Saúde

CONMEBOL COM 50 MIL DOSES: Seleções da Copa América e times da Liberta e Sula serão vacinados contra a Covid; restante para times da elite de cada país

Foto: Reprodução/Twitter

A Conmebol anunciou nesta sexta-feira o início da distribuição das doses de vacina contra a Covid-19, recebidas como doação da fabricante Sinovac. A confederação enviará os lotes às federações nacionais, que terão a responsabilidade de fiscalizar o uso correto das doses destinadas a atletas e membros de comissão técnica e prestarão contas depois à confederação.

De acordo com a Conmebol, os primeiros a serem vacinados serão os membros das equipes que participarão da Copa América, que começará em junho, e dos times que disputam os torneios internacionais do continente – a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana. Depois, equipes masculinas e femininas da primeira divisão de cada país-membro também receberão doses, assim como árbitros e outros envolvidos na organização dos jogos.

A confederação sul-americana afirma que elaborou um protocolo que “praticamente garante que cada dose tem um nome e sobrenome”, não podendo ser desviada para pessoas que não fazem parte do público-alvo. As doses utilizadas serão registradas junto ao Ministério da Saúde de cada país, para manter o controle relacionado aos programas nacionais de vacinação. E o Departamento de Ética da Conmebol vai monitorar a prestação de contas.

Caso haja sobra, as próprias federações deverão destinar as doses outras pessoas, com aprovação prévia da Conmebol e devida identificação de quem for as utilizar.

Em comunicado divulgado no último dia 22, a Conmebol ressaltou que o lote foi “fabricado especialmente para o futebol sul-americano e que, de nenhum modo, são vacinas destinadas a qualquer outro fim”. A entidade reiterou que “o processo de distribuição dos imunizantes começará nos diferentes países, em estrito cumprimento das normas legais e sanitárias em vigor em cada um deles”. A legislação brasileira veda o uso de vacinas contra coronavírus por entidades privadas.

A CBF precisa de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para receber as doses. O órgão informou que ainda não foi consultado pela Confederação Brasileira de Futebol sobre o tema.

A CBF ainda não se manifestou publicamente sobre a doação de doses pela Sinovac à Conmebol. No entanto, o presidente da entidade brasileira, Rogério Caboclo, já demonstrou interesse em adquirir vacinas, desde que o Congresso libere. A aquisição de imunizantes pela iniciativa privada está em discussão na Câmara dos Deputados.

A doação das 50 mil doses pela Sinovac faz parte de um acordo de exposição do laboratório chinês, que se anuncia como “parceiro oficial de saúde” da Copa América. A Conmebol, porém, reitera que não há uma transação comercial. Como os grandes fabricantes de vacina não negociam com empresas privadas, mas apenas com Estados, a solução encontrada foi uma intermediação do governo do Uruguai, que recebeu as 50 mil doses.

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

UFRN realiza nesta quarta Iº seminário sobre cotas étnico-raciais em seleções de estudantes

Foto: Divulgação

Com o intuito de discutir a implantação das bancas de heteroidentificação na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para os próximos processos seletivos de estudantes, o I Seminário sobre Cotas Étnico-Raciais na UFRN será realizado a partir das 14h desta quarta-feira, 18 de novembro, no Canal da UFRN no Youtube.

Gratuito e aberto a toda sociedade, o evento é organizado pelo Grupo de Trabalho de Heteroidentificação, juntamente com as Pró-Reitorias de Graduação (Prograd) e de Pós-Graduação (PPG), além da Secretaria de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (SBTT), sob a coordenação das professoras do Centro de Educação (CE-UFRN), Vândiner Ribeiro, e da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa-UFRN), Mercês de Fátima dos Santos Silva.

A abertura do Seminário contará com a participação da pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitória de Sá, e a apresentação cultural do grupo Nação Zambêracatu. Em seguida, o tema Cotas Étnico-Raciais na UFRN será discutido por Dyane Brito Reis Santos, professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Alexandro Silva de Jesus, professor do Departamento de Antropologia e Museologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); e Cledson Severino de Lima, Técnico Educacional da Unidade de Educação das Relações Étnico-Raciais (Unera) da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco (Seduc-PE); sob a mediação da professora do CE-UFRN, Vândiner Ribeiro.

Para acompanhar a discussão, não precisa efetuar inscrição. Os interessados devem somente acessar o Canal da UFRN no Youtube, no dia e horário previstos, e podem contribuir enviando comentários pelo chat ao vivo.

Currículo dos palestrantes

– Dyane Brito Reis Santos: Professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Docente permanente do Mestrado em Política Social e Territórios (UFRB), é colaboradora do Mestrado Profissional em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas e do Programa de Pós Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Universidade (Universidade Federal da Bahia – UFBA). Com pós-doutorado em Sociologia pela USP, é doutora em Educação (UFBA), mestre em Ciências Sociais (UFBA) e possui graduação em Ciências Sociais pela (UFBA). Atuou como pesquisadora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Ministério da Educação (MEC) sobre assuntos relativos às Ações Afirmativas e sobre a implementação curricular “História e Cultura Afro-Brasileira” na região do Semiárido Brasileiro.

– Alexandro Silva de Jesus: Professor do Departamento de Antropologia e Museologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Possui graduação em História pela Fundação de Ensino Superior de Olinda, mestrado em História pela UFPE e doutorado em Sociologia (UFPE). Suas pesquisas problematizam as políticas para a cultura desenvolvidas em espaços de decolonialidade e as relações entre pesquisa e ética.

– Cledson Severino de Lima: Técnico Educacional da Unidade de Educação das Relações Étnico-Raciais (Unera) da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco (Seduc-PE). Graduado em Pedagogia, História e Geografia, com especialização em Políticas de Promoção da Igualdade Racial na Escola pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e em Ensino de História pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), é mestrando em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente, é membro da Afrocentricidade Internacional no Brasil (AI-Brasil) e pesquisador do Laboratório de Educação para as Relações Étnico-Raciais da UFPE.

– Vândiner Ribeiro: Professora de Pedagogia da UFRN, no Departamento de Práticas Educacionais e Currículo e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É mestre em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e doutora em Educação pela (UFMG). Possui experiência na formação de professores do campo e da cidade e nas discussões sobre culturas, cotidiano, classes multisseriadas, movimentos sociais e educação do campo. Atualmente tem se dedicado, sobretudo, aos estudos de currículo e gênero em diversos artefatos culturais e na escola.

UFRN

Opinião dos leitores

  1. Vamos bater a cota, depois de bater a cota, vamos bater a cota da cota, com as cotas e tudo. Ciência e tudo., dependo da cota, solução ZERO., sem cotas ou com cotas!

  2. Se têm que existir algum tipo de cota, que seja baseada em renda e não em aspectos étnicos, daí vem vários sociólogos aumentar o racismo, pois fica parecendo que o negro não têm capacidade de entrar em uma universidade sem ser através desse sistema.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

COPA: Arena das Dunas e Frasqueirão serão exclusivos da Fifa na segunda quinzena de maio; ABC e América miram "casas provisórias"

Sessenta e oito estádios e centros de treinamento no Brasil serão administrados pela Fifa antes e durante a Copa do Mundo. A entidade, como nas competições mais recentes de seleções, faz questão de destacar a CBF a exclusividade dos direitos de uso, deixando os próprios donos sem acesso a área isolada.

Sendo assim, no caso da capital potiguar, no estádio Frasqueirão, o campo de treino para as seleções será reservado de 19 de maio a 01 de julho, enquanto na Arena das Dunas, do dia 21 de maio a 01 de julho. As federações locais ou clubes já estão conscientes e contam com a compreensão da CBF para disputa de jogos em seus estados, ainda que em campos com capacidade de publico reduzida. O Iberezão, em Santa Cruz e o Narazenão, em Goianinha, surgem como “casas provisórias” para ABC e América.

Opinião dos leitores

  1. Frasqueiróide, coitado, é mesmo sem noção. Vamos lá. 1: na última reunião do Conselho Deliberativo, o presidente Gustavo Carvalho foi aplaudido de pé. 2: os salários serão pagos com 10 (eu disse 10) dias de antecedência. 3: não sei o que é mais feio: se é não ter, ou ter e passar uma vergonha danada. Soube que na reforma que fizeram no campo do Piunzão, até vaso sanitário tiveram que trocar. Que horror, mano! Que vergonha, cara! E isso é só para bater uma bolinha. O Piunzão não chegou ao padrão FIFA, mas foi elevado ao padrão Fraco. Que para o frasqueiróide já está ótimo. Parabéns.

    1. Campeões dos últimos 10 anos de 2004 a 2014 no RN:
      ABC…………..5 titulos………..1 nacional
      Potiguar……..2 titulos…………0 nacional
      Baraunas……1 titulo………….0 nacional
      Assu………….1 titulo………….0 nacional
      América……..1 titulo………….0 nacional

      O mequinha seria o que? Padrão Japé?

  2. A FIFA também não vai requisitar o modernissimo "boga do dragão" para servir de local de treinamentos não?
    .
    .
    .
    .
    .
    ;
    .
    Pensei que ia.

  3. Cade o estadio do time de vermelho? Já foi vendido todos camarotes e cadeiras? Onde esta esse dinheiro? kkkkkkkkk 2 abril dia de malhar das paquitas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Ranking da Fifa é atualizado e Seleção Brasileira sobe

O ranking da Fifa foi atualizado nesta quinta-feira e trouxe várias mudanças em seu Top 10. Uma delas envolveu o Brasil, que subiu um posto em relação ao mês passado e assumiu a nona posição. Com 1.125 pontos, o País ultrapassou a Holanda, agora décima colocada, com 1.122. Já as três primeiras posições seguiram inalteradas, com a Espanha permanecendo na liderança, a Alemanha se mantendo como vice-líder e a Argentina sustentando o terceiro lugar.

A seleção brasileira teve esta ligeira evolução na listagem da entidade que controla o futebol mundial mesmo ainda sem ter disputado uma partida neste ano, enquanto os holandeses caíram uma posição depois de terem empatado por 0 a 0 em amistoso contra a Colômbia.

Os colombianos, por sinal, desceram da quarta para a quinta colocação e foram ultrapassados por Portugal, que galgou um posto e agora figura no quarto lugar. Assim, a seleção de Cristiano Ronaldo ficou próxima de atingir a sua melhor posição da história do ranking da Fifa, no qual chegou a ficar em terceiro no geral em outubro de 2012.

Mas quem mais subiu no Top 10 nesta quinta-feira foi a Suíça, uma das cabeças de chave da Copa do Mundo de 2014, que saltou da oitava para a sexta colocação, ultrapassando Uruguai e Itália, agora respectivamente no sétimo e oitavo lugares.

Quarenta e dois jogos foram levados em conta para atualização do ranking de fevereiro, que também trouxe mudanças importantes na segunda metade do seu Top 20. Outra gigante do futebol mundial, a Inglaterra caiu duas posições, passou a figurar em 15º lugar e foi ultrapassada por Estados Unidos e Chile, agora respectivos 13º e 14º colocados.

Rival do Brasil na estreia da Copa de 2014, a Croácia se manteve em 16º no geral, assim como o México, outro adversário brasileiro na primeira fase do Mundial, sustentou a 21ª posição. Já Camarões, que pegará o time de Felipão na rodada final do Grupo A da competição, saltou quatro postos e agora está em 46º lugar.

A próxima atualização do ranking da Fifa acontecerá em 13 de março, quando será levado em conta o amistoso que a seleção brasileira fará contra a África do Sul, oito dias antes, em Johannesburgo, onde o time nacional disputará seu último jogo antes da convocação para a Copa do Mundo, marcada para acontecer em 7 de maio.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking da Fifa:

1) Espanha, 1.506 pontos

2) Alemanha, 1.314

3) Argentina, 1.255

4) Portugal, 1.219

5) Colômbia, 1.211

6) Suíça, 1.159

7) Uruguai, 1.157

8) Itália, 1.135

9) Brasil, 1.125

10) Holanda, 1.122

11) Bélgica, 1.117

12) Grécia, 1.084

13) Estados Unidos, 1.044

14) Chile, 1.038

15) Inglaterra, 1.032

16) Croácia, 966

17) Bósnia e Herzegovina, 919

18) Ucrânia, 917

18) França, 917

20) Dinamarca, 907

Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Delegações começam a chegar a Natal para inspeção aos campos de treinamento da Copa 2014

18181As visitas aos campos de treinamento de Natal para a Copa do Mundo de Futebol 2014 foram iniciadas na segunda-feira (9). Jornalistas e delegações dos países sorteados estão vindo a capital potiguar para averiguar os locais onde acontecerão os treinamentos das oito seleções que jogarão aqui durante a primeira fase do mundial no próximo ano.

A delegação da Itália foi a primeira a pisar em terra natalense e se mostra otimista com o Estádio Maria Lamas Farache ( Frasqueirão), e o campo localizado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que são os dois locais oficiais de treinamento. Nesta terça-feira (10/12) será o dia da seleção dos EUA trazer seus representantes.

As visitas estão sendo acompanhadas pelo titular da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Copa do Mundo (Secopa), Luiz Eduardo Machado. Na tarde de segunda-feira (9), ele concedeu entrevista coletiva de imprensa no espaço do Frasqueirão e ressaltou que as visitas de vistoria já estavam previstas para após o sorteio da Copa. Olhar instalações, procurar por melhorias, questão de logística, de transporte, distância dos campos de treinamento, são alguns dos pontos discutidos pelas delegações e que serão adequadas até o início da competição.

México, Camarões, Gana, EUA, Japão, Grécia, Itália e Uruguai são as oito seleções de futebol que jogarão em Natal nesta primeira fase. O sorteio dos jogos aconteceu semana passada na Costa do Sauípe, na Bahia.

O estádio Arena das Dunas, que hoje conta com mais de 97% de obra terminada, também está recebendo a visita das delegações. Com instalações de primeiro porte, o Arena está previsto para ser inaugurado agora no final de dezembro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *