Diversos

Guia de sobrevivência do Whatsapp – por Marcus Aragão

No início, uma maravilha. Ganhamos tempo com o aplicativo de mensagens. Fomos tomando gosto — ele foi entrando em nossa vida e hoje não conseguimos mais sair dele. Já sinto a abstinência se passar 5 minutos sem dar uma olhada. É como se estivesse perdendo algo. Por sinal, vou ver agora. Pronto, voltei.

Imagine a sensação de ficar offline. Não, não imagino. Simplesmente, não dá.

Reconectando… Tendo chegado no Brasil em 2009, já é utilizado por mais de 100 milhões de usuários no país. Durante todo esse tempo já deu para sabermos o que mais agrada e o que mais perturba metade da nação.

Pensando nisso, apresento os 7 maiores erros de quem utiliza o WhatsApp. Se você não faz, ótimo. Se faz, esse texto é para você pois não tinha coragem de te falar diretamente.

Vou começar com o pior de todos os males – o enviar áudios longos. O lugar mais quente no inferno está reservado para quem envia ladainhas sem fim. O ideal são poucos segundos mas com tolerância máxima de 1 minuto. 2 minutos você será excomungado e acima de 3 minutos, você deveria se retirar desse artigo.

Outro erro é adicionar as pessoas em grupo sem que elas tenham interesse. Para solucionar essa questão, os próprios desenvolvedores instituiram o convite. Ouvi um amém?

Se você tem algo urgente para falar, NÃO ENVIE mensagem. Ligue! A pessoa não tem como imaginar o seu desespero. Nem que você está lá embaixo esperando ela descer.

Tem gente que insiste em dar um solitário “Bom dia” —Terrível se você não completa com o assunto principal ou se não é a mãe do destinatário. Falta tempo para todos nós e ficar respondendo bom dia a torto e a direito não deixa o dia de ninguém mais feliz;

Quando Jan Koum inventou o aplicativo, tudo que ele queria era que soubéssemos quem está online. Mas isso não queria dizer que devemos responder de imediato. Tem gente que ainda liga na hora para constranger. Algo como, te peguei! Portanto, respeite seu interlocutor. Ele pode estar ocupado ou pensando na resposta.

Grupos podem ser excelentes para reunir amigos ou reunir pessoas com o mesmo interesse. Não convém enviar tudo que se passa pela sua cabeça. Pornografia, preferência política, correntes, ou mesmo o atrasado do Rubinho Barrichello que sempre chega por último.

E por fim, não fique interrompendo seus diálogos na vida real para olhar o Whatsapp — A pessoa vai entender essa mensagem na hora.

Se ao final deste texto eu tiver conseguido que apenas 1 áudio grande não seja enviado, já valeu a pena.

Marcus Aragão
Publicitário
Instagram @aragao01

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkk texto muito divertido mas muito real! O WhatsApp aumenta mais ainda o imediatismo da sociedade atual.
    As vantagens são infinitas, claro, mas como diz o ditado: a diferenca entre o remédio e o veneno é a dose. É preciso saber dosar!

  2. Sempre veio para a agilidade principalmente quando moramos longe das pessoas que amamos !!! Mas tudo usado com respeito,

  3. Muito bom, Marcus! Texto divertido e que nos faz pensar sobre o uso saudável da ferramenta! Parabéns!

  4. A ferramenta vem para facilitar as nossas vidas e o danado do uso indevido atrapalha e, muitas vezes, prejudica gravimente muitas vidas. É triste, mas é a nossa realidade. Muito obrigada Marcus por eu conseguir perceber o meu uso indevido que excelente ferramenta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Escola do Legislativo desenvolve guia para servidores da Câmara Municipal de Parnamirim

Foto: Reprodução

Equipe da Escola do Legislativo Professora Eva Lúcia, desenvolveu a primeira edição do Guia Informativo, cujo o objetivo é de contribuir com ações que visem a manutenção das relações interpessoais, a saúde e o bem-estar dos parlamentares e servidores da Câmara.

O guia foi elaborado através de reuniões virtuais, e traz sugestões de cursos on-line, livros, filmes e atividades culturais gratuitas e on-line, além de mensagens e informações diversas. A intenção é que o guia tenha circulação quinzenal e compartilhado via WhatsApp e nas demais redes sociais da Câmara.

“Nosso principal intuito é de, enquanto servidoras, colaborarmos com a Câmara no enfrentamento das consequências danosas da pandemia; de buscarmos mais uma ferramenta de diálogo entre parlamentares, servidores e comunidade externa; de estreitarmos a relação de tod@s com a Escola do Legislativo”, explica Senadaht Baracho, pedagoga na Escola do Legislativo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Guia da Exame informa os 10 destinos mais baratos para viajar em 2020

Bariloche, Argentina: o local é uma ótima escolha para quem ama ou até mesmo quer conhecer neve (Galen Rowell/Getty Images)

Brasileiros que queiram aproveitar os feriados de 2020 para viajar, sem gastar muito, devem optar por destinos como Buenos Aires, na Argentina; Montevidéu, no Uruguai; e Santiago, no Chile. Esses são os destinos mais baratos para 2020, segundo levantamento anual da agência de viagens Kayak.

A categoria destaca os destinos que registram uma combinação de passagens aéreas e hospedagem baratas, com base no histórico de preços na plataforma nos últimos anos.

A maior parte do ranking é composta por destinos na América Latina. A vantagem? Voos mais curtos e mais baratos em relação a outros destinos estrangeiros, o que faz com que seja possível visitá-los em um feriado prolongado.

Veja abaixo a lista dos destinos mais econômicos divulgada pelo Kayak:

As datas de viagem consideradas foram de 16/11/2018 a 15/11/2019.

Foram considerados os principais destinos de voo, entre os 100 mais pesquisados, com o menor custo médio geral de viagem.

A diferença percentual é baseada na comparação com o custo total da viagem na América do Sul para as datas de viagem e pesquisa indicadas.

O Kayak definiu uma “viagem” como “um voo de ida e volta + três noites em hotel”.

Os destinos incluem propriedades com 4 ou mais estrelas com base no número de propriedades disponíveis, ordenadas pelo resultado das pesquisas. Propriedades com menos de 4 estrelas foram excluídas da lista.

Exame

Opinião dos leitores

  1. Opa, aceito a passagem. Mas você trabalha, para pagar? Pela quantidade de tempo dispendido aqui, ou é funça ou vive de renda.

    1. Quer ir prá onde, "cumpanhero"? Cuba, Venezuela? A gente faz uma "vaquinha" e paga tua passagem. Só de ida. Topa? Rsrsrs

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Quer trabalhar, estudar ou empreender no exterior? Guia mostra as opções nos principais destinos

Foto: O GLOBO

De janeiro a 20 de outubro deste ano, a Receita Federal recebeu 22.327 declarações de saída definitiva do Brasil. Está perto de bater novo recorde e superar o total de 2018, que foi de 23.231, segundo dados da Receita Federal. É efeito dos anos de recessão no país, que acabou levando milhares de pessoas a buscarem melhores condições de emprego , qualificação e qualidade de vida no exterior .

Ao mesmo tempo, países como Alemanha e Japão mudaram recentemente suas políticas de imigração para atrair mão-de-obra qualificada, em meio ao rápido envelhecimento da população. Outras economias dinâmicas, como Canadá, Austrália e Nova Zelândia, têm tradição em programas para receber imigrantes das mais diferentes profissões. E, em alguns casos, como em Portugal e nos Estados Unidos, abrir o próprio negócio é a opção para se estabelecer no país.

O GLOBO preparou um guia para quem busca oportunidades no exterior. Uma série de reportagens especiais traçou o roteiro para os 11 destinos mais procurados pelos brasileiros, como os citados acima, além de Reino Unido, Rússia, China e países da América do Sul. Veja, abaixo, como se preparar para morar em cada um destes lugares.

Parte desses brasileiros deixa o país com o propósito de imigrar em definitivo. Tantos outros passam um período fora e, depois, retornam ao país. Esse movimento expõe a fuga de mão de obra qualificada registrada nos últimos anos. Mas pode, ao mesmo tempo, também estabelecer pontes entre empresas, universidades e instituições de ensino do Brasil e outras de diversos países.

Quem deseja imigrar deve se preparar, aconselha João Marques, da Emdoc, que presta consultoria jurídica de imigração. Ou seja, se informar sobre a vida no destino, o idioma, a cultura, as exigências de visto, os sistemas de educação e saúde, planejar o sustento. As oportunidades existem, mas os desafios são muitos.

Acompanhe, abaixo, as oportunidades que cada destino oferece. E, ouça, no podcast do GLOBO, os prós e contras na decisão de morar no exterior .

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ABC X América: Guia para os torcedores que vai para a decisão

Tribuna do Norte fez um layout de toda logística do clássico de hoje entre ABC X América, que vai decidir o Campeonato Estadual de 2012. Prestem atenção a todos os detalhes:

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *