Adolescente de 15 anos é morto a tiros dentro de casa no Litoral Sul potiguar

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN noticia que um adolescente de 15 anos foi morto a tiros na madrugada desta segunda-feira (7) na comunidade de Piquiri, em Canguaretama, no Litoral Sul potiguar. A suspeita da polícia é de que ele foi assassinado por engano. De acordo com a polícia, ele dormia na casa de uma amiga, quando criminosos armados invadiram o local e atiraram contra ele. A Polícia Militar e a Polícia Civil informaram que a suspeita é de que os autores do crime buscavam outra pessoa que mora na casa. Veja texto completo aqui.

Suspeitos de matar adolescente da Grande Natal são presos no Recife-PE

Foto: Arquivo Pessoal

Uma ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba com a DHPP de Pernambuco prendeu dois suspeitos de matar a adolescente Karolina Oliveira Gomes, de 16 anos, no dia 06 de agosto na cidade de Mamanguape – PB. De acordo com informações preliminares, os homens foram presos sob força de mandados de prisão temporária expedidos pelo poder Judiciário da Comarca de Mamanguape, e estavam escondidos na comunidade de Ibura, no Recife. Na ocasião,  o celular da vítima foi apreendido.

A adolescente desapareceu da cidade de Goianinha no dia 05 a noite depois de sair de casa para ir a uma lan house. O seu corpo foi encontrado com marcas de violência no dia seguinte em uma região de mata.

Sargento aposentado da PM morre ao tentar evitar assalto a uma adolescente na Zona Oeste de Natal

É com pesar que o blog informa um desfecho trágico na manhã desta terça-feira(26), por volta das 6h, durante uma ação criminosa, na Rua Olinda, no bairro de Cidade da Esperança, na Zona Oeste de Natal. De acordo com a Polícia, ao tentar evitar que uma adolescente fosse assaltada por um homem em uma motocicleta, um sargento da Polícia Militar aposentado, de 54 anos, identificado como Genival Quirino de Oliveira Júnior, foi morto pelo marginal.

Segundo a Polícia, o sargento aposentado da PM estava saindo de casa, quando viu a garota sendo abordada pelo bandido no meio da rua. Na ocasião, o aposentado teria gritado com os criminoso, e foi baleado na cabeça, caindo na varanda de casa. Uma ambulância foi chamada, mas o sargento morreu antes de receber atendimento médico.

Após o crime, os bandido fugiu levando o celular da adolescente, que não foi ferida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. carlos disse:

    Se a estudante estivesse armada ou se o PM estivesse armado…

  2. Tiago disse:

    Sentimentos a família do bravo policial, agora a meta é eliminar esses crápulas, fogo neles.

  3. PAULO disse:

    Pqp, lamentável. Minhas condolências à família do policial.

CRIME BRUTAL: Adolescente é morta às vésperas de fazer 15 anos; vítima com perfuração de arma de fogo foi amarrada com arame, enrolada em lençol e jogada às margens de rodovia no RN

Foto: Arquivo pessoal

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(19). Uma adolescente de 14 anos foi encontrada morta na noite dessa segunda-feira (18) às margens da BR-406, no município de João Câmara, na região do Mato Grande. Segundo a Polícia Militar, há relatos de que o corpo foi jogado às margens da rodovia. Ele estava amarrado com arame e enrolado em um lençol. Também foi constatado uma perfuração por arma de fogo na cabeça. Maria Heloize Vale da Silva completaria 15 anos na próxima terça-feira, dia 26. Segundo a mãe da garota, que trabalha como terceirizada na Delegacia de Polícia Civil da cidade, a filha morava na casa do namorado, que não foi encontrado.

Segundo a reportagem, o delegado regional Nivaldo Floripes, disse que o namorado de Maria Heloize é suspeito do crime em razão de um histórico de violência. Porém, existe uma outra linha de investigação, pois há informações de que a garota foi vítima de uma facção criminosa que queria, na verdade, matar o companheiro dela. Como ele não estava em casa, ela acabou sendo assassinada. Familiares da adolescente que foram ao local onde o corpo foi jogado ainda disseram à PM que ela estava sendo ameaçada de morte.

Mais detalhes em texto na íntegra aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo disse:

    Esse homem tinha essa arma desde quando?
    A lei do desarmamento não proíbe que cidadão comum tenha arma?
    Como pode durante o período de segurança total propiciado pela lei do desarmamento alguém ter arma? Absurdo!

  2. joao disse:

    Absurdo. Adolescente que morava regularmente na casa de um homem com historico de violencia, provavel envolvimento com faccao, e a familia sabendo do fato. Nao existe nessa cidade fiscalizacao, policia civil ou juizado que pudesse prevenir algo assim?

Adolescente se apresenta, nega participação em planejamento do massacre de escola de Suzano e é liberado

Reprodução: Globo News

O adolescente de 17 anos, suspeito de ter participado do planejamento do massacre da escola de Suzano (SP), chegou ao Fórum da cidade por volta das 10h50 desta sexta-feira (15) acompanhado da mãe e da polícia por medida de segurança. De acordo com a polícia, ele também é ex-aluno da Escola Estadual Raul Brasil e foi colega de classe de um dos assassinos. O adolescente negou participação no crime e foi liberado ao final do depoimento.

No Fórum, o adolescente foi ouvido pelo promotor da Vara da Infância e Juventude.

A polícia fez buscas na casa do adolescente e apreendeu desenhos e jogos de videogame. A perícia fará uma varredura em sites de compras pela internet para verificar se ele adquiriu pela internet algum objeto relacionado ao ataque. A polícia também vai periciar o material e preparar um relatório, que será entregue à Justiça no fim do dia.

É com base nisso e no depoimento do adolescente que o MP vai preparar uma nova manifestação e encaminhar à juíza, para decidir. Ao final do depoimento, ele foi liberado.

Na tarde desta quinta-feira (14), o delegado-geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, afirmou que tinha pedido à Justiça a apreensão do jovem e aguardava decisão da Vara da Infância e Juventude.

Segundo a polícia, o material relacionado à participação do adolescente já tinha sido recolhido pelos investigadores.

O dono do estacionamento onde os assassinos guardaram o carro alugado para esconder as armas teria informado para a polícia sobre a participação de uma terceira pessoa, segundo o delegado.

“Ainda não confirmamos a informação, estamos submetendo a fotografia do adolescente ao responsável pelo estacionamento para confirmar. Temos outros dados que fazem crer que esse indivíduo participou pelo menos da fase de planejamento.”

Os assassinos Guilherme T. Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, mataram sete pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, na quarta-feira (13). Um deles baleou e matou o próprio tio, em uma loja de automóveis.

A investigação aponta que, depois do ataque na escola, um dos assassinos matou o comparsa e, em seguida, se suicidou. A polícia diz que os dois tinham um “pacto”, segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

Motivação

De acordo com Fontes, a investigação aponta que os autores do massacre esperavam reconhecimento : “Esse foi o principal objetivo, não tinha outro”, diz delegado Ruy Ferraz Fontes.

“Não se sentiam reconhecidos, queriam demonstrar que podiam agir como [o massacre em] Columbine, nos Estados Unidos, com crueldade e com um caráter trágico, para que fossem mais reconhecidos do que eles eram”, afirmou.

Tal informação foi relatada à polícia por testemunhas próximas de um dos assassinos . “Pessoas que estavam próximas dele e obtiveram essa informação diretamente dele”.

Para o delegado, a questão do bullying é pouco representativa, pois foi citada em apenas uma parte da investigação. A polícia trabalha com a questão do reconhecimento e vingança na motivação da morte do tio.

“Na realidade, ele estava se sentido não reconhecido pelo tio, apesar de o tio ter contratado ele para trabalhar na empresa, mas ter que demitir posteriormente, porque ele estava praticando pequenos furtos”, explicou o delegado Fontes.

Segundo a polícia, a investigação indica que eles não pretendiam fazer ataques em outras escolas. “Todo material colhido não demonstra que eles fariam ou tentariam fazer outros ataques em outras escolas”, afirmou.

Com informações do G1

 

Adolescente é executado por homens encapuzados dentro de casa na Grande Natal

Um jovem de 16 anos foi morto a tiros dentro de casa na noite dessa terça-feira (11), por volta das 19h40, no município de Monte Alegre,na região metropolitana de Natal. De acordo com a Polícia, cerca de quatro pessoas encapuzadas chegaram ao local e executaram o jovem.

Segundo a Polícia, os bandidos fugiram com destino ignorado logo após a execução do adolescente. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Suspeito de assalto, adolescente de 15 anos é baleado em Parnamirim

Um adolescente de 15 anos foi baleado durante uma tentativa de assalto em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com informações da Polícia Militar, o adolescente, acompanhado de outro suspeito tinham acabado de abordar um grupo de pessoas em frente a uma escola, quando um homem em uma moto se aproximou deles, atirou e fugiu em seguida.

Ainda segundo a PM, o adolescente foi atingido por dois tiros. Ele foi socorrido por uma equipe do Samu e levado para o Hospital Deoclécio Marques. O outro suspeito também foi atingido. As vítimas do assalto tiveram seus pertences recuperados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Viva ao motoqueiro fantasma. Precisamos de heróis assim!

  2. Carlos disse:

    quanto ao motociclista: PARABÉNS ?
    Quanto aos MARGINAIS: MORRAM.
    Sabe porque? Ontem minha esposa foi vítima de assalto aqui em Nova Parnamirim.

  3. paulo disse:

    BG
    Esses caras da moto preta não estão fazendo o serviço completo precisam treinar mais.

  4. ventura disse:

    Precisamos de mais heróis anonimos como esse, para alegria do povo e desespero dos militantes de direitos humanos.

Jovem é apreendido pela terceira vez assaltando; dessa vez em universidade

bandidoPoliciais militares prenderam há pouco um adolescente que estava assaltando o centro de ensino Facex armado com um revólver calibre 38. Mas o impressionante é que ele já foi pego pela terceira vez praticando o mesmo ato infracional.

A informação foi confirmada pelo major Correia Lima. “A arma que estava com o ‘de menor’ protegido pelo ECA . Terceira vez que foi pego assaltando”, escreveu no Twitter.

ECA a que se refere o oficial é o Estatuto da Criança e do Adolescente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manorl disse:

    Manda esse verme pra sede dos direitos dos bandidos. Eles adoram essa geração.

  2. Florencio Melo disse:

    Tem que passar o serol só assim essas crianças sai do meio de nos.

  3. Rodrigo disse:

    Nunca vão se recuperar. Bandido é bandido. Nesses casos, só a uma solução. É a que as autoridades calças frouxas não querem fazer. Em quanto isso vão aterrorizando e matando pessoas do bem.

  4. Chico disse:

    Dá vontade de arrancar os brincos dessa coisa e enfiar…

  5. sandra disse:

    Está bom de a policia ir entregar ele na casa da Senhora Maria do Rosário. Defensora ferrenho de bandidos e marginais. Mas faz sentido, são todos iguais a ela.

  6. Potyguar disse:

    REFORMA NO CÓDIGO PENAL JÁ !!!!!!!!!!!!!

  7. Neto disse:

    Já pode pedir música no fantástico

  8. FRASQUEIRINO disse:

    E por isso que no Brasil o crime compensa.

  9. Fábio disse:

    A bandidagem comanda o País, literalmente.

  10. Verys disse:

    Deveria quem manda soltar levá-lo pra sua casa e tratar como um filho que o coitadinho tá precisando.

    • Manorl disse:

      Ou seja, para a casa de algum auxílio-moradia. Poderia usar essa verba para tentar educá-lo.

  11. Val Lima disse:

    Só vai parar qdo encontrar o "motoqueiro fantasma"….

  12. Luciana Morais Gama disse:

    Menor que é pego armado com revólver ou arma branca deveria ser tratado como adulto. ECA só para menores que andam de acordo com a lei.

  13. Márcio Macedo disse:

    Absurdo, a polícia prende mais é de menor vai ser solto novamente.

TJRN: Adolescente que assaltou ônibus é mantido em internação

 O juiz convocado pelo TJRN, Paulo Maia, manteve sentença inicial da 3ª Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Natal, imposta a um adolescente, reincidente em prática de atos infracionais. A defesa argumentou que a medida de privação de Liberdade seria “severa” e que caberiam medidas em meio aberto. No entanto, o julgamento não deu provimento a esta apelação.

Para a decisão, o juiz destacou que o adolescente já se envolveu em outros atos infracionais, com outra medida sócio educativa, a qual não alcançou o resultado desejado, já que outros atos equivalentes a crimes foram, novamente, praticados. Um deles contribuiu para o aumento no registro de assaltos em ônibus da capital e da Grande Natal.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários do RN (Sintro). do início de janeiro até o dia 30 de julho foram registrados 491 assaltos a ônibus somente na capital, uma média de 80 assaltos por mês. Na região Metropolitana, sem contar Natal, a média é de 25 assaltos por mês.

O depoimento do representante da vítima do assalto, igualmente, corrobora com a identificação da materialidade e da autoria do ato infracional, já que o motorista de ônibus da Guanabara é enfático ao dizer não ter dúvidas de que o jovem M. S. S. da S. era um dos executores do assalto.

No entanto, a defesa do adolescente argumentou, dentre vários pontos, que a sentença, mantida no TJRN, traz apenas citações genéricas, sem que sejam descritas as provas e que não se encontraria, nem mesmo, o que levou o Magistrado a concluir pela materialidade e autoria do ato infracional. Ressaltou ainda que o ECA determina como excepcionalidade a medida da internação e da semiliberdade.

Decisão

O juiz Paulo Maia, contudo, destacou que a fundamentação concisa ou sucinta, não se confunde com ausência de fundamentação, sobretudo porque, a teor do artigo 131 do Código de Processo Civil, por força do artigo 152 do ECA, “o juiz apreciará livremente a prova, atendendo aos fatos e circunstâncias constantes dos autos, ainda que não alegados pelas partes; mas deverá indicar, na sentença, os motivos que Ihe formaram o convencimento”.

As decisões em primeiro e segundo graus, registraram que o próprio adolescente confessou que praticou o ato infracional.

“Pela simples confissão do adolescente constatamos o perfil frio, violento e voltado para o crime. Pela análise dos seus antecedentes constatamos que é reincidente na prática de atos infracionais, devendo, portanto, ser lhe aplicada medida sócio educativa correspondente ao ato, a fim de tornar-se um cidadão de bem para a sociedade”.

Apelação Cível N° 2014.002936-4
TJRN

Adolescente corta pênis de homem que tentava estupro pela segunda vez

2013-595524628-INDIA-WOMEN-PARLIAMENT-LAW-FILES_20130310Foto: SAJJAD HUSSAIN / AFP

Entre os casos recentes de estupro na Índia, um teve um final diferente. Uma adolescente indiana cortou o pênis de um homem que tentava a estuprar pela segunda vez. O homem, tio da menina, está foragido e é procurado pelos detetives do caso, que elogiaram a coragem da moça. A polícia de Madhepura, no distrito de Bihar, informou que a jovem, que tem 17 ou 18 anos, havia sido abusada pelo agressor no mês passado. De acordo com a imprensa indiana, a menina teria sido levada pelos pais para participar um ritual tântrico, a fim de ser curada pelo tio de uma doença.

Depois do ocorrido, a menina foi até o conselho local para relatar o fato, porém sem sucesso. Então, a jovem se dirigiu à delegacia para mulheres, de Alam Nagar, localizada a 360 quilômetros a leste da capital regional, Patna. O oficial Ak Singh, superintendente da delegacia, informou ao jornal britânico “The Independent” que o homem abusou do fato de ser membro da família e ter uma relação de confiança com a sobrinha.

— O incidente ocorreu há 20 dias. Inicialmente, a menina foi ao conselho local. Mas como isso foi inútil, ela foi trazida a mim — disse Singh.

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de a jovem ser incriminada, o delegado respondeu:

— Por que nós deveríamos incriminá-la? Nós deveríamos aplaudir o seu ato de bravura e coragem.

ABUSOS FRENQUENTES NA ÍNDIA

Quase todos os dias, a mídia indiana noticia casos chocantes de abusos sexuais que acontecem por todo o país. A quantidade de crimes como esse aumentou desde o estupro coletivo e assassinato de uma estudante em dezembro de 2012, em Nova Délhi. Outros, no entanto, alertam que o que aumentou foi a denúncia depois da repercussão do caso.

A jovem havia embarcado em um ônibus, depois de irem ao cinema. Ela foi estuprada e jogada do veículo. O crime motivou protestos e debates pelo país sobre a condição e tratamento dado às mulheres indianas. O governo então aprovou uma série de penas mais duras para os condenados por estupro.

O Globo

Adolescente é executado enquanto conversava com amigos em uma calçada em Areia Branca; alvo seria outro

Um adolescente de 17 anos identificado como Mateus de Oliveira Augusto foi executado por volta das 21h30 dessa terça-feira (3), no meio da rua, na cidade de Areia Branca. De acordo com informações preliminares, o jovem estava conversando com um grupo de amigos na calçada de um comércio na Rua Fortaleza, no bairro Nordeste, quando foi surpreendido por uma dupla e morto com tiros na região das costas. Os acusados procuravam um  “desafeto” a ser identificado.

Segundo a Polícia Militar local, o adolescente teve seu nome envolvido em uma tentativa de homicídio, mas não há comprovação de sua participação. Os policiais acreditam que os acusados procuravam alguém que estava com a vítima na hora do crime. O detalhe é que com a aproximação dos atiradores, todos correram, mas Mateus, infelizmente, não teve tempo.

Após o crime, os assassinos fugiram com destino ignorado. Uma viatura de Rádio Patrulha da Polícia Militar da cidade isolou o local para os procedimentos da Delegacia de plantão e da equipe do Instituto Técnico-Cientifico de Polícia – Itep. O corpo do adolescente foi removido para ser necropsiado na sede da Unidade Regional do órgão, em Mossoró.

Com acréscimo de informações de O Câmera

Adolescente suspeito de vários crimes em Caíco é apreendido em Operação da PM; outros dois são presos

Policiais militares de Caicó cumpriram nas primeiras horas da manhã desta terça-feira(06), um mandado de busca e apreensão contra um adolescente de 17 anos, que segundo o serviço reservado de investigação do 6º BPM, vinha coordenando ações criminosas de assalto e homicídios na região de Caicó. Com ele foram apreendidas armas, joias e muitos perfumes. Na casa onde ele foi encontrado no Bairro Paulo VI, dois suspeitos também estavam no local e foram identificados como Eduardo Batista “Dudu”, de 33 anos, residente na Rua Augusto Monteiro, Centro e Joélio de Oliveira Wanderley, de 21 anos, residente na Rua Manoel Fernandes Jorge, no Bairro Paulo VI.

IMG-20140506-WA0000Foto: Cedida

As armas apreendidas foram, uma pistola prateada de calibre 9mm e um revólver de calibre 38. Ainda foram encontradas muitas munições, perfumes e cremes da Natura, anéis e pulseiras de ouro, relógios, maconha e crack, além de uma moto Titan KS de cor azul e placa MZL3560/RN. De acordo com o Tenente Amorim, que comandou a ação policial, denúncias chegadas ao comando da PM em Caicó, deram conta do paradeiro do adolescente.

Já o Major Walmery Costa, que comanda o 6º BPM em Caicó, disse que denúncias chegadas ao serviços de investigação apontam para o adolescente como sendo o responsável pela maioria dos crimes praticados em Caicó e cidades vizinhas.

“Nós recebemos informações, agora precisa apurar isso, e a Polícia Civil é quem deve fazê-lo, de que esse menor estava por trás de diversos crimes como assaltos a residências, homicídios entre outros. Ele é extremamente complicado, já dá trabalho a Polícia faz um bom tempo”, disse.

Com informações do blogueiro e radialista Sidney Silva

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel disse:

    Impressionante a onda de criminalidade que impera no interior. Interior, que era sinônimo de cidade pacata e tranquilidade perde cada vez mais o seu título de lugar seguro e tranquilo. A falta de políticas públicas na área da educação e segurança refletem diretamente nesse crescimento monstruoso. Comerciantes e trabalhadores viraram reféns desses marginais que estão por ai, soltos ! e quem está do nosso lado ? Deus, apenas Deus. Infelizmente só podemos contar com a proteção divina, pois se depender desses sanguessugas que estão no poder vamos continuar reféns.

Suspeito de matar Polícial Civil em Natal é um adolescente; Sinpol emite nota de pesar

Um adolescente com cerca de 17 anos teria sido o autor dos disparos que matou o policial civil Ilfran André Tavares de Araújo, de 51 anos, na noite desse domingo(27), durante um assalto a uma padaria na zona leste de Natal.

Segundo uma fonte do Blog, a confirmação da autoria do crime, inclusive, já teria sido confirmada por amigos e familiares do suposto menor, após a divulgação do vídeo.

O APC Ilfran André Tavares de Araújo era lotado na Delegacia Especializada em Acidades de Veículos (DEAV).

Nota pesar SINPOL-RN

É com muita tristeza que toda Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública se pronuncia sobre a morte do agente Ilfran André Tavares de Araújo, de 51 anos. O policial civil, assim como centenas de cidadãos do Rio Grande do Norte, perdeu para a violência que só cresce em todo o Estado, principalmente, pela falta de investimento na Segurança Pública.

O Rio Grande do Norte vive um momento de sucateamento de duas importantes instituições, que são a Polícia Civil e o ITEP. Isso gera efeito direto sobre a impunidade e a violência. Sem efetivo, estrutura de trabalho e materiais básicos, os crimes não são investigados e, consequentemente, o número de homicídios está crescendo.

Infelizmente, o cidadão potiguar, seja policial ou não, está entregue a própria sorte.  Qualquer um que saí de casa está sujeito a se deparar com marginais assassinos. O policial Ilfran André, na tentativa de defender sua irmã desses criminosos, acabou sendo baleado na cabeça e não resistiu.

Além dessa realidade de impunidade e aumento da violência, o SINPOL-RN denuncia que os homicídios registrados no período da noite não estão sendo investigados de imediato. Isso porque a maioria dos crimes acontece nesse horário e são apenas duas equipes de plantão para toda a Natal e região metropolitana. Além disso, o ITEP está funcionando sem médico legista no plantão noturno, durante vários dias no mês, o que prejudica perícias e liberação de cadáveres, bem como exames em pessoas vivas, como em casos de estupros.

Ou seja, vivemos um momento de guerra e nós, que fazemos a segurança pública, estamos desarmados. O resultado é que toda a sociedade está perdendo essa guerra.

A Diretoria do SINPOL-RN lamenta profundamente a morte do policial Ilfran, que era um agente engajado nas lutas da categoria. Estamos à disposição e nos solidarizamos com toda a família do nosso companheiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Nogueira disse:

    Os que trabalham, os honestos, os que sabem o que é ser cidadão não podem deixar de ler e de se identificar com este artigo. Leitura que desnuda o processo de criminalização da Polícia por parte de pseudo formadores de opinião que na verdade apenas passam por crise de abstinência pela dificuldade em adquirir o que tanto fingem condenar.
    http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/04/27/traficantes-assistiram-ao-esquenta-comendo-pipoca/

  2. Anônimo disse:

    Até quando isso cara? Até quando? Por que um país rico desses não joga logo uma bomba atômica no Brasil e acaba com a nossa agonia?

  3. Souza disse:

    Quando é que este "menor" completa 18 anos????????????????????

  4. Santos disse:

    Adolescente? Já sei o final… Direitos Humanos e Justiça exigindo a imediata liberação do pobre adolescente… Perdeu a família pela morte do ente querido e a sociedade que ficará a mercê da próxima vítima das crianças que não sabem o que fazem… VIVA O PAÍS DA COPA!!!! VIVA A CLAUSULA PÉTREA DO PT!!!

  5. Sergio Nogueira disse:

    Pela teoria da utilidade social esse daí não serve pra nada. O que se faz com alguma coisa que não serve para nada?

  6. Jefferson disse:

    Adolescente, mais um. Ou será um dos mesmos que vivem delinqüindo?

Adolescente desaparecido na Grande Natal reaparece

1795764_433495090114244_568963666_nThalisson Diogo Augusto Silveira, de 14 anos, morador do bairro Bela Vista, em Parnamirim, havia desaparecido nessa segunda-feira (10), por volta das 11h, quando disse que ia pra escola e deixou uma carta aos pais, dizendo que “iria fazer o que sempre quis”. Informações dão conta que o garoto saiu de casa com a bicicleta e os documentos. Felizmente, o Blog recebeu a informação do seu encontro, saudável, no fim da manhã desta terça-feira(11). Familiares não deram detalhes do motivo do sumiço.

Atualizado às 15h

Menina de 16 anos sobrevive a queda livre de 900 m após falha de paraquedas

 Uma adolescente americana do Texas que celebrava seu aniversário de 16 anos realizando o sonho de pular de paraquedas escapou por pouco da morte ao despencar cerca de 900 metros depois de problemas com seu equipamento.

Makenzie Wethington, de 16 anos, foi hospitalizada após o acidente, neste final de semana, com sangramento interno, rompimento do fígado e fraturas em bacia, vértebras lombares, ombro e várias costelas, além de outros ferimentos.

Wethington tinha ido para Oklahoma fazer o salto por ser nova demais para fazê-lo no Texas, disse sua irmã Megan Wethington ao canal de TV Fox News em Dallas.

“No Texas você precisa ter 18 anos. Você precisa saltar quatro vez com alguém antes de saltar sozinha. Em Oklahoma você só precisa ter 16 anos.”

Wethington está tendo uma recuperação “milagrosa” e deve sair da unidade de tratamento intensivo nesta semana.

“Eu não sei os detalhes do acidente, porque não estava lá. Mas se ela realmente caiu de uma altura de mil metros, eu não sei como ela sobreviveu”, disse Jeffrey Bender, cirurgião responsável pelo caso, em uma coletiva de imprensa.

“Mesmo os enfermeiros e médicos que escutam a história, se perguntam ‘Como? Como é que ela ainda está aqui?'”, disse sua irmã.

A queda

Depois de completar uma aula de treinamento de seis horas exigida pela Pegasus Air Sports Center, em Oklahoma, Makenzie Wethington e seu pai embarcaram em um pequeno avião.

O pai da adolescente saltou primeiro e pousou em segurança. Ele, então, viu sua filha saltar.

“Eu queria ter ido depois dela, caso algo acontecesse. Mas isso não foi possível por causa do peso do avião e das pessoas, então eu tive que ir primeiro e ela seria a última”, Joe Wethington disse à NBC em Dallas.

Depois de ser acionado, dois segundos depois do salto, seu paraquedas saiu da mochila, mas não abriu. Ela girou no ar e caiu em um campo com grama.

“Foi um horror assistir a essa cena, não importa quem fosse, mas eu definitivamente não queria que fosse a minha menina”, disse Wethington.

O proprietário do Pegasus Air Sports Center, Robert Swainson, disse que não estava claro se a queda foi causada pela adolescente ou se pela maneira como o paraquedas foi preparado para o salto.

Ele disse que o paraquedas do adolescente abriu corretamente, mas ela começou a rodopiar quando o paraquedas saiu sem se abrir.

Wethington recebeu instruções sobre como lidar com esses problemas durante a sessão de treinamento. Ela também recebeu instruções por meio de um microfone de rádio em seu capacete, mas não seguiu os procedimentos corretos, disse ele.

Swainson acrescentou que ele não conseguiria ajudar a jovem uma vez ficou claro que ela estava com problemas.

“O máximo que eu podia fazer era gritar”, disse ele.

UOL

Adolescente se suicida depois que seus pais a proíbem de acessar o Facebook

adolescente-se-suicida-depois-que-seus-pais-a-proibem-de-acessar-o-facebookUma adolescente se matou após seus pais a proibirem de acessar sua página no Facebook. Ela escreveu uma nota antes de cometer o ato dizendo que não poderia viver sem a rede social.

Aishwarya Dahiwal, de 17 anos, foi encontrada enforcada em seu quarto após uma discussão com os pais sobre o tempo excessivo que passa na rede social e nas conversas no celular. O caso ocorreu na quarta-feira (1), na cidade de Parbhani, na Índia.

Em uma nota de suicídio, ela argumentou culpando os pais e suas restrições por tomar a atitude. “O Facebook é tão ruim? Eu não posso ficar em casa com as restrições e não posso viver sem o Facebook”, escreveu.

Techmestre e R7