Geral

Grupos de jipeiros celebram fomento à economia após Lei proposta por Ezequiel

Foto: João Gilberto

Um grupo de jipeiros integrantes de entidades representativas do movimento se reuniu nesta segunda-feira (02) com o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). No encontro, além de agradecer pela Lei de autoria do parlamentar recentemente aprovada pela Casa e sancionada pelo Executivo – que regulamenta as atividades do setor -, celebraram o fomento à economia gerado com a iniciativa.

“Esta foi uma ação a favor do nosso Estado, que beneficia todo um segmento que utiliza as trilhas e as belezas naturais do nosso litoral, seja para lazer ou com objetivo turístico. Esta Lei traz entendimento e união para que o RN possa explorar da melhor forma possível os passeios em veículos 4×4 com a perspectiva de criar uma nova atração para o turismo potiguar”, disse Ezequiel.

O deputado destacou ainda que a Lei, pioneira no país, ganhou repercussão nacional. Representantes dos Legislativos da Paraíba, Ceará e Espírito Santo já entraram em contato com a Assembleia potiguar para buscar informações sobre a pauta com o objetivo de fazer o mesmo em seus Estados.

A Lei estabelece diretrizes sobre a regulamentação do off-road, reconhecendo a atividade como esporte de aventura e radical de importante valor cultural e turístico para o RN. Segundo a nova legislação, o off-road é a atividade que pode ser realizada em locais não pavimentados e de difícil acesso, fora de estradas e rodovias, por intermédio de utilização de veículos adaptáveis ao solo e terreno, incluindo-se veículos 4×4, buggys, motocicletas, quadriciclos, UTV (veículo utilitário multitarefas), ATV (veículo todo-o-terreno) e equipamentos congêneres.

Ainda de acordo com a Lei, a topografia privilegiada de dunas, serras, relevos e demais recursos naturais do RN, propícia para a prática de off-road e outros esportes de aventura e radical, deverão ser objeto de promoção e divulgação, como forma de atrair o turismo dessas atividades e o desenvolvimento econômico da região.

No encontro com o presidente da Assembleia, os jipeiros enfatizaram os ganhos obtidos com a legislação, também para o setor econômico, e demonstraram preocupação com a regulamentação que deve ser feita nas próximas semanas. “Essa foi uma importante iniciativa, que vai gerar ICMS e ISS para o poder público, além de fortalecer nosso turismo”, disse Dinarte Paiva Júnior, presidente do Brutos 4×4.

Também presente na reunião, o vereador de Natal, Aldo Clemente (PDT), que articulou o encontro, ressaltou a necessidade de ampliar o debate para que a regulamentação da atividade, que será feita pelo Governo do Estado, beneficie toda a categoria e, consequentemente, a sociedade potiguar. “Esse é o momento para que se estabeleçam inclusive regras rígidas, duras, com quem por um acaso não respeite a Lei, mas que se permita também a participação democrática daqueles que usam seus veículos para passeios com a família, atividades esportivas ou culturais”, disse.

Também participaram da reunião o presidente do Litoral Jeep Clube, Euclimar Lins Renobato, integrante do Off-road para todos RN, Flávio de Souza Almeida, presidente do Comando 4×4 RN, e Eugênio Pacelli de Souza, presidente do Jeep Clube, Sirleide Leandro da Silva, do Mulheres no Comando, e Waldivanilson Beny do Santos, do Esquadrão Off Road. Pela Assembleia, estiveram presentes o diretor geral da Presidência, Fernando Rezende, e o chefe do gabinete parlamentar do presidente do Legislativo, Fernando Maia.

 

Opinião dos leitores

  1. 👏🏻👏🏻parabéns aos deputados do RN e principalmente ao Ezequiel. Que sigamos aqui em SC mesmo caminho com responsabilidade e coerência .

  2. Ótimo, mas se não obtever um entendimento urgente com a PRF de nada vale a essa lei, pois nossos carros não podem sair de nossas garagens , por que estão um pouco mais elevado ou por que tem um pneu um pouco maior , pois a PRF está todo dia multado e rebocando para seus pátios os 4×4 legítimos off road, precisa de urgência de uma reunião para alinhar esse problema .

    1. Que absurdo Enquanto motos fazem rachas nas BRs colocando a vida das pessoas em risco e não vejo ações da PRF , ficam pegando no pé de quem não incomoda e não põe em risco a vida de ninguém ( qdo jipeiros responsáveis ) Só turismo e lazer .

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Agência de Fomento do RN emite nota sobre concessão de crédito

NOTA

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte S.A, Instituição Financeira de Desenvolvimento regida pelo Banco Central do Brasil, tem seus normativos definidos pela autarquia federal que veda a concessão de financiamentos para pessoas físicas ou jurídicas com anotações restritivas.

No entanto, a AGN-RN tem flexibilizado normativos internos, ampliado setores atendidos, aberto canais alternativos de atendimento e democratizado o acesso ao crédito para garantir que os financiamentos possam ser concedidos a mais pessoas e de maneira mais ágil, resultando na concessão de mais de R$ 30,6 milhões e alcançando um total de 6.234 empreendedores em um ano de pandemia.

Diante das medidas, destacam-se:

• A AGN alcançou, em 2020, o maior volume de recursos financiados da história com um total de R$ 28,4 milhões investidos para apoiar empreendedores de todas as regiões do estado.

• Desempenho em 2020 supera em 59% o resultado obtido em 2019, até então o mais expressivo do programa, quando um total de R$ 17,9 milhões havia sido financiado junto aos empreendedores potiguares.

• Foram ampliados prazos de carências e limites de financiamento, criadas novas linhas, além da diversificação das ferramentas de atendimento ao empreendedor.

• Reforço na atuação em parceria com Sebrae, Câmaras de Dirigentes Lojistas, Prefeituras e Associações pelo estado, além de passar a atuar ao lado da Fundação José Augusto, Semjidh, Sethas, Sedraf para ampliar o atendimento a empreendedores e negócios de setores como Cultura, Empreendedorismo Jovem, Economia Solidária e Agricultura Familiar.

• Destaque entre as instituições financeiras do país com desempenho quase três vezes maior do que a média nacional, em termos proporcionais, entre pedidos de financiamentos e liberações realizadas, segundo levantamento realizado pelo Sebrae em parceria com FGV.

Por fim, reconhecemos o papel anticíclico da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte S.A no contexto da pandemia e reiteramos o nosso compromisso em auxiliar empreendedores do estado e contribuir para o desenvolvimento econômico, social e humano em solo potiguar.

Agência de Fomento do Rio Grande do Norte S.A.

Opinião dos leitores

  1. Essa conversa de crédito emergencial é balela, o crédito é o mesmo de antes, a burocracia se brincar é que aumentou com medo dos bichados.

  2. Cada instituição financeira define seus normativos de concessão. acredito eu, que se a governadora, através de uma lei, pode flexibilizar a concessão de crédito para quem possui restrição cadastral. Que os Deputados se posicionem Em favor de uma lei de flexibilização de concessão para pessoas com restrição cadastral.

  3. Em suma: a AGN só empresta dinheiro pra empresas que tem boa saúde financeira. Pra quem tá quebrado, que se vire em outra freguesia.

  4. falou, falou. más continua sem resolver o problema de quem está urgentemente precisando de recursos para não entrar em falência.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Agência de Fomento do RN suspende atendimentos presenciais após colaboradores testarem positivo para covid

A Agência de Fomento do RN (AGN-RN) informa a suspensão do atendimento presencial na sede até a próxima sexta-feira (11) em razão da confirmação de casos de Covid-19 entre colaboradores. As atividades retornam no próximo dia 14 de dezembro.

Os profissionais que testaram positivo e aqueles que tiveram contato com as pessoas infectadas foram afastadas. Neste intervalo, será realizada nova sanitização no prédio. As atividades fora da sede seguem conforme agendado.

O atendimento remoto continua normalmente das 8h às 16h pelo 99607-1360 para Microcrédito ou pelo [email protected] Para atendimentos à Agricultura Familiar, ProCultura e Fungetur, o contato pode ser feito pelo 99136-1897 ou 99640-0700 e também pelo [email protected]

Reiteramos a importância da prevenção para que, juntos, possamos superar essa crise sanitária pela qual passa o Rio Grande do Norte e o mundo.

Agência de Fomento do RN – AGN-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Professor da UFRN é nomeado embaixador de instituição alemã de fomento à pesquisa

Foto: Reprodução/site UFRN

O professor Leonardo Martins, do Departamento de Direito Público (DPU), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da UFRN, foi nomeado no último dia 30, cientista embaixador da Alexander von Humboldt Foundation (AvH), no Brasil, com mandato de três anos, até abril de 2023.

Com a nomeação, o professor passa a ser um dos principais elos de ligação entre a instituição e o Brasil. Será responsável, entre outras ações, pela formação de redes de cooperação entre organizações intermediárias/instituições de financiamento científico no Brasil e a AvH e outros parceiros na Alemanha, representação da instituição em eventos no país, além de promover eventos em parceria com instituições de ensino superior e institutos de pesquisa nacionais e outros parceiros alemães.

Para o professor Leonardo Martins, a nomeação é importante para a UFRN e, principalmente, para o fortalecimento dos núcleos e centros de pesquisa científicas do RN e do Brasil em geral. “Muito além da honra pessoal de representar a Fundação tenho uma missão muito clara. Em síntese, trata-se de fazer chegar ao conhecimento dos potenciais bolsistas e premiados da Fundação (futuros líderes e membros da elite científica mundial) as muitas possibilidades de fomento e, ao mesmo tempo, motivá-los a compor um projeto de excelência com reais chances de obter êxito nos rigorosos processos seletivos. Para se ter uma ideia, vários premiados com o Nobel foram bolsistas da AvH”, destaca.

As parcerias são essenciais, como destaca o professor Leonardo Martins: “Vamos buscar apoio das autoridades acadêmicas da UFRN, da UFERSA e demais Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado, dos colegas docentes, pós-graduandos de todos nossos programas, bem como das autoridades políticas para mobilizar os talentosos e vocacionados cientistas, jovens ou não, da nossa região”.

Além de embaixador, professor Leonardo Martins também foi convidado a compor a diretoria do Clube Humboldt do Brasil, função que desempenhará concomitantemente à de cientista embaixador nos dois primeiros anos de seu mandato. O clube reúne cerca de 230 universitários e cientistas brasileiros beneficiários dos programas de fomento à pesquisa da AvH.

Fundação AvH

A Alexander von Humboldt (AvH)  é a principal instituição pública alemã de fomento de pesquisadores e cientistas de todas as áreas do conhecimento. A Fundação fomenta projetos de pesquisas científicas de cidadãos alemães em todo o mundo e de não alemães nas instituições universitárias e científicas alemãs. Em geral, suas bolsas de pesquisa pressupõem o título acadêmico de doutor. Portanto, previstas para projetos de pós-doutorado em diante.

Recentemente, porém, a AvH criou um programa voltado para jovens acadêmicos provenientes especificamente do Brasil, da China, dos EUA, da Índia e da Rússia que devem ter alguma experiência comprovada de liderança em seus respectivos países nos âmbitos da política, economia, imprensa, Administração Pública, sociedade ou cultura, e um projeto muito promissor a ser executado em instituições alemãs. A seleção é baseada exclusivamente no mérito e na excelência acadêmico-científicos do(a) candidato(a) e de seu projeto.

Outras informações sobre a AvH podem ser consultadas no site.

UFRN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

João Maia nega irregularidades enquanto esteve na Agência de Fomento

O deputado federal João Maia, alvo de acusações de prática de irregularidades quando esteve a frente do Conselho Administrativo da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), emitiu uma nota na tarde desta sexta-feira (20) negando qualquer tipo de ilícito.

As acusações começaram exatamente quando ele começa a ganhar força junto ao governo Rosalba Ciarlini, com direito a indicação no primeiro escalão. Acusação política? Culpado? Isso, o blog nunca vai fazer julgamento. Quem faz justiça é o Judiciário.

Confira a nota na íntegra

Nota de Esclarecimento sobre Inquérito 3324/11 e Matéria Veiculada na Imprensa.

De 17 de junho de 2004 a 8 de março de 2006, fui Presidente do Conselho de Administração da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), agência administrada por uma Diretoria composta de três executivos e supervisionada por um Conselho de Administração composto de 5 membros.

A AGN encontrava-se então com patrimônio líquido negativo. Foi proposto por seus técnicos e Diretores, que a AGN realizasse investimento em dois programas distintos, o PROFISE e o REFISE. O primeiro tinha como objetivo favorecer os servidores do Estado, fazendo credito consignado com taxas de juros melhores do que aquelas então vigentes no mercado. O segundo visava comprar a dívida de servidores em situação crítica, os refinanciando também com taxas mais favoráveis.

Do ponto de vista social, o programa teve impacto extremamente positivo para os servidores do Estado do Rio Grande do Norte. Do ponto de vista econômico, contribuiu para a recuperação financeira da AGN.

Com relação ao inquérito que está em andamento, e que parte da imprensa tem divulgado, quero ressaltar que:

(1) em nenhum momento foi dito ou alegado em qualquer instância que tivesse havido quaisquer desvios de recursos ou benefícios pessoais com essa política, devendo-se o inquérito única e exclusivamente a uma norma técnica do Conselho Monetário Nacional que, segundo o Banco Central do Brasil, proibiria a AGN de realizar tais investimentos (e cujo teor desconhecia à época em que votei de forma favorável a estes); e

(2) não foi apresentada qualquer acusação a mim direcionada, tendo o MPF requerido a oitiva de todos os membros do Conselho de Administração da AGN à época, seus então Diretores e a ex-governadora Wilma de Faria.

Com a autorização do STF, dei exatamente os esclarecimentos que estou dando a quem interessar possa através dessa nota. E, reafirmando que não conhecendo tal norma técnica, me pareceu correto votar em favor do interesse dos servidores públicos do Estado do Rio Grande do Norte e da economia local.

João Maia – Deputado Federal e ex-presidente do Conselho de Administração da AGN

Ps: A quem interessar conferir o despacho do STF (que transcreve o requerimento do MPF, basta acessar www.stf.jus.br, inserir 3324 em “Acompanhamento de Processos”, selecionar o Inq 3324 e clicar em Despacho)

Deputado Federal João Maia

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *