IFRN suspende temporariamente as inscrições do Exame de Seleção 2021

Foto: Reprodução

Em nota publicada nessa quarta-feira(23), o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), através da Pró-Reitoria de Ensino (Proen), suspendeu temporariamente as inscrições do processo seletivo para os cursos técnicos integrados ao ensino médio, conhecido como Exame de Seleção. O objetivo é resguardar os candidatos, uma vez que foi identificada necessidade de correção do Edital 29/2020, que rege o processo seletivo. Confira a nota na íntegra: 

A Pró-Reitoria de Ensino do IFRN anuncia a suspensão temporária, nos termos do art. 45, da Lei nº 9.784/99, das inscrições no PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA INTEGRADA, EDITAL Nº 29/2020-PROEN/IFRN. A suspensão deve-se à necessidade de rever a sistemática da seleção, para adequação eficiente e compatível com interesse público, uma vez que foram detectadas inconsistências que inviabilizam o pleno cumprimento do Edital no formato proposto. Todas as inscrições realizadas até hoje, 23 de dezembro de 2020, serão mantidas, se os candidatos assim desejarem, independentemente das mudanças que possam vir a ocorrer. Informa-se, ainda, que os ajustes necessários para que possamos garantir um processo seletivo democrático e o mais justo possível, mesmo com o cenário pandêmico que continuamos a vivenciar, serão publicizados até a primeira quinzena de janeiro de 2021. O IFRN reafirma o seu compromisso com a oferta da educação pública de qualidade e com a crença no poder transformador da educação.

Rio Grande do Norte, 23 de dezembro de 2020. 

ACESSE:

Nota Informativa – IFRN – Exame de Seleção

Edital 29/2020

Com IFRN

Corpo encontrado em Tibau do Sul é de adolescente de 16 anos desaparecida, confirma exame de DNA

Foto: Cedida

O portal G1-RN noticia nesta quinta-feira(17) que um exame de DNA realizado pelo Itep confirmou que o corpo encontrado em Tibau do Sul é mesmo de Andreza Alves do Nascimento, de 16 anos, que estava desaparecida desde 21 de novembro.

Segundo o Itep, o corpo estava em avançado estado de decomposição, por isso era preciso a prova técnica. O exame de DNA comparou o sangue coletado no corpo da adolescente com o material genético coletado dos pais de Andreza.

A adolescente tinha sido vista pela última vez no dia 21 de novembro, quando saiu do trabalho, uma lavanderia em Pipa, e passou na casa de uma vizinha na comunidade Cabaceiras, em Tibau do Sul, para buscar um documento.

O corpo de Andreza foi encontrado no dia 29 de novembro, em uma área de mata, em Sibaúma, Tibau do Sul. Andreza deixa uma filha de 1 ano e 7 meses.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula disse:

    Lamentável.

PESQUISA EXAME/IDEIA: aprovação do governo Bolsonaro cai de 41% para 35%; desaprovação passa para 38% e 27% consideram regular

Foto: (Alan Santos/PR/Divulgação)

A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro, que estava em 41% há duas semanas, caiu para 35%. A desaprovação passou de 31% para 38%. É a primeira vez em dois meses que avaliação negativa supera a aprovação. Aqueles que consideram o governo regular somam 27%.

A queda da aprovação e o aumento da desaprovação coincidem com o último mês do pagamento do auxílio emergencial, criado durante a pandemia de covid-19, e que acaba em dezembro. Com o crescimento do Produto Interno Bruno (PIB) de 7,7% no último trimestre, o governo não trabalha com a possibilidade de uma nova prorrogação do benefício social.

Os dados são da mais recente pesquisa exclusiva EXAME/IDEIA, projeto que une Exame Research, braço de análise de investimentos da EXAME, e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 30 de novembro a 3 de dezembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na série histórica, a desaprovação vinha superando a aprovação desde o ano passado, até atingir o pico em junho, quando ficou em 54%. O cenário coincidiu com problemas na liberação do auxílio emergencial para boa parte da população, e também quando o desemprego atingiu um recorde de 13,1%. A aprovação foi subindo no mesmo período em que o auxílio foi pago.

Comparando com a última pesquisa, publicada no dia 20 de novembro, a aprovação total de quem ganha mais de 5 salários mínimos passou de 40% para 49%. A desaprovação de quem ganha 1 salário mínimo foi de 39% para 46%. A variação ocorreu dentro da margem de erro, que na estratificação por renda é de cinco pontos percentuais para mais ou para menos.

“A fortaleza da aprovação do governo federal continua sendo as regiões Norte (62% de aprovação) e Centro-Oeste (47%), e os entrevistados que se dizem evangélicos (44%). Entre a parcela de baixa renda, a popularidade caiu abaixo da margem de erro (45% das classes D/E desaprovam). Já são sentidos efeitos da redução do auxílio, da perda de renda e do aumento da procura por emprego nesses segmentos”, explica Maurício Moura, fundador do IDEIA.

Apesar da desaprovação ser maior na população de baixa renda, nas classes A/B a aprovação está em 44%. Analisando por escolaridade, a aprovação se manteve alta entre aqueles que que mais estudaram, como na última pesquisa. Entre os entrevistados que disseram que fizeram faculdade, 54% aprovam a maneira do presidente de governar.

A pesquisa também perguntou sobre a avaliação do governo do presidente. Aqueles que consideram o governo ruim/péssimo somam 37%. Os que acham ótimo/bom são 35%, e aqueles que avaliam como regular, 27%.

Foto: Reprodução/Exame

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pixuleco disse:

    Lá vem o doidin , descendo s ladeira !

  2. Zé de Joca disse:

    Bolsonaro, sem roubar (diretamente), só pela incompetência política e os desacertos de ações e declarações, já supera Lula em rejeição popular, mesmo distribuindo dinheiro. O véio é duro!

  3. Bolsonaro RN disse:

    Só porque ele não rouba, se fosse um lula da vida talvez tivesse com 90% de aprovação, o povo é cruel.

  4. Justiceiro disse:

    As pesquisas só são sérias e refletem a verdade, quando os resultados favorecem ao que pensam os bolsominions….

  5. Nono Correia disse:

    Quando o mesmo instituto apontava aumento a jumentosfera bolsogadista acreditava, mas agora
    já deixaram de acreditar. Por que será heim?

  6. Sr. Brasília disse:

    K-bou-ssy os R$600 reais e K-bou-ssy os R$300 reais também….. então agora é ladeira abaixo…hahahaha

  7. homosapiens disse:

    Pesquisa tendenciosa e vergonhosa, ninguém caia mais nessa balela

  8. Alberto faustino de moura disse:

    conta outra essa não cola

  9. Zé ruela disse:

    Deviam ter vergonha

  10. Calígula disse:

    Hô mentira grande.
    Ninguém mais acredita em Instituto de pesquisas.

PESQUISA EXAME/IDEIA: aprovação de Bolsonaro vai a 41%, a mais alta em quase 2 anos

Foto: (Adriano Machado/Reuters)

A aprovação do presidente Jair Bolsonaro está em 41%, o mais alto patamar desde fevereiro de 2019. No último levantamento, feito no início de novembro, a avaliação estava em 38%, e oscilou positivamente no limite da margem de erro da pesquisa que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A desaprovação diminuiu, passando de 34% para 31%. Aqueles que nem aprovam nem desaprovam somam 27%.

Os dados são da mais recente pesquisa exclusiva EXAME/IDEIA, projeto que une Exame Research, braço de análise de investimentos da EXAME, e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 16 e 19 de novembro.

Foto: Reprodução/Exame

Na série histórica, a aprovação só ficou acima de 40% em fevereiro de 2019, quando 45% dos brasileiros aprovavam a maneira como o presidente governa. Esse percentual foi caindo até chegar em 20% no mês de maio deste ano, coincidindo com o agravamento no número de casos e de mortes por covid-19 no país.

A alta mais significativa foi percebida entre julho e agosto, quando os brasileiros que aprovavam o governo de Jair Bolsonaro saltaram de 27% para 37%, respectivamente. O período corresponde com a liberação de grande parte do auxílio emergencial.

“Os mais altos níveis de aprovação do governo federal são muito concentrados no segmento de evangélicos (50%), e nas regiões Norte (52%), Centro-Oeste (52%) e Sul (54%). A avaliação positiva é sempre maior neste grupos”, explica Maurício Moura, fundador do IDEIA.

Estratificando a pesquisa por idade, quanto mais velha é faixa etária, maior é a aprovação do governo Bolsonaro. Entre aqueles com 50 anos ou mais, o índice chega a 49%. A proporção é similar no item escolaridade, sendo maior na parcela da população que estudou mais. A aprovação chega a 42% entre aqueles com ensino superior.

Por classe econômica, a desaprovação é maior entre os mais pobres. Nas famílias com ganhos de até 1 salário mínimo, 39% desaprovam o governo Bolsonaro. Já entre os que ganham mais de cinco salários, 32% não aprovam a atual administração.

A pesquisa também perguntou como os brasileiros avaliam o governo do presidente até o momento. Os dados são idênticos ao da aprovação, com 41% considerando ótimo/bom, e 31% ruim/péssimo.

Foto: Reprodução/Exame

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Samuel Uel disse:

    A bovinada so comenta onde convém, o veio é tão arrochado que nem vereador elege, é tao arrochado que deu uma de frouxo e não revelou os tais paises que compram madeira ilegal, é tão arrochado que não explica os 89 mil na conta da Micheque…..de tantas noticias sobre o bozo o gado fica mudinho, mas quando sai uma pesquisa de popularidade, ai a manada vem com tudo comentar.
    Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  2. desMOROnado disse:

    Como é mesmo aquela música?? É… O homem disparou, é?

  3. Silva disse:

    A petezada pira!!
    Kkkkkkkk
    O Véi ta estourado.

  4. Calígula disse:

    Hô Véio Bom, Hô véi arroxado, Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é Bolsonaro.
    Mito 2022

  5. Joaquim disse:

    Ou véi macho da porra

  6. DeSacoCheio disse:

    Para aqueles que torcem para que o governo dê errado, para que o Brasil quebre, para que a população sofra para assim, talvez, conseguir trazer de volta o "bandido que deveria estar preso" e o seu governo corrupto que só beneficiava que era "camarada", é uma péssima notícia.

  7. David disse:

    Semelhante a Dagô e Luiz Almir.
    Vai levar rasteira grande.

  8. José Macedo disse:

    Para desespero das midiaslixo e dos esquerdopatas.

  9. Vaqueiro Açoitador disse:

    Ess pesquisa é tão verdadeira, quanto uma nota de 3 reais.
    Só alguns 🐂 🐄 que usam argola de ferro na venta, que aprovam esse “ninguém”.

    • Neco disse:

      Pode achar ruim, repetir mil vezes.
      Isso não muda a realidade.
      Melhor ja ir se acostumando.

    • Diabinho disse:

      Bem.. realmente as pesquisas nao sao confiaveis… tanto que ele foi eleito contrariando as pesquisas.

    • Davi disse:

      Tá, já viu o que obama falou de luladrão? Acho que não né? Vi a pouco tempo vocês comemorando a vitória do vice dele, ou pensam que o vice não sabe das falcatruas do seu senhor corrupto condenado. Jumento petralha confinado.

    • Maria disse:

      Verdade… a aprovação eh muiiiiito maior que isso… eh difícil achar quem desaprova e pessoas que não gostavam dele por acreditar em “histórias” de que ele ia fazer isso ou aquilo de ruim e que não se concretizaram, pois eram mentiras, estão cada vez mais percebendo isso e mudando de concepção.

  10. Alberto disse:

    O homem é bom, o homem é espetacular!

Novo exame de cera de ouvido pode revelar níveis de estresse

Foto: Andres Herane-Vives

A cera de ouvido pode dar pistas sobre a saúde mental de um indivíduo, sugeriram pesquisadores.

Um estudo feito com 37 pessoas mostrou que um aumento do cortisol, o hormônio do estresse, pode ser medido a partir das secreções oleosas no canal auditivo.

Isso pode abrir uma janela para melhores maneiras de diagnosticar condições psiquiátricas, incluindo depressão, de acordo com o autor principal do estudo, Andres Herane-Vives.

Ele também desenvolveu um novo tipo de cotonete que não danifica o tímpano.

O cortisol é conhecido como o hormônio da “luta ou fuga”. Quando ele envia sinais de alarme para o cérebro em resposta a uma situação de estresse, ele pode influenciar quase todos os sistemas do corpo, do sistema imunológico à digestão e o sono.

Mas seu papel em transtorno — incluindo ansiedade e depressão — não é totalmente compreendido.

Herane-Vives, psiquiatra do Instituto de Neurociência Cognitiva do University College London, quer entender o que pode indicar níveis elevados ou baixos de cortisol.

Ainda é cedo, mas ele espera que isso possa ajudá-lo a estabelecer uma “medida biológica objetiva” para as condições psiquiátricas.

Em teoria, as pessoas com sintomas de problemas de saúde mental poderiam ter seus níveis de cortisol testados e isso poderia ajudar a formar o diagnóstico delas.

Atualmente, os diagnósticos de doenças e transtornos ligados à asaúde mental são amplamente subjetivos, portanto, esse método poderia fornecer aos profissionais uma ferramenta adicional para ajudar a tornar as avaliações mais precisas.

E um bom diagnóstico é “a única maneira de fornecer o tratamento correto”, disse Herane-Vives.

Ele poderia ser usado para avaliar quem pode ou não se beneficiar dos antidepressivos.

O cortisol pode ser medido no sangue, mas o exame revela apenas os níveis do hormônio de um indivíduo naquele momento.

E como os próprios exames de sangue podem ser estressantes, eles podem potencialmente dar falsos positivos.

Herane-Vives queria saber se os níveis crônicos de cortisol de um paciente — constantes por um longo período de tempo — poderiam ser medidos observando os tecidos do corpo em que se acumulam.

Ele estudou anteriormente se o cortisol poderia ser medido nos folículos capilares, mas para fazer isso você precisa de 3 cm de cabelo — o que nem todo mundo tem ou quer perder.

“Mas os níveis de cortisol na cera do ouvido parecem ser mais estáveis”, disse ele.

Herane-Vives fez uma analogia com outra criatura produtora de cera: as abelhas. Elas armazenam açúcar (o mel) em seus favos de cera, onde é preservado em temperatura ambiente.

Assim, os hormônios e outras substâncias são armazenados ao longo do tempo na cera do ouvido, que “produz mais cortisol do que amostras de cabelo”, disseram os pesquisadores.

A longo prazo, o método poderia ser desenvolvido para medir outras coisas como os níveis de glicose ou mesmo anticorpos contra vírus.

G1, com BBC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Criador Sincero disse:

    O estresse deve ser por causa do calor e aquela argola que fica na venta, alguns criadores não tem cuidado.

    • Delano disse:

      Esse tem conhecimento de causa, se omite até em reclamar ao seu donatário, idiotas é assim, tenta corrigir seu sofrimento, acusando outros de está no mesmo dilema. Faça como seu amo, ataque o pt de jampa. Rsrsrs

SE LIGA: Comperve retoma exame de proficiência

A Comperve irá retomar as atividades do exame de proficiência. A aplicação das provas ocorrerá na modalidade presencial e seguirá os protocolos sanitários vigentes de prevenção contra a covid-19, com novas normas. A taxa do exame é de R$ 50 e os procedimentos de inscrição estão no site da Comperve.

Será disponibilizado aos candidatos um formulário para que possam decidir se irão realizar o exame nesta edição ou na seguinte. Os inscritos que não acessarem o formulário serão automaticamente considerados como optantes para a próxima edição.

O formulário de inscrição também será reaberto para atender demandas reprimidas devido ao período de pandemia, porém os candidatos que pediram reembolso no período de pandemia serão excluídos do exame.

Cronograma

Período do formulário de confirmação: 4 a 11 de novembro de 2020

Reabertura do formulário de inscrição: 5 a 11 de novembro de 2020

Período para pagamento da taxa de inscrição: 5 a 12 de novembro de 2020

Divulgação da validação das inscrições: 16 de novembro de 2020

Divulgação dos locais de prova: 18 de novembro de 2020

Aplicação das provas: 22 de novembro de 2020

Com UFRN

Médico é preso após sacar arma durante discussão por exame de Covid-19 com paciente na Barra da Tijuca, no RJ

Consultório onde discussão começou entre médico e paciente fica em centro comercial na Barra Foto: Reprodução / Google Maps

A consulta de um paciente com sintomas do novo coronavírus terminou em discussão e virou caso de polícia na tarde desta quinta-feira, em um consultório localizado no Shopping Cittá América, na Barra da Tijuca, quando, durante o desentendimento, um médico pneumologista teria sacado uma arma de dentro de sua bolsa e ameaçado o cliente.

O caso foi parar na 16ª DP (Barra da Tijuca). De acordo com os relatos do paciente, ele marcou uma consulta com o doutor Enio Studart para examinar o pulmão porque havia sido infectado com a Covid-19 há dois meses, mas os sintomas de cansaço continuavam. Foi quando, ainda segundo o homem, o pneumologista questionou a qualidade dos testes rápidos feitos por ele na ocasião. Teria iniciado, a partir dali, uma discussão, onde ambos teriam trocado ofensas. Foi nesse momento, ainda de acordo com o depoimento, que o médico pegou uma mochila, de onde sacou uma pistola para ameaçá-lo.

O primeiro a chegar à delegacia foi o médico, contando ter tido um desentendimento com seu paciente, que chegou logo depois, acompanhado de policiais militares. Aos inspetores, Enio afirmou que o paciente, durante a consulta, não era claro em suas respostas, e que se aborreceu com as perguntas feitas por ele, começando a xingá-lo em seguida. O doutor também confirmou que possuía uma arma, mas que não havia a utilizado.

Os agentes começaram a duvidar da versão do pneumologista, no entanto, quando questionaram de que forma ele teria se dirigido até a delegacia. Ele afirmou que havia pedido um serviço de carro por aplicativo, mas investigadores encontraram estacionado no pátio um automóvel com placa no nome dele. Foi neste momento que os policiais fizeram uma busca e encontraram dentro do veículo uma série de armas: um revólver calibre .38, uma pistola calibre .32, um soco inglês, duas facas, 24 munições de calibre .38, nove munições de calibre.32 e um carregador de pistola .32.

Enio foi preso em flagrante pela equipe coordenada pela equipe coordenada pela delegada Fernanda Noethen e irá responder pelos crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Confira a nota oficial da Polícia Civil:

“De acordo com a 16ª DP (Barra da Tijuca), o médico foi preso em flagrante por ameaçar um paciente e por porte ilegal de arma de fogo. Em seu veículo, foram encontrados um revólver, uma pistola, um soco inglês, duas facas, um carregador de pistola e munições”.

Extra – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aluísio Valença disse:

    O paciente não queria tomar Cloroquina, o dotô sacou a pistola e disse:
    – Vai tomar nem que seja na marra!

  2. BARRA PESADA disse:

    Essa Barra da Tijuca é barra pesada. Tem muito patriota armado na rua e nos condomínios.

  3. Papa Jerry Moon disse:

    O paciente não queria tomar cloroquina.

  4. Sergio disse:

    Atenção vcs que são a favor de armas: evitem consultórios médicos também. Aliás, não saiam de casa!

  5. Manoel disse:

    Esse médico estava indo pra uma guerra ou pra atendimento?

    • JSouza disse:

      Rapaz, na atual conjuntura da segurança pública, sair de casa é uma incógnita. Ainda mais no Rio de Janeiro (mas sem excluir a nossa realidade potiguar).

Bolsonaro diz que novo exame para Covid-19 deu positivo; presidente deve fazer outro em breve para verificar se já pode retomar suas atividades sem isolamento

Foto: CNN (7.jul.2020)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse à CNN nesta quarta-feira (15) que seu novo teste para Covid-19 deu resultado positivo para a doença causada pelo novo coronavírus.

Bolsonaro teve um primeiro diagnóstico confirmado para Covid-19 na semana passada, no dia 7. Desde então, o presidente está em isolamento no Palácio da Alvorada, sua residência oficial.

O presidente deve fazer ainda um terceiro exame para verificar se já pode retomar suas atividades normalmente.

Em conversa com a CNN, Bolsonaro contou que o exame foi feito pela manhã e que o resultado saiu na noite de ontem (14). O presidente fez o exame RT-PCR, que utiliza um swab (cotonente longo) inserido no nariz para a coleta de material.

Bolsonaro disse que está bem e que não tem febre desde o dia 6. Segundo o presidente, sua taxa de saturação de oxigênio está em 98%. Ele contou também não estar sentindo falta de ar, nem falta de paladar.

Teste de sorologia de Covid-19: Justiça derruba liminar que obrigava planos de saúde a cobrir exame

Pixabay

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região derrubou decisão liminar que obrigava as operadoras de saúde a cobrir o teste de sorologia para a detecção do novo coronavírus. A ação foi impetrada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O teste sorológico, que identifica a presença de anticorpos (IgA, IgG ou IgM) no sangue dos pacientes que foram expostos ao vírus em algum momento, havia sido incluído no rol de coberturas obrigatórias dos planos de saúde, no dia 29 de junho, por deteminiação judicial.

A Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps), titular da Ação Civil Pública que resultou na obrigatoriedade de cobertura, já informou que entrará com um recurso para comprovar a importância dos testes.

– A ANS mais uma vez mostra que atua em defesa dos planos de saúde e não dos consumidores. Se esse teste não é importante para o controle da pandemia, pergunto: por que a Anvisa autorizou sua realização, inclusive por farmácias? É um absurdo essa decisão e vamos brigar para revertê-la – afirma Renâ Patriota, presidente da Aduseps.

Apesar de ter recorrido para derrubar a liminar, a ANS já tinha informado que a inserção do exame no rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde ainda está sendo debatida.

Ao recorrer da decisão, a agência justificou que todo novo procedimento incorporado no rol de coberturas obrigatórios deve passar por uma análise técnica, de eficácia e de impacto econômico, estudo este que ainda não tinha concluído.

Nesta quarta-feira, a agência realiza uma nova reunião para debater a inclusão da sorologia na lista de procedimentos obrigatórios. O último debate sobre o tema aconteceu na última sexta-feira, dia 3, com representantes do setor, de consumidores, Defensoria Pública, Ministério Público entre outros.

Aumento de reclamações à ANS

Na avaliação de Vera Valente, diretora executiva da FenaSaúde, que reune as maiores operadoras do setor, a decisão da Justiça ” é, sobretudo, favorável aos beneficiários da saúde suplementar”. Ela argumenta que Os testes sorológicos são de baixa acurácia e podem levar a diagnósticos errôneos com relação ao tratamento para a covid-19.

– Há fortes evidências da baixa efetividade desses testes. De acordo com a Anvisa, dos 102 testes rápidos liberados até hoje, 44,1% apresentam não desempenho de acordo com o alegado pelo fornecedor. Além disso, segundo a publicação científica britânica The BMJ, em 34% dos casos os testes rápidos dão falso negativo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde também não os recomendam para diagnosticar a doença – ressalta Vera.

Já para o advogado Rafael Robba, especializado em direito à saúde do escritório Vilhena Silva Advogados, não faz sentido a ANS recorrer de uma decisão que beneficiava quase 47 milhões de consumidores, quando a própria agência admite estar estudando a inclusão do exame.

– A inclusão do teste no rol é uma medida importante, uma vez que é muito utilizado pelos médicos para diagnosticar e acompanhar a doença, principalmente para que a sociedade comece a retomar a vida econômica com segurança – ressalta o especialista.

A advogada Ana Carolina Navarrete, coordenadora do Programa de Saúde do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) também considera absurda a postura da ANS

– A ANS está colocando empecilhos à cobertura de testes que auxiliam diagnósticos para a Covid no meio da pandemia. Insumos essenciais não apenas para o diagnóstico mais adequado, como para o monitoramento do avanço da pandemia no mercado. O acesso a testes são o segundo problema mais reclamado pelos consumidores, segundo dados da própria agência. E a ANS ao invés de tomar providências para reduzir esse problemas, está aumentando as dificuldades dos consumidores.

As reclamações relacionadas a testes para detecção da Covid-19 e tratamentos da doença mais do que dobraram na primeira semana de julho.

Segundo os dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre queixas relacionadas à pandemia, foram 564 registros, entre os dias 29 de junho e 5 de julho, contra 226, de 22 a 28 de junho.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jório disse:

    É um absurdo a atitude da ANS, defendendo os Planos de Saúde e prejudicando mais de 40 milhões de Consumidores.
    Merece todo nosso repúdio.

    • paulo martins disse:

      Brasil talvez seja o único país do mundo onde agências reguladoras funcionam a pleno vapor contra os interesses da sociedade.

  2. Rocha disse:

    Justiça não!!! Injustiça SIM!! este juiz é um ser desumano, pagamos plano de saúde com taxação altíssima e ñ temos direito a um exame que está inserido numa pandemia? Será que esta "excelência " vai dormir tranqüila? Lembrando da atrocidade cometida ???

Exame do ministro Fábio Faria dá negativo para Covid-19

Foto: Divulgação

Fábio Faria acaba de divulgar que a contraprova de seu exame para Covid-19 deu negativo. O ministro das Comunicações afirmou que, com o resultado, segue trabalhando presencialmente.

Acabo de receber o resultado da contraprova do exame para a Covid-19, o PCR, que deu negativo. Sigo a agenda de trabalho com todos os protocolos de segurança estabelecidos pelo Ministério da Saúde.”

Após Jair Bolsonaro ser diagnosticado com Covid-19 ontem, ministros e auxiliares do presidente se submeteram a testes para confirmar se estão com a doença.

No Planalto, Braga Netto e Luiz Eduardo Ramos tiveram resultado negativo em teste rápido. Mesmo sem terem resultado do exame RT-PCR, que identifica a presença do vírus, eles continuam trabalhando no palácio.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Quem danado vai dizer que pegou Covid do presidente? Eles têm amor ao cargo.

  2. Sandro Trigueiro disse:

    Interessante, todos que tiveram contato direto com o presidente testaram NEGATIVO. Das duas uma, ou o Presidente não está com COVID, ou os que tiveram contato direto com estão sonegando informações.

  3. Gado com orgulho disse:

    Saúde pra todos.

Bolsonaro diz que não acha justo exame da OAB para exercer advocacia

Foto: Adriano Machado – 13.mai.2020/ Reuters

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira (25) não achar necessária a realização do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), obrigatório para o exercício da advocacia no país. Ele ressaltou a dificuldade para mudar a legislação a esse respeito.

Em conversa com militantes, na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que até Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara preso desde 2016, tentou aprovar um projeto de lei sobre o tema e foi derrotado “mesmo com toda a força que tinha naquele momento”, o que mostraria a dificuldade de mudar o procedimento.

“Eu acho justo [não precisar do exame]. Fez faculdade, pode trabalhar. Não tem que fazer exame de ordem não pra… que é um caça níquel muitas vezes, tá certo?”, disse o presidente.

Bolsonaro respondia a uma pessoa que se identificou como sargento Ivan Soares, vice-presidente da Associação Nacional dos Bacharéis em Direito e pedia celeridade ao Projeto de Lei 832/2019, que trata da extinção da exigência do Exame de Ordem.

Eles pretendiam entregar um dossiê sobre o tema ao presidente, que recusou dizendo que essa questão precisa ser discutida com o Parlamento. “Não é fácil não pessoal. Eu sei do seu caso.”

Desentendimentos com OAB

Atualmente a OAB é presidida por Felipe Santa Cruz, que tem se posicionado contra as atitudes de Bolsonaro em relação ao combate à pandemia do novo coronavírus e também em relação à gestão de seu governo.

Recentemente, Santa Cruz disse acreditar que a interferência do presidente na Polícia Federal já está, em parte, caracterizada pelas provas apresentadas pelo ex-ministro Sergio Moro e pelo depoimento de Paulo Marinho, ex-apoiador de Bolsonaro.

Ele também cobrou de Bolsonaro esclarecimentos sobre um sistema “particular” de informações que o chefe do Executivo disse possuir na reunião ministerial do dia 22 de abril. E, antes de o presidente tornar público seus exames para Covid-19, Santa Cruz disse que Bolsonaro ainda não ter divulgado o resultado era “injustificável”.

Em julho de 2019, o presidente afirmou que “um dia” contaria a Santa Cruz como o pai do jurista desapareceu na ditadura militar. Por essas declarações, o presidente da OAB foi ao Supremo Tribunal Federal cobrar explicações de Bolsonaro, mas a ação foi extinta pelo ministro Luís Roberto Barroso.

CNN Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    O Capetão segue misturando problemas pessoais – neste caso com o presidente da OAB – e intrigas particulares com interesses da república. Vai terminar caindo na própria armadilha.

  2. Morais disse:

    Tá certo. Pra ser ministro do STF não precisa ser juiz.

  3. Beto Araújo disse:

    Tem que ser obrigado o atestado de sanidade mental prá presidente e ministro.

  4. Carlão disse:

    Quero ver ele criar um "exame de ordem "para exercer Medicina, nos moldes do revalida. O que ia ter de médico fazendo lobby contrário…
    Ou abrir o exame de ordem para qualquer um com nível superior, do jeito que o Brasil é um estado Legalista, há pessoas de outras áreas que passariam.
    É um belo vespeiro.

    • Advogado bem sucedido disse:

      E no curso de Engenharia Civil heim .. já se viu né como seria. Kkkkk

  5. Leandro disse:

    Esse exame da ordem deveria servir simplismente para as empresas que desejam contratar um advogado com um currículo mais respeitável….agora proibir o formado em Direito de exercer a função já é uma forma de monopolizar a profissão…..

  6. Apolônio disse:

    Compactuo da mesma opinião do meu presidente,por isso votei nele e não me arrependo,2022 tô com meu presidente de novo!

  7. Zé Ruela disse:

    Bolsonaro poderia ficar 24 horas sem falar. Isso acalmaria um pouco o ambiente. Cada vez que abre a boca é pra criar uma polêmica, em área que não é a dele e deixando de cumprir seu papel de governante. Vamos trabalhar presidente?

    • Rui disse:

      Zé Ruela ? O nome já diz "calado" seu Ze Ruela

    • Ze Ruela disse:

      Rui? Um nome interessante. Mas não diz nada que se aproveite. Estude, você chega lá Ruinzinho.

  8. Jd disse:

    Ele tá certo! O Brasil é o país q mais tem faculdade de direito no planeta, por isso, quando alguém diz q terminou "direito" vem a pergunta: "quero saber se vc sabe assinar o nome"!!!!!

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Justamente, por essas e outras, é que se faz o necessário o exame de ordem, rsrsrsrs.

    • Advogado bem sucedido disse:

      Mas ando de Hilux né meu fiii….. e engenheiro civil que passou o tempo de faculdade fazendo prova em grupo.

  9. Luiz Antônio disse:

    Vamos se sinceros, alguém esperava coisa melhor desse capitão reformado?!!!
    Ou ninguém conhecia o seu baixíssimo desempenho parlamentar… era um dos piores do baixo clero.
    Ninguém foi enganado.

    • Cigano Lulu disse:

      Por isso não tenho o menor constrangimento de dizer que votei nele e não me arrependo. Votei sabendo do lixo moral e intelectual que Bolsonaro era e é. E digo mais: não fosse o desgraçado do PT o Capetão jamais teria chegado à Presidência. Mas, deslumbrado com o "doce pudim du pudê", o cavalo batizado acha que é dono dos votos que o elegeu. Ledo engano que será passado a limpo em 2022, se ele se aguentar na cela até lá.

    • Advogado bem sucedido disse:

      Votar numa criatura dessa já diz o que é…a família toda ..aff

  10. Antônio Freire disse:

    Não sei qual a razão de serem a favor da extinção do Exame de Ordem. Todavia, não custa lembrar que a pessoa passa cinco anos numa faculdade de direito e depois não consegue ser aprovado numa prova que somente as perguntas e respostas foram matérias do curso. Se não aprendeu durante esse período não dar para ser advogado!!! Tem que estudar e entender o direito para advogar. Simples assim. O mais é palco, gritaria e choro . Estudem que dar certo. Do contrário é querer forçar a barra. O STF já se pronunciou sobre o assunto….kkk

  11. Isoares disse:

    Para mim o MITO n errou em nada; ele foi eleito e não mudou; não tem corrupção no governo; no dia que ele mudar eu não voto mais nele

  12. Anti-Político de Estimação disse:

    O Brasil se acabando com essa pandemia infernal, muitos brasileiros chorando a morte dos seus entes queridos e o nosso Presidente continua perdendo tempo com questiúnculas que estão inclusive, fora do seu campo de atuação. Tudo o o que o Brasil precisaria neste momento é de um verdadeiro líder, que infelizmente não temos.
    É triste…

  13. olavo disse:

    Só os incompetentes são contra o exame da ordem.

  14. François Cevert disse:

    Esse veio pra descostruir a imagem de todas as instituições do país, inimigo da ciência dos professores, de alunos, funcionários públicos, destruidor da natureza e a favor de armas e da disceminação de mentiras (fakenews), só se preocupa em proteger os 'amigos' e para os 'inimigos' o rigor da lei dele, só pode ter alguma advogado que não conseguiu passar no exame da ordem… um verdadeiro. #Mico

  15. Brasileiro disse:

    Se deve fazer exame para exercer a advocacia, então porque NENHUMA OUTRA PROFISSÃO EXIGE EXAME PARA EXERCER A PROFISSÃO DENTRO DA FORMAÇÃO ADQUIRIDA?

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Para quem é competente e fez uma boa formação profissional, exame nenhum faz medo. Isso nada mais é do que a prova de que o discurso de meritocracia e quetais não passa de lorota pra "boi dormir", literalmente.

  16. Abestalhado disse:

    Ele já falou que os livros têm letras demais. Que iria acabar com isso aí tá ok? Kkkkk. Esse mito é mesmo um mico. Kkkkk.

  17. Thammy disse:

    Se for AMIGO…é necessario…se for inimigo é desnecessario
    Lastimável esse DITADOR QUERER I O MUNDO GIRANDO SOBRE SEU C.

Exame de Toffoli para Covid-19 dá negativo; ministro segue internado

O exame do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, para Covid-19 deu negativo, informou a assessoria da Corte nesta segunda-feira (25).

O boletim médico da equipe que atendeu o ministro divulgado nesta manhã informa que Toffoli vai fazer novos exames para descartar a hipótese de um falso negativo. O ministro está estável, respira sem ajuda de aparelhos e, nas últimas horas, apresentou melhoras nos sintomas respiratórios.

Toffoli foi internado no sábado (23) para passar por uma cirurgia para drenagem de abscesso no sábado (23). Durante a internação, o ministro apresentou sinais que sugeriram possível infecção pelo coronavírus.

Na quarta-feira (20), Toffoli já havia sido submetido a um teste que também deu negativo para coronavírus.

Nesse domingo (24), o STF informou que o ministro ficará de licença médica por 7 dias, podendo ser ampliada dependendo do resultado dos exames. O vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux, assumiu a presidência do tribunal no mesmo domingo e comanda a corte até o retorno de Toffoli.

G1

Lewandowski será o relator no STF do pedido para que Bolsonaro revele o resultado do exame para Covid-19

Foto: Agência O Globo

Ricardo Lewandowski será o relator no Supremo do recurso impetrado pelo jornal “O Estado de S. Paulo” contra a sentença de João Otávio de Noronha, presidente do STJ, que monocraticamente decidiu que Jair Bolsonaro não é obrigado a revelar o resultado do seu exame para detecção do coronavírus.

No recurso apresentado ao STF, os advogados do jornal relatam que Noronha antes de decidir em favor de Bolsonaro já havia antecipado o seu voto em uma entrevista.

Com informações de auro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. RICARDO LÚCIDO disse:

    BG , tenho certeza que os admiradores do quase futuro ex -presidente concordam com a divulgação na íntegra da reunião . Dessa forma acabaríamos logo com esse problema . O Bozo , votei nele e me arrependo , pareceu-me meu abatido na sua chegada em casa . Aspecto de cansaço visível e a maior característica que algo estava errado . Ele. estava calmo e educado . O BOZO , votei nele e me arrependo , calmo e educado é sinal de algo errado . Aos admiradores sugiro paciência , calma e bom senso . O presidente vai precisar de muito ombro amigo . Keep Calm , tamô junto , afinal o importante é o Brasil 🇧🇷.

  2. Enir Dias disse:

    Vamos aguardar um assunto de interesse da população. Aguardemos.

  3. realista disse:

    como está esse país, quer dizer que agora toda reunião do Planalto tem que ser Aberta ao público ? eu imagino se fossem abrir as reuniões quando era Lula ou Dilma, definitivamente não deixam o presidente trabalhar , tudo é errado , tudo é polêmica, isso é sinal que Bolsonaro está incomodando, que está no caminho certo.

  4. Severino dos bigodes disse:

    Sinceramente isso já passou de fuleiragem, só falta querer saber quantos dias ele passa pra cagar, que sacanagem essa que estão fazendo com um político honesto, se ele fosse ladrão estava todo mundo batendo palmas pra ele. Isso é imoral, deixem o cara em paz.

    • Ricardo Alexandre disse:

      Isso é fácil, por baixo é um dia sim outro não.
      Pela boca é todo dia.

Exame: Após presidente do STJ antecipar decisão pró-Bolsonaro, AGU recorre à Corte

O presidente da República Jair Bolsonaro durante cerimônia em Brasília. Foto: Dida Sampaio / Estadão

A Advocacia-Geral da União (AGU) acionou nesta sexta-feira (8) o Superior Tribunal de Justiça (STJ) para derrubar a decisão que obrigou o presidente Jair Bolsonaro a entregar “os laudos de todos os exames” realizados para detectar se foi infectado ou não pelo novo coronavírus. A Justiça Federal de São Paulo e o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) já garantiram ao Estadão o direito de ter acesso aos papéis por conta do interesse público em torno da saúde do presidente da República.

Na última quarta-feira (6), o desembargador André Nabarrete, do TRF-3, manteve a obrigação de Bolsonaro entregar “os laudos de todos os exames” de covid-19, conforme havia sido determinado pela Justiça Federal de São Paulo. “A sociedade tem que se certificar que o Sr. Presidente está ou não acometido da doença”, escreveu Nabarrete.

O caso será analisado agora pelo pelo presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha. Ao site JOTA, Noronha antecipou a sua posição e afirmou ontem que “não é republicano” exigir a divulgação dos documentos. “Essa decisão poderá chegar a mim com um pedido de suspensão de segurança, então eu vou permitir para não responder. Mas é o seguinte, eu não acho que eu, João Otávio, tenho que mostrar meu exame para todo mundo, eu até fiz, deu negativo. Mas vem cá, o presidente tem que dizer o que ele alimenta, se é (sangue) A+, B+, O-?”, disse Noronha em entrevista ao JOTA na última quinta-feira.

“Não é porque o cidadão se elege presidente ou e ministro que não tem direito a um mínimo de privacidade. A gente não perde a qualidade de ser humano por exercer um cargo de relevância na República. Outra coisa, já perdeu até a atualidade, se olhar, não sei como está lá, o que adianta saber se o presidente teve ou não coronavírus se foi lá atrás os exames?”, questionou o presidente do STJ.

Depois de questionar sucessivas vezes o Palácio do Planalto e o próprio presidente sobre a divulgação do resultado do exame, o Estadão entrou com ação na Justiça na qual aponta “cerceamento à população do acesso à informação de interesse público”, que culmina na “censura à plena liberdade de informação jornalística”. A Presidência da República se recusou a fornecer os dados via Lei de Acesso à Informação, argumentando que elas “dizem respeito à intimidade, vida privada, honra e imagem das pessoas, protegidas com restrição de acesso”.

“Nem mesmo os princípios da publicidade, transparência e moralidade permitem que a informação buscada seja disponibilizada ao público em geral, tendo em vista a existência de outros princípios e normas que devem prevalecer no caso em questão, dos quais, destaca-se, a intimidade e a privacidade do Presidente da República”, alega a AGU ao STJ.

Para a AGU, “ainda que se trate de informações acerca de agente público, não se pode afastar completamente os direitos à intimidade e à privacidade do ocupante de cargo público”.

Na última quarta-feira (6), o desembargador André Nabarrete, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) manteve decisão que obriga Bolsonaro a entregar “laudos de todos os exames” de Bolsonaro para detectar coronavírus. O desembargador ainda ressaltou que o pedido da ação é para a obtenção de exames e não de relatório sobre exames. Na semana passada, a AGU entregou à Justiça Federal um relatório médico de 18 de março, assinado por um urologista e um ortopedista, o que não foi aceito. “Na verdade, os médicos da Presidência reportam o resultado de exames realizados por outrem. Apenas os próprios exames laboratoriais poderão propiciar total esclarecimento”, frisou Nabarrete.

Em parecer enviado ao TRF-3, o Ministério Público Federal defendeu o direito de o Estadão ter acesso os laudos de todos os exames” realizados por Bolsonaro, já que se trata de informação de interesse público.

Na avaliação da procuradora regional da República Geisa de Assis Rodrigues, o próprio Bolsonaro reconheceu o interesse público na informação ao tratar do tema em suas redes sociais. O presidente disse que o resultado deu negativo, mas não divulgou os papéis.

“A divulgação já realizada, tanto pelo próprio Presidente da República nas redes sociais oficiais quanto pela União nos autos de primeira instância (ao enviar um relatório médico), é obviamente incompleta, pois não foi secundada por provas documentais correspondentes, ao contrário do que ocorreu com diversos outros agentes políticos brasileiros e estrangeiros”, observou a procuradora.

No último sábado, o presidente do TF-3, desembargador Mairan Maia, negou um outro recurso da AGU contra a divulgação dos exames de Jair Bolsonaro.

“Não se trata de personalíssimo direito à manutenção da privacidade dos resultados dos exames, senão de informação que se reveste de interesse público acerca do diagnóstico da contaminação ou não pelo Covid-19”, concluiu o presidente do TRF-3 naquela análise.

Testes. Bolsonaro já disse que o resultado deu negativo, mas se recusa a divulgar os papéis – em entrevista à Rádio Guaíba, na quinta-feira retrasada, o presidente admitiu que “talvez” tenha sido contaminado pelo novo coronavírus.

“Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti”, afirmou o presidente em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre. O presidente já realizou dois testes para saber se foi contaminado pela doença – em 12 e 17 de março – e divulgou que os resultados foram negativos, mas tem se recusado a apresentá-los.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rocha disse:

    Como é que um homem que é presidente do Brasil, um país gigantesco, se envolve numa atitude tão pequena de não mostrar um resultado de um exame.
    A mesma atitude mesquinha, pequena também é seguida pelos ministros endeusados do STF e o idiota do procurador geral da união.
    Gente, com tantos outros motivos sérios pra serem resolvidos, deixem de serem pequenos, mesquinhos e imbecis. O Brasil não merece, o presidente que aí está (votei nele), não merece os deuses do STF e de quebra o Aras, procurador geral. Que vergonha!!!

  2. Justiceiro disse:

    Mostrou a bolsa de bosta, mas não mostra um mísero papel, que diz estar negativado…

  3. Riva disse:

    Não entendo porque dizer que é violar a intimidade se ele mesmo já divulgou o suposto resultado NEGATIVO. Como o mito NUNCA mente é só mostrar o exame.

Sikêra Jr. aguarda contraprova do exame da Covid-19 para retornar à RedeTV

Sikêra Jr. está aguardando a contraprova do exame da Covid-19 para retornar à RedeTV!

O apresentador está fora do “Alerta Nacional” desde quinta-feira. Em quarentena, ele desejava voltar para o estúdio no início desta semana. Sem o resultado do teste em mãos, foi obrigado a mudar de ideia.

Substituta de Sikêra, Mayara Rocha tem atingido médias de 2 pontos em São Paulo e Rio de Janeiro. Está abaixo das marcas do titular, mas acima do que a emissora costuma marcar no resto do dia nessas duas regiões.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lobinho disse:

    Ricardo Lucido, responde já. ?

  2. JR Laranjeiras disse:

    E daí ? Está apenas colhendo o que anda plantando, né?

DNA Center emite comunicado sobre exame para diagnóstico de coronavírus

 

Ver essa foto no Instagram

 

Comunicado importante a respeito do exame para diagnóstico do #Coronavírus.

Uma publicação compartilhada por DNA Center (@dnacenterlab) em

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. David disse:

    Tem avião pra Rodrigo maia, secretários irem passear na Índia, já pra atender essa prioridade e manter vivos os cidadãos, não tem. Insuportável isso