Caern realiza manutenção programada na ETA do Jiqui e suspende abastecimento em mais de 20 bairros de Natal

FOTO: PAULO FREIRE – ACS CAERN

Nesta quinta-feira (09), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realizará uma manutenção programada na Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Jiqui, em Natal. O serviço é importante para revisão preventiva da subestação elétrica.

Os bairros que terão o fornecimento de água suspenso, entre 8h e 16h, são: Candelária; Capim Macio; Neópolis; Conjunto Pirangi; Nova Descoberta; Cidade da Esperança; Nazaré; Cidade Nova; Bom Pastor; Felipe Camarão; Lagoa Nova; Lagoa Seca; Alecrim; Quintas; Dix-Sept Rosado; Bairro Nordeste; Mãe Luiza; Rocas; Santos Reis; Praia do Meio; e, Areia Preta.

A previsão da Caern é que após a retomada, o abastecimento seja normalizado em até 48h. A recomendação da Companhia é que a população reserve água para o período e a utilize de forma racional.

Caern é obrigada a suspender cobranças indevidas de imóvel fechado

A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte (DPE/RN) conquistou na justiça a suspensão de cobranças indevidas feitas pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) à uma consumidora. A cliente havia solicitado o corte do ramal de água e estava sendo cobrada a taxa de esgoto. A decisão foi dada em tutela provisória de urgência e estabelece multa diária de R$ 500,00 em caso de descumprimento.

De acordo com a ação, a cliente solicitou corte no ramal de água do seu imóvel em março de 2016, pois iria colocá-lo à venda. Desde então, a propriedade se encontra desabitada, além de ser localizada em área sem qualquer rede de saneamento básico. Mesmo assim, dois anos depois da solicitação, a consumidora foi surpreendida com uma cobrança no valor de R$ 1.224,34.

Ao buscar esclarecimento da Caern, a proprietária constatou que o montante se referia à cobrança de taxa de esgoto durante todo o período em que o fornecimento de água foi suspenso. Com isso, buscou a revisão da cobrança, e por várias vezes compareceu ao setor de atendimento da empresa, sem êxito na resolução do problema.

Em análise, o juiz Lamarck Araujo Teotonio da 5ª Vara Cível de Natal entendeu que não há utilização do serviço de esgoto, de modo a não haver razão pela cobrança da tarifa. Na decisão, foi determinada a suspensão do débito referente às faturas emitidas de junho de 2016 a abril de 2019, bem como a abstenção da Caern em emitir novas faturas e de inscrever o nome da consumidora nos cadastros de proteção ao crédito.

SE LIGUE NOS RISCOS: Caern alerta população a não retirar tampa de poços de visita

FOTO: CAERN/ASSECOM

Alagamentos provocados pelas chuvas fazem com que populares retirem a tampa de poços de visita da rede de esgoto para escoar água. Este tipo de atitude pode provocar sérios acidentes, inclusive fatais. Ao retirar a tampa estão sendo gerados dois problemas sérios. O primeiro é a possibilidade de quem retirar a tampa ser sugado para dentro do poço de visita e colocar outras pessoas em risco. Além disso, a rede de esgoto não foi dimensionada para receber água de chuva. Desta forma, ao abrir o poço de visita existe um grande risco da tubulação romper e provocar vazamento de esgoto. Assim como, pode provocar o retorno de esgoto para os imóveis.

A recomendação da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) é que a população não mexa em quaisquer que sejam os equipamentos do sistema que ela opera. Como é um sistema com muitas especificidades técnicas o ideal é manter distância destes equipamentos. O chefe da Unidade de Manutenção de Esgoto da Natal Sul, Ewerton Siqueira, lembra que a retirada de tampa não deve ser feita nem mesmo em tempo de estiagem. “Dentro da rede de esgoto existe gás, insetos, é um ambiente insalubre. A população não deve, em nenhuma hipótese, interferir no sistema da Caern”, ressalta.

O sistema de esgoto está em área pública, mas ele pertence a Caern, desta forma, quem for flagrado praticando o dano pode ser enquadrado no crime contra o patrimônio público. Ewerton lembra que em locais que não possuem drenagem para escoamento da água da chuva sabe-se que existe uma tendência para populares abrirem as tampas dos poços de visita. Nas Zonas Sul, Leste e Oeste de Natal são cerca de 6 mil poços de visita. A retirada de tampas da rede de drenagem também é tão perigoso quanto a retirada da tampa do sistema de esgoto. A população não deve interferir nestes sistemas.

SISTEMAS DE ESGOTOS E DRENAGEM

O poço de visita é parte do sistema de esgotamento sanitário de uma cidade. Usado para inspeção e manutenção da rede de esgotos da Caern, geralmente está localizado no meio das ruas e avenidas. Dimensionado para receber apenas efluentes e dejetos domésticos (pia, torneira, descarga e máquina de lavar). Já o bueiro ou “boca de lobo” é parte do sistema de drenagem da Prefeitura, um receptor de água de chuva localizado junto às calçadas. Em 21 de março de 2015, um morador de Mãe Luiza, foi sugado pela tubulação ao remover a grade da rede de drenagem na rua Atalaia.

Para conviver bem com os sistemas de drenagem e de esgoto é preciso também não jogar lixo na rua para que o mesmo não contribua para entupir a tubulação. Se presenciar a falta de tampa do sistema de esgoto entre em contato com a Caern através do 115.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junin disse:

    Devia era tapar os buracos que abre em seus serviços mal feitos!!!! E só pra ilustrar tem uma tampa desta quebrada na Av da cheganca em Nova Natal há anos …. ninguém tirou, é quebrada mesmo háanos

Caern esclarece situação da água da zona Sul de Natal

A Companhia de Águas e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern), esclarece sobre a qualidade da água que está sendo distribuída na última semana, na zona Sul da capital. Em função das chuvas recentes, a Caern está trabalhando na adequação do tratamento de água que é realizado na Estação de Tratamento de Águas do Jiqui (ETA), um procedimento que é rotina em todas as concessionárias de abastecimento do país, durante o período de inverno.

A Caern ressalta que apesar de reconhecer o desconforto provocado pela alteração na cor da água, esse fenômeno é de aspecto físico, não compromete a potabilidade para consumo da água.  Esta mesma situação ocorre com todos os mananciais de superfície no país, sejam lagoas, açudes ou outros: a turbulência (força) e volume da chuva, o carreamento de alguns materiais para o leito desses mananciais e a decomposição de suas vegetações (folhas e raízes) da mata ciliar, provocam mudanças nas características da qualidade (física) da água.

“Este conjunto de eventos dá à água uma aparência de ‘chá’ (cor amarela), devido ao aumento do nível das águas em suas margens”, explica o Superintendente e Operação e Manutenção da Caern, Lamarcos Teixeira. “Pode perceber este fenômeno somente uma pequena parte da Zona Sul de Natal, daí a importância da colaboração da população em fazer o uso mais consciente da água nesses períodos, minimizando os transtornos dessa situação ocasional e passageira”, complementa.

Por causa deste fenômeno, as companhias de abastecimento, incluindo a Caern, realizam testes de dosagem do produto de tratamento da água em função da vazão de água que será distribuída à população, de maneira a adequar a cor da água ao padrão conhecido. Durante esses testes, pode ocorrer de a água apresentar uma cor diferente da que comumente a população recebe, o que não interfere na qualidade desta para o consumo. Devido a este processo, em alguns momentos, pode haver redução no fornecimento de água para esta região.

O tempo de adequação depende do comportamento do manancial que recebeu a recarga de chuva, onde é realizada a captação da água. Nele, também são feitas várias simulações no sistema de bombeamento da água captada. “Tudo isso é feito até que se obtenha o controle desejável dos índices de qualidade, principalmente da cor e turbidez”, explica Lamarcos. Portanto, esta situação é decorrente do comportamento dinâmico pluviométrico. A Caern pede a compreensão de todos e espera o mais breve possível volte à normalidade o sistema de abastecimento, no atendimento de sua demanda plena.

Caern executa ações para garantir água a todo o Estado; casos mais severos estão na região do Alto Oeste

A perspectiva para 2019 é de boas chuvas. Diante das previsões otimistas, a população potiguar comemora os prognósticos que podem representar boa carga nos mananciais, fazendo com que algumas cidades passem a contar com abastecimento de água mais regular, diminuindo os efeitos de um quadro de seca que há muito castiga a região Nordeste. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn) já são 88 municípios com volume de chuvas na média ou acima da média no mês de fevereiro.

Mesmo com a possibilidade de um bom inverno, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) tem sempre buscado viabilizar medidas que garantam a água para os municípios que atende. Afinal, são sete anos consecutivos de seca. Atualmente, cinco municípios do Estado (quatro no Alto Oeste e um no Seridó) ainda estão em situação de colapso no abastecimento. Outras 92 cidades são atendidas em sistema de rodízio, diante da escassez de água.

A oferta de água é regular na capital e região litorânea do Estado, embora até mesmo Natal tenha passado recentemente por um período de racionamento, na zona Norte da cidade. No interior, a Companhia tem executado obras e outras alternativas para levar água às populações que sofrem com a seca.

Os casos mais severos de falta de água estão na região do Alto Oeste.

PAU DOS FERROS

A barragem da cidade de Pau dos Ferros está com 2,5% de acordo com a última medição do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). Com as chuvas do ano passado, a barragem atingiu 11% e a Caern voltou a captar água do manancial em maio de 2018. Desde a quarta-feira (6), em função do considerável rebaixamento do volume de água, a Companhia reduziu a vazão enviada para Pau dos Ferros.

Apesar das chuvas na região, o manancial não saiu do baixo nível de água. Por este motivo, a cidade está dividida em três partes com rodízio de abastecimento. Cada região da cidade é abastecida pelo período de cerca de 7 dias e a redução do envio de água favorecerá o melhor aproveitamento da água. Caso não chova, será possível abastecer a cidade por mais dois meses. Em caso de colapso, Pau dos Ferros voltará a ser atendida pela Barragem de Santa Cruz através da adutora emergencial. A Caern está concluindo os preparativos para manutenção da adutora dada a possibilidade de reativação.

Outra cidade que também depende da barragem de Pau dos Ferros para ser abastecida é Rafael Fernandes. Por este motivo, se nos próximos dois meses a barragem não aumentar o volume a cidade pode ter decretada a situação de colapso. No Alto Oeste, a cidades que estão com as contas de água suspensas por colapso são Pilões, São Miguel, Paraná e João Dias.

A boa notícia é que o açude da cidade de Venha Ver, que estava com pouco volume de água, após boa chuva acumulou água suficiente para abastecer a cidade até o final do ano.

ADUTORA MÉDIO OESTE

As cidades atendidas pela adutora Médio Oeste, Triunfo Potiguar, Paraú, Campo Grande, Messias Targino, Janduís e Patu continuam em rodízio porque a captação na barragem Armando Ribeiro ainda não atingiu nível suficiente para o abastecimento ser regular. Em função do baixo volume da Armando Ribeiro a cidade de Patu vem apresentando irregularidade no abastecimento. A Armando Ribeiro está com 20% de sua capacidade e no ano passado chegou a entrar no volume morto.

ADUTORA SERTÃO CENTRAL

A redução no nível da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves vem trazendo dificuldades para o abastecimento das cidades atendidas pela Adutora Sertão Central, a partir do Canal do Pataxó. As cidades de Angicos, Fernando Pedrosa, Lajes, Caiçara, Pedra Preta, Cachoeira do Sapo, Jardins de Angicos, Riachuelo e a comunidade de Mulugum são os locais afetados pelo abastecimento irregular.

Com a situação de escassez hídrica, a Caern providenciou o bombeamento da água do rio Piranhas-Açu para o Canal do Pataxó, porque a redução do nível na barragem não permitia mais que a água chegasse naturalmente, por gravidade. Atualmente a situação está controlada, mas a redução no nível da barragem pode impactar o abastecimento no futuro.

Cidades que ainda não tiveram problemas, mas em caso de redução considerável do volume de água da barragem terão que ter avanço nas bombas que captam água são Carnaubais, Pendências e Alto do Rodrigues. Estas três cidades captam diretamente do Rio Piranhas/Açu. O mesmo ocorre com a cidade de São Rafael, que poderá ter sua captação mudada dentro da barragem Armando Ribeiro caso não haja mudança no volume de água.

ADUTORA MONSENHOR EXPEDITO

Responsável pelo abastecimento de 30 cidades, a Adutora Monsenhor Expedito capta água na Lagoa do Bonfim, que atualmente está com 51% de seu volume. Todas as cidades estão sendo abastecidas em sistema de rodízio, dado o quadro de seca no Estado.

As cidades abastecidas são Rui Barbosa, São Pedro, São Tomé, São Paulo do Potengi, Japi, Coronel Ezequiel, Jaçanã, São Bento do Trairi, Lajes Pintadas, São José de Campestre, Serrinha, Sítio Novo, Boa Saúde, Serra Caiada, Lagoa de Velhos, Barcelona, Bom Jesus, Lagoa Salgada, Lagoa de Pedras, Tangará, Santa Cruz, Monte das Gameleiras, Serra de São Bento, Passa e Fica, Lagoa D`anta, Monte Alegre, Ielmo Marinho, Santa Maria, Senador Eloi de Souza e Campo Redondo.

Atualmente, a Caern trabalha para viabilizar um reforço no abastecimento da cidade de Santa Maria, que recebe água da Adutora Monsenhor Expedito mas necessita de maior oferta para atender a população. A alternativa mais provável é uma interligação na Adutora Sertão Central Cabugi, com derivação até Riachuelo, e de lá para Santa Maria.

JOÃO CÂMARA

Junto com outras quatro cidades (Taipu, Bento Fernandes, Poço Branco e Pureza), João Câmara é abastecida pelo Sistema Integrado de Pureza, onde a Caern capta água. A Caern faz a captação no limite da outorga emitida pelo Instituto de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), e para melhorar o abastecimento de João Câmara será necessária a perfuração de novos poços.

Os novos poços para atender João Câmara devem ser instalados na região da Lagoa do Boqueirão, no município de Touros, região Mato Grande do Estado.

SERIDÓ

A Regional Seridó da Caern abrange 23 cidades da região. Uma delas, Cruzeta, encontra-se em situação de colapso no abastecimento, depois que o açude público da cidade baixou o nível, inviabilizando a captação.

Jardim do Seridó pode entrar em colapso, pois com o atual volume de água disponível, o abastecimento dura três meses. Assim, Jardim do Seridó pode ter a situação agravada, caso não haja recarga dos mananciais com a ocorrência de chuvas.

Diante desse quadro, a Caern está construindo uma adutora que vai levar água do açude Boqueirão, em Parelhas, para abastecer a cidade. A previsão é que a obra seja concluída nos próximos três meses.

As outras cidades da regional estão em situação regular, abastecidas em sistema de rodízio.

SANTO ANTÔNIO

Na Regional Agreste, a Caern busca viabilizar uma solução para melhorar o abastecimento em Santo Antônio. A cidade tem uma demanda de 250 metros cúbicos de água por hora, mas só recebe 150 metros cúbicos, do Sistema Integrado de Espírito Santo, que também abastece Passagem e Várzea. O sistema é alimentado por quatro mananciais: Riacho de Pedra, Riacho da Una, Riacho do Salto e Riacho do Timbó.

Atualmente, a Caern pleiteia recursos, no valor total de R$ 100 milhões, para executar um projeto que vai incluir Santo Antônio (e ainda a cidade de Serrinha) no Sistema Integrado de Pedro Velho. O sistema é responsável pelo abastecimento de Pedro Velho, mais os municípios de Montanhas e Nova Cruz. O projeto consta de uma nova adutora, de 30 km, que vai se juntar aos 30 km atuais do sistema, para alcançar Santo Antônio e Serrinha.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Expedito Junior disse:

    O caso mais grave de falta d'água chama-se Guamaré, mas imprensa tem medo de divulgar qualquer coisa desta cidade. Ninguém sabe, ninguém ouve, ninguém viu.

Fátima anuncia Caern, Sethas, Agricultura e PGE; veja perfis

A governadora eleita do RN, senadora Fátima Bezerra, anuncia nesta quinta-feira (20) os nomes de quatro futuros auxiliares da administração estadual. São eles: Luiz Antônio Marinho, para a Procuradoria Geral do Estado (PGE); Íris Oliveira, para a Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas); Roberto Linhares, para a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern); e Guilherme Saldanha, para a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape).

“Profissionais de reconhecida qualidade técnica, com respaldo nas respectivas áreas de atuação, que contribuirão com os avanços que o nosso Governo pretende imprimir no Rio Grande do Norte”, declarou a governadora eleita.

“Honrados com o convite”, os futuros secretários afirmaram que se comprometem em fazer gestões éticas em favor da população do Rio Grande do Norte. “Ações compartilhadas, envolvendo e comprometendo todos os que fazem a empresa na construção de resultados éticos e sustentáveis, nas áreas econômica, social e ambiental, aumentando sua abrangência de atuação, modernizando e otimizando processos e melhorando sua governança”, disse Roberto Sérgio, futuro gestor da Caern. Ísis Oliveira destacou que expectativa de implantar efetivamente o SUAS (Sistema Único de Assistência Social) no RN e colocar a assistência e os programas implementados na Secretaria a serviço de quem precisa, sobretudo da população mais vulnerável.

Luiz Antônio Marinho afirmou que atuará para que a PGE cumpra o papel de contribuir para que o estado do RN encontre os melhores caminhos que o povo e a sociedade precisam. “A PGE é um órgão da representação judicial, extrajudicial e de consultorias do estado, que tem muito a colaborar para as ações administrativas e de desenvolvimento do Estado”.

Guilherme Saldanha lembrou que a hora é de união. “O setor produtivo, as associações e afins precisam ajudar a governadora para fazer com que o estado saia dessa crise. Com boa vontade conseguiremos”, declarou.

Perfis

Luiz Antônio Marinho

É procurador de carreira do Estado do RN há 24 anos. Foi presidente da Associação dos Procuradores por dois mandatos. Já foi procurador-geral e adjunto e atualmente atua como corregedor da PGE. É formado em Direito pela UFRN.

Roberto Sérgio Linhares

Empregado de carreira da Caixa Econômica Federal há quase 30 anos, é advogado, com pós-graduação (MBA) em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas – FGV/Marpe e em Desenvolvimento Regional Sustentável – DRS, pelo Inepad/UFBA. Ocupou praticamente todos os cargos regionais na gestão da Caixa, inclusive de Superintendente Regional no Estado do RN por quase 7 anos. Especialista e professor Mercado Financeiro e Finanças, treinou mais de 4.500 profissionais de instituições financeira no RN e PB, além de atuar em outros Estados (DF, SP, PR, etc).

Íris Oliveira

Assistente Social, é professora do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós Graduação em Serviço Social da UFRN com doutorado em Serviço Social pela PUC-SP. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Questão Social, Política Social e Serviço Social.

Guilherme Saldanha

Engenheiro Agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura de Mossoró, atual UFERSA, na turma de 1996. Produtor Rural e empresário rural no setor de agricultura irrigada, atuando na atividade desde 1996. Trabalhou como Coordenador de Agricultura Irrigada da Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Norte durante os anos de 2002 até 2006, atuou também como Consultor do SEBRAE/RN na área de fruticultura irrigada durante os anos de 2006 a 2007 e também trabalhou no acompanhamento/vistoria de projetos e empreendimentos do setor rural para a Caixa Econômica Federal de 2012 até 2016. Foi Presidente do Distrito de Irrigação do Projeto Baixo Açu durante os anos de 1997 até 2000 e voltou a presidir o Distrito entre 2009 e 2016. É membro do Comitê Técnico do Programa Nacional da Agricultura Irrigada da CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária. Em 2016 assumiu a Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca do Estado do Rio Grande do Norte, cargo que exerce até os dias atuais.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chico disse:

    Chegue logo Rogerio antes qye a Caern acabe com o bairro de San vale.

    • Dilermando disse:

      Verdade. A Av. Saint Exupery parece um cenário de guerra e antes das intervenções era um tapete. Ainda mais agora, que serve como via de acesso entre a BR e a Prudente, melhorando o fluxo do trânsito, mas está quase intransitável.

Concurso Público: Caern segue com inscrições até domingo

Neste domingo (21) encerram as inscrições para o concurso público da Caern. São ofertadas vagas para Administrador, Analista de Sistema, Contador e Economista, de nível superior, e Técnico em Segurança do Trabalho, em nível médio técnico.  O edital está disponível no site do Ibade,  www.ibade.org.br, órgão realizador do certame. A efetivação das inscrições, assim como o acompanhamento de todo o processo seletivo, deve ser feita pelo mesmo site.

Taxas de inscrição são de R$ 50,00 para função de nível médio e R$ 88,00 para função de nível superior. A seleção dos candidatos será feita por meio de provas objetivas, prova discursiva, redação e prova de títulos.

As provas, com exceção da prova de títulos, são classificatórias e eliminatórias e estão programadas para o dia 18 de novembro, na cidade de Natal.

CAERN anuncia inscrições para novo Concurso Público para níveis médio e superior

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) comunica a todos a realização de novo Concurso Público para o provimento de vagas e também à formação de cadastro reserva para o quadro de pessoal.

Há oportunidades disponíveis neste certame para os cargos de Administrador, Analista de Sistema, Contador, Economista e ainda Técnico em Segurança do Trabalho. Mas, para preenchê-las, é necessário ter Nível Médio ou Superior.

Os interessados podem se inscrever a partir desta quarta-feira, 19 de setembro de 2018, até o dia 21 de outubro de 2018, exclusivamente via internet, pelo site www.ibade.org.br. As taxas de participação variam de R$ 50,00 a R$ 88,00.

Para qualificar os participantes inscritos, serão aplicadas as etapas de Provas Objetiva, Discursiva, de Redação e Prova de Títulos, de acordo com a função escolhida, de acordo com o extrato de edital disponível em nosso site.

Vale lembrar que as Provas Objetiva, Discursiva também de Redação, sendo todas de caráter classificatório e eliminatório, estão previstas para ser realizadas no dia 18 de novembro de 2018, no município de Natal – RN.

Com informações do PCI Concursos

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Breno disse:

    Bom mesmo que privatize, para esses que não sabem o que é privatização paguem 50 reais por m³ e não tenham a quem reclamar.

  2. Elvys disse:

    Que comentário bosta, vou ali comer um sanduba.

  3. joao disse:

    Ia sendo vendida, com um impulso de 5 milhões em duas parcelas… escapou fedendo, mas se um vendedor ganhar, cabou-se caern.

  4. Sanduba disse:

    Para quem pretende fazer o concurso público, fica o conselho: vote num candidato de esquerda, inclusive para à presidência do Brasil, senão, caso seja aprovado e nomeado, ficará pouco tempo na empresa, pois ela será privatizada.

    • Decepcionado disse:

      Que a privatização ocorra. Afinal estamos cansados de cabide de emprego. Menos cabide de emprego e mais meritocracia. É melhor JAIR SE ACOSTUNANDO.

    • jv disse:

      tá pense numa coisa boa: seria privatizar a CAERN em vez de dar prejuízo ao estado, iria era pagar muito imposto e prestar serviço de qualidade a população. Quer exemplo claro: a COSERN. Hoje atende muito melhor a população, e em vez de ser um peso pra o estado, tornou-se um dos grandes contribuintes. estatal é sinônimo de corrupção. Estado deve preocupar-se em prestar serviços públicos de qualidade tais como: saúde, educação, segurança, e infra-estrutura. e não ser comerciante.

Caern fará paralisação dos sistemas nesta quarta-feira

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informa que fará uma paralisação nos seus sistemas de informática, pelo período de uma hora, na manhã desta quinta-feira (15), a partir de 11h15. A paralisação será necessária para que a Gerência de Tecnologia da Informação realize uma manutenção na infraestrutura de equipamentos da empresa.

Durante a execução do serviço, ficará impossibilitado o acesso ao site da companhia, assim como o atendimento on line e presencial nos escritórios. A Central de Atendimento 115 também não funcionará nesse intervalo.

Após concluído o serviço, todos os sistemas voltarão a operar normalmente.

Caern emite nota de repúdio

COMPANHIA DE ÁGUAS E ESGOTOS DO RIO GRANDE DO NORTE (CAERN)

*NOTA DE REPÚDIO*

Natal será uma das primeiras capitas do país a ter 100% de cobertura de esgotamento sanitário. Os benefícios com o saneamento são inúmeros: saúde, qualidade vida, urbanismo, turismo, meio ambiente, dentre outros.

Diante de tantos benefícios proporcionados pelo saneamento básico, a Caern estranha e repudia a posição do vereador Klaus Araújo, que surpreendeu a Companhia e os natalenses ao tentar macular a imagem da empresa por meio de outdoors instalados na capital.

A empresa reconhece os transtornos temporários causados com as obras, mas ressalta que a implantação da rede de esgotamento segue os padrões técnicos vigentes e busca minimizar os impactos para o norte-rio-grandense. As obras são fiscalizadas pela Caixa Econômica Federal e pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e de Infraestrutura (Semopi).

A Companhia trabalha regulada pela a Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico do Município do Natal (Arsban), órgão vinculado à Prefeitura Municipal do Natal. A Caern dispõe de canais de atendimento ao consumidor, através do telefone 115 ou das Lojas de Atendimento.

Esta é a maior obra do RN e, para atingir essa meta, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) tem atuado com todo empenho. Até agora, já foram implantados aproximadamente 600 km de rede, o que representa mais de 65% do previsto. A Caern já iniciou as obras das Estações de Tratamento de Esgotos, importantes equipamentos do sistema de tratamento.

A Caern reforça o seu compromisso com a população e reafirma que as tentativas de macular a imagem da empresa é um desserviço e repudia o uso da sua imagem para fins obscuros e de promoção pessoal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nerivan disse:

    CAERN tá roubando os seus usuários, a minha conta era sempre 10 MTS ou menos e de repente subiu p 34mts, antes pagava 38,00 e nesse Mês veio 168,00, vieram trocar o hidrômetro e mandaram a minha esposa assinar, quebraram a calçada é foram embora sem trocar o hidrômetro, vou entrar na Justiça contra a Caern e a empresa contratada por ela! Porisso q sou a favor q seja privatizada!

  2. Alf disse:

    A CAERN saneou a cidade e deixou um legado de acabar com as poucas vias que tinham poucos buracos. Veja a Bernardo Vieira sentido av 6 para Bernardo com o lado esquerdo impraticável.
    Porque tem que fazer remendos tao porcos assim????

  3. Blue disse:

    75% de aumento na conta de água é no mínimo um absurdo! Com certeza de 3% a 5% são suficientes para a manutenção do saneamento. Kd o ministério público q não toma posição contra esse absurdo.

    • Marcos Tulio disse:

      Essa conta teria que ter aumento de 100% e não apenas 75%, você já parou pra olhar quanto de água o senhor consome, e quanto em dinheiro o senhor paga por isso, água é muuuito barato, um bem precioso assim não pode custar tão pouco, isso só faz com que muitos que não tem o minimo censo de cidadania e nem de nada, abusem do uso… TEM QUE COBRAR CARO MESMO!!!!

  4. Marco disse:

    Fora os problemas acima relatado, no meu ver, o pior do saneamento da nossa cidade, é que as empresas fazem as obras e não fazem o recapeamento asfáltico ou de paralelepipedo direito, deixando toda cidade um caos,só buracos, e as chuvas começaram agora.

  5. Carlos Henrique Amorim disse:

    Uma cidade saneada deveria ser obrigação de governo.
    Mas a CAERN omite o AUMENTO DO FATURAMENTO DA EMPRESA em 75% (setenta e cinco por cento).
    Esse é o valor que CADA RESIDÊNCIA PAGA MENSALMENTE pelo serviço de instalação do saneamento. É só observar suas contas antes e depois do saneamento instalado.

    • Só olhando disse:

      Em nenhum momento ela omitiu , quando chegou o saneamento em candelária já estávamos cientes do aumento.
      Temos uma mania de querer benefícios sem ter que pagar.

    • Gerson disse:

      E é pra ser de graça?????

  6. P disse:

    A CAERN É INCONSEQUENTE E IRRESPONSAVEL SIM.
    QUER CONSTRUIR UMA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA EM LAGOA NOVA EM PLENA PRAÇA SÃO CAMILO DE LELLIS SEM O CONSENTIMENTO DOS MORADORES. SOMOS CONTRA O LOCAL.
    UMA PRAÇA UTILIZADA PELA COMUNIDADE JOVEM E IDOSA ELA QUER TRASNFORMAR NUMA FOSSA A CÉU ABERTO.
    A COMUNIDADE ESTÁ INCLUSIVE NO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA ESSE ABSURDO QUE É OBJETO DE UM INQUÉRITO CVIL.
    A CAERN MENTE E ENGANA A COMUNIDADE QUANDO DIZ QUE NÃO TEM RECURSOS PARA FAZER A FOSSA NO TERRENO DA CONAB ONDE NÃO ATINGIRIA OS MORADORES,
    A COMUNIADE NÃO PERMITIRÁ ESSE ABUSO. IREMOS ATÉ A JUSTIÇA

    • Nogueira disse:

      É MELHOR UMA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA, QUE SERVE A MILHARES DE PESSOAS, QUE UMA PRAÇA QUE SÓ SERVE PARA OS CATÓLICOS PRATICAREM SUA HIPOCRISIA CRISTÃ.

    • Correto disse:

      Tem que ser lá mesmo! Quer que sua bosta seja tratada em outra área é….

    • Paulo disse:

      Nogueira, infeliz comentário.

    • Bruno disse:

      O comentário do amigo acima foi infeliz, assim como a afirmação de que uma estação elevatória é uma fossa a céu aberto.

      E na verdade, uma praça é um local mais adequado para tal equipamento, desde que compatilizada com o ambiente.

Bairros de Natal terão interrupção no abastecimento para manutenção nesta segunda

IMG000000000131367Os bairros do Alecrim, Quintas, Nordeste, Bom Pastor, Nazaré, Dix-Sept Rosado e parte de Lagoa Nova terão uma interrupção no abastecimento de água nesta segunda-feira (31). A parada terá a duração de três horas, indo das 8h até as 11h da manhã.

A interrupção será necessária para que equipes da Caern realizem serviços de manutenção na Estação Elevatória de Água Tratada Lagoa Nova II. Depois que o sistema for reativado, a rede será pressurizada gradativamente, com a normalização do abastecimento previsto para o início da noite.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Esse caso da água é um exemplo de ineficiência administrativa. Vários anos que isso se repete e os governantes locais não fazem nada.
    Desvio de dinheiro nas adutoras, barragens, operação pipa (devido ser emergencial não precisa de licitação)…
    É melhor Privatizar!

Serviço em estação deixará 70% da Zona Norte de Natal sem água

caernA Estação de Tratamento de Água (ETA) de Extremoz, na Grande Natal, vai passar por um serviço de manutenção preventiva de rotina nesta quarta-feira (3). Com isso, segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), haverá paralisação no abastecimento em 70% dos imóveis da Zona Norte da capital. Praticamente todos os bairros serão afetados, com exceção de pequenas localidades abastecidas por poços, como Pajuçara e Gramoré.
A previsão, ainda de acordo com a Caern, é que o serviço seja concluído por volta das 17h30 da própria quarta-feira. “O abastecimento em todas as regiões será normalizado em até 72 horas, após a conclusão dos trabalhos”, afirmou a empresa em comunicado.
A companhia acrescenta que a manutenção é feita periodicamente para garantir a qualidade da água distribuída pela ETA de Extremoz, nos aspectos operacional e estético da unidade. Na ocasião, é feita a limpeza dos floculadores, decantadores, filtros e manutenção preventiva da Estação Elevatória da ETA.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    Mo bairro do Tirol falta agua desde sexta feira.

  2. Carvalho disse:

    Um serviço que vai durar 72 horas e paralisar 70% do abastecimento de água de uma região densamente povoada denuncia que o sistema é bastante precário e que há falta de investimento para criar redundâncias.

CAERN: Divulgado o calendário do rodízio de Caicó e Acari em abril

SONY DSCA Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), por meio de sua Regional de Caicó, divulga o calendário de rodízio do abastecimento de água da cidade de Caicó para o mês de abril. Os sistemas seguirão o cronograma assim definido:

RODÍZIO NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA CIDADE DE CAICÓ

ABRIL/2015

SETORES ABASTECIDOS PELAADUTORA MANOEL TORRES(PIRANHAS/CAICÓ)

– CENTRO, ACAMPAMENTO

Serão abastecidos todos os dias com manobras leves.

ZONA NORTE

DURANTE O DIA:

– Os Bairros Alto da Boa Vista, Parte Alta do Recreio(Da rua Cesar Rodrigues Fechine até as proximidades do motel, Setor próximo ao Marizão, Samanaú, Salviano Santos e Nova Caicó.

DIAS:02,03; 06,07; 10,11; 14,15; 18,19; 20,21; 26,27; 30

SERÃOABASTECIDOS POR 48 HORAS E 48 HORAS DESABASTECIDOS:

Vila do Príncipe, Darci Fonseca, Recreio, parte baixa, (da Rua Cesar Rodrigues Fechine em direção ao Rio Seridó), Loteamento Serrote Branco e Boa Passagem.

DIAS:01; 04,05; 08,09; 12,13; 16,17; 20,21; 24,25; 28,29

ZONA SUL

– O Bairro Paraíba será abastecido por 48 horas e 48 horas desabastecidos:

DIAS:01; 04,05; 08,09; 12,13; 16,17; 20,21; 24,25; 28,29

SETORES ABASTECIDOS PELO SISTEMA ITANS

– Soledade, Paulo VI, Barra Nova II(Adjuto Dias), CAIC, Serão abastecidos por 48 horas e 48 horas desabastecidos.

DIAS: 02,03; 06,07; 10,11; 14,15; 18,19; 20,21; 26,27; 30

– João Paulo II e Hospital do SESP, Serão abastecidos durante o dia.

DIAS:01; 04,05; 08,09; 12,13; 16,17; 20,21; 24,25; 28,29

(mais…)

CAERN: Intervenção no KM-6 até sexta-feira 13 para reparar vazamento

IMG000000000053239A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) iniciou nesta segunda-feira (09), o reparo de um vazamento de grande proporção que abriu no cruzamento do KM-6 com a Avenida Capitão Mor Gouveia. Foi necessária a contratação de uma empresa especializada para realizar a manutenção do buraco.

A previsão é de cinco dias de atividades na área, conforme informações da gerência da Regional Natal Sul da Caern, com conclusão na sexta-feira (13). Além do reparo e recapeamento, será feita a substituição da rede antiga em amianto, para material moderno em PVC. Até que a via seja definitivamente liberada, os motoristas serão orientados com placas de desvio ao longo da via onde é feita a intervenção, principalmente no sentido Km-6/Prudente de Morais.

AVISO CAERN: Manutenção na ETA Extremoz interrompe abastecimento na Zona Norte

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) comunica que a Estação de Tratamento de Água de Extremoz vai passar por serviço de manutenção preventiva, durante o dia desta quarta-feira (15), indo das 7h30 às 17h30. Com a parada, ficará comprometido o abastecimento de 70% da Zona Norte de Natal, atingindo praticamente todos os bairros, com exceção de pequenas localidades que possuem abastecimento exclusivo de poços.

Depois de concluído o serviço, o abastecimento estará totalmente normalizado em até 72 horas.  A manutenção visa garantir a boa qualidade da água distribuída pela ETA Extremoz. O trabalho consiste em lavagem de floculadores, decantadores e filtros, melhorando o aspecto operacional e estético da unidade.

Ainda durante esta intervenção, será realizada a manutenção preventiva da Estação Elevatória da ETA, que fornece água para as adutoras R-8, R-14 e R-15, bem como os filtros.

Caern: seis cidades terão abastecimento suspenso nesta quarta

As cidades de Paraú, Triunfo Potiguar, Campo Grande, Janduís, Messias Targino e Patu estarão com o abastecimento de água suspenso na próxima quarta-feira (03), das 5h às 17h, para que seja feita a lavagem dos reservatórios. A suspensão também afetará as comunidades rurais da Serra de João do Vale. Após a conclusão do serviço o abastecimento será restabelecido gradativamente.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) irá fazer a lavagem de dois reservatórios que armazenam água nas Estações de Bombeamento 1 e 2, respectivamente nos municípios de Jucurutu e Triunfo Potiguar. A medida é necessária para garantir a qualidade da água distribuída para estas cidades.

A adutora Médio Oeste, responsável pelo abastecimento dos seis municípios, tem captação na barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Sua tubulação se estende do local de captação, município de Jucurutu, até as demais cidades atendidas. Ao longo do trajeto existem cinco estações de bombeamento de água. Nestas estações também há reservatórios que acumulam a água recebida da barragem. Assim como é necessário fazer a manutenção periódica das caixas d’água das residências, a Caern possui em sua rotina de trabalho a limpeza e desinfecção dos seus equipamentos.