Bruna Surfistinha ministra curso com dicas de sexo por R$ 350

Foto: Reprodução/Instagram

Ela já deu inúmeras entrevistas, publicou livros e virou até filme no cinema, num longa cujo papel foi interpretado por Deborah Secco . Aos 35 anos, Raquel Pacheco , mais conhecida como Bruna Surfistinha, irá inovar. Com a experiência adquirida em anos trabalhando como garota de programa, no passado, ela levará o que sabe adiante e planeja um workshop. O tema… é sexo .

O curso foi batizado de “Transforme sua vida sexual com Bruna Surfistinha “. No workshop , oferecido para mulheres heterossexuais e homossexuais, Raquel, que é assumidamente bissexual, dará dicas para eliminar bloqueios sexuais, sair da rotina, além de técnicas para “se reinventar na cama”.

Temas como masturbação feminina, sexo oral, anal, fetiches e tântrico serão abordados. Para receber os ensinamentos, claro, os interessados terão de desembolsar uma quantia de R$ 350.

Raquel foi casada após parar de atuar como profissional do sexo. O ex-marido era um de seus clientes. Ela, que é DJ e empresária, está solteira.

Além do filme , chegou a participar de reality shows e lançou livros como “O Doce Veneno do Escorpião: O diário de uma garota de programa” e “Depois do Escorpião: uma História de Amor, Sexo e Traição “.

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    O pior de tudo, é quê têm público para esse tipo de baboseira. João Macena.

  2. Sergio disse:

    Vai fazer o curso a.

  3. Edison Cunha disse:

    Isso é uma "folote"

MEC reconhece 27 cursos de graduação, um deles, na Ufersa, em Mossoró

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu hoje (8), por meio de portaria, 27 cursos superiores de graduação. As vagas são em instituições públicas e privadas. A relação completa dos cursos foi publicada no Diário Oficial da União. Entre os cursos reconhecidos estão engenharia civil, direito, educação física, ciências da computação, medicina veterinária e medicina. 

Para uma instituição de ensino oferecer cursos superiores é necessário que eles sejam autorizados pelo MEC, que avalia condições para que isso ocorra. A exceção são as universidades e centros universitários que, por terem autonomia, independem de autorização para funcionamento de curso superior. Essas instituições devem, no entanto, informar à secretaria competente os cursos abertos para fins de supervisão, avaliação e posterior reconhecimento.

O reconhecimento é uma segunda etapa. Ele deve ser solicitado quando o curso de graduação tiver completado 50% de sua carga horária. O reconhecimento de curso é condição obrigatória para que os diplomas emitidos pelas instituições sejam válidos em todo o território nacional.

Pela internet, pelo Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior, chamado Cadastro e-MEC, é possível consultar os cursos ofertados e se estão regulares junto ao MEC.

Agência Brasil

Cosern abre seleção para curso gratuito de eletricista de redes em Natal e Mossoró nesta segunda-feira

Foto: Divulgação/Cosern

A Cosern abre nesta segunda-feira (14), no site da concessionária (www.cosern.com.br), as inscrições para a seleção de um curso gratuito de Eletricista de Redes com 50 vagas (sendo 25 para Natal e 25 para Mossoró) que será ministrado pelo SENAI RN no período de outubro de 2020 a janeiro de 2021.

As aulas teóricas serão ministradas em formato EAD e as práticas do curso serão realizadas nas instalações do CTGÁS, em Natal (Av. Capitão Mor Gouveia, 2779, Lagoa Nova), e em Mossoró nas instalações do SENAI (R. José Leite, 100, Abolição).

Mulheres e homens candidatos à seleção precisam ter mais de 18 anos, Ensino Médio completo, carteira de habilitação definitiva (categoria B, C ou D) e disponibilidade para cursar as aulas diurnas.

O prazo de inscrições para seleção, feitas exclusivamente no site da Cosern, encerra no dia 18 de setembro e o processo seletivo será realizado conforme local e horário a ser divulgado pelo SENAI, parceiro no processo.

O Curso da Escola de Eletricistas de Redes da Cosern é gratuito e terá aulas virtuais e práticas presenciais ministradas das 7h30 às 17h30, de segunda a sexta, com carga horaria total de 480 horas. Depois de formados, os eletricistas aprovados passarão a fazer parte do “Banco de Talentos” da Cosern para possíveis oportunidades de trabalho.

Inscrições

As inscrições serão gratuitas e realizadas exclusivamente via internet, exclusivamente no site da Cosern (www.cosern.com.br) das 09 horas do dia 14/09/2020 às 18 horas do dia 18/09/2020 ou até atingir o número limite de 300 (trezentos) inscritos no município de Natal e 300 (trezentos) inscritos para a turma no município de Mossoró. No Link dentro do site o candidato deverá optar por escolher realizar o Processo Seletivo para Natal ou em Mossoró.

Pré-requisitos

Homens e Mulheres com Idade Maior de 18 anos na data de inscrição para o processo seletivo;

Ensino Médio completo;

Carteira de habilitação definitiva, categoria B, C ou D;

Documentos necessários para validar inscrição enviada por e-mail:

Currículo atualizado;

Carteira de habilitação definitiva, categoria B, C ou D;

Comprovante de conclusão do Ensino Médio;

Sobre o Processo Seletivo

Serão convocados para as etapas seletivas os primeiros 150 candidatos inscritos para Natal e 150 candidatos para Mossoró com documentação completa. Os candidatos realizarão Teste de Língua Portuguesa, Matemática e Redação; avaliação comportamental; Entrevista com equipe técnica, avaliação prática (escalagem) e exames clínicos. Cada etapa será eliminatória.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo nonato Vagner da Silva disse:

    Oportunidade única! Vou dar meu melhor e vou conseguir amém 🙏

  2. ianque disse:

    Um sonho ter essa oportunidade

  3. juciel Alves Pereira disse:

    Eu estou disposto a fazer esse curso e dar meu melhor e crescer na vida e no aprendizado! !

  4. Maria dos Remédios sarmento disse:

    Quero da o meu melhor pra sempre aprende mais

  5. Marco pólo Rodrigues Alves disse:

    Eu quero fazer esse curso sou, eu quero dar de mim o meu melhor

  6. Paulo Roberto Miranda da paz disse:

    Tenho interesse em fazer esse curso, vai melhorar muito meu profissionalismo

  7. Jeffersonda Dayverson Gomes da Rocha disse:

    Parabéns pela atitude.

  8. Fábio nunes da silva disse:

    Ao oportunidade de trabalhar com a cosern

  9. Entregador De Pizza disse:

    Bela iniciativa da Cosern, parabéns.

  10. Artaxerxes Venâncio Davi disse:

    Pretendo fazer sucos para me aperfeiçoar

  11. Artaxerxes Venâncio Davi disse:

    Eu tô disposto a fazer esse curso e vou dar o meu melhor

Aluno que trabalhava como lixeiro é aceito em curso de direito de Harvard

Rehan Staton e o irmão: ex-lixeiro deve começar as aulas em Harvard no segundo semestre deste ano (Instagram/Reprodução)

Quando criança, Rehan Staton foi chamado de “deficiente” por um professor e não vislumbrava um futuro com sucesso. Em meio a problemas familiares e dificuldades financeiras, as notas do futuro estudante de direito em Harvard só caíam e seu rendimento na escola era baixo.

“Muitas vezes não havia comida na mesa e eletricidade em casa”, recordou Staton ao jornal The Washington Post. “Isso foi comum durante toda a minha infância.”

A vida escolar de Rehan piorou depois que sua mãe o abandonou com os dois irmãos e o pai. A vida do jovem americano só começou a ter algum propósito quando ele começou a praticar esportes na escola e se apaixonou por boxe. No entanto, problemas de saúde o impediram de seguir em frente.

Depois de formado no ensino médio, ele não foi aceito em nenhuma universidade e começou a trabalhar como lixeiro na cidade de Bladensburg, no estado de Maryland. Foi nesse trabalho, que começava às cinco horas da manhã, que Rehan encontrou o apoio para voltar a estudar.

“Os outros lixeiros foram as únicas pessoas na minha vida que me colocaram para cima e me disseram que eu poderia ser alguém”, disse Staton na reportagem do jornal americano.

Primeiro, o universitário começou a estudar uma espécie de ciclo básico na Universidade de Maryland, mas ele ainda não havia desistido de estudar Direito e ainda não podia abrir mão do trabalho como lixeiro. Quando não podia tomar banho antes da aula, Rehan sentava nos fundos da sala para evitar as encaradas e os comentários dos colegas.

Em uma publicação no seu Instagram, Rehan Staton agradeceu ao irmão, que precisou abandonar os estudos e voltar a trabalhar para que Rehan pudesse ir para faculdade.

“Então, eu fui negado por todas as faculdades às quais me inscrevi depois do colegial, então peguei um emprego como lixeiro para ajudar meu pai. Mas uma chance de ir para Bowie State apareceu. No entanto, eu precisava manter meu emprego para poder ajudar meu pai nas contas, porque meu irmão já estava na faculdade. Meu irmão abandonou a escola depois que o semestre terminou para que ele pudesse conseguir um emprego para cobrir as contas e para que eu pudesse ir para a escola. Esse sacrifício é a única razão pela qual vou para a Faculdade de Direito de Harvard neste outono. Isso não seria possível sem você. Eu te amo, grande irmão”.

Enquanto trabalhava em período integral, Rehan fez as inscrições para diversas escolas de direito nos Estados Unidos. Além de Harvard, ele foi aceito na Universidade de Columbia, na Universidade de Pennsylvania e na Universidade do Sudeste da Califórnia.

Rehan, no entanto, escolheu a faculdade mais famosa do mundo e deve começar as aulas em Harvard no segundo semestre deste ano.

Exame

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Igor disse:

    Uma em um milhão, parabéns. A maioria fica naquela estória; quando crescer vou ser isso ou aquilo, quando começa a crescer fica buchada e começa o perrengue de novo.

  2. Luiz disse:

    Superação exemplo para muitos jovens do mundo.

COVID-19: Antecipar expedição de certificado de conclusão de curso de medicina é decisão exclusiva da Universidade, diz TRF-5

Em dois processos distintos, estudantes de medicina em fase final do curso solicitaram ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 o direito de obrigar a universidade a antecipar a expedição de certificado de conclusão do curso. O objetivo, segundo os estudantes, e, com o documento emitido pelas instituições de ensino, se inscrever na seleção do Programa Mais Médicos e, após aprovação, atuar no combate à pandemia do Novo Coronavírus (Sars-COV-2). Os pedidos foram negados em dois agravos de instrumento, um sob relatoria do desembargador federal Manoel Erhardt, da Quarta Turma de Julgamento, e o outro de relatoria do desembargador federal Paulo Cordeiro, da Segunda Turma. Os desembargadores mantiveram as decisões liminares já proferidas na Justiça Federal do Ceará (JFCE) e na do Rio Grande do Norte (JFRN).

Em resumo, os magistrados entenderam que a pandemia do Novo Coronavírus não pode servir como justificativa para antecipar judicialmente a concessão de certificados de conclusão, desrespeitando as leis e a autonomia universitária prevista na Constituição Federal. Nos dois casos, embora estejam no estágio final da graduação, os estudantes ainda não cumpriram a carga horária total exigida pelas universidades e faculdades. Além disso, cabe exclusivamente à Universidade a decisão de antecipar ou não expedição do certificado.

No agravo de instrumento 0802823-34.2020.4.05.0000, o desembargador federal Manoel Erhardt negou o pedido de tutela feito por estudantes de medicina da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), mantendo decisão liminar anterior da 4ª Vara Federal do Ceará. No recurso ao Segundo Grau e no mandado de segurança na JFCE, os alunos queriam obrigar a instituição de ensino a expedir o certificado de conclusão do curso de Medicina.

Ao enfrentar o tema, o desembargador Manoel Erhardt avaliou o teor da decisão do Primeiro Grau. “Compulsando os autos, entendo que não merece reparos, ao menos neste juízo prefacial, a decisão ora agravada. O juízo de piso sustentou sua decisão na ilegalidade da medida pretendida pelos impetrantes, por falta de amparo normativo, uma vez que eles próprios reconhecem não haverem completado a carga horário integral do curso de Medicina. A pandemia de coronavírus não pode servir de pretexto para descumprir a lei, e conceder a pretensos concludentes de medicina títulos a que não fazem jus, porque não integralizaram o número de horas que a Universidade exige para a conclusão do curso de Medicina”, afirmou o relator, citando trecho da decisão da 4ª Vara Federal do Ceará.

“Embora não se olvide da nobre intenção dos impetrantes, nem, muito menos, da gravidade da crise sanitária causada pela pandemia do Novo Coronavírus, não se verifica ato ilegal a ser reprimido, uma vez que se limitou o Reitor da Universidade de Fortaleza a cumprir a Lei”, analisou o magistrado. O desembargador ainda destaca que não há previsão legal para abreviação de cursos em tempos de crises por meio de processos judiciais. “Inexiste, contudo, ato normativo editado autorizando a abreviação de cursos universitários nestes tempos de crise, evidenciado pelo decreto de calamidade pública aprovado pelo Congresso Nacional, o que desautoriza a adoção imediata de semelhante medida. Ainda que se esteja diante de um exponencial aumento de demanda dos setores público e privado de saúde, não é dado ao Poder Judiciário substituir-se às autoridades competentes na adoção de medidas hábeis a debelar a crise”, declarou Erhardt na decisão liminar proferida no dia 20 de março.

Decisão exclusiva da Universidade

No agravo de instrumento 0802837-18.2020.4.05.0000, o desembargador federal Paulo Cordeiro negou provimento ao agravo de instrumento interposto por estudante de medicina no último período da graduação. Ele desejava a imediata expedição de certificado de conclusão de curso pela Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande de Norte – EMCM/RN. O objetivo também era a inscrição na Seleção do Programa Mais Médicos e participar do combate à pandemia causada pelo Novo Coronavírus.

A decisão do magistrado manteve o entendimento da 9ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, que já havia indeferido o pedido. “O que se verifica, na espécie, é que o impetrante ainda não concluiu todas as disciplinas de sua graduação, restando pendente 800 (oitocentas) horas relativas ao Internato em Pediatria (400 horas) e ao Internato em Ginecologia-Obstetrícia (400 horas) – cf. histórico escolar constante no documento de ID nº 6741188”, relatou Cordeiro.

Nos autos do recurso, o estudante alegou que a Universidade Federal da Bahia está autorizando administrativamente a colação de grau dos acadêmicos do 6º ano do curso de medicina, tendo em vista a situação caótica que o País está vivenciando com relação ao Coronavírus, e a necessidade de profissionais da saúde para ingressar no Programa do Governo Federal Mais Médicos.

Em sua decisão proferida no dia 20 de março, o desembargador Paulo Cordeiro explicou que cabe exclusivamente à Universidade a decisão de antecipar ou não expedição do certificado e não poderia o Poder Judiciário desrespeitar, neste caso, a autonomia universitária, prevista no artigo 207 da Constituição Federal. “Nesse contexto, tem-se que a decisão final acerca da abreviação da duração do curso (art. 47, §2º, da Lei nº 9.394/1996) deve ficar a cargo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, a qual já se comprometeu em convocar o Colegiado do Curso mediante reunião extraordinária cuja pauta contemplará as solicitações de colação de grau antecipadas, diante da suspensão das atividades acadêmicas ocasionadas pelo estado de emergência internacional decorrente do surto de coronavírus (ID nº 6741207 – página 2)”, escreveu o relator.

Agravos de Instrumentos
0802823-34.2020.4.05.0000
0802837-18.2020.4.05.0000

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Couro disse:

    Erra o estado em não disponibilizar pra saúde debilitada, profissionais que já cumpriram sua carga horária academica, e que poderiam ficar no pelotão de frente, preservando os profissionais com mais experiências e idade, pra combater casos de mais complexidades e com mais gravidades. Na Itália 14% dos infectados são esses soldados da saúde, com isso, estão desfalcando os quadros já limitados. Imagina com nossa realidade de números de médicos já insuficientes.

  2. Paulo disse:

    Acho que essa galerinha aí quer pegar o canudo e ficar em casa. Se permanecerem como estudantes, são obrigados a ficarem nos hospitais e ajudar no combate ao covid 19. Verdade seja dita!

Prefeitura de São Gonçalo e Sebrae iniciam curso ‘Como desenvolver uma empresa de sucesso’; 200 pessoas beneficiadas

Fotos: Divulgação

Para estimular as características empreendedoras e fazer com que esse público aproveite as oportunidades de mercado, a Prefeitura de São Gonçalo e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), iniciaram ontem (9) o curso “Como desenvolver uma empresa de sucesso”.

Nesse curso os participantes são estimulados a despertar habilidades, competências e comportamentos empreendedores. Além disso, são ofertados orientações técnicas sobre práticas de gestão e inovação em negócios por meio de palestras, dinâmicas em grupos e consultorias em suas próprias empresas.

O encontro reuniu cerca de 200 empreendedores (e pretendentes) da cidade, no ginásio do Amarante. A ação é desenvolvida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDET).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior Mendonça disse:

    Aposto que, 95% dos professores já faliram e foram para o Sebrae. Vai entender esse povo.
    Como ensinar a ter sucesso empresarial assim?

    • Silvio Santos disse:

      Eu também fali algumas vezes e sou um dos homens mais ricos do Brasil.

Detran realiza curso em Mossoró e Pau dos Ferros para inibir fraude veicular

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) inicia nesta segunda-feira (10), uma nova etapa do Curso de Identificação Veicular com foco nos servidores do Órgão. A qualificação vai atender funcionários públicos lotados nas localidades polos de Mossoró (10 a 13/02), e Pau dos Ferros (14 e 17/02).

O curso é coordenado pela Escola Pública de Trânsito do Detran (Eptran) que já qualificou profissionais lotados nos polos Natal, onde foram formados 67 servidores, e em Caicó.

O Curso de Identificação Veicular é vital para a leitura técnica apurada e correta dos códigos veiculares e para percepção de análise de segurança dos automóveis. Com a capacitação, os funcionários da área de vistoria e lacração terão maior capacidade técnica de detectar possíveis irregularidades no veículo, evitando, dessa forma, situações delituosas, a exemplo de clonagem e adulteração veicular em geral.

Outro fator importante no Curso é que o corpo técnico do Detran está sendo atualizado com as informações mais recentes que envolvem o campo da vistoria, como também a construção de um padrão moderno de atuação técnica envolvendo todas as unidades do Detran no Rio Grande do Norte que atuam disponibilizando os serviços de vistoria veicular.

Nesse ponto, o treinamento leva aos participantes a capacidade de reconhecer fraudes ou adulterações nos identificadores veiculares e na documentação do automóvel, aferindo tecnicamente se o objeto vistoriado é idôneo ou procedente de produto de roubo, furto ou adulteração.

A capacitação conta com uma carga horária de 20h/aula compreendendo as disciplinas de “Identificação Veicular”; “Noções Básicas de Adulteração e Perícia”; “Legislação de Trânsito”; e “Estágio Supervisionado”. O Curso segue em conformidade com as diretrizes determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e com as resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que tratam sobre o tema.

Candidatos bolsonaristas terão de passar por curso: “vamos primar pela qualidade e não quantidade”

Jair Bolsonaro vai apoiar poucos candidatos em 2020. Sua advogada, Karina Kufa, disse para O Globo:

“Na Aliança teremos um filtro para evitar que pessoas não alinhadas saiam candidatos. Vamos primar pela qualidade e não quantidade.”

O objetivo, segundo a reportagem, é “evitar que se repita o que houve nas eleições do ano passado, quando vários candidatos a deputado e senador se elegeram sob o manto do bolsonarismo pelo PSL, mas romperam com o presidente no racha da legenda comandada pelo deputado Luciano Bivar”.

Karina Kufa disse também que o partido terá cursos para candidatos nas eleições de 2022, que deverão cumprir uma frequência mínima obrigatória.

O Antagonista, com O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Bela medida Presidente Jair Messias bolsonaro.
    Os comunas dos partidos de esquerda ja estão chiando e dizendo que vão entrar na justiça pela intolerância de não aceitarem corruptos, mentirosos, invasores de propriedades, ficha suja, assassinos de reputações, pudin de cana e etc… alegando discriminação

  2. Greg disse:

    Pela "qualidade" dos ministros de Bolsonaro, começando por Damares, eu imagino que qualquer doido é aprovado.

  3. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    O primeiro reprovado é General Girao eleito pelo RN agora as emendas dele para São Paulo.

  4. Minion de Peixeira disse:

    Como seria a prova para se filiar ao PT?

  5. Capitão decapita disse:

    Eita agora vamos identificar mais loucos …os DESEQUILIBRADOS VÃO PASSAR NO TESTE DO ROUPINOL……VAI SER TIRO PRA TODO LADO…COITADA DA LUA😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭…..NAO VAI AGUENTAR TANTA PEDRA…..OS BABA OVO AGORA VAO TROCAR DE BRINCAR DE PEDRA NA TESTA.

  6. Guga disse:

    Será que o Flávio Bolsonaro passaria na prova de honestidade?

  7. Mario disse:

    Boa MITO!!

  8. Pelé disse:

    Seria maravilhoso que os cargos políticos, indicados e comissionados, tivessem salários equivalentes a cargos de funcionários públicos e sua escolaridade, com tempo-limite de no máximo 2 anos, sem direito a recondução. Isso sim, seria um Brasil justo e limpo.

  9. François Cevert disse:

    Os hospícios estão em festa… Oportunidade de trabalho pra todos… 😂 😂 😂

    • Minion de Peixeira disse:

      Será que se gritar lulalivre ou dilmãe se entra pela quota de idiotas? Parece que Rede conseguiu uma liminar no STF para assegurar essa pluralidade.

    • Paulor disse:

      Melhor do que curso para Ladrão KKKKKK

  10. Juju disse:

    Curso de LOUCURA

    • Manoel disse:

      Né isso! O PT já eh bem diferente! Faz curso de como roubar o erário. E a esquerda em geral faz curso de como enganar os pobres distribuindo migalhas …

FOTOS: Governo inicia curso para formação de novos policiais militares no RN

FOTOS: ELISA ELSIE

O Governo do Estado realizou nesta quinta-feira, 02, a cerimônia de apresentação dos novos alunos-soldado do curso para formação de praças da Polícia Militar. Os alunos foram selecionados por concurso público que prevê a contração de mil novos policiais. O curso é dividido em duas turmas, uma com aulas e instruções no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e outra no Centro de Atenção Integrada à Criança (Caic), em Natal. A carga horária é de 1.430 horas aula e 240 dias letivos.

Na solenidade a governadora Fátima Bezerra disse que os alunos conquistaram o direito de realizar o curso por que tiveram muita garra e perseverança ao cumprir as etapas anteriores de provas de conhecimento e testes físicos. Fátima Bezerra registrou que o Governo precisou superar diversos entraves para convocar os aprovados: “Fizemos todos os esforços para superar problemas que colocavam em risco a convocação de vocês, vencemos vários obstáculos até chegar a esta etapa de hoje. Estou feliz por que no segundo dia do ano, após muito trabalho do nosso Governo que tem uma equipe dedicada e competente, estamos iniciando o curso. Sejam todos muito bem-vindos e que Deus abençoe e inspire todos vocês nesta missão de proteger as famílias do nosso Rio Grande do Norte.”

A governadora voltou a afirmar que segurança pública é prioridade da gestão e que o Governo está investindo mais de R$ 120 milhões em equipamentos de proteção, armamento, viaturas, inteligência e na formação de pessoal para os vários órgãos do sistema de segurança – polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Centro de Operações Aéreas.

Ela ainda se referiu à redução dos índices de violência no Estado que teve queda de 43,2% nos casos de latrocínios, 33,2% de homicídios dolosos e 17,3% para lesões corporais seguidas de morte. “Os números são expressivos, saímos do Estado mais violento no país em 2018 para um dos quatro que mais reduziram a criminalidade. E isto significa que foram poupadas 530 vítimas de assassinatos”, disse.

O comandante da PM, coronel Alarico Azevedo lembrou que o último concurso público para contratação de novos policias militares foi realizado há 14 anos. “Vocês se habilitaram a realizar o curso e a serem formados policiais militares para proteger a sociedade potiguar. Aqui é vocação, aqui a gente se doa, aqui a gente protege o cidadão com o risco da própria vida”, afirmou o comandante, para acrescentar: “Somos uma instituição de 185 anos que trabalha 24 horas por dia, 365 dias por ano. Vocês serão os novos profissionais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte”, acrescentou coronel Alarico.

Também compareceram à solenidade o vice-governador, Antenor Roberto, e os secretários de Estado: Virgínia Ferreira (Sead), coronel Francisco Araújo (Sesed), Osnir Monte (Adjunto da Sesed) e Ana Cláudia Saraiva (Polícia Civil).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elza Soares disse:

    BRUNO vai chorar?

  2. Carlos Couto disse:

    Release do governo.

  3. Elza Soares disse:

    (BRUNO) vc ficou dodói com as emendas que seu depurado Cirão Cagão mandou para SP?

    • Bruno disse:

      Elza, só pra você saber, eu não votei nesse deputado, não sei nem quem é ele, mais volto a repetir, enquanto o dinheiro estiver sendo gasto aqui no Brasil, está muito bom, pior foi quando mandaram pra fora do Brasil, mais pela sua reação, sinto que você é uma petralha.
      Kkkkkkkkkkk

    • José Vanilson Juliao disse:

      Boa resposta.

    • José Vanilson Juliao disse:

      O cara aprova emendas para outros estados com maior poderio financeiro e o Bruno diz q tá tudo enquanto o dinheiro estiver dentro do país…🙊👉💩👈

  4. Pedro disse:

    Fatao do G. Duro não faz nada, pagou o décimo em janeiro, ainda deve várias folhas do ano de 2018, a Sesap está uma lástima, ela já comeu o dinheiro de três anos na frente e ainda tem idiota que acredita em milagre. Eita povo burro, nas selarias ainda existe cangalha gente, bom fazer uso.

  5. João Sem Braço disse:

    Faltou lembrar que essas contratações assim como o pagamento da folha foram possíveis graças ao repasse de $$$$$ ao estado pelo GOVERNO FEDERAL.

    • Sandra disse:

      Independentemente de quem votou em quem, se o dinheiro foi federal ou nao, o importante eh torcermos por dias melhores, desenvolvimento do estado, acoes sociais.
      Parabens ao governo do RN!

    • Henrique disse:

      Esses repasses foram só para o RN? O que se sabe é que quase todos os estados estavam com a faca no pescoço pata pagar os servidores. Deixe de paixao besta.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Nunca se esqueça, também, que esse dinheiro "repassado" pertence a você, a mim e a sociedade pagadora de impostos, federais, estaduais e municipais.
      Um governo verdadeiramente republicano não deve fazer perseguição a quem não reza em sua cartilha, isso seria coisa de ditador. E justiça seja feita, nesse caso agiu corretamente.

  6. Fonsa disse:

    A turma da direita gorda, pira o cabeção com as ações positivas da governadora

    • Bruno disse:

      Eu to pirado é com a notícia que vi agora no BG, a governadora perdeu uma verba do governo federal, de 2,7 milhões, que seria para colocar grades na ponte Nilton Navarro, pra evitar esse quantidade absurda de suicídios que acontece lá.
      Pense numa incompetência.

  7. Fonsa disse:

    Engraçado. Cadê os maluquetes minions que não se manifestam?

    • Centro disse:

      Criticar o que? Se critica o que merece.

    • Observando disse:

      Entrou muita grana no governo do RN, neste final de ano: 1,8 bilhão do empréstimo autorizado pela ALRN; venda da folha ao BB; cessão onerosa do pré-sal; antecipação dos royalties e, claro, a arrecadação dos impostos. A incompetente desgovernadora, sequer, pagou parte das folhas de dezembro e 13° salário de 2018. Afirmava o tempo inteiro que toda receita extra seria para esse fim. Só fez enganar os servidores. Mentirosa! Agora as torneiras se fecharam. Daqui por diante, teremos o pior governo de todos os tempos. Quem viver, verá! Não é torcer contra. É a realidade.

UnP emite nota de esclarecimento sobre descontinuidade de curso

Alunos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da UnP que já estavam no 7º período, próximos de se formar, foram informados que o curso será encerrado. A medida revoltou a todos os alunos. Alguns estão acionando a Justiça para conseguir se formar. Outros estão acionando o Ministério da Educação, o Procon e até o DCE em busca de uma solução. Em nota, a UnP diz que “organiza previamente uma série de opções para que o aluno possa escolher a que mais se adeque à continuidade de estudos, sem prejuízo acadêmico, como previsto em contrato de prestação de serviços”. Veja íntegra:

NOTA

A UnP mantém sempre o compromisso em dialogar com a sua comunidade acadêmica, priorizando o cuidado que cada temática demanda dentro do ambiente universitário.

É importante ressaltar que a UnP pauta as suas ações em estrita observância à legislação vigente, exercendo a sua autonomia universitária concedida pela Constituição Federal e deliberada pelo Ministério da Educação (MEC). Dessa forma, ao optar pela descontinuidade de uma oferta, a instituição organiza previamente uma série de opções para que o aluno possa escolher a que mais se adeque à continuidade de estudos, sem prejuízo acadêmico, como previsto em contrato de prestação de serviços.

Neste caso específico de Engenharia Ambiental e Sanitária, o seguimento do curso estava em análise de sustentabilidade pela instituição. Após reuniões com as lideranças acadêmicas, a Instituição decidiu que irá subsidiar excepcionalmente a graduação dos alunos que já cumpriram mais da metade do período de formação, o que inclui a 7ª série, tendo autorizado a manutenção dessas respectivas turmas.

Por fim, em um cenário dinâmico e em constante transformação, a UnP acompanha o movimento de mercado na busca constante pelo aprimoramento de sua qualidade acadêmica, visando entregar aos seus alunos excelência no processo de formação.

Universidade Potiguar

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. GILLIARD disse:

    A pior universidade do RN ! Sinceramente, fico a pensar como é que pessoas ainda buscam essa instituição para cursarem uma GRADUAÇÃO. Pelo AMOR DE DEUS, por experiencia própria, busquem qualquer outra, tais quais; ( FACEX, UNI, NASSAU…. ) para se graduarem, menos a UNP. Penso eu que o povo deve se encantar com a PROPAGANDA DA UNP, pois o ensino é uma PORCARIA.

    EM TEMPO:

    Lembrem-se que: " GAIOLA bonita não dá de comer a PASSARINHO. "

  2. Neto disse:

    Me formei na UNP ainda no tempo em que prestava, uma vez precisei acessar a biblioteca, a burocracia e tão grande que quase que não entro. Meu dinheiro não ver nunca mais

  3. Cidadão Indignado disse:

    Que vergonha! Ainda tem quem procure essa universidade pra estudar. A UNP ACABOU-SE!

  4. Flavio disse:

    Tudo mentira

  5. Joao disse:

    Lamentável!
    Desrespeito aos alunos.

Estudante do IFRN ganha curso de moda em Milão

Foto: Layla Mendes

Esron Candeia, de 22 anos, é estudante do 6º período do curso superior de Tecnologia em Design de Moda do Campus Caicó do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Esron, que em maio de 2019 venceu – na categoria Design – o Ceará Moda Contemporânea, é um dos seis vencedores da primeira edição do concurso ‘Future Design – Prêmio Fashion For Future’. Destinado a estudantes de moda, o prêmio por vencer o “Fashion For Future” é um curso de orientação profissional em Milão, na Itália, cidade considerada a capital mundial da moda. Workshops sobre negócios e o futuro da moda, visitação a lugares importantes para a história da moda italiana, orientações sobre o mercado de trabalho atual, entre outras atividades, estão na programação do curso de orientação.

Agendado para acontecer entre os dias 23 a 27 de junho de 2020, o curso será custeado pela plataforma Fashion For Future; para bancar as despesas com passagem, hospedagem e alimentação, Esron contará com a ajuda de amigos e familiares. Sobre o “Future Design”, Esron destacou: “que uma competição como essa ressalta esforços e talento de qualquer profissional. O prêmio, esse curso na Itália, grande berço da moda, será sem dúvidas uma experiência única e enriquecedora em minha vida” Esron ainda falou sobre as novas perspectivas sobre a moda e na carreira através da imersão cultural que viverá: “Será uma grande oportunidade, pois são cursos muito bem vistos pelo mercado de trabalho e com estimativas de custos altíssimas. Cursos que eu não teria condições de arcar e que agora poderei fazer através dos meus esforços pela educação”, comemorou.

Concurso

O estudante soube do concurso por meio de uma publicação no Instagram: “Li o edital e percebi que me encaixava nos requisitos da seleção. Lembrei da experiência que tive com o Ceará Moda Contemporânea – no qual fui primeiro colocado – e enxerguei mais um concurso como nova oportunidade”, disse.

O “Fashion For Future”, concurso de nível nacional, é dividido em três etapas eliminatórias. Dos 300 inscritos iniciais, 25 foram classificados para semifinal. Numas das etapas, os candidatos tiveram de elaborar um moodboard (painel visual) sobre temas diversificados sugeridos pelos organizadores e escrever uma carta motivacional, além de encaminhar uma carta de recomendação de um professor orientador. Para a etapa final apenas 12 candidatos foram selecionados. O resultado, anunciado através de uma live no Instagram, escolheu seis finalistas vencedores, todos contemplados com o prêmio, entre eles Esron, único representante do Norte/Nordeste

Design de Moda

O Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, ofertado pelo Campus Caicó do IFRN, é recente. Passou ser oferecido em 2016 e, com pouco menos de quatro anos de existência já se tornou conceito 5, nota máxima, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Segundo Esron, o suporte de uma instituição como o IFRN é de suma importância para a permanência e o envolvimento dos estudantes em projetos e competições como o concurso ‘Future Design’. “Além disso, temos uma formação profissional de qualidade, que estimula nosso desenvolvimento, e temos a sorte de ter professores e coordenação de curso extremamente engajados. Comigo não foi diferente… sempre recebi orientação dedicada para atividades extracurriculares, fui estimulado à participação em projetos e em concursos que venho participando”, disse.

Edson Bottini, coordenador do curso, reforça a fala do estudante duplamente premiado: “O nosso curso – que tem agora sua segunda turma sendo formada – é extremamente voltado para a parte profissional. Formamos aqui profissionais da moda, voltados ao que está acontecendo no mundo. Por isso damos grande importância à participação em eventos. Já temos mais de 20 artigos apresentados em colóquio de moda, inclusive no exterior. Temos participações em eventos nacionais de moda, como o Dragão Fashion Brasil, que acontece no Ceará; temos professores engajados e voltados para o mundo do trabalho; temos professora fazendo doutorado na Europa… com isso, vem o resultado e essa grande satisfação: estudantes sendo premiados, como Esron, estudantes fazendo mestrado na área, estudantes com estágio em grandes empresas e estudantes com empresa própria, gerando emprego e renda. Tudo fruto da dedicação deles e do nosso corpo técnico e docente, dedicados aquilo que fazemos na instituição”.

Com informações do IFRN

 

Curso de Jornalismo da UERN é o melhor entre as faculdades públicas do Brasil

Estudantes do curso atuam em atividade prática do projeto TV COM. Foto: Divulgação

O curso de Jornalismo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) apresentou o segundo melhor desempenho do País entre os cursos de Jornalismo de universidades públicas e privadas, conforme os Indicadores de Qualidade da Educação Superior 2018 divulgados na semana passada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC).

Com um Conceito Preliminar de Curso (CPC) contínuo de 4,08, e nota 5 (máxima), o curso da UERN obteve a maior nota do País entre os cursos de universidades públicas. Entre universidades públicas e privadas, o desempenho da UERN foi o segundo melhor, atrás apenas do curso de Jornalismo da UNISINOS, de Porto Alegre/RS. No total, 282 instituições de ensino foram avaliadas. Este é o melhor resultado obtido pelo curso da UERN desde o início da avaliação do ENADE.

O curso de Jornalismo da UERN atende a estudantes do Rio Grande do Norte e estados vizinhos, sendo referência na formação de profissionais em todo o Estado. A maioria dos professores do curso é formada por docentes doutores e com regime de dedicação exclusiva, com forte atuação no campo da pesquisa científica e extensão, além do ensino. Em seu histórico, o curso já obteve diversas premiações com seus estudantes. Nascida como habilitação do curso de Comunicação Social, a graduação passou a ser um bacharelado independente, atendendo ao previsto nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs).

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é um indicador de qualidade que avalia os cursos de graduação. Seu cálculo e divulgação ocorrem no ano seguinte ao da realização do Enade, com base na avaliação de desempenho de estudantes, no valor agregado pelo processo formativo e em insumos referentes às condições de oferta – corpo docente, infraestrutura e recursos didático-pedagógicos.

Para o chefe do Departamento de Comunicação Social, Jefferson Garrido, o resultado é extremamente positivo e reflete a qualidade da formação ofertada pela Universidade e a dedicação e empenho dos estudantes, assim como de todo corpo docente e técnico que integram o curso. “Aumenta nosso compromisso de buscar também fortalecer os nossos cursos e torná-los ainda mais fortes. Tudo isso buscando a melhoria da qualidade do ensino entregue aos nossos alunos”, comentou.

O resultado completo está disponível AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thalia disse:

    Como o curso pode ser tão bom se nossos jornalistas, com raríssimas exceções são pra lá de medíocres??

    • Pai da Thalia disse:

      que bobagem cê falou aí! que loucura! isso aí que cê disse é tudo bobagem!

  2. Igor disse:

    Já disse aqui mil vezes!!!!!!! O RN falido não tem condições de manter universidade. Isso fica para o governo federal e a iniciativa privada. O governo não consegue pagar os funcionários, imagina bancar uma universidade apinhada de marajás e com turmas de 10 alunos.

  3. Carlão disse:

    Uou.

Detran ministra curso de Pilotagem Defensiva em Currais Novos

Fotos: Divulgação

O grupo de motociclistas do Cactus Moto Clube de Currais Novos passaram por um treinamento de Pilotagem Defensiva ministrado pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran). A ação coordenada pela Escola Pública de Trânsito do Detran (Eptran) atende o planejamento técnico do Órgão, que trabalha no sentido de diminuir os índices de acidentes envolvendo motociclistas no Estado.

O curso, com carga horário de 8h de aulas, sendo 4h de teoria e outras 4h de prática de pilotagem, focou em medidas usuais que devem ser utilizadas por motociclistas cotidianamente para prevenção de acidentes no tráfego urbano.

Os procedimentos são empregados de modo a evitar imprevistos, apesar das ações incorretas de outros condutores e das condições adversas comumente encontradas nas vias de trânsito. Itens importantes como conhecimento da legislação, atenção na condução, previsão de crise, habilidade e decisão foram apontados e explicados pelo técnico da Eptran, Felipe Péricles.

A qualificação foi toda direcionada ao seguimento de Motos Premium, que são as motocicletas com maior poder de velocidade. Nessa situação, foram mostradas medidas simples como averiguar a situação mecânica do veículo, conduzir de acordo com as situações presentes de luminosidade, tempo, estrada, trânsito e condições apresentadas pelo condutor como elementos primordiais que podem reduzir amplamente o risco do motociclista se envolver em acidentes de trânsito.

Pela doutrina defensiva, a pilotagem perfeita é aquela em que o condutor trafega sem ocasionar acidentes, sem cometer infrações de trânsito, não abusa do veículo e age com gentileza e respeito à vida.

Curso de motofrete, ministrado pela Eptran, está com inscrições abertas, informa Detran

Fotos: Edivan Junior

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informa que está com inscrições abertas para quem desejar participar do curso de moto frete promovido pela Escola Pública de Trânsito (Eptran).

O curso dará início na segunda- feira (25), as inscrições já começaram e podem ser feitas entre os dias 12 a 22 de novembro de forma presencial, na Eptran, localizada no Detran sede (cidade da esperança), prédio de operações.

Os documentos necessários são: cópia da Carteira Nacional de Habilitação categoria A ou AB (mínimo 2 anos ) com atividade remunerada e deve-se abrir no setor de habilitação o serviço para inclusão do curso de motofrete; cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) da moto 2019; cópia do comprovante de residência atual, cópia do comprovante de abertura do serviço para inclusão do curso na CNH.

Para mais dúvidas, entrar em contato com a Eptran, através do ramal 3232-1765.

Inclusão de atividade remunerada

Caso o interessado deseje realizar qualquer curso de moto frete e não tenha ainda em sua CNH a observação de atividade remunerada, deverá dirigir-se ao setor de habilitação e solicitar uma renovação da CNH com inclusão da informação “atividade remunerada”, o custo dessa modificação fica em 262 reais.

Essa observação é necessária para todos aqueles que desejem atuar como prestadores de qualquer serviço, utilizando veículo automotor.

Curso para conquistar um homem rico: como é participar da “Escola da Elite”

Foto: shutterstock

Como muitas jovens de 21 anos de idade, a carioca Thaynara Castellano sonhava em conhecer o mundo. Uma realidade que só se tornou possível depois de começar um relacionamento com um homem rico e mais velho. Da Itália, onde está no momento, a estudante de nutrição já deixou as malas prontas para dois próximos destinos: Macedônia e Suíça.

As viagens não são os únicos luxos da brasileira que são bancados pelo namorado (que ela não quis identificar nesse papo como Delas ). Eles se conheceram pela internet e conversaram por chamadas de vídeo no WhatsApp antes dele comprar as passagens para que ela fosse encontrá-lo em solo italiano.

O que mudou na vida dela, que saiu de São Conrado, no Rio de Janeiro, desde que começou o relacionamento foi a questão do dinheiro. “Não me preocupo com gastos financeiros. Muitas vezes eu tento administrar um pouco para evitar desperdícios desnecessários”, comenta.

O contato com o parceiro só veio depois de um curso que Thaynara fez na “Escola da Elite”. Idealizada pela suéca Anna Bey, criadora de uma comunidade online para mulheres que gostam do estilo de vida refinado, em parceria com a coach de relacionamentos Jennifer Lobo, autora do livro “Como Con$eguir um Homem Rico ” , o curso é um tutorial que ensina às mulheres como fazer parte dos círculos da alta sociedade.

“Me interessei pelo livro e acabei encontrando [na Escola da Elite] mais uma oportunidade de me fazer alcançar tal objetivo. Não vim de uma família rica, mas sempre tive interesse em mudar a minha situação de vida (tanto intelectual como financeira)”, comenta a estudante.

Para ela, o mantra é que o estudo é uma base relevante para que essa mudança de realidade aconteça, mas que o lado financeiro seria uma consequência. Então, ela se apropriou da ideia de “se transformar na melhor versão de si mesma”, trazida pelo curso, e partiu para a conquista.

Três dicas para conquistar um homem rico

Segundo ela, conquistar um homem rico vai além de ser bonita ou tão rica quanto, mas requer uma série de atitudes ligadas à etiqueta social, ou seja, a forma como você se comporta e lida com determinadas situações. Ao Delas , Thaynara dá dicas para quem quer seguir os mesmos passos que ela, seguindo os ensinamentos da “Escola da Elite”; confira abaixo:

1. Seja segura de si

“Sou da teoria que, se estou segura dos meus atos, o que eu faço é uma decisão sensata e que me fará bem a longo prazo. E tenho em mente que se estamos na nossa melhor versão, tudo fica mais simples e fácil de ser conquistado”, diz.

A estudante explica que essa segurança em si faz mais diferença do que a beleza ou o dinheiro. “O que mais importa é seu interior, assim o seu exterior só reflete o que vem de dentro. Aprendi que é possível se alinhar com os ricos, buscando sempre a minha melhor versão, e que a transformação pessoal é algo fundamental para mérito de crescimento, fazendo assim que a fórmula para a alta sociedade seja algo leve e alcançável com dedicação e foco.”

2. Foque no básico

“Eu encontrei alguém especial e uma dica que posso dar às meninas que estão à procura de um companheiro da alta sociedade é: não procure o mais rico (ou que pelo menos aparenta ser), o mais generoso ou o ‘perfeito’. O básico sempre funciona”, diz a carioca.

“Encontre alguém que tenha defeitos reais, que solucione com você problemas por meio do diálogo, e que faça tudo ser o mais transparente e esclarecido possível na relação — seja você também essa pessoa. Nem o dinheiro é suficiente para resolver tudo, então o ideal não é ficar com a ‘metade da laranja’, mas com alguém que te ajude no crescimento interior a cada dia.”

3. Tenha uma boa imagem

“Regras de elegância e etiqueta úteis no dia a dia e para capacitar a atuação nos ambientes da alta sociedade”, comenta Thaynara. “Como andar, o que vestir, o que falar, quando falar, como falar, que ambientes frequentar são coisas que distingue bem as pessoas.”

Para ela, os ensinamentos que teve no curso focam, principalmente, em melhores formas de comunicação, verbal ou corporal, e isso é muito importante para conseguir se dar bem na hora da conquista. “Vivemos em uma sociedade onde a valorização da boa imagem profissional, social e pessoal muito é importante”, concluí.

Sugar baby? Não, namorada!

Reforçando que considera o companheiro mais como namorado do que como um “sugar daddy”, a estudante também fala que a conquista de um homem rico não precisa ser apenas amorosa. As dicas sobre autoconfiança e manter uma boa imagem também funcionam para aquelas que estão na realidade de “sugar babies”, ou seja, mulheres mais novas que buscam parceiros mais velhos e com um nível social/financeiro “mais considerável do que a maioria”.

IG

https://delas.ig.com.br/amoresexo/2019-10-24/curso-para-conquistar-um-homem-rico-como-e-participar-da-escola-da-elite.html

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    A profissão mais antiga do mundo se reinventa mais rápido que uma simples troca de calcinha.

  2. Henrique disse:

    Não estudem, não trabalhem, procurem uma academia o dia inteiro e a noite um cabaré de alto nível, em SP, RJ e outras cidades recebem putas aos montes, quem sabe lá não descolam

  3. Procópio Netto disse:

    Tudo p…

  4. Davi disse:

    Meus olhos sangraram…

Em cinco meses, você pode virar programador – e o curso vai sair de graça

 Foto:  (oatawa/Thinkstock)

Junto com a Digital House, o banco Santander lançou nessa terça-feira, 15, projeto que oferece 240 bolsas de estudo integrais para formação em uma das carreiras com mais demanda no mercado de tecnologia.

Os programadores web full stack são muito visados por sua versatilidade, conseguindo atuar como front-end e back-end, entendendo tanto da construção de sistemas e bases de dados quanto da criação de interfaces de sites e aplicativos para o usuário. Além disso, é mais difícil encontrar pessoas com esse conjunto amplo de habilidades.

Segundo o diretor acadêmico da Digital House, Edney Souza, essa é uma oportunidade única para quem gosta de tecnologia e deseja mudar de carreira. O curso inteiro tem duração de apenas 5 meses, com turmas começando dia 20, 21 e 24 de janeiro. As aulas são das 14 às 17 horas.

“Todo mundo pode aprender a programar e o projeto vem justamente com a proposta de formar profissionais mais preparados para o mercado, por meio de toda a estrutura que já oferecemos baseada em conhecimentos práticos para lidar com o dia a dia das empresas”, diz Souza.

Pelo site do programa, é possível se inscrever até o dia 14 de novembro. Os candidatos não precisam ter nenhum conhecimento anterior sobre programação, mas precisam ser maiores de 18 anos.

Os candidatos receberão um teste de lógica que deve ser concluído até o final do período de inscrições. Quem acertar 7 ou mais questões passa para a fase seguinte, na qual será aplicado um curso online introdutório sobre programação. Em 28 dias, após concluir as aulas, testes e desafios, serão escolhidos os 240 bolsistas.

Além de aprender linguagens como HTML, CSS, PHP, SQL e JavaScript, os alunos também serão introduzidos a habilidades comportamentais valiosas para a vida profissional, como a construção de portfólio, trabalho em equipe, metodologia ágeis e networking.

No final do programa, os alunos com melhor desempenho serão convidados para participar do processo seletivo do banco Santander. Na Digital House, todos passarão por uma mentoria de carreira, entendendo melhor o futuro da profissão, seu perfil profissional e suas áreas de atuação.

 (Digital House/Divulgação)

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cleyson disse:

    Vamos