Política

Álvaro Dias declara apoio a Eduado Leite para Presidente da República

Foto: Reprodução / Instagram

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), está em Natal para reuniões com tucanos para  tentar conquistar votos nas prévias que definirão o candidato do partido a presidente da República.

Por volta das 9h, Eduardo Leite concedeu entrevista coletiva e, em seguida, se reuniu com filiados e militantes do PSDB no Verasailles Recepções. Na ocasião, o prefeito Álvaro Dias estava presente e afirmou que se ele for o candidato a presidência do PSDB, terá seu apoio.

O governador de São Paulo, João Doria, e o ex-senador Arthur Virgílio são os adversários de Eduardo Leite na disputa interna do PSDB.

Opinião dos leitores

  1. Acho que esse prefeito de Natal está doido ou ficando, pois recebeu todo o apoio do governo Bolsonaro para enfrentar a pandemia e agora fica do lado de um caboclo que nunca colocou um palito de fósforo riscado em Natal.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Doria vai ao interior da Paraíba e causa mal-estar ao perguntar a plateia: ‘Quem aqui já foi a Dubai?’

Foto: Zimel / Agência O Globo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) visitou a cidade de Guarabira, município de 49 mil habitantes no interior da Paraíba, na 6ª feira (22.out.2021). Durante coletiva de imprensa na Câmara dos Vereadores, o pré-candidato à presidência citou Dubai como exemplo em soluções para a seca e perguntou se algum vereador conhece ou visitou a cidade luxuosa dos Emirados Árabes — apenas uma pessoa levantou a mão.

“É possível mudar. Vá a Dubai, nos Emirados Árabes, onde São Paulo tem um escritório que foi inaugurado em fevereiro de 2020. Dubai era um deserto completo. Não tinha um fio de água. Quem aqui já foi a Dubai? Se puder levantar o braço, alguém aqui já teve essa oportunidade? É uma transformação”, disse Doria.

Estavam presentes no evento: deputado Ruy Carneiro (único a levantar a mão), os vereadores do município, o prefeito de Guarabira, Marcus Diogo, o presidente do diretório do PSDB da Paraíba, Pedro Cunha Lima, e a deputada Edna Henrique.

Para comparação, o salário do prefeito de Monteiro, maior município da região de São João do Cariri, é de R$ 14 mil. Mesmo valor que recebia o prefeito de Zabelê, Dalyson Neves, antes de aumentar o próprio salário para R$ 18 mil no início deste ano.

Nesta 2ª feira (25.out), Doria viaja com comitiva para os Emirados Árabes para a Expo Dubai, visando ampliar negócios entre o país e São Paulo. Passagens aéreas para este período estão custando R$ 25 mil.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo acerta mudança no teto de gastos e Bolsonaro terá mais R$ 83,6 bi em ano eleitoral

Foto: Reprodução / Agência Brasil

O governo Jair Bolsonaro acertou uma mudança no teto de gastos que vai abrir um espaço de R$ 83,6 bilhões para despesas adicionais em 2022, ano em que o presidente buscará sua reeleição. O acordo foi fechado na manhã desta quinta-feira, 21, entre as alas política e econômica do governo, após dias de embates entre as equipes para viabilizar o pagamento de R$ 400 aos beneficiários do Auxílio Brasil determinado por Bolsonaro.

A proposta que está na mesa e que deve ser validada com o presidente é mudar a fórmula do teto, que hoje é corrigido pelo IPCA acumulado em 12 meses até junho do ano anterior ao de sua vigência. A ideia é adotar a correção da inflação de janeiro a dezembro.

Só essa mudança proporciona uma folga extra de R$ 40 bilhões, segundo fontes ouvidas pela reportagem. Aliada à limitação do pagamento de precatórios (dívidas judiciais), que já era uma medida apresentada pela equipe econômica ao Congresso Nacional, o espaço total em 2022 ficará em R$ 83,6 bilhões.

É esse espaço que Bolsonaro terá para acomodar os R$ 51,1 bilhões de gastos adicionais com as mudanças no Auxílio Brasil (reajuste permanente de 20% mais a parcela temporária para chegar aos R$ 400) e também gastos com emendas parlamentares, preciosas para congressistas que também buscarão novo mandato em 2022.

A mudança de correção entrou na mesa de negociação diante da preocupação de parte do governo com a narrativa de furo no teto de gastos, da qual o governo queria se descolar. Na quarta-feira, 20, no Ceará, após confirmar o pagamento dos R$ 400, o presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer que não haveria furo no teto.

“Temos a responsabilidade de fazer com que recursos saiam do Orçamento da União, ninguém vai furar teto, ninguém vai fazer nenhuma estripulia no Orçamento. Mas seria extremamente injusto deixar 17 milhões de pessoas com valor tão pouco (sic) no Bolsa Família”, afirmou Bolsonaro.

Um técnico experiente ouvido pela reportagem alerta, porém, que o “malabarismo retórico” em torno de furar ou não o teto não será suficiente para aplacar o temor do mercado financeiro com as mudanças. Nesta manhã, o dólar chegou a quase R$ 5,70 na abertura, embora tenha arrefecido na hora seguinte.

Negociações

Novas reuniões na manhã desta quinta foram decisivas para bater o martelo em torno da proposta final, que deverá ser incorporada pelo deputado Hugo Motta (Republicanos-PB) em seu parecer da PEC dos precatórios.

A equipe econômica não tinha simpatia pela proposta de mudar a correção do teto, vista como um “jeitinho que não ajuda”. A aposta dessa ala era na “licença para gastar”, com um limite de R$ 30 bilhões. Mas a equipe acabou concordando com a nova proposta de mudar a correção.

Nas últimas horas, a mudança no teto também foi tratada com integrantes da cúpula do Congresso Nacional e representantes do Palácio do Planalto, além do próprio relator da PEC, deputado Hugo Motta.

Estadão

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CONFIANTE: Datena acha mais fácil tirar Bolsonaro do que Lula do 2º turno

Foto: Diego Padgurschi / UOL

O apresentador José Luiz Datena disse, em entrevista à revista Veja, que considera mais fácil tirar o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) do segundo turno e que está confiante em uma vitória nas eleições presidenciais de 2022.

Pré-candidato à presidência pelo PSL, Datena ainda disse que só permanece no partido após a fusão com o DEM caso seja o candidato à presidência. Por isso, concentra suas atenções na sua candidatura e não opina sobre um eventual segundo turno entre Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Não votaria em nenhum deles [Lula ou Bolsonaro]. Tenho certeza de que vai dar tudo certo e eu serei o próximo presidente da República”, disse Datena, que no primeiro turno vislumbra disputar eleitores com o atual presidente.

“[É mais fácil tirar do 2º turno] Bolsonaro, com certeza. Ele é quem está perdendo voto, é o que dizem as pesquisas. Mais fácil tirar ele do que Lula”, avaliou.

Antes da disputa eleitoral, porém, Datena ainda tem um longo caminho a percorrer. A fusão do PSL com o DEM para a formação da União Brasil criou concorrência interna para o lançamento de sua candidatura.

O apresentador disse que aceitaria participar de prévias contra o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e contra o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, mas que avalia outras opções para as eleições caso sua candidatura não prospere. Ele recebeu convites do PDT — para ser vice de Ciro Gomes — e do PSD.

‘Eu aceito prévias contra Luiz Henrique Mandetta e Rodrigo Pacheco, porque sou um democrata. Posso participar e ganhar. Agora, se eu perder, não quero ficar e ser candidato nem a governador nem ao Senado, porque tenho convites de outros partidos”, disse.

“Gilberto Kassab já me convidou para ser candidato e tive uma conversa com Ciro Gomes (PDT), que me ofereceu a possibilidade de ser candidato a vice dele ou a governador. Então, dessa fusão, eu só saio candidato a presidente”, completou.

“Ninguém é anjo”
Apesar de não se colocar ideologicamente no campo da direita, Datena deve disputar espaço neste espectro caso consiga confirmar sua candidatura às eleições. Neste cenário, o ex-juiz Sergio Moro, que avalia a possibilidade de aceitar convite do Podemos, é um potencial adversário do apresentador.

Para Datena, Moro tem qualidades, mas não seria um bom presidente. “Ele é uma pessoa honesta, mas não acho que seria um bom candidato, um bom presidente. Parece que ele julgou mal Lula, trocou informações que não deveria ter trocado com os procuradores. Isso não é uma coisa correta”, disse.

“Acho que ali ele pisou na bola, ainda mais assumindo depois disso o ministério de Bolsonaro. Isso não significa que ele seja desonesto. Às vezes o cara dá um escorregão na vida. Outra coisa é essa história de trabalhar para uma empresa que defende os interesses de uma companhia que ele condenou, como a Odebrecht. Prova que ninguém é anjo, ele não é a freira que entrou na boate”, completou.

Datena ainda fez críticas aos governos petistas, ligando a eleição de Bolsonaro ao que chamou de “péssima condução dos regimes da esquerda”.

“Quem criou Bolsonaro foi a esquerda, o Lula indo para a cadeia, o Lula criando a Dilma, o pior governo de todos os tempos, que jogou o país no nosso pior período recessivo. Bolsonaro não foi eleito pelos méritos dele. Quem o elegeu foi a péssima condução dos regimes de esquerda. A incompetência da esquerda elegeu Bolsonaro, e a incompetência do governo Bolsonaro está agora trazendo Lula de volta”, disse.

UOL

Opinião dos leitores

  1. É mais fácil esse bobão alcançar 3% dos votos dos brasileiros e nada mais.
    É cada uma, que dá dez!
    Sai fora trapalhão.

  2. É melhor já ir se acostumando com LULA eleito presidente do Brasil. Não adianta tentar fingir que não sabe que o Véio Barbudo Cachaceiro de Nove Dedos é imbatível na eleição de 2022.

    1. Eu vou votar também em LULADRAO, pense num veio macho, rouba e sabe roubar. Desconheço bandido mais astuto que o nove dedos, como eu sou um tremendo de um idiota e imbecil, vou votar no maior corrupto doo brasil. Vamos lá pessoal,
      todos que apoiam e são semelhante ao vagabundo do LULADRAO, vamos votar nele.

  3. Me admira pessoas aparentemente sensatas se tornem imbecis de um hora para outra. Como pode esse cidadão achar com toda convicção que será o próximo presidente. Logo ele que vivia como apresentar descendo o pau nos políticos mentirosos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Em novo bate-boca, Lula diz que Covid pode ter afetado cérebro de Ciro, que fala em sequela moral de petista

Foto: Marlene Bergamo e Pedro Ladeira / Folhapress

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) respondeu nesta quinta-feira (14) à fala do também presidenciável Ciro Gomes (PDT) de que o petista teria conspirado pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

A fala de Ciro na quarta-feira (13) desencadeou um bate-boca com Dilma no Twitter, apesar de o pedetista ter sugerido uma trégua com o PT em nome do impeachment de Jair Bolsonaro.

Membros de PT e PDT minimizaram o efeito da nova briga sobre a formação de uma frente ampla, mas o episódio afastou ainda mais as alas da esquerda. Nesta quinta, Lula rebateu Ciro, que respondeu logo em seguida.

“Eu não vou falar do Ciro. O que ele fez ontem [quarta-feira] foi tão banal, foi tão grosseiro, que às vezes eu fico pensando, como Jesus Cristo na cruz dizia: ‘Pai, perdoai os ignorantes, eles não sabem o que fazem'”, disse Lula à rádio Grande FM de Dourados (MS).

“Eu às vezes fico pensando, não sei se o Ciro teve Covid ou não, mas me disseram que quem tem Covid tem problemas de sequelas, alguns têm problema no cérebro, de esquecimento, eu não sei. Mas não é possível que um homem que pleiteia a Presidência da República possa falar as baixarias que ele falou ontem”, continuou o ex-presidente.

“Eu só lamento profundamente que seja assim. Eu só não sei o que ele está querendo, mas quem planta vento colhe tempestade”, completou o petista.

Na mesma entrevista, Lula foi cobrado pelos entrevistadores a admitir erros do PT. “Pra que eu vou fazer autocrítica se vocês podem me criticar? É mais saudável. Se eu ficar me criticando o que vai sobrar pros outros falarem?”, respondeu o ex-presidente.

Ciro teve Covid em outubro de 2020. Segundo divulgou na época, após apresentar sintomas leves de gripe, o pedetista fez o teste e teve resultado positivo.

Para ler a matéria na íntegra acesse AQUI.

Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Onde tá escrito que Jesus foi preso em um presídio? Diga aí o livro, o capítulo, e o versículo, “Meirison”! Isso lá é nome de HOMEM!

    1. Nada!!
      Isso tudo é combinado, jogo de cena.
      Esses dois se merecem.

  2. Meirison, espero que eu esteja entendendo errado, que vc não está comparando Lula à Jesus. Faça essa comparação não amigo.

  3. Esse ser torna a usar o Santo Nome de Deus em vão. Tire Jesus dessas patifarias. Que Ele fizesse como fez com os vendilhões no Templo. Aqui são os vendilhões do povo brasileiro que precisam de uma correção.

    1. E quando Bozo usa o nome de Deus para defender uma Pátria Armada, o que vc diz?

  4. Será que o ex presidiario vai receber algum processo por ofensa as vitimas da Covid que estao com problemas de esquecimento. Que ele zombou, zombou das vítimas. A mente e a boca do ex presidiario é um esgoto a céu aberto.
    Chamou as mulheres de GD. Lembram? Nem foi processado…parece q receberam elogios.

    1. A nossa guvernadora foi chamada por esse bandido LULADRAO de Grelo Duro semelhante a um tubo de desodorante, tem como uma mulher de bom senso votar num canalha desses. Só sendo pior que ele.

    2. Jesus também foi presidiário, preso e condenado a morte pir um Estado Tirano e despótico por defender os pobres, pecadores e prostitutas. O que vc acha disso?

    3. Comparar Jesus a um canalha bandido da pior espécie como luladrao, só sendo semelhança ou pior que ele, Meirison.

  5. O senhor Ciro é um homem emocionalmente desequilibrado e tanto quanto politicamente,ele já pertenceu as varias correntes ideológicas da direita e da esquerda e agora está tentando inventar uma autoimagem de líder unificador de centro querendo se descolar da esquerda e ser um candidato pelo que as pessoas e a imprensa nominam de terceira via ou terceiro candidato para derrotar o atual sistema polarizado em dois candidatos e grupos políticos.

    1. Até agora não houve nem uma mulher sequer no Brasil que tivesse a coragem de se lançar candidata para o cargo de presidente da república brasileira, uma mulher possui a capacidade de formular, articular, pronunciar duas vezes e meia mais palavras faladas do que um homem por día, segundo uma pesquisa científica, ou seja, pode também mentir duas vezes e meia a mais do que um homem por dia, eu apoiaría uma fêmea candidata ao cargo de presidente da república, até o momento só tem macho candidato a presidente do Brasil.

  6. Nessa disputa entre vagabundos, eu torço pela briga. Nem sei qual é o pior. Escolha dificílima!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Datena anuncia saída da Band para concorrer à presidência

Foto: Datena / Instagram / Reprodução

O jornalista José Luiz Datena anunciou que irá deixar a Band para concorrer nas eleições ao cargo de presidente da República. O anúncio foi feito pelo jornalista na tarde desta quarta-feira (13/10) durante o Brasil urgente, programa que ele comanda na emissora.

De maneira geral, ele declarou que pretende ser um ‘bom brasileiro’ e que irá entrar para política com esse objetivo. Em julho deste ano, Datena se filiou ao ex-partido de Jair Bolsonaro, o PSL. Ao falar sobre a saída, ele citou o filósofo grego Platão e explicou a demora para se envolver com a política tradicional.

“Platão, que foi um sábio, dizia: se você não entrar na política e não for um bom cidadão, com boa intenção – e meu único interesse em entrar na política é público, de ser um bom brasileiro – enquanto você não entrar na política, o mau político continuará lá e ele vai ocupar o lugar do bom político”, declarou.

Datena reforçou que a história na política não é recente, mas que tinha uma certa insegurança: “Um dia, um político importante disse que político não tem senso ridículo. O outro me disse que político não pode ter ética. Por essas frases e outras eu não entrei para a política até agora”.

Correio Braziliense

Opinião dos leitores

  1. A disputa pela terceira posição ficará entre os senhores Eduardo Leite e Ciro Gomes,a disputa pela cadeira de presidente ficará polarizada entre os duas serpentes criadas Lula e Bolsonaro com linguas mentirosas,infelizmente na política se não mentir não se ganhar para cargo nenhum,na política em um sobe e desce nos EUA talvez na proxima eleição para presidente o Donald Trump pode voltar com força total,o atual presidente Biden prometeu demais e não vai cumprir o que prometeu na teoría durante a campanha e está complicado por a suas promessas em pratica.

  2. Um bom nome, melhor que insistir em querer a volta da corrupção na Petrobras e o mensalão no congresso. Datena, opção muito melhor que o ex presidente Lula.

  3. Minha nossa senhora.
    O que danado tem na cabeça desse povo?
    Tá testando a popularidade nas redes sociais e nada mais.
    Um cara desse, falastrão corredor de ibope não tem 6% dos votos dos brasileiros.
    Sai fora papangu.
    Era só o que faltava.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Meu único interesse de entrar na política é ser bom brasileiro, diz Datena

Foto: Reprodução

O apresentador José Luiz Datena (PSL), pré-candidato nas eleições de 2022, disse hoje que entrará na política com o único interesse de ser “um bom brasileiro”. A declaração foi dada no programa Brasil Urgente.

“Platão, que foi um sábio, dizia: se você não entrar na política e não for um bom cidadão, com boa intenção — e meu único interesse em entrar na política é público, de ser um bom brasileiro — enquanto você não entrar na política, o mau político continuará lá e ele vai ocupar o lugar do bom político”, afirmou Datena.

Ele afirmou que não se candidatou em outras eleições por comentários negativos. “Um dia, um político importante disse que político não tem senso ridículo. O outro me disse que político não pode ter ética. Por essas frases e outras eu não entrei para a política até agora”.

Datena se filiou recentemente ao PSL e foi alçado a pré-candidato nas eleições de 2022. Porém, a fusão entre PSL e DEM pode mudar a situação do apresentador dentro do cenário eleitoral.

Em entrevista ao UOL na última semana, Datena disse que “acharia muito legal ser vice” de Ciro Gomes, mas que a possibilidade é difícil porque o PDT provavelmente tentará alguma coligação. Em 4 de outubro, Datena se encontrou com Ciro para discutir possíveis alianças em 2022.

Segundo o apresentador, o presidente do PDT, Carlos Lupi, indicou a possibilidade de ele disputar o governo de São Paulo pelo PDT. Datena, porém, indica preferir o Senado. A expectativa é de que ele tome uma decisão até o fim de novembro.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Vai entrar para nanar nas tetas do contribuinte e meter a mão no dinheiro do contribuinte, como fazem todos os outros.

  2. Entrar para a politica para ser bom brasileiro?
    Ele tinha que primeiramente ser um bom brasileiro para entrar para política.
    Esse foge da raia todas as vezes. So tem conversa fiada.

  3. Datena faz parte da A incrível comunidade que se esperneava diante um triplex e se silencia com mansões compradas com dinheiro vivo.

    1. Outro pilantra que quer entra na política pra se dar bem, igual ao outro pilantra Kajuru .

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ciro Gomes volta a criticar Lula: “Nunca pediu perdão pelos erros”

Foto: Miguel Schincariol / AFP

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes voltou a criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em seus perfis nas redes sociais. De acordo com o ex-ministro, o petista está fazendo alianças com os responsáveis pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Lembre que o Brasil mudou muito e Lula não renovou as ideias. Será que ele se corrigiu e não vai repetir aqueles erros terríveis que você só descobriu depois? O pior é que você nunca viu ele pedir perdão pelos erros e está vendo ele se juntar de novo às mesmas pessoas”, diz Ciro em vídeo.

Na última 4ª feira (6.out.2021), Lula participou de um jantar com líderes do MDB na casa do ex-presidente do Senado Eunício Oliveira, em Brasília. Em agosto, Lula também realizou uma viagem pelos Estados do Nordeste em busca de alianças políticas para 2022.

Ciro e Datena

Ciro também jantou com Datena no início de outubro para discutir uma possível aliança para 2022. Presente ao encontro, o presidente do PDT, Carlos Lupi, reforçou o convite para Datena se filiar ao partido e integrar a chapa do cearense em 2022.

Ao Poder360, Lupi disse que o apresentador estaria “muito desconfortável” com a fusão DEM-PSL para criar uma nova legenda, a União Brasil. A expectativa é que Datena responderá até novembro sobre uma possível chapa com Ciro.

Poder360

Opinião dos leitores

  1. Coroné….kkkk…Deixa eu contar uma coisa, ele nunca pediu e nem irá pedir, e caso pedisse desculpas, ninguém acreditaria…kkkkkkkkk…..Ou Coronéééé….kkkkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lula reforça conversas com população e diz que o PT ‘tem obrigação com o País’

Foto: Reuters

Seguindo com a agenda em Brasília, com fim da viagem programado para esta sexta-feira (8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou a importância da mobilização e do contato com a população para discutir o cenário do País para a eleição de 2022. Em sua avaliação, “o PT tem a obrigação de não deixar esse país ficar assim”.

“Todo fim de semana, vamos conversar. Pega sua camisa do PT, se não tiver vai com a do Corinthians mesmo”, declarou Lula nas redes sociais. O petista cumpre agenda em Brasília em prol de uma mobilização para o pleito. Além da visita a sindicatos, Lula se reuniu com lideranças políticas pela aliança com partidos, como MDB e PSB, e bancadas federais do Avante e do Solidariedade, para a construção do apoio a uma agenda para 2022.

“Vamos para rua conversar com as pessoas. É importante que a gente tire a cabeça pra fora”, reforçou.

Nos encontros na capital brasileira, o ex-presidente defendeu a necessidade de se formar uma frente ampla com partidos de esquerda e de centro, encabeçada por ele, para enfrentar o presidente Jair Bolsonaro no próximo ano. O acordo, no entanto, tem encontrado resistência em algumas legendas.

IstoÉ

Opinião dos leitores

  1. Reorganizar a quadrilha pra roubar e mandar dinheiro pra os ditadores da esquerda, sem serem importunados, e jogar mais brasileiros na vala dos miseráveis.

  2. “O pt tem obrigação de não deixar o país ficar assim…” assim como, cara pálida? Indo contra suas ideias nefastas, de roubar o país mais uma vez?

  3. A obrigação do PT é trazer de volta a quadrilha que saqueou os cofres públicos e as empresas mistas brasileiras, criando o maior esquema criminoso do mundo.

  4. ESSE 171 PODIA PEGAR A TURMA DELE E IA SE FAZER NA VENEZUELA. OU QUEM SABE TOMAR O PODER LÁ DE CUBA. COMUNISTA SAFADO.

    1. A população apoidora do molusco a que ele se refere são os presidiários. Farinha do mesmo saco.
      #LulaLadrão

  5. Não esqueça. Conversas com Renan,Eunicio de Oliveira etc. Quem não te conhece que te compre. O Maior mala que já existiu na terra.

  6. A Fii de uma madrinha… conversado com quem? Com meia dúzia de jumentos. Não tem coragem de andar numa calçada, pra não destruir a narrativa de que tem apoio. É um salafrário. O PT tem uma dívida com o Brasil, que nunca pagará, pq vcs saquearam

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Tribunal está empenhado em oferecer eleições limpas para a população”, afirma Luís Roberto Barroso

Foto: © Fernando Frazão / Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizou hoje (4) um evento público de abertura do código-fonte do sistema de votação das urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições de 2022. Realizado periodicamente seis meses antes das eleições, a abertura foi antecipada para um ano antes do pleito para reafirmar a transparência da votação eletrônica. O primeiro turno será realizado em 2 de outubro do ano que vem.

No evento público, representantes dos partidos políticos, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Polícia Federal (PF), das Forças Armadas e acadêmicos podem enviar representantes para fiscalizar o código-fonte dos softwares, as linhas de programação que comandam o sistema de votação.

Durante a cerimônia, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse que o tribunal está empenhado em oferecer eleições limpas para a população e reafirmou que o sistema de votação é seguro e elegeu todos os atuais parlamentares.

“Abrir o código-fonte significa colocá-lo à disposição de todos os partidos para examinarem, fiscalizarem e participarem de cada passo do desenvolvimento desse programa”, afirmou.

A abertura do código-fonte é considerada a primeira etapa de auditoria da urna, que é realizada até o dia da eleição.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Se essa intenção fosse verdadeira, por que alguns ministros do STF (e principalmente esse Barroso) se empenharam tanto em impedir o voto impresso auditável, inclusive chantageando parlamentares e fazendo-os mudar de opinião? Esse papo furado não bate com as atitudes.

  2. É cada comentário aqui que causa arrepios! Parem de ir na onda dos outros e comecem ( ainda é tempo) de ter a sua própria opinião! Deêm orgulho aos seus filhos!

  3. Sem voto impresso auditavel e contagem pública dos votos não haverá transparência nas eleições

  4. Sem o voto impresso auditavel e contagem pública dos votos não haverá transparência nas eleições

  5. Transparência passa por voto impresso auditavel e contagem pública de votos nas seções eleitorais após concluído o pleito, fora disso é fraude.

    1. Tem que imprimir o recibo dos 89 mil que o Queiroz botou na poupança da micheque.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Haddad afirma que melhor cenário para as eleições seria Bolsonaro fora do segundo turno

Foto: Adriano MachadoAdriano Machado | Reuters

Miriam Leitão, pela GloboNews, entrevistou o ex-ministro da Educação, Fernando Haddad. Sobre o encontro dos governadores, Haddad diz que é um movimento importante para que a sociedade coloque um limite nas ameaças antidemocráticas do presidente Bolsonaro.

Disse que, estatisticamente, nesse momento, as pesquisas mostram que não há lugar para uma terceira via nas eleições de 2022. Mas, com ironia, falou que o presidente Bolsonaro está fazendo tudo para não estar no segundo turno. E, para ele, este seria o melhor cenário. Sem Bolsonaro, a centro-direita e a esquerda podem discutir projetos para o Brasil com visões diferentes, mas com um debate democrático, crê ele.

Sobre educação, considera que não há possibilidade de resolver o problema com o atual ministro, Milton Ribeiro. Mas acredita que, como houve muito investimento no setor nos anos anteriores, é questão de reorganizar e ter uma boa liderança. O programa vai ao ar às 23h30 na GloboNews.

Blog Miriam Leitão – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Ele já assumiu a derrota. Pra ele o melhor cenário seria sem Bolsonaro candidato. Bolsonaro candidato, não tem pra ninguém.

  2. Qual o medo? Os institutos de pesquisas todo dia mostram pesquisa que o Presidente perde, estão com medo do quê? O TSE já proibiu a possibilidade de voto auditável via papel, situação adotada em todo mundo que tem voto através das urnas. Vendem aos tolos brasileiro que as urnas s]ao invioláveis, qual o medo.
    Como já profetizou um certo ministro: eleição não se ganha, se toma! Mesmo assim estão com medo? Estranho!
    Por falar nisso, alguém viu ou soube dessa visita que o líder das pesquisas faz ao nordeste, onde ele foi ao encontro do povo? Qual a receptividade que o ovo deu a ele?

  3. Cadê os 12 Processos q este corrupto responde, qdo serão julgados?
    Eu só perguntei.

  4. Enquanto o presidente Bolsonaro atrai multidões e aplausos por onde passa, o bandido de 9 dedos anda escondido até mesmo no Nordeste, que já foi seu curral eleitoral. Chegará a Natal hoje, às 17h 30min, em JATINHO PARTICULAR, de forma muito discreta, sem povo. É esse que lidera as pesquisas fraudulentas?

  5. melhor cenário seria o PT pagar por todos os crimes inclusive o eleitoral ja que o próprio TSE comprovou os impulsionamentos ilegais do PT!

  6. A quem interessa a opinião desse sujeito? E o que estão pretendendo fazer para barrar Bolsonaro? Vão contratar outro Adélio Bispo? E cadê o povo com o bandido de 9 dedos? Até no Nordeste, a coisa está muito diferente do que já foi um dia. Será que não vai cair a ficha da esquerdalha?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pacheco diz ser “perfeitamente possível” voto impresso auditável nas próximas eleições

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo/Arquivo

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) afirmou nesta segunda-feira, em live do site “Jota”, que não se opõe a uma mudança no sistema eleitoral que permita a implementação do voto impresso auditável nas próximas eleições.

Ele afirmou que aqueles que veem possível vulnerabilidade no atual sistema eletrônico precisam ter sua opinião respeitada e que, se for o caso, o voto impresso pode ser adotado, “até para dissiparmos qualquer tipo de dúvida em relação à higidez do processo eleitoral brasileiro”.

“Não enxergo e não acredito em vulnerabilidade do sistema eleitoral. Mas a sustentação sobre eventual vulnerabilidade precisa ser respeitada e precisa ser ouvida. O fato de eu não acreditar não significa que não exista. Obviamente temos que aferir isso, que apurar isso e permitir o debate”, opinou o presidente do Congresso.

“Eu tenho permitido plenamente esse debate sobre o voto impresso auditável. É uma discussão que faremos com o TSE, com o presidente da Câmara. Se houver viabilidade técnica e operacional para uma implantação dessa natureza, que dê maior confiabilidade ao sistema de escolha de candidatos, é perfeitamente possível nós admitirmos”.

Valor

Opinião dos leitores

  1. Quando vejo cada comentabsurdo dos jumentos/ignorantes petralhas tenho a certeza que o Brasil não terá jeito nem tão cedo.

  2. Retrógrado ou interesseiro! Voto em papel é mais fácil de fraudar do que o digital, né? Presidente Lula vem aí!!!!!

  3. Incrível como existe desinformação sobre o que é o voto impresso auditável. O eleitor não vai ter acesso ao voto impresso. Ele aparecerá atrás de um vidro / tela transparente para que o eleitor confirme se o seu voto corresponde aos candidatos que ele digitou na urna eletrônica. Após isso esse voto vai automaticamente para uma urna lacrada para futura recontagem caso existam dúvidas sobre os resultados. A urna eletrônica e a urna física para recepção dos votos estão acopladas num mesmo equipamento que inclusive já foi desenvolvido e testado pelo TSE no passado, não sendo nenhuma novidade. Repito, o eleitor não terá nenhum acesso ao voto impresso que não seja apenas a visualização do mesmo.

    1. Vai cuidar dos passeios com os turistas, pois disso tu não entende nada, abestado. Voto auditável sim. Bandidos não podem voltar ao poder fazendo fraudes.

  4. Vai facilitar ainda mais o comércio e a manipulação dos votos . Os milicianos, os traficantes e os coronés agradecem mais esse terrível retrocesso.

  5. Tá certo, nunca ocorreram fraude no voto impresso, ninguém nesse país nunca nem ouviu falar de fraudes em eleições. Rsrsrs

  6. Indubitavelmente as Urnas possuem vulnerabilidade física e técnica às fraudes, como ampla e conhecidamente divulgado.
    Não há outra solução além da impressão do voto, quer os Boca de Veludo queiram ou não queiram.
    Que mal há em se imprimir o voto?
    Por que essa perseguição peremPTória à impressão?
    Cheira à corrupção e ativismo Ideológico. Nada mais.

    1. Theodorico fazia isso, se vc é do Japi, seus pais e familiares gostavam.

    1. Vamos lá entender a questão do voto impresso, o que acontece será o seguinte o candidato vai lhe oferecer dinheiro para comprar o seu voto e vai pedir o cupom fiscal para garantir que você votou nele, apenas isso.

    2. Vc deseja muito que ele bote pra torar em vc não é? Teu pseudônimo te entrega…

    3. será que você sabe que isso significa aumento de gastos do contribuinte? com instalação de impressoras em cada UE, aquisição de papeis, contrato com profissionais para as quebras que irão ocorrer. não é necessário imprimir! basta instalar um softwere para visualização em telas.
      que esses bilhões sejam gastos na saúde ou no combate à corrupção.

    4. Bolsonaro não quer voto impresso, ele quer apenas tumultuar e depois alegar que foi derrotado de forma fraudulenta igual o Trump… voto impresso 2022, para que ninguém mais fale m… ou que tenhamos fraudes…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *