Diversos

Após problema de alta complexidade, Caern religa poço de Tibau e água normaliza em 48 horas

Foto: Ilustrativa

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) religou, no final da noite dessa quinta-feira (14), o poço da cidade de Tibau. A água foi reservada ao longo da madrugada para ser distribuída. Às 5h da manhã desta sexta-feira (15), começou a distribuição. A previsão é que a normalização ocorra em 48 horas para Tibau. Para atendimento, a cidade foi dividida em duas.

Nesta sexta-feira (15), a água irá para o setor do Centro, e por volta das 5h da manhã do sábado irá para o setor das Emanuelas. Ao constatar o aumento de vazão no poço, que ocorreu após o desgaste da bomba presa à tubulação, a Caern decidiu aproveitar a água captada para distribuir na cidade. Foi colocada um novo conjunto motobomba, equipamento de grande porte, para captar água a uma profundidade de 180 metros.

De acordo com o gerente da Regional Oeste, Márcio Bruno Dantas, o poço estará sendo monitorado, pois passou por uma recuperação recente. “Continuaremos acompanhando o desempenho do poço. Pois tivemos um problema de alta complexidade e vamos manter o monitoramento do mesmo”, ressalta.

Esforços operacionais foram feitos pela equipe da Caern e Geopetro, que diuturnamente, permaneceram trabalhando para retomar o abastecimento da cidade. Diante um problema complexo, que envolveu equipamentos de grande porte e o desafio de trabalhar com a bomba que ficou a 380 metros de profundidade, as equipes mantiveram o foco para garantir o resultado positivo.

CONFIRA AS AÇÕES DA CAERN

29/12 – Início do problema com a queda dos componentes (colunas, cabos e conjunto motobomba) no poço. A bomba caiu quando a Companhia realizava o rebaixamento do equipamento, a ação era necessária pela redução do nível da água no poço.

30/12 – Içamento (pescaria) dos equipamentos. A Caern retirou os cabos e colunas do poço, entretanto a bomba ficou presa a uma profundidade de 380 metros.

31/12 – Caern tentou montar o poço com outra bomba, mas não teve sucesso, pois a bomba presa impedia a passagem de água que seria bombeada

01/01 – Foram feitas outras tentativas de colocar o poço para funcionar

02/01 – Caern confecciona novo equipamento pescador, de grande porte, para içar bomba

03/01 – O pescador é utilizado no poço, com tentativas realizadas até a madrugada de 04/01, foram retirados do poço, canos PVC e resto de cabos com auxílio de guindaste.

04/01 – Foram realizadas três tentativas de pescas sem sucesso, em cada descida eram feitos ajustes no pescador. O serviço seguiu até a manhã desta terça-feira (5)

05/01 – Caern está em tratativas para utilizar uma sonda para resgate da bomba

06/01 – Será iniciado o trabalho com uma sonda

08/01 – A sonda retirou parte de peças da tubulação

09/01 – Um novo pescador foi confeccionado para fazer rotação e puxar a bomba (serviço em oficina). Equipe trabalhou até a manhã de domingo (10). Mais equipamentos foram retirados, mas cerca de um metro da bomba ainda permaneceu presa à tubulação

10/01 – Serviços de tornearia e nova adaptação da ferramenta denominada pescador (serviço realizado em oficina).

11/01 – Houve limpeza do poço e avaliação de passagem de água. A sonda continuou fazendo a rotação (girando) a bomba presa à tubulação.

12/01 – O pescador, que é uma peça de grande diâmetro e altura foi alterada, com a construção de ganchos, para que a mesma prendesse e fizesse o desgaste da lateral da bomba. A ferramenta ficava girando e desgastando a bomba

13/01 – Durante a manhã, a ferramenta continou fazendo o desgaste da bomba. As medidas operacionais surtiram efeito e a passagem da água foi constatada. Serviço com a sonda continua para desgastar e fazer a retirada da mesma.

14/01 – Boa vazão de água permite religar o poço com o uso de outra bomba, bem acima da que está presa.

Opinião dos leitores

  1. Noticia release da Caern. Foram incompetentes e ponto. No mais é ver os comentários dos babões e dos esquerdas que piram com a lentidão, q independente da complexidade deveria ser feita com a máxima urgência. Queria ver se fosse uma empresa privada. Ia ter um monte de multas… no caso da Caern vamos ver apenas parabéns dos que não querem perder seus empregos.

  2. Queria informar que quem resolveu o problema do poço foi uma empresa ( geometro), contratada para executar e executou a tarefa. A Caern ficou só olhando e após conclusão, entregou para a Caern agora quer ter o mérito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bomba cai 380 metros dentro de poço e cidade de Tibau fica uma semana sem abastecimento de água

FOTO: CAERN/ASSECOM

Engenheiros civis, operadores, mecânicos, auxiliares mecânicos, eletromecânicos e técnicos de engenharia. Ao todo são 20 empregados, além de diversos equipamentos da Caern, envolvidos no conserto do poço da cidade de Tibau. Desde a última terça-feira (29 de dezembro de 2020), a equipe está nesta operação de forma incansável, com equipes trabalhando 24h por dia.

A bomba caiu no poço a uma profundidade de 380 m e desde então todas as medidas estão sendo tomadas para resolver esta situação e retomar o abastecimento. O equipamento é imprescindível para o funcionamento do poço. Mesmo sendo um serviço no qual a equipe já possui experiência, esta situação tem se mostrado mais complexa e com um alto grau de dificuldade. Para este trabalho foi necessário, inclusive, a confecção de ferramentas especiais.

A previsão atual da Companhia é que o serviço seja concluído até a próxima terça-feira (05), com um prazo de normalização de até 48h após a conclusão.

Opinião dos leitores

  1. Grande governadora. Colocou como presidente da CAERN um grande GESTOR o Sr. ROBERTO SÉRGIO funcionário de carreira da CEF onde chegou a SUPERINTENDÊNCIA DA CEF por competência e fez um grande trabalho junto aquele órgão e esta também fazendo uma grande GESTÃO na CAERN.

    Não tenho dúvidas a professora será REELEITA fácil para governar os destinos do RN até 2026. Anote BG ganhará no PRIMEIRO TURNO ???

  2. Tibau virou um descaso com seus moradores e veranistas. Tanto pela prefeitura, como pelo governo do estado. Uma cidade sem lei, cada um com seus paredões de som, e a falta de água pela Caern. Carro pipa sendo vendido até quinhentos reais, mas a Caern não oferecia nada. Cidade da exploração.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Problema elétrico em poço afeta abastecimento de Pium e Cotovelo

FOTO: CAERN/ASSECOM

Por causa de um problema elétrico na bomba do poço tubular 2, em Cotovelo, o abastecimento de água em Cotovelo e Pium está paralisado desde a manhã desta segunda-feira (23). A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está providenciando o conserto, e a previsão é que o serviço seja concluído nesta quarta-feira (25). A bomba afetada terá que ser substituída.

Após a retomada do abastecimento, na quarta-feira, será necessário aguardar até 24 horas para que o fornecimento esteja completamente normalizado, principalmente nas partes de atendimento mais complexo. A Caern recomenda o uso racional da água armazenada nos imóveis a fim de minimizar os eventuais transtornos.

Opinião dos leitores

  1. Privatizar é a solução pra essa sucata chamada CAERN. Essa companhia só serve para cabide de empregos.

    1. Ele não passaria nem na porta do RH.
      É de corno mesmo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Manutenção em poço suspende abastecimento de bairros da Zona Norte de Natal

Foto: CAERN/ASSECOM

A equipe de manutenção da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está trabalhando no conserto da bomba do poço 56, que atende os bairros Alvorada, Algimar, Santa Inês e adjacências, na Zona Norte de Natal.

A previsão da Caern é concluir a manutenção corretiva nesta quinta-feira (31) à noite, já o prazo de normalização é de 48h após a conclusão do serviço.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Acusado de tentar matar vizinho durante briga pelo uso da água em um poço no interior do RN irá a júri popular

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN manteve a sentença de pronúncia de um homem acusado de tentar matar seu vizinho durante uma briga pelo uso da água em um poço. O caso ocorreu em Água Nova, em janeiro de 2014. De acordo com a pronúncia, o crime de homicídio não foi consumado por circunstâncias alheias à vontade do réu, uma vez que a vítima utilizou um animal como escudo para se proteger dos disparos.

A briga pelo uso da água foi considerado um motivo “fútil” e levado em conta na formulação do tipo penal: homicídio qualificado na forma tentada, crime pelo qual o réu foi pronunciado, em sentença da Comarca de Pau dos Ferros, na Ação Penal nº 0100719-37.2014.8.20.0108.

Segundo a Denúncia do Ministério Público, Francisco Pereira da Silva atentou contra a vida de Aldair Ferreira de Queiroz, disparando por três vezes contra ele, não conseguindo o resultado ‘morte’ por circunstâncias alheias à sua vontade, pois errou os disparos; contudo, por erro na execução, vindo a atingir e matar uma vaca, a qual foi utilizada como escudo pelo ofendido para se proteger.

“Com efeito, sobressaem dos autos a materialidade delitiva, por meio do Auto de Exibição e Apreensão da arma utilizada no crime, e os indícios de autoria capitaneados pela própria confissão do acusado”, ressaltam os desembargadores.

A decisão considerou que, mesmo que a defesa insista pelo afastamento da qualificadora do inciso II do parágrafo 2º, do artigo 121 do CP (motivo fútil), os elementos instrutórios apontam a outra constatação, diante da falta de importância do motivo ensejador da discussão entre os envolvidos.

O órgão julgador ainda acrescentou que, sendo a fase de pronúncia norteada pelo princípio “in dubio pro societate” (na dúvida, favorecer a sociedade), ainda que exista dúvida acerca do fato delitivo e de sua autoria, deve a autoridade pronunciante remeter os autos ao juiz natural da causa, o Tribunal do Júri Popular.

TJRN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Primeiro poço da obra do Túnel de Drenagem da Arena das Dunas será escavado nesta terça

A secretaria municipal de Obras e Infraestrutura (Semopi) informa que na manhã desta terça-feira (21) será iniciada a escavação do primeiro poço da obra do Túnel de Drenagem da Arena das Dunas. Os trabalhos acontecem na Avenida Jerônimo Câmara, via que já foi totalmente preparada para receber a intervenção. Nesta primeira fase da obra serão escavados dez poços. O secretário adjunto de operações da Semopi, Caio Múcio, explica que cada poço necessita de uma equipe independente para realizar o trabalho, exigindo a instalação de uma estrutura complexa com refeitório, geradores, compressores e vários outros equipamentos. Seguindo o rigorosamente o cronograma de obras apresentado, Caio Múcio acredita que até o final dessa semana mais poços sejam escavados.

A ordem de serviço para o inicio das obras do de construção do Túnel de Drenagem no entorno da Arena das Dunas foi assinada no inicio de abril. O objetivo da obra é levar as águas das lagoas e áreas próximas até o seu destino final: o Rio Potengi. O benefício tem custo aproximado em R$ 200 milhões e faz parte do complexo de obras da Copa do Mundo devendo ter a sua primeira parte concluída até maio de 2014. A construtora Queiroz Galvão é a responsável pela execução dos serviços. As intervenções constam da limpeza e urbanização de cinco lagoas: a de São Conrado em Dix-Sept Rosado, duas do Centro Administrativo (que serão interligadas por meio de nova tubulação com diâmetro superior ao existente); e duas da Cidade da Esperança.

Essas cinco lagoas serão interligadas a um túnel com 4.500m de extensão e diâmetro medindo 2,20 a 3,00m que será construído a partir das lagoas do Centro Administrativo. O túnel segue adiante passando pela Av. Jerônimo Câmara até chegar a Av. Interventor Mário Câmara – onde haverá uma bifurcação – com um braço saindo para a Lagoa de São Conrado e outro para as lagoas da Cidade da Esperança. O percurso prossegue na Av. Jerônimo Câmara até a Rua dos Caicós, pegando a Rua Miguel Castro a esquerda em direção ao Rio Potengi.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *