Moro diz à PF que foi alvo de ataques do ‘gabinete do ódio’ e cita ligação de Carlos Bolsonaro com o grupo

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou em depoimento à Polícia Federal que ouviu de ministros do Palácio do Planalto que o filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), é ligado ao chamado “gabinete do ódio”, grupo de assessores bolsonaristas que usa as redes sociais para atacar adversários do presidente, e disse ainda que foi alvo de ataques desse grupo após ter deixado o cargo de ministro.

No depoimento prestado no último dia 12 no inquérito sobre a organização de atos antidemocráticos, Moro afirmou que a ligação de Carlos Bolsonaro com o “gabinete do ódio” é comentada por ministros do Palácio do Planalto e afirmou que esses ministros poderiam dar maiores esclarecimentos à PF.

“Indagado se tem conhecimento do envolvimento de Eduardo Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, Tercio Arnaud, José Matheus, Mateus Matos em quaisquer dos fatos ora mencionados, respondeu que os nomes de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud eram normalmente relacionadas ao denominado ‘Gabinete do Ódio’; indagado sobre como tomou conhecimento da relação de tais pessoas com o denominado ‘Gabinete do Ódio’, respondeu que tomou conhecimento por comentários entre ministros do governo; indagado sobre quais ministros citavam a participação de Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud no ‘Gabinete do Ódio’ respondeu que eram ministros palacianos”, diz o depoimento.

Novamente questionado sobre quais ministros seriam esses, Moro preferiu não citá-los nominalmente. “Indagado se o depoente poderia nominar tais ministros, respondeu que reforça que era um comentário corrente entre os Ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto”, afirma no depoimento.

Moro disse não ter conhecimento se servidores públicos são usados nessas atividades de ataque às autoridades, mas afirmou à PF que era necessário apurar isso. Sobre os ataques que sofreu, o ministro afirmou no depoimento: “Esclareceu que quando de sua saída do Ministério de Justiça ocorreram diversos ataques contra sua pessoa em redes sociais; que chegou ao seu conhecimento que tais ataques eram oriundos do denominado ‘Gabinete do ódio’; Indagado se pode nominar as pessoas responsáveis pela a prática de tais condutas, direta ou indiretamente, respondeu que não sabe denominar”.

‘Animosidade’ com Rodrigo Maia

A PF questionou Moro se, durante seu período como ministro da Justiça, ele tomou conhecimento da existência de uma estrutura dentro do governo federal montada para atacar autoridades públicas dos outros Poderes, como parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal.

Apesar de dizer que só tomou conhecimento desses ataques por meio das próprias redes sociais, Moro citou que existia uma “animosidade” entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e que sabia dos ataques ao parlamentar.

“Tinha conhecimento de uma animosidade entre o Presidente da República e o Presidente da Câmara dos Deputados; que tinha conhecimento que o Presidente da Câmara dos Deputados sofria ataques por meio de publicações em redes sociais; que não sabe precisar se tais ataques eram advindos de dentro do governo ou de pessoas ligadas ao governo federal”, afirmou no depoimento.

Após essa declaração, Moro recomendou à PF tomar os depoimentos dos ministros palacianos. “Acredita que melhores esclarecimento possam ser prestados por ministros que atuavam dentro do Palácio do Planalto; Indagado sobre quem seriam os ministros, respondeu que seria possível obter melhores esclarecimento, por exemplo com o Secretário de Governo, o Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, e o Secretário de Comunicação, uma vez que o depoente trabalhava fora do Palácio do Planalto”.

Em depoimento prestado anteriormente no mesmo inquérito, Carlos Bolsonaro negou que orquestrasse ataques a autoridades nas redes sociais por meio de terceiros. Nesta sexta, o vereador comentou o depoimento de Moro após a revelação pelo GLOBO: “Não há qualificação para mais essa tentativa boçal. Saudades de viver em um mundo onde homens eram homens!”.

Desde que deixou o governo, esse é o segundo depoimento prestado por Moro em uma investigação. O primeiro foi no inquérito aberto para apurar as acusações de interferência do presidente Bolsonaro na Polícia Federal, feitas por ele ao pedir demissão.

O inquérito sobre atos antidemocráticos foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar a realização, financiamento e organização de atos com ataques aos Poderes. O relator da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) é o ministro Alexandre de Moraes.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zedetoim disse:

    O melhor que Moro fez foi ter acabado com Luladrão politicamentre, com a quadrilha do PT !!!!!!

  2. Antonio Turci disse:

    Desculpem os discordantes, mas Sergio Moro foi o melhor presente que o Criador deu ao Brasil desde 1500. De grande preparo intelectual, de incomparável envergadura moral e ética, deixou um grande legado ao povo brasileiro por ocasião da Lava Jato. Poderá, no futuro, fazer muito pelo Brasil. Não reconhecer o mérito de Sérgio Moro é um atestado de ingratidão ou de ignorância.

    • ACÉFALO disse:

      Uuauu!! Que texto lindo.

      Só a título de informação.

      1 – o Juiz ou ex ou sei la o quer.. envolvido no ESCÂNDALO da Privatização TUCANA,

      2- envolvido no ESCÂNDALO do Banestado.

      3 – Ser teve um político ou algum do tipo chamou Dr. ENÉAS CARNEIRO.

  3. Antônio Soares disse:

    Esse é o final de todo dedo duro

  4. Chicó disse:

    Interessante, todo mundo, exceto o gado que não tem massa na cabeça, sabia que a família Bozo era fake e que vive do ódio do povo. Quando esse ódio era direcionado ao PT e outros inimigo de conveniência, Moro se aliou a família "quem disse que ele era família foi a Sra. Moro" ele achava bom e não reclamava. Agora diz que não sabia, que é vítima… Acredita quem quer. Não só Moro como vários outros provaram do próprio veneno com a família Bozo. Mais que merecido. Mas não para por aí, Deus vê tudo e quem planta colhe. QUEM FAZ MAL AOS OUTROS OU VÊ E NADA FAZ PARA PARÁ-LO, LOGO VIRA VÍTIMA DESSE MAL.

    • Rodrigo disse:

      É, o trabalho do moro parece que só lhe fez bem, mesmo sem ter cargo público tem aprovação da maioria do povo brasileiro, seus trabalhos rendem muito dinheiro, e a lava jato continua a todo vapor, ontem mesmo estava na rua enquadrando mal feitores petralhas. Pelo que se comenta, o trabalho desenvolvido pelo nosso herói, pelo andar da carruagem, irá perdurar ainda por uma década adiante. Será se os petralhas tem bons trato com a coisa pública? E se essa operação colherá bons frutos para brasileiros e o ex-juíz Sérgio Moro?

  5. Rocha disse:

    Outra decepção nacional, pagou pela vaidade de ser chamado de ministro. Se achou quando exercia o cargo; toda moral desse cidadão foi pra lata do lixo.

  6. djailson disse:

    é SÓ AGUARDAR o fim DE moro com a delação de TACLA DURAN . e PENSAR QUE FUI para Midway para defende-lo.

  7. Chico 200 disse:

    O marreco tá cercado pelo Celso três, tá querendo inventar coisas. A tucanada tá ferrada! Povo que ele sempre defendeu.
    Chora, marreco!! Vai defender Zé Serra e mais uma meia dúzia dos seus amigos! Dispensa os 750 mil!

  8. Bolsonaro RN disse:

    Ele quer sempre ser lembrado na mídia, se não, só lembranças de barto Galeno, esse judas.

  9. Junin disse:

    Choveu no molhado foi?

  10. Trincheira disse:

    Depois do papelão que fez na saída com cargo de Ministro, tudo que esse senhor fala, parecer ser discurso previamente programado, estudado e pronto para criar versões.
    A necessidade em culpar alguém na família Bolsonaro é tão grande que foge a normalidade.
    Ele tem tanto foco em acusar a família Bolsonaro que nunca fez, não disse uma palavra contra aqueles que realmente atuaram contra ele, como o famoso caso do roubo de sua mensagens pelo intercept e seus atores que agiram contra membros da República e nunca foram sequer, acusados formalmente.
    Moro desfigurou-se aos poucos, juiz implacável contra alguns políticos, nunca processou ninguém do PSDB, pelo contrário, engavetou as investigações contra Aécio , a irmã dele e seus emissários.
    Sabe o que faz e o faz de forma planejada, calculada, fria, afinal, ninguém joga fora 20 anos de magistério para ficar sem nada nas mãos.
    Na realidade tanto faz votar em Moro, Aécio, FHC e demais figurinhas carimbadas do PSDB, são todos filhos do mesmo ninho.

  11. J & J disse:

    Meu candidato em 2022 será Moro

  12. Ivan disse:

    Nosso futuro presidente, moro 2022.segura essa Brasil véi de guerra.

  13. Chega de CANALHAS disse:

    Que decadência, esse aí não passa de um fofoqueiro recalcado. #CHORAMORO

  14. Calígula disse:

    Chora Moro buá, buá, buá kkkk

Com processo travado, acusação de lavagem de dinheiro contra Lula prescreve em 30 dias

Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Um dos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Lava Jato está travado em Curitiba por causa de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Parte dos crimes prescreve no próximo dia 19 de dezembro, o que pode levar à impunidade do petista. Nesta ação penal, Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro através da compra de um terreno para construção de uma nova sede para o Instituto Lula e do aluguel de um imóvel em São Bernardo do Campo (SP). Duas acusações de lavagem de dinheiro estão prestes a prescrever.

Na segunda-feira (16), o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, determinou que a Justiça Federal de Curitiba disponibilize à defesa de Lula o acesso aos dados contidos no acordo de leniência entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal (MPF) nos processos que envolvem o ex-presidente na Lava Jato.

Dentre os documentos aos quais a defesa do ex-presidente terá acesso estão a troca de correspondência entre a força-tarefa da Lava Jato com outros países, como Estados Unidos e Suíça, além de vários relatórios, depoimentos e perícias.

Em agosto, a Segunda Turma do STF concedeu acesso à defesa de Lula ao acordo de leniência firmado pela Odebrecht com autoridades brasileiras. Para tanto, restava apenas que o Ministério Público e a Odebrecht especificassem quais dados diziam respeito ao ex-presidente. A decisão fez com que o processo, que estava pronto para sentença, voltasse à fase anterior à apresentação das alegações finais, que é a última fase antes do anúncio da sentença.

“Não é possível condicionar o acesso do reclamante aos citados informes à prévia seleção destes pelas demais partes envolvidas, a saber, o MPF e a Odebrecht, cujos interesses, por óbvio, são claramente conflitantes com os da defesa”, destacou o Lewandowski na decisão desta semana.

MPF alega já ter atendido pedido de Lula

Em outubro, o MPF pediu que o processo fosse retomado, alegando que a decisão do Supremo já foi cumprida.

Um mês antes, em setembro, o ministro Ricardo Lewandowski ordenou à 13ª Vara Federal de Curitiba que garantisse à defesa acesso ao acordo. Segundo os advogados do petista, o juiz Luiz Antônio Bonat pediu manifestações do MPF e da própria Odebrecht antes de liberar acesso aos anexos em que Lula é citado.

O MPF argumenta que as informações já foram repassadas à defesa. Mas a ação penal está travada por causa da decisão de Lewandowski.

Todos os réus ainda vão precisar apresentar suas alegações finais para que só após o fim desse prazo Bonat possa tomar uma decisão. Como o ex-presidente tem mais de 70 anos, os crimes de lavagem de dinheiro prescrevem no dia 19 de dezembro.

Processo de Lula terá fase de alegações finais três vezes

O processo sobre a compra do terreno para o Instituto Lula é marcado por um vai e vem de decisões judiciais. O caso chegou à fase de alegações finais pela primeira vez em 2018.

Após a decisão do STF que determinou prazos diferentes para entrega de alegações finais quando há réus delatores no processo, a ação penal contra Lula retornou a esse ponto no início de 2020.

Mais uma vez, quando o processo estava pronto para sentença, a Segunda Turma determinou que a defesa tivesse acesso aos documentos do acordo de leniência da Odebrecht, atrasando mais uma vez a conclusão do caso.

Entenda o caso

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, entre 2010 e 2014, o executivo Marcelo Odebrecht prometeu uma propina no valor de R$ 12,4 milhões para o ex-presidente Lula, paga na forma da aquisição de um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula, em São Paulo.

O MPF afirma que, para receber a propina, Lula contou com o auxílio de um seus advogados, Roberto Teixeira, e também do ex-ministro Antonio Palocci. O terreno foi comprado por Glaucos da Costamarques e pela DAG Construtora, que agiram como “laranjas” da Odebrecht. A construção da nova sede do instituto, porém, nunca ocorreu.

No mesmo processo, o MPF também denunciou Lula, Glaucos e Teixeira por lavagem de dinheiro no valor de R$ 504 mil, realizado através da aquisição em favor de Lula de um apartamento em São Bernardo do Campo. O imóvel foi mantido no nome de Glaucos, mas foi adquirido com recursos da Odebrecht por intermédio da DAG.

Gazeta do Povo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dantas disse:

    Se tiver algum jurista que possa me explicar, eu queria saber.
    Um sujeito desse, JULGADO E CONDENADO EM DUAS INSTANCIAS, NÃO ERA PRA ESTÁ PRESO?????
    pra quê julgaram e condenaram?????
    Me ajude aí, minha cabeça não consegui entender.
    QUANTO AO STF DEIXAR CADUCAR ESSES PROCESSOS, SO POSSO ACHAR, QUE ESSES CARAS, SÃO FARINHA DA MESMA SAFRA.
    OU SEJA, UM LOTE RUIM QUE NÃO SERVE PRA NADA.

  2. NACIA disse:

    Isso é tudo combinado para manter esse LADRÃO solto. BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL. Solta todos os presos . Essa P_ _ _ _ é uma CACHORRADA SÓ .

    • Antônio Soares disse:

      Cachorrada não, na realidade isso é uma grande quadrilha de bandidos, uns travestidos de políticos e outros de juízes. E agora vão soltar o capo, e com certeza aí vai entrar na "justiça" pra pedir indenização.

  3. Vaqueiro Açoitador disse:

    Esse MPF de sapatênis não tem o que fazer não?
    Processo sem pé e sem cabeça.

Assessoras de Flávio recebiam ‘mesada’, diz MP; defesa do senador fala em ‘vícios processuais e erros de narrativa e matemáticos’

Foto: Pedro França/Agência Senado

No depoimento que Luiza Sousa Paes, ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro, prestou ao Ministério Público do Rio ela admitiu que devolvia mais de 90% de seu salário e ficava com apenas R$ 700 todos os meses do esquema ilegal no gabinete do “01” na Assembleia Legislativa do Rio. A denúncia contra Flávio e Fabrício Queiroz, obtida pelo GLOBO, expõe outras funcionárias em situações similares, constatadas através de quebras de sigilo bancário e outras diligências. A própria Luiza afirmou aos investigadores que assessoras lotadas com ela também eram “fantasmas”. A partir do cruzamento de dados bancários, a promotoria identificou variações do que foi considerado como uma “mesada” retida por elas antes da devolução dos salários, com valores entre R$ 300 e R$ 1,9 mil. Uma das mulheres denunciadas chegou a fazer uma anotação, encontrada em um extrato apreendido, em comemoração à ampliação da parcela não repassada a Queiroz. As defesas de Flávio e Queiroz negam as práticas irregulares apontadas pelo MP.

De acordo com a denúncia, o dinheiro pago pela Alerj a essas assessoras, todas indicadas como “fantasmas”, era devolvido a Queiroz através de operações em espécie que, em geral, seguiam a mesma lógica: salários e benefícios depositados eram sacados das contas bancárias e repassados ao assessor de Flávio através de depósitos em dinheiro vivo, sem origem identificada. Em menor escala, Queiroz também recebeu transferências bancárias identificadas de integrantes do gabinete.

O MP classificou como “mesada” o valor que essas funcionárias mantinham para si depois do repasse dos salários a Queiroz. Luiza, por exemplo, relatou ter retido inicialmente do esquema ilegal R$ 700. Os promotores identificaram em sua quebra de sigilo e, depois, com documentos apreendidos em sua casa que a partir de 2013 esse valor chegou a R$ 800. Ela própria anotou em uma planilha o valor que permanecia na conta bancária que utilizou para receber os salários da Alerj.

No depoimento ao MP, Luiza também disse ter conhecido outras pessoas nomeadas no gabinete de Flávio que viviam situação semelhante à dela: nomeadas sem trabalhar. Ela citou a personal trainer Nathália Queiroz, filha do operador financeiro, e Sheila Coelho de Vasconcellos, outra ex-assessora.

Os extratos bancários de Nathália mostram que ela retinha todos os meses R$ 1,1 mil. Essa era a diferença entre o que recebia mensalmente e o que devolvia a Queiroz, ainda que os valores pagos pela Alerj tenham variado a partir de trocas de cargos dentro do próprio gabinete. Nathália esteve nomeada entre setembro de 2007 e dezembro de 2016, mas, como apontou a denúncia, era uma “funcionária fantasma”. Em nove anos e três meses de Alerj, o MP estima que ela tenha desviado R$ 703,5 mil para o esquema da “rachadinha”. A jovem era aluna de Educação Física em uma faculdade de Realengo, na Zona Oeste do Rio, a cerca de 40km da Alerj, e teve vínculo empregatício com pelo menos três academias de ginástica.

De acordo com o MP, Sheila é mulher de um agente penitenciário com quem Queiroz jogava futebol em um time de Oswaldo Cruz, na Zona Norte. Sheila foi vizinha do assessor parlamentar e, devido à proximidade com o funcionário de Flávio, acabou nomeada no gabinete entre novembro de 2009 e abril de 2016. No período, reteve uma mesada que variou entre R$ 1,6 mil e R$ 1,9 mil, tendo disponibilizado R$ 450,2 mil para o esquema de “rachadinha”.

Comemoração em extrato bancário

Outra assessora indicada como “fantasma” e acusada de reter uma mesada antes de devolver a remuneração paga pelo gabinete de Flávio na Alerj é Flávia Regina Thompson da Silva, nomeada entre abril de 2007 e dezembro de 2017. Com ela, o MP apreendeu, por meio de mandado de busca e apreensão, anotações que podem comprovar a participação no esquema da “rachadinha”.

Entre elas, está um papel com os dados da conta bancária de Queiroz e um extrato bancário em que Flávia escreveu uma comemoração sobre o aumento da parcela que poderia manter para si, sem repassar ao esquema. Inicialmente, ela retinha R$ 1,1 mil, mesmo valor da mesada de Nathália Queiroz. Em agosto de 2018, Flávia escreveu à mão: “Comecei a tirar R$ 1.400 (um mil e quatrocentos reais)”. A anotação incluía ainda um emoticon: “\o/”, referência a uma pessoa que vibra com os braços levantados. Os promotores estimam que Flávia tenha repassado R$ 235 mil ao esquema criminoso.

Mãe do miliciano Adriano da Nóbrega, morto em janeiro desde ano em uma operação policial na Bahia, Raimunda Veras Magalhães também reteve uma mesada enquanto esteve lotada no gabinete de Flávio, conforme identificou no MP. Os extratos bancários obtidos pela investigação mostram que ela deixou de repassar a Queiroz parcelas pequenas de sua remuneração. A quantia destinada a ela variou de R$ 300 a R$ 600, entre abril de 2015 e dezembro de 2018. Os promotores também afirmam que Raimunda era “fantasma” e não trabalha realmente na Alerj.

Para verificar se essas mulheres, e outros funcionários, exerciam funções no gabinete de Flávio, o MP consultou os registros de geolocalização dos celulares utilizados por elas. Em um intervalo de cinco anos de registros armazenados por companhias telefônicas, elas realizaram e receberam raras chamadas de voz no entorno da Alerj. Os dados de Nathália Queiroz, por exemplo, mostram que ela “não passava sequer próximo da Assembleia Legislativa”, tendo realizado somente uma chamada telefônica nos arredores da Casa entre as 3,5 mil que fez no período analisado pelos promotores. Informações sobre a atuação profissional de cada uma delas também foram utilizadas para demonstrar que seus ofícios não estavam atrelados à Alerj, onde parte delas sequer tinha crachás para entrar e sair das instalações.

Flávio, Queiroz e outras 15 pessoas foram denunciados por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro. Entre os alvos, estão Nathália de Melo Queiroz e Evelyn Melo de Queiroz, filhas mais velhas de Queiroz, e Márcia de Oliveira Aguiar, mulher dele. Ambas operavam da mesma maneira que Luiza Sousa Paes, conforme indica o MP, e teriam sido responsáveis por desviar cerca de R$ 1,7 milhão para o esquema operado por Queiroz.

Procurada, a defesa do senador Flávio Bolsonaro, exercida pelos advogados Rodrigo Roca, Luciana Pires e Juliana Bierrenbach, afirmou em nota que “em função do segredo de Justiça, a defesa está impedida de comentar detalhes, mas garante que a denúncia contra Flávio Bolsonaro é insustentável”. E completou:

“Dentre vícios processuais e erros de narrativa e matemáticos, a tese acusatória forjada contra o senador se mostra inviável e não passa de uma crônica macabra e mal engendrada, influenciada por grupos que têm claros interesses políticos e que, agora, tentam voltar ao poder. A denúncia, com tantos erros e vícios, não deve ser sequer recebida pelo Órgão Especial. Todos os defeitos de forma e de fundo da denúncia serão pontuados e rebatidos em documento próprios e no momento adequado”.

O advogado de Fabrício e Nathália Queiroz, Paulo Emílio Catta Preta, declarou que o esquema de “rachadinha” seria inexistente e que considera “inverídica a afirmação de que as assessoras recebessem uma espécie de mesada, como será demonstrado no curso da instrução processual”.

A defesa de Luiza Sousa Paes afirmou que não foi notificada judicialmente e não comentaria o procedimento em função do segredo de Justiça. Procurada, Vera Raimunda Magalhães desligou o telefone após a identificação da equipe de reportagem. O GLOBO ainda tenta contato com Sheila Coelho de Vasconcellos e Flávia Regina Thompson.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ex-Pretralha disse:

    João, Chico e outros otário aí, a maioria do povo não tem político de estimação, não como vcs, esse idiota do Flávio, tem que ser preso mesmo e escrever um livro juntamente com Lula, na cadeia. NÃO foi o pai que mandou fazer rachadinha não, fez cana, AGORA; uma justiça que solta lula, vai prender de imediato o filho de um presidente, mesmo ladrão, não vai, se não lulinha tava guardado! Já o doído da Poiva, vai até 2026, tomem muita água pra não desidratar, o choro vai ser longo.

  2. Calígula disse:

    BG tá forçando a barra, tá querendo uma vaga de colunista na Editora Globo 🤣🤣🤣🤣

  3. João disse:

    Tô com dó…a família tá em tempo de ser presa …
    Acode gado…vem passar pano pra ladrão…muuuuuuuummm

  4. Bosco disse:

    Pronto! Aceito o atestado de burrice!

  5. Chico 200 disse:

    O globo não noticia mais sobre a eleição americana? Como andam os resultados? Será que o "novo presidente" já está preparando sua equipe?

  6. Beleu disse:

    Vira o disco!!!!

  7. Bolsonarista Binário disse:

    E agora? Será que o papai ainda acha que bandido bom é bandido morto?

  8. FAL$OS ME$$IAS disse:

    O castelo foi construído em cima de lama (fake). Não se sustenta. Vai cair.
    A verdade tarda mas não falha…..
    CONHECEREMOS A VERDADE E A VERDADE NOS LIBERTARÁ DOS FALSOS MESSIAS…..

  9. Vaqueiro Açoitador disse:

    Deixar o gado 🐄 açoitado fazer a defesa..
    Ah, antes que o Sr. Vergonha me mande ir procurar emprego, estou trabalhando numa fazenda, tangendo bicho.

  10. Pixuleco disse:

    Eita piúla ! E agora ?
    O gado 🐄 como sempre vai dizer .
    Porque o Petê, os nove dedos ou seja a mesma conversinha de sempre . Aí eu digo GADOLÂNDIA CALMA . Não é por aí . A questão é que os Bananinhas filhos do Tonho da lua , estão totalmente encrencados . E não me venham com churumelas . É batom na cueca e dinheiro no foba . Com muita calma nessa hora GUBIRA DO OZÔNIO , Pedroca e Calígula devem estar arrepiados com a torombinha do papangu da CLORIQUINA . Aff que povo avexado ! A mamadeira de piroca já está pronta .

  11. chicó disse:

    A única escapatório é invalidar o processo, dizer que a Globo e os jornais são lixo, demonizar tudo e todos e dizer que é vítima e santo, todos os outros são demônios PORQUE SE O PROCESSO ANDAR FUDEUUUUUUUUUUU.

  12. Lula é o maior ladrão do mundo disse:

    Esse Disco já tá muito arranhado de tanto ser repetido…
    Vira o Disco!

    • Maria Fofoca disse:

      Só te encomoda a corrupção de políticos que vc ñ gosta né? Sendo o filhinho do grande mestre palhaço Bozo tudo bem. Cadê a indignação das pessoas de bem desse país com a corrupção?

    • Manoel disse:

      Faltou o mugido no fim: muuuummmmmmmmmmm!
      Talkei?

Juiz encerra acusação contra Neymar por divulgar fotos íntimas

Foto: Reprodução/Instagram

Neymar teve o caso de violação cibernética encerrado envolvendo a acusação de estupro contra Najila Trindade, em 2019. A informação foi divulgada pela agência Associated Press, nesta quinta-feria (8). O juiz responsável pelo caso foi Marcel Laguna Duque Estrada.

Além das alegações de estupro de Najila, Neymar ainda estava envolvido em violações de crimes cibernéticos por divulgar fotos íntimas da jovem mas, em ambos os casos, a investigação não resultou em nenhuma acusação contra ele. A acusação de estupro já havia sido encerrada em 2019.

Neymar estava sendo investigado pela divisão de crimes cibernéticos da Polícia do Estado do Rio por postar imagens íntimas e mensagens da acusadora sem a autorização dela, em uma possível violação de sua privacidade online. Neymar disse na época que as imagens foram postadas por sua equipe.

ENTENDA O CASO

Neymar foi acusado de estupro, em junho de 2019, pela jovem Njaila Trindade. Na época, ele usou as redes sociais para se pronunciar publicamente sobre a acusação. Por meio de um vídeo no Instagram, o jogador negou as acusações e expôs conversas que teve com a suposta vítima pelo Whatsapp.

“Estou sendo acusado de estupro. É, é uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole sabe que jamais faria uma coisa desse tipo”, lamentou.

“Estou aqui para dar a cara a bater. Sei que qualquer notícia que envolve meu nome tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo minha declaração. O que aconteceu foi o contrário do que dizem, estou muito chateado nesse momento, mas a partir de agora vou expor a conversa que tive com a menina, todos os nossos momentos, que são íntimos, mas é necessário expor pra provar que realmente não aconteceu nada demais”, disse antes de mostrar a troca de mensagens.

Neymar confirmou ter se envolvido com a suposta vítima, mas garante que a relação foi consensual: “O que aconteceu foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal e no dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem, ela me pediu uma lembrança ao filho e eu ia levar. Agora fui pego de surpresa”, continuou.

O caso teria ocorrido em um hotel de Paris, no dia 15 de maio de 2019. Segundo informações divulgadas pelo G1, a vítima relatou ter encontrado o atleta embriagado e afirmou que em determinado momento ele ficou agressivo e a forçou uma relação sexual.

No vídeo, Neymar afirma que foi vítima de uma armadilha: “Acho que é o momento de todo ficar sabendo o que aconteceu. É ruim me colocar nessa situação, bem chato. É muito triste acreditar que o mundo está assim. Que existem pessoas que querem se aproveitar, que querem extorquir as outras. É doloroso, mas já que me colocaram nessa situação, estou explicando. Espero que a Justiça olhe as mensagens e veja o que aconteceu. É com muita tristeza e dor no coração que faço esse vídeo, que explico isso, uma situação bem chata não só pra mim como pra minha família. Peço perdão a eles por colocá-los nessa situação, eu não queria e fui induzido a isso. Foi uma armadilha e acabei caindo. Mas que isso sirva de lição”.

Em setembro do ano passado, Najila foi indiciada pela polícia de São Paulo por extorsão, fraude processual e denúncia caluniosa. O ex-marido dela, Estivens Alves, foi denunciado por fraude processual e divulgação de conteúdo erótico.

Segundo a assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, o indiciamento acontece depois da conclusão de dois inquéritos que tramitavam pelo 11º DP (Santo Amaro) envolvendo Neymar. As peças são desdobramentos do caso investigado e encerrado junto à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, sob presidência da Doutora Juliana Lopes Bussacos.

O pai de Neymar entrou com a ação de denúncia caluniosa e tentativa de extorsão de Najila. A modelo, por sua vez, denunciou o ex-marido por divulgação de conteúdo erótico. Os inqéritos, que correm sob segredo de Justiça, foram encaminhados ao Tribunal de Justiça para apreciação dos representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário.

Leia, na íntegra, a nota divulgada pela assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo sobre o caso:

“A Policia Civil informa que a Delegada de Polícia Monique Lima concluiu os dois inquéritos que tramitavam pelo 11º DP envolvendo Neymar da Silva Santos Júnior. As peças são desdobramentos do caso investigado e encerrado junto à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, sob a presidência da Doutora Juliana Lopes Bussacos, que tinha por finalidade apurar suposto crime de estupro, do qual a senhora N.T.M.S. teria sido vítima, tendo como suposto autor o atleta. Com base no conjunto probatório reunido durante as investigações, a delegada decidiu pelo indiciamento de N. e ESTIVENS ALVES, seu ex-companheiro, pelo crime de fraude processual (art. 347, parágrafo único, CP). Decidiu, ainda, por indiciar Alves pelo artigo 218-C, por divulgar material com conteúdo erótico de N. para um repórter, em troca de publicações suas na internet. Após o esclarecimento da materialidade delitiva, procedida à realização das respectivas perícias e oitivas, a autoridade também decidiu pelo indiciamento de N. nos crimes de denunciação caluniosa e extorsão. Os inquéritos, que seguem sob segredo de Justiça, foram encaminhados ao Tribunal de Justiça para apreciação dos representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário”.

Procurado por QUEM, Cosme Araújo, advogado de Najila, disse que ainda não teve acesso ao relatório final da advogada. Portanto, para evitar contradições, ele falou que só irá se manifestar quando tiver acesso a todo o inquérito.

A investigação sobre o suposto estupro foi arquivada em julho, após a polícia decidir não indiciar Neymar. De acordo com a delegada que investigou o caso, os depoimentos e provas apresentados à Polícia Civil pela modelo apresentaram “incongruências”.

Globo, via Quem

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luis disse:

    Um multimilionário , graças a Deus, mas não deixa de ser um mau caráter, um unfair player, jamais terá seu nome no rol da fama mundial, aqui no Brasil pode ser pq os babacas gostam de quem tem grana !!!

    • george disse:

      Basta ele ganhar uma copa e tudo isso que vc falou será é exaltado

      Que o diga os Romários e Maradonas da vida… O Neymar não amarra a chuteira deles em matéria de fuleiragi

FOTOS: Mulher em SP diz que gata morreu após comer folha de ‘sementes misteriosas’ que vieram da China

Marisa Silveira contou que gato comeu folha de planta de semente misteriosa e morreu — Foto: Reprodução/TV TEM

Uma moradora de Itapetininga (SP) afirma que sua gata morreu depois de comer a folha de “sementes misteriosas” que recebeu ao fazer compras online em um site chinês. Não há, por ora, nenhum laudo veterinário ou comprovação científica que ligue a morte às sementes.

À TV TEM, Marisa Silveira disse que comprou roupas no site e recebeu as sementes em um envelope antes das suas encomendas chegarem. Segundo ela, não havia nenhum endereço de remetente, mas na embalagem estava escrito “Express”, “China” e “gratuito”, e as sementes estavam embaladas. Ela, então, plantou em um vaso.

“Comprei umas três vezes em um site chinês e acredito que pegaram meu endereço de lá. Não tem outra explicação”, diz.

Segundo Marisa, a gata comeu as folhas da planta e começou a passar mal. Ela decidiu levar até uma clínica veterinária. Exames foram feitos, mas nada de anormal foi constatado.

O veterinário, então, sugeriu a eutanásia alegando que barriga da gata estava com muito líquido que precisava drenar. Contudo, não foi possível identificar a causa da morte.

“Plantei e jamais imaginei que poderia ser uma planta tóxica. Agora estou assustada. A gata comeu e suspeito que pode ser a folha que intoxicou minha gata”, disse.

Recebeu as sementes? Saiba o que fazer

O Ministério da Agricultura informou que já recebeu 36 denúncias, em oito estados, sobre o envio de pacotes de sementes não solicitadas.

Essas sementes misteriosas normalmente vêm junto com produtos comprados pela internet, em sites ou aplicativos internacionais. Segundo o ministério, a origem das embalagens é de países asiáticos, como China e Malásia. Os chineses negam o envio e falam que as embalagens foram fraudadas.

O Ministério da Agricultura reforça para que a população tenha cuidado e não abra encomendas de sementes não solicitadas, seja qual for o país de origem.

Caso o cidadão receba as sementes, a orientação é que o material seja entregue em uma das unidades do ministério ou no órgão estadual de Defesa Agropecuária.

O pacote também não deve ser descartado no lixo para evitar que o contato das sementes com o solo cause prejuízos ao meio ambiente.

O ministério informou que todo o material recolhido está sendo analisado pelo Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de Goiânia, referência no país. Os técnicos querem descobrir a espécie da semente e se ela traz riscos à saúde.

Moradora de Itapetininga (SP) recebeu pacote com sementes misteriosas após compra em site chinês — Fotos: Reprodução/TV TEM

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Povo sem noção recebe sementes não sabe de quem vindas da China e plantam, igual a essa senhora deve existir dezenas ou centenas de pessoas que já plantaram.
    Queimem essas imundícies que pode prejudicar a nossa agricultura comercial ou familiar, pode ser uma praga.

  2. avelino disse:

    É PESSOAL CUIDADO COM A CIMENTE QUE TÁ VINDO DA CHINA. PRIMEIRO FOI A CONVID 19 PARA PLANA O CAMINHO, AGORA TÁ MANDANDO AS CIMENTINHAS, QUANDO VC PENSAR VAI TÁ FALANDO CHINE, COMUNISTA É DE LASCAR, TOMAMOS CUIDADO.

  3. Moral dos Santos disse:

    Super esperta ein dona Marisa, se fizer um teste de QI vai descobrir que é uma galinha.

FOTO: Após constrangimento com a polícia, mais uma prova do Marista ganha polêmica e tem Bolsonaro com motosserra e apologia ao MST

Foto: Cedida

Após a atividade do ensino fundamental que causou revolta aos policiais de todo o Rio Grande do Norte, obrigando o colégio a fazer retratação com a entidade e ainda aos pais indignados, outra prova da instituição circula nas redes sociais e retrata o presidente Jair Bolsonaro com uma motosserra. A atividade ainda mostra uma evidente apologia ao MST.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Estevam Ferreira de Melo Neto disse:

    Os jovens precisam serem críticos diante da realidade do nosso país, eu não vejo nada de errado nessa charge

  2. Lamark disse:

    A revolta da esquerda, é que o nosso presidente esta fazendo um ótimo governo, e só não esta melhor devido ao STF e Senado e Congresso Nacional… Mas iremos mudar este sistema aparelhado o qual se transformou a maquina publica.. #B38

  3. João Carlos disse:

    Vi pessoas comentando que deveria demitir o professor, falou uma pessoa que deve ter uma vida 100% ilibada, que nunca cometeu nenhum desvio de conduta, que deve ser uma cristã que pensa no outro, enfim uma cidadã de bem no seu mais puro sentido. Quem nunca cometeu algum deslize na vida, ou estamos diante de verdadeiros DEUSES REENCARNADOS NA TERRA.

  4. Manoel disse:

    Vou reproduzir o texto de um colega abaixo, o resto é mimimi do gado (como fala o gado) que nao tem coragem de admitir o que o líder deles defende.
    "O presidente declara abertamente ser a favor de desmatamento e garimpos ilegais e de invasão de terras indígenas, e vêm os seus devotos se incomodar com uma imagem que retrata apenas a REALIDADE.
    Eles acham que o mundo se resume às fake news do presidente que os apedeutas acreditam "

    • Denise Aparecida disse:

      Quero saber onde vocês andam se informando? … Bolsonaro é totalmente CONTRA desmatamento. E principalmente CONTRA outros países virem cantar de galo sobre nosso meio ambiente. Acordem, tentem ver as notícias na internet pois no meio jornalístico andam só jogando informações falsas… Por favor. É nosso país. Sem presidentes de estimação e sim Nosso País. Oremos.

  5. Estudante anônimo disse:

    Então, como aluno, eu tenho TOTAL direito de falar sobre isso, diferente de vocês bando de velho que nem sabe escrever direito na internet.
    Na minha opinião, o professor está correto, pois como professor de sociologia, ele deve nos fazer pensar sobre o que ocorre fora dessa bolha social que vocês riquinhos privilegiados e brancos passam todos os dias. Não sou negro, nem sou pobre, porém, com as aulas dele, percebi que existem milhões de pessoas ao redor do mundo que sofrem, mas muitas vezes, não percebemos nem ajudamos pois estamos muito ocupados discutindo politicazinha na internet. Se querem realmente fazer alguma coisa, comecem doando para orfanatos, hospitais, etc, ai sim vocês podem falar que sao cidadãos bons de verdade

    • Minion alienado disse:

      Parabéns pelo posicionamento, esse é o legado que Champagnat plantou nos Maristas. Por isso é importante o estudo da sociologia e da filosofia, pena que a massa de alienados só pensa em educação moral e cívica junto com OSPB.

  6. Vitória disse:

    Quem não tiver satisfeito com a metodologia , tire o filho. Pelo menos abre vaga p os que estão na fila de uma das melhores escolas do RN, quiçá do Brasil. É muito difícil conseguir uma vaga no Marista e não é por acaso. Parem de hipocrisia!!! Meu filho estuda lá e cada vez só fico feliz com o que vejo. Sei que ele terá visão crítica da sociedade em que vivemos. Parabéns família Marista.

  7. Direita Honesta disse:

    Os pais têm todo o direito de educar seus filhos conforme seus alores e convicções. E os professores não têm o direito de "fazer a cabeça" dos filhos alheios, conforme suas preferências ideológicas. Alguém que tente impingir suas convicções a pessoas ainda incapazes de discernir entre o certo e o errado estará prestando um desserviço à educação, estará corrompendo cabeças inocentes e indefesas. E isso é absolutamente inaceitável.

  8. Gustavo disse:

    A China comunista é quem mais polui no mundo. Triste educação brasileira. Essa ideologia desses professores colocaram o Brasil nos últimos lugares dos rankings internacionais. Dessa forma as escola que deveria ensinar, perpetua o atraso.
    Comunismo/socialismo deveria ter o mesmo tratamento dado ao nazismo.

  9. Eduardo disse:

    Hoje quem não concorda com as opiniões desse governo é chamado de comunista,deixem de falso moralismo!

  10. Oliveira disse:

    Alguns professores estão deixando as metodologias de ensino, por metodologias políticas, devido a doutrinação por políticos e partidos.

  11. Manu disse:

    ESTUDO FM FACULDADE PARTICULAR E SOU TESTEMUNHA DE QUE ALGUNS PROFESSORES, A MEU VER, SÓ PENSAM EM IMPOR AS IDEOLOGIAS DA ESQUERDA; SÃO INCAPAZES DE FALAR DOS DESGOVERNOS, DOS ATOS DITATORIAIS PRATICADOS PELOS PAÍSES COMUNISTAS, E NESTE CASO, ESQUECEM OS DIREITOS HUMANOS, AS MINORIAS.

    • Manoel C. disse:

      Mude de faculdade e não escreva em caixa-alta, na internet significa GRITAR!

  12. Emerson Fonseca disse:

    Qual a mentira ou inverdade da Charge, parabéns Professor, vamos fazer os alunos pensarem no País como realmente é hoje.

    • Potiguar arretada disse:

      Qual é a mentira da charge ???? Qual é a inverdade da charge? Ou agora as escolas não podem lecionar de forma crítica, forjando no aluno um pensamento crítico, reflexivo ? Achou ruim a charge ???? Pq em ??? Ache ruim não , essa é a realidade do nosso país. Pra que varrer pra debaixo do tapete? Parabéns ao professor e a escola por abordar tão bem o assunto. Tem que ensinar assim mesmo . Adorei !!!

  13. João Juca Jr disse:

    Tudo isto está de acordo com a "cartilha" dos ensinamentos do comunista italiano Antonio Gramsci, que preconizava a chegada ao poder não pela luta armada, e sim através da destruição dos valores da civilização ocidental, como a família, a Igreja, a educação, as relações de trabalho, etc. Os canalhas que seguem os escritos de Gramsci seguem também os escritos do pessoal da Escola de Frankfurt. Um deles, Herbert Marcuse, escreveu que criminosos violentos são a "vanguarda" da revolução contra a sociedade burguesa. Isso explica o ódio da esquerda à polícia e a defesa que fazem de traficantes e criminosos de todos os tipos. Infelizmente isso é o que se tem visto no Brasil nos últimos 30 anos, desde a chegada da esquerda ao poder.

    • Manoel C. disse:

      Repete tudo que Olavo diz, mas não sabe nem o que é ensinado nas cátedras de nível superior… Gramsci mal se fala hoje em dia, aliás, a noção de intelectual orgânico é muito usada em regimes de direita tradicional.
      Ler a porra dos livros ninguém quer. Agora babar político (seja esquerda, centro ou direita) e aprender política via blogs, instagram e youtube todo mundo quer.

  14. Rodrigo disse:

    Prefiro ser chamado de boiada do que tropa de jumentos…
    Chora esquerda maldita. O leite da jumenta mor secou!!!!

  15. Raul Cunha disse:

    Se a ideia de vocês for censurar críticas a esquerda e a direita em material escolar voltado para interpretação de textos por jovens estudantes vão acabar esvaziando praticamente toda a possibilidade dos estudantes terem contato com material crítico de qualquer viés filosófico. Numa democracia é preciso que se tenha acesso a vários tipos de conteúdo para desenvolver senso crítico. Se vocês precisam esconder os conteúdos contrários a suas ideias , provavelmente elas são muito frágeis.

  16. Edivan Rodrigues da Silva disse:

    Acho muito interessante essas polemicas, cuidados, "zelos" com a Amazonia, lembro-me que cheguei no estado do anazonas em Manaus no ano de 1970, contratado por uma empresa de São Paulo para trabalhar na construção de estradas, aeroporto, usinas etc. E o país e estado do AM não se "preocupava", com indios, queimadas, derrubadas de arvores e retiradas de madeiras, morando pelo menos 10 anos, nunca via os jornais e televisão fazendo críticas e todos nós sabemos que se passaram muitos anos numa calmararia, mas de repente aflorou o dessespero e preocupação pelos indios, queimadas, ouros, tudo isso já havia, mas pouca gente sabia, cada um cuidava bem de seus territores, claro que também havia ladrões e incendiarios e minas de ouros etc naquela época, só que eles não eram importunados, agora pergunto por que? Fazer o direito e correto importuna a muita gente? Vi alguns comentarios aqui vou falar sobre um: no meu ver a Igreja Catolica ou outras podem sim falar alguma coisa que seja pridutivo e possa ajudar, orientar para que haja uma prividencia justa. Agora o que não pode é tomar partido adetindo e orientando o que não é bom para o povo e o País a hierarquia catolica não pode ser partidário, nós sim o povo podem dá seu grito ecindo o correto e melhor para o trabalhadir dentro de uma regularidade e respeito ao outro, pois o Brasil com certeza são de todos os brasileiros e queremos que seja trabalhado com honestidade! Quero salientar que não sou nenhum politico e nunca fui, sou um aposentado com um salário minimo e com uma idade de quase 75 anos que trabalhei muito na minha vida, pai de familia. Agradeço a Deus tudo o que tenho minha vida honesta e que posso falar o que quero dentro dessa democracia que está se estruturando. Que Deus os abençoe! E viva o Brasil.

  17. Augusto disse:

    Não critiquem o professor! Eu tive aula com ele e ele foi excepcional. Independente de seu posicionamento político é inegável que esse é o tipo de questão que aparece no ENEM e o docente está mais que certo em buscar ao máximo reproduzir o exame em suas avaliações. Se quiserem criticar alguém, critiquem o INEP!

    • Rodrigo disse:

      Se atualize garoto…. Essas questões não fazem mais parte do Enem que vc conheceu…

  18. Mike disse:

    Engraçado que a escola não coloca Dilma e Lula mandando bilhões para países que nunca vão nos pagar, e que ainda estamos pagando na condição de fiadores.. nem o pessoal do MST depredando lavouras e ameaçando moradores com facões e enxadas…

  19. Ricardo disse:

    Faltou só o NDA (+ o justifique).

    Leiam as alternativas. NENHUMA permite fazer questionamentos/opções como:

    a) suscitar/apontar uma dicussão saudável sobre o manejo razoável (pode chamar de desmatamento + uso correto de defensivos, fertilzantes e corretores) do ambiente, sem o que não teríamos comida (vá nessa de que cereais e verduras podem ser produzida em grande escala sem uma quimicazinha básica) – falar contra os 'agrotóxicos' faz parte do combo progressoca;

    b) questionar a efetividade de politicas de distribuição de terras, do ponto de vista de retorno para a sociedade (claro, tema muito complexo para crianças, mais fácil é doutrinar);

    c) elogiar o agronegócio (esse que traz bilhões para cirular na economia e encher os nossos pratos);

    d) crticar a instrumentalização política de movimentos sociais – ou o uso criminoso que se faz no 'mercado secudário' de terras recebidas para fins de reforma agrária;

    Também não permite críticas a 'construções' como :
    1- "sociedade proletária moderna" (djabéisso? um engenheiro-chefe duma VW tá na mesma classe que a de um funcionário de bodega no Alto Tapajós? – o dono da bodega é uma burguês explorador? Deixa de ser a partir de qual faturamento?);

    2- "sistema burguês atual" / "sociedade capitalista"(que 'bixiga é isso? é só ter alguns rasgos de economia de mercado que vira isso? É propaganda de um estado-grande-planejador? funciona, né? rsrsrs);

    3- "sociedade totalitária nacional"… entendi: totalitarismo é quando não tem um governo de esquerda fuzilando opositores ou entregando ministério de 'porteira fechada' pros PMDB (e comensais) de turno;

    4- "contradições da economia no grande salto chinês". Boa, aquele salto, promovido por iluminados, que matou dezenas de milhões de chineses.

  20. George disse:

    Meu Deus, meu filho estuda no Marista e eles me enganaram direitinho. Eu diretamente perguntei a coordenadora sobre estas questões e ela disse que era uma escola católica e com valores conservadores, mas estou vendo que não é.

    • Minion alienado disse:

      Camarada, Jesus tinha princípios progressistas. Ele multiplicou o pão, acolheu os necessitados, perdoou os pecadores. São Marcelino Champagnat também tinha princípios socialista, conheça a trajetória do patrono dos Maristas.

    • Vandir disse:

      Interprete a Bíblia direito.
      Jesus tinha e tem poder para curar doenças e matar a fome de todos.
      Mas Jesus ajudou e ajuda SOMENTE aos que o respeitam e procuram.
      Vocês estão confundindo Jesus com o abestalhado do Lula que diz que matou a fome de todos.

    • Minion alienado disse:

      Vandir, Jesus pregava o preconceito? Ele pregava o ódio? Ele pregava fazendo arminha na mão? Ele era favorável aos privilégios no templo? Ele não pensava no bem comum? Pelo visto para você Jesus era um assistencialista.

  21. Dinho disse:

    Ei, vcs de esquerda: vocês são doentes. Mas tem tratamento. Se cuidem.

  22. Fabrício Queiroz disse:

    Eu só sei que a escola não mentiu.. vcs querem que a prova retrate outra realidade só pra agradar?

  23. Mauricio disse:

    Esses Padres deveriam pensar mais na educação, É não com política. Ficam defendendo ideais socialistas.

    • Minion alienado disse:

      Concordo, eles deveriam ensinar princípios supremacistas, só aceitar brancos de classe alta, com sangue puro e sem DNA africano.

  24. a verdade está lá fora disse:

    Tem um apache defendendo o Brasil, isto é a globalização..

    • Wander Luís disse:

      O melhor comentário kkkkk

    • Neco disse:

      Deve ser a idéia de unidade dos povos pré-colombianos, cujas fronteiras foram impostas
      pelos colonialistas europeus malvados.

  25. Luladrão Mor da Silva disse:

    É por isso que o Brasil atingiu os piores índices na educação na era petista.
    Chega de balbúrdia nas escolas e universidades.

  26. Greg disse:

    Agora vem cegueira em favor em derrubada da Amazônia, tudo pra defender o Bozo…haja pasto em Natal pra tanto gado.

  27. FRANCISCO disse:

    O mais engraçado é que pobre invadir terras improdutivos é coisa de bandidos, mas, desmatar reservas e invadir reservas indígenas é agronegócio. Sempre o maior está certo e o menor que se exploda!

  28. JOAO MARIA disse:

    E eu fazia um esforço tremendo para pagar as mensalidades pensando que meu filho estava em uma escola para aprender e ser alguem no futuro , eu na realidade estava contribuindo para o crime ,distorção de valores , já não vai mais vou pedir transferencia

  29. Maria disse:

    O cara defender uma corja como o MST? Vergonhoso isso!

  30. José disse:

    A cegueira pela ideologia de DIREITA se tornou uma doença. Não vi nenhuma mentira nas charges e na prova.

  31. Ivan disse:

    Não tem nenhuma mentira!!!! A escola tem que ensaiar o errado agora só pra agradar o gado.

  32. Luiz Eduardo disse:

    É uma pena! por isso o nível das escolas brasileiras são tão ruins au invés de ensinar português,matemática etc,ficam querendo doutrinar as criancas.Eles deveriam era cuidar dos problemas de corrupção e pedofelia dentro da igreja católica.

  33. Sandro disse:

    O presidente declara abertamente ser a favor de desmatamento e garimpos ilegais e de invasão de terras indígenas, e vêm os seus devotos se incomodar com uma imagem que retrata apenas a REALIDADE.

    Eles acham que o mundo se resume às fake news do presidente que os apedeutas acreditam .

  34. Ivan José de Araújo Campos Cardoso disse:

    E quando se fala em escolas com ideologia ainda há quem diga que é delírio de fanáticos de Direita.Sou ex-aluno Marista, escola onde estudei durante toda minha vida e contrui meu caráter com base em uma educação formal sem viés ideológico e com a participação ativa da família. Não me lembro de em nenhum momento da minha formação ter sido direcionado a pensar dessa ou daquela forma.O conhecimento me era passado e a mim caberia discernir qual caminho seguir. Esse é o papel da Educação e não tentar empurrar goela abaixo uma determinada linha de pensamento. Lamentável o caminho que o Marista está tomando!

  35. PASSA BOIADA disse:

    Tem alguma mentira nessa charge?
    Basta lembrar da famosa reunião e da fala do ministro cara de pau investigado do meio ambiente.
    E pra quem vai dizer alguma coisa, não petista coisa nenhuma. Só não sou cego pra tá justificando erros com erros.

  36. Jean disse:

    Se meu filho estudadasse lá, teria retirado ontem mesmo.

  37. Alex disse:

    Lixo ideológico, as nossas escolas e alguns professores estão tomados pela ideologia da ESQUERDA brasileira.cegueira pura.

  38. Entregador De Pizza disse:

    Quanta hipocrisia dessa raça imunda. Todo mundo sabe que o governo desse miliciano persegue as minorias e quem não concorda com os “desvios” desse rei da boiada.

    • David disse:

      Quando luladrão e sua equipe desvia mais de um trilhão de reais, ele persegue e defende quem? atordoado

  39. Alex Alcoforado disse:

    O que a polícia tem haver com isso? pra ficar indignada?

  40. Roberto disse:

    As escolas católicas estão tomadas, assim como as universidades públicas pela ideologia esquerdopata. É preciso reação!

    • Giselly disse:

      Roberto infelismente não somente as escolas, mas todas instituições de ensino no Brasil , deixaram de cumprir o lhe compete. Curso arquitetura em uma Universidade particular em Natal e escacarado a ideologia dos professores. Já ouvimos de professora que o setor privado, só preza por dinheiro e que não pensa em ninguém "funcionários" , ai me pergunto e nas federais como isso é tratado?!?!? Fora os outros absurdos que já ouvimos e quando você pega o histórico desse perfil de educadores, na maioria das vezes são pessoas que não conseguiram realização profissional e financeiro. Aqui mesmo em Natal já teve casos de alunos que conseguiram aprovação para a UFRN e que desistiram da vaga justamente por essas situações. Não se justifica ataques seja de direita pra esquerda ou esquerda pra direita, essa nação precisa de muita evolução para discutir política. É assustador a quantidade de ataques e ofensas pelo o simples fato de divergências partidárias. Torço e espero que a nossa nação seja curada da ignorância e arrogância impregnada no sangue de muitos. Esperança de dias melhores para os nossos filhos e netos.

  41. avelino disse:

    O COMUNISTAS TENTAM DE TODAS AS MANEIRAS INTRODUZIR SEUS PENSAMENTOS, ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO. SEJA ONDE FOR, ESSES EDUCANDÁRIO É DE ORIGEM CATÓLICA. ABESTADOS.

  42. Lania Dantas disse:

    Falta só uma mostrando a pedofilia dos padrecos.

  43. Chicó disse:

    A educação sendo usada para formar militantes !!!

  44. Artur disse:

    Rapaz isso é o mínimo, basta ler a carta da CNBB em apoio ao movimento do 26° Grito dos Excluídos. Um retrato do que é de mais asquerosa.

  45. Raimundo disse:

    Depois dizem que não existe doutrinação

  46. Aldemir disse:

    a deputada Natália Bomavides, só pode ser a redatora das provas!!!

  47. Thiago Lopes disse:

    Olha o "patrulhamento ideológico" aí gente!

  48. Júnior Augusto disse:

    Será que o irmão vai a Brasília se desculpar com o Presidente?

Allan dos Santos, do Terça Livre, diz que deixou o Brasil por temer por sua segurança, e acusa embaixadas da China e Coreia do Norte de espionagem ao governo brasileiro

Foto: (Ed Alves/CB/D.A Press)

O jornalista Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) apurar fake news e ataques contra a Corte, afirmou que deixou o país. Sem afirmar para qual localidade foi, Allan disse que deixou o Brasil por temer pela sua segurança.

Ele fez as afirmações em uma live com bolsonaristas, inclusive com a deputada Bia Kicis (PSL-DF). Apesar de não ter mandado de prisão em aberto, ou proibição de viajar contra o blogueiro, muitos países estão com as fronteiras fechadas para brasileiros, em razão da pandemia de coronavírus.

O Brasil é o segundo país em número de infectados e mortes, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Apenas portadores de passaportes diplomáticos podem ingressar em nações que aplicaram o bloqueio da entrada de brasileiros.

De acordo com informações que circulam entre os apoiadores do governo, Allan teria viajado para os Estados Unidos. Mas esta informação não foi confirmada. Ele acusou duas embaixadas (China e Coreia do Norte) de terem escutas para usarem contra o governo. A mesma acusação foi feita contra o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay.

O jornalista disse ainda que o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo, sabia dos supostos atos de espionagem. Procurado pelo Correio, Kakay afirmou que as declarações de Allan não tem ligação com a realidade. “A notícia é tão absurda, falsa nos mínimos detalhes, eu sequer sou do PT, nunca tive filiação partidária. Uma mentira canalha que só poderia partir de uma mente doentia e covarde. A indústria das fakenews, que alimenta o ódio, só serve para para transitar no submundo, no esgoto onde vivem estes ratos que tentam conspurcar a honra alheia. Eu nem respondo, pois sequer honra eles têm para preservar. São a escória humana”, disse o advogado.

O ministro Luís Roberto Barroso ainda não se manifestou sobre o caso.

Correio Braziliense

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Ruela disse:

    Tem cara de doido mas não é doido. Quando a situação aperta foge igual ao Weintraub. Não adiantou apagar as postagens fake.

  2. LEO disse:

    A PETRALHADA FICA MAIS MALUCA QUANDO VER BOLSONARO LEVANDO OS RESTINHOS DOS VOTOS PETRALHAS NO NORDESTE…..É O BOZO 2022,NO 1º TURNO!!!!

    • Patriota disse:

      Maluco é quem faz festa e campanha eleitoral antecipada em meio a quase cem mil brasileiros mortos; em grande parte por incompetência e descaso com a vida humana.

  3. Manoel C disse:

    Gengivão pelezão.

  4. Francisco de Assis disse:

    O Allan na terça é livre e na quarta é foragido.

  5. Queiroz disse:

    Mais um rato fugindo das próprias ratoeiras que criou. Deve estar mocosado com o analfabeto do Weintraub em Miami.

  6. Ozir disse:

    Temos que isolar o gado e os Petelhos. São duas faces da mesma moeda. Só que o gado é pior porque prega golpe e perseguições. MORO 2022.

  7. Pepe disse:

    Este cara deu no pé,para fugir da justiça brasileira. Era uma fabrica de fakes.
    A verdade semore tem que prevalecer.

  8. Manoel disse:

    O cara foi embora para provar q a terra é plana e mesmo observando que não é, vai continua dizendo isso.
    Essa é a cara dos defensores do mentiroso mor, Bolsonaro.
    Como dizia minha mãe: "esse povo mente que o c* nao sente".

  9. Observando disse:

    Agora fiquei com medo. Coreia do Norte, esta nos espionando. Corram para as montanhas e florestas.

  10. FAKE disse:

    Os perigosos falam que correm perigo fugindo deles mesmos.

  11. Chicó disse:

    Diziam que Bolsonaro seria um ditador. Quantos votos Alexandre de Moraes e Toffoli tiveram na eleição ?

    • Virgílio disse:

      QUEM OS NOMEOU TEVE 87% DE APROVAÇÃO AOS OITO ANOS DE GOVERNO PROGRESSISTA E PRÓ POVO POBRE…SÓ ISSO. E, AINDA ELEGEU DUAS VEZES A SUA SUCESSORA, QUE SOFREU UM GOLPE PARLAMENTAR ORQUESTRADO PELO INIMIGO NÚMERO UM DA AMÉRICA LATINA: O TIO SAM!

  12. H.M disse:

    O pior que o gado crias as coisas e acreditam na própria mentira!!! OW GADOOOOO

  13. Ricardo disse:

    Blogueiro não. Ele jornalista.

Witzel diz: ‘Não sou ladrão. Não deixarei que corruptos e ladrões estejam no meu governo. Vamos vencer a guerra’

Foto: Reprodução/Twitter

O governador do Rio, Wilson Witzel, voltou a se defender nesta quarta-feira, dia 15, das investigações sobre o seu envolvimento no esquema de irregularidades na Secretaria do Estado de Saúde (SES) durante a pandemia do coronavírus. Em vídeo e postagens em seu perfil oficial no Twitter, Witzel disse que “não era ladrão” e que trava uma “guerra contra a corrupção no estado”. Desde que o ex-secretário de saúde Edmar Santos acertou uma delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), conforme a colunista Bela Megale, para apresentar provas contra o governador, ele tem se negado o envolvimento.

“Eu quero dizer ao povo do Estado do Rio de Janeiro. Fui juiz federal por 17 anos. Na minha carreira, tive uma vida ilibada. Fui considerado linha dura. Me elegi governador do Estado do Rio de Janeiro. Todas essas acusações levianas que estão sendo feitas contra mim é por parte de gente que não quer um juiz governando o estado do Rio de Janeiro. Não sou ladrão. Não deixarei que corruptos e ladrões estejam no meu governo. Eu peço ao povo do que acredite, porque nós vamos vencer essa guerra contra a corrupção”, disse no vídeo.

Na mesma postagem, Witzel afirma que “é preparado para guerra” e que “não compactua com qualquer desvio de conduta”.

“Sou preparado para guerra, seja no campo de batalha ou nos tribunais. Eu governo o RJ com ética e transparência para fazer o melhor pela população fluminense e não compactuo com qualquer desvio de conduta”, escreveu.

O governador disse, ainda, que “está incomodando muito gente” e que estas mesmas pessoas “não querem um ex-juiz no governando o estado”. Em nenhum momento, Witzel cita o nomes.

“Continuaremos combatendo a corrupção. Fui um juiz linha dura e isso, infelizmente, está incomodando muita gente ligada ao crime organizado e às máfias que atuam no estado. Por que será que alguns não querem um ex-juiz governando o Estado?”, indagou na rede social.

Quebra de sigilo em documentos

Nesta manhã, o governo divulgou uma nota onde afirma que, desde que surgiram as primeiras denúncias de possíveis irregularidades nas compras emergenciais e contratos firmados pela SES, Witzel “determinou a imediata quebra de sigilo desses documentos e abriu sindicância para apurar o autor do pedido de sigilo”. Na mesma nota, o governo ainda afirma que “o papel da imprensa é mesmo o de fiscalizar” o que acontece com recursos públicos.

“Witzel reitera também que, nesse sentido, sua administração foi pioneira ao adotar, no Rio de Janeiro, o SEI (Sistema Eletrônico de Informações), onde são lançados todos os contratos e pagamentos do governo do Estado do Rio de Janeiro. Witzel tem ainda a convicção de que o papel da imprensa é mesmo o de fiscalizar e acompanhar tudo o que está sendo feito com recursos públicos”, diz a nota.

Em entrevista ao GLOBO, Witzel disse estar “tranquilo” em relação à delação de Edmar Santos, que está preso deste o dia 10 de julho na Unidade Prisional da PM em Niterói. O PM reformado é acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser chefe de uma organização criminosa que atuava na secretaria de Saúde. Segundo as investigações, Santos e outros funcionários da pasta superfaturaram contratos de compra de respiradores para pacientes com Covid-19.

— Se ele falou no meu nome, está mentindo. Não há a menor possibilidade de ele ter prova contra mim de ato ilícito. Estamos no início do processo criminal, e o que a Justiça tem feito tem que ser respeitado. Tem muita coisa mal explicada, como de onde veio o dinheiro (R$ 8 milhões em espécie encontrados durante a operação do Ministério Público estadual na qual o ex-secretário foi preso, na sexta-feira da semana passada) — disse Witzel, por telefone

Edmar Santos foi secretário de Saúde do início do governo Witzel, em janeiro de 2019, até 17 de maio desse ano, quando foi exonerado após surgirem as primeiras denúncias de corrupção na pasta. Mas, um dia depois, ele virou secretário extraordinário para Acompanhamento da Covid-19, cargo que até então não existia. Em 28 de maio, ele se exonerou após a Justiça suspender sua nomeação.

Witzel também é investigado pela compra dos respiradores, mas no STJ. A PGR já pediu que o STJ fique responsável por todos os processos relativos às fraudes na saúde no governo do Rio.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    E eu sou Jesus!!!

  2. Pedro disse:

    Deus tenha piedade dos cariocas !

Serra se diz surpreso com denúncia e aliados chamam acusação de requentada de inquérito arquivado pelo STF

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Para lideranças do PSDB ouvidas pela CNN, a denúncia contra o senador José Serra traz informações requentadas de inquérito arquivado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

“Parece que estou vendo um filme de novo. Essa história já ocorreu. Será que é o mesmo filme?”, afirmou um tucano paulista.

Nesta manhã, Serra recebeu a denúncia com surpresa, de acordo com auxiliares. Advogados dele, do Rahal, Carnelós e Vargas do Amaral Advogados, fazem a análise do inquérito que teria sido localizado na casa do delegado, responsavel pela ação, por causa da pandemia.

Além do inquérito que apura novos desdobramentos do caso, o Ministério Público Federal também apresentou denúncia contra o senador e a filha Verônica por suposta lavagem de dinheiro transnacional. A denúncia configura um passo além na investigação e, se aceita, Serra se tornaria réu.

Em 2018, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, arquivou um inquérito com informações similares às de agora – ou seja, nem mesmo chegou na etapa de denúncia. A investigação tratava do suposto pagamento de propina da Odebrecht para Serra, como agora – os recursos seriam transferidos para uma conta na Suíça .O pedido de arquivamento por prescrição de pena foi feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Tucanos ouvidos pela coluna interpretaram a denúncia como um recado da Lava Jato, que vive em crise com a Procuradoria-Geral da República e há tempos não realizava ações contra políticos de relevância nacional.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Petistamaravilhoso disse:

    O STF dá um jeitinho especial nisso!!!

  2. Manoel disse:

    Chegou no PSDB, agora a lava-jato não presta mais, Moro tucano nunca condenou um político do PSDB

    • Júnior disse:

      MORO, MP e PF criaram e desenvolveram com êxito magnífico a lava jato e, ao longo do tempo, suas operações tem cuidado de defender exclusivamente os patrimônio financeiros do povo brasileiro, ao mesmo tempo que escracha os verdadeiros algozes dos miseráveis e corruptos dessa nação. Portanto, é um organismo vivo e irretocável que a população brasileira exige vitaliciedade e preservação, inclusive quem tentar acabar com essa operação e seus componentes, pagará um preço político altíssimo. Tá dado o recado!

Felipe Prior, um dos fenômenos de popularidade do BBB 20, tem duas acusações de estupro e uma de tentativa de estupro contra entre 2014 e 2018, diz revista

Foto: Reprodução/Reprodução

Eliminado do BBB20 no paredão que aconteceu na última terça-feira (31/3), Felipe Prior, de 27 anos, se tornou, na última quinta, 2, a pessoa mais seguida do mundo no Instagram, segundo levantamento da rede social. “El Mago”, como ficou conhecido no reality, teria seu nome envolvido na Justiça em duas denúncias de estupro e uma tentativa, segundo matéria publicada pela Marie Claire.

O primeiro caso teria ocorrido no dia 9 de agosto de 2014, após uma festa que comemorava o InterFAU, Jogos Universitários de Arquitetura e Urbanismo. Na época, Prior era aluno de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Ao sair do local da balada, ele teria oferecido carona para a vítima, hoje com 27 anos, e para uma amiga dela. Após deixar a colega, Felipe teria parado o carro no meio da rua e começado a beijar a jovem, que estava embriagada. Mesmo depois de dizer que não queria, Prior teria a arrastado para o banco traseiro, onde o estupro ocorreu, segundo a publicação. “Felipe teria reagido dirigindo-se a ela aos gritos, dizendo: ‘Para de ser fresca, no fundo você quer, não é hora de se fazer de difícil’; e, diante das seguidas negativas de Themis [protegida por um pseudônimo], insistido: ‘Quer sim’. Então, Felipe teria estuprado Themis”, relata trecho da matéria publicada no site da revista.

De acordo com o veículo, a força do ato foi tamanha que machucou a região genital da vítima – suas roupas, as roupas de Prior e o carro dele ficaram cheios de sangue. Nesse instante, o ex-BBB teria mostrado preocupação e perguntado se ela queria ir para o hospital. A vítima teria dito que só queria ir para casa, para onde foi levada. Chegando lá, ela foi ao pronto socorro com a mãe, onde foi diagnosticado “um corte de cerca de três dedos de comprimento, profundo o suficiente para chegar até o músculo”. A vítima precisou usar fralda geriátrica para estancar o sangue e ficou de cama por uma semana.

O segundo caso de estupro envolvendo o nome de Prior teria acontecido em 2016, durante o InterFAU. Hoje com 24 anos, a vítima diz que Felipe a convidou para entrar em sua barraca, onde, aproveitando-se de sua embriaguez, usou de força física para consumar o ato sexual, tendo tentado, por duas vezes, penetrar seu ânus. “Quando começou o BBB, vi um tuíte de uma garota que dizia que o Felipe tinha fama de assediador no Mackenzie. Foi quando entendi que a violência que sofri não era única. Mandei uma mensagem para garota e disse a ela que se aparecessem mais vítimas, me manifestaria”, contou a segunda vítima em entrevista à Marie Claire. Mais uma vez, o conceito de “não é não” teria sido ignorado.

O terceiro e último caso relatado pela publicação é de uma tentativa de estupro, que teria ocorrido em 2018, também no InterFAU. A vítima, atualmente com 23 anos, estava embriagada e Prior teria se aproveitado de novo dessa situação a convidando para ir a sua barraca. De início, o sexo foi consentido, mas, aos poucos, ele teria se mostrado agressivo, usando de força física para machucá-la. Após sentir-se desconfortável com os tapas recebidos, e machucada, a vítima disse que pediu para ele parar, mais de uma vez, e não foi atendida. “Vê-lo na TV me despertou muitos gatilhos”, relatou ao veículo.

Posicionamento da equipe jurídica de Prior a respeito da expulsão do InterFAU (Story do Intagram de Felipe Prior/Reprodução)

Anteriormente, quando Prior ainda estava no Big Brother Brasil, alguns tuítes falando que ele havia sido expulso do último InterFAU de que havia participado, pela comissão organizadora do evento, devido a relatos de abusos sexuais, viralizou nas redes sociais. Em nota postada no Story do Instagram do rapaz, a equipe jurídica do brother disse que repudiava tais postagens e acusações, “que não têm nenhum fundamento jurídico, visto que o Felipe não responde a nenhum processo criminal no território nacional, muito menos recebeu qualquer notificação formal com relação a sua expulsão do evento”.

No início da tarde desta sexta-feira, 3, a hashtag #PriorEstuprador se tornou rapidamente um dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil. Como era de se esperar, algumas pessoas já estão chamando as supostas vítimas de interesseiras, por causa da fama que o ex-BBB conquistou no reality da Rede Globo.

A Marie Claire noticiou que entrou em contato diversas vezes com o assessor de Felipe Prior. Depois de a publicação ser ignorada algumas vezes, o representante disse via WhatsApp que as denúncias eram uma mentira. Quando a revista enviou então os documentos as quais tiveram acesso, confirmando os casos, o assessor, mais uma vez, ignorou as mensagens. A CAPRICHO também entrou em contato com Felipe Prior, mas não obteve retorno até o momento em que esta matéria foi publicada.

Com Capricho, Globo e Marie Claire

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LEO disse:

    INFORMAÇÃO RELEVANTE EM TEMPOS ATUAIS.

Carlos Ghosn reaparece no Líbano e se diz inocente de acusação de crimes financeiros no Japão

Foto: Reuters

Em sua primeira aparição desde sua espetacular fuga do Japão para o Líbano, o ex-presidente do conselho de administração da Nissan Carlos Ghosn se disse inocente e vítima de “uma campanha de difamação” ao conceder, na manhã desta quarta-feira, a sua esperada coletiva à imprensa em Beirute, a capital libanesa. No Japão, ele é acusado de malversação financeira e sonegação fiscal.

Ghosn, que deu declarações em inglês e, em seguida, falará também em francês e árabe, falou de forma exaltada, gesticulando e recebendo até tímidos aplausos da plateia quando agradeceu a acolhida no Líbano. Ele se disse vítima de um golpe na Nissan e citou nominalmente os executivos Hiroto Saikawa, Hitoshi Kawaguchi e Masakazu Toyoda como alguns dos que conspiraram contra ele.

Saikawa, que era um protegido de Ghosn, denunciou o executivo na noite da prisão e o sucedeu no cargo, perdeu o emprego menos de um ano depois envolvido em seu próprio escândalo por supostamente ter recebido bônus corporativos em excesso.

Hitoshi Kawaguchi era chefe de Assuntos Governamentais na Nissan e, por isso, um importante interlocutor entre a montadora e o governo do Japão.

Ghosn porém evitou citar autoridades japonesas que o tenham prejudicado:

– Posso citar nomes do (governo do) Japão, mas estou no Líbano e respeito a hospitalidade do Líbano e não vou dizer nada que deixe isso mais difícil. Vou manter silêncio a respeito dessa parte, não quero falar nada que vá prejudicar o governo libanês.

Em sua entrevista, Ghosn lembrou que ficou preso por 130 dias, sem ter sido levado a julgamento e sob pressão para fazer uma confissão.

– Há um ano declarei minha inocência. Passei por seguidos confinamentos solitários, fiquei seis semanas sem ter contato com a minha família. Foram 14 meses de sofrimento – relatou Ghosn.

O brasileiro, que tem também nacionalidades francesa e libanesa, chegou a dizer que se sentia “refém de um país”, numa referência a suspostos abusos que diz ter sofrido de autoridades do Japão.

Segundo o ex-executivo, ele passou por interrogatórios de até 8 horas por dia, sem o acompanhamento de advogados, e foi pressionado a confessar os crimes.

– Os procuradores diziam, e isso está gravado, “se você não confessar, vamos atrás de você e de sua família”. O único objetivo deste sistema (judicial) é obter uma confissão que não necessariamente tem relação com a verdade.

Ghosn lembrou que a taxa de condenação no sistema judiciário japonês é de 99,5%, com índices mais altos para estrangeiros. E voltou a afirmar que não fugiu da Justiça, mas sim de perseguição política.

O executivo alegou ainda que sofreu uma campanha de difamação de “indivíduos vingativos na Nissan”. Atribuiu sua prisão à disputa de poder no comando da Nissan, enquanto o processo de integração com a Renault era conduzido. Ele foi o arquiteto da aliança global entre as montadoras japonesa e francesa.

Ghosn lembrou que a França aumentou seu poder no conselho do grupo e os japoneses se ressentiram por não ter os mesmos direitos na parceria.

– Eu fui CEO da Nissan por 17 anos, porque eu era Carlos Ghosn, eu tinha performance, eu tinha resultado, a empresa pagava dividendos, tinha dinheiro. Em 2017, começou um declínio na empresa e a responsabilidade foi atribuída a mim. Havia um nervosismo por parte da cúpula da administração – relatou.

Em seguida, acrescentou:

– Alguns dos japoneses acharam que a única maneira de ter influência sobre a Nissan era se livrar do Carlos Ghosn.

Quando Ghosn assumiu a gestão da Nissan, vindo da Renault, a montadora japonesa tinha acabado de fazer uma aliança com a francesa após quase ir à bancarrota. Seu sucesso à frente do grupo fez de Ghosn um herói no Japão, onde virou até personagem de mangá.

Ghosn era peça-chafe na aliança Nissan-Renault, que depois incorporou a Mistsubishi, em 2016. No entando, os bônus corporativos em excesso acabaram causando desconforto, sobretudo no Japão, onde a cultura empresarial não prevê pagamentos exorbitantes aos gestores.

O ressentimento entre os japoneses aumentou após uma reestruturação societária que levou a Renault a deter 43% da Nissan, enquanto a japonesa ficou com apenas 15% da montadora francesa.

O Globo

Escritora é condenada a indenizar padre Marcelo Rossi após acusação de plágio

Padre Marcelo Rossi e Izaura Garcia, presa por acusá-lo falsamente de plágio no livro “Ágape”. Foto: Reprodução

A escritora Izaura Garcia de Carvalho Mendes foi condenada a indenizar o padre Marcelo Rossi, colunista do EXTRA, e a Editora Globo em R$ 50 mil cada um. Izaura acusava o religioso de plágio no livro “Ágape” e chegou a entrar na Justiça pedindo uma indenização de mais de R$ 50 milhões. Mas o documento que a escritora apresentou para embasar a ação era falso. Izaura foi presa em maio por estelionato. A decisão foi divulgada nesta segunda-feira pela coluna do jornalista Ancelmo Gois, no GLOBO.

Na decisão que condenou Izaura, o juiz Alexandre de Carvalho Mesquita, da 1ª Vara Empresarial do Rio, revogou a liminar que suspendeu a publicação, distribuição e venda de “Ágape”. O magistrado condenou a escritora a pagar um valor ainda a ser calculado, correspondente ao montante que a Editora Globo deixou de lucrar pela suspensão da venda do livro. Izaura também foi condenada a devolver R$ 154.614,04, valor correspondente à soma dos valores recebidos pela escritora, no acordo extrajudicial firmado com a editora em 2013, para utilização do texto “Perguntas e Respostas – Felicidade! Qual é?” no livro “Ágape” e também para a publicação do livro “Diabetes.com.saude”, escrito por ela.

“Ocorre que o negócio foi celebrado com base em erro, pois a autora não conseguiu provar ser a titular do direito autoral. Nos termos do art. 171 do CC são anuláveis os negócios jurídicos resultantes de erro ou dolo”, escreveu o magistrado. “Em relação ao dano moral, também resta incontroverso que a presente lide causou danos à imagem dos réus, que sofreram com a exposição negativa do caso, além dos transtornos e aborrecimentos inerentes à uma causa que se atribui um valor indenizatório da ordem de R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais)”.

Extra – O Globo

“Milícia digital”: Renova Mídia condena acusação do deputado Alexandre Frota, e destaca “ameaça à liberdade de expressão”, como também “ataque ao empreendedorismo no Brasil”

RENOVA Mídia faz parte de uma ‘milícia virtual’?

Qual a possibilidade de um veículo de informação de pequeno porte competir em um cenário de igualdade com os grandes conglomerados midiáticos sem o advento da internet e, consequentemente, da redes sociais?

A resposta é simples: nenhuma. Não é à toa que tantos personagens seguem tentando encontrar maneiras de impor restrições à internet.

A rápida expansão do portal da RENOVA Mídia no ambiente digital abriu espaço para inúmeras teorias conspiratórias, campanhas de desinformação e calúnias de todos os tipos.

Por falar em calúnia, foi isto o que o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) fez na última quarta-feira, 30 de outubro, durante participação na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News.

Ao nos categorizar como membro de uma suposta “milícia virtual” comandada pelo escritor Olavo de Carvalho, o parlamentar agiu de forma mentirosa, sem provas e sem escrúpulos.

A RENOVA é uma empresa com base no Nordeste composta por uma equipe bastante reduzida. Este que vos escreve, Tarciso Morais, CEO e editor-chefe, Bruna, gerente de mídias sociais, e Afrâneo, diretor de operações em São Paulo, além de outros colaboradores.

Não temos conexões com políticos nem tampouco conhecemos a cidade de Brasília. Nunca conversamos com Olavo de Carvalho, e também não frequentamos seus cursos. Quaisquer alegações que fujam destas premissas são mentirosas.

É extremamente lamentável que o deputado Alexandre Frota se utilize da sua imunidade parlamentar para fazer acusações levianas e irresponsáveis na CPMI das Fake News.

A movimentação do deputado tucano para incluir a RENOVA na categoria de “milícia virtual” não é apenas uma clara ameaça à liberdade de expressão, mas também um infeliz ataque ao empreendedorismo no Brasil.

Ver o nome da nossa empresa em uma comissão no Congresso Nacional após citação caluniosa de um deputado, no entanto, não causa indignação, pelo contrário, é sinal de que todo esforço implementado nesta empreitada está surtindo efeito.

A RENOVA Mídia leva muito a sério nossa missão de oferecer um fluxo constante de informação, prezando pela qualidade e transparência, sem imposição de ponto de vista, permitindo que os leitores formem opiniões próprias sobre os acontecimentos globais.

Não abrimos mão de trabalhar de maneira independente e transparente, e não há na nossa breve história nada que nos desabone, moral ou juridicamente. De maneira que nos sentimos absolutamente confortáveis para desafiar qualquer pessoa a comprovar a veracidade de acusação do parlamentar Alexandre Frota.

Tarciso Morais
CEO e editor-chefe da RENOVA Mídia

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    ….. Encontra-se com a DPF, todo o material e pelo que foi enviado existe provas contundentes sim, faltando apenas os peritos avaliarem. Inclusive ja com delação de colaboradores….. Pronto só posso ir até aqui, para não comprometer as investigações….

Cunhado de Ana Hickmann é absolvido de acusação de homicídio

(Foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press)

O cunhado da apresentadora de TV Ana Hickmann foi absolvido, por três votos a zero, na tarde desta terça-feira. Gustavo Henrique Belo Correia era acusado de homicídio doloso – quando há intenção de matar – contra o fã da artista, Rodrigo Augusto de Pádua, que, em maio de 2016, invadiu um hotel no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, onde Ana estava hospedada, e tentou matá-la. Pádua foi morto com três tiros na nuca, depois de lutar com o cunhado da apresentadora.

O julgamento ocorreu na tarde desta terça-feira, na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), no Bairro Serra, na Região Centro-Sul de BH. Antes da audiência, Gustavo conversou com o Estado de Minas e demonstrou tranquilidade e confiança em sua defesa.

Após o julgamento, Gustavo Correia se mostrou satisfeito com a decisão do júri. “Era o que eu esperava. Meus familiares também, só que a gente nunca cantou vitória”, disse.

O cunhado da apresentadora de TV ainda agradeceu o apoio do presidente Bolsonaro e do Ministro da Justiça, Sérgio Moro. “Foi muito importante desde o começo. Sou muito agradecido. Independente de partido político, se é direita, se é esquerda, se é centro, não interessa. Isso é questão de justiça”, afirmou.

O advogado de Corrêa também celebrou o resultado. “A justiça tarda mas não falha”, disse Fernando José da Costa. Ele contou que foi uma surpresa a decisão do Ministério Público de Minas Gerais de apresentar denúncia de homicídio doloso, mesmo quando o inquérito tenha sido concluído como legítima defesa.

“Lamentavelmente aquele promotor de 1ª Instância, Dr. Francisco de Assis, desde o início, se convenceu da culpabilidade de Gustavo. Tanto é que antes do interrogatório, momento mais importante do processo, o mesmo deu uma entrevista informando que iria pronunciar o Gustavo. Ou seja, não deu sequer a oportunidade de ouvir a versão de Gustavo”, disse. “Respeito o Ministério Público, mas a atuação desse promotor não foi técnica, não foi imparcial”, completou.

O advogado informou ainda ressaltou que trabalhava para aliviar o sofrimento da família de Corrêa e Ana Hickmann, que, segundo ele, ainda fazem tratamento psiquiátrico. “Prometi trazer a eles (família) essa vitória jurídica. Pessoas honestas, que trabalharam uma vida inteira, de repente viram seu filho réu. Foi gerado um grande sofrimento de uma família trabalhadora”, disse.

No fim, ele agradeceu o trabalho da justiça mineira. “Hoje eu parabenizo o Poder Judiciário e o Tribunal de Justiça de Minas Gerais que, além de manter a sentença absolutória, deu uma lição de moral, de conforto à família Corrêa”.

O caso

Em 2017, Gustavo foi absolvido pela juíza Âmalin Aziz Sant’Ana, titular do juízo sumariante do 2º Tribunal do Júri da capital, que considerou que o réu agiu em legítima defesa. Mas, em abril de 2018, o promotor do Tribunal do Júri do Fórum Lafayette, Francisco de Assis Santiago, recorreu da decisão que inocentou o cunhado.

O MPMG apresentou denúncia por homicídio doloso contra Gustavo Corrêa em 7 de julho de 2016. Ele foi enquadrado no artigo 121 do Código Penal, que prevê reclusão de 12 a 30 anos por homicídio qualificado. A denúncia foi em sentido oposto ao que a Polícia Civil do estado apontou na investigação.

O delegado Flávio Grossi, responsável pelo caso, pediu o arquivamento do inquérito, alegando que Gustavo teria agido em legítima defesa.

Estado de Minas

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Brasil Acima de Todos disse:

    Absolvição justíssima. A verdade imperou. Parabéns advogado e a justiça.

  2. J. Dantas disse:

    Chupa MP, que ganha um miserê…… mais um herói salvo das garras do MP…se fez justiça!

Najila presta depoimento em delegacia de SP sobre acusação contra Neymar

Najila Trindade chega com o rosto coberto dentro da 6ª Delegacia da Mulher — Foto: Floyd Marcel/TV Globo

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza chegou no final da manhã desta sexta-feira (7) à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, para prestar depoimento sobre o caso em que acusa o jogador Neymar de agressão e estupro durante encontros com ele em Paris.

Najila chegou com seus advogados e acompanhada da amiga Rosana, que também será ouvida porque estava com a modelo quando o boletim de ocorrência foi registrado. Cercada pela imprensa, Najila entrou na delegacia com a cabeça coberta por um casaco preto.

Ela será ouvida pela delegada Juliana Bussacos, que investiga o caso. A delegada quer tirar dúvidas sobre a história contada por Najila na semana passada e, principalmente, ter acesso à íntegra do vídeo que mostraria a agressão de Neymar.

Juliana Bussacos tem em mãos uma carta precatória com duas perguntas que devem ser feitas a Najila no inquérito que apura a exposição de imagens íntimas dela em redes sociais pelo atacante.

A primeira delas: se Najila confirma que as conversas expostas por Neymar foram realizadas. E a segunda: se ela autorizou a publicação ou se compartilhou as imagens e mensagens com outras pessoas ou grupos.

A delegada também pretende ouvir o jogador Neymar, para que ele dê sua versão sobre o aconteceu no encontro entre os dois.

Nova análise de exame de corpo de delito

A delegada já recebeu o relatório clínico particular feito pela mulher no dia 21 de maio e, nesta quinta-feira (6), protocolou no Instituto Médico Legal um pedido para que esse relatório e o laudo do exame de corpo de delito — feito no dia em que o caso foi registrado — sejam analisados por um grupo de médicos legistas.

É o chamado corpo de delito indireto. O objetivo é analisar se as queixas da mulher e as lesões têm relação com o caso.

Nesta quinta-feira, o Jornal Nacional teve acesso a um boletim de ocorrência registrado em 2014, um caso de violência doméstica com lesão corporal.

Na época, Najila relatou à polícia que, depois de uma briga com o marido, ela estava na sala de estar, comendo uma maçã com uma faca na mão, e disse que ele partiu para cima dela. Ela relatou ter sido puxada pelos braços, quando o marido foi atingido pela faca. O caso foi arquivado.

Najila reitera ter sofrido estupro e agressão

A polícia tem um novo fato a esclarecer neste caso: Najila disse que o apartamento onde mora foi arrombado. Um delegado foi até o apartamento para verificar se isso, de fato, aconteceu. A síndica do prédio já registrou um boletim de ocorrência.

Nesta noite, o advogado Danilo Garcia, que representa Najila, divulgou uma declaração dela, registrada em um cartório de São Paulo. No documento, Najila reitera que sofreu os crimes de estupro e agressão praticados por Neymar.

Afirma que tem amplo material probatório sobre as agressões sofridas. No fim, Najila afirmou estar ciente de que caso a declaração não seja a expressão da verdade responderá criminalmente por infração do Código Penal.

Cronologia com base em relatos de Najila e Neymar

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anti-Comunista disse:

    AS MULHERES DE CUBA ESTÃO DESESPERADAS PRA SAIR DE CUBA.

Repórter esportiva casada com empresário do ramo é afastada da Globo por acusação de conflito de interesse

Ana Helena foi afastada. Foto: Reprodução/Instagram/@anagoebel

A Globo afastou a repórter Ana Helena Goebel de sua cobertura da Copa América. A profissional é acusada de um possível favorecimento de interesses pessoais envolvendo uma de suas reportagens para o ‘Globo Esporte’ do Rio de Janeiro sobre uma tranferência do volante Cuellar para o mercado europeu na próxima janela de transferências.

Casada com o empresário Gianfranco Petruzziello, proprietário da empresa Forza Carreira Esportiva, que representa Cuellar, Ana Helena foi a responsável por um entrevista com o jogador, em que afirma que o atleta tem diversas propostas do velho continente para deixar o rubro-negro. O jornalista Tiago Cordeiro, do blog Cronista Esportivo, foi o primeiro a destacar o possivel interesse escuso no caso.

A Globo também estranhou o ocorrido e conduz averiguação interna para apurar o caso. Enquanto isso, a reporter segue afastada e a emissora divulgou a seguinte nota: “A repórter Ana Helena Goebel deixará a cobertura da Copa América até que tudo seja esclarecido.”

R7