FOTOS E VÍDEO: Polícia Civil procura dupla que deu golpe de mais de R$ 50 mil em idosa; vítima caminhava próximo à Catedral Metropolitana de Natal quando foi abordada

A Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) instaurou um inquérito policial para investigar quem são os dois homens que aplicaram um golpe contra uma idosa de 81 anos, que trafegava em uma rua por trás da Catedral Metropolitana de Natal, no bairro de Tirol, Zona Leste da capital, na manhã do dia 28 de novembro deste ano. A dupla conseguiu circular com a idosa por bancos, shopping e deu um prejuízo de R$ 55.355,53, entre saques, transferência e compras realizadas com o cartão e documento da vítima.

A investigação da DEFD descobriu que a idosa foi abordada primeiramente por um homem (baixo, com a boca torta, moreno e cabelo curtinho) que pediu informação sobre o local de um consultório médico. Enquanto ela conversava com esse primeiro homem, um outro homem (alto, magro, simpático, rosto fino e cabelos alisados) se aproximou afirmando que o primeiro homem teria ganho um milhão de reais na loteria. Durante essa conversa, a idosa foi induzida a entrar em um veículo, de cor branca, com a dupla.

A partir desse momento, a dupla levou à idosa para um banco e conseguiu fazer uma transferência. Um dos golpistas ficou com o cartão bancário da idosa e com o documento de registro geral dela. Do banco, eles seguiram até a casa da vítima e de lá a conduziram para um shopping e depois para outro banco. Após terem circulado com a idosa, os golpistas a deixaram perto de casa e entregaram para ela uma pequena bolsa preta, afirmando que a mesma só poderia ser aberta após alguns dias, mas ela abriu a bolsa e se encontrou um amontoado de papéis.

A DEFD pede ajuda da população para o envio de informações que possam ajudar a identificar quem são os dois homens suspeitos pela prática do crime. Informações podem ser enviadas de forma anônima e com sigilo de garantia para o Disque-Denúncia 181.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Teo disse:

    Ambição de ganhar dinheiro fácil, aí fica no prejuízo. Olho grande só dá remela

Preso no RN mais um integrante de quadrilha que aplicava golpes em políticos e empresários

Policiais civis da Delegacia de Defraudações no RN prenderam, por força de mandado de prisão expedido pela 4ª vara criminal, na tarde dessa segunda-feira (10), Pedro Gustavo Nóbrega de Araújo, 68 anos, acusado de fazer parte de uma quadrilha de estelionatários.

O grupo agia aplicando golpes em políticos e empresários, a quadrilha utilizava a conta corrente de Pedro para que o dinheiro obtido com os golpes fosse depositado.

Os outros dois integrantes da quadrilha,  Edilson Genésio da Silva e João Maria Augusto da Silva, já haviam sido presos no mês passado.

BOMBA: Agência de Turismo em Natal pode ter aplicado golpe superior a R$ 350 mil em clientes

Está para explodir a qualquer momento em Natal um novo escândalo nos moldes do caso da Atlantur, descoberto em 2007, quando a empresa foi acusada de aplicar um golpe de R$ 2 milhões pela venda de pacotes turísticos falsos, fazendo vítimas como médicos, magistrados e até freiras de um convento em Caicó no RN.  Agora, a denúncia tem como suspeita a Évora Turismo.

Várias são as denúncias contra a empresa, que teve como vítimas, médicos, empresários, políticos e até pessoas próximas da empresária, cujos golpes que também se estende a agências de turismos parceiras giram, segundo balanço parcial de uma fonte do Blog, entre R$ 350 e 400 mil. Não bastasse a gravidade da situação, informações dão conta de empresas até então de prestígio, além de um banco e uma financeira “enrolados até o pescoço”. Enquanto isso, os nomes das vítimas afundaram “na lama” com seus registros incluídos no SPC e Serasa.

De acordo com denuncia recebida, a  proprietária da Évora Turismo, situada na zona sul da capital, usou sua agência para “fazer” dinheiro usando dados de clientes, fazendo vários empréstimos em seus nomes, falsificando assinaturas e contratos.

Várias das vítimas já fizeram denúncias na Delegacia Especial de Falsificações e Defraudações, no bairro do Alecrim, que tem como titular o delegado Júlio Rocha que tem ouvido várias pessoas, tem até deputado envolvido como vitima. Segundo apuramos são mais de 60 pessoas lesadas até o momento.

Na tarde desta segunda-feira(20), o Blog conseguiu apurar que a empresária se encontrada na delegacia prestando depoimento sobre a série de denúncias.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. uma das dezenas de vitima disse:

    Ela confessou os crimes no dia 10/01, ainda disse que esta muito arrependida e tem interesse em ressarcir os clientes.

    • Sergio Nogueira disse:

      Confessou, está arrependida e tem interesse em devolver o dinheiro? Parece que já tem gente inscrita no cadastro de ingênuos.

    • Lene disse:

      Comprei um pacote de viagem para Europa na agência Évora, até o momento felizmente não soube de nenhuma fraude usando meu nome ou do meu esposo, mas gostaria muito de ter certeza, alguém sabe como procedo.

    • marcia disse:

      Com o dinheiro de quem ela pretende devolver o nosso? Essa DAMARES é muito cinica mesmo!!!!!

TCE-RN volta a alertar gestores públicos sobre golpes em nome do órgão

O Tribunal de Contas do Estado esclarece que não tem relação alguma com o fato de determinadas Prefeituras e outros órgãos públicos estarem sendo contactados para efetuar depósitos bancários, em favor de terceiros, numa tentativa de golpe, a qual já está sendo devidamente investigada pelas autoridades policiais do Estado.

TCE-RN

Operação Outras Faces: Polícia Civil do RN prende falsários no RN em PE.

A informação está no twitter oficial da Polícia Civil do Rio Grande do Norte:

A ordem de prisão foi expedida pelo Juiz da 4ª vara Criminal de Natal, Raimundo Carlyle.

Trata-se de uma operação, na verdade operação “Outra Face”. Uma quadrilha inteira foi desbaratada.

Atualizado às 12:31: Vários outros envolvidos ainda devem ser presos. E o caso pode ganhar, inclusive, repercussão nacional. Uma das vitimas dessa quadrilha foi Marcos Matsunaga, herdeiro do grupo Yoki que foi assassinado pela mulher, Elisa Matsunagga.