para o cultivo. Com a sangria do açude próximo, a água adicional também ficará acumulada a jusante da barragem.

Opinião dos leitores

  1. A Sangria de um reservatório é sempre motivo de comemoração para o sertanejo, por mais notícias assim.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Sangria em açude em Encanto, no Oeste do RN, leva alegria ao município

Sangria no açude de Encanto, na região oeste potiguar, leva alegria aos moradores do município distante 412 km de Natal. Muita água com últimas chuvas. Vídeo: Cedido.

Opinião dos leitores

  1. Parabens BG queremos essas noticias boas que muito nos alegra.. Nao consigo mais ver TV so tem coronavirus..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

FOTO: A beleza da sangria do açude na cidade de Angicos

O Zap do BG não para de receber belíssimas imagens das chuvas no interior e das sangrias nos açudes por todo o Rio Grande do Norte. Este aí fica na cidade de Angicos. Que maravilha!

Opinião dos leitores

  1. Tomara que todos os reservatórios sangrem no nosso RN, fartura e alegria para os sertanejos. Obrigado Deus.

  2. Minha cidade querida, onde nasci e fui criado.tomei muito banho e cachaça aí nesse açude.pescava muito pial e Pilates. São José obrigado pelas graças derramadas sobre esse torrão.obrigado Jesus.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

VÍDEO: A impressionante força das águas no Açude de Riacho da Cruz

Leitor registrou e enviou para o Blog do BG imagens da força das águas no Açude de Riacho da Cruz. Segundo relato no vídeo, o volume de água só aumenta. Mais um registro do resultado das chuvas que caíram nos últimos dias no Alto Oeste Potiguar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

VÍDEO: moradores registram vazamento no Açude Japi II em São José do Campestre e pedem ajuda ao DNOCS

Segundo moradores da região, o açude Japi II que estava seco há quase 10 anos. Com as chuvas das duas últimas semanas, ele atingiu metade de sua capacidade. Porém, foi percebido um vazamento que está provocando desperdício de água.

Ainda de acordo com os moradores que fizeram os registros em vídeo e foto, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS foi acionado, esteve no local mas não conseguiu solucionar o problema. A preocupação, principalmente dos habitantes da zona rural, é que a água vinda das chuvas e que abasteceu o açude se perca.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Com o janeiro mais chuvoso desde 2011, metade dos reservatórios toma água no RN

Reservatório transbordando em JucurutuO mês de janeiro foi o mais chuvoso dos últimos cinco anos, segundo levantamento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). E o resultado é que quase metade dos reservatórios potiguares recebeu recarga de água. Só a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, responsável pelo abastecimento de 34 cidades, recebeu 3,5 milhões de metros cúbicos (m³) e subiu 10 cm de lâmina.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn), 21 receberam recargas que variam de 1% a 20% de suas capacidades. O açude Beldroega em Paraú, que iria entrar no volume morto já no próximo mês, teve um aumento no volume de água em 20% (1,6 milhão de m³). Diante do aumento, mesmo que as chuvas cessem, o reservatório ainda terá água até o mês de setembro.

Pequenos reservatórios transbordaram. Em Jucurutu, os açudes das comunidades de Riachão e Boi Selado atingiram seu volume máximo e já estão desaguando em direção à Armando Ribeiro, que está atualmente com 20,40% de sua capacidade (489,5 milhões de m³). O mesmo acontece com o acúmulo de água na obra da barragem de Oiticica, hoje com 3 milhões de m³, que está atingindo um braço do Rio Piranhas e contribuindo para a cheia do maior reservatório do estado.

Alguns reservatórios que entrariam em volume morto até junho deste ano, só chegarão a volume morto em dezembro. Isto significa que receberam recarga para durar mais 6 meses.

ACUMULADO
No acumulado de 2016, onde mais choveu no estado foram Apodi e Olho D’água dos Borges. Nas duas cidades o índice pluviométrico superou a marca dos 300 mm, atingindo respectivamente 304mm e 318mm. Em seguida, Portalegre (268 mm), Riacho da Cruz (238mm) e Caraúbas (236mm). Em São Rafael, onde já foram registrados 234 mm de chuva neste ano, chegou a cair granizo no ultimo final de semana.

“O sistema meteorológico responsável por estas chuvas é o Vórtice Ciclônico de Ar Superior, que deve continuar nos próximos dias provocando chuva no litoral, mas principalmente no interior”, explicou o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot. No período de Carnaval, entretanto, o volume maior de chuvas deve acontecer na faixa litorânea do estado.

Os valores acumulados entre 3 e 10 de janeiro, segundo a precisão da Emparn, devem atingir cerca de 30mm no Agreste e Litoral Sul, 40mm na Região de Mossoró e acima de 60mm nas regiões Central, Seridó, Alto Oeste, Litoral Nordeste e Grande Natal.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *