Judiciário

Fux diz que ninguém fechará o STF e que desprezar decisão judicial é crime de responsabilidade a ser analisado pelo Congresso

Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, declarou nesta quarta-feira (08) que qualquer chefe de de Poder que descumprir decisões judiciais estará cometendo um crime de responsabilidade.

Em manifestações convocadas pelo governo para o feriado da Independência, Bolsonaro chegou a afirmar que não cumprirá mais determinações que partam do ministro Alexandre de Moraes, relator de processos envolvendo o presidente no STF.

“O Supremo Tribunal Federal também não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões. Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do Chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso Nacional”, disse Fux.

“Ofender a honra dos Ministros, incitar a população a propagar discursos de ódio contra a instituição do Supremo Tribunal Federal e incentivar o descumprimento de decisões judiciais são práticas antidemocráticas e ilícitas, que não podemos tolerar em respeito ao juramento constitucional que fizemos ao assumir uma cadeira na Corte”, complementou.

Fux ainda completou:

“Este Supremo Tribunal Federal jamais aceitará ameaças à sua independência nem intimidações ao exercício regular de suas funções. Ninguém fechará esta Corte. Nós a manteremos de pé, com suor e perseverança”, afirmou o ministro.

O posicionamento de Fux reflete uma postura conjunta dos ministros do Supremo, que se reuniram de forma remota na noite de terça-feira (07) – com a exceção de Dias Toffoli – após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltar a atacar a Corte e seus membros.

“Não se pode permitir que um homem apenas turve a nossa liberdade. Dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda para se redimir, tem tempo ainda para arquivar seus inquéritos. Saia, Alexandre de Moraes, deixa de ser canalha, deixa de oprimir o povo brasileiro, deixa de censurar”, disse Bolsonaro a apoiadores na Avenida Paulista, em São Paulo.

Em seu discurso, Bolsonaro também voltou a colocar em dúvida a integridade do sistema eleitoral brasileiro e citou o voto impresso, cujo projeto já foi rejeitado na Câmara dos Deputados.

O pronunciamento soma-se a uma série de respostas e discursos de repúdio a falas de Bolsonaro feitos pelo presidente do STF após o aumento da tensão entre o Executivo e o Judiciário.

No dia 12 de julho, Fux solicitou uma reunião com Bolsonaro no STF e pediu para que o presidente parasse com os ataques aos ministros do tribunal que integravam o TSE.

Na reabertura dos trabalhos do Judiciário, no dia 2 de agosto, Fux disse que a independência entre os Poderes da República não implica impunidade.

Três dias depois, no dia 5 de agosto, cancelou uma reunião dos Poderes e disse que o presidente tinha reiterado ofensas e ataques de inverdades a ministros do tribunal.

No mais recente aviso, na última sessão antes do feriado, no dia 1º de setembro, Fux disse que liberdade de expressão não comporta violência e ameaça e que o STF estaria vigilante aos atos realizados em todo o país no dia 7 de setembro.

Líderes reagem

A reação de outros líderes dos poderes variou: enquanto o presidente do Congresso Nacional Rodrigo Pacheco (DEM-MG) decidiu suspender todas as sessões previstas para a semana, o deputado Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, posicionou-se efetivamente apenas nesta quarta-feira (08).

Sem citar nominalmente Bolsonaro, Lira disse que “não há mais espaços para radicalismos e excessos” no Brasil e criticou “bravatas em redes sociais”, além da insistência no assunto do voto impresso.

“Não posso admitir questionamentos sobre questões superadas como a do voto impresso. Uma vez definida, vira-se a página”, disse.

“Bravatas em redes sociais e vídeos deixaram de ser um elemento virtual e passaram a impactar o dia a dia do Brasil. O Brasil que vê a gasolina chegar a 7 reais, o dólar valorizado em excesso e a redução de expectativas”, continuou.

O presidente da Câmara também não citou a possibilidade de dar início a um processo de impeachment contra o presidente. Mais de 120 pedidos contra Bolsonaro já foram enviados à presidência da casa.

Com CNN Brasil e G1

 

Opinião dos leitores

  1. O ministro Alexandre de Moraes deveria sofrer impeachment por seus sucessivos ataques aos direitos e liberdades previstos na Constituição. Pena que os senadores tenham o “rabo preso” e o presidente do Senado esteja em pré-campanha à… Presidência. Assim não dá.

  2. Ninguém não vai fechar essa corte desacreditada mesmo não.
    Mas o povo que é supremo vai.
    Rapaz!!
    Não lembro de ter votado nesse cara.
    Fux?
    Fux?
    Sinceramente; não lembro.

  3. Tem gente que nem de sentando entende, o cacao está perdido, quanto mais ele dá coices,Lulaladrão, cresci, vá criar trabalho para o povo, porquê até agora só indivíduo o País, acorda Brasil, Ciro nesses canalhas Lula/Bolsonaro 2022.

  4. Na realidade, esse País está desonrando no contexto da sua frase republicana… Não existe mais ordem e muito menos progresso. Enquanto ficam com essa briga de GALINHA CHOCA, o País se afunda em Inflação, fome e desemprego. Nem bosodoido, nem congresso, nem parlamento e judiciário estão nem aí pra todos que trabalham e sustentam esses safados…

  5. Calúnia, injúria e difamação precisam NUNCA poderiam resultar em prisões e precisam ser julgadas mediante o devido processo legal. Juiz nenhum pode ser vítima, acusador, investigador e julgador. Também, vários dos presos políticos do STF não gozam de foro privilegiado e não podem ser julgados nesse tribunal. O processo deveria iniciar na 1a. Instância, por iniciativa do Ministério Público.

  6. Ordem ilegal NÃO pode ser cumprida e alguns ministros do STF, especialmente Slexandre de Moraes, estão constantemente desrespeitando preceitos constitucionais. Direitos e liberdades do Art. 5° da CF precisam ser respeitados por TODOS.

  7. Canalha corrupto que foi citado abertamente por Jose Dirceu do PT querendo “ajeitar” os processos dele. Além do mais teve a filha nomeada por Dilma.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara de Parnamirim lança Revista do Legislativo com ações do primeiro semestre

A Casa Legislativa lança na próxima quarta-feira (8), a primeira edição da Revista do Legislativo de Parnamirim. O lançamento oficial será às 9h, no auditório da Câmara de Vereadores, Plenário Dr. Mário Medeiros, e contará com a presença dos parlamentares e imprensa local.

A publicação será em formato digital e traz as principais proposituras dos parlamentares durante o primeiro período da atual legislatura. A revista está entre as ações e investimentos do setor de comunicação da Casa Legislativa. “É um orgulho especial investir na nossa comunicação, que vem promovendo melhorias significativas visando ampliar o relacionamento com o cidadão”, afirma o vereador Wolney França, presidente da Câmara Municipal de Parnamirim.

O parlamentar explica que a publicação traz os trabalhos legislativos desempenhados pelos parlamentares e servidores, mesmo diante da situação de pandemia, em que foram necessárias adaptações para realização das atividades. “A revista traz como principal objetivo ser mais um canal de comunicação para informar aos munícipes, ampliando o relacionamento com a Casa Legislativa”, disse.

O assessor de Comunicação Social da Casa Legislativa, Gustavo Brendo, disse que, entre os destaques da revista digital, estão o balanço geral do semestre e uma matéria especial sobre as ações do Poder Legislativo contra a Covid-19. “A publicação também traz novidades, como a implantação da TV Câmara, que surge como mais uma alternativa para que os parnamirinenses possam se informar sobre o parlamento municipal, e ainda a criação do App do Poder Legislativo”, afirmou.

A Revista do Legislativo estará disponível para download no site da Câmara Municipal de Parnamirim a partir da data do lançamento.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Escolas da rede pública de São Gonçalo recebem ações do programa Educação Conectada

O programa Educação Conectada fomenta ações para auxiliar que o ambiente escolar esteja preparado para receber a conexão de internet, destinar aos professores a possibilidade de conhecerem novos conteúdos educacionais e proporcionar aos alunos o contato com as novas tecnologias educacionais. Foto: Divulgação

As escolas da rede municipal de educação de São Gonçalo do Amarante/RN começaram a receber a instalação das redes de acesso à internet de alta velocidade, oferecidas por meio do Programa de Inovação Educação Conectada. As 52 escolas municipais realizaram adesão ao programa de apoio à universalização da internet e ao fomento do uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

Othon Militão, secretário municipal de Educação, ressalta a importância da tecnologia nas unidades de ensino. “O acesso à internet pelas escolas possibilita a realização de atividades pedagógicas por toda a comunidade escolar, sobretudo viabilizando o desenvolvimento do processo das aulas, sejam elas no formato presencial e/ou remoto, uma necessidade imposta pela pandemia. A tecnologia é uma ferramenta que proporciona condições para a pesquisa e ações pedagógicas na produção de conhecimento, melhorando a aprendizagem dos nossos estudantes”, destacou.

As ações desenvolvidas pelo Educação Conectada estão organizadas em quatro dimensões: visão, formação, recursos educacionais digitais e infraestrutura. Nesse sentido, o Programa fomenta ações para auxiliar que o ambiente escolar esteja preparado para receber a conexão de internet, destinar aos professores a possibilidade de conhecerem novos conteúdos educacionais e proporcionar aos alunos o contato com as novas tecnologias educacionais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

TJRN concede mandado de segurança a advogados para que Fátima preste contas das ações do Governo no combate à Covid

Foto: Reprodução/Fiern

O Tribunal de Justiça do RN concedeu mandado de segurança impetrado pelos advogados Dina Perez, André Santana e Fernando Pinto para que a governadora do Estado, Fátima Bezerra, preste contas dos atos do Governo do RN no combate ao Covid-19 diante da omissão e falta de publicidade.

A ação que tramitava há quase um ano teve sua decisão na semana em que a governadora pode enfrentar a abertura de uma CPI na Assembleia Legislativa que irá apurar se houve irregularidades da gestão nos recursos e enfrentamento ao Covid-19.

A decisão do TJRN é a segunda no país para um gestor prestar contas sobre as ações contra Covid. Anteriormente o prefeito de Salvador ACM Neto também foi alvo de mandado de segurança.

Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Em qto foi deputada e senadora, prestou a agora só Deus na causa. Tem que dar conta dos milhões, paraíba mulher macho sinsinhor, igual a música.

  2. É Governadora, a Sra tem muito que explicar a população, onde foram parar os recursos públicos, que foram destinados ao cobate da covid 19.
    Cuidado para não acordar com a sirene da Federal kkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI: Pazuello cita recursos da União disponibilizados para estados e municípios e diz que decisão do STF limitou ações do Governo

Foto: CNN Brasil

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia ouve agora o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, uma das oitivas mais aguardadas da CPI.

Contando o período em que ficou de forma interina à frente do Ministério da Saúde, ele foi o ministro que por mais tempo coordenou os esforços do governo federal no combate à pandemia do novo coronavírus, entre maio de 2020 e março de 2021.

Originalmente, o depoimento de Pazuello estava marcado para 5 de maio, mas acabou transferido para esta quarta depois que o general da ativa do Exército Brasileiro afirmou ter entrado em contato com duas pessoas que testaram positivo para a Covid-19.

Pazuello é o primeiro convocado pela CPI a contar com o benefício de poder ficar em silêncio quando for questionado pelos senadores se entender que há o risco de autoincriminação, medida concedida pelo ministro do Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Resumo da CPI da Pandemia:

Pazuello diz que não teve passagem adequada de funções

Em sua declaração inicial à CPI, antes dos questionamentos do relator Renan Calheiros (MDB-AL), o ex-ministro relembrou seu histórico à frente da Operação Acolhida, em Roraima, e destacou que um de seus principais desafios foi o fato de não ter havido uma transição, de fato, quando ele assumiu a pasta.

“Relembro que minha função inicial seria de secretário-executivo e os [15] oficiais [do Exército] para cargos administrativos e logísticos. Com a saída repentina do ministro Teich, passei a responder de forma interina, por força do cargo de secretário-executivo até setembro de 2020, quando fui efetivado Ministro de Estado da Saúde”, afirmou.

“O primeiro desafio que encontramos foi de mantermos e aprimorarmos as funções do ministério, considerando que praticamente não houve a passagem de funções de forma adequada”, continuou.

Primeira oitiva sem questões de ordem

O depoimento de Pazuello foi o primeiro a começar na CPI da Pandemia sem que os senadores apresentassem questões de ordem, que costumam atrasar o início da sessão.

Por volta das 9h15 desta quarta, após aprovação simbólica da ata do dia anterior, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), convocou o ex-ministro para o início do depoimento.

“A estratégia de testagem foi um dos pilares do combate à pandemia.”

“Fomos pessoalmente à maioria dos estados da federação e lá nos dirigimos ao povo e destacamos as ações preventivas”

“A União disponibiliza recursos para que estados e municípios executem as ações de saúde. A decisão do STF em abril de 2020 limitou ainda mais essas ações […]. O gestor pleno do SUS é o secretário municipal de Saúde”.

Em sua fala inicial, Pazuello diz que está agradecido à CPI pela oportunidade de “esclarece a verdade” sobre a pandemia. Ele também presta solidariedade às vítimas da Covid.

Ex-ministro afirma que “quem está sentado aqui hoje é um homem comum”, conta sobre seus pais e resume sua carreira no Exército. Pazuello, por fim, relata como entrou no Ministério da Saúde.

Com CNN Brasil e G1

 

Opinião dos leitores

  1. Muito bom general, mais uma narrativa que vai afundar por si só…Mostre p/esses corruptos como se trata o serviço público com seriedade e sem politicagem!!!!

  2. A mesma ladainha!
    O ex ministro mentiu ou não leu a decisão do STF! Isso já foi explicado inúmeras vezes, mas parece que tem gente que faz questão de não compreender!

  3. Bolsonaro: – Não vai comprar vacina e ponto final.
    Pazuello: – Um manda e outro obedece.

    Cara de pau.

  4. Já começou mentindo , pra variar! O STF decidiu o que a Constituição já preconiza: a responsabilidade na saúde é CONCORRENTE! Talvez o MINTO e esse general cagão não saibam o que é isso né?! E existe também uma lei sancionada pelo presidente inepto em fevereiro de 2020 (Lei 13.979/2020) que preconiza em seu §3º que a autoridade, dentro de sua competência, poderá adotar, entre outras, as seguintes medidas: (Redação dada pela Lei nº 14.035, de 2020)

    I – isolamento;

    II – quarentena;

    III – determinação de realização compulsória de:

    a) exames médicos;

    b) testes laboratoriais;

    c) coleta de amostras clínicas;

    d) vacinação e outras medidas profiláticas; ou

    e) tratamentos médicos específicos;

    III-A – uso obrigatório de máscaras de proteção individual; (Incluído pela Lei nº 14.019, de 2020)

    IV – estudo ou investigação epidemiológica;

    1. O mundo tá muito chato ultimamente por causa de pessoas como vc! O que só vive a vida para reclamar, mas esse que vive a reclamar não faz nada para ser diferente do que ele branda… Cuida da tua vida Mané e faz algo para ajudar ao invés de ficar o dia todo aqui reclamando do governo A, B ou C.

    2. Pela lógica do Antônio Carlos, o governo pode errar a vontade, fazer o que quiser e não pode ser criticado. Se você acha que isso é uma chatice te aconselho se mudar para a Coréia do Norte. Lá é tudo maravilhoso e ai de quem discordar.

    3. Tá bom Antônio! Antes de eu parar de reclamar e “cuidar” dos governos, dê o exemplo e pare de reclamar de meus comentários e de “cuidar” da vida dos outros, talkei!

    4. So sei que a responsabilidade pelo genocidio sao dos governadores que nao aplicaram os recursos enviados pela uniao. So SP que fez isolamento, quarentena e outras supostas ciencias nao testadas, foi responsavel sozinho pelo genocidio de 25% do total… fique em casa dizia Joao Doria!!!! Mais de 100 mil morreram nas maos deste governador.. e aqui, disseram que vagas de hospital era igual a enxugar gelo, e adotaram o suco de laranja com dipirona como pratica. Mas manoel deve ter alguma fixacao reprimida pelo bolsonaro.. pq so consegue ver ele…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Hospital Unimed promove ações de conscientização no dia mundial de higiene das mãos

Fotos: Divulgação

Nesta quarta-feira(5), comemora-se o dia mundial de higiene das mãos, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS), integrantes do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH, do Núcleo de Educação Permanente – NEP e do Núcleo de Segurança do Paciente – NSP do Hospital Unimed(HU) se reuniram para aumentar a adesão à higiene das mãos protegendo assim, tanto os pacientes quanto os profissionais de saúde contra as infecções.

Desde ontem(4), estão sendo realizadas dinâmicas no HU com membros da enfermagem envolvendo peças teatrais e workshops sobre as 4 formas de higienização das mãos e a importância deste gesto. Embora o hábito de higienização das mãos (com preparação alcoólica 70% ou sabonete líquido e água) não seja novo, inseri-lo na rotina diária é um desafio, especialmente no que se refere à forma correta de execução desse procedimento. De acordo com Jara Louredo, Enfermeira do Controle de Infecção Hospitalar da Unimed, são necessários pelo menos 20 segundos para a higienização adequada das mãos com álcool, por exemplo. Mas é essa higiene das mãos uma das ações mais eficazes para redução da transmissão de microrganismos causadores de doenças infecciosas, incluindo a COVID-19.

Com as técnicas corretas tanto os profissionais de saúde quanto a comunidade podem evitar a transmissão de vírus causadores de doenças, como este da COVID-19 e também bactérias que desencadeiam outras patologias no organismo.

O Hospital da Unimed tem índices baixos de infecção relacionadas a assistência, dentro do preconizado pelas autoridades sanitárias, e obteve redução de 70% após a instituição das campanhas regulares, em 2013. Isso só reforça o compromisso com a segurança do paciente de todos os que compõem o único hospital norte-rio-grandense com selo Nacional de Acreditação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Guedes fala em novas ações para ajudar economia na pandemia e cita criação de ‘seguro-emprego’

 (Foto: Edu Andrade/Ascom/ME)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (11) que o governo vai anunciar novas medidas para conter os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19 no país.

Segundo o ministro, as medidas “vêm ai” e devem ser anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro em breve.

Sem citar detalhes, Guedes falou na criação de um “seguro-emprego”. De acordo com o ministro, a medida funcionaria com o pagamento de R$ 500 ao mês, por até 12 meses, para evitar demissões.

“Por que não dar R$ 500 para ter um seguro emprego? Em vez de esperar alguém ser demitido e dar R$ 1 mil, vamos evitar a demissão pagando R$ 500 antes. Um seguro-emprego”, disse Guedes.

“Em vez de uma cobertura de quatro, cinco meses, como é hoje o seguro-desemprego, vamos fazer uma cobertura de 11 meses, 12 meses pela metade do custo”, completou o ministro durante encontro da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa.

O valor do seguro-desemprego recebido pelo trabalhador demitido depende da média salarial dos últimos três meses anteriores à demissão. No entanto, o valor da parcela não pode ser inferior ao salário mínimo vigente, que hoje é de R$ 1,1 mil.

O trabalhador recebe entre três e cinco parcelas, dependendo do tempo trabalhado. São três parcelas do seguro-desemprego se comprovar no mínimo seis meses trabalhado; quatro parcelas se comprovar no mínimo 12 meses; e cinco parcelas a partir de 24 meses trabalhados.

Guedes não deu mais detalhes sobre como funcionaria o “seguro-emprego”. A ideia, entretanto, é parecida com o programa adotado no ano passado e que permitiu a redução de salários e a suspensão de contratos de trabalhos.

Nesse programa, que vigorou até dezembro de 2020, o governo pagava parte do salário desses trabalhadores pelo governo e, em troca, a empresa se comprometia a não demiti-los por um período.

Durante a participação no evento, Guedes voltou a dizer que deve relançar o programa de redução de salários e suspensão de contratos.

O ministro afirmou ainda que a economia brasileira está se recuperando e que, nos próximos dias, o governo vai anunciar a arrecadação de fevereiro, que foi recorde.

“A arrecadação é algo que devemos anunciar no máximo na semana que vem. A arrecadação, em fevereiro desse ano, recorde histórico para fevereiros. A economia voltou em ‘V’, está começando a decolar de novo. Vacina em massa de um lado, para o retorno seguro ao trabalho, e, de outro lado, girar a economia. É isso que estamos olhando para a frente”, disse.

G1

Opinião dos leitores

    1. Se você consegue ser melhor que ele, pede pra ficar no lugar dele.

    2. Realmente Paulo Guedes não é corrupto igual ao Guido Mantega.

    3. Infelizmente meia dúzia de seis gostaria que voltasse aquela política sebosa que a gente vivia no Brasil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

FOTOS: Detran-RN realiza ações de educação e fiscalização no litoral Norte

O planejamento da Direção Geral do Detran é manter intensificadas a fiscalização e a educação para o trânsito no litoral do Estado durante todo o período de veraneio. Fotos: Divulgação

Nesse final de semana as ações da Operação Verão 2021 realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) teve como foco o litoral Norte do Estado com concentração da equipe de educação na praia de Muriú, município de Ceará-Mirim, e a de fiscalização percorrendo boa parte das praias da região Norte.

O Detran mobilizou os educadores de trânsito que atuaram estrategicamente com atividades direcionadas aos condutores de veículos. As ações contaram com a participação do teatro educativo do Órgão, onde três atores agem de maneira lúdica construindo abordagens em forma de canções e humor, onde são repassadas informações importantes sobre segurança no trânsito, conduta consciente para motoristas e pedestres, além de alertas sobre legislação de tráfego.

Na blitz educativa, que contou com o apoio do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), foram trabalhadas informações sobre os perigos da mistura álcool e direção, riscos do excesso de velocidade e de ultrapassagens indevidas, uso correto do capacete e do cinto de segurança, a proibição de utilizar celular ao volante, uso adequado de conduzir criança em dispositivos de segurança, como também manutenção básica do veículo antes de pegar a estrada.

Já fiscalização focou o trabalho no sentido de coibir a circulação proibida de veículos na orla, no sentido de evitar ocorrências de acidentes envolvendo banhistas que estão utilizando as praias. A medida também abordou condutores para checar a documentação dos motoristas e veículos, como ainda a prática de estacionamento irregular sobre faixas de pedestres ou pontos proibidos pela sinalização viária.

A fiscalização flagrou condutores insistindo em circular com seus veículos na faixa de areia de praia, colocando em perigo a integridade física dos banhistas. Nessa situação, o motorista infrator pode ser autuado no artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sendo a infração de natureza média, com perda de quatro pontos na CNH e multa no valor, podendo o veículo ser apreendido, caso o condutor não respeite a determinação do agente de retirada do automóvel da área proibida de circulação.

O planejamento da Direção Geral do Detran é manter intensificadas a fiscalização e a educação para o trânsito no litoral do Estado durante todo o período de veraneio.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Ações do Twitter caem 8% após suspensão de conta de Trump

Foi a primeira vez que o Twitter suspendeu a conta de um chefe de Estado (Imagem: Reuters/Brendan McDermid)

As ações do Twitter listadas na Alemanha chegaram a despencar 8% nesta segunda-feira, no primeiro pregão depois que a rede social suspendeu permanentemente a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na noite de sexta-feira.

A empresa disse que a suspensão da conta de Trump, que tinha mais de 88 milhões de seguidores, foi devido ao risco de mais violência, após o ataque ao Capitólio dos EUA na quarta-feira. Nesta manhã, as ações da empresa listadas nos EUA caíam 6,8% em negociações antes da abertura do mercado.

Foi a primeira vez que o Twitter suspendeu a conta de um chefe de Estado, gerando uma controvérsia mundial sobre o impacto que as gigantes da tecnologia dos EUA podem ter sobre a liberdade de expressão e a democracia.

Para os resultados financeiros do Twitter, a decisão de banir o presidente dos Estados Unidos deve ter um impacto negativo moderado.

“Esperamos um ligeiro declínio do número de usuários, embora a erosão do engajamento seja uma questão maior”, escreveram analistas da Berstein em nota.

Grupos de extrema direita mantêm uma presença online vigorosa em plataformas digitais como Parler, Gab, MeWe, Zello e Telegram e podem se desligar das redes sociais convencionais.

Também pode haver custos adicionais para o Twitter e outros, à medida que procuram moderar ainda mais o conteúdo publicado por seus usuários.

“A moderação adicional pode ser bem-vinda, mas não é barata e pode beneficiar o Facebook, que já emprega um exército de moderadores (cerca de seis vezes) maior do que a força de trabalho do Twitter”, disseram analistas de Berstein.O Facebook suspendeu a conta de Trump até pelo menos o final de seu mandato presidencial no final deste mês.

Money Times, com Reuters

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara dos Deputados aprova crédito de R$ 639 milhões para ações na pandemia

FOTO: © Pedro França/Agência Senado

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) a Medida Provisória (MP) 942/20 que destinou crédito extraordinário de cerca de R$ 639 milhões para a Presidência da República e dos Ministérios da Educação, da Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. De acordo com o texto, os recursos devem ser usados em ações de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A matéria agora segue para análise do Senado.

Os recursos para atendimento da MP, decorrem de cancelamento parcial de programações orçamentárias do Ministério da Educação, derivadas do cancelamento de emendas do relator-geral do Orçamento de 2020, deputado Domingos Neto (PSD-CE).

Ao justificar o pedido, o governo federal disse que a necessidade de realocar recursos se deve em razão do aumento exponencial dos casos de infecção humana pelo novo coronavírus, “que impõe a necessidade da adoção de diversas ações emergenciais em diferentes frentes do Governo, com o propósito de prestar assistência e prover as ferramentas necessárias à prevenção, contenção e combate aos danos e agravos à população em decorrência da pandemia global.

Os recursos serão destinados entre outros órgãos, para a Secretaria Especial de Comunicação Social, a Polícia Rodoviário Federal, a Força Nacional de Segurança, a Fundação Nacional do Índio, além de universidades e hospitais universitários.

Entre as ações que devem receber os recursos estão a produção de agentes de limpeza e desinfetantes, como o álcool gel; manutenção de equipamentos médicos que se encontravam inoperantes nos hospitais universitários federais; compra de equipamentos de proteção individual, aquisição de equipamentos para testes laboratoriais, atendimento às comunidades indígenas devido às ações de combate à pandemia; no reforço na área de segurança, além de campanhas de informação para a população.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo discute ações para combater alagamento recorrente em trecho da Rota do Sol

No final da tarde dessa terça-feira (21), uma equipe de gestores estaduais, liderada pelo Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), João Maria Cavalcanti, se reuniu virtualmente para discutir e elencar as próximas ações para resolver a questão do alagamento provocado pelo intenso período chuvoso em trecho da Rota do Sol. Participaram da videoconferência o Secretário de Infraestrutura (SIN), Gustavo Rosado; os diretores presidentes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Roberto Linhares, e do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn) Auricélio Costa; o presidente do Departamento de Estradas de Rodagens do RN (DER), Manoel Marques, diretores do Idema e equipe técnica da Semarh e Caern.

Um estudo sobre as causas do alagamento já vinha sendo realizado e, na oportunidade, foi apresentado o diagnóstico da situação. “Diante das últimas ocorrências, a recarga de água elevou o lençol freático na área de influência da lagoa de infiltração da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE)”, explica o secretário João Maria Cavalcanti, destacando que a Caern já vem tomando as medidas necessárias para minimizar o impacto: “A Lagoa de Infiltração da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Rota do Sol e o excesso de água na via já estão sendo bombeados para um área, cedida pela Aeronáutica”.

Para acabar de vez com o transtorno no local, na ocasião, a Caern foi orientada pelos técnicos presentes a aumentar a vazão de bombeamento para que a retirada de água no local aconteça mais rapidamente. A equipe já se prontificou e essas atividades serão iniciadas amanhã (22).

“Estas são medidas de curto e médio prazo, em dois anos, a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jundiaí/Guarapes, na Zona Oeste da capital deverá ser finalizada. Com a entrada em operação desta nova ETE, a Estação na Rota do Sol não funcionará mais com tratamento e as lagoas deverão ser desativadas. “Com a nova ETE, a Caern deixará de fazer o uso destas lagoas junto da Rota do Sol”, explica o Diretor Presidente da Caern, Roberto Linhares.

Opinião dos leitores

  1. Cadê o imbecil da Caern que foi para a televisão na semana passada afirmando que essa água era das chuvas e ligadas via galerias pluviais. A água é de esgoto, ou seja, água de merda pura. Coitada da governadora Fátima Bezerra, com esses auxiliares falando nerds o tempo todo, ela tá ferrada para se reeleger. Esse é o novo cartão postal de Natal para o turismo, Rota da Metda.

  2. Este bombeamento é um paliativo.
    Hoje realmente foi visto que que o ESGOTO que cobria a a ROTA DO SOL teve uma baixa de 25 a 27 cm. Como o terreno da BARREIA DO INFERNO , se encontra com sua boa parte , já encharcado, com pouco tempo teremos de volta o alagamento e se cair um pouco de chuva, a ciclovia e a parte da pista volta a alagar. Sem falar , agora nos buracos.
    A CAERN precisa de uma melhor ação.

  3. E só fazer uma vala funda do lado esquerdo de quem vai para as praias por dentro do terreno da Barreira do Inferno que resolve. Quando passar o inverno faz se a drenagem correta.

  4. Sensacional!!!!!
    Juntaram essa ruma para descobrir q tem q bombear a água pro mato!!!!!
    Imagine se fosse um problema real.
    Meu Deus.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Em junho, policiamento metropolitano e no interior apreendem quase 100 kg em drogas e quase mil são detidos por diversos crimes; confira

CPM registra a apreensão de 60 armas e mais de 74kg de drogas em junho

O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte contabilizou durante o mês de junho de 2020 a apreensão de 60 armas de fogo, das quais 49 eram armas curtas (Revólver e Pistola) e 11 armas longas, além da apreensão de 15 simulacros.

No combate ao tráfico ilícito de drogas e entorpecentes, o Comando de Policiamento Metropolitano contabilizou a apreensão de 74,9kg de substâncias entorpecentes, sendo 52,5 Kg de Maconha, 5,5 Kg de Cocaína e 16,8 Kg de Crack, na Capital e Região Metropolitana do Estado.

Além das apreensões realizadas, o CPM ainda registrou a detenção de 483 pessoas, das quais 130 ensejaram a confecção do Auto de Prisão em Flagrante. Ainda durante as ações da Polícia Militar em Natal e Região Metropolitana foram cumpridos 42 mandados de prisão e efetuada a captura de 10 foragidos do sistema penitenciário, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda registrou, em Natal e Região Metropolitana, a recuperação de 134 veículos que continham registro de roubo ou furto, sendo 65 carros e 69 motocicletas, que foram restituídos aos seus devidos proprietários.

CPI registra a apreensão de 25 armas de fogo e recupera 100 veículos em junho

O Comando de Policiamento do Interior (CPI) da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte contabilizou durante o mês de junho de 2020 a apreensão de 25 armas de fogo, das quais 11 eram revólveres e 05 pistolas, além de outros tipos de armas, incluindo 07 armas longas.

No combate ao tráfico de drogas, foi contabilizado a apreensão de 1,2Kg de maconha, 1,1Kg de cocaína e 4Kg de crack, totalizando mais de 6,3kg de substâncias entorpecentes apreendidas na área de atuação do CPI.

Além das apreensões realizadas, o Comando de Policiamento do Interior registrou a detenção de 500 pessoas, das quais 153 ensejaram a confecção do Auto de Prisão em Flagrante. Ainda foram cumpridos 21 mandados de prisão e efetuada a captura de 13 foragidos do sistema penitenciário, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda registrou, nas cidades do interior do Estado, a recuperação de 100 veículos, dos quais 29 eram motocicletas e 71 automóveis, que continham registro de roubo ou furto e que foram restituídos aos seus respectivos proprietários.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

COVID-19: Bolsonaro cita “centenas de bilhões”, responsabilidade de governadores e prefeitos, e diz que “açoitam o presidente para deslegitimá-lo ou atrapalhar governança”

Foto: Reprodução/Twitter

Através das redes sociais, o presidente da República, Jair Bolsonaro, lembrou que as ações de combate ao coronavírus pelo país ficaram restritas após ida de governadores e prefeitos ao STF,  no qual conquistaram poder da administração de seus estados quanto as medidas. “Total responsabilidade de governantes”, disse.

Bolsonaro ainda citou centenas de bilhões destinados ao combate contra o novo coronavírus e ainda na tentativa de frear o desemprego. No fim, disse que “açoitam o presidente das mais variadas formas para deslegitimá-lo ou atrapalhar a governança.

 

Opinião dos leitores

  1. O engraçado disso tudo é que só os esquerdistas desconfiam da ajuda financeira do governo, os governadores não falam nada, por que será??

  2. Fraco demais!!

    Enquanto aqui estão escondendo os dados da Pandemia! a gestão da Nova Zelândia que já livrou o país dos casos de Coronavírus!!

    Ahh que falta faz uma gestão de qualidade!!!!!

    1. Em Fernando de Noronha também não tem mais infectados há muito tempo.
      Comparar população da Nova Zelândia com 4.8 milhões de habitantes com o Brasil de 210 milhões só pode estar de sacanagem.

  3. Quem não se lembra dos discursos e colocações da anta……kkkkk , e dos valores surrupiados pelo PT, consideravelmente mais feio, ridículo e inapropriado.

  4. Usando sua proprias palavras sr. Jair Bolsonaro: "Encara a situação como homem pô, não como um muleque!" Todavia porém Bozo, vc não teve competéncia nem pra ser deputado, jamais teria pra liderar um país tão diverso, grande e controverso como o Brasil. Vc devia era sair da vida politica e ir se alistar no exercito, pra ver se la vc aprendia a ser homem, seu moleque!

    1. Esse coitado, quer ensinar a um vitorioso, o caminho da Vitória.
      Kkkkkkkkkk
      Vê se enxergar, vc no espelho homi.
      Quem é vc pra chamar um presidente eleito de moleque?
      57.000 milhões de votos.
      Equivale a população de + de 60 capitais do tamanho de Natal toda.
      Tems noção o que é isso?
      Acha pouco???
      Se candidate meu fii a presidente!!
      Sera que tu alcança pelo menos 100 votos??
      Pede pra alguém te ensinar os boms custumes, vc está desvirtuado.

    1. Vc sabe que tem que acreditar cegamente no que o MITOmaníaco fala né? Seja um minion ruminante sem questionar! Senão vc já sabe né? O PT volta e o Brasil vira uma Venezuela kkk

    2. Faça as contas meu jovem, só aqui pro RN, beira 01 bi.
      Vc sabia??

    3. Sim centenas de bilhões,ja foi gastos nessa pandemia mais de seticrntos bilhoões,logo se pode falar crntenas de bilhões.

    4. Não deixe de lê o blog do bg hoje.
      Tem uma matéria da tribuna do norte, que te ajuda a entender blz?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

MACAU: Túlio Lemos convoca secretarias e acompanha de perto ações contra a covid-19

Além de anunciar a aquisição de 25 lavatórios móveis, a instalação de 20 leitos hospitalares em contêiners e estar anunciando todas as providências cabíveis para reduzir o propagação da COVID -19 no município de Macau, o prefeito Túlio Lemos convocou as secretarias de Saúde e da Ação Social para implementar novas ações com o objetivo de assistir diretamente a população mais vulnerável com movimentação que foi iniciada nesta quarta-feira, 27. A mobilização irá se prolongar na primeira etapa até assistir cerca de 3.000 pessoas, principalmente nos bairros periféricos.

Presente em todos os atos administrativos, buscando alternativas para suprir as deficitárias arrecadações frente à estrutura funcional da máquina administrativa, o prefeito Túlio Lemos tem acionado todas as providências necessárias na tentativa de proteger a população macauense da Covid-19. Além de dotar o setor da saúde de uma estrutura de acordo com as possibilidades financeiras local e ajuda governamental, a gestão tem tomado iniciativas que vem sendo aprovadas pelas autoridades sanitárias, evitando que o Novo Coronavírus atinja um maior número de pessoas. “O que precisamos neste momento é que a população se conscientize da grave situação que vivemos e tome a iniciativa de se preservar da contaminação, obedecendo as recomendações sanitárias”, disse o prefeito de Macau.

Até o final da semana, além do trabalho que vem sendo executado pelas secretarias de Ação Social e da Saúde para prestar assistência à população mais vulnerável de Macau, a gestão anuncia a chegada de 25 lavatórios móveis e a instalação de 20 leitos hospitalares montados em contêiners.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de Ceará-Mirim investe em ações de conscientização sobre o Coronavírus

Abertura de novos postos, blitz de conscientização, barreiras sanitárias, entrega de máscaras e instalação de pias em locais públicos são partes das ações adotadas. Durante a atual pandemia, a Prefeitura Municipal de Ceará-Mirim tem investido em diversas ações para fortalecer sua rede de saúde, como também para conscientizar a população sobre o novo Coronavírus. Para oferecer atendimento médico de qualidade e garantir que a população tenha acesso a saúde, só nos últimos dias a Prefeitura inaugurou três Unidades Básicas de Saúde (Vale do Amanhecer, Caiana e Boa Vista).

Além disso, são feitas barreiras sanitárias em direção ao litoral e blitzen de conscientização com entrega de máscaras, cartilhas educativas e aplicação de álcool 70% para higiene das mãos, feitas em vários pontos estratégicos da cidade. Com o intuito de levar informação para população, diariamente estão sendo realizadas lives educativas com a temática da COVID-19 e seus desdobramentos.

Reforçando a importância de ações como essa, o prefeito Júlio César comenta. “Aliada a todas as medidas já adotadas como a instalação de pias em diversos lugares públicos para que a população tenha acesso à higienização adequada, desinfecção das ruas e locais com maior circulação de pessoas, entrega de máscaras e aplicação de álcool, estamos desenvolvendo outras estratégias para evitar o avanço do vírus em nossa cidade.” As ações fazem parte da campanha “Ceará-Mirim unida contra o Coronavírus”.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bancada federal remaneja R$ 65,3 milhões para ações de combate ao coronavírus no RN

Os deputados federais e os senadores do Rio Grande do Norte remanejaram, nessa quinta -feira (26), R$ 65,3 milhões das emendas parlamentares de bancada para ações emergenciais de combate ao avanço do novo coronavírus no Estado.

O remanejamento diz respeito a emendas ao Orçamento 2020 e será utilizado para custeio e investimentos.

Duas emendas de R$ 14,6 milhões indicadas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Natal no final do ano passado foram integralmente remanejadas para a realização de ações emergenciais, conforme solicitação da governadora Fátima Bezerra e do prefeito da capital, Álvaro Dias.

Os senadores Jean Paul Prates (R$ 6 milhões), Styvenson Valentim (R$ 3 milhões) e Zenaide Maia (R$ 3,6 milhões) e os deputados federais Beto Rosado (R$ 9,6 milhões), Fábio Faria (R$ 7,3 milhões), Natália Bonavides (R$ 2,3 milhões) e Rafael Motta (R$ 4 milhões), juntos, acresceram ao montante R$ 36 milhões, oriundos de emendas com indicação individual, totalizando os R$ 65,3 milhões à disposição do Rio Grande do Norte.

Os recursos poderão ser utilizados pelo Estado e por municípios. A previsão é de que o pagamento aconteça de imediato.

A possibilidade de remanejamento foi aberta pelo Governo Federal após o reconhecimento do estado de calamidade pública em razão do avanço do novo coronavírus no Brasil.

Opinião dos leitores

  1. Patrícia, isso que vc pede ou comenta é uma missão árdua e impossível a curtíssimo prazo de ser implementada, nem com muita reza. O estado não tem locais preparados, equipamentos e pior, gente para assumir, e dar conta dessa nova demanda. Caso o PAPI pudesse ser utilizado a coisa estaria bem encaminhada, porém, com a negativa de possibilidade de uso, a coisa está feia.

    1. Então o papi é mais uma fake petralha?
      Me acudam, tô passando mal

  2. Gente gostaria de saber como estão fazendo pra ampliar hospitais e UTI pra população caso necessária … SP tem hospital de campanha e nosso estado só fala q vai aumentar os casos … isso já sabemos queremos ação e o povo calado ??‍♀️ Estou desesperada … os petralhas não ver isso ????

  3. Tomara que fiscalizem muito, mas muito bem a utilização desse recurso e que realmente ele seja utilizado pra salvar vidas, não saldar dívidas de campanha!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *