Economia

RN registra melhor trimestre em 8 anos no número de empresas abertas

Na Junta Comercial do RN, mesmo antes das restrições impostas pela pandemia, a tecnologia já é largamente utilizada para diminuir etapas e desburocratizar o registro empresarial. A Jucern utiliza o sistema Redesim RN, que reúne em espaço virtual, os órgãos presentes no processo de abertura, alteração e baixa de empresas.

Essa modernização de sistemas é essencial para garantir que os empreendedores potiguares encontrem um ambiente de negócios propício para o aproveitamento de oportunidades de mercado. E mesmo em momentos mais difíceis, o acesso facilitado à legalização de empresas permite a ampliação de oportunidades, como linhas de créditos populares e outros incentivos.

Jucern registra melhor trimestre em oito anos

Segundo dados da Jucern, no primeiro trimestre de 2021, foram 2.160 solicitações de abertura de empresas. Esse número é 17% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, além de representar o melhor trimestre desde 2013.

Já o quantitativo de negócios que encerraram suas atividades recuou 2% entre janeiro e março em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. No relatório de 2020, consolidado pela Jucern, pela primeira vez em dez anos, a Junta Comercial do RN registrou queda neste índice e a tendência vem se mantendo também em 2021.

Além disso, segundo ranking que consolida dados da Receita Federal e que inclui também o número de microempreendedores individuais (MEIs), o Rio Grande do Norte foi o terceiro estado que mais aumentou o número de novos negócios no último quadrimestre de 2020. Foram 13.943 empresas abertas, incluindo MEIs. Cerca de 14% a mais do que o verificado no quadrimestre anterior.

Para o presidente da Jucern, Carlos Augusto Maia, os órgãos de registro têm uma função estratégica no atual momento: “Desde março batemos recorde de recebimento de processos digitais. A Jucern já vinha trabalhando com recursos virtuais, mas, com a necessidade de isolamento, precisamos adaptar outros serviços e a avaliação do contribuinte tem sido positiva, graças ao investimento preliminar em recursos digitais”, destaca.

Atualmente, desde o registro de empresas e demais alterações até a emissão de certidões de inteiro teor, a autenticação de livros contábeis, as traduções oficiais e os requerimentos de alvarás da Suvisa/RN são feitos de forma 100% digital por meio da Jucern. Mais informações no site www.jucern.rn.gov.br.

Opinião dos leitores

  1. Tudo isso foi depois que o governo Federal facilitou a abertura de empresas .
    BOLSONARO TEM RAZÃO

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

MEI “válvula de escape” na pandemia: mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020

Foto: Agência Brasil

Dados do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostram que, em 2020, foram abertas 626.883 micro e pequenas empresas em todo o país. Desse total, 535.126 eram microempresas (85%) e 91.757 (15%) eram empresas de pequeno porte.

Os setores onde as microempresas abriram maior número de unidades em 2020 foram serviços combinados de escritório e apoio administrativo (20.398 empresas), comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (16.786) e restaurantes e similares (13.124). Já os setores onde as pequenas empresas abriram mais estabelecimentos foram serviços combinados de escritório e apoio administrativo (3.108), construção de edifícios (2.617) e comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (2.469). De acordo com o Sebrae Nacional, o resultado evidencia a força do empreendedorismo no Brasil.

Com base em dados do governo federal, apurou-se que, no ano passado, o país criou 3,4 milhões de novas empresas, alta de 6% em comparação a 2019, apesar da pandemia de covid-19. Ao final de 2020, o saldo positivo no país foi de 2,3 milhões de empresas abertas, com destaque para microempreendedores individuais (MEI).

De acordo com o Ministério da Economia, o registro de 2,6 milhões de MEI em 2020 representou expansão de 8,4% em relação ao ano anterior, levando essa categoria de empreendedores ao total de 11,2 milhões de negócios ativos no país. O MEI representa hoje 56,7% das empresas em atividade no Brasil e 79,3% das empresas abertas no ano passado.

Importância

Números divulgados pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro (Sebrae RJ) confirmam a importância do empreendedorismo para garantir a sobrevivência das empresas e a renda dos micro e pequenos empresários.

Ao mesmo tempo em que a crise provocada pela pandemia de covid-19 causou o fechamento de 90,2 mil pequenos negócios no estado, foram abertos mais de 307,8 mil pequenos negócios, com destaque para o setor de serviços, com quase 160 mil novas empresas.

“Foi um dado que espantou bastante a gente”, comentou, em entrevista à Agência Brasil, o analista do Sebrae RJ, Felipe Antunes. “A pandemia causou impacto em todos os setores. Toda a economia sofreu. No nosso entendimento, porém, as pessoas precisam gerar renda, muitas foram demitidas e procuraram o empreendedorismo, abrindo empresas para ter geração de renda”.

Nesse processo, Antunes ressaltou que o microempreendedor individual (MEI) teve grande destaque. “Oitenta e oito por cento das empresas que abriram foram por meio desse regime do MEI, que oferece facilidade para a pessoa abrir um negócio. Por isso, há um percentual muito alto de MEI entre as empresas abertas”.

Receita

O levantamento do Sebrae Rio, elaborado com base nos dados da Receita Federal, revela que salão de beleza (cabeleireiro, manicure e pedicure) e fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar foram as principais atividades escolhidas pelos microempreendedores individuais. Para o analista, o MEI “foi uma válvula de escape” no cenário trazido pela pandemia. “O empresário, por necessidade, precisou continuar no mercado e viu o empreendedorismo como opção de gerar renda”, acrescentou.

Do total de novas empresas que surgiram no estado do Rio de Janeiro em 2020, o setor de serviços foi responsável pela abertura de 159,9 mil empresas, seguido pelo comércio (72,5 mil), a indústria (52,7 mil), economia criativa (10,5 mil), o turismo (9,9 mil) e a agropecuária (2,1 mil). Por atividade, o desempenho dos pequenos negócios foi liderado por serviço de escritório e apoio administrativo, comércio varejista de roupas, serviço médico-ambulatorial e restaurantes.

Fechamento

Durante o ano de 2020, o setor de serviços foi o que mais fechou empresas no estado do Rio (39,1 mil), seguido pelo comércio (28,8 mil), a indústria (14 mil), economia criativa (4,1 mil), o turismo (3,5 mil) e a agropecuária (470). “O setor de serviços precisa muito da presença de pessoas e a pandemia, ao interromper a circulação, prejudicou muito o setor de serviços, mas o setor de comércio também teve impacto”, comentou Felipe Antunes.

As atividades voltadas para o comércio varejista de roupas e restaurantes foram as que sofreram maior impacto por causa da pandemia. Das microempresas que fecharam, 42% eram do setor de comércio, mostra a pesquisa.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Aumenta número de empresas abertas no país

Foto: © José Paulo Lacerda/CNI/Direitos reservados

O número de empresas abertas em 2020 aumentou 6% em relação ao ano de 2019. É o que mostra o boletim anual do Mapa de Empresas, divulgado hoje (2) pelo Ministério da Economia. No ano passado, foram abertas 3.359.750 empresas no país e fechadas 1.044.696, o que deixou um saldo positivo de 2,3 milhões de empreendimentos ativos. O número de empresas fechadas também apresentou uma queda de 11,3% em relação ao ano anterior.

No total, o país fechou 2020 com 19.907.733 empresas ativas, o que representa crescimento de 3,2% em relação ao segundo quadrimestre (maio a agosto) de 2020. Segundo a pasta, o número reflete as medidas tomadas pelo governo para facilitar a abertura de empresas em meio à pandemia da covid-19, que levou muitas pessoas a buscarem no próprio negócio uma oportunidade para gerar renda.

São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são os estados que têm mais empresas ativas, com quase 50%. O secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luís Felipe Monteiro lembrou que a maior parte dos empreendimentos está no setor terciário.

“Nessas empresas abertas há uma predominância daquelas que atuam no setor terciário da economia, especialmente comércio e prestação de serviços, que são mais de 80% de empreendimentos ativos no seguimento”, disse Monteiro.

O boletim mostra ainda que a maioria das novas empresas e de microempreendedores individuais (MEI). Foram registrados 11.262.384 MEI’s ativos no final do terceiro quadrimestre de 2020, dos quais 2.663.309 abertos em 2020. Um crescimento de 8,4% em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com a subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato, Antonia Tallarida, os dados dos últimos anos mostram que a abertura de MEI’s tem elevado a taxa total de empresas abertas. Com isso, a taxa de representação total dos MEI’s tem se elevado nas medições.

“Em 2019 Os micro empreendedores individuais representavam 77,6% dos negócios aberto e, em 2020, a gente atingiu a marca de que 79,3% dos negócios abertos são MEI’s”, disse.

Entre outros pontos, o boletim apura informações relativas ao tempo médio de abertura de empresas, número de aberturas e fechamentos de empreendimentos, localização e atividades desenvolvidas.

Segundo o boletim, no terceiro quadrimestre do ano passado o tempo médio para a abertura de uma empresa foi de dois dias e 13 horas o tempo médio para a abertura de empresas no terceiro quadrimestre de 2020. Em janeiro de 2019, o tempo médio era de cinco dias e nove horas.

Estados

Entre os estados, Goiás é que apresenta o menor tempo médio para a abertura de empresas, e onde é possível registrar um empreendimento em um dia e duas horas. Na sequência, aparece Sergipe, com o tempo médio de um dia e cinco horas para a abertura da empresa.

Já os estados com o maior prazo de tempo para a abertura de um empreendimento são: O Rio Grande do Sul, onde se leva em media três dias e 20 horas para abrir uma empresa e Bahia, onde se leva, em média, seis dias e 20 horas. O estado, entretanto vem apresentando uma evolução nesse prazo, diminuindo em 22 horas o prazo na comparação com o quadrimestre anterior (maio a agosto de 2020) para abrir uma empresa.

Entre as capitais, o destaque é Curitiba (PR), onde se leva, em média, 22 horas para se abrir uma empresa. Em seguida, vem Macapá (AP), com um dia e uma hora. As capitais com maior prazo são Recife (PE), onde se leva três dias e 16 horas para abrir uma empresa, e Salvador (BA), que apresenta o prazo médio de oito dias e 17 horas para finalizar o procedimento. A capital vem melhorando a cada quadrimestre, diminuindo o prazo em 24h em relação ao quadrimestre anterior.

O secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, disse que com as medidas adotadas para diminuir a burocracia, atualmente, cerca de 45,5% das empresas conseguem ser abertas em menos de um dia.

“São as [empresas] classificadas como de baixo risco, que respondem por 60% do total de registros e para as quais não existe a necessidade de obtenção de alvarás e licenças e de serviços”, disse.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Daqui há pouco veremos os comentários dos esquerdopata, tipo do Zédogado, achando o cúmulo a abertura de empresas, para os esquerdopatas, quanto mais dependente do estado o povo, melhor…. Precisamos de EMPREENDEDORES…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Brasil tem saldo de mais de 231 mil empresas abertas em outubro

Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil

O Brasil teve saldo positivo de 231.253 novos negócio no mês de outubro, quando foram abertas 320.559 empresas e 89.306 foram fechadas. Os dados são do Mapa de Empresas, ferramenta digital do Ministério da Economia para acompanhamento dos registro empresariais no país

De acordo com a pasta, entre as unidades da federação com maior aumento percentual em relação ao registro de novas empresas, o Amapá foi o que mais cresceu. Em outubro, foram abertos 755 novos empreendimentos no estado, 15,62% de crescimento se comparado com setembro. Destacam-se, também, Mato Grosso (5,13%) e Rondônia (3,71%).

“Por outro lado, Tocantins registrou a maior variação em relação ao número de empresas fechadas. Em outubro, 601 negócios foram finalizados no estado, o que representa um aumento de 19,48% em relação ao mês anterior”, informou o Ministério da Economia.

A atividade econômica com maior crescimento em outubro foi o comércio varejista de bebidas, que teve aumento de 4,81% no registro de novos negócios, na comparação com o mês anterior. Transporte rodoviários de cargas cresceu 4,77% e promoção de vendas, 3,26%.

Para o Ministério da Economia, os números são mais uma evidência da retomada da atividade econômica, após os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus, e do impacto das medidas de simplificação e melhoria do ambiente de negócios, bem como de transformação digital, implementados pelo governo.

No mês de outubro, para abrir uma empresa, o empreendedor levou, em média, 2 dias e 17 horas. O tempo é 4 horas menor que o registrado em setembro. A medição registrada no mês de outubro é a menor para a série histórica do Mapa de Empresas, que possui dados desde janeiro de 2020.

Goiás segue na liderança como a unidade da federação mais rápida no processo de abertura de empresas no Brasil. No estado, leva-se, em média, 1 dia e 2 horas para registrar um novo negócio. A Bahia é o estado onde o empreendedor leva mais tempo para iniciar sua empresa: 6 dias e 6 horas.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Inscrições para pós-graduação em EaD estão abertas no IFRN; 250 vagas

A Pró-Reitora de Ensino (Proen) do IFRN divulgou a abertura das inscrições do processo seletivo para os cursos superiores de pós-graduação Lato Sensu em nível de especialização, oferecidos pelo Campus Natal-Zona Leste (Ensino a Distância). Regido pelo Edital n°14/2020 e com ingresso já para o primeiro semestre letivo de 2020, o processo seletivo é realizado em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Inscrições e vagas

As inscrições, no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), seguem abertas até as 17h do dia 17 de março (terça-feira), exclusivamente via internet, pelo Portal do Candidato. Ao todo, são ofertadas 250 vagas nos cursos de Literatura e Ensino, Ensino de Língua Portuguesa e Matemática em uma Perspectiva Transdisciplinar, Educação Ambiental e Geografia do Semiárido, e Ensino de Matemática para o Ensino Médio.

O processo seletivo será conduzido por uma Comissão de Seleção designada pelo diretor-geral do Campus Natal-Zona Leste. O preenchimento das vagas, por campus/polo e curso, seguirá processo classificatório e eliminatório e será realizado por meio de análise do curriculum acadêmico e do histórico acadêmico do curso de graduação dos candidatos inscritos, observando-se, neste, o Índice de Rendimento Acadêmico (I.R.A.). A classificação do processo seletivo obedecerá à ordem decrescente do total de pontos obtidos.

Acesse:

Edital N°14/2020 – Pós-graduação EaD

Portal do Candidato

Opinião dos leitores

  1. Amigo…. nao estou conseguindo me inscrever….pois, nao estou podendo colocar o número do CPF!!!!!!!! Aff!!!!

    1. Boa tarde ..pessoa de outro estado pode fazer a pós graduação ..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Abertas inscrições para concurso de desenho da Bandeira Nacional, que vai premiar os dez melhores trabalhos, e dois de cada região

FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil

As inscrições para o 1º Concurso Sua Arte no Livro Didático começaram nesta sexta-feira (21). Realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao Ministério da Educação, o concurso vai premiar os dez melhores trabalhos dentro da temática “A Bandeira Nacional”, dois de cada região do país.

Estudantes matriculados no ensino médio em escolas públicas podem participar com um desenho cada. As inscrições deverão ser feitas pelos diretores, por meio do portal do FNDE até o dia 15 de abril e são limitadas a dois alunos por escola.

Os critérios para a escolha das artes vencedoras são criatividade, relação da imagem com a temática, harmonia estética, impacto visual e expressividade. A comissão de avaliação será composta por um aluno da rede pública, maior de 12 anos, que não esteja participando do concurso, um ilustrador profissional e três representantes do FNDE.

As cinco melhores artes da Bandeira Nacional serão impressas na quarta capa dos livros didáticos do ensino médio de 2021, que fazem parte do Programa Nacional do Livro e Material Didático, responsável pela distribuição de obras didáticas, literárias e pedagógicas para alunos e professores das escolas públicas de educação básica.

Os cinco primeiros colocados também vão ganhar um computador e uma viagem à cidade de São Paulo para a premiação do concurso, que será realizada na Bienal Internacional do Livro. O resultado vai ser divulgado em 3 de agosto.

Os demais selecionados serão premiados com um tablet e a viagem para a capital paulista. Os diretores e escolas dos estudantes vencedores recebem uma placa de participação.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Para falar a verdade, contribuiria apenas com a inversão do lema: "Desordem e atraso". Afinal é isso que temos em abundância nesta República Surrealista dos Trópicos, desde sempre.

  2. Uma coisa que a 20 anos foi deixado de lado: PATRIOTISMO.
    Continuam tentando acabar com a família, mas aos poucos e contra toda mídia tradicional, a PÁTRIA, A FAMÍLIA e a RELIGIÃO começam a voltar a moda e ao noticiário.
    Uma excelente iniciativa que precisa ser cada vez mais incentivada.

    1. Adoro os patriotas fake!!! Sãos mesmo que sonegam impostos, cometem infrações de trânsito, furam filas etc

    2. "…..começam a voltar a moda e ao noticiário". Qual, o das bolhas dos fanáticos, que só lêem o que interessa e detestam críticas ??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Abertas as inscrições para cursos superiores do IFRN; mais de 1400 vagas

Foto: Reprodução

A partir desta terça-feira (21) estão abertas as inscrições via Enem para os cursos superiores de graduação do IFRN. De acordo com o Edital nº 41/2019, os candidatos que fizeram o exame em 2019, podem se inscrever até o dia 26 de janeiro pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Além disso, os interessados também poderão se inscrever pelo sítio do IFRN até o dia 28 de janeiro utilizando as notas obtidas nas edições de 2017 a 2019.

Via SiSU

Divulgado pela Coordenação de Acesso Discente (Cadis), o Edital nº 41/2019 oferece 1.278 vagas em diversos campi do IFRN, destinadas ao primeiro semestre letivo de 2020, as inscrições são feitas exclusivamente pelo Portal do SiSU. Os aprovados devem se matricular entre o período de 29 de janeiro a 4 fevereiro, conforme dias e horários estabelecidos pelo Edital.

Via Portal Candidato

Os candidatos que fizeram o Enem entre 2017 e 2019 podem se inscrever pela internet por meio do sítio do IFRN. A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) publicou os editais nº. 01/2020-PROEN/IFRN, referente às graduações de licenciatura e tecnologia, e o nº. 02/2020-PROEN/IFRN, referente à seleção para o Curso Superior de Graduação em Licenciatura em Educação do Campo. Em ambos os casos, o resultado será divulgado no dia 30 de janeiro no Portal do Instituto, enquanto as pré-matrículas acontecem nos dias 3 e 4 de fevereiro.  Para ter mais informações sobre os processos seletivos acompanhe o Portal e as redes sociais do IFRN. Confira as matérias e os editais abaixo:

Graduações via SisU – Edital nº 41/2019

Licenciaturas e Tecnologias – Edital nº. 01/2020-PROEN/IFRN

Licenciatura em Educação do Campo – Edital nº. 02/2020-PROEN/IFRN

Com informações do IFRN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Curso de motofrete, ministrado pela Eptran, está com inscrições abertas, informa Detran

Fotos: Edivan Junior

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informa que está com inscrições abertas para quem desejar participar do curso de moto frete promovido pela Escola Pública de Trânsito (Eptran).

O curso dará início na segunda- feira (25), as inscrições já começaram e podem ser feitas entre os dias 12 a 22 de novembro de forma presencial, na Eptran, localizada no Detran sede (cidade da esperança), prédio de operações.

Os documentos necessários são: cópia da Carteira Nacional de Habilitação categoria A ou AB (mínimo 2 anos ) com atividade remunerada e deve-se abrir no setor de habilitação o serviço para inclusão do curso de motofrete; cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) da moto 2019; cópia do comprovante de residência atual, cópia do comprovante de abertura do serviço para inclusão do curso na CNH.

Para mais dúvidas, entrar em contato com a Eptran, através do ramal 3232-1765.

Inclusão de atividade remunerada

Caso o interessado deseje realizar qualquer curso de moto frete e não tenha ainda em sua CNH a observação de atividade remunerada, deverá dirigir-se ao setor de habilitação e solicitar uma renovação da CNH com inclusão da informação “atividade remunerada”, o custo dessa modificação fica em 262 reais.

Essa observação é necessária para todos aqueles que desejem atuar como prestadores de qualquer serviço, utilizando veículo automotor.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Abertas inscrições para o 3º. Passeio Ciclístico de Parnamirim

FOTO: ASCOM

A Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana (Sesdem) vai promover no próximo dia 22, a partir das 7h30, o 3º. Passeio Ciclístico de Parnamirim, que integra a programação da Semana Nacional do Trânsito que este ano tem como tema: “No Trânsito, o sentido é vida e se estende até o dia 25 deste mês. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site: Parnamirim.rn.gov.br

De acordo o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marcondes Pinheiro, toda atividade voltada para a prevenção no trânsito tem que ser aplaudida e o setembro amarelo nada mais é do que uma prevenção à vida. “O passeio ciclístico é uma das ações desenvolvidas dentro do setembro amarelo e que tem como proposta, alertar e orientar os pedestres, motoristas e ciclistas”, disse.

As primeiras 300 inscrições receberão gratuitamente a camiseta do evento. De acordo com a organização do evento, a concentração será na Avenida Castor Vieira Régis, no bairro da Cohabinal. E haverá sorteio de brindes.

O percurso do passeio ciclístico será: Rua Edson Luís Rodrigues de Siqueira; Avenida João XXIII (ida); Rua Edgard Dantas; Rua Tenente Bulhões; Avenida Senador João Câmara; Rua Tenente Aurélio; Avenida Brigadeiro Everaldo Breves; Avenida Getúlio Vargas; Rua Sadi Mendes; Avenida Paulo Afonso; Rua Pedro Bezerra Filho; Avenida João XXIII (volta); Rua Governador Dix-Sept Rosado Maia; Parque Aluízio Alves (final do percurso) e Rua Edson Luís Rodrigues de Siqueira.

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Abertas inscrições para 4.588 vagas em cursos técnicos do IFRN

A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN, divulgou na sexta-feira (9) os resumos dos Editais Nº 29, 30 e 31 em libras, referentes aos processos seletivos 2020. Os candidatos interessados já podem se inscrever, exclusivamente via INTERNET, na Área do Candidato por meio do sítio (https://inscricoes.funcern.org), até às 23h59 de 5 de setembro.

Para efetivar as inscrições, os candidatos – com exceção dos participantes do ProITEC 2019 – deverão realizar o pagamento da taxa de inscrição (no valor de R$ 30,00) até 6 de setembro. No ato da inscrição será necessário informar o  número de documento oficial de identificação e do CPF do candidato.

Ao todo, são 4.588 vagas para os Cursos Técnicos, distribuídos entre os 21 campi do Instituto, nas modalidades: Integrado, Subsequente e ProEJA. Os processos seletivos oferecem ingresso no primeiro semestre letivo de 2020, e serão regidos pelos Editais 29, 30 e 31/2019 – Proen/IFRN, respectivamente.

ntegrado

Os Cursos Técnicos de Nível Médio na forma Integrada ofertarão 3.172 vagas, no total. A prova do processo seletivo será aplicada em 6 de outubro, e abrangerá conhecimentos de escolarização do ensino fundamental, em conformidade com as diretrizes do Edital nº 29/2019. Podem participar da seleção os portadores de certificado de conclusão do ensino fundamental (ou de curso equivalente). Vale ressaltar que, o participante homologado no ProITEC 2019 está isento do pagamento da taxa de inscrição, para este processo seletivo.

Subsequente

Os Cursos Técnicos de Nível Médio na forma Subsequente ofertarão 1.260 vagas, no total. A prova do processo seletivo será aplicada em 20 de outubro, e abrangerá conhecimentos comuns às diversas formas de escolarização do ensino médio, em conformidade com as diretrizes do Edital nº 30/2019. Podem participar da seleção os portadores de certificado de conclusão do ensino médio (ou de curso equivalente).

ProEJA

Os Cursos Técnicos de Nível Médio na forma Integrada na Modalidade Educação de Jovens e Adultos, ofertarão 156 vagas, no total. A prova será aplicada em 20 de outubro, e abrangerá conhecimentos comuns às diversas formas de escolarização do ensino fundamental, em conformidade com as diretrizes do Edital 30/2019. Podem participar da seleção os portadores de certificado de conclusão do ensino fundamental (ou de curso equivalente).

Para se inscrever, clique AQUI.

Saiba mais nos respectivos Editais abaixo, ou ligue para (84) 4005-0781:

Edital nº 29/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos INTEGRADOS

Edital nº 30/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos SUBSEQUENTES 

Edital nº 31/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos Educação de Jovens e Adultos PROEJA 

Resumo dos editais em libras:

Edital nº 29/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos INTEGRADOS

Edital nº 30/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos SUBSEQUENTES 

Edital nº 31/2019 – Proen/IFRN – Oferta de Cursos Técnicos Educação de Jovens e Adultos PROEJA

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Abertas inscrições para casamento civil comunitário do TJRN em Natal; 50 vagas

O Tribunal de Justiça do RN, por meio do seu Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (Naps), irá realizar casamento civil comunitário na Paróquia da Sagrada Família, no bairro das Rocas, com a participação de 50 casais, em edição especial do programa Justiça na Praça. A cerimônia, promovida em parceria com a paróquia, acontecerá no dia 14 de setembro (sábado), às 17h, e fará parte das comemorações do aniversário de 72 anos do bairro, criado em 30 de setembro de 1947, pelo prefeito Sylvio Pedroza. O portal Justiça Potiguar informa todos os detalhes, inclusive, com inscrições, clicando aqui

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Abertas as inscrições para Curso de Robótica em Parnamirim

Estão abertas as inscrições para o Curso de Robótica do Projeto Include Parnamirim que é uma parceria da Prefeitura de Parnamirim e a Campus Party.

Para fazer as inscrições os interessados devem ter entre 10 e 18 anos, residir nos bairros de Passagem de Areia, Santos Reis, Bela Parnamirim, Rosa dos ventos e Santa Tereza. O próximo passo é acessar o site intitutocampusparty.org.br/incricao/, logo após selecionar o estado do Rio Grande do Norte, cidade de Parnamirim e preencher o formulário. As inscrições seguem até o dia 5 de agosto, com vagas limitadas.

As aulas terão carga horária de 4h. O curso terá duração de até seis meses e será ministrado na escola Municipal Emérito Nestor Lima na rua Luiza Maria da Conceição Santiago, bairro de Passagem de Areia. Os selecionados deverão apresentar comprovante de residência.

De acordo com o Assessor Especial/Secretário Adjunto do GCTI Dario Cândido, o projeto Include é uma proposta inovadora que mudará a realidade dos jovens da periferia de Parnamirim.

Inscrição – intitutocampusparty.org.br/incricao/

Estado – Rio Grande do Norte

Cidade – Parnamirim

Inscrições até o dia 5 de agosto de 2019

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Inscrições para o Sisu estão abertas a partir desta quinta

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Instituições públicas de educação superior podem aderir a partir desta quinta-feira (p2) à edição do segundo semestre de 2019 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo para formalizar da adesão, que deve ser feita exclusivamente pela página eletrônica do Sisu Gestão se encerra às 23h59 do dia 10 de maio.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação pelo qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Podem concorrer às vagas para o segundo semestre deste ano estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação.

Os candidatos devem se inscrever no processo seletivo em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as opções em instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

Serão considerados selecionados os classificados dentro do número de vagas ofertadas em cada curso, por modalidade de concorrência.

Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Apostas para a Mega da Virada já estão abertas

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Agência Brasil

As apostas para a 10ª edição da Mega da Virada, sorteada no dia 31 de dezembro, começam nesta segunda-feira (5), com estimativa de prêmio de 200 milhões para quem acertar os seis números. As apostas podem ser feitas até as 19h horas do próprio dia 31.

Neste concurso, por ser uma edição especial, o prêmio principal não acumula. Caso não haja apostas premiadas com seis números, o valor será dividido entre acertadores de cinco números (quina), e assim sucessivamente.

A aposta simples custa R$ 3,50. Quem quiser aumentar as chances de ganhar também pode fazer um Bolão CAIXA, no valor mínimo de R$ 10, com cada cota de no mínimo R$ 4. É possível fazer bolão de 2 a 100 cotas. Também é possível comprar cotas de bolão organizado pelas lotéricas.

As apostas podem ser feitas com volantes específicos da Mega da Virada nas lotéricas e também no Portal Loterias Online. Clientes da CAIXA que têm acesso ao Internet Banking CAIXA podem fazer suas apostas por meio do aplicativo.

A assessoria da CAIXA fez uma estimativa que mostra que, se o prêmio for para apenas um apostador e ele aplicar todo o valor na Poupança da CAIXA, receberia R$ 743 mil em rendimentos mensais.

Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Inscrições para Fies do 2º semestre estão abertas a partir desta segunda; 155 mil vagas

Estão abertas a partir desta segunda-feira (16) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2018. Serão ofertadas pelo menos 155 mil vagas, sendo 50 mil a juro zero. As inscrições são feitas pela internet, no site do programa, até o dia 22 de julho.

Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

As inscrições poderão ser feitas pela internet no site do Fies – Arquivo/Agência Brasil

O novo Fies tem modalidades de acordo com a renda familiar. A modalidade Fies tem juro zero para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários-mínimos. Nesse caso, o financiamento mínimo é  50% do curso, enquanto o limite máximo semestral é R$ 42 mil.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capitaentre 3 e 5 salários-mínimos. Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito que pode ser um banco privado ou Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

O resultado da seleção do Fies será divulgado no dia 27 de julho, em chamada única. Os candidatos que forem pré-selecionados deverão complementar as informações da inscrição no período de 27 a 31 de julho e, depois, fechar a contratação do financiamento.

No caso dos estudantes inscritos no P-Fies, não haverá lista de espera. Os demais poderão manifestar interesse entre os dias 1º e 24 de agosto.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Inscrições para o Sisu estão abertas a partir desta segunda

Começam hoje (8) as inscrições no Sistema de Seleção Unificada. O Sisu seleciona estudantes para vagas no ensino superior público com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Esta edição vai oferecer 55.576 vagas em 72 instituições públicas.

Para participar do Sisu, o candidato precisa ter feito o Enem de 2014 e não ter tirado 0 na redação. As inscrições estarão abertas até o dia 10. O resultado será divulgado no dia 15 de junho em uma única chamada e a matrícula deverá ser feita na instituição de ensino nos dias 19, 22 e 23 de junho.

Na hora da inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. Também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, ou às vagas reservadas de acordo com a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012).

As cotas são para estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas. Nesta edição do Sisu, pelo menos 37,5% das vagas serão para estudantes cotistas.

Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados para cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota é apenas uma referência e não uma garantia de que o estudante será selecionado. Até o fim do período de inscrição, o candidato pode mudar de opção de curso.

Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferenciados para as provas do Enem 2014. A nova nota será calculada automaticamente e infomada ao candidato que se inscrever em um desses cursos.

Quem não conseguiu uma vaga na chamada regular pode participar da lista de espera se inscrevendo na página do Sisu, na internet, entre os dias 15 e 26 de junho. Em 2014, cerca de 6,2 milhões de candidatos fizeram o Enem em todo o país.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *