Saúde

Sesap distribui vacinas da Pfizer e Coronavac no RN nesta sexta-feira; total de 89.318 imunizantes

Dando continuidade a campanha de imunização contra a Covid-19 a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribuiu na manhã desta sexta-feira (10) novas doses das vacinas da Pfizer e Coronavac/Butantan.

De acordo com a Nota Técnica nº68 este lote se destina a: População Geral na faixa etária de 18 anos e mais; Crianças e Adolescentes de 12 a 17 anos; trabalhadores da Indústria; dos Transportes Coletivos; lactantes com crianças de até 12 meses e trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social – SUAS.

A Sesap recomenda aos municípios realizar busca ativa e ações comunitárias para identificar cidadãos acima de 18 anos não vacinados com D1 ou em atraso para D2, até que se alcance o quantitativo total da população prevista nas estimativas e atualizações do Plano Estadual para Operacionalização da Vacina contra a COVID-19.

Foram distribuídas 33.530 doses da Coronavac/Butantan e 55.788 da Pfizer, destinadas entre primeira e segunda, conforme orientações da Nota Técnica.

Na quinta-feira (9), em reunião ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), foi pactuada a expansão da vacinação para crianças e adolescentes de 12 a 17 anos, de forma decrescente priorizando os portadores de deficiência, com comorbidades e privados de liberdade. A vacina da Pfizer é a única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a faixa etária de 12 a 17 anos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde muda distribuição de vacinas e vai priorizar estados atrasados na imunização

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira que irá mudar a logística de distribuição das primeiras doses da vacina cotnra a Covid-19 para garantir que todos os estados terminem a aplicação da primeira dose. Durante entrevista coletiva, o ministro Marcelo Queiroga também criticou estados que estão alterando os prazos da aplicação da segunda dose. Segundo ele, se isso continuar ocorrendo, a pasta não terá como entregar as doses necessárias.

A mudança na metodologia de distribuição de vacinas ocorre em meio a uma polêmica com o governo de São Paulo, que reclamou publicamente de ter recebido menos doses da Pfizer. Nesta terça-feira, o ministro Ricardo Lewandowski proferiu decisão em que determinou que o Ministério da Saúde entregue as doses necessárias para a segunda dose.

— Estamos vacinando, no estado de São Paulo, adolescentes, e em outros estados ainda não conseguimos chegar na faixa etária de 18 anos. Cumpre ao Ministério da Saúde equilibrar. O mesmo compromisso que o Ministério tem para com os brasileiros que residem em São Paulo, o Ministério tem com os brasileiros que residem no estado do Pará — afirmou.

Durante a entrevista, Queiroga destacou que a vacinação em São Paulo avançou de forma mais rápida porque no estado há mais pessoas encaixadas dentro do grupo prioritários, como trabalhadores de saúde. Além disso, o ministério voltou a afirmar que o governo paulista obteve diretamente do Instituto Butantan mais doses do que o previsto, cerca de 300 mil. A acusação já foi negada pelo governo paulista.

A mudança ocorre para que o governo consiga cumprir sua meta de ter 75% da população adulta vacinada com duas doses.

— São Paulo não recebeu mais doses do que deveria. Recebeu a quantidade de doses adequada para a imunização do grupo prioritário. O que a gente precisa fazer é calibrar isso para que todos os estados recebam também de forma adequda para imunização de todos os brasileiros — disse o secretário-executivo Rodrigo Cruz.

Na prática, o ministro afirmou que estados que já estão vacinando adolescentes sofrerão ajustes no recebimento de doses.

— As doses não são específicas para adolescentes. A vacina para adolescentes é a da Pfizer. Vai haver ajustes em função da necessidade de avançar de maneira equânime nos outros estados. Os estados vão continuar recebendo vacinas, vão aplicar a segunda dose. Esses estados vão receber dose para terminar a imunização. Lembrar que temos a variante Delta, que é uma variável nova — afirmou Queiroga.

Queiroga também criticou estados que estão alterando as regras de aplicação das segundas doses das vacinas. O ministro pediu para que governadores respeitem os prazos definidos pelo plano de imunização. A perspectiva do Ministério é de que em setembro será possível diminuir o intervalo entre doses da vacina da Pfizer para 21 dias.

O ministro também repetiu que o Ministério estuda a aplicação da terceira dose de outras vacinas, mas ainda aguarda estudos científicos sobre o tema.

Na cidade de São Paulo, a prefeitura iniciou por exemplo o cadastro para que a população receba a segunda dose da chamada “xepa”, doses que sobram no final do dia da vacinação e correm risco de perder a validade.

— É fundamental que se observe o espaço entre as doses para que consigamos entregar as vacinas com a pontualidade desejada. Se cada estado, cada município resolver a sua própria regra, o Ministério da Saúde não consegue entregar as vacinas com a tempestividade devida e isso atrasará nossa campanha nacional de imunização — afirmou.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTOS: 184.656 doses de Coronavac/Butantan, Pfizer e Astrazeneca são distribuídas aos municípios do RN nas últimas 24 horas

Fotos: Paulo Nascimento

Durante a terça-feira (27), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu remessas de imunizantes contra a Covid-19 e, cumprindo o padrão estabelecido, já na manhã desta quarta-feira (28), em menos de 24 horas, iniciou a distribuição das doses, com apoio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

As equipes saíram da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) conduzindo 184.656 doses de Coronavac/Butantan, Pfizer e Astrazeneca para os 167 municípios do Rio Grande do Norte. Os lotes incluem tanto a primeira dose para quem ainda não iniciou o processo de imunização, como a segunda dose que completará o esquema vacinal de milhares de potiguares.

Mesmo no caso dos imunizante da Pfizer, que chegaram ao estado somente nesta quarta, a Sesap organizou um esquema de antecipação, utilizando as doses de reserva, para que os municípios prontamente pudessem receber as vacinas e agilizar a aplicação. As 35.100 vacinas, divididas entre primeira e segunda doses, desembarcaram no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante por volta das 10h.

É importante ressaltar que a distribuição segue toda uma logística de segurança e conferência de dose por dose por uma equipe qualificada para que a vacina chegue ao potiguar cumprindo todas as etapas com responsabilidade e competência.

Esta semana a Sesap recebeu, entre terça e quarta, três voos com vacinas contra a Covid-19, somando mais de 173 mil doses. O primeiro lote contava com Coronavac/Butantan e Astrazeneca/Covax Facility, somando 75.500 vacinas. Dessas, 58.700 doses são da Coronavac/Butantan, divididas igualmente entre primeira e segunda doses. As 16.800 vacinas da Astrazeneca são para completar a imunização de pessoas dos grupos prioritários.

No final da tarde da terça chegaram mais 69 mil doses de Astrazeneca/Fiocruz, direcionadas como 2ª dose de trabalhadores portuários, aeroportuários, pessoas com comorbidades e forças de segurança.

 

Opinião dos leitores

  1. Se fosse pela vontade do bunda suja, era só cloroquina na tarraqueta da boiada e tal da imunidade de rebanho…

    1. Os PeTralhas roubaram muito para continuar pagando esses desocupados para postarem merda.

    2. Cloroquina seu jumento de duas patas, era pra tu não morrer caso tivesse pegado o covid.
      Tenha certeza.
      Salvou muitas vidas.
      Quem tomou Dipirona, tomais no frinfa.
      Kkkkkkkkl

    3. José vc é um acéfalo, seu cérebro foi comido por lulinha paz e amor.

    4. O PT saiu do poder em 2016. Ainda tem alienado comentando que tudo é culpado PT. Quem recomendou enfiar ozonio no reto foi Bolsonaro, quem recomendou tomar anti-testosterona foi Bolsonaro, quem disse que a covid era um gripezinha foi Bolsonaro, quem se negou a comprar da Pfizer enquanto tentava comprar de atravessadores (um cabo antigo da PM) foi Bolsonaro. No PT tem ladrão, no PP também tem. E o PP foi o partido com o maior número de condenados na última década e agora está no PODER, na casa civil, no congresso. Acordem, gado, parem de mugir “e o pt , e o pt”, comecem a cobrar de bolsonaro, “Por que o PP?” “Por que o PP?”

    5. Zezinho é viciado em ozônio João, come todo dia o que o presidente eleito manda para ele, fica todo lambuzado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

“E continua o desrespeito do Governo do Estado na distribuição das vacinas com o povo de Ceará-Mirim”, diz prefeito Júlio César, citando que municípios menores receberam mais vacinas

“E continua o desrespeito do Governo do Estado na distribuição das vacinas com o povo de Ceará-Mirim”, volta a criticar o prefeito do município da Grande Natal, Júlio César.

Pelas redes sociais, o prefeito pontuou:

“Enquanto Ceará Mirim que tem mais de 73 mil habitantes recebeu cerca de 36 mil doses de vacinas, Caicó que tem 68 mil habitantes, menos habitantes que Ceará Mirim já recebeu mais de 45 mil doses, ou seja 9 mil doses a mais que o nosso Município. (fonte site maisvacinarn)”.

E reforçou a cobrança:

“Longe da gente querer que não vá vacinas para Caicó pq o povo de lá também precisa, mas queremos as vacinas para Ceará Mirim proporcionalmente a quantidade de habitantes do nosso Município que é maior que Caicó”.

 “Cada dose de vacina é uma vida que pode ser salva”

O prefeito destacou que “não se trata de questão ideológica, de defender político A ou B, se trata da vida do nosso povo que tá em risco”.

E, por fim, encerrou a cobrança em tom de desabafo:

‘Temos perdido vários amigos e familiares para esse vírus maldito. E ainda tem gente de Ceará Mirim que tem coragem de defender o Governo do Estado nesse caso. Ceará Mirim deve está 100% unida nessa luta por mais vacinas. Quem não abraçar essa causa e porque não gosta de Ceará Mirim ou porque não tá nem aí para a vida do nosso povo. Governadora, o povo de Ceará Mirim que lhe deu uma das maiores votações do Estado exige mais vacinas urgente. Queremos transparência e isonomia na distribuição. Queremos explicações porque municípios menores que o nosso receberam bem mais vacinas que Ceará-Mirim. Exigimos respostas”.

Veja abaixo post no Instagram:

Opinião dos leitores

  1. Governadora deixa o homem trabalhar, com equidade no município de Ceará-Mirim fazendo a parte da senhora governadora não coloque obstáculos no trabalho do nosso prefeito em nome do povo e da saúde , muitas famílias perdendo entes queridos , vacina já !

  2. Quanta falta de respeito senhora governadora com nossa população. Cada dose de vacina é uma vida que pode ser salva.

  3. Governadora Fátima a sua atitude em insistir em não mandar vacinas pra Ceará-Mirim é um descaso pois somos uma cidade bem maior do que são Gonçalo do Amarante e estamos recebendo a quantidade inferior de vacinas. Respeite a população de Ceará-Mirim.
    ACHO QUE SE O PREFEITO FOSSE PEIXOTO A SENHORA NÃO ESTARIA FAZENDO ISSO COM A POPULAÇÃO.

  4. Que desrespeito é esse senhora governadora com os Cearamirinenses? Seja mais humana e pare com sua política barata, precisamos imunizar as pessoas e cessar esse terrível vírus maligno que assola a todos. Divida a vacina corretamente!!!

  5. Governadora, chega de descaso com a população de Ceará-Mirim onde a senhora foi tão bem votada, vacina para toda população já, não aguentamos mais, tantas perdas, tanto esquecimento. Chega! Vacina para todos já.

  6. Precisamos receber +vacinas, nosso município não pode ser esquecido por parte do governo estadual, +vacinas já

  7. Desgoverno? Hipocrisia? Ou má fé mesmo?
    A governadora junto com seu partido, nunca honrou os votos de Ceará Mirim!
    Basta olhar as emendas e ações durante os vários cargos que ocupou todos oriundos de eleições com expressiva votação dada por Ceará Mirim.

    E agora mais uma vez, não bastasse o descaso com a população de Ceará Mirim vem tomando atitudes de extrema irresponsabilidade com a saúde pública, que é algo inquestionável e recorrente, sua inércia atinge todo o estado, principalmente aqueles que mais precisam da saúde pública.

    Preocupados em garantir a distribuição correta e justa das vacinas, nós munícipes, estamos cobrando correção por parte da governadora, para que este não acarrete danos em outras áreas da saúde que por sua vez os recursos já são escassos, pois o povo seja de onde for precisam ter seus direitos respeitados.

  8. governadora Fátima o povo de Ceará – mirim está indignado com essa situação, merecemos respeito.#ja vacinas pra salvar vidas.

  9. Governadora seja justa e distribua as vacinas as vacinas de acordo com a demanda necessitada, município com menor população recebe mais que as de maior? Desrespeito total com a cidade de Ceará Mirim!

  10. Governadora mande a vacina do povo de Ceará – Mirim. A vacina é a única alternativa que temos para vencer o coronavírus.

  11. É importante essa cobrança , O prefeito preocupado com a saúde de seus munícipes e o governo do estado está fazendo pouco caso.precisamos salvar vidas em quanto temos a chance .ceará mirim precisa de mais vacinas .juntos somos mas fortes MAIS VACINAS PRA CEARA MIRIM.

  12. Uma grande falta desrespeito com a cidade de Ceará Mirim e sua população. Governadora são vidas ñ eleitores. O interessante é que a cúpula do seus seguidores é chamar o Governo Federal de genocídio, e a senhora está fazendo o q? Falta de humanidade com nosso povo, que clama por vacinas. #MAISVACINAPARAC.MIRIMGOVERNADORA.

  13. realmente e uma falta de respeito com toda uma população mais uma.vez a politicagem agindo e deixando muitos sem receberem sua dose. quais critérios senhora governadora? porque com minha cidade seja humana

  14. É vergonhoso governadora o que a senhora vem fazendo com ceara-mirim, como sempre nossa cidade sofre na mãos do seu governo. Cadê as vacinas ??? Que a distribuição seja feita de forma coerente, ceara Mirim merece respeito!!

  15. É um descompromisso com as promessas de campanha. O falar sem a prática é vago quando questões tão importantes estão confirmando o descaso da classe política que age mais em razão política do que em favor da vida.

  16. Que falta de empatia governadora Fátima. Quando é tempo de política vem atrás de votos na nossa cidade e detalhe foi bem votada aqui.

  17. A desigualdade na distribuição dos imunizantes desde o início da campanha é lamentável, Ceará-Mirim sofre com a escassez de doses. Quais critérios a senhora Governadora está utilizando para distribuição das vacinas? O panorama atual faz com que municípios sigam com o questionamento e em tempo reivindicando mais doses para se equipararem a outros municípios “queridinhos” da governadora.
    A desigualdade é evidente, não existe uniformidade na distribuição de vacinas para que todos vacinem ao mesmo tempo, na mesma faixa etária, o ideal seria uma articulação dos órgãos fiscalizadores junto a SESAP para garantir o acesso igualitário no âmbito estadual.
    Governadora, devemos fazer um enfrentamento estratégico, não adianta ter somente Caicó vacinada, quando Ceará Mirim e as demais cidades estão com problemas. Fica a aqui a nossa indignação!

  18. Pessoal eu fui vacinado a primeira dose e estou preocupado pq se não foi feita a aplicação da segunda dose no tempo certo a minha vacina não surtirá efeito, portanto será dinheiro jogado fora e eu com 60 anos não estarei imune. No meu caso se acontecer algo comigo quem será responsável? Com certeza será a governadora que não está passando as vacinas no tempo certo! Se eu estiver enganado me esclareçam, por favor!

  19. Chega a ser desumana essa falta de respeito da governadora com a nossa cidade! Queremos as vacinas! Estamos perdendo amigos e entes queridos por total descompromisso e perseguição política por parte do governo do estado para conosco!

  20. Concordo com a Resposta do Rapaz. Luan vc está Certo Eu sou Natural de Lá e Essa é a Realidade

  21. Esse Governo do Estado não brinca, na hora de desrespeitar a população do RN.
    Falta de respeito, competência é com o governo cidadão, da Sra Fátima Bezerra.
    #FORA Fátima, fora petralhas.

  22. A distribuição das doses de vacinas é proporcional ao público vacinável e não ao número de habitantes, com certeza Caicó deve ter mais profissionais de saúde do que Ceará Mirim, mais profissionais da educação por ser sede de várias universidades como a UFRN, IFRN e a UERN, mais idosos, mesmo a população sendo menor mais Caicó é uma cidade polo do Seridó, concentra os serviços de saúde e educação de toda a região o que não ocorre em Ceará Mirim

    1. Deixe de ser ignorante e de defender essa Governadora que segura as vacinas.
      Diz quanto tu ganha, pra defender o indefensável.
      Contra fatos na há argumentos.

    2. Calma caligulinha!
      O rapaz só explicou o que vcs que se dizem honesto já sabe,o governo não precisa tá retendo vacina por politicagem.
      Esse perfeitinho tá querendo aparecer

    3. Vc deve receber bem para não ser tão bem informado a sua governadora já vacinou os preso da cidade de caico com a vacina de luxo dose única a gente que trabalha para pagar gasolina a 6.80 toma a vacina de pobre. pense antes de comentar

    4. De jeito nenhum, é por número de habitantes, até pq se fosse pelo numero vacinável quem recebesse mais vacinava mais, essa sua teoria de defender o indefensável é ridícula, existe sim um desrespeito pelo município de Ceará-mirim, e isso é visível, é só ver o q a Governadora fez pelo município, nada nada até agora

    5. Só quem tem direito é escolar e da saúde, e contesto da população não tem direito é isso

    6. Detalhe que esqueci no comentário principal. Essa história de público vacinável e balela, todos precisam da vacina, se acabar as prioridades aplica por idade, essa história pq Caico e ou qq outra cidade tem mais professores não se aplica a norma. Todos precisam de vacina, toda a população. Se aqui temos mais pessoas, precisamos de mais vacinas. Isso chama-se perseguição e discriminação.

    7. Calma prefeito, tá cedo para pensar em eleições municipais. Não sei qual a pior se a ideologia ou a ignorância.

    8. Outra coisa..tem muito touro vindo se vacinar em Natal onde trabalham..kkkkkkkkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Prefeito de Ceará-Mirim cobra celeridade na distribuição de vacinas: “Governo do Estado tem que ser transparente”

Foto: Divulgação

Em reunião com a equipe técnica do Governo do Estado, o prefeito de Ceará-Mirim, Júlio César Câmara, voltou a cobrar celeridade e transparência na distribuição de vacinas contra a Covid-19. Dados do Ministério da Saúde divulgados nesta semana apontam que o Estado figura em último lugar entre as federações na distribuição das doses.

“A população está na expectativa para ser vacinada e os municípios estão prontos para vacinar. Precisa que o Governo do Estado dê maior celeridade na entrega das vacinas e, principalmente, seja mais transparente nos critérios utilizados para chegar ao quantitativo distribuído”, declarou.

Júlio César citou como exemplo municípios com menor população que receberam, por exemplo, 20% mais vacinas que Ceará-Mirim. “ A cada minuto que deixamos de vacinar, uma vida pode ser perdida. Fica aqui o nosso apelo para que essas questões sejam revistas e que providências adotadas para que a vacina chegue o mais rápido à população”, reforçou, lembrando que insumos com seringas também são distribuídas pelo Estado.

“A vida é o maior patrimônio que nós temos. Estamos correndo contra o tempo. O Governo Federal tem adquirido as vacinas e os municípios têm aplicado na população. O Estado tem que tomar as providências para que esta distribuição aconteça com urgência”, encerrou.

 

Opinião dos leitores

  1. O prefeito sabe que a vacina está sendo distribuída de acordo com o censo de 10 anos atrás. O censo novo, que poderia corrigir isso, não foi feito por motivo de cancelamento por parte do presidente que ele apoiou. Assim sendo, aguente.

    1. É impressionante ver isso. Não há nada de errado no Brasil que esses malditos esquerdista não culpem Bolsonaro. Fatão faz merda, mas a culpa é do Bolsonaro que não fez o censo. Se Bolsonaro manda fazer o censo, seria culpado pois o cara que tava colhendo as informações estava transmitindo o covid. Vão procurar um jegue na praia, maldição de esquerda!

    2. Falou o zumbi de Lula e Maduro.
      Falando besteira dia e noite.
      Fora Fátima!
      PT é atraso e desgraça!!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sesap distribui carga com mais de 35 mil vacinas contra covid; finalização da segunda dose da Coronavac em atraso na programação

Fotos: Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribuiu no início da tarde desta segunda-feira (17) mais um lote de vacinas para os municípios potiguares. A carga com mais de 35 mil imunizantes da Coronavac/Butantan e da Pfizer permitirá o avanço da campanha de imunização contra a Covid-19 em duas frentes.

A primeira é a finalização do esquema vacinal para os potiguares que estão com a segunda dose da Coronavac em atraso. Com o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, a Sesap encaminhou 16,6 mil doses direcionadas exclusivamente para diminuir o déficit na vacinação com o imunizante produzido em São Paulo.

Já as vacinas mais de 18 mil unidades da Pfizer, por conta das condições diferenciadas de armazenamento, foram divididas entre municípios da Região Metropolitana de Natal. A orientação aos municípios de Parnamirim, Extremoz, São Gonçalo do Amarante e Macaíba, além da capital, é que as doses da Pfizer sejam direcionadas às pessoas com comorbidades, com deficiência permanente e gestantes.

A plataforma RN+ Vacina registrava até esta tarde 876.932 doses aplicadas no estado, sendo 582.711 pessoas atendidas com ao menos a 1ª dose do esquema de vacinação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

CONMEBOL COM 50 MIL DOSES: Seleções da Copa América e times da Liberta e Sula serão vacinados contra a Covid; restante para times da elite de cada país

Foto: Reprodução/Twitter

A Conmebol anunciou nesta sexta-feira o início da distribuição das doses de vacina contra a Covid-19, recebidas como doação da fabricante Sinovac. A confederação enviará os lotes às federações nacionais, que terão a responsabilidade de fiscalizar o uso correto das doses destinadas a atletas e membros de comissão técnica e prestarão contas depois à confederação.

De acordo com a Conmebol, os primeiros a serem vacinados serão os membros das equipes que participarão da Copa América, que começará em junho, e dos times que disputam os torneios internacionais do continente – a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana. Depois, equipes masculinas e femininas da primeira divisão de cada país-membro também receberão doses, assim como árbitros e outros envolvidos na organização dos jogos.

A confederação sul-americana afirma que elaborou um protocolo que “praticamente garante que cada dose tem um nome e sobrenome”, não podendo ser desviada para pessoas que não fazem parte do público-alvo. As doses utilizadas serão registradas junto ao Ministério da Saúde de cada país, para manter o controle relacionado aos programas nacionais de vacinação. E o Departamento de Ética da Conmebol vai monitorar a prestação de contas.

Caso haja sobra, as próprias federações deverão destinar as doses outras pessoas, com aprovação prévia da Conmebol e devida identificação de quem for as utilizar.

Em comunicado divulgado no último dia 22, a Conmebol ressaltou que o lote foi “fabricado especialmente para o futebol sul-americano e que, de nenhum modo, são vacinas destinadas a qualquer outro fim”. A entidade reiterou que “o processo de distribuição dos imunizantes começará nos diferentes países, em estrito cumprimento das normas legais e sanitárias em vigor em cada um deles”. A legislação brasileira veda o uso de vacinas contra coronavírus por entidades privadas.

A CBF precisa de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para receber as doses. O órgão informou que ainda não foi consultado pela Confederação Brasileira de Futebol sobre o tema.

A CBF ainda não se manifestou publicamente sobre a doação de doses pela Sinovac à Conmebol. No entanto, o presidente da entidade brasileira, Rogério Caboclo, já demonstrou interesse em adquirir vacinas, desde que o Congresso libere. A aquisição de imunizantes pela iniciativa privada está em discussão na Câmara dos Deputados.

A doação das 50 mil doses pela Sinovac faz parte de um acordo de exposição do laboratório chinês, que se anuncia como “parceiro oficial de saúde” da Copa América. A Conmebol, porém, reitera que não há uma transação comercial. Como os grandes fabricantes de vacina não negociam com empresas privadas, mas apenas com Estados, a solução encontrada foi uma intermediação do governo do Uruguai, que recebeu as 50 mil doses.

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Agricultura: Em parceria com a Emater, Prefeitura São Gonçalo inicia distribuição de sementes no município

Fotos: Divulgação

A Prefeitura São Gonçalo, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Agrário (Semada) em parceria com a EMATER está realizando a distribuição de sementes em 19 comunidades.

O município recebeu 4.793 kg de milho e 1.192kg de sorgo, totalizando 5.985kg de sementes e R$ 136.176,00 investidos.

A Prefeitura Municipal é parceira na logística de distribuição realizada diretamente nas comunidades. Ao todo, 477 famílias serão beneficiadas através do banco de sementes do Governo do Estado.

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sesap mantém distribuição de vacinas durante Semana Santa

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vai manter a entrega de doses das vacinas contra a covid 19 durante o período da semana santa, com objetivo de manter o ritmo de aplicação das doses na população.

Para isso, a Sesap solicita aos municípios que mantenham a continuidade de todas as ações em torno da vacinação para que não haja descontinuidade da campanha e o estado continue avançando na imunização dos grupos prioritários.

Opinião dos leitores

  1. O pessoal só vai se baixarem as idades de vacinação , acredito que vcs já vacinaram todos seus apaniguados que anteriormente não tenham direito e agora conseguiram, então por favor baixe as idades e vamos vacinar quem realmente tem direito acima dos 60 anos.

  2. Vacina continua na faixa etária de 69 anos. Está parada nessa faixa etária. Se tivesse avançado de terça-feira para hj estaria talvez vacinando a faixa de 65 anos para baixo.

  3. Lamentável a postura do prefeito e do secretário de saúde de Natal, desvirtuando da determinação do Ministério da Saúde, em priorizar o grupo de idosos. Estamos há muitos dias paralisados em 69 anos , sem haver por parte desses representantes, quaisquer explicações. Cadê as autoridades competentes, para cobrarem uma posição. Isto caracteriza improbidade administrativa , passível também de ação penal. Praticamente todos os municípios brasileiros, estão vacinando faixa etária em torno de 64 anos. Exemplo João Pessoa, que já está vacinando na faixa etária de 60 anos. O grupo da faixa etária de 60 anos acima , exige explicações. Em eleições, teremos retorno

  4. A SESAP era pra pagar aos polícias que estão fazendo segurança das vacinas na suas folgas( Diárias operacional) desde de janeiro e ainda não pagaram até hoje.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTO: Após envio do Ministério da Saúde, RN inicia distribuição de 160 cilindros de oxigênio; confira os municípios

Foto: Sandro Menezes

O Rio Grande do Norte recebeu, no último sábado (27), 160 cilindros de oxigênio medicinal utilizados no tratamento de pacientes com Covid-19 que necessitam de tratamento ventilatório. A carga faz parte de um total de 450 cilindros solicitados em caráter emergencial pela governadora Fátima Bezerra ao Ministério da Saúde (MS).

Os 160 cilindros de oxigênio estão sendo distribuídos a partir dos hospitais polos espalhados nas oito regionais de saúde beneficiando pacientes de 50 municípios potiguares que se encontram com dificuldade de abastecimento. Segundo levantamento feito pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Consems/RN), esses municípios necessitam de apoio adicional para o suprimento de oxigênio devido ao aumento do número de internações.

Segue a lista dos municípios que serão contemplados:

• Parnamirim, Macaíba e Extremoz, na região metropolitana, com polo de abastecimento no Hospital Regional Alfredo Mesquita, localizado em Macaíba.

• Goianinha, Lagoa D’anta, Santo Antônio, Baía Formosa, São José de Mipibú e Lagoa de Pedras (1ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Monsenhor Antônio Barros (São José de Mipibú);

• Grossos, Felipe Guerra e Areia Branca (2ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Rafael Fernandes (Mossoró);

• Macau, Pedra Preta, Poço Branco, Pureza, Riachuelo, Touros, Caiçara do Rio dos Ventos, Ceará-Mirim, Galinhos e Guamaré (3ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Josefa Alves Godeiro (João Câmara);

• Bodó, Caicó, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Florânia, Ipueira, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, Parelhas, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Vicente, Serra Negra do Norte, Tenente Laurentino Cruz (4ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Telecila Freitas Fontes (Caicó);

• Ruy Barbosa, Santa Cruz e São José do Campestre (5ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi);

• Almino Afonso, Encanto, Taboleiro Grande e Venha Ver (6ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Regional Aguinaldo Pereira (Caraúbas);

• Assú, Alto dos Rodrigues, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Pendências e São Rafael (8ª regional) – polo de abastecimento Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assú);

• Além de outros municípios, caso haja necessidade de atendimento em caráter de urgência.

Os cilindros são destinados aos municípios, uma vez que as unidades de saúde da rede estadual seguem com o abastecimento normal, conforme planejamento realizado desde o início da pandemia, acrescido agora de um aumento de 25% no volume do produto fornecido pela empresa White Martins.

A entrega começou a ser realizada ontem (28) pela White Martins nos hospitais polos de abastecimento e os municípios deverão buscar nos polos. Quando os cilindros secarem, os municípios levarão para serem reabastecidos nos hospitais polos, conforme contrato realizado com a White Martins. “O reabastecimento desses cilindros ficará por conta do governo do Estado através de um aditivo contratual que foi firmado para que a gente pudesse dar esse suporte aos municípios”, informou Maura Sobreira, secretária adjunta da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap).

É importante salientar que ao chegar mais cilindros, os municípios que enviaram a solicitação posteriormente serão incluídos na rota para suprimento dos cilindros de oxigênio.

Além das quantidades já solicitadas, o Governo do Estado já oficializou ao Ministério da Saúde, no sábado, a necessidade do envio de novos cilindros para atender as necessidades dos municípios. “Também solicitamos mais 300 concentradores e a instalação de mais 10 usinas de produção de oxigênio no Rio Grande do Norte”, destacou a governadora Fátima Bezerra.

Concentradores

O RN já havia recebido 70 concentradores de oxigênio enviados pelo Projeto Gratidão de Manaus (AM), em um gesto de agradecimento aos pacientes recebidos por outros estados, entre eles o RN, quando a rede de saúde do Amazonas entrou colapso, no início do ano. Os concentradores são versões menores que os cilindros de oxigênio comprimido recebidos hoje e podem ser transportados pelo paciente durante o tratamento.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN+ Vacina publica painel com distribuição de doses; acompanhe

Foto: Reprodução

A plataforma RN+ Vacina apresenta a partir desta segunda-feira (22) mais uma ferramenta de transparência. O site passa a contar com um painel que mostra a quantidade de vacinas recebidas pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), as doses entregues aos municípios e a reserva técnica.

A nova sessão do site será atualizada a cada nova remessa de vacina e já conta com a soma de 81,7 mil imunizantes recebidos pelo Rio Grande do Norte neste sábado (22).

De acordo com a última atualização, levando em conta os imunizantes que serão entregues nesta segunda-feira, o RN recebeu 387.040 doses da CoronaVac/Butantan e 83.500 doses da Oxford/AstraZeneca. Na parte de distribuição, o RN+ Vacina aponta que foram entregues pela Sesap aos municípios 263.689 vacinas da CoronaVac como primeira dose e 97.205 como segunda dose. Já no caso da Oxford, foram repassadas 82.810 apenas como primeira dose, já que o Ministério da Saúde ainda não repassou os lotes para a segunda dose.

A Sesap ainda mantém uma reserva técnica de 5.023 vacinas CoronaVac e 590 da Oxford. Já foram enviadas 323 doses dessa reserva técnica por conta de perdas – como quebra de frascos – desde o início do processo de vacinação no RN.

A plataforma RN+ Vacina é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Sesap, com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do RN (LAIS/UFRN) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN).

Para consultar os dados acesse aqui: https://maisvacina.saude.rn.gov.br/

Opinião dos leitores

  1. Nas grandes cidades deveriam colocar uma UBS com vacina 24 horas.
    É URGENTE VACINAR E TEM VACINA.

    1. Não é burrice não, é GENOCÍDA MESMO, é o que essa irresponsável dessa governadora é.

    2. Me explica aí, pra eu entender.
      Será que tem algum governador que tenha coragem de fechar leitos e hospitais em plena pandemia???
      Responda, tô sem entender até agora.
      Emita aí nem que seja uma opinião.

  2. Cadê as vacinas pra todo mundo , presidente Bolsonaro. Pra hoje e não em setembro. Porque as pouquíssimas que temos é a Vachina do Doria que o Sr. tanto boicotou. Cloroquina o Sr comprou rapidinho. Mas brigou com o mundo todo e não tem moral de ir buscar vacina onde sobra.

  3. Interessante que todo mundo pedindo para BAIXAR A FAIXA DE VACINAÇÃO, baixa a faixa de vacinação, e nenhum desses incompetentes se habilita a dizer absolutamente nada. Que canalhas.

  4. De quem a orientação para manter retida tantas doses se estamos confinados?
    Libera incompetentes.
    Será que vamos nadar, nadar e morrer na beira da praia.?

  5. Viu aí. Se nao faz pressão…vamos cobrar, pressionar.
    É muita incompetência dos órgãos públicos.

  6. Ahhh, agora começou a aparecer …
    Já dizia o ditado: " quem Não chora não mama".
    Tem que ser enviado pra todos os veículos de comunicação incluindo o rádio que todos ouvem, carro de som nas ruas conclamando as pessoas da fase, da faixa de idade a se vacinarem. Vai quem quer. A fila tem q andar.

    1. Exatamente, quanto mais rápido se vacinar melhor, quem não quer, paciência.

  7. NÃO EXISTE ESSA DE RESERVA TÉCNICA

    TEM QUE DISTRIBUIR TODAS AS VACINAS

    TEM QUE BAIXAR A FAIXA PRA 60+

    1. Pior que os safados responsáveis, governadora, secretário de saúde, nenhum desses safados falam absolutamente nada em relação a diminuição das faixas etárias. Que bando de canalhas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPRN investiga prefeito Álvaro Dias por distribuição de Ivermectina no tratamento contra covid-19

Em resposta a consulta da deputada Natália Bonavides(PT-RN), o Ministério Público confirmou a parlamentar que investiga o prefeito de Natal, Álvaro Dias(MDB), por incentivar o uso de medicação “sem comprovação científica”, como a ivermectina, e por distribuição do medicamento no tratamento à Covid-19.

No despacho, o MP destacou que já existe uma investigação em curso contra o prefeito: “com relação ao uso profilático da ivermectina, já há, no âmbito desta CJUD, Notícia de Fato em andamento, a fim de apurar a possível prática dos crimes previstos nos artigos 268 e 280 do Código Penal, pelo Prefeito de Natal/RN, Álvaro Costa Dias, em decorrência da propagação do uso da Ivermectina como meio substitutivo ao uso da vacina para imunização coletiva”.

O MP ainda destacou no despacho que a representação apresentada pela parlamentar foi anexada a investigação existente por destacar que “tal prática pode configurar também possível ato de improbidade administrativa praticado pelo prefeito”.

Representação protocolada por Bonavides

A deputada federal Natália Bonavides entrou com representação no MP/RN contra o último decreto (nº 12.179/2021) publicado pela Prefeitura de Natal, na sexta-feira (06), e contra o prefeito de Natal, Álvaro Dias. O decreto recomenda a realização de tratamento preventivo contra a Covid-19 sem que haja fundamentação científica para tal, destaca a assessoria da parlamentar.

Opinião dos leitores

  1. Se for usar só remédio com comprovação científica, o paciente fica em casa esperando a morte chegar.
    Em vários países se usa.
    Por que essa perseguição no Brasil a quem quer ajudar?

  2. BG.
    Fariam mais proveito se fossem atrás dos R$ 5.000.000,00 roubados do erário público, arrancado dos impostos extorcivos que pagamos e são roubados e fica por isso mesmo. Um absurdo.

  3. Esse papo de ivermectina já deu.Vamos nos proteger do jeito que sabemos e aguardar a vez da vacina .Quem quiser tomar e se achar protegido tome o remédio de sarna e piolho.Quem não quer não toma . É simples assim.Mas acho que não serve senao natal não seria epicentro do vírus maldito.

    1. Epicentro?
      Tem certeza?
      Quem pegou tomou ivermectina ?
      Não estou dizendo que funciona .
      Só sei que ano passado, em junho, quando o prefeito começou a distribuir e ELE reabriu tudo (inclusive academia que a turma da esquerda lotou), os números despencaram.
      Quem falou em substituir a vacina ?
      Ainda não tem vacina para todo mundo…

    1. Depurada , se não puder ajudar não trabalhe.
      Deputada , PORTUGAL, JAPÃO E O CHILE , estão fazendo pesquisa sobre IVERMECTINA .

  4. As vezes constatamos o baixo nível de nossos políticos sem fazer força.
    Essa deputada não se preocupa, nem preocupou com os R$ 5 milhões que foram dados ao consórcio nordeste e virou pó.
    Essa deputada não tem a menor preocupação com os R$ 1,5 milhões que foram desperdiçados na compra de respiradores com defeito.
    Ela não deveria está preocupada e cobrando a abertura de leitos para tratar os doentes com covid? E para aparecer vai questionar o uso do remédio de piolho? A culpa é do povo que não sabe votar.

  5. Só sabe ser 'du contra" apresentar projetos que beneficiem a população que é bom nada. Deveria ter aproveitado e protocolado uma representação a respeito do paradeiro dos CINCO MILHÕES…

  6. Parece ser um ótima oportunidade para o Prefeito mostrar:
    Já existem mais de 45 estudos apresentados em revistas médicas comprovando a eficiência da ivermectina quanto a diminuição da ação do covid.
    A India, Peru e México que adotaram e distribuíram a ivermectina desde o início da pandemia, apresentam os números de mortes são os mais baixos do mundo. Enquanto na África que usam a medicação para combater outros vírus, teve a população pouco atingida pelo covid.
    Em recente e extenso estudo publicado no site ivermeta.com ficou provado que:
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento precoce em 82% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada em tratamento tardio em 51% dos casos;
    A ivermectina tem eficácia se usada como profilaxia em 89% dos casos;
    Já tiveram trabalhos sobre a ivermectina publicados na França, Jamaica, Coreia do Sul, Tóquio, Israel, Eslováquia e muitos médicos dos EUA confirmando a atuação da ivermectina contra o covid.
    Mas nessas terras de Cabral a palavra de alguns políticos tem que valer mais que a ciência, que são contra a medicação sem qualquer conhecimento, mas proíbem baseado em ideologia e querem impor o não uso a força.
    Se tudo que já existe cientificamente publicado, não resolve, então que esses políticos que são contra, relatem QUAL O MAL QUE A IVERMECTINA FAZ?

    1. Os EUA, a união europeia e a grande maioria dos países no mundo recusam esse tratamento milagroso. Deve serem, seus governantes, todos criminosos genocidas que deixam acontecer mortes em seus países, mesmo com tratamento. 90% dos pacientes que foram para UTI s fizeram uso dessa medicação, Natal está no pior momento da pandemia e a prefeitura vem liberando esse tratamento já faz tempo. A literatura que vale e que importa para a ciência não comprovou a sua eficácia. Deixem de negar a ciência. Um dia todos esses irão ser responsabilizados por indicarem tratamento sem comprovação científica.

  7. Esse tal MP sempre na contra-mao pq não vão investigar a falta de leitos o povo morrendo e eles vão investigar uma coisa que dá dando certo o remédio…. isso é BRASIL minha gente salve quem tive mais dinheiro.

  8. Já há inúmeros estudos e incontáveis médicos que atestam a eficácia dessa droga na diminuição da multiplicação do vírus. No RN mesmo, há muitos bons médicos que recomendam e prescrevem. Há países que já adotaram oficialmente. E muita gente está usando preventivamente. Remédio antigo, seguro e barato (não tem mais patente). Por que o MP não vai atrás de algo produtivo prá fazer? Contribuam positivamente ao invés de tentar sempre atrapalhar. Isso já está ficando insuportável.

  9. Gostaria de uma pesquisa no MP de quantos estao tomando ivermectina, quantos familiares usaram a medicacao.. Será que fariam isso? A dep usou qual ciencia pra justificar sua posicao? Será que aquela do ano passado ou deste ano? a ciencia vem mudando e cada dia medicacoes off label tem demonstrado alguma eficiencia. Será que a deputada vai proibir o uso de off label nas UTIs tambem??

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

FOTOS: PM garante distribuição das vacinas contra a covid-19 no RN

Fotos: PM/ASSECOM – Cb Ricardo

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte continua trabalhando em conjunto com o GoveRNo do Estado em mais uma etapa de distribuição de vacinas contra o novo coronavírus (COVID-19). Na última quarta-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) recebeu 35 mil doses da Astrazeneca/Oxford e distribuiu na manhã desta quinta-feira (25).

Das 35 mil doses, 21.927 foram destinadas aos idosos com idade de 85 a 89 anos. Com essas doses, será possível vacinar 100% dos idosos dessa faixa etária. Já 8.996 são destinadas a trabalhadores da saúde e 2.920 aos indígenas do estado.

As regionais que receberam as doses no RN são: Mossoró, Pau dos Ferros, Caicó, Santa Cruz e João Câmara. A partir das centrais, as vacinas serão distribuídas para os demais municípios do estado. Na Região Metropolitana, além de Natal, também receberam parte dos imunizantes os municípios de Parnamirim, Macaíba, São José de Mipibu, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.

O Subcomandante do Comando do Policiamento do Interior (CPI), Tenente Coronel PM Elton, ressaltou que a PM não só está realizando a escolta das vacinas, dando suporte ao Corpo de Bombeiros Militar, como também está realizando a segurança 24h por dia nos locais onde as doses estão armazenadas.

Opinião dos leitores

  1. Além de ganhar bem não perderam o costume de pedir comida nos restaurantes, mercadinhos e padarias da cidade.

    1. Concurso não dá o direito do aprovado fazer uma limpa nos cofres do Estado. Segurança e educação cada dia piora mais. Alguém tem que fazer alguma coisa.

  2. Ganha bem e não resolve nada, cada dia a coisa fica pior. Petrópolis está apinhada de ladrões e ninguém vê a polícia.

  3. Enquanto a Governadora Fátima pirotecnia com a distribuição das vacinas, utilizando várias viaturas e pessoal dos órgãos de segurança , a bandidagem faz a festa.

  4. A PM vive uma guerra real, não imaginária. E das forças de segurança, é a mais não paga sim. Se informe…

  5. Não desmerecendo as outras instituições de segurança pública, mas a PM é pau de dar em doido. Sempre pronta para cumprir qualquer missão. E sejamos sinceros, é quem carrega a segurança pública nas costas. Pena que é a polícia mais mal paga e menos valorizada.

    1. Mal paga? e menos desvalorizada? a policias militar e civil vem sendo beneficiadas nos governo de Rosalba ,Robinson e Fátima, recebendo promoções e aumentos de salários e recebendo em dia.
      ganhando mais do que os militares das força armadas.

    2. Muitos policiais estão mas preocupados com os bicos, que rendem uns $$$$ extras.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de São Gonçalo realiza distribuição de kits de higiene para famílias do Amarante, Golandim, Regomoleiro e Santo Antônio

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN realiza na próxima terça-feira (26) e quarta-feira (27) o cadastramento e distribuição dos kits de higiene pessoal e limpeza às famílias em situação de vulnerabilidade social das comunidades Amarante, Golandim, Regomoleiro e Santo Antônio, comunidades com maior incidência de casos de Covid-19 no município.

No Amarante a entrega acontece nas Escolas Municipais Hamilton Santiago; Maria das Neves e Vicente de França. Já no Golandim a distribuição ocorrerá nas Escolas Municipais Poti Cavalcanti, Francisco Potiguar e Genésio Cabral, e na Creche Luzenildo.

Em Santo Antônio, os beneficiários podem se dirigir as Escolas Municipais Cantinho do Saber e Roberto Freire, além da CEMEI Maria Lalá para receberem os kits. E em, Regomoleiro as entregas ocorrem na Escola Municipal Maurício Fernandes e Varela Barca.

Ao todo, mais de 2,9mil famílias serão atendidas. A entrega acontece das 8 às 16h, e é necessário apresentar documento com foto e folha resumo do Cadastro Único. O cadastramento será feito no momento da entrega.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro diz que distribuição de vacinas compradas da Índia começa no sábado

Foto: Marcos Corrêa/Presidência/19-01-2021

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que, se o lote de vacinas que está vindo da Índia chegar nesta sexta-feira ao Brasil, a distribuição aos estados começerá no sábado. O governo brasileiro importou dois milhões de doses da vacina da Oxford/AstraZeneca produzidas na Índia.

— Pode ter certeza que a Aeronáutica está aí, pronta para servir o Brasil mais uma vez. E essa vacina amanhã mesmo, se chegar hoje à noite, amanhã mesmo começa a chegar aos seus destinos — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, em fala transmitida pela CNN Brasil.

A expectativa do governo é que o material chegue nesta sexta-feira, no final da tarde, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Questionado sobre se conversou com o governo chinês sobre a liberação de insumos para a produção de vacinas, Bolsonaro afirmou apenas que suas conversas com chefes de Estado são “reservadas”.

— As conversas que eu tenho, durante a semana sempre converso com autoridades, ficam reservadas. Não divulgo. Isso faz parte do respeito que eu tenho com eles, e eles têm respeito para comigo também. Eu não falo com chefe de Estado e vou tagarelar junto à imprensa. Isso não existe da minha parte.

Bolsonaro afirmou que, após a aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ele não tem mais “o que discutir” e tem que distribuir o imunizante:

— E nós entregamos, tão logo a Anvisa aprovou, e essa era minha oposição…Pessoal disse que eu era contra a vacina. Eu era contra a vacina sem passar pela Anvisa. Passou pela Anvisa, eu não tenho mais o que discutir. Tenho que distribuir a vacina e nós distribuímos, no prazo programado, um dia antes.

Depois, no entanto, o presidente entrou em contradição: disse que não há comprovação cientifícia da eficácia, mas depois reconheceu que a Anvisa comprovou a eficácia:

— Ela tem que ser voluntária. Afinal de contas não está nada comprovado cientificamente com essa vacina. E peço que o pessoal leia, não é bula, mas eu chamo de bula, os contratos com essas empresas para tomar pé da onde chegaram as pesquisas e porque não se concluiu ainda dizendo que uma vacina (é) perfeitamente eficaz. Pelo que tudo indica, segundo a Anvisa, ela vai ajudar aí que casos graves não ocorram no Brasil com quem for vacinado.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. E com o "poste" derrotado em um primeiro turno em São Paulo, teria algum futuro? De todos os candidatos a presidente, fora Álvaro Dias, que sem dúvida nenhuma era o mais preparado, não tinha melhor(ou menos ruim), do que Bolsonaro! Se fosse melhor "assessorado", seria presidente, direta e indiretamente, por mais uns 14 anos, seguindo o que fizeram durante mais ou menos esse período, os mandatos repletos de corrupção, dos governos pt/pmdb!

  2. O gado falando que não vai votar em “ladrões”, então arranjem outro, pois o bozo é miliciano da pior espécie.

  3. Meu Senhor e Meu DEUS, SALVE o Brasil e os Brasileiros desses escremento Negacionista. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS ???

  4. Chega logo 2022……
    O veio Bolsonaro e pau para dar em doido……
    O homem é bom O homem é espetacular

  5. No que depender de mim, essa pesquisa meia boca sobe.
    No dia da eleição aperto em cima do seu número, espero o Sr aparecer e confirmo.
    Não quero saber de ladrões condenados e não condenados de maneira alguma.
    Ponto final.

  6. Meu Presidente. 2022 estaremos juntos. Podem rinchar jumentos. Vai dar ele de novo. E no primeiro turno.

  7. Humilhação. Brigou, fez maior guerra pela cloroquina, verdadeiro menino buchudo, num poderia ser um Estadista? O Brasil poderia ter tido sua própria vacina, ter sido um exemplo ao mundo. Bolsonaro tem que acordar e ao menos terminar o mandado com dignidade. Se libertar dos filhos e conselheiros sem futuro que tem. O mundo não é plano.

    1. Se tem uma coisa quer Bolsonaro não fez foi tentar impor alguma coisa às pessoas.
      E foi serveramente criticado por isso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mercado Livre anuncia cinco novos centros de distribuição no país

Foto: Divulgação

O Mercado Livre anunciou a expansão de sua rede logística com cinco novos centros de distribuição no país. Serão três novas instalações em São Paulo, duas em Cajamar — uma delas já em operação — e uma em Guarulhos; uma em Minas Gerais, na cidade de Extrema; e outra em Celso Ramos, em Santa Catarina.

— Serão 340 mil metros quadrados de área instalada, isso mais que duplica a capacidade que a gente tinha em superfície plana — afirmou Leandro Bassoi, vice-presidente de Mercado Envios, o braço logístico do grupo argentino. — É um passo importante para a gente conseguir fazer entregas cada vez mais rápidas.

Quatro dos novos centros de distribuição serão do modelo conhecido como fulfillment, quando o estoque dos vendedores é gerenciado pelo Mercado Livre, do armazenamento à entrega do pacote. Em Guarulhos o modelo será de cross-docking, servindo como um entreposto de encomendas enviadas pelos vendedores.

— Por isso escolhemos Guarulhos, pela proximidade com o aeroporto — afirmou Bassoi, lembrando o investimento feito pela companhia para a criação da MELI Air, uma companhia aérea própria com frota de quatro aviões.

O objetivo da companhia é ampliar a capacidade de entrega de produtos em até dois dias. Hoje, disse Bassoi, 80% das vendas via fulfillment são entregues em até 48 horas, sendo que 70% acontecem no dia seguinte da compra. E essa rede de entregas rápidas cobre 1,8 mil cidades no país.

Antes da ampliação a empresa operava dois centros de distribuição em São Paulo, um em Cajamar e outro em Louveira, e um terceiro em Lauro de Freitas, na Bahia, inaugurado neste ano. Das cinco novas instalações anunciadas nesta quinta-feira, uma em Cajamar, com 75 mil metros quadrados, entrou em operação na segunda-feira, dia 9.

O movimento do Mercado Livre foi antecipado no mês passado pela coluna Capital, do GLOBO, que informou que o site estava absorvendo mais 75 mil metros quadrados de galpões em Cajamar (SP).

Os outros quatro começarão a operar em meados de 2021. Segundo Bassoi, o plano da Mercado Envios é encerrar o ano que vem com sete centros de distribuição de fulfillment, 17 centros de cross-docking, somando 610 mil metros quadrados de espaço de armazenagem. Além de 600 carretas e 10 mil vans, gerando 13,5 mil empregos diretos.

A expansão da rede está dentro do orçamento de R$ 4 bilhões em investimentos anunciados pela companhia para o país neste ano. Para 2021, o planejamento ainda não está fechado, mas o volume será maior.

O Globo

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *