Tecnologia

Inteligência artificial traz cantor ‘de volta dos mortos’ e bomba na web

Inteligência artificial consegue simular voz de artista morto há 25 anos com grande precisão — Foto: Reprodução/YouTube

Um programa de TV da Coreia do Sul utilizou inteligência artificial (IA) para recriar a voz de Kim Kwang-seok, um cantor morto há 25 anos. O resultado foi obtido usando uma técnica de aprendizado de máquina batizada de Singing Voice Synthesis (“Síntese de Voz de Canto”, em tradução livre) da empresa sul-coreana Supertone.

A IA aprendeu 700 canções diferentes de vários artistas para compreender técnicas de entonação e ritmo. Depois desse processo, a tecnologia foi treinada com 20 músicas de Kim Kwang-seok, de modo que pudesse ajustar a síntese e recriar a voz do artista. Trechos do programa de TV e um making of do processo já somam 900 mil visualizações no YouTube.

Em um desses vídeos, é possível ouvir Kim cantando “I Miss You”, canção gravada por outro artista sul-coreano em 2002, seis anos depois da morte do cantor. No geral, os fãs aprovam o resultado e são capazes de identificar a voz e o estilo original de Kim Kwang-seok na produção artificial.

O processo de criação da voz de Kim é similar à estratégia usada para vídeos com a tecnologia deepfake. O sistema aprende a cantar a partir do exame de centenas de amostras de músicas. Então, é treinado para reproduzir a voz do cantor, com músicas de sua carreira como base do aprendizado.

A tecnologia abre espaço para que grandes ídolos da música reapareçam com novas canções, mesmo depois de mortos. Embora tenha sido usada para reviver um cantor, a técnica pode ser adaptada para sintetizar vozes em dublagens de animações, jogos ou mesmo na gravação de audiolivros.

A ideia de reviver artistas famosos já falecidos não é novidade. Em 2012, Snoop Dogg dividiu um palco com Tupac, rapper morto em 1996. O cantor foi revivido por meio de um holograma realista, assim como o o próprio Kim Kwang-seoh em um show via projeção em 2016.

Nesses dois casos, a projeção usou imagens de arquivo e músicas gravadas dos dois artistas. O diferencial do sistema da Supertone é que todo o resultado é completamente artificial e criado pelo software, o que permite o surgimento de conteúdo completamente inédito. Os impactos desse tipo de tecnologia, caso se popularize, podem ser grandes e vão além do cenário musical. Artistas famosos poderiam continuar lançando novos sucessos, mesmos depois de mortos.

A tecnologia também levanta questionamentos a respeito de direitos autorais relacionados ao artista, além de questões éticas: alguém pode recriar a voz de um cantor, ou qualquer outra pessoa, sem seu consentimento? Afinal, nada impede o uso do algoritmo para recriar a voz de pessoas anônimas, vivas ou não.

Globo, via Techtudo, com informações de CNN e Reuters

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bomba cai 380 metros dentro de poço e cidade de Tibau fica uma semana sem abastecimento de água

FOTO: CAERN/ASSECOM

Engenheiros civis, operadores, mecânicos, auxiliares mecânicos, eletromecânicos e técnicos de engenharia. Ao todo são 20 empregados, além de diversos equipamentos da Caern, envolvidos no conserto do poço da cidade de Tibau. Desde a última terça-feira (29 de dezembro de 2020), a equipe está nesta operação de forma incansável, com equipes trabalhando 24h por dia.

A bomba caiu no poço a uma profundidade de 380 m e desde então todas as medidas estão sendo tomadas para resolver esta situação e retomar o abastecimento. O equipamento é imprescindível para o funcionamento do poço. Mesmo sendo um serviço no qual a equipe já possui experiência, esta situação tem se mostrado mais complexa e com um alto grau de dificuldade. Para este trabalho foi necessário, inclusive, a confecção de ferramentas especiais.

A previsão atual da Companhia é que o serviço seja concluído até a próxima terça-feira (05), com um prazo de normalização de até 48h após a conclusão.

Opinião dos leitores

  1. Grande governadora. Colocou como presidente da CAERN um grande GESTOR o Sr. ROBERTO SÉRGIO funcionário de carreira da CEF onde chegou a SUPERINTENDÊNCIA DA CEF por competência e fez um grande trabalho junto aquele órgão e esta também fazendo uma grande GESTÃO na CAERN.

    Não tenho dúvidas a professora será REELEITA fácil para governar os destinos do RN até 2026. Anote BG ganhará no PRIMEIRO TURNO ???

  2. Tibau virou um descaso com seus moradores e veranistas. Tanto pela prefeitura, como pelo governo do estado. Uma cidade sem lei, cada um com seus paredões de som, e a falta de água pela Caern. Carro pipa sendo vendido até quinhentos reais, mas a Caern não oferecia nada. Cidade da exploração.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Site Justiça Potiguar bomba com mais de 65 mil visualizações e 47 mil acessos no 1º mês de vida

No primeiro mês de vida o site Justiça Potiguar já mostrou a que veio levando o noticiário jurídico sem juridiquês e alcançando números expressivos com mais de 65 mil páginas visualizadas e 47.731 acessos por 33.956 usuários nos primeiros 30 dias.

Os números também bombam nas redes sociais com 1.800 seguidores do perfil @justicapotigua no Instagram.

Esses resultados nos estimulam a crescer ainda mais e a levar a vocês os principais fatos jurídicos locais, com matérias exclusivas, e assuntos que repercutem também de forma nacional. Muito obrigado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dupla loira assalta joalheria no Midway; Bope descarta bomba em caixa deixada

Duas jovens loiras, aparentando menos de 20 anos, assaltaram a joalheria Drusa, no Midway Mall, levando várias peças do estabelecimento, entre elas joias e relógios. Não bastasse à ousadia da dupla, do sexo aparentemente mais frágil, ainda foi deixada uma caixa que se dizia uma bomba, obrigando o Batalhão de Operações Especiais da Policia Militar do RN (Bope) a se deslocar ao local e evacuar um trecho, por precaução.

Para o alivio de todos, não era uma bomba. Segundo os policiais militares, na caixa foram encontrados canos com fios. Até o momento as acusadas estão foragidas. Diligências estão sendo realizadas por toda a área na busca pelas acusadas.

Opinião dos leitores

  1. É imprecionante como a criminalidade tem crescido de maneira galopante aqui no nosso estado e mais imprecionante ainda como nao se ver absolutamente nada sendo feito a respeito pelo poder público, restando apenas a omissão e o descaso. Enquanto isso a sociedade é quem paga o preço. Situação inaceitável e revoltante.

  2. Por que o site da g1.combern não diz qual foi a LOJA é o nome do SHOPPING, quando as assaltantes forem presas a primeira coisa que eles vão divulgar é o nome do BAIRRO!!!!!!!

  3. Estouraram a mafia do tráfico nas favelas, os bandidos partiram pra outra! culoa dos políticos que dão mal exemplo!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Voo da Gol sofre atraso após passageiro anunciar bomba

Um voo da Gol que seguia para da capital federal para Manaus foi suspenso por quase três horas após um passageiro anunciar que existia uma bomba dentro do avião e que ela iria explodir. O episódio ocorreu na noite de ontem no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília.

O avião, que deveria ter decolado às 21h50, só saiu de Brasília às 0h34 de hoje. Segundo Inframérica, empresa que administra o aeroporto, o passageiro foi retirado do avião pela Polícia Federal e seguiu para interrogatório.

A aeronave foi revistada e todas as bagagens passaram novamente pelo raio-X. Nada foi encontrado e o voo foi liberado em seguida. No voo havia 145 passageiros.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Roubo de bombas prejudica abastecimento em Porto do Mangue

O abastecimento de água na cidade de Porto do Mangue será normalizado amanhã (4), no final da tarde, de forma gradativa. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está adquirindo, em regime de urgência, as bombas para reativar os 14 poços tubulares que tiveram o equipamento roubado neste final de semana. O gerente da Regional Assú, Antônio de Pádua da Costa, informa que a ação dos marginais foi comunicada a Polícia Militar e registrada no Boletim de Ocorrência (BO).

O gerente solicita a participação da população, no sentido de ajudar na fiscalização e preservação do patrimônio público, haja vista que uma ação desse porte prejudica todos os quatro mil moradores da cidade de Porto do Mangue, que serão prejudicados no abastecimento de água até que seja regularizado o serviço.

O sistema de produção de água de Porto do mangue é constituído por uma bateria de 14 poços tubulares, acionados por bombas que totalizam uma produção de 35 mil litros de água por hora. Até que seja regularizada a oferta de água, a população está sendo abastecida precariamente por um poço alternativo. A expectativa de Antonio de Pádua é de que, nesta terça-feira à tarde, o serviço de distribuição de água voltará à normalidade.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Viagra começa a 'ajudar' atletas no futebol, aumentando resistência

Recentemente, em consequência das acusações feitas pela agência antidoping dos EUA (USADA) contra o ciclista norte-americano Lance Armstrong, o assunto do doping no esporte ressurgiu. Na verdade, muitos atletas profissionais estão constantemente à procura de qualquer recurso que possa proporcionar vantagens para melhoria do desempenho nas atividades esportivas.

Consequentemente, não é mais chocante ouvir falar que tais esportistas de elite, com o apoio de um grupo de técnicos e outros especialistas, fazem uso de certos medicamentos ou substâncias, para obter vantagens nas competições. No entanto, o público em geral ficaria surpreso ao descobrir exatamente quais fármacos esses atletas estariam usando para melhorar suas performances.

Assim sendo, a Agência Mundial de Antidoping (WADA), a qual possui vínculos muito próximos com pesquisadores no mundo inteiro, está sempre à procura de qualquer substância que possa ser usada como auxílio ergogênico. Uma pílula azulzinha, muito conhecida, que não tem recebido muita atenção ultimamente da mídia, vem sendo investigada pela organização durante os últimos anos.

No momento, a consideração de incluir a “azulzinha”, ou não, na lista de substâncias proibidas ainda é tema de discussão no campo da fisiologia do exercício.

O Citrato de sildenafila, popularmente conhecido como Viagra (a azulzinha), é fabricado pela gigante Pfizer. De fato, inicialmente, a substância foi desenvolvida para tratamento da angina (dor no peito). No entanto, os pesquisadores logo observaram que o fármaco não era eficiente para tratar tais sintomas, e mais tarde descobriram que a droga tinha um efeito potente sobre o tecido pulmonar e genital.

Dessa maneira, o Viagra aumenta os efeitos do óxido nítrico, uma molécula que induz a expansão (vasodilatação) dos vasos sanguíneos, e assim facilita um influxo sanguíneo maior para o órgão sexual masculino de homens que sofrem de impotência. Hoje em dia, uma grande parte dos homens que sofrem de disfunção erétil utiliza medicamentos como o Viagra para tratar desse problema.

Porém, ao longo dos últimos anos, a pílula azul tem encontrado espaço em meios esportivos profissionais onde muitos atletas nas modalidades de resistência, (maratonas, ultramaratonas, triatlons, cross-country skiing, ciclismo, etc.), acreditam que a substância possa conferir vantagens nas competições.

De fato, tais vantagens podem estar potencialmente ligadas apenas às competições que ocorrem em altitudes mais elevadas e aos esportes que exigem grandes esforços do sistema cardiovascular, como nas modalidades mencionados acima.

Assim sendo, o uso do Viagra causa a dilatação ou expansão dos vasos sanguíneos e facilita o fluxo do sangue e do oxigênio para os pulmões, o que, consequentemente, aumenta a distribuição do oxigênio aos diversos tecidos do organismo, incluindo os músculos esqueléticos.

Portanto, segundo Kevin Jacobs, respeitado fisiologista do exercício da University of Miami, o medicamento (Citrato de sildenafila) quando administrado em grandes altitudes, pode realmente aliviar os sintomas induzidos pela hipóxia (a deficiência de oxigênio em tecidos do corpo humano), que causa a redução da capacidade de atividade física.

Sabe-se que com o aumento da altitude, o teor de oxigênio no sangue diminui, porque a quantidade de moléculas disponíveis de oxigênio é menor. Além disso, em áreas ainda mais elevadas, os vasos sanguíneos dos pulmões vão se estreitando, o que impõe limitações na saturação de oxigênio. De fato, é em tais circunstâncias que o Viagra, com seus poderes vasodilatadores, possui os maiores efeitos na reversão ou mitigação de alguns desses problemas.

“Em altitudes simuladas de até 3900 metros, verificamos que o Citrato de sildenafila não obteve nenhum efeito significativo sobre a capacidade de exercício ou no desempenho de ciclistas do sexo masculino e feminino que treinam habitualmente”, salientou o Dr. Jacobs.

“No entanto, em elevações que variam de 4350 a 5800 metros, a maioria dos atletas, porém nem todos, podem realmente se beneficiar do uso terapêutico do medicamento”, completou o fisiologista.

Desse modo, é muito provável que, em grandes altitudes, certos esportistas possam também se beneficiar do uso do Viagra ao participar de esportes praticados de forma intermitente, como, por exemplo, o futebol, pois a capacidade de se recuperar rapidamente durante o decorrer de uma partida e a habilidade de participar de múltiplos e subsequentes movimentos curtos de alta intensidade é decorrente de uma capacidade aeróbica avantajada.

Assim sendo, mencionamos ao Dr. Jacobs que muitas equipes brasileiras encontram dificuldades quando elas viajam para jogar em cidades localizadas em tais circunstâncias como, por exemplo, em La Paz e em Quito.

“Se há jogadores no plantel que encontram maiores dificuldades do que outros, em decorrência de jogarem partidas em grandes altitudes, seria aconselhável encaminhá-los ao médico responsável pela equipe, que em caso de necessidade poderia optar pelo uso terapêutico do Viagra”, acrescentou o Dr. Jacobs, que completa dizendo que, “No entanto, um plano de aclimatação à altitude é sempre a melhor estratégia para qualquer atleta que irá competir em altitudes mais elevadas”.

“Porém, em elevações acima de 4350 metros, até mesmo para aqueles que já foram aclimatados, o fármaco pode potencialmente conferir benefícios fisiológicos”.

Além disso, alguns esportistas possuem condições médicas legítimas que só podem ser tratadas com medicamentos. O Viagra, por exemplo, é utilizado com frequência por atletas paralímpicos, pois indivíduos com lesões graves da coluna vertebral sofrem de um grau significativamente maior de disfunção erétil quando comparados com o resto da população. E com isso a decisão de proibir o uso de qualquer substância é complicada, pois o uso clínico de qualquer medicamento precisa sempre ser levado em consideração.

Segundo Claudio Perret, um fisiologista do exercício que já desenvolveu diversos estudos com atletas paralímpicos, a qualidade de vida desses esportistas seria afetada negativamente se o Viagra fosse colocado na lista de substâncias proibidas.

“Alguém poderia até argumentar que a decisão de colocar ou não o medicamento na lista de banidos é uma questão de ética levando-se em consideração a necessidade médica do indivíduo,” acrescentou o Dr. Perret.

Na verdade, até o momento, a organização não decidiu colocar o Viagra na lista de substâncias proibidas.

De acordo com o médico sueco Arne Ljungqvist, presidente da Comissão Médica do Comitê Olímpico Internacional (COI) e vice-presidente da Agência Mundial de Antidoping (WADA), “O Viagra não deve ser colocado na lista de substâncias banidas, já que ele está sendo utilizado para fins médicos e sociais que são mais importantes do que quaisquer vantagens que possam ser proporcionadas aos atletas com funções pulmonares reduzidas competindo em grandes altitudes”.

“Estou convicto de que, por enquanto, o Viagra não será colocado na lista de substâncias proibidas para o ano de 2013… Não seria justificável”, acrescentou o médico que completa dizendo que, “No entanto, é importante notar que a lista é atualizada anualmente e as coisas podem sempre mudar”.

Até agora, diversos esportistas ainda podem fazer o uso do Viagra, e muitos provavelmente usaram a substância nos dois últimos jogos olímpicos. Infelizmente, é muito difícil saber exatamente quantos fizeram uso do produto nas últimas olimpíadas e com qual intuito.

No entanto, se alguns desses atletas ficaram à espera de um melhor desempenho em suas modalidades desportivas ao nível do mar, eles podem ter ficado desapontados e terão que esperar até que as olimpíadas sejam realizadas em altitudes mais elevadas. Entretanto, é bem possível que muitos, mesmo sem nenhuma melhoria no desempenho desportivo, possam ter ficado bem satisfeitos na vila olímpica, na privacidade de seus quartos…

Fonte: Blog do Ricardo Guerra

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Ameaça de bomba faz TAM cancelar voo do PR para SP

Agência Estado

O voo JJ3010 da TAM, que decolaria do Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, foi cancelado hoje devido a uma ameaça de bomba. A aeronave partiria às 14h01 para o Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. A Polícia Federal (PF) foi acionada para fazer uma varredura com o objetivo de localizar uma bagagem suspeita.

Segundo a companhia aérea, nada que apresentasse risco foi encontrado e a ameaça de bomba foi descartada. A TAM informou por meio de nota que os passageiros estão sendo reacomodados em outros voos. Ainda não há confirmação de como a PF recebeu a denúncia sobre o suposto explosivo na aeronave.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *