Prefeitura de Ceará-Mirim investe em ações de conscientização sobre o Coronavírus

Abertura de novos postos, blitz de conscientização, barreiras sanitárias, entrega de máscaras e instalação de pias em locais públicos são partes das ações adotadas. Durante a atual pandemia, a Prefeitura Municipal de Ceará-Mirim tem investido em diversas ações para fortalecer sua rede de saúde, como também para conscientizar a população sobre o novo Coronavírus. Para oferecer atendimento médico de qualidade e garantir que a população tenha acesso a saúde, só nos últimos dias a Prefeitura inaugurou três Unidades Básicas de Saúde (Vale do Amanhecer, Caiana e Boa Vista).

Além disso, são feitas barreiras sanitárias em direção ao litoral e blitzen de conscientização com entrega de máscaras, cartilhas educativas e aplicação de álcool 70% para higiene das mãos, feitas em vários pontos estratégicos da cidade. Com o intuito de levar informação para população, diariamente estão sendo realizadas lives educativas com a temática da COVID-19 e seus desdobramentos.

Reforçando a importância de ações como essa, o prefeito Júlio César comenta. “Aliada a todas as medidas já adotadas como a instalação de pias em diversos lugares públicos para que a população tenha acesso à higienização adequada, desinfecção das ruas e locais com maior circulação de pessoas, entrega de máscaras e aplicação de álcool, estamos desenvolvendo outras estratégias para evitar o avanço do vírus em nossa cidade.” As ações fazem parte da campanha “Ceará-Mirim unida contra o Coronavírus”.

UERN: Governo investe R$ 23 milhões em todos os campi

Fotos: Elisa Elsie

As instalações da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) terão todas as suas unidades ampliadas e equipadas. Neste sentido a governadora Fátima Bezerra, acompanhada do vice governador Antenor Roberto e do secretário de Estado da Infraestrutura Gustavo Coelho, se reuniu nesta segunda-feira, 17, com o reitor Pedro Fernandes, a chefe de gabinete da reitoria, Cicília Maia, o diretor da UERN em Natal, Francisco Dantas, com a pró-Reitora de Planejamento, Orçamento e Finanças, Denise Vasconcelos, e com o responsável pela construtora HB Engenharia, vencedora da licitação para execução dos serviços, Hélio Nelson.

“Estamos fazendo investimentos de R$ 23 milhões, sendo R$ 20 milhões destinados através de emenda parlamentar da bancada federal ainda em 2018, e R$ 3 milhões do Governo do Estado. Vamos ampliar a UERN, construir novas salas de aula, bibliotecas, anfiteatro, auditório, centro de convivência, banheiros, instalar redes de internet, postos de vigilância, enfim, dotar os campi da nossa universidade estadual de estrutura de qualidade para oferecer melhor ensino”, afirmou Fátima Bezerra.

Nos próximos dias a governadora vai assinar a ordem de serviço, no valor de R$ 680 mil para o início das obras em Natal. A previsão é que sejam concluídas até o final do primeiro semestre. “Precisamos dar agilidade aos serviços para concluir o campus de Natal, obra iniciada há mais de dez anos. Temos a educação como prioridade por que ela transforma vidas e promove o desenvolvimento. Além disso o campus na zona norte de Natal, quando em pleno funcionamento, terá impacto altamente positivo para aquela região da cidade e para sua população”, enfatizou.

Hoje a UERN tem 12 mil alunos, 944 docentes e 664 técnicos administrativos nas unidades de Natal, Mossoró, Assu, Pau dos Ferros, Caicó e Patu. Com a ampliação o campus da UERN em Natal, por exemplo, passará dos atuais 1.200 alunos para 3.800 alunos. Os cinco cursos de graduação hoje oferecidos serão ampliados para 13.

O professor Francisco Dantas explica que o campus em Natal vai receber reforma nas instalações físicas, rede lógica, acessibilidade e abastecimento de água, e elevador. Também serão adquiridos mobiliário e equipamentos.

O reitor Pedro Fernandes disse que os projetos estão concluídos e em fase de liberação pelo FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Ele registrou “o total apoio do Governo do Estado e o empenho das secretarias de Estado da Infraestrutura e do Planejamento para atender à crescente demanda dos alunos e da sociedade norte-rio-grandense”.

O QUE SERÁ FEITO

– Em Assu e Patu serão construídos, em cada campus, um novo bloco de salas e uma área de convivência;

– Em Mossoró, onde fica a administração central e o maior contingente de alunos (7 mil), serão oito obras no campus central: biblioteca, anfiteatro, auditório, centro de convivência, banheiros e rede coletora, cerca e posto de vigilância, pavimentação de vias e reforma da Associação Cultural e Esportiva Universitária (ACEU);

– O campus de Caicó ganhará um novo bloco de salas e auditório;

– Em Pau dos Ferros será construída uma quadra de esportes coberta, com vestiário e cerca, e adquirido novo micro-ônibus;

– Uma nova rede elétrica de média tensão e subestações serão instaladas em Pau dos Ferros, Patu, Mossoró, Caicó e Assu;

– O campus de Natal terá novos equipamentos e material permanente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Governo do Bozo entra com R$ 20 milhões nessa parada e o governo da Fatão GD com míseros R$ 3 milhões: pense num equilíbrio (distante) de forças!

  2. LEANDRO disse:

    Lamentável.,…mas as Universidades são um puchadinho do governo do PT……….tem que investir é no ensino básico e principalmente no fundamental, que é o coração da educação…..

  3. Joao disse:

    Se a Emenda parlamentar é de 2018 esse governo petista não tem mérito de nada ! Ainda não deu um passo além de pagar salários. Pobre RN

  4. Fátima disse:

    Até entendo as críticas de vcs sobre a UERN com certeza tiveram dinheiro para pagar uma particular , ou até mesmo comprar um diploma , mais esqueci que grande parte da população , aqueles que trabalha e dá duro pra sustentar esses filhinhos de Papai não tem dinheiro pra pagar uma faculdade ou comprar um diploma

    • Ceará-Mundão disse:

      As universidades públicas brasileiras são instrumentos da desigualdade social. Frequentadas por alunos que tiveram acesso a bons colégios, a cursinhos preparatórios, com condições, portanto, de pagar por seus estudos, custam muito dinheiro ao Poder Público, em detrimento do ensino básico e fundamental (o "cobertor" é curto, os recursos são limitados). Além disso, sua produção científica é pífia, muito aquém do esperado e não condizente com seu altíssimo custo para o país. Para finalizar, o ensino superior não é atribuição dos estados, muito menos deveria ser custeado por um estado pobre, com grandes dificuldades financeiras para manter até mesmo os serviços públicos essenciais, como é o caso do RN.

  5. joaozinho da escola disse:

    MP pede ir atrás que tem coisa errada aí !!!

  6. Raimundo disse:

    Não é função do estado investir em universidades, essa é um elefante branco para alunos de outros estados usarem! Vende logo isso

    • JBBatista. disse:

      Vá se informar e deixe de falar de besteira, quantos alunos do RN tem em outros estados estudando hoje o Enem com o Sizu mudaram essa realidade. vc deve estudar no zap e faz provas numa mesa de bar.

  7. Fernando disse:

    A UERN é do ESTADO, não projeto de governo A ou de B!

  8. Fernando disse:

    Parecem que só enxergam esquerda e direita, o Brasil é mais que isso! Vão estudar e deixar de tá falando besteiras!

    • joaozinho da escola disse:

      Se o Estado investisse em educacao fundamental o que gasta com a UERN, teria um monte de doutores em educacao aqui…

  9. Fernando disse:

    Tá cheio de doutores e gestores da educação aqui nesses comentários! Vão lá em Pau dos Ferros e vejam a diferença que a UERN faz!

    • Tertu disse:

      São tão alfabetizados que dizem : lula é inocente. Precisa mais o que? Kkkkkkk

  10. Antenado disse:

    Investimento federal quase que na totalidade. Mais uma mentira

  11. joaozinho da escola disse:

    Um elefante branco…. ou melhor, ta gastando com um elefante vermelho. E a educacao fundamental???? que é a unica obrigacao do Estado?

  12. Guga disse:

    É uma inversão. Deveria investir mais no e si o fundamental e básico

Potigás investe em ampliação da rede e registra recorde de novas ligações

Foto: Divulgação

A Companhia Potiguar de Gás realizou, em 2019, o maior investimento em ampliação da rede em áreas de saturação dos últimos dez anos. No total, até outubro deste ano, foi aplicado o montante de R$ 4,3 milhões nesse setor, o que já supera os valores aplicados de janeiro a dezembro dos anos anteriores e resulta em infraestrutura para a Grande Natal e Mossoró.

Os investimentos realizados ao longo desse período possibilitaram também o maior acréscimo de rede dos últimos dez anos, totalizando mais de 24 mil metros na malha de gasodutos da Potigás. No total, a Companhia possui quase 450 mil metros de gasodutos espalhados pelas principais ruas e avenidas dos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Goianinha.

Através da expansão da rede, novos usuários dos quatro segmentos de atuação (comercial, residencial, veicular e industrial) puderam ser interligados aos gasodutos. Em 2019, a Potigás superou em mais de 70% o número de ligações de 2018 e apresentou também um crescimento superior ao registrado nos anos anteriores. Atualmente a empresa conta com mais de 25 mil clientes em todos os segmentos.

“Esse crescimento é uma tendência do mercado tendo em vista que o gás natural canalizado é mais moderno e completo porque consegue congregar atributos importantes como praticidade já que é distribuído 24 horas por dia nos sete dias da semana, economia, segurança porque dispensa o armazenamento e sustentabilidade, pois emite menos poluentes que os demais combustíveis fósseis”, afirma Larissa Dantas Gentile, diretora presidente da Potigás.

Prefeitura anuncia ordem de serviço para a recuperação dos monumentos públicos de Natal

Nessa quarta-feira (24), foi dada a ordem de serviço para a recuperação dos monumentos públicos de Natal. Serão recuperados os letreiros Amo Natal e Natal 400 anos, além do Pórtico dos Reis Magos. O trabalho será conduzido pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur). O primeiro monumento a receber ações de revitalização será o letreiro Amo Natal, localizado na Praia de Ponta Negra.

Os serviços de recuperação dos monumentos serão realizados pela Mirage Construções e Serviços LTDA. A empresa foi escolhida por meio de processo licitatório. O contrato foi assinado pelo titular da Semsur, Irapoã Nóbrega, e publicado no Diário Oficial do Município de ontem (24).

A empresa será responsável pela recuperação total dos letreiros Amo Natal (Entorno da Árvore de Mirassol, Areia Preta, Redinha e Ponta Negra), do Pórtico dos Reis Magos (entrada da cidade) e do letreiro Natal 400 Anos (Viaduto de Ponta Negra). O valor total do serviço é de R$ 109.857,06, com prazo de vigência de 120 dias.

De acordo com o secretário Irapoã Nóbrega, os serviços de recuperação começarão em Ponta Negra. “Nossa expectativa é que no início da próxima semana já comecemos os trabalhos de revitalização. O letreiro Amo Natal, em Ponta Negra, será o primeiro contemplado. Esperamos estar com todos os monumentos prontos até o início da alta estação”, previu.

Conscientização

Os letreiros Amo Natal fazem parte de um processo de identificação da população com o município, além de serem cartões postais para os turistas que visitam a cidade. Instalados desde 2016, cada monumento teve valor de construção de R$ 44 mil. As estruturas situadas nas praias foram pintadas com uma tinta especial para evitar desgastes decorrentes do vento e maresia. No entanto, é recorrente ações de depredação nos equipamentos, o que acaba resultando na aplicação de recursos públicos em recuperações não planejadas nos equipamentos.

Por este motivo, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos faz um alerta para a valorização dos monumentos e orienta à população para denunciar aos órgãos competentes situações relacionadas à depredação dos equipamentos.

“Esses monumentos estão dentro da história da cidade do Natal. Eles fazem parte de nossa identidade e também são cartões de visita para os turistas que vêm à cidade. A Prefeitura do Natal está fazendo a sua parte com ações de recuperação e manutenção, mas a população também precisa ter consciência. Precisamos valorizar nossos monumentos”, enfatizou Irapoã Nóbrega.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vítor disse:

    Se não tiver incluído. tenho algumas sugestões, algumas a serem coordenadas com o DER e DNIT.
    -Remoção e conserto de grades que guarnecem passarelas na BR e na Bernardo Vieira. Tem muitas delas que estão retorcidas há anos.
    -Muito guard-rail danificado, sobretudo na BR e na Via Costeira.
    -Recuperar os Reis Magos de perto do Viaduto de P. Negra. Ou tira de vez. Estão todos queimados.
    -Pórtico dos Reis Magos, também na BR perto dos atacadistas. Pintura e iluminação.

  2. Edu disse:

    Nosso futuro Prefeito, tomara que não caia na mesmice de Cabeção, que de grande administrador caiu no ostracismo e vaidade.

FOTOS: Governo do RN investe R$ 80 milhões em equipamentos e pessoal da segurança pública

FOTOS: ELISA ELSIE

O Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), apresentou nesta terça-feira, 23 o plano de aplicação de R$ 80 milhões oriundos do convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

O valor será destinado aos diversos setores e órgãos da Sesed e foram assim destinados:

Polícia Militar – R$ 29.977.330,89 milhões

– Investimentos: coletes balísticos; viaturas; armas; escudos balísticos, entre outros equipamentos.

Polícia Civil – R$ 12.209.780,77 milhões

– Investimentos: armas; viaturas; escudos balísticos; tecnologia.

Corpo de Bombeiros Militar – R$ 6.110.615,00 milhões

– Investimentos: viaturas

Sesed/Centro de Inteligência – R$ 2,877 milhões

Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) – R$ 1,928 milhões

Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) – R$ 21,777 milhões

Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) – R$ 5 milhões

Capacitação de PM para o programa Polícia de Proximidade – R$ 297 mil

A governadora Fátima Bezerra destacou o empenho da administração para prestar melhor serviço de segurança à população. “Desde a escolha da nossa equipe tivemos todo o cuidado para que fosse possível o trabalho integrado entre os órgãos da segurança. E isto já vem dando resultados positivos. Nos primeiros seis meses do Governo conseguimos poupar 365 vidas no RN. Foram 365 homicídios a menos que mesmo período do ano passado”, afirmou.

Além disso também no primeiro semestre de 2019, o RN foi um dos quatro estados do país que mais conseguiram reduzir a violência. “Estes são resultados concretos do trabalho do Governo que dialoga, tem compromisso e age com transparência. E quem ganha é a população”, disse Fátima Bezerra, acrescentando: “Estas ações visam o controle e a redução dos índices de violências e de crimes praticados em nosso Estado. Reconheço o esforço e a dedicação dos operadores da segurança pública e tenho certeza que vamos proporcionar a população um melhor serviço de segurança pública e paz para avançar social e economicamente”.

Além do convênio no valor de R$ 80 milhões, a administração estadual deve dispor de R$ 40 milhões das emendas parlamentares impositivas. Estes recursos devem ser liberados pelo Governo Federal até o final do ano para serem investidos no aparelhamento e condições de trabalho dos órgãos do sistema de segurança pública.

30 VEÍCULOS, 9 MOTOS E EQUIPAMENTOS PARA A POLÍCIA CIVIL

Outra iniciativa do Governo do Estado adotada na atual gestão resultou na recuperação de recursos de um convênio de 2013, dentro dos investimentos para a Copa do Mundo de Futebol de 2014. Através de gestões junto à Senasp foi recuperado R$ 2 milhões para investimentos em veículos, equipamentos, armamentos e móveis que nesta terça-feira, 23, foram entregues à Polícia Civil.

Foram entregues 30 automóveis, nove motocicletas, 364 cadeiras, 241 armários e 119 mesas para delegacias e unidades da Polícia Civil.

Os equipamentos vão permitir a estruturação das delegacias responsáveis pela investigação de homicídios de Natal e Mossoró, e das delegacias distritais de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Ceará Mirim.

Também foram entregues à Polícia Civil, para utilização pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR)30 mochilas táticas, escudo balístico, 10 capacetes balísticos, 100 munições calibre 5.56, um fuzil Imbel 7.62 e uma carabina. Unidades especializadas da Polícia Militar também receberam estes materiais.

VEÍCULOS ENTREGUES:

– DHPP Natal: 14 automóveis e duas motocicletas.

– DHPP Mossoró: três automóveis e duas motocicletas.

– 1ª DP de Parnamirim: três automóveis e uma motocicleta.

– 2ª DP de Parnamirim: dois automóveis e uma motocicleta.

– Delegacia de Macaíba: três automóveis e uma motocicleta.

– Delegacia de São Gonçalo do Amarante: três automóveis e uma motocicleta.

– Delegacia de Ceará Mirim: dois automóveis e uma motocicleta.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Helena disse:

    De onde são os recursos ??? Seria gópi ???

  2. Jucier disse:

    Parabéns governadora tem q comprar viaturas, reformar as delegacias p atender os cidadãos e seus funcionários. O que não pode é pegar todo dinheiro e gastar com salários para essas corporações q nunca estão satisfeitas. Que adianta um Delegado ganhar 25 mil se ele trabalha em um lixo, pois todo dinheiro é p pagar salário e aposentadorias a garotos de 49 anos.

  3. Pedro disse:

    Pense numa governadora de fibra, se aproveitando dos recursos federais e capitalizando os idiotas, devia ter vergonha, a saúde anda de ré, os serviços a míngua, os salários dos funcionários no esquecimento, e ela obvio, jogando para os incautos. Deus se aposte de nós, aguentar isso mais 03 anos e seus meses, é de matar.

  4. Coutinho disse:

    Lembrando que, quem está envestindo na segurança pública do RN, não é o governo do estado e sim o Governo Federal, através do Ministério de Justiça e Segurança Pública.

  5. Joseane disse:

    Concordo com Flávio, além do baixo efetivo, esse governo acredita que diárias operacionais resolvem o problema da insegurança…esquece q o policial Militar mais novo na PM deve estar com 30 anos, em sua minoria, pois a grande maioria dos PMs estão com 40 anos de idade, ja sofrendo das doenças originadas pelo tipo de serviço a que escolheram sem saber o alto preço pago para combater o crime que hoje tem como maior número jovens de 18 a 24.

  6. FLAVIO disse:

    quem vai dirigir essas viaturas criatura não tem o equipamento principal o policial para combater o crime pelo amor de Deus. toda ajuda é bem vinda mas pegue esse dinheiro e contrate mais policiais viatura não anda sozinha e revolver não atira só mesmo não votando na governadora mas desejo que o rn melhore mas continua os mesmo modis operandis dos outros se fosse por viatura Robson que faria e não fez tinha sido eleito no primeiro turno