Diversos

Em nota, Sesap diz que acusação do ex-vice-governador Fábio Dantas é ‘distorcida da realidade’

A Secretaria de Estado de Saúde Pública esclarece que a acusação de Fábio Dantas publicada em suas redes sociais nesta quinta-feira (18) e replicada por sites e blogs é distorcida da realidade.

A consulta pública pode ser feita em todos os estados brasileiros e todos os saldos são fixos, portanto é fundamental que existe um aprofundamento na informação repassada para alcançar o histórico dos valores. O Rio Grande do Norte tem um saldo, porém as dívidas deixadas pela gestão passada supera o saldo.

O vídeo publicado com o “passo a passo” para consulta dos recursos destinados ao Rio Grande do Norte em contas do Governo do Estado no Fundo Nacional de Saúde (FNS) e a acusação de que o governo não está utilizando o dinheiro para abrir leitos e combater a pandemia podem ser esclarecidos diante das seguintes informações:

O Fundo Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte recebeu no exercício de 2020, um total de Trezentos e Dezoito Milhões e Setecentos e Cinco Mil Reais (R$318.705.000,00) para o enfrentamento do COVID-19.

Desses R$318,7milhões, R$296,5 milhões são recursos Federais transferidos pelo Ministério da Saúde e Ministério da Economia (Programa Federativo de Enfrentamento à Covid-19), R$15,5 milhões são recursos do orçamento Estadual e R$6,7milhões são Doações efetuadas pelo Ministério Público do Trabalho, Tribunais Regionais Federais, Pessoas Físicas e jurídicas.

DESPESA

Desse montante, foram empenhados R$275,5 milhões de Reais, sendo, R$254,8 milhões com recursos federais (transferidos pela Ministério da Saúde) e Ministério da Economia (Programa Federativo de Enfrentamento à Covid-19), R$15,5milhões com recursos do orçamento Estadual e R$5,2milhões com recursos de doações.

Os contratos foram:

34,4milhões de Reais com contratos de Locação e Operacionalização de Leitos de UTI, sendo 10,5 milhões com contrato para gestão de 30 leitos de UTI a serem instalados no Hospital Colônia Doutor João Machado (20 leitos) e Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho (10 leitos), por 06 meses, com o Instituto Jurídico Para Efetivação da Cidadania e Saúde -AVANTE SOCIAL;

10 milhões com contrato de 20 leitos de UTI e 20 de enfermaria por 180 dias com a Liga Norte Rio Grandensse;

8,2 milhões com a contratação emergencial para incremento de leitos de UTI no município de Mossoró através da Associação de Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró –APAMIM

2,7 milhões com contrato de locação de equipamentos médicos e fornecimento de acessórios e insumos para implantar 10 (dez) leitos de UTI com fornecimento de serviços de RH (Enfermeiros e técnicos de enfermagem)para o Hospital Cel. Pedro Germano com a empresa MA Engenharia Clínica e Hospitalar;

1,6 milhão com contrato para gestão de sete leitos de UTI adulto e 10 leitos de retaguarda de enfermaria, por 06 meses, com o Natal Hospital Center S/A (Hospital Rio Grande);

1,4 milhões com contratação de nove leitos de UTI adultos e 10 (dez) leitos de retaguarda de enfermaria clínica para pacientes com suspeita de COVID e 10 leitos de Retaguarda de Enfermaria Clínica, por 06 meses, com a CLÍNICA ORTOPÉDICA E TRAUMATOLÓGICA LTDA –HOSP MEMORIAL SÃO FRANCISCO;

73,2 milhões de reais com Material Médico Hospitalar e Laboratorial, Medicamentos e Material de Limpeza e outros

Insumos

52,3 milhões de reais com contratação de pessoal temporário e outras despesas com pessoal da área da saúde;

29,1milhões de reais com EPI (Equipamentos de Proteção Individual);

22,6milhões de reais com mão de obra médica terceirizada (cooperativas e Pessoas jurídicas);

18,8 milhões de reais com aquisição de equipamentos hospitalares e laboratoriais

17,9milhões de reais com contratos de serviços de manutenção de equipamentos Hospitalares e Outros Serviços;

16,2milhões de reais com Transferências à Fundos Municipais de Saúde do RN;

9 milhões de auxilio financeiro aos hospitais filantrópicos Liga Norte Rio Grandense e Liga Mossoroense de Estudo e Combate ao Câncer em forma de auxílio financeiro(portarias do Ministério da saúde);

1,6 milhão com contratos com clínicas de diálise;

412 mil reais para prestação de serviço de 06(seis) transporte sanitário em ambulâncias com equipe de profissionais, materiais de proteção individual e equipamentos para oferecer suporte avançado de vida (SAV) e garantir a transferência dos usuários com sintomas graves da infecção humana causada pelo novo Coronavírus de 06/07/2020 a 31/12/2020.

372 mil reais com mão de obra terceirizada.

Opinião dos leitores

  1. Esse não foi vice do q atrasou 4 meses? Não foi esse q falou q o estado iria quebrar se não demitisse servidores? Só quer aparecer.

  2. fatão trancaruas eu só quero saber de uma coisa: O SALDO DA CONTA É REAL SIM OU NÃO simples assim sem "arrudeio" .

  3. Ô povo morrendo e o governo cheio da grana.
    Bate record de arrecadação todos os meses.
    Deveria no mínimo prestar contas a população.
    Mas nada de prestação de contas.
    Só agora depois que o sr Fábio Dantas desmascarou é que solta uma nota dessas querendo tapar o sol com uma peneira.
    Não dá!!
    Tá lá pra toodo mundo vê.
    O resto é mimimi de quem não presta contas a população.
    Essa semana o secretário de finanças soltou uma perola.
    Disse que não aumentaram a pauta dos combustíveis.
    Mentiu!!!!!!!
    Aumentaram sim.
    Governo além de incompetente, mentiroso.

  4. A Governadora Fátima Bezerra, está utilizando uma ferramenta Maquiavélica com o povo de RN: os bolsos cheios de dinheiro enviado pelo Govermo Federal, prefere divulgar que "os hospitais (com poucos leitos) estão superlotados", ao invés de criar mais leitos através de hospitais de campanha" , com a conivência de determinados órgãos da imprensa.

    1. Robinsom é Fábio Dantas deveria se candidatar a governanto e vice governanto da casa de Silvio Santos talvez eles ganharem com o apoio do filho e da nora de robinsom mas tem um porém não pode desviar e nem atrasar o salário dos funcionários da casa de Silvio kkkkkk

  5. Desmascarou a petralhada, os verdadeiros genocidas do RN. Dinheiro em caixa e os pacientes de covid morrendo a espera de leitos. É o que digo: esquerdalha é o pior que existe na face da terra.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz absolve ex-presidente Michel Temer e mais cinco em acusação de corrupção no setor dos portos

Foto: André Coelho / Agência O Globo

O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, absolveu o ex-presidente Michel Temer (MDB) e outras cinco pessoas da acusação de corrupção no setor dos portos, apresentada no fim de 2018 pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Após o emedebista deixar a Presidência, o caso passou a tramitar na primeira instância, e agora teve uma sentença de absolvição sumária.

Também foram absolvidos o ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures (MDB), o coronel João Baptista Lima, que era apontado como operador financeiro do ex-presidente, e os empresários Antonio Celso Grecco, Carlos Alberto Costa e Ricardo Mesquita.

A PGR acusava Temer de receber propina em troca da publicação de um decreto portuário, quando exerceu a Presidência, que beneficiou empresas do setor, por meio da prorrogação de contratos de concessão. Em sua sentença, o juiz apontou que a denúncia não trazia provas do pagamento de propina ao ex-presidente.

“O extenso arrazoado apresentado à guisa de acusação, contudo, não indica qual a vantagem recebida pelo agente público nem, tampouco, qual a promessa de vantagem que lhe foi dirigida. Dedica-se, ao invés, a empreender narrativa aludindo a um suposto relacionamento entre Michel Miguel Elias Temer Lulia, Antonio Celso Grecco e Ricardo Conrado Mesquita que teria perdurado por duas décadas. Durante esse período, presumivelmente, teriam sido pagas ‘vantagens indevidas’, tudo isso com vistas à prática de um ato de ofício, a saber, o Decreto nº 9.048/2017, cognominado ‘Decreto dos Portos'”, escreveu o juiz.

A sentença aponta que não faria sentido associar o decreto ao pagamentos de propina anteriores a Temer ter assumido a Presidência.

“A par de serem inverossímeis, os fatos indicados na denúncia não se fizeram acompanhar de elementos mínimos que os confirmassem. Não se apontou quais seriam as vantagens indevidas recebidas ou prometidas; não se indicou como teria se dado esse ajuste entre os Denunciados; não se apontou uma única razão pela qual terceiros iriam despender valores em favor de agente público por um período indefinido de tempo, ausente qualquer indicação de que teria atribuição para a prática do ato de ofício almejado. Essas informações são essenciais a qualquer denúncia que verse sobre o suposto cometimento do crime de corrupção passiva qualificada”, escreveu.

O mesmo juiz já havia absolvido Temer na acusação de que teria dado o aval ao empresário Joesley Batista para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB), baseada em uma gravação feita por Joesley de uma conversa com o então presidente. O diálogo ficou conhecido pela frase proferida pelo emedebista na ocasião: “Tem que manter isso, viu”. O juiz considerou, neste caso, que a gravação não comprovava que Temer praticou um crime.

Em nota, o advogado Fábio Tofic Simantob, que defende Celso Grecco e Ricardo Mesquita, afirmou que a sentença “recoloca os fatos e a Justiça nos seus devidos lugares”. “A decisão reconhece que a denúncia apresentava fatos aleatórios e nenhuma prova de crime cometido pelos empresários, como vínhamos apontando”, disse o advogado.

Os advogados Maurício Silva Leite, Alexandre Sinigallia e Paola Forzenigo, que defendem João Baptista Lima e Carlos Alberto Costa, afirmaram em nota que “as infundadas acusações apresentadas pelo Ministério Público trouxeram inúmeros problemas aos acusados, os quais tiveram suas vidas pessoais e profissionais devastadas. A decisão de absolvição sumária põe fim às descabidas acusações e faz justiça”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. É preciso mais provas do que o vídeo do Loures com uma mala de dinheiro endereçada ao Temer? Que justiça de merda é essa?

  2. BRASIL! PAÍS DA SACANAGEM, Da CORRUPÇÃO . Da PUTARIA. Vai ser ÓTIMO ter que devolver o dinheiro que os LADRÕES roubaram . Só falta acontecer isso. Devolver e indenizar todos . Já estamos todos lascados , aí vai acabar de VEZ MESMO. Essa PORRA não tem mais Jeito ..

  3. Esse País só teria jeito se fosse redescoberto, o roubo aqui é fácil, só se prende os que não tem como comprar a liberdade, a sociedade está carcomida pelas traças do executivo, legislativo, judiciário e poderosos. Quem resolve afrontar essa realidade corre o risco de ser preso, abrir a boca, Deus nos livre.

    1. Bolsonaro é o Presidente mais honesto que o País já teve. Não rouba e nem deixa roubar. Tem gente que prefere vigarista, cachaceiro, mijado, ladrão, mentiroso…

  4. Nos últimos dias os corruptos estão com tudo, vencendo todos os processos, sendo soltos, tendo provas anuladas, processos anulados… E ainda tem gente que acredita que o MINTOmaníaco acabou com a corrupção… Ela está mais impune que antes!

  5. Estou muito curioso para ver quem vai se revoltar com esta notícia.
    Quero ver quantas manifestações contra a corrupção e pelo fechamento do TRF vai acontecer.
    Afinal, é mesmo contra a CORRUPÇÃO que lutamos, não é mesmo?
    Com a palavra os Patriotas, Revoltados On Line, Militares, Silas Malafaia, etc,, que não suportam a CORRUPÇÃO… Dos outros.

    1. E mesmo viu. Corrupção só é aceita se vier dos políticos amados por esses patetas.
      Cada povo tem o governo e os governantes que merece.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Caso Zaira Cruz: PM acusado de estuprar e matar universitária no carnaval de Caicó em 2019 será julgado pelo Tribunal do Júri

Foto: Reprodução/Mossoró Hoje

O policial militar Pedro Inácio Araújo de Maria, acusado de estuprar e matar a estudante universitária Zaira Dantas Silveira Cruz, 22, durante o Carnaval em Caicó no ano de 2019, será julgado pelo Tribunal do Júri da comarca. A decisão é do juiz Luiz Cândido Villaça, da 3ª Vara de Caicó, que pronunciou o acusado pela suposta prática dos crimes de homicídio e de estupro. Pedro Inácio será julgado pela prática, em tese, de homicídio triplamente qualificado, com uso de asfixia, para assegurar a ocultação de outro delito e feminicídio. O magistrado também manteve a prisão preventiva do réu.

Em sua sentença de pronúncia, o juiz ressalta que os elementos apresentados não representam, absolutamente, qualquer valoração do Juízo quanto à culpabilidade ou inocência do acusado, mas apenas a mera descrição dos meios de prova contidos no conjunto probatório que denotam a existência de indícios suficientes de autoria para fins da decisão de pronúncia, inerente ao cumprimento do dever constitucional e legal de motivação das decisões judiciais.

Sobre a acusação de estupro, o juiz Luiz Cândido Villaça considerou ser incontroverso o fato de que houve relação sexual entre acusado e vítima no interior do veículo de Pedro Inácio e que existem nos autos elementos indicativos de que a prática sexual pode ter sido realizada mediante emprego de violência. “Em que pesem os argumentos ventilados pela defesa do acusado, notadamente as explicações apresentadas para as equimoses e marca encontradas no cadáver e os demais argumentos utilizados para embasar a tese de que a relação sexual fora consentida (roupas da vítima alinhadas, inexistência de marcas no acusado, ausência de danos no interior do veículo, inexperiência dos peritos oficiais etc), com base nos quais sustenta que a relação sexual havida entre as partes fora consensual, é de se entender que o sobredito arrazoado não se afigura suficiente para rejeitar, de plano, a tese acusatória, uma vez que as dúvidas quanto ao emprego ou não de violência durante a relação sexual são intransponíveis nesta etapa procedimental”.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

E SE FOSSE O CONTRÁRIO? FOTOS E VÍDEO: Web vê assédio de Karol Conká ao colega de reality, Arcrebiano, no Big Brother Brasil 21

Fotos: Reprodução/Globoplay

Repercute nas redes sociais o assédio da cantora Karol Conká ao companheiro de Big Brother Brasil,  Arcrebiano, em festa do reality que rolou entre a noite dessa quarta-feira(03) e a madrugada desta quinta-feira(04). VÍDEO no fim do post.

O portal UOL narrou um pouco da abordagem da cantora, e repercutiu ainda em outra matéria a polêmica sobre acusação de assédio. Devido à insistência da cantora durante a noite, muitos internautas apontaram assédio em seu comportamento. No Twitter, os termos “ASSÉDIO” e “NÃO É NÃO” entraram para os assuntos mais comentados na rede social durante a madrugada. A cantora Marília Mendonça corroborou para a discussão.

“Só eu que tô vendo essa situação de uma forma muito séria ou vocês também? O cara tinha dado 200 nãos antes que eu fosse dormir (olha que dormi cedo)”, escreveu Marília, ao ver que o o casal ficou junto ao fim da noite.

Fotos: Reprodução

Mais da festa rodeada de insistência

Depois de deixar claro seu interesse por Arcrebiano, Karol Conká estava ansiosa para a primeira festa do líder, que via como a oportunidade perfeita para o primeiro beijo entre ela e seu “crush”.

Em um primeiro momento, Bil se esquivou de todas as investidas de Karol. O goiano alegou que gostaria de entender o jogo primeiro. “Eu não cheguei em você ainda por causa disso, Karol. A gente tá na mesma vibe, mas eu preciso entender mais o jogo”, confessou o brother. “Eu não ia achar bom você sair e eu ficar aqui sozinho”.

“Mas aí é o jogo”, retrucou Karol.

Mesmo após várias recusas de Arcrebiano, Karol se mostrou determinada. A sister, então, chamou-o e disse que mentiu para os demais participantes da casa dizendo que o beijo entre os dois já havia acontecido. O modelo riu.

“Você mentiu?”, questionou Bil, tentando entender o motivo. “Eu não gosto disso, é muito adolescente”, avisou Karol. Em seguida, a cantora sugeriu que ambos procurassem um lugar mais reservado da festa para ficarem à vontade.

O selinho

Por diversas vezes, Karol insistiu em beijar Arcrebiano, que desviava o rosto. Por causa disso, os espectadores chegaram a interpretar o comportamento da rapper como assédio. Bil, no entanto, acabou cedendo e aceitou dar um selinho na rapper. Os outros competidores comemoraram acontecimento entre o casal.

Depois de algumas horas, já no final da festa, o beijo entre os dois finalmente aconteceu.

Mas a troca de saliva não foi o suficiente para a sister. Quando Bil perguntou para a rapper onde ela iria dormir, Karol corrigiu: “onde nós vamos dormir”. Karol, mais uma vez, foi bastante persuasiva para o brother dormir com ela e, mesmo quando ele se esquivou para escovar os dentes, a sister o seguiu. Assim, os dois acabaram dividindo uma cama de casal cedida por amigas de Karol no quarto colorido.

Antes de encerrar a noite, porém, quando os dois se deitaram, foi possível notar um movimento de braços que partiam tanto de Karol como de Arcrebiano. Apesar de sutil, os fãs perceberam e a comoção foi grande nas redes sociais.

Do Blog

Esse comunicador então pergunta: E se fosse o contrário? Como estaria a lacração dos chamados politicamente corretos?

Com acréscimo de informações do UOL

Opinião dos leitores

  1. Se eu escondesse meu nome através de um apelido ridículo, certamente que sim! Não assisto "a rede lobo", muito antes de saber que Bolsonaro sequer era candidato!

  2. Essa coitada é o cão chupando manga de feia e fraca!!!
    A FDP de mau gosto é melhor bater uma…

  3. Essa senhorita Karol conka é esteticamente pouco atraente e além disso é uma garota de má-língua,se ela não fosse bem sucedida financeiramente,nenhum rapaz iria se interessar por ela.

  4. É inacreditável que essa porcaria de programa ainda perdure por 21 anos! Só no Brasil mesmo! Se é veiculado, é porque assistem! É isso exatamente que essa emissorazinha quer! Que assistam! Falem mal mas falem de mim! Vão acumulando audiência, dos idiotas que ainda perdem tempo, energia e sono, com programas baixos e sem o mínimo de cultura, dessa natureza!

    1. Graças a Deus nunca assisti um lico desses. Só porcaria apresentado e idiotas que assistem.

  5. A moça foi avisada pela produção que estava se queimando aqui fora e mudou a conduta, deixou de humilhar um dos rapazes lá de dentro e agora quer ganhar a simpatia do público formando casalzinho… Parece que a produção já está escolheu os lacradores preferidos pra proteger… Se fosse um fará assediando ela , a produção já teria expulsado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

CNMP, através do corregedor Rinaldo Reis, arquiva representação de senadores contra Aras sob acusação de omissões na pandemia

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O corregedor nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis Lima, determinou o arquivamento de uma representação disciplinar movida por senadores contra o procurador-geral da República, Augusto Aras, acusando-o de omissões na investigação de atos do presidente Jair Bolsonaro referentes à pandemia da Covid-19. A decisão, proferida no último dia 29 pela Corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), abriu uma nova frente de conflito contra Aras dentro da Procuradoria-Geral da República (PGR).

No pedido inicial, os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Fabiano Contarato (Rede-ES) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) solicitavam que o caso fosse enviado para análise do subprocurador-geral da República José Bonifácio Borges de Andrada, na condição de vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público Federal. Bonifácio rompeu com Aras e é considerado internamente seu adversário. Por isso, nos bastidores havia uma expectativa de que ele desse prosseguimento ao caso e determinasse abertura de investigação contra Aras.

Mas o processo acabou sendo enviado para o CNMP, que já tem entendimento consolidado pela impossibilidade de investigar infrações disciplinares do procurador-geral da República. Por isso, nesta quarta-feira, após tomarem conhecimento do arquivamento, os senadores enviaram um ofício ao subprocurador José Bonifácio pedindo que ele tome providências a respeito do assunto e afirmando que houve usurpação da competência do Conselho Superior.

Os senadores haviam protocolado a representação no dia 22 de janeiro na Ouvidoria do Ministério Público Federal, que faz o encaminhamento de todos os pedidos. A Ouvidoria mandou o processo para o vice-procurador-geral da República Humberto Jacques de Medeiros, que é aliado de Aras.

Após analisar o caso, Humberto Jacques proferiu um despacho determinando que a infração disciplinar fosse analisada não pelo Conselho Superior do MPF, mas pelo CNMP, considerado o órgão máximo correcional do Ministério Público –no qual já há jurisprudência de que os atos do procurador-geral da República não são passíveis de infrações disciplinares.

No seu despacho, proferido no último dia 26, Jaques arquivou a reclamação disciplinar por entender que não caberia à PGR analisar o assunto. Argumentou que o Conselho Superior atuaria apenas em acusações de crime comum atribuídos a Aras, o que não era o caso, e que a infração disciplinar seria de responsabilidade da análise do CNMP e, por isso, enviou o processo para a corregedoria do órgão.

É comum, em representações protocoladas na Ouvidoria do MPF, a PGR fazer um juízo de valor e enviá-las para um órgão diferente. Integrantes do Conselho Superior do MPF, entretanto, avaliam que Humberto Jacques deveria ter enviado o caso ao Conselho Superior, a quem caberia decidir sobre eventual envio para outros órgãos. Em seu despacho, Jacques entendeu que tinha atribuições legais para tomar essa decisão e encaminhou o caso ao CNMP.

O membro auxiliar da Corregedoria do CNMP, Manoel Veridiano, propôs o arquivamento da reclamação disciplinar. O parecer foi acolhido pelo corregedor nacional Rinaldo Reis Lima. Veridiano, que é promotor de Justiça, escreveu que os atos do procurador-geral da República não estão sujeitos a punições disciplinares, cabendo apenas um julgamento político por parte do Senado –esse entendimento jurídico já é consolidado. Também apontou que não detectou crimes comuns por parte de Aras em sua conduta em relação à pandemia, citando que o procurador-geral da República abriu inquérito contra o ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

“Como bem exposto nas informações da Egrégia Procuradoria-Geral da República, observa-se que vem exercendo suas atribuições constitucionais na persecução penal de crimes de sua competência e no combate à pandemia, a exemplo de inúmeras Notícias de Fato instauradas; de requisição do Inquérito nº 4.831 em face do Excelentíssimo Presidente da República; de requisição do Inquérito nº 4.827 em face do então Excelentíssimo Ministro da Educação; de requisição de inquérito destinada a apurar a conduta do Excelentíssimo Ministro de Estado da Saúde durante a pandemia, dentre outros”, escreveu Veridiano.

Na representação, movida em 22 de janeiro, os senadores sugerem a existência de infração disciplinar em nota divulgada pela PGR na qual Aras dizia que “o estado de calamidade é a antessala do estado de defesa” e que caberia ao Legislativo investigar irregularidades das autoridades públicas na condução das políticas de combate à Covid-19, que foi alvo de duras críticas. Os senadores apontavam que Aras abria mão das suas atribuições funcionais “ao pretender indevidamente transferir a pretensão de responsabilização dos agentes políticas de cúpula ao Poder Legislativo”.

Procurado, o CNMP afirmou que não se manifestaria porque o caso corre sob sigilo. A assessoria de Aras foi procurada, mas ainda não se manifestou.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

CASO GERSON – FLAMENGO: Bahia informa que perícias em língua estrangeira não comprovam injúria racial, e diz que vai reintegrar Ramírez por ‘inexistência de provas’

Foto: Jorge Rodrigues / AGIF

Nesta véspera de Natal, o Bahia divulgou uma ‘carta à sociedade’ onde informa que o atleta Índio Ramírez será reintegrado ao elenco após o afastamento devido às acusações de injúria racial por parte de Gerson, do Flamengo. A decisão do Tricolor foi motivada por ‘inexistência de provas e possíveis’, mesmo entendendo que a palavra do jogador rubro-negro é revelante.

“Os laudos das perícias em língua estrangeira contratadas pelo Bahia não comprovam a injúria racial e o clube entende que, mesmo dando relevância à narrativa da vítima, não deve manter o afastamento do atleta Índio Ramírez ante a inexistência de provas e possíveis diferenças de comunicação entre interlocutores de idiomas diferentes. O papel do Bahia é de formação e transformação, sempre preservando os direitos fundamentais e a ampla defesa. O atleta deverá ser reincorporado ao elenco tão logo os profissionais da comissão técnica e psicólogos entendam adequado”.

Na carta, o Bahia também enfatizou que continuará atento aos desdobramentos do caso e anunciou que incluirá cláusula antirracista, xenofóbica e homofóbica no contrato dos atletas. Confira abaixo o que o Tricolor baiano chamou de ‘conjunto imediato de medidas estruturais’.

Confira a carta do Bahia na íntegra:

“PARTE 1 – O RACISMO E A SOCIEDADE

O racismo faz nosso país sangrar. Pela morte, pela dor, pelas portas fechadas, pela discriminação no mercado de trabalho, pela violência diária de todas as formas. O racismo entra pela fresta das casas, está nas ruas, nos supermercados, nas empresas e também no futebol. Segue impregnado por todos os lados. Combater o racismo é dever de todos: das organizações, dos governos e sobretudo das pessoas que historicamente se beneficiaram de uma estrutura social e econômica sustentada na branquitude e no racismo. O racismo é um fenômeno concreto e opera para além das estatísticas de expectativa de vida, acesso à saúde e garantias dos direitos fundamentais e dignidade humana. O racismo é persistente, gritante, barulhento e, por muitas vezes, silenciosamente cruel.

PARTE 2 – O BAHIA NO DEBATE RACIAL

Há três anos, através do Núcleo de Ações Afirmativas, o Bahia se tornou referência internacional na luta antirracista. As campanhas educativas do clube viraram tema de vestibular em universidades e de redação em escolas. Além das campanhas, o Bahia foi o primeiro time de futebol no mundo a lançar um programa de imersão para debater os aspectos estruturais do racismo. O “Dedo na Ferida” capacitou 484 pessoas em 15 organizações de 3 capitais brasileiras. Funcionários, diretores, conselheiros, torcidas organizadas, profissionais de imprensa, além de empresas de fora do esporte, participaram gratuitamente. Antes disso, homenageou personalidades negras do passado e do presente em suas camisas. Na divisão de base, o Bahia possui amplo programa de desenvolvimento humano tendo o combate ao racismo como tema principal. Há apenas 33 dias, abriu programa de trainee exclusivo para pessoas autodeclaradas pretas, ao todo com 305 candidatos, em outra inovação no futebol.

PARTE 3 – ACONTECEU COM O BAHIA? QUAL O SENTIDO DISSO?

O episódio do último domingo (20), com toda a sua repercussão e simbologia, nos revela que o combate ao racismo deve ser ainda mais aprofundado no nosso clube e no Brasil. O Bahia é um reflexo de uma sociedade que carrega o racismo em suas estruturas. A questão racial não pode servir de pano de fundo para uma disputa entre clubes e torcidas rivais. O racismo não veste uma só camisa. A postura antirracista deve ser constante e não apenas quando convém ao time que torcemos. No caso do Bahia, embora já venha perseguindo a luta antirracista, seria ingênuo acreditar que estaríamos imunizados a um fenômeno tão complexo e particularmente enraizado na sociedade brasileira. Ninguém está! Ser antirracista no Bahia não é apenas uma opção da presente gestão, mas uma obrigação institucional.

PARTE 4 – O QUE FAZER?

Os laudos das perícias em língua estrangeira contratadas pelo Bahia não comprovam a injúria racial e o clube entende que, mesmo dando relevância à narrativa da vítima, não deve manter o afastamento do atleta Indio Ramírez ante a inexistência de provas e possíveis diferenças de comunicação entre interlocutores de idiomas diferentes. O papel do Bahia é de formação e transformação, sempre preservando os direitos fundamentais e a ampla defesa. O atleta deverá ser reincorporado ao elenco tão logo os profissionais da comissão técnica e psicólogos entendam adequado.

O Futebol é reflexo de uma sociedade que, quando não nega o racismo, adere a um populismo punitivista que finge resolver o problema apenas punindo o agressor. Atos de discriminação racial não são “casos isolados”.

Portanto, por entender seu papel de entidade de interesse público, o Bahia se compromete publicamente a adotar um conjunto imediato de medidas estruturais:

1. Inclusão de cláusula anti-racista, xenofóbica e homofóbica no contrato dos atletas.

2. Proposta de criação de protocolo antidiscriminatório para jogos de futebol no Brasil.

3. Implantação do projeto “Dedo na Ferida” para o elenco na pré-temporada. Não haverá jogador ou jogadora que vista a camisa do Bahia sem que tenha antes a oportunidade de obter acesso a uma imersão sobre racismo estrutural.

4. Encaminhamento junto à mesa do Conselho Deliberativo do clube para incorporação de cotas raciais nas próximas eleições.

5. Inclusão de espaço no Museu do Bahia dedicado ao combate e debate do racismo, xenofobia, sexismo e LGBTfobia e demais formas de intolerância.

6. Apoio ao projeto de lei que Cria o Dia Nacional Da Luta Contra o Racismo no Futebol

Adicionalmente, o Bahia seguirá acompanhando os desdobramentos que ocorrerem fora das instâncias do clube, seja na Polícia Civil ou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Além de negros, somos nordestinos e conhecemos bem o poder do preconceito e da exclusão pela xenofobia. Diante disso e das provas constituídas, caberá ao atleta Ramírez decidir pela denúncia ou não quanto ao tema – e ao Bahia apoiar a decisão.

Desde o domingo à noite o Bahia procurou uma rede de apoio formada por lideranças ligadas a movimentos sociais de enfrentamento ao racismo como o Observatório de Discriminação Racial e instituições como a Defensoria Pública e o Ministério Público do Estado, com quem está construindo um Termo de compromisso antirracista. Entendemos que nesse momento é necessário incorporar o compromisso com a implantação real e perene da agenda antirracista. Desta forma, respaldo institucional e a experiência de tais atores deste processo consolida e qualifica as nossas decisões.

Muitas das ações propostas neste documento, dentre outras, estarão sendo instrumentalizadas, nos próximos dias em convênios, parcerias e termos de compromissos com a agenda de enfrentamento ao racismo. As decisões e propostas durante esse processo tiveram a colaboração dos voluntários do nosso Núcleo de Ações Afirmativas, professores e ativistas atuantes no debate racial nas universidades e nos movimentos sociais.

O Bahia segue como um clube atento ao seu papel de transformação e bem-estar social. O futebol não é um fim em si mesmo. É um agente que deve promover união, preservação do patrimônio cultural, lutas por igualdade e diversidade dentro e fora das quatro linhas.

Esporte Clube Bahia.”.

Esporte Interativo

 

Opinião dos leitores

  1. Se comprovar que o Ramires não falou o que Gerson diz, não é nenhuma novidade, este clube é imbatível em casos criminosos e irregulares, tem o caso dos garotos que morreram queimados, até hoje não entraram em um acordo razoável para indenizar as famílias, mas pagar 1,6 milhões para o Gabigol por mês pode, tem o caso da portuguesa que levou dinheiro do Flamengo em 2014 para escalar heverton na última partida para perder pontos favorecendo o Flamengo permanecer na série A.
    Tem casos de aliciamento de jogadores, um exemplo é o do William Arão que saiu do Botafogo , hoje já está notificado pela justiça para pagar 7 milhões.
    Enquanto houver um Marinho na globolixo este time mesmo com todos esses casos criminosos, continuará nas cabeças.
    Isso é o Flamengo, não existe igual.

  2. Tem que processar esse atleta mentiroso que inventou essa celeuma na vida do jogador do Bahia. Isso é um perigo em se tratando de atletas profissionais que trabalham para ganhar o seu sustento.
    Mas a bandidagem de Gerson tem que ser apurada e ele deveria ser suspenso por mentir para toda uma nação.
    Cabra safado.

  3. Amigo desculpe, mais o que uma coisa tem a ver com a outra? Crimes distintos, culpas distintas, bem como penas. Caso houvesse havido crime do jogador índio, que ao que parece, nao restou caracterizado, absolviçao e ponto. O crime do CT do Flamengo está sendo respondido, caso haja culpa ou dolo, rogar que os culpados sejam punidos. Um crime não anula o outro.

  4. Engraçado essa atitude do flamengo em penalizar um atleta por causa de discussão besta de futebol , enquanto isto, as crianças que o clube matou da pior forma que existe tiveram sua indenização negada covardemente. É muita hipocrisia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: ‘Em nenhum momento fui racista com ele’, afirma Índio Ramírez, do Bahia, após acusação de Gerson, do Fla; veja mais detalhes de versão

O meia colombiano Juan Pablo Ramírez, mais conhecido como Índio Ramírez, se pronunciou nesta segunda-feira após a acusação de racismo por parte de Gerson, do Flamengo. O jogador do Bahia nega que tenha cometido o crime. O atleta rubro-negro afirma que Ramírez disse “Cala a boca, negro”, durante a partida disputada entre as duas equipes, no último domingo, no Maracanã.

– Em nenhum momento fui racista com nenhum dos jogadores, nem com Gerson, nem com nenhuma outra pessoa. Acontece que quando fizemos o segundo gol botamos a bola no meio do campo para retomar o jogo rapidamente, e o Bruno Henrique finge. Eu arranco correndo e digo ao Bruno que “Jogue rápido, por favor”, “Vamos, irmão, jogar sério”. Aí ele joga a bola para trás e o Gerson, não sei o que me fala, me disse algo, mas eu não compreendo muito o português. Não compreendi o que me disse e falei “Joga rápido, irmão” – relatou Ramírez.

O jogador colombiano deu mais detalhes sobre sua versão. O vídeo com as declarações de Ramírez foi publicado nas redes sociais do Bahia a pedido do próprio atleta.

– Aí passo por ele e sigo a bola. Não sei o que ele entendeu. Ele jogou a bola e passou a me perseguir sem que eu entendesse o que se passava. Dei a volta por trás porque não queria entrar em briga com ninguém e depois ele sai falando que o tratei com “cale a boca, negro”, falando português quando eu realmente não falo português. Estou há apenas alguns meses no Brasil e sobre isso de ser racista não estou de acordo, porque isso não é bem visto em nenhuma parte do mundo e sabemos que no mundo todos somos iguais e em nenhum momento falei isso e menos ainda usei essa palavra – afirmou.

Gerson prestará depoimento nesta terça-feira, às 10h, na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), no Centro do Rio de Janeiro, a respeito do ocorrido. O jogador assinou nesta segunda-feira a intimação para prestar depoimento. O departamento jurídico do Flamengo acompanha de perto o caso e assessora o atleta. O inquérito policial já foi aberto para apurar o caso envolvendo o meia.

A delegada Marcia Noeli, da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, informou que Juan Ramírez, jogador do Tricolor Baiano, o técnico Mano Menezes e o árbitro Flavio Rodrigues de Souza, que apitou a vitória por 4 a 3 entre Flamengo e Bahia, serão intimados a dar depoimento presencial. Ramírez, por sua vez, já foi afastado no Bahia.

Com Lance e UOL

Opinião dos leitores

  1. Jogo bola desde sempre, e esses xingamentos fazem parte do esporte…. chamam de viado, cabeçudo, nego (que nas peladas nem xingamento é, é só uma forma de chamar a pessoa), branquelo, cara de buceta e por aí vai…

    E esse jogador aí se doendo e levando a frente um xingamento dito num jogo de futebol, aqui em Natal a gente diria a ele: É o fresco é?

  2. concordo que o racismo existe sim, mais por muitas vezes é cometido pela própria pessoa, que se acha diferente das outras, pela "COR, CRENÇA, SEXUALIDADE".

  3. Futebol é jogo disputado e de contato físico. Adrenalina alta e não mim venha com esse mi mi mi

  4. Ofendeu sim.
    Racismo é crime, tem que ser combatido na raiz.
    Brasil, um país de hipócritas, racistas e do jeitinho.
    Sou negro e vejo como me olham quando estou num restaurante, mercado, shopping, etc.

    1. Você tem como provar? Por que até agora só condenaram ele é não provaram nada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Bahia afasta colombiano, que nega veementemente a acusação de Gerson sobre racismo

Gerson acusa Ramírez de racismo em duelo entre Flamengo e Bahia no Maracanã — Foto: Jorge Rodrigues / Agência Estado

O Bahia, através de nota em seu site oficial, manifestou-se sobre a denúncia de racismo feita pelo meia Gerson, do Flamengo, ao colombiano e jogador do time, Índio Ramírez, durante a derrota por 4 a 3, no último domingo. O Tricolor afirma que seu atleta negou veementemente as acusações sofridas, mas ao mesmo tempo afastou o meia-atacante até que a apuração do caso seja concluída.

Em entrevista após a partida, Gerson disse ter ouvido “Cala a boca, negro” do meia-atacante Índio Ramírez. No episódio, Gerson também discutiu com Mano Menezes no campo e pediu respeito ao técnico.

A transmissão do Premiere captou o áudio do momento em que Gerson reclama com Mano Menezes sobre Ramírez. Pelo som dos microfones (assista no vídeo acima), foi possível perceber que o meia do Flamengo reclamou em direção ao banco do Bahia.

Mano Menezes deixou o comando do Bahia poucas horas depois do episódio e, em publicação nas redes sociais, afirmou que condena qualquer ato racista.

O vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz concedeu entrevista após o jogo e defendeu apuração do caso. Na súmula da partida, o árbitro relata não ter visto o episódio de racismo.

Confira na íntegra a nota divulgada pelo Bahia:

“O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a denúncia de racismo feita pelo atleta Gerson, do Flamengo, ocorrida na noite deste domingo (20).

O atleta Indio Ramírez nega veementemente a acusação e a ele está sendo dada a oportunidade de se defender de algo tão grave.

O clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza.

Assim, decidiu afastar imediatamente o jogador das atividades da equipe até a conclusão da apuração.

O presidente Guilherme Bellintani ligou para Gerson a fim de prestar solidariedade.”

Globo Esporte

Opinião dos leitores

  1. Pessoal não sou racista, mas futebol quem gosta e entende sabe que o tratamento entre atletas é usado muitos palavrões, dar um desconto aí mano

  2. No que consistiu o ato de racismo?
    Mandar calar a boca?
    Chama-lo de negro?
    Racismo não é correto, mas precisa ser configurado.
    Trata-se das palavras ou da atitude?

  3. Ou aceitam ou vão ser isolados numa bolha de imbecis. O mundo não aceita mais: racismo; homofobismo; e qualquer tipo intolerância. Vermes desse tipo serão levados pra ilha de Robson Cruzué. Fica a dica e mimimi é a desculpa pra esconder a imbecilidade humana.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Todos os programas criados por Marcius Melhem estão cancelados pela Globo

Marcius Melhem como Seu Boneco na “Escolinha do Professor Raimundo”. Foto: Divulgação

Três meses após anunciar a saída de Marcius Melhem, a Globo parece disposta a apagar toda e qualquer ligação com o ex-diretor de seu departamento de humor. Todos os programas com os quais o ator e roteirista tinha alguma ligação —ou ajudou a criar— estão cancelados.

O “Zorra”, que foi reformulado pelo humorista, já teve o fim anunciado previamente —informação antecipada por Maurício Stycer assim como o fim da era Melhem— e sai do ar ainda neste mês. O “Fora de Hora”, que tinha segunda temporada garantida, ganhou o mesmo fim do bem-sucedido “Tá No Ar: A TV Na TV” e ficará apenas na lembrança dos espectadores.

Quadro do “Fantástico”, o “Isso a Globo Não Mostra”, que tinha supervisão e redação final do ex-diretor, também já não é mais exibido.

A nova versão da “Escolinha do Professor Raimundo” também deve encerrar seus trabalhos neste ano. Melhem, que também estava no elenco da atração, já não gravou como Seu Boneco na temporada produzida neste segundo semestre.

Até mesmo o Canal Viva, pertencente ao Grupo Globo, tem se desprendido da imagem do humorista. “Os Caras de Pau”, no qual Melhem contracenava com Leandro Hassum, já não consta da grade de programação.

Neste sentido, a emissora vai na contramão do caso de José Mayer, também acusado de assédio, em 2017, mas que até hoje aparece em reprises de novelas.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Moro diz à PF que foi alvo de ataques do ‘gabinete do ódio’ e cita ligação de Carlos Bolsonaro com o grupo

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou em depoimento à Polícia Federal que ouviu de ministros do Palácio do Planalto que o filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), é ligado ao chamado “gabinete do ódio”, grupo de assessores bolsonaristas que usa as redes sociais para atacar adversários do presidente, e disse ainda que foi alvo de ataques desse grupo após ter deixado o cargo de ministro.

No depoimento prestado no último dia 12 no inquérito sobre a organização de atos antidemocráticos, Moro afirmou que a ligação de Carlos Bolsonaro com o “gabinete do ódio” é comentada por ministros do Palácio do Planalto e afirmou que esses ministros poderiam dar maiores esclarecimentos à PF.

“Indagado se tem conhecimento do envolvimento de Eduardo Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, Tercio Arnaud, José Matheus, Mateus Matos em quaisquer dos fatos ora mencionados, respondeu que os nomes de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud eram normalmente relacionadas ao denominado ‘Gabinete do Ódio’; indagado sobre como tomou conhecimento da relação de tais pessoas com o denominado ‘Gabinete do Ódio’, respondeu que tomou conhecimento por comentários entre ministros do governo; indagado sobre quais ministros citavam a participação de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud no ‘Gabinete do Ódio’ respondeu que eram ministros palacianos”, diz o depoimento.

Novamente questionado sobre quais ministros seriam esses, Moro preferiu não citá-los nominalmente. “Indagado se o depoente poderia nominar tais ministros, respondeu que reforça que era um comentário corrente entre os Ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto”, afirma no depoimento.

Moro disse não ter conhecimento se servidores públicos são usados nessas atividades de ataque às autoridades, mas afirmou à PF que era necessário apurar isso. Sobre os ataques que sofreu, o ministro afirmou no depoimento: “Esclareceu que quando de sua saída do Ministério de Justiça ocorreram diversos ataques contra sua pessoa em redes sociais; que chegou ao seu conhecimento que tais ataques eram oriundos do denominado ‘Gabinete do ódio’; Indagado se pode nominar as pessoas responsáveis pela a prática de tais condutas, direta ou indiretamente, respondeu que não sabe denominar”.

‘Animosidade’ com Rodrigo Maia

A PF questionou Moro se, durante seu período como ministro da Justiça, ele tomou conhecimento da existência de uma estrutura dentro do governo federal montada para atacar autoridades públicas dos outros Poderes, como parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal.

Apesar de dizer que só tomou conhecimento desses ataques por meio das próprias redes sociais, Moro citou que existia uma “animosidade” entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e que sabia dos ataques ao parlamentar.

“Tinha conhecimento de uma animosidade entre o Presidente da República e o Presidente da Câmara dos Deputados; que tinha conhecimento que o Presidente da Câmara dos Deputados sofria ataques por meio de publicações em redes sociais; que não sabe precisar se tais ataques eram advindos de dentro do governo ou de pessoas ligadas ao governo federal”, afirmou no depoimento.

Após essa declaração, Moro recomendou à PF tomar os depoimentos dos ministros palacianos. “Acredita que melhores esclarecimento possam ser prestados por ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto; Indagado sobre quem seriam os ministros, respondeu que seria possível obter melhores esclarecimento, por exemplo com o Secretário de Governo, o Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, e o Secretário de Comunicação, uma vez que o depoente trabalhava fora do Palácio do Planalto”.

Em depoimento prestado anteriormente no mesmo inquérito, Carlos Bolsonaro negou que orquestrasse ataques a autoridades nas redes sociais por meio de terceiros. Nesta sexta, o vereador comentou o depoimento de Moro após a revelação pelo GLOBO: “Não há qualificação para mais essa tentativa boçal. Saudades de viver em um mundo onde homens eram homens!”.

Desde que deixou o governo, esse é o segundo depoimento prestado por Moro em uma investigação. O primeiro foi no inquérito aberto para apurar as acusações de interferência do presidente Bolsonaro na Polícia Federal, feitas por ele ao pedir demissão.

O inquérito sobre atos antidemocráticos foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar a realização, financiamento e organização de atos com ataques aos Poderes. O relator da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) é o ministro Alexandre de Moraes.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. O melhor que Moro fez foi ter acabado com Luladrão politicamentre, com a quadrilha do PT !!!!!!

  2. Desculpem os discordantes, mas Sergio Moro foi o melhor presente que o Criador deu ao Brasil desde 1500. De grande preparo intelectual, de incomparável envergadura moral e ética, deixou um grande legado ao povo brasileiro por ocasião da Lava Jato. Poderá, no futuro, fazer muito pelo Brasil. Não reconhecer o mérito de Sérgio Moro é um atestado de ingratidão ou de ignorância.

    1. Uuauu!! Que texto lindo.

      Só a título de informação.

      1 – o Juiz ou ex ou sei la o quer.. envolvido no ESCÂNDALO da Privatização TUCANA,

      2- envolvido no ESCÂNDALO do Banestado.

      3 – Ser teve um político ou algum do tipo chamou Dr. ENÉAS CARNEIRO.

  3. Interessante, todo mundo, exceto o gado que não tem massa na cabeça, sabia que a família Bozo era fake e que vive do ódio do povo. Quando esse ódio era direcionado ao PT e outros inimigo de conveniência, Moro se aliou a família "quem disse que ele era família foi a Sra. Moro" ele achava bom e não reclamava. Agora diz que não sabia, que é vítima… Acredita quem quer. Não só Moro como vários outros provaram do próprio veneno com a família Bozo. Mais que merecido. Mas não para por aí, Deus vê tudo e quem planta colhe. QUEM FAZ MAL AOS OUTROS OU VÊ E NADA FAZ PARA PARÁ-LO, LOGO VIRA VÍTIMA DESSE MAL.

    1. É, o trabalho do moro parece que só lhe fez bem, mesmo sem ter cargo público tem aprovação da maioria do povo brasileiro, seus trabalhos rendem muito dinheiro, e a lava jato continua a todo vapor, ontem mesmo estava na rua enquadrando mal feitores petralhas. Pelo que se comenta, o trabalho desenvolvido pelo nosso herói, pelo andar da carruagem, irá perdurar ainda por uma década adiante. Será se os petralhas tem bons trato com a coisa pública? E se essa operação colherá bons frutos para brasileiros e o ex-juíz Sérgio Moro?

  4. Outra decepção nacional, pagou pela vaidade de ser chamado de ministro. Se achou quando exercia o cargo; toda moral desse cidadão foi pra lata do lixo.

  5. é SÓ AGUARDAR o fim DE moro com a delação de TACLA DURAN . e PENSAR QUE FUI para Midway para defende-lo.

  6. O marreco tá cercado pelo Celso três, tá querendo inventar coisas. A tucanada tá ferrada! Povo que ele sempre defendeu.
    Chora, marreco!! Vai defender Zé Serra e mais uma meia dúzia dos seus amigos! Dispensa os 750 mil!

  7. Ele quer sempre ser lembrado na mídia, se não, só lembranças de barto Galeno, esse judas.

  8. Depois do papelão que fez na saída com cargo de Ministro, tudo que esse senhor fala, parecer ser discurso previamente programado, estudado e pronto para criar versões.
    A necessidade em culpar alguém na família Bolsonaro é tão grande que foge a normalidade.
    Ele tem tanto foco em acusar a família Bolsonaro que nunca fez, não disse uma palavra contra aqueles que realmente atuaram contra ele, como o famoso caso do roubo de sua mensagens pelo intercept e seus atores que agiram contra membros da República e nunca foram sequer, acusados formalmente.
    Moro desfigurou-se aos poucos, juiz implacável contra alguns políticos, nunca processou ninguém do PSDB, pelo contrário, engavetou as investigações contra Aécio , a irmã dele e seus emissários.
    Sabe o que faz e o faz de forma planejada, calculada, fria, afinal, ninguém joga fora 20 anos de magistério para ficar sem nada nas mãos.
    Na realidade tanto faz votar em Moro, Aécio, FHC e demais figurinhas carimbadas do PSDB, são todos filhos do mesmo ninho.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Com processo travado, acusação de lavagem de dinheiro contra Lula prescreve em 30 dias

Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Um dos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Lava Jato está travado em Curitiba por causa de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Parte dos crimes prescreve no próximo dia 19 de dezembro, o que pode levar à impunidade do petista. Nesta ação penal, Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro através da compra de um terreno para construção de uma nova sede para o Instituto Lula e do aluguel de um imóvel em São Bernardo do Campo (SP). Duas acusações de lavagem de dinheiro estão prestes a prescrever.

Na segunda-feira (16), o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, determinou que a Justiça Federal de Curitiba disponibilize à defesa de Lula o acesso aos dados contidos no acordo de leniência entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal (MPF) nos processos que envolvem o ex-presidente na Lava Jato.

Dentre os documentos aos quais a defesa do ex-presidente terá acesso estão a troca de correspondência entre a força-tarefa da Lava Jato com outros países, como Estados Unidos e Suíça, além de vários relatórios, depoimentos e perícias.

Em agosto, a Segunda Turma do STF concedeu acesso à defesa de Lula ao acordo de leniência firmado pela Odebrecht com autoridades brasileiras. Para tanto, restava apenas que o Ministério Público e a Odebrecht especificassem quais dados diziam respeito ao ex-presidente. A decisão fez com que o processo, que estava pronto para sentença, voltasse à fase anterior à apresentação das alegações finais, que é a última fase antes do anúncio da sentença.

“Não é possível condicionar o acesso do reclamante aos citados informes à prévia seleção destes pelas demais partes envolvidas, a saber, o MPF e a Odebrecht, cujos interesses, por óbvio, são claramente conflitantes com os da defesa”, destacou o Lewandowski na decisão desta semana.

MPF alega já ter atendido pedido de Lula

Em outubro, o MPF pediu que o processo fosse retomado, alegando que a decisão do Supremo já foi cumprida.

Um mês antes, em setembro, o ministro Ricardo Lewandowski ordenou à 13ª Vara Federal de Curitiba que garantisse à defesa acesso ao acordo. Segundo os advogados do petista, o juiz Luiz Antônio Bonat pediu manifestações do MPF e da própria Odebrecht antes de liberar acesso aos anexos em que Lula é citado.

O MPF argumenta que as informações já foram repassadas à defesa. Mas a ação penal está travada por causa da decisão de Lewandowski.

Todos os réus ainda vão precisar apresentar suas alegações finais para que só após o fim desse prazo Bonat possa tomar uma decisão. Como o ex-presidente tem mais de 70 anos, os crimes de lavagem de dinheiro prescrevem no dia 19 de dezembro.

Processo de Lula terá fase de alegações finais três vezes

O processo sobre a compra do terreno para o Instituto Lula é marcado por um vai e vem de decisões judiciais. O caso chegou à fase de alegações finais pela primeira vez em 2018.

Após a decisão do STF que determinou prazos diferentes para entrega de alegações finais quando há réus delatores no processo, a ação penal contra Lula retornou a esse ponto no início de 2020.

Mais uma vez, quando o processo estava pronto para sentença, a Segunda Turma determinou que a defesa tivesse acesso aos documentos do acordo de leniência da Odebrecht, atrasando mais uma vez a conclusão do caso.

Entenda o caso

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, entre 2010 e 2014, o executivo Marcelo Odebrecht prometeu uma propina no valor de R$ 12,4 milhões para o ex-presidente Lula, paga na forma da aquisição de um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula, em São Paulo.

O MPF afirma que, para receber a propina, Lula contou com o auxílio de um seus advogados, Roberto Teixeira, e também do ex-ministro Antonio Palocci. O terreno foi comprado por Glaucos da Costamarques e pela DAG Construtora, que agiram como “laranjas” da Odebrecht. A construção da nova sede do instituto, porém, nunca ocorreu.

No mesmo processo, o MPF também denunciou Lula, Glaucos e Teixeira por lavagem de dinheiro no valor de R$ 504 mil, realizado através da aquisição em favor de Lula de um apartamento em São Bernardo do Campo. O imóvel foi mantido no nome de Glaucos, mas foi adquirido com recursos da Odebrecht por intermédio da DAG.

Gazeta do Povo

Opinião dos leitores

  1. Se tiver algum jurista que possa me explicar, eu queria saber.
    Um sujeito desse, JULGADO E CONDENADO EM DUAS INSTANCIAS, NÃO ERA PRA ESTÁ PRESO?????
    pra quê julgaram e condenaram?????
    Me ajude aí, minha cabeça não consegui entender.
    QUANTO AO STF DEIXAR CADUCAR ESSES PROCESSOS, SO POSSO ACHAR, QUE ESSES CARAS, SÃO FARINHA DA MESMA SAFRA.
    OU SEJA, UM LOTE RUIM QUE NÃO SERVE PRA NADA.

  2. Isso é tudo combinado para manter esse LADRÃO solto. BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL. Solta todos os presos . Essa P_ _ _ _ é uma CACHORRADA SÓ .

    1. Cachorrada não, na realidade isso é uma grande quadrilha de bandidos, uns travestidos de políticos e outros de juízes. E agora vão soltar o capo, e com certeza aí vai entrar na "justiça" pra pedir indenização.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Assessoras de Flávio recebiam ‘mesada’, diz MP; defesa do senador fala em ‘vícios processuais e erros de narrativa e matemáticos’

Foto: Pedro França/Agência Senado

No depoimento que Luiza Sousa Paes, ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro, prestou ao Ministério Público do Rio ela admitiu que devolvia mais de 90% de seu salário e ficava com apenas R$ 700 todos os meses do esquema ilegal no gabinete do “01” na Assembleia Legislativa do Rio. A denúncia contra Flávio e Fabrício Queiroz, obtida pelo GLOBO, expõe outras funcionárias em situações similares, constatadas através de quebras de sigilo bancário e outras diligências. A própria Luiza afirmou aos investigadores que assessoras lotadas com ela também eram “fantasmas”. A partir do cruzamento de dados bancários, a promotoria identificou variações do que foi considerado como uma “mesada” retida por elas antes da devolução dos salários, com valores entre R$ 300 e R$ 1,9 mil. Uma das mulheres denunciadas chegou a fazer uma anotação, encontrada em um extrato apreendido, em comemoração à ampliação da parcela não repassada a Queiroz. As defesas de Flávio e Queiroz negam as práticas irregulares apontadas pelo MP.

De acordo com a denúncia, o dinheiro pago pela Alerj a essas assessoras, todas indicadas como “fantasmas”, era devolvido a Queiroz através de operações em espécie que, em geral, seguiam a mesma lógica: salários e benefícios depositados eram sacados das contas bancárias e repassados ao assessor de Flávio através de depósitos em dinheiro vivo, sem origem identificada. Em menor escala, Queiroz também recebeu transferências bancárias identificadas de integrantes do gabinete.

O MP classificou como “mesada” o valor que essas funcionárias mantinham para si depois do repasse dos salários a Queiroz. Luiza, por exemplo, relatou ter retido inicialmente do esquema ilegal R$ 700. Os promotores identificaram em sua quebra de sigilo e, depois, com documentos apreendidos em sua casa que a partir de 2013 esse valor chegou a R$ 800. Ela própria anotou em uma planilha o valor que permanecia na conta bancária que utilizou para receber os salários da Alerj.

No depoimento ao MP, Luiza também disse ter conhecido outras pessoas nomeadas no gabinete de Flávio que viviam situação semelhante à dela: nomeadas sem trabalhar. Ela citou a personal trainer Nathália Queiroz, filha do operador financeiro, e Sheila Coelho de Vasconcellos, outra ex-assessora.

Os extratos bancários de Nathália mostram que ela retinha todos os meses R$ 1,1 mil. Essa era a diferença entre o que recebia mensalmente e o que devolvia a Queiroz, ainda que os valores pagos pela Alerj tenham variado a partir de trocas de cargos dentro do próprio gabinete. Nathália esteve nomeada entre setembro de 2007 e dezembro de 2016, mas, como apontou a denúncia, era uma “funcionária fantasma”. Em nove anos e três meses de Alerj, o MP estima que ela tenha desviado R$ 703,5 mil para o esquema da “rachadinha”. A jovem era aluna de Educação Física em uma faculdade de Realengo, na Zona Oeste do Rio, a cerca de 40km da Alerj, e teve vínculo empregatício com pelo menos três academias de ginástica.

De acordo com o MP, Sheila é mulher de um agente penitenciário com quem Queiroz jogava futebol em um time de Oswaldo Cruz, na Zona Norte. Sheila foi vizinha do assessor parlamentar e, devido à proximidade com o funcionário de Flávio, acabou nomeada no gabinete entre novembro de 2009 e abril de 2016. No período, reteve uma mesada que variou entre R$ 1,6 mil e R$ 1,9 mil, tendo disponibilizado R$ 450,2 mil para o esquema de “rachadinha”.

Comemoração em extrato bancário

Outra assessora indicada como “fantasma” e acusada de reter uma mesada antes de devolver a remuneração paga pelo gabinete de Flávio na Alerj é Flávia Regina Thompson da Silva, nomeada entre abril de 2007 e dezembro de 2017. Com ela, o MP apreendeu, por meio de mandado de busca e apreensão, anotações que podem comprovar a participação no esquema da “rachadinha”.

Entre elas, está um papel com os dados da conta bancária de Queiroz e um extrato bancário em que Flávia escreveu uma comemoração sobre o aumento da parcela que poderia manter para si, sem repassar ao esquema. Inicialmente, ela retinha R$ 1,1 mil, mesmo valor da mesada de Nathália Queiroz. Em agosto de 2018, Flávia escreveu à mão: “Comecei a tirar R$ 1.400 (um mil e quatrocentos reais)”. A anotação incluía ainda um emoticon: “\o/”, referência a uma pessoa que vibra com os braços levantados. Os promotores estimam que Flávia tenha repassado R$ 235 mil ao esquema criminoso.

Mãe do miliciano Adriano da Nóbrega, morto em janeiro desde ano em uma operação policial na Bahia, Raimunda Veras Magalhães também reteve uma mesada enquanto esteve lotada no gabinete de Flávio, conforme identificou no MP. Os extratos bancários obtidos pela investigação mostram que ela deixou de repassar a Queiroz parcelas pequenas de sua remuneração. A quantia destinada a ela variou de R$ 300 a R$ 600, entre abril de 2015 e dezembro de 2018. Os promotores também afirmam que Raimunda era “fantasma” e não trabalha realmente na Alerj.

Para verificar se essas mulheres, e outros funcionários, exerciam funções no gabinete de Flávio, o MP consultou os registros de geolocalização dos celulares utilizados por elas. Em um intervalo de cinco anos de registros armazenados por companhias telefônicas, elas realizaram e receberam raras chamadas de voz no entorno da Alerj. Os dados de Nathália Queiroz, por exemplo, mostram que ela “não passava sequer próximo da Assembleia Legislativa”, tendo realizado somente uma chamada telefônica nos arredores da Casa entre as 3,5 mil que fez no período analisado pelos promotores. Informações sobre a atuação profissional de cada uma delas também foram utilizadas para demonstrar que seus ofícios não estavam atrelados à Alerj, onde parte delas sequer tinha crachás para entrar e sair das instalações.

Flávio, Queiroz e outras 15 pessoas foram denunciados por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro. Entre os alvos, estão Nathália de Melo Queiroz e Evelyn Melo de Queiroz, filhas mais velhas de Queiroz, e Márcia de Oliveira Aguiar, mulher dele. Ambas operavam da mesma maneira que Luiza Sousa Paes, conforme indica o MP, e teriam sido responsáveis por desviar cerca de R$ 1,7 milhão para o esquema operado por Queiroz.

Procurada, a defesa do senador Flávio Bolsonaro, exercida pelos advogados Rodrigo Roca, Luciana Pires e Juliana Bierrenbach, afirmou em nota que “em função do segredo de Justiça, a defesa está impedida de comentar detalhes, mas garante que a denúncia contra Flávio Bolsonaro é insustentável”. E completou:

“Dentre vícios processuais e erros de narrativa e matemáticos, a tese acusatória forjada contra o senador se mostra inviável e não passa de uma crônica macabra e mal engendrada, influenciada por grupos que têm claros interesses políticos e que, agora, tentam voltar ao poder. A denúncia, com tantos erros e vícios, não deve ser sequer recebida pelo Órgão Especial. Todos os defeitos de forma e de fundo da denúncia serão pontuados e rebatidos em documento próprios e no momento adequado”.

O advogado de Fabrício e Nathália Queiroz, Paulo Emílio Catta Preta, declarou que o esquema de “rachadinha” seria inexistente e que considera “inverídica a afirmação de que as assessoras recebessem uma espécie de mesada, como será demonstrado no curso da instrução processual”.

A defesa de Luiza Sousa Paes afirmou que não foi notificada judicialmente e não comentaria o procedimento em função do segredo de Justiça. Procurada, Vera Raimunda Magalhães desligou o telefone após a identificação da equipe de reportagem. O GLOBO ainda tenta contato com Sheila Coelho de Vasconcellos e Flávia Regina Thompson.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. João, Chico e outros otário aí, a maioria do povo não tem político de estimação, não como vcs, esse idiota do Flávio, tem que ser preso mesmo e escrever um livro juntamente com Lula, na cadeia. NÃO foi o pai que mandou fazer rachadinha não, fez cana, AGORA; uma justiça que solta lula, vai prender de imediato o filho de um presidente, mesmo ladrão, não vai, se não lulinha tava guardado! Já o doído da Poiva, vai até 2026, tomem muita água pra não desidratar, o choro vai ser longo.

  2. Tô com dó…a família tá em tempo de ser presa …
    Acode gado…vem passar pano pra ladrão…muuuuuuuummm

  3. O globo não noticia mais sobre a eleição americana? Como andam os resultados? Será que o "novo presidente" já está preparando sua equipe?

  4. O castelo foi construído em cima de lama (fake). Não se sustenta. Vai cair.
    A verdade tarda mas não falha…..
    CONHECEREMOS A VERDADE E A VERDADE NOS LIBERTARÁ DOS FALSOS MESSIAS…..

  5. Deixar o gado ? açoitado fazer a defesa..
    Ah, antes que o Sr. Vergonha me mande ir procurar emprego, estou trabalhando numa fazenda, tangendo bicho.

  6. Eita piúla ! E agora ?
    O gado ? como sempre vai dizer .
    Porque o Petê, os nove dedos ou seja a mesma conversinha de sempre . Aí eu digo GADOLÂNDIA CALMA . Não é por aí . A questão é que os Bananinhas filhos do Tonho da lua , estão totalmente encrencados . E não me venham com churumelas . É batom na cueca e dinheiro no foba . Com muita calma nessa hora GUBIRA DO OZÔNIO , Pedroca e Calígula devem estar arrepiados com a torombinha do papangu da CLORIQUINA . Aff que povo avexado ! A mamadeira de piroca já está pronta .

  7. A única escapatório é invalidar o processo, dizer que a Globo e os jornais são lixo, demonizar tudo e todos e dizer que é vítima e santo, todos os outros são demônios PORQUE SE O PROCESSO ANDAR FUDEUUUUUUUUUUU.

  8. Esse Disco já tá muito arranhado de tanto ser repetido…
    Vira o Disco!

    1. Só te encomoda a corrupção de políticos que vc ñ gosta né? Sendo o filhinho do grande mestre palhaço Bozo tudo bem. Cadê a indignação das pessoas de bem desse país com a corrupção?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Juiz encerra acusação contra Neymar por divulgar fotos íntimas

Foto: Reprodução/Instagram

Neymar teve o caso de violação cibernética encerrado envolvendo a acusação de estupro contra Najila Trindade, em 2019. A informação foi divulgada pela agência Associated Press, nesta quinta-feria (8). O juiz responsável pelo caso foi Marcel Laguna Duque Estrada.

Além das alegações de estupro de Najila, Neymar ainda estava envolvido em violações de crimes cibernéticos por divulgar fotos íntimas da jovem mas, em ambos os casos, a investigação não resultou em nenhuma acusação contra ele. A acusação de estupro já havia sido encerrada em 2019.

Neymar estava sendo investigado pela divisão de crimes cibernéticos da Polícia do Estado do Rio por postar imagens íntimas e mensagens da acusadora sem a autorização dela, em uma possível violação de sua privacidade online. Neymar disse na época que as imagens foram postadas por sua equipe.

ENTENDA O CASO

Neymar foi acusado de estupro, em junho de 2019, pela jovem Njaila Trindade. Na época, ele usou as redes sociais para se pronunciar publicamente sobre a acusação. Por meio de um vídeo no Instagram, o jogador negou as acusações e expôs conversas que teve com a suposta vítima pelo Whatsapp.

“Estou sendo acusado de estupro. É, é uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole sabe que jamais faria uma coisa desse tipo”, lamentou.

“Estou aqui para dar a cara a bater. Sei que qualquer notícia que envolve meu nome tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo minha declaração. O que aconteceu foi o contrário do que dizem, estou muito chateado nesse momento, mas a partir de agora vou expor a conversa que tive com a menina, todos os nossos momentos, que são íntimos, mas é necessário expor pra provar que realmente não aconteceu nada demais”, disse antes de mostrar a troca de mensagens.

Neymar confirmou ter se envolvido com a suposta vítima, mas garante que a relação foi consensual: “O que aconteceu foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal e no dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem, ela me pediu uma lembrança ao filho e eu ia levar. Agora fui pego de surpresa”, continuou.

O caso teria ocorrido em um hotel de Paris, no dia 15 de maio de 2019. Segundo informações divulgadas pelo G1, a vítima relatou ter encontrado o atleta embriagado e afirmou que em determinado momento ele ficou agressivo e a forçou uma relação sexual.

No vídeo, Neymar afirma que foi vítima de uma armadilha: “Acho que é o momento de todo ficar sabendo o que aconteceu. É ruim me colocar nessa situação, bem chato. É muito triste acreditar que o mundo está assim. Que existem pessoas que querem se aproveitar, que querem extorquir as outras. É doloroso, mas já que me colocaram nessa situação, estou explicando. Espero que a Justiça olhe as mensagens e veja o que aconteceu. É com muita tristeza e dor no coração que faço esse vídeo, que explico isso, uma situação bem chata não só pra mim como pra minha família. Peço perdão a eles por colocá-los nessa situação, eu não queria e fui induzido a isso. Foi uma armadilha e acabei caindo. Mas que isso sirva de lição”.

Em setembro do ano passado, Najila foi indiciada pela polícia de São Paulo por extorsão, fraude processual e denúncia caluniosa. O ex-marido dela, Estivens Alves, foi denunciado por fraude processual e divulgação de conteúdo erótico.

Segundo a assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, o indiciamento acontece depois da conclusão de dois inquéritos que tramitavam pelo 11º DP (Santo Amaro) envolvendo Neymar. As peças são desdobramentos do caso investigado e encerrado junto à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, sob presidência da Doutora Juliana Lopes Bussacos.

O pai de Neymar entrou com a ação de denúncia caluniosa e tentativa de extorsão de Najila. A modelo, por sua vez, denunciou o ex-marido por divulgação de conteúdo erótico. Os inqéritos, que correm sob segredo de Justiça, foram encaminhados ao Tribunal de Justiça para apreciação dos representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário.

Leia, na íntegra, a nota divulgada pela assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo sobre o caso:

“A Policia Civil informa que a Delegada de Polícia Monique Lima concluiu os dois inquéritos que tramitavam pelo 11º DP envolvendo Neymar da Silva Santos Júnior. As peças são desdobramentos do caso investigado e encerrado junto à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, sob a presidência da Doutora Juliana Lopes Bussacos, que tinha por finalidade apurar suposto crime de estupro, do qual a senhora N.T.M.S. teria sido vítima, tendo como suposto autor o atleta. Com base no conjunto probatório reunido durante as investigações, a delegada decidiu pelo indiciamento de N. e ESTIVENS ALVES, seu ex-companheiro, pelo crime de fraude processual (art. 347, parágrafo único, CP). Decidiu, ainda, por indiciar Alves pelo artigo 218-C, por divulgar material com conteúdo erótico de N. para um repórter, em troca de publicações suas na internet. Após o esclarecimento da materialidade delitiva, procedida à realização das respectivas perícias e oitivas, a autoridade também decidiu pelo indiciamento de N. nos crimes de denunciação caluniosa e extorsão. Os inquéritos, que seguem sob segredo de Justiça, foram encaminhados ao Tribunal de Justiça para apreciação dos representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário”.

Procurado por QUEM, Cosme Araújo, advogado de Najila, disse que ainda não teve acesso ao relatório final da advogada. Portanto, para evitar contradições, ele falou que só irá se manifestar quando tiver acesso a todo o inquérito.

A investigação sobre o suposto estupro foi arquivada em julho, após a polícia decidir não indiciar Neymar. De acordo com a delegada que investigou o caso, os depoimentos e provas apresentados à Polícia Civil pela modelo apresentaram “incongruências”.

Globo, via Quem

 

Opinião dos leitores

  1. Um multimilionário , graças a Deus, mas não deixa de ser um mau caráter, um unfair player, jamais terá seu nome no rol da fama mundial, aqui no Brasil pode ser pq os babacas gostam de quem tem grana !!!

    1. Basta ele ganhar uma copa e tudo isso que vc falou será é exaltado

      Que o diga os Romários e Maradonas da vida… O Neymar não amarra a chuteira deles em matéria de fuleiragi

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Mulher em SP diz que gata morreu após comer folha de ‘sementes misteriosas’ que vieram da China

Marisa Silveira contou que gato comeu folha de planta de semente misteriosa e morreu — Foto: Reprodução/TV TEM

Uma moradora de Itapetininga (SP) afirma que sua gata morreu depois de comer a folha de “sementes misteriosas” que recebeu ao fazer compras online em um site chinês. Não há, por ora, nenhum laudo veterinário ou comprovação científica que ligue a morte às sementes.

À TV TEM, Marisa Silveira disse que comprou roupas no site e recebeu as sementes em um envelope antes das suas encomendas chegarem. Segundo ela, não havia nenhum endereço de remetente, mas na embalagem estava escrito “Express”, “China” e “gratuito”, e as sementes estavam embaladas. Ela, então, plantou em um vaso.

“Comprei umas três vezes em um site chinês e acredito que pegaram meu endereço de lá. Não tem outra explicação”, diz.

Segundo Marisa, a gata comeu as folhas da planta e começou a passar mal. Ela decidiu levar até uma clínica veterinária. Exames foram feitos, mas nada de anormal foi constatado.

O veterinário, então, sugeriu a eutanásia alegando que barriga da gata estava com muito líquido que precisava drenar. Contudo, não foi possível identificar a causa da morte.

“Plantei e jamais imaginei que poderia ser uma planta tóxica. Agora estou assustada. A gata comeu e suspeito que pode ser a folha que intoxicou minha gata”, disse.

Recebeu as sementes? Saiba o que fazer

O Ministério da Agricultura informou que já recebeu 36 denúncias, em oito estados, sobre o envio de pacotes de sementes não solicitadas.

Essas sementes misteriosas normalmente vêm junto com produtos comprados pela internet, em sites ou aplicativos internacionais. Segundo o ministério, a origem das embalagens é de países asiáticos, como China e Malásia. Os chineses negam o envio e falam que as embalagens foram fraudadas.

O Ministério da Agricultura reforça para que a população tenha cuidado e não abra encomendas de sementes não solicitadas, seja qual for o país de origem.

Caso o cidadão receba as sementes, a orientação é que o material seja entregue em uma das unidades do ministério ou no órgão estadual de Defesa Agropecuária.

O pacote também não deve ser descartado no lixo para evitar que o contato das sementes com o solo cause prejuízos ao meio ambiente.

O ministério informou que todo o material recolhido está sendo analisado pelo Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de Goiânia, referência no país. Os técnicos querem descobrir a espécie da semente e se ela traz riscos à saúde.

Moradora de Itapetininga (SP) recebeu pacote com sementes misteriosas após compra em site chinês — Fotos: Reprodução/TV TEM

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Povo sem noção recebe sementes não sabe de quem vindas da China e plantam, igual a essa senhora deve existir dezenas ou centenas de pessoas que já plantaram.
    Queimem essas imundícies que pode prejudicar a nossa agricultura comercial ou familiar, pode ser uma praga.

  2. É PESSOAL CUIDADO COM A CIMENTE QUE TÁ VINDO DA CHINA. PRIMEIRO FOI A CONVID 19 PARA PLANA O CAMINHO, AGORA TÁ MANDANDO AS CIMENTINHAS, QUANDO VC PENSAR VAI TÁ FALANDO CHINE, COMUNISTA É DE LASCAR, TOMAMOS CUIDADO.

  3. Super esperta ein dona Marisa, se fizer um teste de QI vai descobrir que é uma galinha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

FOTO: Após constrangimento com a polícia, mais uma prova do Marista ganha polêmica e tem Bolsonaro com motosserra e apologia ao MST

Foto: Cedida

Após a atividade do ensino fundamental que causou revolta aos policiais de todo o Rio Grande do Norte, obrigando o colégio a fazer retratação com a entidade e ainda aos pais indignados, outra prova da instituição circula nas redes sociais e retrata o presidente Jair Bolsonaro com uma motosserra. A atividade ainda mostra uma evidente apologia ao MST.

Opinião dos leitores

  1. Os jovens precisam serem críticos diante da realidade do nosso país, eu não vejo nada de errado nessa charge

  2. A revolta da esquerda, é que o nosso presidente esta fazendo um ótimo governo, e só não esta melhor devido ao STF e Senado e Congresso Nacional… Mas iremos mudar este sistema aparelhado o qual se transformou a maquina publica.. #B38

  3. Vi pessoas comentando que deveria demitir o professor, falou uma pessoa que deve ter uma vida 100% ilibada, que nunca cometeu nenhum desvio de conduta, que deve ser uma cristã que pensa no outro, enfim uma cidadã de bem no seu mais puro sentido. Quem nunca cometeu algum deslize na vida, ou estamos diante de verdadeiros DEUSES REENCARNADOS NA TERRA.

  4. Vou reproduzir o texto de um colega abaixo, o resto é mimimi do gado (como fala o gado) que nao tem coragem de admitir o que o líder deles defende.
    "O presidente declara abertamente ser a favor de desmatamento e garimpos ilegais e de invasão de terras indígenas, e vêm os seus devotos se incomodar com uma imagem que retrata apenas a REALIDADE.
    Eles acham que o mundo se resume às fake news do presidente que os apedeutas acreditam "

    1. Quero saber onde vocês andam se informando? … Bolsonaro é totalmente CONTRA desmatamento. E principalmente CONTRA outros países virem cantar de galo sobre nosso meio ambiente. Acordem, tentem ver as notícias na internet pois no meio jornalístico andam só jogando informações falsas… Por favor. É nosso país. Sem presidentes de estimação e sim Nosso País. Oremos.

  5. Então, como aluno, eu tenho TOTAL direito de falar sobre isso, diferente de vocês bando de velho que nem sabe escrever direito na internet.
    Na minha opinião, o professor está correto, pois como professor de sociologia, ele deve nos fazer pensar sobre o que ocorre fora dessa bolha social que vocês riquinhos privilegiados e brancos passam todos os dias. Não sou negro, nem sou pobre, porém, com as aulas dele, percebi que existem milhões de pessoas ao redor do mundo que sofrem, mas muitas vezes, não percebemos nem ajudamos pois estamos muito ocupados discutindo politicazinha na internet. Se querem realmente fazer alguma coisa, comecem doando para orfanatos, hospitais, etc, ai sim vocês podem falar que sao cidadãos bons de verdade

    1. Parabéns pelo posicionamento, esse é o legado que Champagnat plantou nos Maristas. Por isso é importante o estudo da sociologia e da filosofia, pena que a massa de alienados só pensa em educação moral e cívica junto com OSPB.

  6. Quem não tiver satisfeito com a metodologia , tire o filho. Pelo menos abre vaga p os que estão na fila de uma das melhores escolas do RN, quiçá do Brasil. É muito difícil conseguir uma vaga no Marista e não é por acaso. Parem de hipocrisia!!! Meu filho estuda lá e cada vez só fico feliz com o que vejo. Sei que ele terá visão crítica da sociedade em que vivemos. Parabéns família Marista.

  7. Os pais têm todo o direito de educar seus filhos conforme seus alores e convicções. E os professores não têm o direito de "fazer a cabeça" dos filhos alheios, conforme suas preferências ideológicas. Alguém que tente impingir suas convicções a pessoas ainda incapazes de discernir entre o certo e o errado estará prestando um desserviço à educação, estará corrompendo cabeças inocentes e indefesas. E isso é absolutamente inaceitável.

  8. A China comunista é quem mais polui no mundo. Triste educação brasileira. Essa ideologia desses professores colocaram o Brasil nos últimos lugares dos rankings internacionais. Dessa forma as escola que deveria ensinar, perpetua o atraso.
    Comunismo/socialismo deveria ter o mesmo tratamento dado ao nazismo.

  9. Hoje quem não concorda com as opiniões desse governo é chamado de comunista,deixem de falso moralismo!

  10. Alguns professores estão deixando as metodologias de ensino, por metodologias políticas, devido a doutrinação por políticos e partidos.

  11. ESTUDO FM FACULDADE PARTICULAR E SOU TESTEMUNHA DE QUE ALGUNS PROFESSORES, A MEU VER, SÓ PENSAM EM IMPOR AS IDEOLOGIAS DA ESQUERDA; SÃO INCAPAZES DE FALAR DOS DESGOVERNOS, DOS ATOS DITATORIAIS PRATICADOS PELOS PAÍSES COMUNISTAS, E NESTE CASO, ESQUECEM OS DIREITOS HUMANOS, AS MINORIAS.

    1. Mude de faculdade e não escreva em caixa-alta, na internet significa GRITAR!

  12. Qual a mentira ou inverdade da Charge, parabéns Professor, vamos fazer os alunos pensarem no País como realmente é hoje.

    1. Qual é a mentira da charge ???? Qual é a inverdade da charge? Ou agora as escolas não podem lecionar de forma crítica, forjando no aluno um pensamento crítico, reflexivo ? Achou ruim a charge ???? Pq em ??? Ache ruim não , essa é a realidade do nosso país. Pra que varrer pra debaixo do tapete? Parabéns ao professor e a escola por abordar tão bem o assunto. Tem que ensinar assim mesmo . Adorei !!!

  13. Tudo isto está de acordo com a "cartilha" dos ensinamentos do comunista italiano Antonio Gramsci, que preconizava a chegada ao poder não pela luta armada, e sim através da destruição dos valores da civilização ocidental, como a família, a Igreja, a educação, as relações de trabalho, etc. Os canalhas que seguem os escritos de Gramsci seguem também os escritos do pessoal da Escola de Frankfurt. Um deles, Herbert Marcuse, escreveu que criminosos violentos são a "vanguarda" da revolução contra a sociedade burguesa. Isso explica o ódio da esquerda à polícia e a defesa que fazem de traficantes e criminosos de todos os tipos. Infelizmente isso é o que se tem visto no Brasil nos últimos 30 anos, desde a chegada da esquerda ao poder.

    1. Repete tudo que Olavo diz, mas não sabe nem o que é ensinado nas cátedras de nível superior… Gramsci mal se fala hoje em dia, aliás, a noção de intelectual orgânico é muito usada em regimes de direita tradicional.
      Ler a porra dos livros ninguém quer. Agora babar político (seja esquerda, centro ou direita) e aprender política via blogs, instagram e youtube todo mundo quer.

  14. Prefiro ser chamado de boiada do que tropa de jumentos…
    Chora esquerda maldita. O leite da jumenta mor secou!!!!

  15. Se a ideia de vocês for censurar críticas a esquerda e a direita em material escolar voltado para interpretação de textos por jovens estudantes vão acabar esvaziando praticamente toda a possibilidade dos estudantes terem contato com material crítico de qualquer viés filosófico. Numa democracia é preciso que se tenha acesso a vários tipos de conteúdo para desenvolver senso crítico. Se vocês precisam esconder os conteúdos contrários a suas ideias , provavelmente elas são muito frágeis.

  16. Acho muito interessante essas polemicas, cuidados, "zelos" com a Amazonia, lembro-me que cheguei no estado do anazonas em Manaus no ano de 1970, contratado por uma empresa de São Paulo para trabalhar na construção de estradas, aeroporto, usinas etc. E o país e estado do AM não se "preocupava", com indios, queimadas, derrubadas de arvores e retiradas de madeiras, morando pelo menos 10 anos, nunca via os jornais e televisão fazendo críticas e todos nós sabemos que se passaram muitos anos numa calmararia, mas de repente aflorou o dessespero e preocupação pelos indios, queimadas, ouros, tudo isso já havia, mas pouca gente sabia, cada um cuidava bem de seus territores, claro que também havia ladrões e incendiarios e minas de ouros etc naquela época, só que eles não eram importunados, agora pergunto por que? Fazer o direito e correto importuna a muita gente? Vi alguns comentarios aqui vou falar sobre um: no meu ver a Igreja Catolica ou outras podem sim falar alguma coisa que seja pridutivo e possa ajudar, orientar para que haja uma prividencia justa. Agora o que não pode é tomar partido adetindo e orientando o que não é bom para o povo e o País a hierarquia catolica não pode ser partidário, nós sim o povo podem dá seu grito ecindo o correto e melhor para o trabalhadir dentro de uma regularidade e respeito ao outro, pois o Brasil com certeza são de todos os brasileiros e queremos que seja trabalhado com honestidade! Quero salientar que não sou nenhum politico e nunca fui, sou um aposentado com um salário minimo e com uma idade de quase 75 anos que trabalhei muito na minha vida, pai de familia. Agradeço a Deus tudo o que tenho minha vida honesta e que posso falar o que quero dentro dessa democracia que está se estruturando. Que Deus os abençoe! E viva o Brasil.

  17. Não critiquem o professor! Eu tive aula com ele e ele foi excepcional. Independente de seu posicionamento político é inegável que esse é o tipo de questão que aparece no ENEM e o docente está mais que certo em buscar ao máximo reproduzir o exame em suas avaliações. Se quiserem criticar alguém, critiquem o INEP!

    1. Se atualize garoto…. Essas questões não fazem mais parte do Enem que vc conheceu…

  18. Engraçado que a escola não coloca Dilma e Lula mandando bilhões para países que nunca vão nos pagar, e que ainda estamos pagando na condição de fiadores.. nem o pessoal do MST depredando lavouras e ameaçando moradores com facões e enxadas…

  19. Faltou só o NDA (+ o justifique).

    Leiam as alternativas. NENHUMA permite fazer questionamentos/opções como:

    a) suscitar/apontar uma dicussão saudável sobre o manejo razoável (pode chamar de desmatamento + uso correto de defensivos, fertilzantes e corretores) do ambiente, sem o que não teríamos comida (vá nessa de que cereais e verduras podem ser produzida em grande escala sem uma quimicazinha básica) – falar contra os 'agrotóxicos' faz parte do combo progressoca;

    b) questionar a efetividade de politicas de distribuição de terras, do ponto de vista de retorno para a sociedade (claro, tema muito complexo para crianças, mais fácil é doutrinar);

    c) elogiar o agronegócio (esse que traz bilhões para cirular na economia e encher os nossos pratos);

    d) crticar a instrumentalização política de movimentos sociais – ou o uso criminoso que se faz no 'mercado secudário' de terras recebidas para fins de reforma agrária;

    Também não permite críticas a 'construções' como :
    1- "sociedade proletária moderna" (djabéisso? um engenheiro-chefe duma VW tá na mesma classe que a de um funcionário de bodega no Alto Tapajós? – o dono da bodega é uma burguês explorador? Deixa de ser a partir de qual faturamento?);

    2- "sistema burguês atual" / "sociedade capitalista"(que 'bixiga é isso? é só ter alguns rasgos de economia de mercado que vira isso? É propaganda de um estado-grande-planejador? funciona, né? rsrsrs);

    3- "sociedade totalitária nacional"… entendi: totalitarismo é quando não tem um governo de esquerda fuzilando opositores ou entregando ministério de 'porteira fechada' pros PMDB (e comensais) de turno;

    4- "contradições da economia no grande salto chinês". Boa, aquele salto, promovido por iluminados, que matou dezenas de milhões de chineses.

  20. Meu Deus, meu filho estuda no Marista e eles me enganaram direitinho. Eu diretamente perguntei a coordenadora sobre estas questões e ela disse que era uma escola católica e com valores conservadores, mas estou vendo que não é.

    1. Camarada, Jesus tinha princípios progressistas. Ele multiplicou o pão, acolheu os necessitados, perdoou os pecadores. São Marcelino Champagnat também tinha princípios socialista, conheça a trajetória do patrono dos Maristas.

    2. Interprete a Bíblia direito.
      Jesus tinha e tem poder para curar doenças e matar a fome de todos.
      Mas Jesus ajudou e ajuda SOMENTE aos que o respeitam e procuram.
      Vocês estão confundindo Jesus com o abestalhado do Lula que diz que matou a fome de todos.

    3. Vandir, Jesus pregava o preconceito? Ele pregava o ódio? Ele pregava fazendo arminha na mão? Ele era favorável aos privilégios no templo? Ele não pensava no bem comum? Pelo visto para você Jesus era um assistencialista.

  21. Eu só sei que a escola não mentiu.. vcs querem que a prova retrate outra realidade só pra agradar?

  22. Esses Padres deveriam pensar mais na educação, É não com política. Ficam defendendo ideais socialistas.

    1. Concordo, eles deveriam ensinar princípios supremacistas, só aceitar brancos de classe alta, com sangue puro e sem DNA africano.

    1. Deve ser a idéia de unidade dos povos pré-colombianos, cujas fronteiras foram impostas
      pelos colonialistas europeus malvados.

  23. É por isso que o Brasil atingiu os piores índices na educação na era petista.
    Chega de balbúrdia nas escolas e universidades.

  24. Agora vem cegueira em favor em derrubada da Amazônia, tudo pra defender o Bozo…haja pasto em Natal pra tanto gado.

  25. O mais engraçado é que pobre invadir terras improdutivos é coisa de bandidos, mas, desmatar reservas e invadir reservas indígenas é agronegócio. Sempre o maior está certo e o menor que se exploda!

  26. E eu fazia um esforço tremendo para pagar as mensalidades pensando que meu filho estava em uma escola para aprender e ser alguem no futuro , eu na realidade estava contribuindo para o crime ,distorção de valores , já não vai mais vou pedir transferencia

  27. A cegueira pela ideologia de DIREITA se tornou uma doença. Não vi nenhuma mentira nas charges e na prova.

    1. Só tem um detalhe, PT NUNCA MAIS, pode berrar!

  28. É uma pena! por isso o nível das escolas brasileiras são tão ruins au invés de ensinar português,matemática etc,ficam querendo doutrinar as criancas.Eles deveriam era cuidar dos problemas de corrupção e pedofelia dentro da igreja católica.

  29. O presidente declara abertamente ser a favor de desmatamento e garimpos ilegais e de invasão de terras indígenas, e vêm os seus devotos se incomodar com uma imagem que retrata apenas a REALIDADE.

    Eles acham que o mundo se resume às fake news do presidente que os apedeutas acreditam .

  30. E quando se fala em escolas com ideologia ainda há quem diga que é delírio de fanáticos de Direita.Sou ex-aluno Marista, escola onde estudei durante toda minha vida e contrui meu caráter com base em uma educação formal sem viés ideológico e com a participação ativa da família. Não me lembro de em nenhum momento da minha formação ter sido direcionado a pensar dessa ou daquela forma.O conhecimento me era passado e a mim caberia discernir qual caminho seguir. Esse é o papel da Educação e não tentar empurrar goela abaixo uma determinada linha de pensamento. Lamentável o caminho que o Marista está tomando!

  31. Tem alguma mentira nessa charge?
    Basta lembrar da famosa reunião e da fala do ministro cara de pau investigado do meio ambiente.
    E pra quem vai dizer alguma coisa, não petista coisa nenhuma. Só não sou cego pra tá justificando erros com erros.

  32. Lixo ideológico, as nossas escolas e alguns professores estão tomados pela ideologia da ESQUERDA brasileira.cegueira pura.

  33. Quanta hipocrisia dessa raça imunda. Todo mundo sabe que o governo desse miliciano persegue as minorias e quem não concorda com os “desvios” desse rei da boiada.

    1. Quando luladrão e sua equipe desvia mais de um trilhão de reais, ele persegue e defende quem? atordoado

  34. As escolas católicas estão tomadas, assim como as universidades públicas pela ideologia esquerdopata. É preciso reação!

    1. Roberto infelismente não somente as escolas, mas todas instituições de ensino no Brasil , deixaram de cumprir o lhe compete. Curso arquitetura em uma Universidade particular em Natal e escacarado a ideologia dos professores. Já ouvimos de professora que o setor privado, só preza por dinheiro e que não pensa em ninguém "funcionários" , ai me pergunto e nas federais como isso é tratado?!?!? Fora os outros absurdos que já ouvimos e quando você pega o histórico desse perfil de educadores, na maioria das vezes são pessoas que não conseguiram realização profissional e financeiro. Aqui mesmo em Natal já teve casos de alunos que conseguiram aprovação para a UFRN e que desistiram da vaga justamente por essas situações. Não se justifica ataques seja de direita pra esquerda ou esquerda pra direita, essa nação precisa de muita evolução para discutir política. É assustador a quantidade de ataques e ofensas pelo o simples fato de divergências partidárias. Torço e espero que a nossa nação seja curada da ignorância e arrogância impregnada no sangue de muitos. Esperança de dias melhores para os nossos filhos e netos.

  35. O COMUNISTAS TENTAM DE TODAS AS MANEIRAS INTRODUZIR SEUS PENSAMENTOS, ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO. SEJA ONDE FOR, ESSES EDUCANDÁRIO É DE ORIGEM CATÓLICA. ABESTADOS.

  36. Rapaz isso é o mínimo, basta ler a carta da CNBB em apoio ao movimento do 26° Grito dos Excluídos. Um retrato do que é de mais asquerosa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Allan dos Santos, do Terça Livre, diz que deixou o Brasil por temer por sua segurança, e acusa embaixadas da China e Coreia do Norte de espionagem ao governo brasileiro

Foto: (Ed Alves/CB/D.A Press)

O jornalista Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) apurar fake news e ataques contra a Corte, afirmou que deixou o país. Sem afirmar para qual localidade foi, Allan disse que deixou o Brasil por temer pela sua segurança.

Ele fez as afirmações em uma live com bolsonaristas, inclusive com a deputada Bia Kicis (PSL-DF). Apesar de não ter mandado de prisão em aberto, ou proibição de viajar contra o blogueiro, muitos países estão com as fronteiras fechadas para brasileiros, em razão da pandemia de coronavírus.

O Brasil é o segundo país em número de infectados e mortes, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Apenas portadores de passaportes diplomáticos podem ingressar em nações que aplicaram o bloqueio da entrada de brasileiros.

De acordo com informações que circulam entre os apoiadores do governo, Allan teria viajado para os Estados Unidos. Mas esta informação não foi confirmada. Ele acusou duas embaixadas (China e Coreia do Norte) de terem escutas para usarem contra o governo. A mesma acusação foi feita contra o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay.

O jornalista disse ainda que o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo, sabia dos supostos atos de espionagem. Procurado pelo Correio, Kakay afirmou que as declarações de Allan não tem ligação com a realidade. “A notícia é tão absurda, falsa nos mínimos detalhes, eu sequer sou do PT, nunca tive filiação partidária. Uma mentira canalha que só poderia partir de uma mente doentia e covarde. A indústria das fakenews, que alimenta o ódio, só serve para para transitar no submundo, no esgoto onde vivem estes ratos que tentam conspurcar a honra alheia. Eu nem respondo, pois sequer honra eles têm para preservar. São a escória humana”, disse o advogado.

O ministro Luís Roberto Barroso ainda não se manifestou sobre o caso.

Correio Braziliense

Opinião dos leitores

  1. Tem cara de doido mas não é doido. Quando a situação aperta foge igual ao Weintraub. Não adiantou apagar as postagens fake.

  2. A PETRALHADA FICA MAIS MALUCA QUANDO VER BOLSONARO LEVANDO OS RESTINHOS DOS VOTOS PETRALHAS NO NORDESTE…..É O BOZO 2022,NO 1º TURNO!!!!

    1. Maluco é quem faz festa e campanha eleitoral antecipada em meio a quase cem mil brasileiros mortos; em grande parte por incompetência e descaso com a vida humana.

  3. Mais um rato fugindo das próprias ratoeiras que criou. Deve estar mocosado com o analfabeto do Weintraub em Miami.

  4. Temos que isolar o gado e os Petelhos. São duas faces da mesma moeda. Só que o gado é pior porque prega golpe e perseguições. MORO 2022.

  5. Este cara deu no pé,para fugir da justiça brasileira. Era uma fabrica de fakes.
    A verdade semore tem que prevalecer.

  6. O cara foi embora para provar q a terra é plana e mesmo observando que não é, vai continua dizendo isso.
    Essa é a cara dos defensores do mentiroso mor, Bolsonaro.
    Como dizia minha mãe: "esse povo mente que o c* nao sente".

  7. Agora fiquei com medo. Coreia do Norte, esta nos espionando. Corram para as montanhas e florestas.

  8. Diziam que Bolsonaro seria um ditador. Quantos votos Alexandre de Moraes e Toffoli tiveram na eleição ?

    1. QUEM OS NOMEOU TEVE 87% DE APROVAÇÃO AOS OITO ANOS DE GOVERNO PROGRESSISTA E PRÓ POVO POBRE…SÓ ISSO. E, AINDA ELEGEU DUAS VEZES A SUA SUCESSORA, QUE SOFREU UM GOLPE PARLAMENTAR ORQUESTRADO PELO INIMIGO NÚMERO UM DA AMÉRICA LATINA: O TIO SAM!

    1. Severino, melhor dizer as verdades que ele contou, se é que contou alguma.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *