Economia

Faturamento dos postos de gasolina cai mais de 20% em fevereiro

Segundo o head de Inteligência da companhia, Pedro Lippi, essa redução deve-se ao recuo na quantidade de vendas, fruto possivelmente de novas medidas de isolamento em boa parte do país e do aumento do preço dos combustíveis – Marcelo Camargo/Agência Brasil

A receita dos postos de combustíveis encolheu 22,8% em fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2020, de acordo com a Cielo.

Segundo o head de Inteligência da companhia, Pedro Lippi, essa redução deve-se ao recuo na quantidade de vendas, fruto possivelmente de novas medidas de isolamento em boa parte do país e do aumento do preço dos combustíveis.

Em janeiro, as vendas nos postos de gasolina já haviam apresentado baixa de 8,6% frente a janeiro do ano passado.

Radar – Veja

Opinião dos leitores

  1. Olhem só!!!
    Hoje as distribuidoras aumentaram vinte centavos no preço da gasolina pros postos, podem ter certeza que vai pras bombas viu?
    É só uma questão de tempo.
    É o tal PMPF que enche a pança e o cofre do governo do Estado.
    Pouca gente sabe disso.
    Mas é assim.
    Nos próximos dias deve sair mais um da Petrobras, aí os postos junta com esse e passa pra bomba vcs vão vê.
    Sabe a dúvida que todo mundo tem e mete o cacete nos postos?
    áh a gasolina subiu tanto na Petrobras, mas os donos de postos subiram mais, isso são uns ladrões…
    Né assim que se fala?
    Mais é por causa disso daí, o consumidor não é informado desses aumentos frequentes na pauta do ICMS né mesmo?
    Aí com poucos dias aparece na mídia, auditores comemoram record na arrecadação
    Claro! Tirando no meu no seu espinhaço, Fica fácil!!
    E aí quando o dinheiro chega no cofre do governo…
    Bom!!
    Vcs já sabe pra onde vai.
    O fato é que nunca dá.
    Eles falam que é insuficiente.
    E assim, nós os burros de cargas, vamos carregando o ESTADO nas costas.
    Simples assim!!

    1. É isso mesmo Leo.
      Chama o procon!
      Em João Pessoa é mais barato,
      Kkkkkkkk.
      Sem contar com um boi tabaco da 98 fm que todo aumento de combustível so falta matar os donos de postos pelas manhãs.
      Babaca não sabe de nada, fica relinchando, dando uma de formador de opinião, junto com um monte de sabe de nada.
      Imagina??
      No dia que souber como funciona, vai morrer de vergonha.
      É o chamado.
      Papa angu de galocha.

  2. Com o preço na alturas….,sair só com destino certo.O carro esta ha 5 dias parado Estou fazendo dieta,tudo pela metade,tem que se fazer ou atingir uma meta,perder peso,ja perdi 7.

  3. Foi mesmo?
    Pq será?
    Donos de postos e classe empresarial do MEI, continuem saindo às ruas de camisa da seleção brasileira pra falar que "bolsonaro tem razão".
    Vcs pedem por isso dia após dia, claro que cada vez numa quantidade bem menor, graças a Deus.
    No entanto, devem está satisfeitos.

  4. Estou separando uma quentinha aqui, para ir deixar para os donos dos postos., que aliás praticam preços muitíssimos parecidos.

    1. Caro Leo! Creio que a pesquisa foi feita com base no valor global das notas fiscais emitidas, ou seja, com base nos balanços dos valores após cada competência tributária, pois, para efeito de divulgação extraoficial, é um tanto complicado fazer uma pesquisa com a média de queda nos lucros dos postos de maneira individualizada em cada estabelecimento comercial.

  5. Se 5 milhões de motoristas deixassem de abastecer, num instante a petrobrás, reveria sua politica voráis de preços?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????>

  6. Pense como tô com dó , dos proprietários de postos. Ele não tá nenhum pouco de mim. Já lucrou e lucra muito

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

MELHOR QUE NINJA – (VÍDEO): Motociclista é arremessado de moto e cai em pé em acidente no PR

Foto: Arquivo Pessoal/Câmera de Segurança. (ASSISTA AQUI em matéria na íntegra)

“Na hora, só pensei em pular da moto. No fim, nasci de novo”, descreveu o motociclista Leandro Burato, que saiu ileso após uma batida contra uma van. Após o impacto entre os veículos, o piloto da moto foi arremessado e caiu em pé.

O acidente foi registrado por câmeras de segurança, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Assista ao vídeo acima.

A colisão ocorreu no sábado (6) e Leandro contou, nesta quinta-feira (11), que, quando tudo aconteceu, havia acabado de sair de casa. “Quando dobrei a rua, entrei na Avenida Áustria, engatei a terceira marcha e apareceu a van”, disse.

Segundo o motociclista, ao perceber que não teria como desviar do outro veículo, ele teve que agir rápido.

“A única coisa que passou é que eu tinha que desviar, mas vi que não ia dar, então pulei da moto e pensei ‘seja o que Deus quiser’”.]

O motociclista disse que sofreu apenas dois machucados leves. “No que me joguei, acho que bati a perna no guidão da moto, que entortou. Acabei com um machucado maior na coxa e um dedo machucado. Mas poderia ter sido muito pior”, detalhou Leandro.

Ele, que trabalha com telecomunicações, disse que dias depois do acidente, ainda não entendeu direito como aconteceu.

“O rapaz da van disse que tinha acabado de pegar o carro num lava car. Ele ficou bem nervoso, assustado, mas no fim deu tudo certo”, disse.

Leandro relatou que o acidente causou prejuízos com a moto. “Estragou bastante. Mas o mais importante, que é a minha vida, está tudo ok. Então a moto a gente arruma”, brincou.

Ao ver as imagens do acidente, o motociclista considera que nasceu de novo e faz um alerta. “No trânsito, a gente tem que prestar atenção. Em fração de segundos, tudo pode mudar. Eu poderia nem estar mais aqui para contar essa história”.

“Deus me deu uma nova oportunidade de viver e prestar mais atenção, mas também de colocar na cabeça dos outros que é importante ter cuidado no trânsito”.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

WhatsApp cai e Telegram está em 45% dos celulares de brasileiros, diz pesquisa

Foto: Marvin Costa/TechTudo

O número de usuários do Telegram e do Signal, apps de mensagens instantâneas disponíveis para Android e iPhone (iOS), cresceu nos últimos meses, enquanto o WhatsApp apresentou pequena queda. Os dados são de relatório encomendado pelas companhias Mobile Time e Opinion Box e investigam os principais aplicativos de mensagens no Brasil. A pesquisa também traz dados que relacionam a ascensão dos apps rivais do WhatsApp como uma possível resposta às novas políticas de privacidade do mensageiro, que passarão a valer a partir do dia 15 de maio deste ano.

Em meados de janeiro, o mensageiro mais popular do mundo começou a disparar notificações sobre a mudança em seus termos de uso, que passariam a permitir o compartilhamento de dados do WhatsApp com outras empresas do grupo Facebook. Prevista para ocorrer em 8 de fevereiro, as mudanças foram adiadas pela grande repercussão negativa do caso, e campanhas de esclarecimento foram extensivamente exploradas pela companhia, que chegou a vincular propagandas em jornais na Índia, país com quase 500 milhões de usuários ativos por mês no WhatsApp.

Segundo o relatório, o Telegram teve um crescimento expressivo em número de instalações em celulares brasileiros em comparação com o último ano. Em janeiro 2020, cerca de 27% dos entrevistados tinham o app instalado no celular, número que subiu para 45% em janeiro de 2021, indicando um crescimento de 18 pontos percentuais em um período de 12 meses.

O texto ainda traz informações sobre a popularidade de outros apps de mensagens, bem como a frequência de utilização e engajamento dos usuários nas plataformas. Segundo a pesquisa, o WhatsApp ainda é o app mais popular, presente em 98% dos celulares brasileiros. Na sequência estão outras plataformas do grupo Facebook, com o Instagram em segundo lugar, marcando presença em 81% dos smartphones, e o Messenger em terceiro, com 74%. O Telegram ocupa a quarta posição com 45%, seguido do Signal, com 12%.

A frequência de uso dos apps também é maior para o WhatsApp, em que 95% dos usuários abrem o app todo dia ou quase todo dia. Para o Telegram, o engajamento é de 45% e, para o Signal, fica em 29%. Apesar disso, Telegram e Signal bateram o WhatsApp em número total de downloads em janeiro deste ano, segundo dados do site especializado em crescimento de apps SensorTower.

O relatório também indica uma pequena queda na popularidade do WhatsApp no último ano. Em janeiro de 2020, 99% dos brasileiros tinham o app instalado no celular e 95% deles abriam o mensageiro todo dia. Neste ano, esse número caiu para, respectivamente, 98% e 86%.

Além disso, a pesquisa também revela um crescimento no desinteresse pelo uso da função de pagamentos do WhatsApp, prevista para ser liberada este ano. No ano passado, cerca de 66% dos entrevistados declararam interesse na função, ao tempo em que 54% expressaram interesse esse ano. Segundo a pesquisa, a queda de 12 pontos percentuais no WhatsApp Pay também pode ter relação com o lançamento do Pix, método de pagamentos instantâneo do Banco Central.

Com informações de Globo/Techtudo, Panorama Mobile Time/Opinion Box, National Herald India e India Today

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bovespa cai mais de 5%; Petrobras despenca 19%, com expectativas e mudanças no comando

A bolsa de valores brasileira, a B3, opera em forte queda nesta segunda-feira (22), após o presidente Jair Bolsonaro ter anunciado na noite de sexta-feira a indicação de um novo presidente-executivo para a Petrobras e com agentes financeiros enxergando aumento relevante de risco político no país, principalmente de ingerência governamental em estatais.

Às 10h56, o Ibovespa caía 5,23%, a 112.236 pontos, pressionado pelo tombo nas ações da Petrobras, que têm peso de 10,27 no índice. Veja mais cotações.

Perto do mesmo horário, as ações ordinárias (PETR3) tinham queda de 19,08%, a R$ 21,93, e as preferenciais (PETR4) tinham baixa de 19,39%, a R$ 22,03.

Na sexta-feira, a Petrobras já tinha perdido em um único dia R$ 28 bilhões em valor de mercado, segundo dados da Economatica.

Os papéis da Eletrobras e do Banco do Brasil também eram negociados em forte queda, com uma desvalorização perto de 10%.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou em queda de 0,64%, a 118.420 pontos, acumulando baixa de 0,84% na semana. Na parcial do mês até sexta, o índice acumulou avanço de 2,92%. No ano, a queda estava em 0,49%.

Cenário

As atenções dos investidores se voltam para a mudança no comando da Petrobras e temores de intervenção do governo federal na política de preços de combustíveis e na gestão de estatais.

Na noite de sexta-feira, Bolsonaro anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna, atual diretor da Itaipu Binacional, para a presidência da Petrobras, no lugar de Roberto Castello Branco, gerando muitas críticas. Para que a troca na presidência da Petrobras seja concretizada, a indicação ainda precisa do aval do Conselho de Administração da Petrobras, que tem reunião prevista para esta terça-feira (23).

No sábado, Bolsonaro disse que precisa “trocar as peças que porventura não estejam funcionando”. E que, “na semana que vem, teremos mais”, sem dar mais detalhes. Bolsonaro também disse no sábado que vai “meter o dedo na energia elétrica”, e que, “se a imprensa está preocupada com a troca de ontem, na semana que vem teremos mais”, destaca a Reuters.

A decisão e Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras repercutiu negativamente entre investidores, com vários analistas cortando a recomendação dos papéis, bem como reduzindo preços-alvo.

A XP Investimentos, por exemplo, cortou a recomendação para os papéis da Petrobras de “neutro” para “venda” no domingo, em relatório sob o título “Não há mais como defender”. O preço-alvo para as ações da Petrobras foi revisado de R$ 32 para R$ 24.

“As declarações recentes do presidente acendem um enorme sinal amarelo – senão vermelho ao cenário político local”, afirmou o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, em comunicado a clientes.

Na cena doméstica, os investidores continuam de olho também nas discussões em torno de mais gastos com auxílio emergencial para a população vulnerável, em meio às preocupações com a saúde das contas públicas e rompimento do teto de gastos – considerado a âncora fiscal do país neste momento.

Pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda mostrou que os analistas do mercado elevaram a estimativa de inflação em 2021 para 3,82%, acima da meta central, que é de 3,75%. A expectativa para a taxa Selic no fim de 2020 subiu de 3,75% para 4% ao ano. Já a projeção para a alta do PIB (Produto Interno Bruto) de 2021 foi reduzida de 3,43% para 3,29%.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Creio que 97%dos brasileiros não deveriam nem se preocuparem com os indices dessa bolsa de valores de São Paulo,só mesmo que deverião se preocuparem com esses números de aumentos e quedas nesses indices porcentuais ou percentuais eram somente os 3% dos brasileiros pelo qual até pouco tempo esse índice porcentual de investidores brasileiros
    não chegavam a 0,29%,especialmente por brasileiros que possuem renda suficiente com sobras de dinheiro no fim do mes,principalmente os ja súper ricos ou classe A e algumas pouquissimas pessoas da classes media alta ou classe B,a maior parte dessas pessoas que estão comentando para não dizer todos não deveriam nem entrar nesse mérito de discussão seja ela pessoas de esquerda ou direita com opiniões sobre como era ou como é a bolsa de valores actualmente no governo
    bolsonaro ou em épocas retroativas dos governos do PT,psdb,sarney,governos militares,Itamar Franco,collor,Temer essa é mais uma discussão que só levam únicamente a perda de tempo e de energía mental,eu não tenho preocupação alguma com essa tal bolsa de valores de São Paulo,para mim tanto faz como tanto fez a existencia desta coisa chamada bolsa de valores.

  2. Tomara que as ações vão a zero!!!!
    Só quem tá ganhando com essas altas é um pequeno grupo, enquanto todo resto da nação tomando no c…. pra manter o tal grupo.
    Porra de ação. Eu quero é combustíveis a preços normais. O resto que se lasque!!

  3. Segundo a lava jato, o PT desviou da Petrobrás em torno de 60 bilhões de reais durante 13 anos, o Presidente Bolsonaro, fez a Petrobrás perder 60 bilhões em dois dias…a justiça não vai fazer nada??

    1. Cara, vc não tem a menor idéia do que tá falando.
      Valor de mercado de empresas desse porte varia bilhões de um dia para outro.

    2. Inteligente Carlos Magno, vou desenhar:
      A petrobrás em 2002 tinha suas ações avaliadas em R$ 56,00 e em maio de 2016 esta muito valorizada a R$ 9,00. Vou fazer a conta pra você, desvalorização de R$ 47,00 por ação. Gerando TRILHÕES de DESVALORIZAÇÂO.
      De 2002 a 2016 a petrobrás teve recursos desviados (corrupção) em cerca de R$ 60 BILHÕES além da desvalorização das ações. De 2002 a 2016 o fundo de previdência da petrobrás entrou em colapso com seus recursos desviados.
      Tá desenhado, consegue entender?

  4. Mas o meu mito tem os melhores ministros: Moro, Mandetta, Waltraud, Regina Duarte, Bebiano todos fritaram. Se Guedes não comprar uma Fantasia de Militar, hehe… Nao teve Talento nem pra ser Deputado Federal quer se dirá ser um Presidente!

  5. Normal, o mercado é oscilante.
    A Petrobrás não quebrou com os Roubos do PT, vai quebrar com uma marolinha dessa.
    O MITO, Guedes e o Novo presidente da Petrobrás vão Erguer a gigante e os preços irão voltar ao normal.

  6. A queda das ações da Petrobras acaba de chegar a 20%.., não é esse o MAIOR prejuízo. A desconfiança dos investidores na quebra de contratos , vai provocar fuga dos investimentos. Dólar vai subir, inflação vai retornar com descontrole. Isso acontece com todas as nações que desconhece a força do mercado. O gado não sabe o que diz, como seu chefe
    ,age por impulsos. Esse crise, vai ser duradoura…

    1. Só não Roubou como fez seu ídolo de 9 dedos.
      Você é mais um que quer o Brasil quebrado, vá pra Cuba ou Venezuela seu seguidor de Maduro.

  7. Presidente Bolsonaro, muito obrigado por provocar a alta do dólar para R$ 5,53 neste momento. Isso implica na elevação da inflação do IGPM, que chegou a 25% nos últimos 12 meses. Não esquecerei desde " presentão" que o Senhor está me dando. Tenha ótima Dilmarizacao para nestes próximos meses!

  8. Kd os comentaristas do Mito.

    Ooooo veio macho, ohhh veio bom.

    kkkkkkkkkkkk é só fumo meu amigo.

  9. O Mercado e a Bolsa de Valores são comunistas talkei! O MINTO só quer o bem de todos e tudo que faz é perfeito e irretocável talkei! O fato dele estar interferindo nos preços do petróleo (interferindo na Petrobras sem respeitar as decisões do Conselho) e dizer que vai mexer no setor elétrico não tem nada a ver com o que DilmAnta fez em 2013 nesses dois setores talkei! A única semelhança é que DilmAnta fez isso para se reeleger e o MINTO sempre disse que não quer reeleição talkei! Acredito cegamente no meu político de estimação talkei! E quem duvida do MINTO é comunista, esquerdista, petista, socialista, lulista e tudo mais talkei! E não fiquem dizendo que o MEU PRESIDENTE DILMOU talkei!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Avião cai em piscina de resort e deixa tripulantes feridos em Minas

FOTO: REPRODUÇÃO/RECORD TV MINAS

Um avião de pequeno porte caiu na piscina de um hotel nesse sábado (20), em Formiga, a cerca de 200 km de Belo Horizonte. A queda deixou os tripulantes feridos, mas ninguém que estava hospedado foi atingido.

A aeronave sobrevoava o lago de Furnas e caiu em um resort do município. Segundo o Corpo de Bombeiros, a suspeita é que o avião tenha apresentado uma falha no motor. O piloto chegou a ficar desacordado, mas retomou a consciência logo depois.

Os três feridos foram socorridos por pessoas que estavam perto da piscina e foram levados para um hospital da região. Nenhum hóspede ou funcionário do resort ficou ferido no acidente.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Casal cai em blitz e mulher descobre que companheiro usava nome falso há 12 anos para esconder crime

Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-381, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, terminou com um homem preso, na tarde desta quarta-feira (10), e uma farsa de 12 anos.

Inicialmente, a PRF informou que o homem estava foragido há 14 anos; na verdade, ele era procurado há 12 anos. A informação foi corrigida na manhã desta quinta-feira (11).

Segundo o boletim de ocorrência, o homem, de 38 anos, viajava com a mulher de Janaúba, no Norte de Minas Gerais, para Itanhaém, no litoral de São Paulo.

Durante a abordagem, o motorista apresentou um documento falso. Foi aí que os policiais e a mulher descobriram que ele usava os dados do sobrinho para se esconder da polícia desde 2009.

De acordo com a polícia, o homem fugiu do presídio de Janaúba, onde cumpria pena por latrocínio. Nestes 12 anos, ele se passou pelo sobrinho, que tem idade parecida. Ele mudou para o estado de São Paulo e conheceu a companheira, com quem vive há três anos.

Os policiais contaram que a mulher ficou em estado de choque ao saber que o homem tinha um nome diferente e estava foragido.

O casal estava em Janaúba, visitando os parentes dele. A mulher disse que nunca desconfiou, já que os parentes sempre o chamavam por apelido.

O homem foi levado para a sede da Polícia Federal e vai responder também por uso de documentos falsos.

G1 -MG

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Poste cai e interrompe trânsito parcialmente sobre ponte Newton Navarro em Natal

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O trânsito sobre a Ponte Newton Navarro, que liga a Zona Norte à Zona Leste de Natal, ficou parcialmente interrompido no início da manhã desta terça-feira(92) após um poste cair no local no fim da noite dessa segunda-feira (01). De acordo com agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana, a suspeita é de que o o poste de metal tenha caído por causa da força do vento, já que não havia marca de colisão, por exemplo.

Em decorrência, pelo menos uma faixa da ponte no sentido Zona Norte – Zona Leste ficou interrompida, o que causou congestionamento. Outra faixa no sentido oposto também foi bloqueada por um veículo enviado ao local para retirar a estrutura caída.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

  1. O poste caiu por que não tem um planejamento pra adequada manutenção da ponte e dos postes , inclusive! Se houvesse, dificilmente um poste estaria caindo devido ao vento, eh até risível kkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Imperial College: taxa Transmissão da Covid cai no Brasil; maiores na Irlanda, Peru e Portugal

A taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 no Brasil é de 1,08, de acordo com levantamento do Imperial College de Londres, divulgado nesta terça-feira (26). O índice representa uma queda em relação ao relatório divulgado no dia 19 de janeiro, quando o Rt estava em 1,20, mas ainda é considerado alto.

A taxa atual significa que cada 100 pessoas contaminadas transmitem a doença para outras 108. O Rt acima de 1, apresentado pelo Brasil há semanas, indica que a doença avança sem controle no país. Quando fica abaixo de 1, aponta tendência de estabilização.

A universidade britânica também projeta que o Brasil deve registrar 7.540 óbitos pelo novo coronavírus esta semana, enquanto na anterior foram contabilizadas 6.997 mortes.

Especialistas costumam ponderar que é preciso acompanhar o Rt por um período prolongado de tempo para avaliar cenários, levando em conta o atraso nas notificações e o período de incubação do coronavírus, que chega a 14 dias. Além disso, por ser uma média nacional, a taxa de contágio não significa que a doença está avançando ou retrocedendo em todas as cidades e estados do país.

Dentro da margem de erro calculada pelo Imperial College, o Rt brasileiro pode variar de 0,99 até 1,10. A universidade destaca, ainda, que a notificação de mortes e casos no Brasil está mudando, e “os resultados devem ser interpretados com cautela”.

Estatísticas nacionais mostram altos números de casos e mortes pela Covid-19 no país. Nesta segunda-feira (25), a média móvel foi de 1.055 óbitos pela doença, 6% maior se comparada com o cálculo de 14 dias atrás, mas a maior desde o dia 4 de agosto, quando foram registrados 1.066 óbitos em média. A informação é do boletim divulgado pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Estado de S. Paulo, UOL e Folha de S. Paulo.

Contágio pelo mundo

As maiores taxas de transmissão da semana foram registradas na Irlanda (Rt 1,50), Peru (1,40), Portugal (Rt 1,39), Ruanda (Rt 1,36) e México (Rt 1,29). Os Estados Unidos não foram incluídos na análise do relatório.

Na América do Sul, além do Peru, Bolívia (Rt 1,25), Uruguai (Rt 1,24) e Venezuela (Rt 1,21) apresentam os índices mais elevados.

De acordo com o levantamento do Imperial College, o mundo registrou, até esta segunda-feira (25), mais de 97 milhões de casos de Covid-19, e mais de 2,1 milhões de mortes.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Teria evitado se os políticos sem vergonha tivessem proibido carreatas e passeatas nas eleições de novembro passado,

  2. Num poderia ter sido evitado antes? Se o presidente fosse um exemplo de responsabilidade, um líder! Ao contrário, desacreditou na ciência e ficou de babão de ovo do presidente americano, foi usado por Trump.

    1. Ele só líder para quem votou nele. A esse povo ele deve satisfação. Não precisou do seu voto para se eleger.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

TRAGÉDIA: Menino de 5 anos cai da cadeirinha da bicicleta do pai e morre atropelado por ônibus em SC

Foto: Reprodução

Um menino de 5 anos morreu atropelado por um ônibus do transporte público após cair da cadeirinha da bicicleta do pai na noite de segunda-feira (11) na Rua Alfredo Eicke, no bairro Barra do Rio, em Itajaí, no Litoral Norte.

Segundo a Polícia Militar, o homem se desequilibrou da bicicleta e bateu na lateral do ônibus que passava no momento da queda. A criança caiu, foi atingida pelo veículo e morreu no local.

A mãe estava próximo de onde ocorreu o acidente e acompanhava o passeio. Segundo Robson Costa, coordenador da Coordenadoria de Trânsito (Codetran) do município, os pais estavam do lado oposto da ciclofaixa.

“Caíram os dois, tanto o pai quanto a criança, mas o pai só teve escoriações, mas infelizmente a criança rolou para baixo do ônibus”, disse.

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local colhendo informações para investigar as causas do acidente.

Luto

Após a notícia do morte do menino, o Lar de Idosos São Vicente de Paula, onde a mãe da criança trabalha como enfermeira, manifestou solidariedade à família. Em uma publicação em uma rede social, o estabelecimento se colocou à disposição para ajudar os pais da criança.

“Tudo perde o sentido quando uma mãe perde seu filho. Sentimos muito por você ter que passar por isso e os funcionários e idosos se colocam à disposição para o que precisar. Que Deus lhe ajude a achar um caminho para seguir em frente e que sua fé lhe dê razões para acreditar”, disse o Lar de Idosos.

G1-SC

 

Opinião dos leitores

  1. Deus conforte a família.
    Infelizmente erro do pai por estar na rua e maior ainda erro do motorista do ônibus que não teve cuidado algum em manter distância e diminuir velocidade ao passar por um ciclista. Vamos ter mais cuidado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Imperial College: taxa de transmissão do coronavírus cai no Brasil, mas segue alta, a 1,04

Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo

A taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 no Brasil é de 1,04, de acordo com levantamento do Imperial College de Londres, divulgado nesta terça-feira (5). Isso significa que, de acordo com a estimativa da universidade britânica, cada 100 pessoas contaminadas pela Covid-19 no país transmitem a doença para outras 104.

O índice representa uma queda em relação ao levantamento divulgado no dia 15 de dezembro, quando o Rt estava em 1,13, mas ainda é considerado alto. A taxa de transmissão é uma das principais referências para se acompanhar a evolução epidêmica do Sars-CoV-2 no Brasil. Quando está abaixo de um, indica tendência de estabilização.

O levantamento também projeta que o total de óbitos pela Covid-19 no país esta semana deve ser de 5.440, um crescimento em relação à última semana, quando a universidade contabilizou 4.923 mortes pela doença.

Especialistas ponderam que é preciso acompanhar o Rt por um período prolongado de tempo para avaliar cenários e tendências, levando em conta o atraso nas notificações e o período de incubação do novo coronavírus, que chega a 14 dias. Além disso, por ser uma média nacional, a taxa de contágio pode variar nas cidades e estados do país.

De acordo com a margem de erro calculada pela universidade britânica, que analisa países em todo o mundo, a taxa de transmissão brasileira — o país tem dimensões continentais — pode variar de 0,92 até 1,26.

O Imperial College destaca, ainda, que a notificação de mortes e casos no Brasil está mudando, e “os resultados devem ser interpretados com cautela”.

Contágio pelo mundo

As maiores taxas de transmissão da semana foram registradas em Honduras (Rt 1,78), Bolívia (Rt 1,72) e Irlanda (Rt 1,45). O índice também é alto na Dinamarca (Rt 1,36), Egito (R 1,33), África do Sul e Nigéria (1,29), Chipre (Rt 1,24), Uruguai (Rt 1,23) e Reino Unido (1,22), entre outros. Os Estados Unidos não foram incluídos na análise do relatório.

Na América do Sul, além da Bolívia, Uruguai e Brasil, também apresentam alto índices de contágio o Chile (Rt 1,16) e a Colômbia (Rt 1,08).

De acordo com o levantamento do Imperial College, o mundo registrou, até esta segunda-feira (4), mais de 83 milhões de casos de Covid-19 e mais de 1,8 milhões de mortes.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Titia Cacá está agressiva hoje. O que foi que houve? Alguém falou mal dos sobrinhos ou é porque Bozo, o Incapaz andou fazendo merda de novo?

  2. Venho essa foto do ônibus lotado, lembro do Pixuleco, ZéGado com seus amigos, todos nú em um banheiro apertado tomando banho Romano.

    1. Pixuleco termine de defecar, antes que seu esfíncter entre em falência de tanto, ser estocado pelos primos dotados.
      Cuidado mona , desse jeito você vai acabar usando bolsa de colostomia kkkk

    2. Pixu, e se fosse o PT?
      Kkkkkkkk
      Só aqui no RN, nos primeiros meses de pandemia, o governo queria onze mil.
      Kkkkkkk
      O PR empurrou cloroquina e ivermectina, o resultado é esse.
      O mandeta, queria o exército nas ruas juntando corpos.
      Kkkkkk
      Palhaços!!
      Sai do blog por alguns estantes, vá tomar um banho o dia inteiro conectado, daqui a pouco vc ta fedendo, uma inhaca que não tem cão que aguente.
      Depois va arrumar um namoro com um burro pixu, seu mal é falta de sexo.
      Rsrsrs

    3. Kkkkk ! É a mesma coisa de Caca Cacá Cacá , que é a mesma coisa de Calígula Lara os íntimos . Grande figura humana , presidente do ABSITOLA DI CACÁ . O homem dia sobrinhos musculosos . Aí papai !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bomba cai 380 metros dentro de poço e cidade de Tibau fica uma semana sem abastecimento de água

FOTO: CAERN/ASSECOM

Engenheiros civis, operadores, mecânicos, auxiliares mecânicos, eletromecânicos e técnicos de engenharia. Ao todo são 20 empregados, além de diversos equipamentos da Caern, envolvidos no conserto do poço da cidade de Tibau. Desde a última terça-feira (29 de dezembro de 2020), a equipe está nesta operação de forma incansável, com equipes trabalhando 24h por dia.

A bomba caiu no poço a uma profundidade de 380 m e desde então todas as medidas estão sendo tomadas para resolver esta situação e retomar o abastecimento. O equipamento é imprescindível para o funcionamento do poço. Mesmo sendo um serviço no qual a equipe já possui experiência, esta situação tem se mostrado mais complexa e com um alto grau de dificuldade. Para este trabalho foi necessário, inclusive, a confecção de ferramentas especiais.

A previsão atual da Companhia é que o serviço seja concluído até a próxima terça-feira (05), com um prazo de normalização de até 48h após a conclusão.

Opinião dos leitores

  1. Grande governadora. Colocou como presidente da CAERN um grande GESTOR o Sr. ROBERTO SÉRGIO funcionário de carreira da CEF onde chegou a SUPERINTENDÊNCIA DA CEF por competência e fez um grande trabalho junto aquele órgão e esta também fazendo uma grande GESTÃO na CAERN.

    Não tenho dúvidas a professora será REELEITA fácil para governar os destinos do RN até 2026. Anote BG ganhará no PRIMEIRO TURNO ???

  2. Tibau virou um descaso com seus moradores e veranistas. Tanto pela prefeitura, como pelo governo do estado. Uma cidade sem lei, cada um com seus paredões de som, e a falta de água pela Caern. Carro pipa sendo vendido até quinhentos reais, mas a Caern não oferecia nada. Cidade da exploração.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Dólar cai e bolsas mundiais sobem com sanção de Trump a pacote de US$ 900 bilhões

Foto: Pixabay

O dólar opera em queda nesta manhã e as bolsas sobem no Brasil e no mundo, após a sanção do pacote de US$ 900 bilhões por Donald Trump. Após chamar o projeto de desgraça e deixar sua assinatura para praticamente o último minuto, o presidente americano deu aval ao projeto, que prevê alívio a famílias americanas, pequenas empresas e companhias aéreas, além de bilhões de dólares para distribuição de vacinas no país.

Às 9h09, o dólar recuava 0,56%, a R$ 5,177 . Na última sessão, na quarta-feira da semana passada, a moeda americana fechou em alta, a R$ 5,20. Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, subia 0,16% logo após a abertura, a 117.990,82 pontos.

No exterior, o mercado também reagiu com otimismo à sanção do pacote. A Bolsa de Frankfurt subia 1,49% e a de Paris, 1,14%. Como é feriado em Londres, a Bolsa não abriu nesta segunda-feira na cidade.

Na visão do estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, o pacote deve dar suporte para que a economia dos EUA atravesse um período mais turbulento até que a vacinação atinja uma escala maior e permita uma recuperação mais estrutural do país.

Os investidores também comemoram o avanço da imunização pelo mundo, como na Europa, que lançou uma campanha de vacinação em massa no domingo, e o acordo comercial entre União Europeia e o Reino Unido.

Na Ásia, as bolsas também fecharam em alta após a sanção de de Trump. Em Tóquio, onde os ganhos foram liderados pelas ações de eletrônicos, o índice Nikkei fechou em alta de 0,7%. Na China, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,44%.

Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,06%, e a bolsa de Taiwan registrou alta de 1,06%. Já a bolsa de Hong Kong fechou em baixa, com o índice Hang Seng perdendo 0,27%.

Previsão de juros mais altos em 2021

No Brasil, o mercado ajustou suas estimativas e passou a ver a taxa básica de juros ligeiramente mais alta no fim de 2021, de acordo com o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central.

O levantamento semanal mostrou que os especialistas consultados passaram a ver a taxa Selic a 3,13% no fim do ano que vem. A mediana das projeções apontava para 3% na semana passda. Em 2020, a taxa terminará o ano em 2%.

Para a inflação, os economistas ainda calculam taxa de 4,39% em 2020, mas reduziram as contas para a alta do IPCA em 2021, de 3,37% para 3,34%.

O centro da meta oficial de 2020 é de 4% e, de 2021, de 3,75%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Para o Produto Interno Bruto (PIB), permanece a estimativa de contração de 4,40% em 2020, mas o cenário para o crescimento em 2021 foi melhorado a 3,49%, de 3,46% na semana anterior.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Ainda bem que Caligula tem o celular na mão pra digitar pq a boca tá ocupada, se é que vcs me entendem.
    Ele é tão asno que não lê e não sabe que Trump negou e depois assinou, por livre e espontânea pressão.

  2. Pedro, Calígula está perdendo, se somar Mané, Samuel Url e vc dá 3 x 1….kkkkkk, a conta é fácil.

    1. A vaquinha do Bozo lambe as bolas até de quem o Minto manda.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Natal cai nove posições e tem 40º maior PIB entre municípios brasileiros, mostra levantamento do IBGE até 2018

Foto: IBGE

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(17) que Natal perdeu nove posições no ranking do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios entre 2017 e 2018. Com R$ 23,8 bilhões, a capital potiguar tem o 40º maior PIB do país em 2018 – no ano anterior, ocupava o 31º lugar. O levantamento foi elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema).

Entre os 100 maiores PIBs municipais, apenas Natal representa o Rio Grande do Norte no ranking. O PIB natalense corresponde a 0,34% de tudo que municípios brasileiros produzem. Os 167 municípios potiguares juntos somaram R$ 66,9 bilhões de PIB.

O Produto Interno Bruto (PIB) é o total de bens e serviços finais de um país, estado ou município. Também pode ser explicado como a soma dos valores adicionados pelas diversas atividades econômicas acrescida dos impostos sobre produtos e serviços.

Mossoró (R$ 6,5 bilhões), na 23ª posição, e Parnamirim (R$ 5,1 bilhões), na 28ª, estão entre os 30 maiores PIBs do Nordeste.

O Rio Grande do Norte tem cinco municípios entre os 30 menores PIBs da região: Viçosa (R$ 17,2 milhões) é o terceiro menor; João Dias (R$ 21,6 milhões), o 11º; Monte das Gameleiras (R$ 24,5 milhões) fica em 24º lugar; Francisco Dantas (R$ 25,1 milhões), em 28º; e Taboleiro Grande (R$ 25,5 milhões), na 29ª posição.

Natal, Mossoró, Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante são responsáveis por 57,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Norte.

Em valores absolutos, os municípios com cinco maiores PIBs geraram R$ 38,5 bilhões em 2018. O grupo também concentra 46,2% da população potiguar.

Com acréscimo de informações do G1-RN

Opinião dos leitores

    1. Se ligue, estude e leia, 2017 para 2018 em pleno governo de Robson com o apoio irrestrito do PT de Fátima e Mineiro, que era o líder do governador na assembleia, quando chegar os dados de 2020 você vai ver o que derrocada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Ônibus cai de ponte em Minas Gerais e pelo menos 14 morrem

Foto: Reprodução/CNN Brasil

Um ônibus caiu de uma ponte nesta sexta-feira (4) em Minas Gerais, próximo da cidade de João Monlevade (a 110 km de Belo Horizonte).

Segundo o Corpo de Bombeiros, 40 pessoas estavam no coletivo. Ao menos 14 morreram e 26 estão feridas.

Ainda não há informações sobre o itinerário do veículo, que se presume que seja da empresa Localima Turismo, de São Paulo.

Segundo informações preliminares, o ônibus caiu na Ponte Torta, que passa sobre o rio Piracicaba, após colidir com um caminhão no km 350 da rodovia BR-381, próximo ao entrocamento com a MG-262.

A estrutura tem aproximadamente 15 metros de altura.

A CNN apurou que a via é conhecida como “estrada da morte”, pela quantidade de acidentes que acontecem lá.

Os bombeiros informaram que algumas vítimas já foram encaminhadas para hospitais nas proximidades.

O trânsito no local está lento por conta de vários carros parando para ver o que aconteceu. A Polícia Rodoviária Federal pede para que as pessoas não parem para assistir o resgate.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

    1. Que esse ano acabe logo e o próximo seja de luz para toda humanidade.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Bebê de 11 meses cai de primeiro andar de prédio no Seridó

O portal G1-RN noticia nesta quarta-feira(02) que uma criança de 11 meses caiu do primeiro andar de um prédio, uma altura de aproximadamente 4 metros, no município de Parelhas, região Seridó potiguar. O caso aconteceu na tarde dessa terça-feira (1). As circunstâncias da queda não foram esclarecidas.

A matéria ainda destaca que de acordo com informações de familiares, o bebê fez uma exame tomografia e foi diagnosticado com traumatismo craniano. Os médicos estabilizaram a criança e, em seguida, ela foi transferida para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal.

Opinião dos leitores

  1. Entra Governo e sai governo e a promessa de construir um hospital Regional de Emergência no Seridó nunca é cumprida.
    Muitos hospitais no interior mal tem um RX.

    1. Uiii, concordei com vc, vou dar um exemplo, Se um infarta, o único exame é eletrocardiograma e o SAMU pra enviar pra Natal, dezenas de pessoas teriam sido salvas se já tivesse como fazer cateterismo no Serido. Quando tem a crise , o médico pede o cateterismo e demora um ano ou mais para ser autorizado, digo de certeza, tenho amigos por lá já esperando há dois anos por esse exame.

    2. Pois é Alexandre Magnus, o problema é falta de equipamentos, médicos especialistas, todo e qualquer problema que requeira imagens, cuidados especiais, os pacientes são transferidos para o Walfredo Gurgel ou Deoclecio Marques. O de Caicó e CN suas emergências são limitadas a pequenos casos.

    3. Um amigo quê enfartou no município de Jaçanã, realizou um procedimento cirúrgico após infarto no hospital de Currais Novos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Percentual de famílias brasileiras endividadas cai em novembro e chega a 66%

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Após três quedas consecutivas, o número de famílias brasileiras com dívidas chegou em novembro ao mesmo patamar de fevereiro, antes dos impactos mais severos da pandemia de covid-19. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada hoje (1) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Segundo o estudo, 66% das famílias estão endividadas, o que representa uma queda de 0,5 ponto percentual em relação a outubro. A pesquisa considera como dívidas as despesas declaradas com cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal, prestação de carro e de casa, ainda que estejam em dia.

Segundo a pesquisa, o cartão de crédito é a principal modalidade de endividamento para 77,8% das famílias. Em seguida, aparecem os carnês (16,1%) e o financiamento de veículos (10,7%), associados ao consumo de médio e longo prazos.

Renda

As famílias com renda de até 10 salários mínimos tiveram queda do endividamento pelo terceiro mês seguido, mas continuam acima da média, com 67,5%. Para as famílias com renda maior que 10 salários mínimos, o endividamento se manteve estável em 59,3%.

A confederação avalia que os indicadores recentes apontam para uma recuperação da economia mais robusta do que as estimativas indicavam, o que impacta, inclusive, em pressões inflacionárias. Ainda assim, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, alerta a proporção de endividados no país é elevada e sublinha a necessidade de ampliar o acesso a recursos com custos mais baixos, possibilitando o alongamento de prazos de pagamento.

Dívidas em atraso

A inadimplência, que contabiliza as dívidas em atraso, também teve queda em novembro e chegou a 25,7%. No mês passado, o percentual era de 26,1%. Da mesma maneira, o grupo de famílias que declararam não ter condições de pagar suas dívidas em atraso caiu de 11,9% para 11,5%.

Apesar da queda, a inadimplência continua acima dos patamares de 2019. Em novembro do ano passado, 24,7% das famílias eram inadimplentes e 10,2% declararam não ter condições de pagar suas dívidas em atraso.

O tempo médio de atraso na quitação das dívidas das famílias inadimplentes vem aumentando desde junho e atingiu o maior patamar, desde maio, no mês passado: 62,5 dias. Também está em alta desde agosto o percentual de famílias que demoram mais de 90 dias para quitar as dívidas em atraso. Em novembro, o percentual chegou a 42,9%.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *