Educação

Fátima afirma que aulas presenciais retornam quando condições epidemiológicas permitirem

Foto: Fabiano Trindade

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, abriu na manhã desta segunda-feira, 12, por meio virtual, a Jornada Pedagógica 2021 da rede estadual de ensino promovida pela secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seec). Ao finalizar a sua participação, a chefe do Executivo estadual falou sobre o retorno das aulas presenciais no RN.

“As atividades presenciais na educação vão retornar quando as condições epidemiológicas avalizadas pelo Comitê Científico permitirem. Deixo duas frases de Paulo Freire que sempre nos inspiram – Ensinar não é só transferir conhecimento, mas criar condições para sua construção; e educar é, antes de tudo, um ato de amor. E mais do que nunca precisamos de amor, de compreensão e cooperação para superarmos as dificuldades”, concluiu.

Opinião dos leitores

  1. critérios epidemiológicos para a decisão sobre o funcionamento das escolas;
    prioridade na vacinação de professores e funcionários das escolas;
    prevenção ao contágio de estudantes, profissionais e familiares pelo novo coronavírus;
    igualdade de condições de acesso ao aprendizado;
    equidade para o estabelecimento de prioridades na alocação de recursos e ações voltadas ao retorno às aulas;
    participação das famílias e dos profissionais da educação;
    parâmetros de infraestrutura sanitária e disponibilização de equipamentos de higiene e proteção, como máscaras, álcool em gel, água e sabão;
    parâmetros de distanciamento social e prevenção;
    avaliação diagnóstica de aprendizado e ações de recuperação;
    critérios para validar atividades não presenciais quando as aulas presenciais forem suspensas, sem prejudicar os alunos que não tiverem acesso frequente aos meios tecnológicos de comunicação.

  2. E se ela “inventar” de voltar às aulas presenciais, os professores da rede pública entram em greve. Estão acostumados a receber salário sem trabalhar e não querem o retorno.

  3. Diante da falta de atitude desse governo e da preguiça de grande parte dos professores da rede pública, imagino que NUNCA. E o que foi feito nas escolas públicas em preparação para esse retorno? NADA! E o pessoal do ensino privado vai a reboque, para não ficar ainda mais feio para o estado. Governo caótico.

  4. As previsões de boas condições epidemiologicas, infelizmente, não são nada animadoras. Não acredito que Papo_Reto e esse imbecil Tico de Adauto tenham filhos, assim, óbvio que se trata de dois imbecis, que não avaliam o prejuízo dessa previsão, ademais, elogiar esse traste que hora desgoverna o estado, só concretiza o que a maioria pensa, vamos a 2022 para ver, teremos quatro anos perdidos em todos os sentidos.
    ” O homem que passou pela vida e em plácido repouso adormeceu, não foi homem, foi espectro de homem que passou pela vida e não viveu” tai os quatro anos das nossas vidas no RN, representados por essa inepta em todos os sentidos.

  5. Já vai pro segundo aniversário abandonada a educação no RN.
    E a desgovernadora, segue sem criar as mínimas condições pro ensino voltar.
    RN véi sem sorte, era pra esse estado viver brilhando, mas falta gestão, falta governo.

    1. Não sei dizer lucis.
      Só sei no RN.
      Fátima ta destruindo o Estado.
      * saúde
      *educação
      * segurança
      Nunca estiveram tão ruins.
      Tudo entregue as baratas.
      – hospitais fechados em plena pandemia.
      – Escolas fechadas.
      – polícias até outro dia, dormindo no chão, quase um por cima do outro.
      Péssimo esse governo.
      E pensar que o povo achava o governo Robinson ruim, mas esse superou todos, o RN nunca esteve tão desgovernado como agora.
      Lamentavelmente.

  6. Eita como tem babão de gd…..em quase todo país às aulas presenciais voltaram, só aqui no RN essa idiota insiste em manter as aulas on line para prejuízo dos alunos…..Governo incompetente.

    1. É muita incompetência, o principal que são os recursos tem, mas nem gastar sabe, pobre RN

  7. Corretíssima.Os casos de covid estão muito altos.Natal já está com quase 100 por cento de ocupação de leitos.Com muitos jovens.Vai circular mais gente com esses ônibus lotados.( Que ninguém resolve,)porém se a governadora falar somente de escola pública sem condições epidemiologicas e deixar a particular funcionando é incoerente .

    1. Falou mais uma professora ou funcionária pública que não quer trabalhar.

    2. Vamos cortar o salário dos professores que não estão trabalhando em 50% e pagar auxílio pra quem está passando necessidades pela pandemia.
      Num instante tinha aula!

    3. Corta os salários, muito justo, não trabalha, não ganha…voltava bem ligeirinho

    4. Enquanto os professores da rede pública recebem salários sem trabalhar, esse privilégio é negado a outras categorias que trabalham para permitir o ócio dos docentes. Será que os garis poderiam “ficar em casa”? E os empregados de supermercados? E ninguém se admira com isso. Quanta hipocrisia!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com alta da covid, Secretaria da Administração Penitenciária suspende visitas presenciais em todas as unidades prisionais do RN

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), considerando a grave crise de saúde pública motivada pela pandemia e a recomendação do Comitê de Crise do Covid-19 da pasta, para intensificar e fortalecer os cuidados preventivos de combate ao novo coronavírus, suspendeu a partir desta sexta-feira (19), as visitas presenciais dos parentes dos internos em todas as unidades prisionais do Rio Grande do Norte. As visitas virtuais (televisitas) ocorrerão normalmente. Antes da pandemia, o sistema penitenciário recebia, em média, 30 mil visitas/mês.

O Comitê da Seap considerou que a taxa de ocupação de leitos crítico está acima de 80%, com unidades hospitalares de referência com 100% de ocupação, alertando para um possível colapso de leitos na Região Metropolitana. Cita também a preocupação com a chegada de novas variantes do Sars-CoV-2.

O sistema prisional do RN não tem casos confirmados de internos infectados. Aliás, o Estado é o único do Nordeste sem registro de óbito pelo novo Coronavírus entre os cerca de 10 mil internos e servidores do Sistema Penitenciário. A suspensão visa garantir a segurança dos servidores, dos internos e seus familiares.

As visitas estão suspensas em: Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta; Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, em Nísia Floresta; Cadeia Pública de Mossoró; Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró; Cadeia Pública de Apodi; Cadeia Pública de Caraúbas; Cadeia Pública de Natal; Complexo João Chaves masculino e feminino; Cadeia Pública de Parnamirim; Penitenciária Estadual de Parnamirim; Cadeia Pública Dinorá Simas, em Ceará-Mirim; Cadeia Pública de Nova Cruz; Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó; Penitenciária Estadual de Pau dos Ferros; e na Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento (UPCT).

Para minimizar os prejuízos causados pela suspensão das visitas presenciais, a Seap implementou no segundo semestre de 2020 o programa de televisita aos presos. As visitas virtuais mediante agendamento permanecem em funcionamento em todas as unidades do Estado.

A Seap, inclusive, disponibilizou um novo serviço de cadastramento presencial para os novos visitantes virtuais. Para tanto, o interessado deve comparecer a Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento (UPTC), na Rua Iguatú, 411, bairro Potengi, na Zona Norte de Natal, das 8h às 14h, com exceção das quartas-feiras e domingos.

Opinião dos leitores

  1. Bandido é pra ser punido e não agraciado com visitas e depois da pandemia torna-se inaceitável. Deixem os mesmo lá, isolados pra se prevenirem q o lugar deles é lá mesmo.

  2. O risco de uma decisão dessa é algum engraçado recorrer a alguem e esse alguém mandar todo mundo à rua. Isso só não acontece pelo fato das nossas prisões estarem cheias de clientes pobres.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Aluno UNIFACEX escolhe entre aulas presenciais e remotas para dar início ao ano letivo

Foto: Divulgação

Após o período de aulas remotas em 2020, devido ao pico da pandemia da Covid-19, o Centro Universitário Facex – UNIFACEX retorna ao semestre letivo de 2021 com aulas híbridas, sendo a única instituição do estado a ofertar esse modelo de ensino.

O modelo híbrido começou a ser desenvolvido pela instituição ainda em setembro de 2020, contando com investimentos em infraestrutura tecnológica e capacitação do corpo docente.

Colocando à disposição do estudante a opção de escolher qual a melhor forma de retomar as atividades acadêmicas, no modelo remoto ou no presencial, a instituição enviou um questionário aos alunos. “A nossa preocupação com a qualidade do ensino nos fez observar a forma como cada aluno prefere aprender. Por isso, escolhemos ofertar o ensino híbrido e fizemos o necessário para que o aluno sinta-se acolhido no retorno de nossas atividades, seja de forma presencial ou remota”, comenta a Reitora do UNIFACEX, Candysse Figueiredo.

Nesta segunda-feira, 1º, o UNIFACEX iniciou o semestre letivo dos alunos veteranos, com turmas acompanhando o conteúdo em sala de aula e em casa, simultaneamente.

As atividades práticas, realizadas nos laboratórios, seguem acontecendo presencialmente, mantendo todo o protocolo de segurança preparado para receber estudantes, professores e funcionários.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Visitas presenciais na Cadeia de Ceará Mirim são suspensas após confirmação de contaminação de detento por covid

Foto: Ilustrativa

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) suspendeu nesta segunda-feira, dia 28, as visitas presenciais na Cadeia Pública Dinorá Simas Deodato, em Ceará-Mirim. A medida foi tomada após a confirmação de um interno infectado pelo novo coronavírus. O detento apresenta sintomas leves e está isolado para tratamento. As visitas virtuais para que os familiares se comuniquem remotamente com os privados de liberdade estão mantidas e, ainda em janeiro, serão ampliadas. O sistema prisional do RN tem 10.700 internos e 18 casos confirmados de Covid-19.

O Comitê de Crise da Seap, atendendo a Resolução Interadministrativa 04, suspendeu imediatamente as visitas presenciais na cadeia pública. O Artigo 16 da Resolução estabelece a suspensão de visitas nos seguintes casos: taxa de ocupac¸a~o de leitos de UTI esteja superior a 80%, de acordo com relato´rio epidemiolo´gico publicado pela SESAP, e/ou decretado “lockdown”; porcentagem de servidores contaminados igual a 20% do efetivo da unidade; e registro de contaminac¸a~o por Covid-19 em pessoa privada de liberdade nos u´ltimos 15 dias. Apenas um desses registros suspende a visita presencial.

A Seap determinou que as celas e ambientes de uso comum da cadeia pública fossem sanitizados. Estabeleceu ainda a fiscalização do uso de equipamentos de proteção individual por servidores e internos, além dos protocolos de segurança sanitária contra o Covid-19.

Além de Ceará-Mirim, as visitas presenciais estão suspensas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Cadeia Pública de Mossoró, Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio, Penitenciária Estadual de Pau dos Ferros e Penitenciária do Seridó, em Caicó. A suspensão foi motivada, também, considerando a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 superior a 80% nos municípios de Mossoró, Pau dos Ferros e Caicó. Na Cadeia Pública de Caraúbas, a suspensão foi por falta de leitos no hospital local.

Para suprir a comunicação entre internos e familiares, em dezembro, a Seap ampliou em 100% o programa de visitas remotas e deverá reforçar, em janeiro, o programa com o aumento de oferta de vagas para visitantes virtuais e de computadores nas unidades. A televista garante o direito, por exemplo, ao grupo de risco do Covid-19 poder falar com o parente encarcerado. Nas demais unidades do RN, as visitas presenciais estão mantidas, de acordo com as regras de distanciamento social e medidas de combate e prevenção ao novo Coronavírus.

As visitas não têm contato físico e são limitadas a um parente por apenado, com limite de 30 minutos de duração a partir do primeiro contato, na~o sendo considerados os peri´odos de cadastramento, escaneamento corporal e demais procedimentos de acesso e deslocamento.

O RN é o único estado do Nordeste a não registrar óbito entre presos, policiais penais e servidores que atuam nos presídios.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Cursos a distância superam presenciais em nota máxima em avaliação do Inep

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O percentual de cursos de ensino a distância (EaD) com nota máxima superou o de presenciais em avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que mede a qualidade do ensino superior.

Os dados são do indicador ao Conceito Preliminar de Curso (CPC), referentes a 2018, e foram divulgados nesta quinta-feira (12) pelo Inep, vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

Ao todo, 2,7% dos cursos EaD obtiveram conceito 5, enquanto apenas 1,6% dos presenciais alcançaram o mesmo patamar. O CPC classifica os cursos em uma escala de 1 a 5. O conceito 3 reúne a maior parte dos cursos. Aqueles que tiveram um desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2. Já os que tiveram desempenho superior à maioria, recebem 4 ou 5.

Ainda considerando as modalidades de ensino, mais cursos distância (94,5%) obtiveram conceito superior a 3: 94,5%. Entre os cursos presenciais, 86,7% obtiveram conceitos entre 3 e 5. Na relação de cursos com pior desempenho, o CPC 2018 apurou uma maior participação da modalidade presencial. Enquanto 0,4% de cursos presenciais conseguiram conceito 1, o percentual do EaD foi de 0%. Já os cursos com nota 2 representam 5,5% na modalidade EaD e 9,5% entre os presenciais.

Desempenho geral

Em 2018, apenas 1,7% dos cursos avaliados (entre presenciais e EaD) ficaram com conceito máximo. Outros 31,7% obtiveram conceito 4. A maioria dos cursos, 56,6%, obteve conceito 3; 9,5% obtiveram conceito 2 e 0,4%, conceito 1, o menor na escala de qualidade.

No total, 8.520 cursos tiveram o Conceito Preliminar de Curso (CPC) em 2018. O CPC é calculado a partir da nota dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade); do Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD) – que mede o quanto o curso de graduação agregou ao desenvolvimento do estudante -; do perfil dos professores, que leva em consideração o regime de trabalho e a titulação; e do questionário aplicado aos estudantes sobre as percepções do processo formativo.

A cada ano um grupo diferente de cursos é avaliado. Em 2018, foram analisadas as seguintes áreas com cursos de bacharelado: administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, design, direito, jornalismo, psicologia, publicidade e propaganda, relações internacionais, secretariado executivo, serviço social, teologia e turismo.

Também foram analisados cursos superiores na área de comércio exterior, design de interiores, design de moda, design gráfico, gastronomia, gestão comercial, gestão da qualidade, gestão de recursos humanos, gestão financeira, gestão pública, logística, tecnologia em marketing e processos gerenciais. Os conceitos de cada curso podem ser acessados no site do Inep.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *