PF deflagra operação no interior do RN contra grupo criminoso que se utiliza de documentos falsificados para obter benefício de idosos, e prende mulher

A Polícia Federal, juntamente com o NUINT – Núcleo de Inteligência da Previdência Social, deflagrou nesta quinta-feira, 22/08/2019, a Operação Reiteração, na cidade de Canguaretama/RN, com o objetivo de coibir a atuação de grupo criminoso que se utiliza de documentos falsificados com a finalidade de obter Benefício de Amparo Social ao Idoso.

A Polícia Federal efetuou a prisão em flagrante de uma mulher quando intentava requerer o benefício junto a APS (Agência da Previdência Social) da cidade de Canguaretama /RN se utilizando de documentos falsos. As investigações se iniciaram em 2016. Vale anotar que, atuando em todo o Estado, a mesma pessoa utilizava nomes diferentes em vários requerimentos, com vistas a obter maior número de benefício LOAS possível. Há indícios, inclusive, que a flagranteada tentou auferir concessórios em mais duas localidades no Estado do Rio Grande do Norte.

Segundo dados do NUINT, a ação possibilitou uma economia estimada de R$ 430.000,00 (quatrocentos e trinta mil reais), em pagamentos futuros que seriam realizados, caso tivesse havido a concessão dos benefícios e considerando a expectativa de vida e a idade atual da pretensa beneficiária, conforme tabela de mortalidade do IBGE (2016).

A Operação foi denominada REINTERAÇÃO visto que a mesma pessoa se repete em vários requerimentos, se utilizando de nomes diferentes.

Acusado de latrocínio é condenado a 40 anos de prisão no interior do RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu uma condenação de 40 anos de reclusão em regime inicialmente fechado pelo crime de latrocínio praticado por João Batista dos Santos Souza Filho, em Areia Branca. O réu roubou e matou Adriano Cleiton da Silva Avelino e Ricardo Arruda Duarte, em 27 de março de 2018, próximo à comunidade de Casqueira II.

O magistrado aceitou a tese do MPRN de que o réu praticou o delito de forma premeditada, selecionando criteriosamente os alvos, o momento, o local e a forma de execução do crime. Ao fixar a pena, foram considerados o motivo do crime (obtenção de lucro fácil) e as circunstâncias, com utilização de arma de fogo.  João Batista ainda possui condenação de 27 anos e oito meses de reclusão em regime fechado, também pelo crime de latrocínio. Na sentença, o juiz negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.  No dia 27 de março de 2018, no período da tarde, o denunciado matou as vítimas com disparos de arma de fogo.

Veja matéria completa aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto disse:

    Se for pobre, vai para a cadeia.
    Se tiver um bom advogado recurso para a segunda instância.

  2. Lope disse:

    Em cinco anos ele sai e faz outra família chorar!!!!

Família no interior do RN com filhos com problemas físicos tem corte de benefício, ainda é cobrada e tenta reverter caso na Justiça

Fotos: Arquivo pessoal/Reprodução/Instagram

Uma família no interior do Rio Grande do Norte tenta reverter uma inesperada decisão da Previdência Social, que não apenas cortou um benefício fundamental para o sustento, como também cobra ressarcimento em um valor que ultrapassam os R$ 50 mil.

Conforme foto acima, com filhos com visíveis problemas físicos, entre outros quadros, a família agora vive um drama com o corte de um salário mínimo, ainda se vê cobrada, e depende da ajuda de amigos e uma corrente do bem em rede social. A denúncia foi feita por um empresário de Natal.

“Estamos em campanha de amigos para reaver essa decisão e ajudá-los a manter a sua família com dignidade!! Peço aos amigos que puderem ajudar – Todos ficaremos muito gratos!”, disse o empresário.

Instagram da família e informações para doações:

@amorincondicionaljhk

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcila disse:

    Se os senhores atentarem para o que diz o comunicado do INSS, o indeferimento se deu administrativamente pelo critério de renda familiar, condição fundamental para enquadramento. A Autarquia não pode passar por cima de suas próprias normas. Se a LOAS, que fundamenta o BPC – Benefício de Prestação Continuada – que é o benefício em questão nesse caso, versa que, para enquadramento, a renda familiar per capita não deve ser superior a 1/4 do salário mínimo, não enquadra e pronto. Então, caberia ao poder Judiciário, único poder capaz de interpretar à luz de algum outro entendimento, corrigir qualquer injustiça social. Não o INSS.

  2. Bruno Milla Tech disse:

    Infelizmente vai ter casos como esse, não foi o primeiro e não foi o ultimo, para acabar com todas as irregularidades Existentes pode acontecer isso, mas com toda certeza esse caso pontual será resolvido!!! Para os que estão recebendo ai aposentadoria ilegal etc Tenham calma, voces serão pegos!!

  3. Iza disse:

    Independente de quem seja o Governo estamos falando de uma familia, então vamos ajudar positivamente contribuindo e não ficar procurando um culpado.

  4. José claudio disse:

    Não adianta colocar culpa no atual governo tudo está em votação na Câmara, a previdência ainda é a de luladrão

    • Lucas disse:

      Amigo gado, por favor, pesquise sobre pente-fino previdência. Conhece o Google? Apesar da nobre intenção de reverter benefícios fraudulentos, muita gente de bem está sendo afetada pela pura e simples insensibilidade do GOVERNO ATUAL. A entrada de pacientes em macas em agências do INSS e bancos está se tornando rotineira! Portanto, vá passar pano na casa de chapéu!
      Abraço.

  5. Evan Jegue disse:

    Que a previdência reverta!

  6. Allan Polishon disse:

    Parabéns aos envolvidos, é a nova previdência.

    • Janete disse:

      Não foi a previdência que negou. Foi uma decisão muito injusta da justiça.

  7. Silva disse:

    Imoral!!

  8. Roque disse:

    Incrível uma situação dessa. Conheço um ex presidiário no meu interior que levou um tiro e colocou uma pequena placa no punho e tá recebendo um salário mínimo, só pra fumar drogas.
    Ô Brasil vèi

  9. Rômulo© disse:

    Esse é o novo Brasil do Bozo!

TCE determina suspensão de concurso público no interior do RN

Foto: Divulgação/Ilustrativa

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado acatou pedido de medida cautelar pleiteada pelo Ministério Público de Contas e suspendeu os efeitos do concurso público da Prefeitura de Lajes Pintadas, o que implica proibição de nomear os candidatos classificados, até a apreciação final do medito.

De acordo com o processo, relatado pela conselheira substituta, Ana Paula de Oliveira Gomes, na sessão desta quinta-feira (09) foram detectadas irregularidades que afrontam a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em relação a gastos com pessoal.

O Ministério Público demonstrou, nos autos, que o Município se encontrava com 61,22% de sua receita corrente liquida comprometida, de modo que não poderia realizar a contratação de novos servidores sob pena de violação ao art. 22 da LRF, que veda o provimento de cargos públicos e admissão ou contratação de pessoal, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação, saúde e segurança – para cargos já criados. Além disso, foi ressaltada a inexistência de demonstração de impacto orçamentário-financeiro para o recrudescimento da despesa com pessoal.

Segundo a procuradora Luciana Campos, o município em questão só estava autorizado a realizar a criação de cargos e/ou nomeação de servidores, por força de lei, quando a sua despesa com pessoal se encontrasse aquém do percentual de 51,3% de sua Receita Corrente Liquida. “Não sendo este o caso, os recursos municipais estariam significativamente comprometidos com a despesa de pessoal, o que prejudica a oferta das demais prestações obrigatórias do ente”, enfatizou, lembrando que nenhuma despesa com pessoal pode ser realizada sem o devido estudo de impacto financeiro orçamentário.

O voto foi acatado à unanimidade pelos conselheiros e fixou, além da suspensão dos efeitos pertinentes ao concurso, a citação de Antônia Ferreira Lima Furtado, prefeita do Município, para se manifestar, se assim entender, apresentando a defesa, as razões de fato e de direito relativas as ocorrências apontadas no relatório. Os autos devem ser direcionados à Diretoria de Atos de Pessoal (DAP) responsável pelo devido acompanhamento processual.

Ônibus com estudantes sai da pista ,capota na BR-304 no interior do RN e deixa feridos

Foto: Redes sociais

O portal G1-RN destaca na tarde desta sexta-feira(02), por volta das 15h, um acidente com ônibus com estudantes, que saiu da pista e capotou na BR-304, próximo à cidade de Pau dos Ferros, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. Segundo informações repassadas pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), não houve nenhuma vítima fatal e os jovens sofreram ferimentos leves .

Informações dão conta que os jovens retornavam de uma seletiva regional para os Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns), que aconteceu na cidade de Riacho de Santana, e estavam a caminho de Pau dos Ferros.

A reportagem relata que um pneu do ônibus estourou, deixando o motorista sem controle do veículo, que saiu e virou na beira da estrada. Solidárias, algumas pessoas que trafegavam no local naquele momento pararam os veículos para ajudar os estudantes.

Os feridos foram levados para o Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aracildo Jr disse:

    A BR mudou de lugar, tava com tantos buracos que resolveu ir para outra região!

  2. Arnaldo Franco disse:

    Parece que não é a cidade de Pau dos Ferros, mas um distrito ou um lugarejo chamado Pau dos Ferros.

  3. Pedro disse:

    BR 405.

  4. LKS disse:

    BR 304 não passa na região de Pau dos Ferros…..
    deve ser a BR 405….

  5. José Corcino disse:

    A BR 304 não liga Natal a Pau dos Ferros, a BR 405 liga Mossoró à Pau dos Ferros!!!!!

Assalto em granja no interior do RN deixa professora morta e marido em estado grave

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Uma professora de 47 anos morreu e o marido dela ficou ferido depois de serem baleados em um assalto em uma granja na cidade de Pedro Velho, distante aproximadamente 80 quilômetros de Natal, por volta das 20h dessa segunda-feira(29). De acordo com a polícia, pelo menos quatro criminosos participaram da ação. Armados, invadiram a casa do casal no Sítio Porteiras, na zona rural da cidade, e iniciaram o assalto. ainda não se sabe em que momento mas, durante o roubo, os homens atiraram no casal. Na fuga, os marginais levaram uma televisão, três celulares e duas espingardas de caça do marido.

Segundo a polícia, a professora chegou a ser socorrida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O marido está internado em situação grave, e foi transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. A professora morava em Pedro Velho desde a infância, ensinava na escola municipal da cidade, e ainda em outra em Canguaretama. O crime deixou os municípios em choque.

A Polícia Militar realizou buscas na região na busca pelos criminosos, no entanto, ninguém foi preso.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Será que o SINTE/RN ou o Fórum dos Servidores vão emitir alguma nota condenando a vítima e defendendo a (biodi)gestão da "gove do góipi"?

  2. Ivan disse:

    Seria muito bom se nossos juízes se unissem à promotores e policiais em prol da severa punição desses assassinos que assolam nosso estado!!! Por aqui, parece q não se incomodam com essa situação, sentem-se seguros em seus condomínios e a criminalidade segue reinando..Imaginem se tivéssemos por aqui um Moro, um Deltan, um Virgulino e um Mauro Albuquerque, trabalhando em conjunto…Pfv autoridades, se espelhem nesses caras e botem esses vagabundos no lugar onde merececem estar!!!! Seria pedir demais??? Será q não os pagamos bem o suficiente????

    • José disse:

      Em primeiro lugar, deve-se mudar as leis. Para que fiquem mais rigorosas, sem brechas e funcionem.
      Policia
      Juiz e promotor, não controem leis.
      O legislativo sim.

    • José disse:

      Ou seja o congresso que pode mudar nossas leis e nosso Brasil.

    • Lira disse:

      Deixem de piadas.. O Legislativo vota leis com brechas, ineficientes e que não prejudique os deputados e senadores…. ou seja, tamos reiados…

  3. Brenno Loppes disse:

    Isso é resultado da política de insegurança, da impunidade implantada nos últimos 18 anos, onde bandido fica preso até chegar na audiência de custódia.
    Culpa do discurso da esquerda que impõe o mantra que assassino e ladrão tem que ser combativo com livros e flores e o cidadão vem perdendo a vida pela balas dos bandidos protegidos. De quem é a culpa? Provavelmente do mundo todo, menos daqueles que ocuparam o poder de 2003 a 2016

  4. lulapreso disse:

    Espero que esses vermes apareçam com a boca cheia de formigas. Amigos policiais não desistam de procurar esses monstros covardes.

Ministério Público Federal denuncia médico do INSS no interior do RN por fraude em perícia

Arte: Secom/PGR

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o médico perito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na cidade de Santo Antônio, no Rio Grande do Norte, Antônio Carlos Barbosa, por atestar falsamente que Maria Josilene Honório de Goes teria deficiência. As investigações apontam que o médico agiu de forma consciente e voluntária, além de inserir os dados falsos no sistema informatizado do INSS, com a finalidade de proporcionar vantagem ilícita à segurada.

A denúncia é baseada em inquérito policial e ação penal que investigam Maria Josilene e Maria José Honório por fraude para obtenção de benefício indevido junto à autarquia. De acordo com o colaborador do MPF na ação, o médico estaria envolvido em diversos casos forjados, com participação do servidor do INSS João Ferreira Cândido Neto, que direcionava perícias específicas para o denunciado.

“Constata-se que, no âmbito da estrutura criminosa que se desenvolveu no INSS para concessão de benefícios fraudulentos, João Ferreira Cândido Neto sempre agendava as perícias médicas para o médico Antônio Carlos Barbosa, a fim de que ele inserisse no sistema do INSS dados falsos”, atesta a denúncia de autoria do procurador da República Fernando Rocha.

A inserção de informações falsas em sistemas ou bancos de dados da Administração Pública com o fim de obter vantagens, ou para causar dano, é crime tipificado nos artigos 71 e 313-A do Código Penal.

O MPF dispensou inquérito policial específico para a denúncia, e pediu que ela tramite em conexão com a Ação Penal 0805631-03.2018.4.05.8400, que a fundamenta.

Com informações do MPF-RN

FOTO: Bandidos usam explosivos e arrombam agência dos Correios no interior do RN

Foto: Redes sociais

A agência dos Correios na cidade de São Rafael foi atacada por uma quadrilha na madrugada desta sexta-feira (31).De acordo com informações preliminares, populares relataram que ouviram, pelo menos, duas explosões e vários tiros. Na ocasião, os bandidos explodiram a agência, mas não levaram o cofre.

Na ocorrência, a polícia foi acionada depois que um motorista de ambulância, que levava uma mulher em trabalho de parto, teve o pneu do veículo furado na RN-118, entre São Rafael e Assú, por causa de grampos na pista.

O paradeiro dos bandidos ainda é desconhecido apesar de diligências.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Bandidos mal informados. O que os Correios tinham de valor os petralhas já fizeram a limpa.

FOTO: Polícia Civil prende mulher que ajudou mãe a ocultar cadáver de idoso no interior do RN; vítima foi esquartejada

FOTO: PC/ASSECOM

Uma equipe da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pau dos Ferros cumpriu, nesta quinta-feira (30), um mandado de prisão contra Francisca Kassandra de Souza, de 22 anos. Ela foi presa pelo crime de ocultação de cadáver, praticado no ano de 2016, na cidade de Apodi.

Na ocasião, Francisca Kassandra confessou à polícia que ajudou a esconder o corpo de Augusto Fernandes de Freitas, de 71 anos, morto e esquartejado por Francisca Maria, de 38 anos, mãe de Kassandra, com a ajuda de seu então companheiro Maykon Kelly, ambos já presos.

De acordo com os policiais, imagens de câmeras de segurança mostram as duas mulheres entrando na casa da vítima carregando sacolas. Cerca de 20 minutos depois elas saem da casa e carregam com dificuldades uma sacola que, segundo a polícia, são partes do corpo do idoso.

Francisca Kassandra foi conduzida à delegacia e encaminhada à Penitenciária Mário Negócio, em Mossoró, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

FOTO: Polícia Civil prende dois por tráfico de drogas no interior do RN e apreende “pés de maconha”

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Polícia deram cumprimento, na manhã dessa terça-feira (28), a mandados de busca e apreensão em desfavor de Carlos Daniel Souto Dantas. Na residência dele, foram apreendidos alguns “pés de maconha”. Rauene da Costa Lourenço também estava no local. Ambos foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Eles foram presos durante a Operação Cronos II, que foi deflagrada em todo o país, com o objetivo de prender investigados por crimes de homicídios e feminicídio. No Rio Grande do Norte, a operação resultou na prisão de 85 pessoas e na apreensão de seis adolescentes. Entre as prisões efetivadas, 25 foram por homicídios (tentados ou consumados), 18 por tráfico de drogas, 25 por roubo/furto (sendo um latrocínio), cinco por posse de arma de fogo, três por violência doméstica e cinco por estupro.

Carlos Daniel e Raune da Costa foram conduzidos à delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

VÍDEOS: Em plena luz do dia, quadrilha fortemente armada explode carro-forte e leva dinheiro no interior do RN

Ação criminosa realizada na região Seridó do Rio Grande do Norte na manhã desta terça-feira(28) incendiou veículos e explodiu carro-forte.

Quantia desconhecida foi levada do município de Jardim do Seridó por grupo fortemente armado, com cerca de vinte homens. Na fuga, deixaram grampos por várias localidades na região. Vídeos cedidos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. joao disse:

    Seguranca Publica é feita com pipoca Bokus.

  2. Walmir Farias disse:

    Passa a mão na bunda da POLÍCIA

Ex-prefeita e secretários no interior do RN são condenados por reterem bens e documentos públicos

O Grupo de Apoio às Metas do CNJ, com atuação na Comarca de São Bento do Norte, condenou três ex-gestores (ex-prefeita e dois secretários) do Município de Galinhos por ato de improbidade administrativa ao não entregarem documentação e bens pertencentes à Prefeitura para a equipe de transição de governo.

O Município de Galinhos ajuizou Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa contra Eliete Freire de Oliveira Maciel (ex-prefeita), Jadson Freire de Oliveira Maciel (ex-secretário de Administração) e Edilene Freire Maciel (ex-tesoureira municipal), por suposto cometimento de ato de improbidade administrativa consistente na violação aos dispositivos da Lei 8.429/92.

Os ex-gestores foram condenados com penas de: suspensão dos direitos políticos por três anos; pagamento de multa civil, em favor da municipalidade de três vezes o valor da remuneração percebida à época quando exerciam, respectivamente, o cargo de Prefeita do Município de Galinhos, de Secretário de Administração e de Tesoureira Municipal, acrescido de juros e de atualização monetária.

Eles também estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos. O Grupo ainda julgou improcedente o pedido de condenação do Município em litigância de má-fé.

Segundo o ente público municipal, os três denunciados, em razão de, na condição de ex-gestores do Município de Galinhos, não terem entregue toda a documentação e bens pertencentes àquela Municipalidade, omitindo-os da equipe de transição, conforme documentos juntados na ação judicial.

Relatou que tal fato ocasionou dificuldades na apresentação de prestação de contas aos órgãos de fiscalização, tornando o Município inadimplente. Assegurou que, com o passar do tempo, a atual gestão tem percebido a ausência de diversos bens móveis pertencentes à municipalidade, motivando o ajuizamento da ação de busca e apreensão que tramita junto a ação de improbidade.

Os acusados, nos autos do processo de improbidade, defenderam a não aplicação de Lei de Improbidade Administrativa (LIA) aos agentes políticos e também imputaram os fatos ao ex-Prefeito Ricardo de Santana. Alegaram que foi negado o recebimento dos documentos, bem como a inexistência de ato de improbidade.

Eles também sustentaram a inexistência de ato ímprobo e que qualquer atraso no repasse de documentos ou bens se deu por desídia da gestão seguinte, pleiteando a improcedência do pedido. O Ministério Público requereu a procedência do pedido, ao argumento de que os réus retiraram da Prefeitura Municipal vários documentos públicos, os quais foram apreendidos em suas respectivas residências.

Quanto à alegação dos acusados da inaplicabilidade da Lei de Improbidade Administrativa aos agentes políticos, o Grupo entendeu que os prefeitos não se submetem ao regramento previsto na Lei 1.079/50 e, por tal motivo, devem ser julgados por atos de improbidade administrativa.

Com base na: Constituição da República, que estabeleceu o direito fundamental de acesso à informação (art. 5º, XXXIII), bem como o princípio da publicidade (art. 37, caput, da CF); na Lei 8.159/91, que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e; na Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011), que estabeleceu deveres de transparência aos órgãos e entidades públicas, o Grupo considerou que os órgãos públicos devem pautar-se pela transparência e arquivamento adequado de suas informações.

“A inexistência, mau funcionamento e, até mesmo, a obstaculização do acesso aos documentos públicos constitui afronta direta à Constituição, pois frustra direitos básicos por ela assegurados, violando a transparência e a publicidade na Administração Pública”, lecionou.

De acordo com o órgão julgador, o gestor público que não cumpre tais preceitos está também impedindo a aplicabilidade das leis de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), da Transparência (Lei Complementar 131/2009) e da Lei 12.527, de 2011 – Lei de Acesso à Informação, que preconizam a gestão transparente da informação, propiciando amplo acesso a ela e sua divulgação.

Processo nº 0100238-42.2014.8.20.0151
TJRN

 

FOTO: Polícia Civil prende alemão por estupro de vulnerável no interior do RN

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Tibau do Sul em ação conjunta com a 2ª DP de Pipa cumpriram, na manhã desta quarta-feira (22), um mandado de prisão contra o alemão Hans Peter Muller, de 62 anos. O homem respondia uma ação penal em liberdade pelo crime de estupro de vulnerável cometido no município de Vila Flor-RN, onde foi preso no dia de hoje. Segundo as investigações, Hans Peter continuava praticando o mesmo crime, dessa vez na cidade de Tibau do Sul.

Ainda de acordo com as investigações, Hans aliciava menores de idade oferecendo dinheiro, roupas e celulares. O homem levava sempre uma máquina fotográfica para encontrar com as vítimas e lhes dava dinheiro para praticar atos sexuais com elas.

Hans Peter foi preso e encaminhado ao Sistema Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sanches disse:

    É simples…
    Recolhe ele para Hospedaria de Alcaçuz e não esquecer de avisar aos demais hóspedes o motivo pelo qual ele foi recolhido.

    • Santos disse:

      Melhor mandar esse senhor para o país dele la ele pode fazer o que quiser.

Polícia registra assassinato no interior do RN de grávida de três meses e prisão do marido

O portal G1-RN destaca o assassinato de uma mulher, grávida de três meses, na manhã desta quarta-feira (22) na Vila São Bernardo, comunidade da zona rural de Luís Gomes, na região Oeste potiguar. De acordo com a notícia, após a ação criminosa, o marido da vítima foi preso. De acordo com a Polícia Militar, a mulher de identidade a ser confirmada foi degolada.

Segundo o portal G1-RN através das primeiras informações levantadas pela polícia, vizinhos disseram que ela, no ano passado, já havia sofrido um tiro de espingarda disparado pelo próprio marido. O casal chegou a se separar, mas depois reatou o relacionamento.

O casal tem dois filhos, um de 3 e outro de 10 anos.

Concursos em duas prefeituras no interior do RN com 91 vagas encerram inscrições nesta quarta

Os concursos públicos para as prefeituras de Apodi e Itaú, ambas na região Oeste potiguar, encerram nesta quarta-feira (15) as suas inscrições. As provas são de níveis médio e superior e os salários podem chegar até R$ 2.500,00. A Fundação de Apoio ao IFRN está organizando a seleção. Acesse AQUI o edital e a ficha de inscrição

As etapas de seleção são as mesmas para os candidatos das duas prefeituras. São oferecidas 91 vagas, sendo 53 para a Prefeitura de Apodi e 39 para Itaú.

As inscrições custam R$ 100 para os cargos de Nível Médio e R$ 120 para Nível Superior.

Filho é preso acusado de destruir imóvel em incêndio no Dia das Mães no interior do RN

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) controlou e apagou as chamas de fogo em uma residência na zona rural da cidade de São Miguel, no interior do RN. O incêndio teria sido provocado por um homem após uma discussão familiar.

Ao receber o chamado, uma guarnição do combate a incêndio foi rapidamente ao local e apagou as chamas com apoio de funcionários da Cosern, pois o fogo atingiu a parte elétrica. No entanto, a casa foi completamente destruída.

Moradores informaram que o incêndio teria sido causado por um homem após discutir com a mãe de 61 anos. A Polícia Militar também foi acionado e conduziu o homem à Delegacia onde ele foi autuado dentro da Lei Maria da Penha e ficou à disposição da Justiça.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paz disse:

    Esse cidadão poderia sentar numa bacia com álcool e alguém riscar um fósforo em sua nádega… Sei la… Tudo de forma tranquila, sem agressão.