Política

Oposição ao prefeito Álvaro Dias pede abertura de CPI para apurar contrato de compra de respiradores em Natal

Bancada de oposição ao prefeito Álvaro Dias(MDB) na Câmara Municipal de Natal acabar de pedir abertura de CPI para apurar contrato de compra de respiradores pelo Município na pandemia.

O pedido ocorre nesta quinta-feira(01), dia em que a Polícia Federal realizou em conjunto com a Controladoria Geral da União e o MPF/RN, destinada a apurar a possível prática dos crimes de dispensa indevida de licitação e peculato na aquisição de respiradores usados pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal/RN.

Veja nota na íntegra da bancada:

“A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União e o Ministério Público Federal, deflagrou nesta quinta-feira (01/07/2020) a Operação Rebotalho (sucata, equipamento velho, sem valor), de busca e apreensão, para investigar e colher informações sobre a possível compra de respiradores pulmonares recondicionados, velhos, para o Hospital de Campanha de Natal, efetuada pela Prefeitura Municipal do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde.

A operação investiga a compra e o superfaturamento de respiradores pulmonares de qualidade duvidosa, com dispensa de licitação. Segundo foi divulgado, há equipamentos adquiridos que possuem mais de 15 anos de uso, e que, segundo o fabricante, possuem origem clandestina, uma vez que têm números de série desconhecidos, que não correspondem aos produzidos pela empresa. Segundo a PF, os prejuízos podem chegar a 1,4 milhão de reais.

A Bancada de Oposição na Câmara Municipal de Natal está atenta, acompanhando toda a situação, e vai requerer à Direção da Casa, através dos instrumentos legais, o acompanhamento da situação e a abertura imediata de um processo investigatório, através de uma Comissão Especial de Inquérito – CEI, para apurar não somente o caso anunciado hoje dos respiradores, como demais processos em que constam a ausência de transparência por parte da Secretaria de Saúde de Natal, outrora já alertados por esta bancada, desde à compra de testes rápidos por dispensa de licitação, passando pela prescrição ilegal de medicamentos, fura-fila de vacinação e até o sumiço do quantitativo de doses de vacina. A transparência é o princípio base de qualquer gestão e o Legislativo Municipal não pode se calar frente a suspeitas tão graves. Tem a obrigação moral e o dever institucional de investigar e acompanhar uma denúncia tão séria de prejuízo aos cofres públicos e à população natalense. Sem fazer julgamentos premeditados, o assunto requer uma investigação independente e séria por parte da Câmara Municipal, que ponha luz sobre os fatos, para que não reste ao final dúvidas a respeito desta grave denúncia, garantindo a transparência necessária quanto às ações de enfrentamento a pandemia em Natal.

Se comprovados quaisquer delitos, é inadmissível que os recursos públicos sejam utilizados dessa maneira, ainda mais em uma pandemia que dizimou a vida de mais de meio milhão de brasileiros”.

Natal, 01/07/2020

Bancada de Oposição na Câmara Municipal de Natal

Vereadora Ana Paula (PL)

Vereadora Brisa Brachi (PT)

Vereadora Divaneide Basílio (PT)

Vereadora Júlia Arruda (PCdB)

Vereador Robério Paulino (PSOL)

Opinião dos leitores

  1. O melhor disso tudo é que o PT quer CPI na Câmara Municipal de Natal e no Senado Federal. Agora na Assembleia Legislativa não quer! Pq são seletivos??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VACINAÇÃO COVID EM NATAL ‘ENGESSADA’: Álvaro Dias pede ao MP revisão para estabelecer avanço da imunização por faixa etária decrescente, que está estacionada em grupos prioritários

(Foto: Reprodução/Twitter)

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, pronunciou-se nesta terça-feira(08) sobre a vacinação contra covid na capital “engessada” nos grupos prioritários. “Quero esclarecer que estamos fazendo nossa parte com a vacinação. Infelizmente, além da escassez de vacinas que recebemos do governo estadual, há uma decisão judicial para Natal, que faz com que não seja possível atingir novos públicos na velocidade que a prefeitura gostaria”.

O chefe do executivo ainda disse que solicitou ao MP a revisão dessa decisão e também à Comissão de Intergestores Bipartite para estabelecer a pauta do avanço da vacinação, por faixa etária decrescente, conforme possibilita o Plano Nacional de Imunização, “uma vez que a procura nos pontos de vacinação está baixa”.

 

Opinião dos leitores

  1. O MP-RN e vez de ajudar, ta bagunçando tudo! MP sem noção! Quanto mais gente vacinar, melhor p/ cidade. Ficam perdendo com regras que deveriam ser flexibilizadas em uma situação em que se tem vacinas disponíveis sobrando e lugares vazios sem pessoas p/ receber vacina! Essas vacinas vao se estragar e a culpa vai ser do MP! Era so o que faltava! Logo o MP contribuir p/ o atraso de Natal e do RN

  2. cabe à prefeitura avancar na vacinacao da educacao. parnamirim esta vacinando ensino medio desde ontem,o piaui esta vacinando professores universitarios. natal está ainda nas creches e o pior: indo de uma em uma atras dos funcionarios…se o funcionario faltar, la vai a equipe outro dia de novo atras desse sujeito…enquanto isso 50 mil doses paradas.

    1. O problema é que o MP RN entrou com uma ação na justiça para atrasar a vacinação.
      Uma espécie de parceria com o vírus.

  3. Agora vamos vacinar quem tem coceiras por candidiase. Depois, quem tem ” perebas”, depois coceira no reto e por ai vai…ao terminar noa precisarao mais decrescer aos necessitados da ordem cronologica.

  4. MP do RN diz que o 5 milhões de reais que fatão deu descaminho no RN, a não construção de hospitais de campanhas com uti e os superfaturamento por dispensa de licitação foi o correto, agora proíbe reduzir a faixa etária de vacinação pra menos de 60 anos, inclusive essa medida é a única no nordeste. Bando de escrotos é o que são, com seus supersalários pagos em dia, enquanto a população morre de covid, proibida de trabalhar e perdendo os empregos.

  5. Parabéns ao MP pelo excelente trabalho, estão morrendo pessoas na faixa etária de 50 anos e o RN não avança. Todos estados do Ne já avançaram, só nós continuamos marcando passo.

  6. Isso é uma vergonha o MP invés de ajudar atrapalha, os policiais que tem contato com os presos, com suas famílias e com a população em geral é vacinado depois dos presos que só tem contato com eles mesmo e os policiais. Não existe isso, vamos vacinar a população em geral para diminuir a transmissão do vírus. Pelo amor de Deus o povo tá morrendo Dr.

  7. pois é, pediram TANTO pra vacinar os professores que agora o resto da população vai ter que esperar, acho é pouco

    1. E mesmo assim ainda dizem que não vão voltar a trabalhar!! Vergonha essa “classe “. E a “professora” desgovernadora apoia

    2. o problema nao é vacinar professor. é a lentidao em vacina-los. parnamirim está ha dias vacinando ensino medio. piaui esta vacinando professores universitarios. aqui ainda estamos no ensino infantil. tem que ou por mais equipes indo nas escolas ou por esse povo para ir nos postos de vacinacao.

  8. Sinceramente eu não sei pq o MPE interfere nessa vacinação, deveria fiscalizar sim, agora interferir tendo vacinas que acelere o processo e permita que a população se vacine em um momento crítico no estado do RN é algo que merece realmente ser levado a conhecimento do Ministério da Saúde.
    A vacina veja e a população que poderia tá sendo vacinada e melhorando inclusive os boletins epidemiológicos do estado, filas de espera nas UTI´S.
    Realmente a justiça do RN precisa rever essa situação.

    1. Esse MP SÓ FAZ MERDA O POVO MORRENDO E ELES FAZENDO ISSO COM A POPULAÇÃO QUE PRECISA SER VACINADA.TODA SEMANA CHEGA VACINAS QUERO SABER ONDE ESTÃO

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTO: Álvaro Dias recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19

Foto: Manoel Barbosa/Secom

Com a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Município alcançando a população com idade a partir de 61 anos, chegou a vez do prefeito de Natal, Álvaro Dias, ser imunizado. Ele recebeu na manhã desta terça-feira (27) a primeira dose do imunizante da Oxford/Astrazeneca/Fiocruz. O chefe do executivo municipal se vacinou no ponto exclusivo para pedestres localizado no Shopping Via Direta. Coube à técnica de enfermagem Jaridça Paola a missão de aplicar a vacina no prefeito.

Na ocasião, o prefeito falou sobre a importância do momento e a alegria em receber a vacina: “Estou feliz por ter chegado a minha vez. Essa imunização traz uma maior tranquilidade para mim e minha família. É um momento que também nos enche de esperança e, ao mesmo tempo, passa um filme na minha mente, lembrando de tudo o que enfrentamos e fizemos nesse período de pandemia. Vamos seguir com todos os cuidados, mantendo as medidas de distanciamento, uso de máscara, até que a maioria da população seja vacinada. A Prefeitura vai continuar atuando para que, na medida em que mais vacinas cheguem, a gente possa aplicar na população com a maior agilidade possível”, destacou.

Álvaro Dias também fez um apelo para a população que está dentro do público alvo da campanha e está rejeitando a vacina da Oxford/Astrazeneca/Fiocruz por algum tipo de receio ou por causa do intervalo maior entre as doses, que procure os pontos de vacinação o mais rápido possível: “Quero me dirigir ao natalense que tem a oportunidade de se vacinar, mas por alguma razão ainda não veio. É preciso quebrar essa resistência. Eu tomei a vacina da Oxford/Astrazeneca/Fiocruz, o secretário municipal de Saúde também tomou o mesmo imunizante, diversos colegas médicos também foram imunizados com essa vacina que é segura, eficaz e tem obtido grandes resultados. Temos muitas doses disponíveis e quero pedir que, caso você esteja inserido nos critérios para ser vacinado, não hesite”.

Opinião dos leitores

  1. Boa tarde ! Tomei a vacina Oxford na segunda-feira passada na Arena das Dunas . Excelente serviço . Agradeço a técnica Graca e sua equipe pelo acolhimento carinhoso e profissionalismo. Não havia filas . Fiquei muito feliz porque tive esta marcante e decisiva oportunidade na minha vida . Parabéns Prefeito Álvaro Dias pelo excelente trabalho .

  2. Gostei dessa atitude de Álvaro.Encoraja aos que por algum motivo tem insegurança de tomar as vacinas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Álvaro Dias sanciona lei que inclui escolas entre serviços essenciais durante a pandemia

Foto: Reprodução/DOM

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), sancionou nesta quarta-feira(07) uma lei aprovada pela Câmara de Natal que reconhece como serviço essencial os serviços educacionais em escolas públicas e privadas do município, durante a pandemia da Covid-19. Íntegra pode ser conferida AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Se é serviço essencial as escolas não poderão fechar mais .nem nos sábados nem domingos e feriados.

  2. Parabéns aos vereadores que pela maioria atendeu ao apelo da população em mostar a importância da escola na vida dos natalenses.

  3. Parabéns ao prefeito. Enquanto isso, a governadora segue fechando TUDO. Empresas quebrando, empregos sumindo e arrecadação de impostos caindo. O RN descendo ao fundo do poço nas mãos desse governo caótico do PT.

  4. Álvaro Dias será nosso próximo governador com certeza!

    O RN grita por socorro, aguentar Rosalba, Robson Faria e agora Fátima e para acabar com qualquer estado, são muitos anos perdidos com má gestão.

    Varias empresar e industrias saíram ou fecharam nesse período e quem sofre e o povo com o desemprego.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Álvaro Dias sanciona Lei que permite a Natal comprar vacinas

Foto: Alex Régis

O prefeito Álvaro Dias sancionou a Lei nº 7.135 que ratifica a participação de Natal no consórcio de municípios brasileiros para a compra de vacinas contra a COVID-19, além de equipamentos e insumos para combate à pandemia. O Diário Oficial do Município, nesta sexta-feira (19) dá publicidade ao ato.

A sanção do prefeito oficializa o Protocolo de Intenções elaborado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com participação de capitais e demais municípios brasileiros interessados na compra conjunta dos imunizantes.

A Lei então se converte automaticamente em contrato de consórcio público, com personalidade jurídica de direito público, com natureza autárquica. A legislação ainda autoriza a abertura de dotação orçamentária própria com possibilidade de suplementação em caso de necessidade.

Segundo o prefeito Álvaro Dias, a Lei é fundamental para garantir a Natal um instrumento próprio, com segurança jurídica, para que o Município possa, junto com o Consórcio otimizar a compra de imunizantes, insumos e equipamentos de uma forma mais justa, ordenada e com melhores prazos. “A vacinação em massa da população brasileira e a proteção à economia dependem de ações como essa. Além disso, podemos fazer frente às demandas para frear um possível colapso generalizado na área da saúde, evitando mortes por desassistência”, explicou.

Os recursos para a compra dos itens, como consta no projeto, podem vir de fontes distintas, como recursos municipais, repasses de verbas federais, inclusive decorrente de emendas parlamentares ou doações advindas de fontes nacionais e internacionais.

O consórcio é composto por 1.703 municípios, que, juntos, somam 125 milhões de brasileiros, cerca de 60% total dos habitantes e 30,5% dos municípios do País. Ao todo, o país possui 5.570 cidades.

A criação do consórcio só foi possível após decisão proferida pelo STF (Superior Tribunal Federal) em 24 de fevereiro de 2021, que estendeu aos municípios a competência constitucional para compra e fornecimento dos imunizantes, nos casos de insuficiência de doses para imunização da população brasileira ou descumprimento do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Governo Federal.

A Frente Nacional de Prefeitos reúne as 412 cidades com mais de 80 mil habitantes, mas qualquer município brasileiro teve a chance de aderir ao consórcio, sem custo para as prefeituras.

Capitais que também aderiram ao consórcio:

1. Rio Branco (AC)

2. Manaus (AM)

3. Salvador (BA)

4. Fortaleza (CE)

5. São Luís (MA)

6. Belo Horizonte (MG)

7. Campo Grande (MS)

8. Cuiabá (MT)

9. João Pessoa (PB)

10. Recife (PE)

11. Teresina (PI)

12. Curitiba (PR)

13. Rio de Janeiro (RJ)

14. Porto Velho (RO)

15. Boa Vista (RR)

16. Porto Alegre (RS)

17. Florianópolis (SC)

18. Aracajú (SE)

19. São Paulo (SP)

20. Palmas (TO)

21. Maceió (AL)

22. Goiânia (GO)

23. Belém (PA)

24. Macapá (AP)

Opinião dos leitores

  1. Antes de comprar vacinas deveria mostrar mais competência na vacinação de sua população que em comparação com outras capitais do nordeste e do resto do Brasil está atrasada!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PANDEMIA: Álvaro Dias diz que o “limite chegou” e que decreto conjunto com o Estado foi necessário para situação não ficar “incontrolável”

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Em entrevista coletiva no começo da tarde desta quinta-feira(18), o prefeito de Natal , Álvaro Dias(PSDB), defendeu a necessidade do decreto de isolamento rígido publicado em conjunto com o governo do estado, e disse que haverá fiscalização para cumprimento das medidas. Na ocasião, o chefe do executivo municipal afirmou que tentou ao máximo manter o comércio funcionando, mas considera que o sistema de saúde chegou à beira de um pré-colapso.

“Ninguém mais do que eu quis preservar o comércio funcionando, preservar os empregos, preservar as atividades econômicas, mas chega um momento que tudo tem limite. O limite chegou. É preciso preservar a vida das pessoas. O momento é grave, é difícil, a situação está complicada, nós estamos no pré-colapso e essas medidas são necessárias para controlar a situação, senão fica incontrolável”, disse.

Álvaro Dias ainda reconheceu que as medidas causam dificuldades financeiras. Ao mesmo tempo, considerou que, as perdas econômicas podem ser revertidas, enquanto as vidas perdidas não podem ser recuperadas. De acordo com o prefeito, se nenhuma medida fosse tomada, o sistema de saúde chegaria a um colapso, não podendo mais atender pessoas com Covid-19 ou outras doenças.

“É preciso que as pessoas tenham consciência da gravidade do momento que estamos passando. O vírus sofreu mutações, é mais resistente, é agressivo, ele provoca uma doença de uma gravidade maior do que vinha acontecendo. Eu sei que nós vamos criar e provocar dificuldades fechando o comércio e algumas atividades não essenciais. Mas é importante que todos tenham consciência que as dores maiores, os sofrimentos maiores, seriam acarretados com as mortes que adviriam dessa irresponsabilidade se nós não tomássemos essa medida. Eu sei que não é fácil. Mas a dificuldade financeira se recupera depois. Vidas, nunca mais”, declarou.

O decreto tem validade do próximo sábado (20) até o dia 2 de abril.

Opinião dos leitores

  1. O prefeito cagou nas meias.
    Quando foi que estava controlado??
    Em que dia, em que hora em qual mês??
    Só pode tá de brincadeira.
    Bc vai vê, o que é descontrole, é daqui pra frente.
    Morte por fome e depressão.
    Ou vão esconder??

  2. Pelo meu modesto entendimento, essa ideia que estão pregando por aí, dando conta de que é um "Decreto Compartilhado" entre duas autoridades com autonomias jurídicas diferentes, e bem definidas pela Constituição Federal não se sustenta juridicamente. Governador que assina decreto de prefeito e prefeito que assina decreto de governador comete usurpação de competência, portanto, se assim o referido decreto se presta a ser, é forçoso reconhecer que ele é nulo de pleno direito, pois fere o Princípio da Hierarquia da Leis. Tendo em vista que a assinatura de um prefeito de Município consta no decreto, é certo que a mesma não possui qualquer força legal em um documento editado por uma governadora de Estado que, como bem consta no preâmbulo do referido decreto, está fazendo o "USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS" estabelecidas no Art. 64, V e VII da Constituição Federal. Não se pode confundir a edição de um decreto discutido em ato conjunto com várias esferas do Poder Público , bem como com participação de setores da sociedade que estão visando um esforço conjunto para o bem comum, como sendo um "Decreto Conjunto", pois o que se vê é um Decreto da governadora, assinado em papel timbrado oficial, com o Selo Público do Brasão do Estado, mas que apenas consta em modo figurativo a assinatura do prefeito de Natal em seu bojo, cuja finalidade jurídica não possui efeito legal de validade alguma. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte decidiu pela prevalência da autonomia do Estado sobre o Município, no entanto, como já dito, não se pode confundir a ideia de se promover um esforço conjunto, acatando o que foi definido em ofícios e pareceres técnicos de órgãos científicos, com a necessidade de produção de um decreto conjunto, pois, para bem da Lei e da Ordem, a governadora, no uso de suas atribuições legais não pode delegar ao prefeito a possibilidade de assinar um decreto governamental de sua autoria, pelo fato de que para isso existem impedimentos legais. Creio que o correto seria a reedição de um novo decreto, ainda que tenha o mesmo conteúdo, mas com todas as prerrogativas legais para a sua edição atribuídas ao prefeito Álvaro Dias, pois ele é o Chefe do Executivo do Município de Natal, democraticamente eleito para exercer de maneira plena e sem objeções, todas as prerrogativas do cargo que a Lei lhe confere, sem que isso caracterize uma intervenção indevida do Estado sobre a autonomia do Município, pois o que vale é a força do decreto que pretende tutelar o interesse público e ajudar no combate à epidemia e não, em render possíveis "frutos políticos" em favor de quem o está editando ou dele pretende buscar os méritos de sua autoria, o que não se aplica ao referido decreto. O que é de se estranhar é a ausência de fiscalização de ambas as Casas Legislativas do Estado e do Município de Natal sobre a validade jurídica do referido decreto que deveria passar pela análise do Poder Legislativo de ambos os entes federativos, pois a finalidade do Poder Legislativo é fiscalizar os atos do Poder Executivo. Parabenizo aqui todas as ações legítimas de combate à epidemia amplamente empregadas pelas autoridades e agentes públicos, mas, em razão do bom trabalho que vem sendo desenvolvido em sua gestão, visando o combate à epidemia, o Excelentíssimo prefeito Álvaro Dias poderia estar sendo poupado desse constrangimento.

  3. O prefeito passou vergonha. Foi com a governadora pq ela estava correta. Isolamento ainda é o que podemos fazer neste momento drástico.

  4. Incontrolável poderá ficar quando a fome atingir insuportavelmente milhares de cidadãos que, em revolta, poderão partir para atitudes violentas…..

  5. Pra tomar essa decisão é pq a coisa não tá boa, saiu do controle, graças a pessoas sem consciência que saíram por aí aglomerando pra curtir réveillon, carnaval e puxar saco de político nas eleições. Infelizmente muitos perderão com essas restrições, mas economia tem recuperação, vida não, só se tem uma. Sábia decisão do prefeito.

  6. Alguém acha que a pandemia não está séria e matando muita gente?
    Pra achar isso tem que ser muito débil mental, mas for bolsominion já explica tudo.

  7. Estranho estão escondendo algo da população, para esta mudança repentina de posicionamento.
    Nesta pandemia o que mais faltou foi a verdade dos fatos,! E a população fica no mato sem cachorro.

  8. Parabenizo o prefeito.Muito firme nas colocações.Concordo quando ele disse que fez até onde pode.( E fez mesmo.).Um homem público honesto.

  9. Esse é o verdadeiro Prefeito Sabão, mas liso que muçum ensaboado. Arrega , dessarrega, pense num trapalhão.

  10. O homem um dia desse brigando com o governo para colocar o toque de recolher para 22:00 horas e agora quer fechar tudo. Quem entende isso?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPRN investiga prefeito Álvaro Dias por distribuição de Ivermectina no tratamento contra covid-19

Em resposta a consulta da deputada Natália Bonavides(PT-RN), o Ministério Público confirmou a parlamentar que investiga o prefeito de Natal, Álvaro Dias(MDB), por incentivar o uso de medicação “sem comprovação científica”, como a ivermectina, e por distribuição do medicamento no tratamento à Covid-19.

No despacho, o MP destacou que já existe uma investigação em curso contra o prefeito: “com relação ao uso profilático da ivermectina, já há, no âmbito desta CJUD, Notícia de Fato em andamento, a fim de apurar a possível prática dos crimes previstos nos artigos 268 e 280 do Código Penal, pelo Prefeito de Natal/RN, Álvaro Costa Dias, em decorrência da propagação do uso da Ivermectina como meio substitutivo ao uso da vacina para imunização coletiva”.

O MP ainda destacou no despacho que a representação apresentada pela parlamentar foi anexada a investigação existente por destacar que “tal prática pode configurar também possível ato de improbidade administrativa praticado pelo prefeito”.

Representação protocolada por Bonavides

A deputada federal Natália Bonavides entrou com representação no MP/RN contra o último decreto (nº 12.179/2021) publicado pela Prefeitura de Natal, na sexta-feira (06), e contra o prefeito de Natal, Álvaro Dias. O decreto recomenda a realização de tratamento preventivo contra a Covid-19 sem que haja fundamentação científica para tal, destaca a assessoria da parlamentar.

Opinião dos leitores

  1. Se for usar só remédio com comprovação científica, o paciente fica em casa esperando a morte chegar.
    Em vários países se usa.
    Por que essa perseguição no Brasil a quem quer ajudar?

  2. BG.
    Fariam mais proveito se fossem atrás dos R$ 5.000.000,00 roubados do erário público, arrancado dos impostos extorcivos que pagamos e são roubados e fica por isso mesmo. Um absurdo.

  3. Esse papo de ivermectina já deu.Vamos nos proteger do jeito que sabemos e aguardar a vez da vacina .Quem quiser tomar e se achar protegido tome o remédio de sarna e piolho.Quem não quer não toma . É simples assim.Mas acho que não serve senao natal não seria epicentro do vírus maldito.

    1. Epicentro?
      Tem certeza?
      Quem pegou tomou ivermectina ?
      Não estou dizendo que funciona .
      Só sei que ano passado, em junho, quando o prefeito começou a distribuir e ELE reabriu tudo (inclusive academia que a turma da esquerda lotou), os números despencaram.
      Quem falou em substituir a vacina ?
      Ainda não tem vacina para todo mundo…

    1. Depurada , se não puder ajudar não trabalhe.
      Deputada , PORTUGAL, JAPÃO E O CHILE , estão fazendo pesquisa sobre IVERMECTINA .

  4. As vezes constatamos o baixo nível de nossos políticos sem fazer força.
    Essa deputada não se preocupa, nem preocupou com os R$ 5 milhões que foram dados ao consórcio nordeste e virou pó.
    Essa deputada não tem a menor preocupação com os R$ 1,5 milhões que foram desperdiçados na compra de respiradores com defeito.
    Ela não deveria está preocupada e cobrando a abertura de leitos para tratar os doentes com covid? E para aparecer vai questionar o uso do remédio de piolho? A culpa é do povo que não sabe votar.

  5. Só sabe ser 'du contra" apresentar projetos que beneficiem a população que é bom nada. Deveria ter aproveitado e protocolado uma representação a respeito do paradeiro dos CINCO MILHÕES…

  6. Parece ser um ótima oportunidade para o Prefeito mostrar:
    Já existem mais de 45 estudos apresentados em revistas médicas comprovando a eficiência da ivermectina quanto a diminuição da ação do covid.
    A India, Peru e México que adotaram e distribuíram a ivermectina desde o início da pandemia, apresentam os números de mortes são os mais baixos do mundo. Enquanto na África que usam a medicação para combater outros vírus, teve a população pouco atingida pelo covid.
    Em recente e extenso estudo publicado no site ivermeta.com ficou provado que:
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento precoce em 82% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento tardio em 51% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada como profilaxia em 89% dos casos;
    Já tiveram trabalhos sobre a ivermectina publicados na França, Jamaica, Coreia do Sul, Tóquio, Israel, Eslováquia e muitos médicos dos EUA confirmando a atuação da ivermectina contra o covid.
    Mas nessas terras de Cabral a palavra de alguns políticos tem que valer mais que a ciência, que são contra a medicação sem qualquer conhecimento, mas proíbem baseado em ideologia e querem impor o não uso a força.
    Se tudo que já existe cientificamente publicado, não resolve, então que esses políticos que são contra, relatem QUAL O MAL QUE A IVERMECTINA FAZ?

    1. Os EUA, a união europeia e a grande maioria dos países no mundo recusam esse tratamento milagroso. Deve serem, seus governantes, todos criminosos genocidas que deixam acontecer mortes em seus países, mesmo com tratamento. 90% dos pacientes que foram para UTI s fizeram uso dessa medicação, Natal está no pior momento da pandemia e a prefeitura vem liberando esse tratamento já faz tempo. A literatura que vale e que importa para a ciência não comprovou a sua eficácia. Deixem de negar a ciência. Um dia todos esses irão ser responsabilizados por indicarem tratamento sem comprovação científica.

  7. Esse tal MP sempre na contra-mao pq não vão investigar a falta de leitos o povo morrendo e eles vão investigar uma coisa que dá dando certo o remédio…. isso é BRASIL minha gente salve quem tive mais dinheiro.

  8. Já há inúmeros estudos e incontáveis médicos que atestam a eficácia dessa droga na diminuição da multiplicação do vírus. No RN mesmo, há muitos bons médicos que recomendam e prescrevem. Há países que já adotaram oficialmente. E muita gente está usando preventivamente. Remédio antigo, seguro e barato (não tem mais patente). Por que o MP não vai atrás de algo produtivo prá fazer? Contribuam positivamente ao invés de tentar sempre atrapalhar. Isso já está ficando insuportável.

  9. Gostaria de uma pesquisa no MP de quantos estao tomando ivermectina, quantos familiares usaram a medicacao.. Será que fariam isso? A dep usou qual ciencia pra justificar sua posicao? Será que aquela do ano passado ou deste ano? a ciencia vem mudando e cada dia medicacoes off label tem demonstrado alguma eficiencia. Será que a deputada vai proibir o uso de off label nas UTIs tambem??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ex-vereador Dickson Junior é nomeado assessor especial no gabinete do prefeito Álvaro Dias

Foto: Reprodução/Instagram

O ex-vereador Dickson Junior confirmou, através das redes sociais nesta quinta-feira(11), que passa a integrar a equipe de gabinete do prefeito de Natal, Álvaro Dias.

“Continuo fazendo o que tanto gosto: contribuindo com @Natalprefeitura pro desenvolvimento da nossa querida capital!”. disse Dickson Junior, agradecendo pelas mensagens de apoio, e reforçando que segue aberto a sugestões em prol do município.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Álvaro Dias diz que fechamento às 20h inviabilizaria o funcionamento de bares e restaurantes e causaria desemprego

A Tribuna do Norte destaca em reportagem nesta quarta-feira(10) a justificativa do prefeito de Natal, Álvaro Dias, a divergência entre o decreto municipal e o estadual com relação aos horários de funcionamento de estabelecimentos. De acordo com o gestor, a ampliação em uma hora no funcionamento de bares e restaurantes foi embasada pelo Comitê Científico Municipal e tem o objetivo de garantir os empregos.

Segundo Álvaro Dias, o fechamento às 20h inviabilizaria o funcionamento desses estabelecimentos e causaria desemprego.

Opinião dos leitores

  1. O prefeito está correto! O vírus não circula somente depois das 20 horas. Falar que outros estados fecham às 20 horas, o RN tem que ser igual. Passou um ano e o Governo Estadual não tem a capacidade de analisar a economia e a saúde. Quer fechar, então retribua e abra mão do ICMS no período que as empresas devem paralisar, para que os mesmos não venham demitir e fechar. Cadê que ela proponhe uma ajuda. Quer fechar às 20 horas, o governo abra mão do ICMS nesse período. Isso sim, seria pensar na saúde das pessoas e das empresas!

  2. A DESgovernadora teve 1 ano para preparar melhor a saúde, o que fez, o contrário, desmobilizou tido e não aumentou a capacidade de atendimento, e por fim está tentando derrubar a economia pensando em 2022

  3. Quem quiser descumprir o decreto deve assinar um documento se eximindo do tratamento médico ofertado pelo estado e ponto final.

  4. faça o seguinte… libere logo tudo de vez, novela mexicana ta isso daqui, já está na hora do poder publico intervir.
    um diz uma coisa e outro fala outra e as pessoas morrendo a mingua.

    1. Isso. O MP devia acionar a justiça para obrigar a governadora construir ao menos o hospital de campanha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: “Em hipótese alguma vou renunciar para ser candidato a governador”, diz Álvaro Dias, em entrevista ao Meio-Dia RN

Em entrevista ao Meio-Dia RN nesta quarta-feira(10), na 96 FM, com o BG, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, descartou a possibilidade de disputar as eleições em 2022.

Segundo o chefe do executivo municipal, “não tem a menor possibilidade de ser candidato a governador”. Veja vídeo abaixo:

 

Opinião dos leitores

  1. Claro que o que ele está fazendo é de um candidato, se Fátima fechar ele abri, se Fátima abri ele fecha. Será que ele pensa que somos imbecis é não percebemos que ele é candidato. Ora bolas, vá enganar outro.

  2. Nesse momento que estamos vivenciando, hoje no nosso RN. Nao existe ninguem mais preparado para gerenciar nosso estado a nao se Dr. Alvaro Dias.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Deputada Natália Bonavides entra com representação no MPRN contra Álvaro Dias e decreto da Prefeitura de Natal

Foto: Demis Russo

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) entrou com representação no Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) contra o último decreto (nº 12.179/2021) publicado pela Prefeitura de Natal, na sexta-feira (06), e contra o prefeito de Natal, Álvaro Dias. O decreto recomenda a realização de tratamento preventivo contra a Covid-19 sem que haja fundamentação científica para tal, além de retirar o direito à meia passagem estudantil e gratuidade para idosos no transporte público em Natal.

Para a deputada é inaceitável que Álvaro Dias continue com práticas negacionistas e anticiências. “Álvaro Dias há tempos tenta incentivar o uso de Ivermectina no combate à Covid-19, um remédio sem eficiência comprovada, isso não pode continuar. Além disso, o prefeito retirou o direito à gratuidade nos transportes públicos para idosos e estudantes nos horários de pico, alegando ser uma medida de combate à pandemia. O prefeito precisa urgentemente lidar com a pandemia de forma eficiente”, pontuou Bonavides.

Na ação é destacada a necessidade de responsabilização do prefeito da cidade por incentivar o uso de medicamentos sem comprovação científica e pede a responsabilização, na esfera penal, porque as condutas do chefe do executivo podem configurar charlatanismo (art. 283), como também improbidade, pela utilização da estrutura do Estado para prescrever medicamentos ineficazes.

Sobre a suspensão da gratuidade no transporte público para idosos e a meia passagem estudantil, a representação aponta uma provável violação da Constituição Estadual e da Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso), que asseguram a gratuidade nos transportes coletivos urbanos à pessoas idosas a partir dos 65 anos. Como também, desrespeita a Constituição Federal que prevê, em seu art. 230, o direito de pessoas maiores de 65 anos à gratuidade nos transportes públicos.

Opinião dos leitores

  1. Mais um mandato parlamentar PERDIDO para o RN. Essa esquerda caviar, ao invés de viver de futricas políticas, deveria ao menos TENTAR fazer algo pelo estado. Mas essa esquerdalha é toda igual, incompetentes, preguiçosos e só pensam em politicagem, no poder. Diga alguma coisa de positivo que tenha sido feito por essa inútil. O povo potiguar precisa aprender a votar. Ou esse estado ACABA.

  2. Essa deputada é a mesma que votou para salvar o mandato do deputado Wilson Santiago da Paraíba, denunciado por CORRUPÇÃO.
    Contra a CORRUPÇÃO essa deputada não se mostrou tão preocupada.
    Vários estudos e vários médicos conceituados defendem a medicação, o Prefeito está certíssimo em recomendar a Ivermectina.
    Essa deputada deveria estar cobrando era o HOSPITAL DE CAMPANHA do Estado, ela deveria estar preocupada era em recuperar os 5 MILHÕES que foram perdidos.

  3. Pelo menos apareceu uma sensatez no meio de tantos descalabros.Esse prefeito está muito mal assessorado.

    1. Nao sabe fazer outra coisa a nao ser abrir denuncia sem muita fundamentacao e perder depois dos holofotes. Coisa de petista mesmo. O prefeito me parece que tem um comite cientifico com 18 medicos e um farmaceutico, apoio de associacao medica e sindicato.. qual a composicao do comite estadual mesmo?? Cade o hospital de campanha do Estado??? So sabem fazer decretos pra matar de fome o povo e causar desemprego? Que partido dos trabalhadores é esse que causa desemprego em massa? sao genocidas e negacionistas.

  4. Ô partido para ter gente negacionista! A culpa é do povo que elegeu essas aberrações. O PT é para ser extinto da política brasileira. Eu, minha família e muitos amigos tomamos Ivermectina e estamos bem, graças a Deus, fazendo a profilaxia. Porque que essa Deputada não denuncia a não construção do hospital de campanha por Fátima Bezerra, embora tenha recebido verbas para isso? Deixa o Prefeito trabalhar e pare de mimimi. Sirva para alguma coisa boa, sua inútil. Deputado de um único mandato.

  5. A Ivermectina já tem aprovação em Portugal e na maioria dos países africanos vou dar dois exemplos, Nigéria 206 milhões de habitantes com 1.318 óbitos , Quênia 53 milhões de habitantes com1.686 mortos.
    Só nos países de primeiro mundo a "CIÊNCIA" nega a eficácia da Ivermectina.
    Tudo em prol dos lucros dos grandes laboratórios na fabricação dos imunizantes.
    Ou alguém tem alguma dúvida!!!

  6. MEU DEUS COMO AINDA O POVO DO RN CONSEGUIRAM ELEGER UMA DEPUTADA DESSA, SERÁ QUE TAMBÉM ENTROU COM A MESMA AÇÃO PELO SUMIÇO DOS CINCO MILHÕES DE REAIS?

  7. Essa deputada não tem um projeto q seja útil para nosso pobre estado, acho q e um desperdício de dinheiro com esse salário, e mais as verbas de gabinete

  8. Vai trabalhar sangue suga de cofre público! Só tá querendo aparecer! Se não fosse a ivermerctina, estaríamos em um caos ainda maior!

  9. só não aceita os PSICOPATAS. BOLSOTRALHAS
    OS DEMONIACOS SATÂNICOS.
    A deputada luta pelo Ídoso e Estudantes e os medíocres contra
    O povinho ruim essa raça de Bolsobostas

    1. não sou bolsonarista, mas tenho certeza que essa inútil não será mais eleita , só aparece pra falar e fazer besteira, nada de importante essa deputada faz .
      e só uma observação: votei em Fátima mas essa daí não sabe nem onde está, deputada fraca.

  10. Deputada Natália que tal você entrar com uma representação contra o Governo de Fátima sobre o “sumiço” dos CINCO MILHÕES DE REAIS??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Álvaro Dias culpa Governo do Estado pelo caos na Saúde do RN, e diz que é um absurdo prender cidadãos por toque de recolher

Em entrevistas ao Bom Dia RN e ao Jornal da 98 FM nesta terça-feira(09), o prefeito de Natal Álvaro Dias, fez duras críticas ao Governo do Estado. O chefe do executivo do município a grave situação da pandemia ao governo estadual:

“Nós fizemos hospital de campanha e o Governo não fez. Nós defendemos a profilaxia e o Governo não. Temos profundas divergências”, disse prefeito de Natal ao canal InterTV Cabugi.

Sobre as medidas restritivas como toque de recolher, Álvaro não economizou nas críticas:

“Isso é um absurdo você mandar prender os cidadãos de bem porque não estão cumprindo um toque de recolher que ninguém sabe nem se existe legitimidade para o Governo do Estado decretar ou se é isso exclusividade do Governo Federal”, disse o prefeito de Natal, ainda destacando ter editado um decreto de equilíbrio entre a prevenção à saúde e a manutenção dos empregos, já que “a pandemia pode matar, mas a fome mata também”, emendando:

“Se as pessoas começarem a ficar desempregadas, mais do que já estão, sem ter condições de ter o seu salário, o seu sustento, a sua sobrevivência, de fazer a sua feira, como é que essas pessoas vão se manter também?”, declarou em entrevista à 98 FM.

Por fim, o prefeito de Natal ainda disse que a prefeitura chegou a se reunir com a governadora, mas saiu decepcionada da reunião, pois o Governo procurou apenas “ditar o que já havia decidido”.

Opinião dos leitores

  1. Gente,

    Álvaro Dias é uma piada na prefeitura, a saúde dos bairros é uma vergonha, nos postos de saúde, falta profissionais, enfermagem, médico, dentista, regulador e demais, ou seja, a saúde básica não funciona.
    # fora Alvaro Dias e Fátima Bezerra.

  2. Álvaro para Governador. Está dando aula de administração e comprometimento. Só os alienados de esquerda não enxergam…

    Força prefeito Álvaro Dias. Natal e vários municípios lembram de semana a postura firme e luta neste período crítico desencadeado pelo Desgoverno Fátima GD. Ela quer o caos e tentou nas eleições, virada do anos mas conseguiu no carnaval.

    . Fátima GD é pior governadora que o RN já teve.

  3. Eu também sou contra o toque de recolher, mas não acho que o prefeito seja isento de críticas. Se a prefeitura tivesse feito muito melhor que o estado não teríamos as UTIs lotadas e os casos disparando. Ambos foram incompetentes, só que de formas diferentes.

  4. Álvaro vem demonstrando equilíbrio. O decreto da governadora petista tem caráter politiqueiro e ditatorial. Que Deus tenha misericórdia desse pobre estado. Em 2022 o povo lembrará das medidas ditatoriais e votará em quem evitou mexer com a barriga do povo.

    1. E nas outras capitais? Não há toque de recolher? Somente aqui que estão fazendo a coisa errada? O ser humano é o pior vírus, não enxerga um palmo além do nariz, não consegue se ver como um ser social que depende do outro.

  5. Parabéns ao prefeito. Não votei nele, mas ele está certíssima, tanto em relação à absurda incompetência da governadora em não abrir um grande hospital de campanha em Natal após 12 meses de pandemia, quanto em relação à ridícula e inconstitucional prisão domiciliar de cidadãos não condenados por sentença criminal. Mas, como se vê sempre nesses comentários, existe também gado de esquerda, e como!

  6. Alvaro Dias, ao contárrio da DESgovernadora, está tentando fazer o certo desde o início da pandemia, ainda quando se sabia muito pouco desta praga, abriu hospital, centros de triagem que funcionam melhor que o dos planos de saúde privados e implantou o tratamento desde o primeiro sintoma da covid, ao contário da DESgovernadora que só está preocupada em fazer política, nem que precise DESTRUIR o estado para isso.

  7. Já que Fatão gosta tanto de copiar os governos da Bahia e do Ceara, até os decretos são parecidos, parece até copia e cola, porque também não paga um auxilio para os garçons/cozinheiros/músicos e todos que trabalham nos bares e restaurantes, dinheiro com certeza não é o problema, agora ficar esperando só pelo governo federal é bom demais é uma prova da incompetência

  8. CAICÓ AGRADECE: A população de Caicó agradece ao povo de Natal por absolver Álvaro Dias. Que vcs fiquem com ele uns 100 anos, com ele e toda a turma de Caicó que ele levou ai para se empregar na prefeitura. Caicó e o Seridó agradece. Nosso Muito Obrigado.

  9. PARABÉNS PREFEITO, muitos precisam trabalhar para garantir o alimento da família. As medidas de restrição precisam considerar a todos e enxergar a situação dos que mais precisam.
    O Fique em Casa é muito fácil para os SERVIDORES PÚBLICOS que estão com os salários garantidos.
    O Governo do Estado se queria medidas mais restritivas deveria também ter providenciado o AUXÍLIO FINANCEIRO para quem ficou com a renda prejudicada.
    O verdadeiro gestor enxerga a todos, e não apenas aos seus eleitores.

  10. O prefeito está dando AULA à desgovernadora do PT. Esse "lockdown" é a maior prova de INCOMPETÊNCIA que Fatão podia dar. Recebeu MUITO dinheiro do governo federal (aplicou em que?) e, mesmo depois de UM ANO de pandemia, ainda tem a cara-de-pau de falar em falta de leitos. Se não há leitos suficientes, a CULPA É SUA, governadora. Deixe de papo furado e de mentiras e TRABALHE, FAÇA ALGO em prol do RN. Porque até agora, não há NADA que se possa exibir de positivo desse caótico e bisonho governo. Uma CATÁSTROFE.

  11. Boas opiniões Sr Prefeito Alvaro Dias , meu colega.
    Pergunto ao Sr ; e o povo andando em pé nos ônibus , a culpa é de quem ? as aglomerações em janeiro e fevereiro nos Delivery de bebida alcoólica a noite toda , a culpa é de Fátima ?
    Cada um que OLHE para o seu …….

  12. Esse bicho é muito esperto que jogada politica ele ta fazendo, tem que prender mesmo porque o povo tá sem noção, olhe que nem gosto de governo do PT.

  13. Prefeito, não se desespere.
    Não persista no erro.
    O que significa profilaxia?
    Usar máscaras, lavar as mãos, usar álcool em gel, evitar contato físico e aglomerações são o que? Tratamento?
    Nas aulas de biologia do ensino médio ainda na década de 90 qdo estudávamos o cíclo evolutivo das doenças, a expressão profilaxia era básicamente sobre como não contrair a doeça.
    Então use o termo do Dr. Luiz.
    Abordagem precoce, ou seja, adoeceu comece o tratamento o quanto antes.
    Eu não tenho dúvidas que a maioria das pessoas infectadas ou estão tomando Ivermectina e é direito de todos tomar ou não, mas o relaxamento nos medidas de prevenção e nessa estória de medicamemto milagroso estimulou as pessoas a se contaminar na esperança de ter um placebo pra lalva los por pessoas como.

  14. Prefeito nao tem criatividade, repetindo discurso de Bozo para se opor ao governo estadual, sacrificando vidas e só pensando em eleição! Vergonhoso!

  15. Votei nesse senhor e já sinto o gosto amargo de ter feito isso, hoje pela manhã fiquei estarrecido com a postura dele em uma entrevista no BDRN, nosso povo morrendo e ele preocupado em seu próximo palanque eleitoral, que tristeza, tudo nesse pais tem que ter um partido politico, vidas indo embora e o prefeito de Natal atiçando picuinhas, que terrível.

    PS: Já votei em Fátima e tb já votei em AD, só para deixar claro o que penso e para botar abaixo aqueles comentários que nos atacam dizendo que vc é isso ou aquilo qd trata-se de politica.

  16. Álvaro Dias está certíssimo!!
    O que falta é só leitos pta acudir o povo.
    O resto e cachorrada dessa desgovernadora.
    Para que se tenha uma idéia, hoje com o aumento dos casos, o Rio Grande do Norte, não tem disponível o número de leitos, que se tinha em AGOSTO DO ANO PASSADO.
    ISSO É IMORAL!!!!!!
    ESCANDALOSO!!!
    DEPUTADOS E MP, FAZENDO DE CONTAS QUE NÃO É COM ELES.
    VERGONHA!!!!!
    A desgovernadora prefere fechar leitos e hospitais, gastar combustíveis, milhares de diárias operacionais com a polícia para botar o povo pra dentro de casa na marra.
    Se não obedecer, o pau canta no espinhaço de nego.
    *O CHAMADO PROJETO*
    ** SURRÃO.**
    Perfeito!
    FREFEITO.

    1. Os profissionais de saúde são seres humanos e estão exaustos.
      A população tem que entender que não dá pra substituir e nem aumentar a quantidade desses profissionais como mágica.
      A formação de um médico é no mínimo 9 anos…e como achar que vão elevar o número de leitos nos hospitais sem profissionais.
      Basta 1% da população do RN precisar de UTI para que o caos se instale de forma incontrolável.
      No RN somos 3.534.165 ( dados do IBGE em 2020).
      Fazendo esse cálculo simples, podemos entender que sem vacina, estamos caminhando e cantando pra o matadouro ?
      Infelizmente apenas 1% da população brasileira tomou as duas doses da vacina.

    2. Sra Natália, profissionais de saúde tem em todos os municipios do RN sendo desperdiçados bote isso na tua cabeça.
      Resolveram Concentrar os poucos leitos covid 19, em Natal Mossoro Caico.
      Mas poderia ter em São miguel, Apodi, umarizal, Jucurutu, Santana do Matos, Parelhas, Florânia, lagoa nova, Tangara Macaiba, são jose do mipibu, Canguaretama etc etc etc etc… todos esses municipiod aí por exemplo, tem estruturas pra cuidar de doentes nas medidas proporções, melhor do que deixar morrer a míngua entregue a propria sorte.
      Não procede os seus argumentos.
      Falta competência por parte do governo.
      Ponto final!!
      FORA FATÂO GD.

  17. Por trás desse vírus existe uma política, e agora começou pra valer. Esse prefeito e sua trupe querem o governo do Estado.

    1. Eu conheço esse cidadão e sei o tamanho da ambição política que ele tem,a sede pelo domina a cabeça desse cidadão, conheço sua história política desde des

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Álvaro Dias confirma fechamento de bares e restaurantes em Natal após 22h, e proíbe venda de bebidas alcoólicas em conveniências a partir do mesmo horário

Foto: Reprodução/Twitter

Através do microblog Twitter, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, anunciou nesta segunda-feira(22) que a Prefeitura vai aumentar as medidas restritivas através de decreto a ser publicado a qualquer momento.

“Bares e restaurantes terão horário de funcionamento até às 22 horas. Também iremos proibir venda de bebidas alcoólicas após esse horário em conveniências e similares”, disse.

Opinião dos leitores

  1. É uns decretos sem futuro, parece até que só pega o e transmite o COVID se estiver no bar e bêbado. Até quando nossos governantes vão ficar publicando esse tipo de decreto??

  2. As feiras livres são um verdadeiro campo de aglomerações e a prefeitura Municipal fecha os olhos.

  3. O vírus não frequenta os ônibus lotados ????
    Não há eficácia enquanto nas medidas enquanto ocorrer lotação nos ônibus.
    Não é justo q setor produtivo pague a conta.

    1. O que não é justo é uma ruma de irresponsáveis em festas só se divertir e curtir a vida. A culpa de tudo isso é dessas pessoas que não podem ver uma festa.

  4. Até porque o vírus passa o dia na praia e só ataca depois das 22h. É um vírus boêmio, curte a night, tomar uma gelada e ouvir as conversas fiadas da rapaziada.

  5. As feiras livres prefeito. Ontem na Feira das quintas ninguém conseguia andar com tanta aglomeração. Ninguém usando máscaras, um verdadeiro caos. Alô MPRN

    1. Amigo Sidney, venha no domingo na feira da cidade da esperança. Aí vc vai ver o que é aglomeração. Nao existe protocolo nenhum se prevenção ao covid 19, sem falar na.ddimensão da feira começa na Av. Capitão Mor Gouveia e termina na estação de trem do Bairro Felipe Camarão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Nina vira líder de Álvaro dias na Câmara

Foto: Divulgação

A nova líder do Executivo na Câmara Municipal de Natal é a vereadora Nina (PDT). O anúncio foi feito em reunião na manhã desta quinta-feira (11) no Palácio Felipe Camarão. O prefeito Álvaro Dias anunciou a aliança fazendo elogios à atuação da vereadora e confiando em seu trabalho. A parlamentar, que já atuou como líder na gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves e estava na condição de vice-líder, aceitou o convite e destacou que, assim como já aconteceu no primeiro mandato, segue defendendo as pautas em prol de melhorias para a população de Natal.

“Eu agradeço ao prefeito Álvaro Dias pela confiança depositada em mim. Estou muito feliz em poder desempenhar o papel de líder. Este será um ano de grandes desafios. Ainda estamos diante de uma pandemia e vamos precisar cuidar e desenvolver nossa cidade. Discutiremos temas diversos e importantes na Câmara. Junto ao prefeito Álvaro Dias, que tem desempenhado tão bem seu papel à frente da Prefeitura, estarei alinhada para continuar trabalhando por uma Natal cada vez melhor para o natalense, com um grande foco na geração de emprego e renda para nossa população”, enfatizou a parlamentar.

De acordo o prefeito, Nina é uma vereadora competente e preparada. “Ela sabe conduzir as questões da Prefeitura no âmbito do poder legislativo de Natal. Com toda certeza, irá desempenhar um bom trabalho ajudando a administração, como tem feito ao longo da sua trajetória como vereadora. Acredito e confio que ela vai realizar um grande trabalho à frente do poder legislativo”, destacou o gestor.

Atividades parlamentares

A Câmara Municipal de Natal retoma as atividades legislativas no próximo dia 18, com o fim do recesso parlamentar. A partir das 14h, ocorrerá sessão ordinária no plenário da Casa.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ACREDITE SE QUISER: Por ser médico, prefeito Álvaro Dias será o 1º a tomar vacina para ‘dar exemplo’

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), afirmou na tarde desta terça-feira 19 que será o primeiro a tomar a vacina contra a Covid-19 na campanha de imunização realizada pela gestão municipal. O ato simbólico para marcar o início da vacinação na rede municipal acontecerá nesta quarta-feira 20, com a instalação de quatro postos de imunização no formato drive-thru. “Eu aceitei o convite de ser o primeiro paciente a receber a vacinação. Como médico e pessoa com comorbidades, vou dar o exemplo para comprovar a eficácia da vacina para quem mora na capital”, revelou o gestor municipal à reportagem do Agora RN.

Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Escroto… Quantos anos faz que não receita medicamento algum? Oportunista, escroque, deveria ter vergonha nessa cara e ser exemplo batalhando por mais doses para população de Natal.

  2. Álvaro Dias, você é r i d í c u l o!
    Tome ozônio!
    Qual a linha de frente que vc atua? A de frente ao birô?
    Mentiroso! Tá tirando a vez de um profissional da saúde que está no front, de idoso exposto nós asilos da vida.

  3. Tá mostrando a verdadeira cara, de quem faz todo tipo de demagogia e hipocrisia, para se manter no poder. Primeiro os meus, como um verdadeiro bolsonarista.

  4. É engraçado ouvir essa reportagem, é um tapa na cara da população. Ora, ele é médico, mas, não esta atuando na linha de frente, hoje ele é prefeito, não atua como médico. É um absurdo ouvir isso do gestor, era no mínimo para ele não aceitar e se encaixar dentro do critério correto. Grande político de Natal, sempre os poderosos fazendo o que querem!!!!

  5. Pq gastar uma dose com ele?
    prefro que deem num enfermeiro, medico que trabalha na linha de frente, maqueiro, faxineiro…

  6. Campanha de 2022 a todo vapor, kkkk.
    Nada de novo no Front, afinal são todos políticos profissionais.

  7. Dar o exemplo a quem? Tenho quase 70 anos. Quando me cadastrei no "rn + vacina", já havia 150.000 cadastrados esperando a vez!!!!!

  8. Pensei que seriam os profissionais de saúde que estão na LINHA DE FRENTE que receberiam… esse é oportunista até nessas horas….

  9. Pois eh o prefeito eh médico.. .eu to atrás pois sou da saúde e diabética usou insulina. Pressão alta ..e com trombose venosa e ñ tive direito à vida eh assim

  10. Belo exemplo, calça colada wue fez o maior salceiro com essa vacina, era pra ter baixado as calças apertadas e ter tomado.
    A comunista aqui do RN a mesma coisa.
    Mas tem medo.
    Vão esperar as cobaias do PT tomar.
    Então!!
    Chama na bunda da petezada.
    Quero vê se presta também.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Álvaro Dias nomeia mulher do ex-prefeito Carlos Eduardo como secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres

O Diário Oficial do Município no último sábado(16) oficializa em portaria assinada pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB), a nomeação da mulher do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, Andréa Ramalho, como secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres.

Vale destacar que, na prática, Andréa Ramalho foi reconduzida ao cargo para a nova gestão. Isso porque ela já ocupava a Secretaria de Mulheres na gestão anterior.

Opinião dos leitores

  1. Estive lá em Caicó, disseram que ALVARO DIAS não ganha nem pra vereador, o povo natalense vai ver agora, no primeiro mandato é igual a vassoura nova, agora começou o segundo, aguarde, pra ver, quem estiver vivo verá!!!!!!!

  2. É um toma lá dá cá da porra.
    Enquanto parentes de políticos ganham empregos comissionados o povo se lasca ganhando Covid. Eita RN peba.

    1. Virou não,sempre foi. Mandato aqui é emprego, carreira política aqui é meio de vida.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *