SE LIGUE – GUIA DE RESPEITO: Ranking lista melhores países para estudantes, empreendedores e imigrantes qualificados

Estocolmo, capital da Suécia; país um dos países mais abertos da OCDE a imigrantes com alta. GETTY IMAGES

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou na quarta-feira (29/5) rankings dos países-membros da entidade mais atraentes para estudantes universitários, empreendedores ou imigrantes altamente qualificados.

Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Suécia e Suíça estão entre as nações mais bem posicionadas nas listas, que levam em conta fatores como facilidade para obter vistos, qualidade de vida e perspectivas de carreira.

Já países como Estados Unidos, Grã-Bretanha e França têm desempenho oscilante, pontuando bem em alguns quesitos e deixando a desejar em outros.

Os rankings são integrados por 35 dos 36 países da OCDE – a Lituânia, última nação a ingressar no bloco, ficou de fora.

A OCDE é um fórum que promove políticas públicas, realiza estudos e auxilia no desenvolvimento de seus membros. A organização inclui boa parte dos países mais desenvolvidos do mundo e alguns emergentes, como México, Chile e Turquia.

O Brasil tem hoje o status de parceiro-chave da OCDE e pleiteia se tornar membro pleno do grupo. Confira os rankings completos abaixo.

Melhores países para imigrantes qualificados (com mestrado ou doutorado)

Sydney, na Austrália; país tem sociedade inclusiva e oferece boas perspectivas para profissionais qualificados. GETTY IMAGES

Quando a dificuldade de obter um visto não é levada em conta, os EUA lideram esse ranking graças a seu grande mercado de trabalho e à força de sua economia, além das condições fiscais vantajosas e da qualidade das oportunidades profissionais.

Mas o país perde posições por causa de seu alto índice de rejeição de vistos.

Por outro lado, Suécia, Suíça, Luxemburgo e Eslovênia têm sistemas migratórios mais abertos e pontuam bem nesse quesito.

Austrália e Nova Zelândia também estão entre os primeiros colocados, principalmente por terem sociedades inclusivas e boas perspectivas futuras para profissionais.

De forma geral, as nações no topo do ranking têm alto padrão de vida e forte demanda por trabalhadores qualificados.

1 – Austrália

2 – Suécia

3 – Suíça

4 – Nova Zelândia

5 – Canadá

6 – Irlanda

7 – EUA

8 – Holanda

9 – Eslovênia

10 – Noruega

11 – Luxemburgo

12 – Alemanha

13 – Dinamarca

14 – Islândia

15 – Estônia

16 – Reino Unido

17 – Áustria

18 – Finlândia

19 – Bélgica

20 – Eslováquia

21 – Portugal

22 – França

23 – Coreia do Sul

24 – República Tcheca

25 – Japão

26 – Hungria

27 – Espanha

28 – Letônia

29 – Chile

30 – Israel

31 – Polônia

32 – Itália

33 – Grécia

34 – México

35 – Turquia

Melhores países para imigrantes empreendedores

Toronto, no Canadá; país pontua bem quando se consideram facilidade para fazer negócios e regras burocráticas. GETTY IMAGES

Os cinco melhores países para imigrantes quem desejem empreender são diferentes dos mais atraentes para profissionais qualificados.

Canadá, Nova Zelândia, Irlanda e os EUA pontuam bem quando se leva em conta a facilidade para fazer negócios e as regras burocráticas. A Suíça, por sua vez, avança várias posições no ranking por ter os menores impostos para empresas de toda a OCDE.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bosco disse:

    Não sou petralha! Mas com a aprovação da reforma da previdência, o Brasil entra nessa lista.

  2. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Porque VENEZUELA e CUBA não estão nessa lista PTralhas??

Passagem de 2017 para 2018: ranking de corrupção mostra Brasil com nota mais baixa desde 2012

Placa fixada em protesto contra corrupção em Brasília. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters – 16.10.2017

O Brasil caiu nove posições no ranking global de corrupção divulgado na madrugada desta terça-feira (29) pela Transparência Internacional. Com a movimentação, o Brasil figura na 105ª colocação do índice com 180 países e amarga o pior desempenho dos últimos sete anos.

Na passagem de 2017 para 2018, a nota brasileira no IPC (Índice de Percepção da Corrupção) recuou de 37 para 35 pontos em uma escala que varia de 0 a 100. Quanto menor o valor, maior é a percepção de corrupção no país.

Os dados apontam para o pior resultado do Brasil desde 2012, ano em que a Transparência Internacional modificou a metodologia do indicador e permitiu a comparação das informações.

O consultor sênior da Transparência Internacional, Fabiano Angélico, avalia a nova queda do Brasil no índice como fruto da falta de barreiras para impedir que a corrupção continue ocorrendo.

“Os países têm uma queda no índice quando existem casos de corrupção, e a percepção dos entrevistados [empresários, pesquisadores e especialistas] é de que o fenômeno continua ocorrendo sem nenhuma reação institucional”, afirma Angélico.

A nova queda coloca o Brasil empatado no ranking com Argélia, Armênia, Costa do Marfim, Egito, El Salvador, Peru, Timor Leste e Zâmbia. A percepção da corrupção em território nacional também é superior à verificada em alguns países vizinhos, como Colômbia (36), Argentina (40), Chile (67) e Uruguai (70).

A avaliação somente das Américas aponta o Brasil como o 20º colocado do ranking. Somente nos últimos sete anos, o país foi ultrapassado por Jamaica, Suriname, Trinidad e Tobago, Argentina, Guiana, Colômbia e Panamá.

Ao analisar outros países e territórios que apresentaram melhora no índice ao longo dos anos, Angélico destaca a realização de ações de combate à corrupção, programas para melhorar as relações entre os setores público e privado e mudanças governamentais.

Para a Transparência Internacional, todos os países que obtiveram nota abaixo de 50 estão “falhando em sua luta contra a corrupção”. Em 2018, a nota média global da percepção da corrupção oscilou positivamente pela terceira vez consecutiva, de 42,5 para 43,1.

Nações

Na análise entre as 180 localidades pesquisadas para a composição do ranking, 65 obtiveram no ano passado notas menores do que aquelas apresentadas em 2017. Outros 55 países ficaram estáveis e 60 demonstraram melhora.

Mais uma vez, o topo do levantamento foi dominado pelos países escandinavos, que aparecem quatro vezes entre as 10 localidades com menor percepção da corrupção. Os destaques ficam por conta de Dinamarca (88), Finlândia (85), Suécia (85) e Noruega (84).

Figuram também entre as 10 nações melhores ranqueadas no índice Nova Zelândia (87), Singapura (85), Suíça (85), Holanda (82), Canadá (81) e Luxemburgo (81).

Ao analisar os “casos de sucesso” do indicador, a Transparência Internacional destaca alguns fatores em comum entre os países, como sistemas democráticos estáveis, amplas liberdades de imprensa e atuação da sociedade civil.

Por outro lado, A nota mais baixa do índice foi verificada na Somália, com 10 apenas pontos. O país africano é seguido por Síria (13), Sudão do Sul (13), Iêmen (14) e Coreia do Norte (14).

Na avaliação da Transparência Internacional. “a maioria das nações tem progredido muito vagarosamente rumo a um ambiente mais ético e transparente. Nos últimos sete anos, grande número delas teve pouco ou nenhum progresso”.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. junin disse:

    O QUE MAIS REVOLTA É A FALTA DE PUNIÇAO….!!! CONTINUA TUDO MESMO JEITO, SÓ É PUNIDO O PPP… PRETO POBRE E PUTA !!! E A PROVA TÁ AÍ NESSE MAIS NOVO EPISÓDIO DA VALE… FOI FEITO O LOBBY (LEIA-SE ARRUMADO, A EMPRESA VENDIDA E MUITO LUCRATIVA ) E AS PESSOAS(MUITOS JECAS TATU) ESQUECIDAS!!! VEM A TONA NESSE MOMENTO QUE EM TRÊS ANOS PASSADOS DA TRAGÉDIA DA SAMARCO NADA FOI APRENDIDO E NINGUÉM PUNIDO, ATÉ O PROJETO EM RELAÇAO A ISSO REPOUSA NAS GAVETAS DO CONGRESSO DOS DEPUTADOS DORMINHOCOS….!!!

Ranking de transparência da CGU: Natal é a capital com pior desempenho do país

Dados divulgados pela Controladoria Geral da União nessa quarta (12) indicam que a cidade de Natal é a capital do país com o pior desempenho na Escala Brasil Transparente (EBT) que avalia a transparência dos estados e municípios brasileiros. A capital potiguar obteve nota 5,59, enquanto a média das capitais brasileiras foi 8,08. Das capitais, 93% possuem nota maior que 6, sendo que oito delas (30%) estão entre 9 e 10: Vitória (ES), Recife (PE), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO), Maceió (AL), Brasília (DF) e Cuiabá (MT). Com relação aos demais entes avaliados, 340 municípios (51% do total) conseguiram nota superior a 6 pontos.

A Escala Brasil Transparente busca verificar o grau de cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação (LAI) e de outros normativos sobre transparência nos Estados e no Distrito Federal, além de todos os municípios com mais de 50 mil habitantes, incluindo as capitais (com base nas estimativas do IBGE em 2017). No total, foram avaliados 691 entes federativos – universo que abrange quase 70% da população brasileira.

Ranking por estados

A Escala Brasil Transparente (EBT) – Avaliação 360° revelou que 22 estados e o Distrito Federal (85% das UF) tiveram nota acima de 7. Das capitais, 93% possuem nota maior que 6, sendo que oito delas (30%) estão entre 9 e 10: Vitória (ES), Recife (PE), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO), Maceió (AL), Brasília (DF) e Cuiabá (MT). Com relação aos demais entes avaliados, 340 municípios (51% do total) conseguiram nota superior a 6 pontos. O Rio Grande do Norte obteve nota 8,8 e ficou na sétima posição. A média dos estados do país foi de 7,94.

Metodologia

A EBT diferentemente das três edições anteriores, traz uma inovação na sua metodologia. A principal diferença é que além da transparência passiva, também foi avaliada a transparência ativa. Ou seja, além da regulamentação da LAI – existência de canal (presencial e eletrônico) para solicitações de informação pelos cidadãos (SIC) e atendimento desses pedidos – a CGU mapeou como governos estaduais e municipais publicam na internet os dados sobre receitas e despesas, licitações e contratos, estrutura administrativa, obras públicas, lista de servidores, entre outros.

Em caso de discordância em relação a algum item da avaliação da EBT – Avaliação 360°, os gestores públicos devem entrar em contato com a CGU por meio do formulário eletrônico, disponível no Portal da Transparência do Governo Federal, até dia 28 de dezembro de 2018.

Com acréscimo de informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justiceiro disse:

    Bruno do BG, sei que vc tem sangue esquerdista… mano! pelas caridades, ajude-nos a convenser essa elite potiguar de merda a exterminar essas artimanhas ptistas. Faça isso pelo seu, o nosso RN. Ainda quero ver esse RN renascer das cinzas. Povo tudo alienado acreditando num dos maiores chefe de quadrilha chamado LULA. Deus esteja conosco. Abraço.

Ranking da FIFA tem liderança dividida pela 1ª vez na história; veja top 10

A FIFA publicou, esta quinta-feira, o ranking atualizado das seleções e, pela primeira vez em toda a história, a liderança está partilhada entre dois países.

França e Bélgica, que se defrontaram nas meias-finais do Mundial 2018, estão agora na primeira posição, ambos com 1729 pontos. Portugal manteve o sétimo lugar.

Top 10:

1.º Bélgica (1729 pontos)

1.º França (1729 pontos)

3.º Brasil (1663 pontos)

4.º Croácia (1634 pontos)

5.º Uruguai (1632 pontos)

6.º Inglaterra (1612 pontos)

7.º Portugal (1606 pontos)

8.º Suíça (1598 pontos)

9.º Espanha (1597 pontos)

10.º Dinamarca (1581 pontos)

A Bola

IDH do Brasil tem leve variação e país mantém 79ª posição no ranking

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil subiu 0,001 ponto em 2017 na comparação com 2016 chegando a 0,759 numa escala que varia de 0 a 1 – quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), um incremento de 0,14% na renda média per capita do brasileiro garantiu que o país continuasse avançando, mesmo timidamente, no desenvolvimento humano em 2017, apesar de as desigualdades no acesso da população à saúde, educação e perspectivas econômicas ainda persistirem.

O novo índice manteve o Brasil na 79ª posição no ranking que inclui 189 países. Na América Latina, o país ocupa o 5º lugar, perdendo para Chile, Argentina, Uruguai e Venezuela. O IDH brasileiro está acima da média regional da América Latina e Caribe, de 0,758.

IDH com ajustes

Quando o órgão inclui na conta um ajuste com relação a desigualdades de renda, saúde e educação, o IDH brasileiro despenca para 0,578.

O Brasil tem o 9º pior coeficiente de Gini – que mede exclusivamente a renda – na comparação mundial. Entre os países da América do Sul, o Brasil é o terceiro mais afetado por esse ajuste da desigualdade, ficando atrás do Paraguai e da Bolívia.

Na relação com dados colhidos desde 1990, o país registrou um crescimento de 0,81% da taxa anual do IDH, com acréscimo de mais de 10 anos na expectativa de vida, que passou a ser de 75,7 anos, e de 3,2 anos na expectativa de tempo de escolaridade de crianças a partir do ingresso nas escolas em idade regular. A média de estudos de adultos com 25 anos ou mais passou de 3,8% para 7,8% e a renda dos brasileiros neste mesmo período cresceu 28,6%.

Mundo

Noruega (0,953), Suíça (0,944), Austrália (0,939), Irlanda (0,938) e Alemanha (0,936) lideram o ranking com os melhores resultados. Os cinco últimos países no ranking são: Burundi (0,417), Chade (0,404), Sudão do Sul (0,388), República Centro-Africana (0,367) e Níger (0,354).

A Irlanda registrou um dos maiores crescimentos ao subir 13 posições de 2012 para 2017. Violência, conflitos armados e crises internas fizeram com que países como Síria, Líbia, Iêmen e Venezuela registrassem as maiores quedas do índice, respectivamente, 27, 26, 20 e 16 posições.

Considerando a realidade de 1990, o IDH global aumentou 21,7% e o número de países classificados como de “muito alto desenvolvimento humano” aumentou de 12 para 59 e os de “baixo desenvolvimento humano” caiu de 62 para 38 neste período.

A expectativa de vida das pessoas, ao nascer, passou de 65,4 anos em 1990 para 72,2 anos em 2017 e mais de 130 países conseguiram universalizar as matrículas de crianças no ensino primário. Entretanto, assim como no Brasil, os avanços são ameaçados pelas desigualdades entre países ou até internamente. Mundialmente, a diferença na distribuição de renda chega a 22,6%, enquanto as desigualdades nos ganhos em educação são de 22% e em saúde, 15,2%.

O aumento da expectativa de vida para toda a população também não pode ser confundida, segundo o Pnud, com qualidade de vida. Em média, as pessoas em todo o mundo têm 87% da sua vida com saúde relativamente boa, segundo a estatística, mas, “muitas enfrentarão desafios de saúde nos últimos anos de vida”, destacou o programa apontando a realidade dos países de baixo IDH.

Agência Brasil

 

João Pessoa humilha Natal em ranking de eficiência dos municípios

A chegada do processo eleitoral levou o jornal Folha de S.Paulo a trazer para os estados uma ferramenta que já havia lançado para municípios em 2016, o do ranking de eficiência.

Os dois rankings, agora, ganham relevância, especialmente porque muitos gestores de prefeituras que foram avaliadas em 2016 estão, agora, na disputa por postos de governo, caso de Natal, que é humilhada pela vizinha João Pessoa.

Na lista de municípios do Brasil, Natal ficou em 1.363 com pontuação de 0,498 e a marca de “alguma eficiência”.

O ranking considera eficiente as cidades que conseguem fazer mais com menos recursos. São critérios de avaliação educação, saúde, saneamento e receita total. Como entrega saúde abaixo e receita abaixo da média, Natal não conseguiu a marca de eficiente.

Mais de mil posições acima de Natal, João Pessoa, a 342ª cidade mais eficiente do Brasil conseguiu ter desempenho dos indicadores acima da média nacional. Apena sua receita que ficou levemente abaixo da média. A capital paraibana conquistou o selo de eficiente, com 0,550 de pontuação.

Conduzida por Luciano Cartaxo, a capital paraibana tem um dos melhores índices do Nordeste. O prefeito de lá, inclusive, negou-se a deixar o posto que ocupa para disputar o governo, preferindo seguir na promessa que tinha assumido de dar continuidade aos trabalhos que vinha desenvolvendo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique disse:

    Na verdade a Paraiba que humilha o RN. Mas essa discrepância você não irá mostrar.

  2. Josineide disse:

    Resultado de anos de administração das panelinhas ( Alves ,Maia e famílias) !
    Fora Alves e Maia !

  3. Pedro disse:

    Tem alguma reportagem comparando também a eficiência do governo do estado da Paraíba com o governo do estado do Rio Grande do Norte?

  4. Augusto disse:

    Com a palavra o ex-prefeito Carlos Alves, primo de Henrique Alves.

  5. Maricelio disse:

    O cara ainda que ser governador

  6. Jacio Maranhão disse:

    Imagime O Estado

  7. Edu disse:

    Só pela mentira de Cabeção dizendo que não ia renunciar para ser Governador, já merece que ninguém vote nele, além de tudo entregou Natal a um forasteiro. As urnas vão dar o troco.

  8. Romário disse:

    será que Carlos Alves, vai ter a cara de pau de colocar a culpa em Róbson Farias.

Natal é lanterna em transparência pública em ranking da FGV e organização internacional; prefeitura contesta

por Dinarte Assunção

A capital do Rio Grande do Norte ficou na lanterna de um levantamento sobre transparência realizado pela Fundação Getúlio Vargas e pela Open Knowledge, organização que defende a transparência de dados públicos e que está presente em 66 países.

Procurada, a Prefeitura de Natal contestou os critérios de análise e afirmou que cumpre a legislação nacional sobre o assunto.

Oito cidades foram analisadas e escolhidas pelo seu porte. Foram as seguintes: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Salvador, Uberlândia e Natal.

Dezessete indicadores foram utilizados na avaliação, entre eles se as cidades divulgam de forma eficiente as leis municipais vigentes, o orçamento municipal, as divisões administrativas e dados sobre educação, por exemplo.

O principal critério é se as informações estão disponíveis de forma fácil na internet. São Paulo foi considerada a mais transparente, com 84%.

Entre as demais cidades, o Rio teve uma nota de 75% e Belo Horizonte, 73%. Brasília e Porto Alegre tiveram, as duas, nota de 68%. Salvador teve 55% e Uberlândia, 53%. Natal teve nota de 43%.

Os resultados completos serão apresentados na quinta-feira (10).

Outro lado

O controlador-geral do Município, Dionísio Gomes, afirmou que, pelos critérios da pesquisa, Natal, realmente, não teria como conquistar um bom posto. Ele reclamou da metodologia.

“Não há realmente como a gente pontuar bem em um levantamento que considera a divulgação do índice de poluição do ar, uma coisa que não nos afeta”, destacou o titular da CGM.

Ele ainda enfatizou que Natal cumpre a legislação nacional sobre a divulgação de transparência pública e que os dados referentes à execução orçamentárias, fiscal e financeira estão disponíveis para a população.

Ranking coloca Natal como 4ª mais violenta do mundo e a primeira do Brasil

Por Dinarte Assunção

 

A ONG mexicana Segurança, Justiça e Paz divulgou a lista anual de cidades mais violentas do mundo com base em taxas de homicídios por 100 mil habitantes.

Natal é a cidade mais violenta do Brasil, segundo o levantamento, e a quarta do mundo, com 102,56 homicídios por 100 mil habitantes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera uma taxa acima de 10 homicídios por 100 mil habitantes como característica de violência epidêmica.

No total, 17 cidades brasileiras aparecem no ranking. A capital potiguar só perde para Los Cabos (México), Caracas (Venezuela) e Acapulco (México).

A guerra de facções criminosas, avanço do tráfico de drogas e crescimento urbano sem a oferta de serviços de segurança eficazes são apontados como alguns dos motivos mais prováveis para a explosão da taxa de homicídios em cidades outrora pacatas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Caramigo disse:

    Nossa…
    Eu estava pensando em me mudar para Natal!
    Não vou mais…
    Nem a passeio!

  2. Elaine disse:

    Gente é lamentável, moro em São Paulo, que já perigoso , mas minha família está em Natal, meu próprio pai pede para que eu não vá visitá-lo, porquê está com medo da violência! Indignada

  3. Leticia disse:

    Essas afirmações são verídicas?

  4. GILBERTO disse:

    Sou de sp…todos os anos vou até Natal p descansar…porém dessa última vez…Observei muitos moradores de rua com cachimbo na mão fumando craque.. Pareciam zumbis…..lamentavel…..uma cidade linda sendo tomada por esses vagabundos

  5. natalenseconsciente disse:

    Eu nasci e passei 28 anos de infelicidade nesse inferno, natal é MUITO VIOLENTA SIM EM TODOS OS ASPECTOS principalmente por causa dos politicos e de outros que sao corruptos nao fazem o que deveriam permitindo que a violencia aconteça, uma garota tentou me estorquir dizendo que tinha que pagar uma taxa que eu nao deveria gritando me ameaçando falando com muita violencia, cade os servidores publicos da segurnaça para dar uma lição nessa mau carater que esta solta ai ela nao é mau carater? Natal é violenta porque a propria população é violenta e cultua a violencia, sao imorais, se tu sofre uma agressao seja menor ou maior voce nao nao passa de um otario que nao levou vantagem sobre o "homem", se um cara agredir outro seja menos ou mais grave, é porque ele foi mais forte, mais cabra macho, nao esta errado nao; a cidade mais pobre do brasil e o povo se acha rico para caralho, ponta negra que é considerado o melhor bairro da cidade e fede a buceta de vagabunda FEDE A ESPERMA, bairro de puta do caralho, é um point de turismo sexual nordestino, para se ter uma ideia do baixo nivel do lugar, quando alguem agride uma pessoa alega que é mentira e que é rico e rico nao agredi os outros por ser desenvolvidos, e nao é porra nenhuma, so um bando de arrogantes mau carater, quando uma vitima vai denunciar alguem este é debochado o povo fala que se um otario foi agredido ´porque ele é um otario mesmo, e ninguem comete crime porque todo mundo é muito rico poder aquisitivo, e ninguem é porra nenhuma uma das piores economias do pais a 18ª economia do pais, e os agressores ficam impunes, porque a cidade nao tem violencia esta tudo em ordem porque a cidade ja e rica e nao precisa de mais nada, para ser mulher nessa porra bastar dar o cu rodado, e se a mulher rejeitou o cara honesto e trabalhador que tem alguns nessa cidade, e dar o cu para um marginal ela esta certa porque ela ja e uma mulher, e o cara rejeitado, é um otario que calunia difama e injuria aquela mulher.

    Homem em natal = marginal.
    Mulher em natal = puta.

    Praticam todas as formas de imoralidade, o povo de humilde nao tem nada sao pobres retarados, fala como te conhecesse mas é cada um por si, capitalismo, voce nao pode mostrar nem ficar doente porque o povo vai se aproveitar do fato de voce nao poder se defender para tirar tudo que tem moralmente e fisicamente, alegando que nao tem qualidade que é um menino que se for agredido nao vai sentir porque ainda nao tem maturidade para sofrer na vida que tem muito para viver e chances de ser feliz, e nisso tentando tirar tua feliciade, para ficar com dano psicologico e nao crescer na vida, quem tira o que os outros tem sao marginais pelo que sei, e só é homem se for marginal.

    Quanto a violencia, esse povo mau carater vao dizer que violencia tem no rio kkkk, sem conhecimento, ja que arrogante arroga o saber a propriedade que nao tem.

    Natal é mais violenta do que rio e sp juntas brincando!!!! tenho varios exemploes de imoradalidade que presenciei to cheio de dano psicológico devido a agressoes que eu escutei ao meu respeito, que foi causada por pessoas da cidade, nao do assalto que sofri a mao armada na praia do forte, falo desse povo apesar de ser potiguar pqorque nao faço parte dessa quadrilha, nao saio por ai ofendendo os outros alegando que a violencia aontece em todo pais e no mundo achando que isso justifica uma fala dessrespeitosa.

    Vao tomar no cu, tive a infelicidade de nascer nesse lugar, a minha sorte é que nao vim do interior onde as imoralidades sao muito maioreis, onde o povo vive como bicho, maltratando os filhos e mais uma vez achando adotando a violencia como alternativa.

    A noticia boa é que sao poucos mas tem, a minoria mas tem que ter sorte e procurar para achar alguem honesto e inteligente nesse inferno.

    • natalenseconsciente disse:

      Até nos comentários abaixo nesse texto dar para ver o quanto muitos natalenses sao imorais, o cara numa das cidades mais pobres com o pior IDH do pais, dizendo que é injusto falar que uma porra dessas é violenta defendendo a imoralidade, nao tem humildade e carater para reconhecer que nesse inferno tem inúmeras falhas, http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2014/11/idh-da-grande-natal-cresce-mas-e-4-pior-entre-regioes-metropolitanas.html

      Nas outras regioes se ver muita imoralidade, em sao paulo tem muita gente mediocre apesar de que as favelas de sao paulo sao a zona sul de natal!!!! diferença que lá muito mais dificil tu achar alguem mau educado, ja natal é o contrario, é dificl achar alguem honesto.

      Nao me sinto potiguar, só de corpo mesmo de alma nao, nem de coração, nem de mente que ta cheio de dano das agressoes que ja sofri do "meu proprio povo".

  6. Magnus Augusto Macedo (popó ) disse:

    Tudo isso são outras capitais com turismo intenso q querem denegrir a bela capital dos Potiguares!

  7. PAÍS DA PUTARIA DO CÃO INFINITA disse:

    Natal em rota de destruição!

  8. Andre disse:

    Natal está pior que Medellin na época de Pablo Escobar!

  9. Santos disse:

    Moro no Rio há 29 anos,sou de Natal, aqui no Rio nunca fui assaltado durante esse tempo todo,e olha que eu moro na baixada Fluminense,tido como violenta,as duas vezes que fui a Natal visitar familiares,fui assaltado,repenso duas vezes antes de Voltar a visitar mconseguiram acabar com a cidade

  10. Antonio disse:

    Que título lindo.

  11. felipe mateus disse:

    pelo que vejo, essas mortes são traficantes, viciados. assaltantes… isso é uma limpeza na nossa cidade. era pra matar todos esses vermes que vivem as nossas custas. ONG de bosta essa mexicana. E esses que falam mal do governo, são uns ineptos e sem conhecimento de causa.

  12. Salve o RN disse:

    Com a palavra o Governador da segurança!

  13. Mauricio Neves disse:

    A meu ver esses parâmetros são completamente distorcidos. Será que esses mexicanos já foram a Lagos na Nigeria?? Realmente há violência em Natal a níveis nunca vistos. Mas a quarta do mundo??? Vivo em Natal há 35 anos, sou natalense por insistência! Nunca presenciei ou fui assaltado, entretanto eu e minha mulher sofremos tentativa assalto em Barcelona e ela em Roma!!! Pelas estatísticas mais de 80% das mortes são de bandidos e envolvidos em drogas, por que considerar esses dados nas estatísticas? Há quem avalia isso como “ assepsia social “. A divulgação difamando Natal de forma injusta prejudica um dos mais importantes vetores de nossa economia.

  14. Zacarias potiguar disse:

    Parabéns ao DESgovernador da segurança!!!!

    Merece mais 4 anos.

  15. Rafael disse:

    Interessante que todos sabem/ conhecem pelo menos uma "boca de fumo" em Natal. Cidade com pequenas dimensões, sendo o controle da criminalidade facilmente manejável. Estou errado? Será que nossa doença é parecida com a do Rio de Janeiro? Sera que existe conivência, corrupção por aqui? Será??? Alguém tem dúvida? Apenas uma reflexão.

    • POLITICOPROFISSAONAO disse:

      Não temos inteligência policial….temos sim um bando de desorientados ……até o meu filho de 8 anos sabe que não temos MORRO COMO NO RIO …é só fechar os 4 cantos da favela e entrar com exército,BOPE,DRONE NO AR,FORÇA TAREFA …etc e fazer uma varredura

    • Nially disse:

      Uma vez ouvi de alguém influente que o governa a nível federal não quer evitar que as drogas entrem em nosso país. Pois de uma forma ou de outra eles também 'ganham'. Aécio Neves é um dos traficantes no meio da política…e existem tantos outros talvez, que nós como população não sabemos…Mas claro! É preciso mostrar a população que algo está sendo feito para 'combater'. No entanto as drogas 'sempre' entrarão em nosso país. E a violência desgovernada junta a ela.

      É ir contra uma força maior que nós, meros homens e mulheres de bem.

      Temos que nos proteger em oração junto a Deus e ficarmos atentos para não nos deixarmos cair nessa onda de violência, com tantos assaltos e mortes!

  16. Luiz Fernando disse:

    Resquícios do Governo da Segurança

Beto Rosado esclarece sobre ranking e aponta que não é o pior parlamentar do RN

por Dinarte Assunção

Foto: Vanessa D’Oliviêr

A assessoria de imprensa entrou em contato com o Blog do BG para esclarecer sobre a matéria Fátima Bezerra e Beto Rosado são os piores parlamentares da bancada do RN, aponta ranking.

Ao blog, a assessoria esclareceu que o levantamento publicado considerou apenas o ano de 2017. Quando, no entanto, se leva em conta toda a atividade parlamentar, o deputado sai de último para oitavo, num ranking de 11 posições.

A senadora Fátima Bezerra, que foi a segunda pior no ano de 2017, passa para a pior quando se considera o período acumulado. A deputada federal Zenaide Maia vem logo atrás.

No ano de 2017, Beto Rosado, explicou a assessoria teve mal desempenho em razão de afastamento provocado por questões de saúde.

O ranking leva em consideração a presença nas sessões, os privilégios de que gozam, a qualidade do trabalho legislativo e os processos que respondem.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio disse:

    Faz parte da tática comunista falar mal dos políticos.
    Para o PT, quanto pior melhor.
    O congresso representa o povo.
    O Brasil tem vários problemas.
    O primeiro para se livrar é o risco do comunismo.
    Não podemos citar uma Cuba ou uma Venezuela.
    Lá os bandidos começaram assim.
    Falam mal dos congressistas para depois ocuparem o poder e colocar só gente dá mais e proibir o povo de criticar…
    Isto é, critica o político bom para colocar um ruim e perder o direito de critica-los.
    Autoritarismo comunista é assim…

  2. Paulo Cardoso disse:

    Queres compreender o peso do voto veja a velocidade em que o brasil afunda.

    Paulo Cardoso

  3. Martins disse:

    Nossos "representantes" são os piores do Brasil, perdemos o Huber e a Refinaria.

  4. Marcio disse:

    A incompetência destes parlamentares que estão ali para sugar somente os benefícios do mandato, faz do nosso estado um dos piores no ranking em todos os indicativos.
    O Rio Grande do Norte é muito lindo e demasiadamente quebrado.

  5. Rocha Neto disse:

    Se tivesse sido escolhido o melhor a assessoria e ele não tinham emitido nenhuma explicação. Infelizmente faz vergonha a nossa representação na alta câmara federal. Pobre Mossoró, pobre Rio Grande do Norte. Com relação a Fátima. Sem comentário.

    • Rocha Neto disse:

      Foi e é pura verdade o que escrevi. Tenho 67 anos, e me dá saudades da atuação de deputados e senadores como exemplo Vingt Rosado, Wilma de faria, Lavoisier Zezito Martins, Joao Faustino, Betinho Rosado(pai), Sandra Rosado, João Maia, Laire Rosado, Paulo David Geraldo Melo… E muitos outros.
      Esta aí exposta a minha moderação. …ou a falta dela.

  6. Junior disse:

    A situação do RN é uma das piores no país, logo, entende-se que toda a bancada é incompetente, pois nada fizeram pra mudar isso, principalmente os PMDB que detém o poder!!!

  7. Quinquim disse:

    Já passou da hora do povo criar vergonha e deixar de votar nesses sangues sungas que não fazem nada pelo Estado do RN.

  8. Francisco disse:

    Bons mesmo são Agripino e Garibaldi. Nenhuma falta nas votações para lascar o povo.

Mesmo sem jogar, Brasil ultrapassa Alemanha e volta ao topo do ranking da Fifa

Mesmo sem disputar uma partida desde junho, quando realizou amistosos em Melbourne contra Argentina e Austrália, o Brasil reassumiu a liderança do ranking da Fifa, atualizado nesta quinta-feira pela entidade que comanda o futebol mundial. A seleção nacional chegou aos 1.604 pontos e ultrapassou a Alemanha, que caiu para o segundo lugar, com 1.549, apesar de ter conquistado, também em junho, o título da Copa das Confederações, na Rússia.

Líderes na atualização anterior da listagem, os alemães caíram para o segundo lugar ao terem descontado 60 pontos por causa do critério do ranking da Fifa que prevê a redução da pontuação provocada pela perda de peso de resultados conquistados em anos anteriores – a entidade faz esse descarte levando em conta o desempenho das seleções em competições realizadas em anos anteriores.

A Alemanha, no caso, teve descontados os pontos que somou em julho de 2016 pela conquista da terceira posição da Eurocopa realizada na França. Campeão da competição, Portugal, por sua vez, caiu da quarta para a sexta posição em razão do descarte dos pontos somados com aquele título inédito para o país. Os franceses, que amargaram o vice-campeonato continental em casa naquela ocasião, desceram do nono para o décimo lugar nesta quinta-feira.

O Brasil, garantido na Copa do Mundo de 2018 com quatro rodadas de antecipação para o fim das Eliminatórias Sul-Americanas, voltou a ostentar a condição de líder do ranking da Fifa no mesmo dia em que o técnico Tite convoca a seleção brasileira para os duelos diante do Equador, no próximo dia 31, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, e Colômbia, em 5 de setembro, em Barranquilla, válidos pelo qualificatório para o Mundial da Rússia.

A Argentina, que ocupa apenas a quinta posição das Eliminatórias Sul-Americanas, se manteve no terceiro posto do ranking da Fifa, com 1.399 pontos, e agora passou a ter logo atrás dela a Suíça e a Polônia, novas respectivas quarta e quinta colocadas. Estes dois países foram beneficiados pela queda de Portugal ao sexto lugar.

A quarta posição, por sinal, é a segunda melhor já atingida pelos suíços desde a criação do ranking da Fifa, em 1993, quando foram colocado em terceiro lugar na primeira divulgação da listagem, em 8 de agosto daquele ano. Já a Polônia alcançou nesta quinta-feira a sua melhor posição na história deste ranking. Por outro lado, a ex-líder Bélgica subiu da décima para a nona posição com a queda dos franceses.

A disputa da Copa Ouro da Concacaf, realizada no mês passado, também ocasionou algumas mudanças relevantes no ranking da Fifa. Surpreendente vice-campeã do torneio continental, a Jamaica galgou 19 postos por causa de sua campanha e alcançou o 57º lugar. Já os Estados Unidos, que ficaram com o título da competição, subiram nove posições e agora figuram em 26º no geral.

Costa Rica e México, semifinalistas da Copa Ouro, também tiveram ascensões confirmadas nesta quinta. Os costarriquenhos subiram cinco posições e estão agora em 21º lugar, enquanto os mexicanos galgaram duas e estão em 14º.

Novamente contando com o Brasil como o seu líder, o ranking da Fifa tem a sua próxima atualização marcada para acontecer no dia 14 de setembro.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking da Fifa:

1) Brasil, 1.604 pontos

2) Alemanha, 1.549

3) Argentina, 1.399

4) Suíça, 1.329

5) Polônia, 1.319

6) Portugal, 1.267

7) Chile, 1.250

8) Colômbia, 1.208

9) Bélgica, 1.194

10) França, 1.157

11) Espanha, 1.114

12) Itália, 1.059

13) Inglaterra, 1.051

14) México, 1.046

15) Peru, 1.023

16) Croácia, 1.007

17) Uruguai, 995

18) País de Gales, 951

19) Suécia, 933

20) Islândia, 927

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santiago disse:

    Tomara que leve outra surra na Copa de 2018!

  2. Carlos Júnior disse:

    Gostaria muito se o Brasil ocupasse essa posição nos quesitos: Educação( formal – escola) e Baixa Corrupção.
    OBS: ESSE RANKING, não muda avida de ninguém……..
    Sem mais.

    • Ceará-Mundão disse:

      Verdade. Aliás, as prioridades no nosso país estão sempre invertidas. Isso vem do próprio povo.

    • Potyguar disse:

      Concordo plenamente. Está mais do que na hora desse abestalhado povo brasileiro deixar o futebol, as novelas e as demais futilidades de lado e começar a se preocupar com os rumos deste pobre País.

  3. FRASQUEIRINO disse:

    Esse ranking é mais furado que tábua de pirulito. Basta comparar os adversários que o Brasil enfrenta pelas eliminatórias da Copa do Mundo (a MAIORIA seleções inexpressivas) com os enfrentados pela Alemanha, tanto nas eliminatórias para a Copa da Russia, quanto pela EUROCOPA .

Natal já é segundo destino turístico em voos da Azul

Os índices do turismo potiguar estão em constante crescente. O último dado foi dito pelo próprio presidente da Azul Linhas Aéreas, Antonoaldo Neves: Natal já é o segundo maior destino da companhia, atrás apenas de Porto Seguro, na Bahia.

A notícia foi divulgada durante reunião no Ministério do Turismo com secretários e presidentes das entidades de promoção turística, em Brasília. A audiência, com presença do presidente da Azul e solicitada pelo Conselho de Turismo do Nordeste, aconteceu na tarde de hoje (14).

“Esse anúncio da Azul se dá, primeiramente, pela desoneração do querosene de aviação ainda nos primeiros meses de gestão. E ainda pelo trabalho de divulgação que temos empreendido. É fruto de um trabalho de resgate do turismo potiguar”, comentou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

A presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística, Aninha Costa, representou o turismo do Rio Grande do Norte. Segundo ela, a pauta do encontro girou em torno da divulgação do Nordeste na Europa.

“A ideia é que seja investidos R$ 9 milhões nos principais países emissores de turistas à região. Nosso pleito é que o Ministério, via Embratur, invista 60% desse valor e os 40% restantes sejam distribuídos proporcionalmente pelos Estados”, disse Aninha Costa.

Os países europeus seriam Itália, Portugal, França, Espanha, Alemanha, Suécia, Holanda e Inglaterra. O Governo do RN, via Secretaria de Estado do Turismo e com recursos do RN Sustentável, já iniciou divulgação neste mês de outubro na Itália, França e Portugal, além da Argentina, na América do Sul.

Aninha Costa ressaltou ainda que o presidente da Azul comentou, durante a audiência, sobre a troca da aeronave da Azul – uma Embraer de 118 lugares pelo possante Airbus A330, com capacidade para 272 assentos.

“Ele colocou que o voo operou primeiramente em nosso Estado e que se deu também em razão da exportação do atum para a Flórida, nos Estados Unidos. É uma notícia ótima porque trabalha não só o turismo, mas a exportação potiguar também”, concluiu Aninha.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    SUGESTÃO !!!!! Peguem um avião e contrate algum gestor de turismo de GRAMADO/RS ,tenho certeza que em um ano este estado sera uma máquina de fazer dinheiro,e não colocarem uma turma que só quer mesmo é fazer turismo e não trazer o turista

UFRN fica em 4º, UFERSA em 15º, UNP em 28º e a UERN fica entre as ultimas do Nordeste

Saiu no portal de notícias Mossoró Hoje: O Ranking Universitário realizado e divulgado pelo jornal Folha de São Paulo aponta a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) como uma das piores instituições de ensino superior, na categoria qualidade de ensino, entre todas as universidades públicas e privadas do Nordeste.

O levantamento leva em consideração a proporção entre professores com doutorado e mestrado, de professores com dedicação em tempo integral e parcial, a nota do ENADE e a opinião, coletada pelo Datafolha, de 726 professores escolhidos pelo MEC para analisar a qualidade de cursos superiores.

Das 41 universidades avaliadas, a UERN ficou na 34ª colocação. A melhor no quesito qualidade de ensino foi a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ficou em 4º lugar, e a UFERSA em 15º.

A Universidade Potiguar (UNP), única instituição privada do RN avaliada no levantamento, foi classificada como a 28ª melhor.

Além do ensino, o Ranking Universitário da Folha 2015 também avalia a área de pesquisa científica, mercado, inovação e internacionalização.

No ranking geral, a melhor instituição de ensino superior do país é a Universidade de São Paulo (USP), e a pior é Universidade Virtual do Estado do Maranhão (UNIVIMA).

Confira o ranking das universidades do Nordeste com as respectivas notas (de 0 a 32):

  1. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – 28,53
  2. Universidade Federal do Ceará (UFC) – 26,91
  3. Universidade Federal da Bahia (UFBA) – 25,58
  4. Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – 25,46
  5. Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – 23,41
  6. Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) – 22,91
  7. Universidade Federal do Pará (UFPA) – 22,46
  8. Universidade Federal do Piauí (UFPI) – 20,12
  9. Universidade Federal de Sergipe (UFS) – 18,47
  10. Universidade de Fortaleza (UNIFOR) – 18,23
  11. Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – 17,13
  12. Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) – 15,51
  13. Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – 15,08
  14. Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – 15,06
  15. Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) – 14,19
  16. Universidade da Amazônia (UNAMA) – 13,57
  17. Universidade Federal do Maranhão (UFMA) – 13,55
  18. Universidade Estadual do Ceará (UECE) – 11,72
  19. Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) – 10,31
  20. Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) – 8,93
  21. Universidade do Estado do Pará (UEPA) – 8,68
  22. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) – 8,42
  23. Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) – 8,35
  24. Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) – 8,32
  25. Universidade Tiradentes (UNIT) – 8,20
  26. Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) – 8,10
  27. Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) – 7,92
  28. Universidade Potiguar (UNP) – 7,87
  29. Universidade Salvador (UNIFACS) – 7,65
  30. Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – 7,64
  31. Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) – 7,60
  32. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) – 7,27
  33. Universidade Regional do Cariri (URCA) – 7,16
  34. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) – 6,30
  35. Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL) – 5,68
  36. Universidade de Pernambuco (UPE) – 5,34
  37. Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA) – 4,43
  38. Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) – 2,79
  39. Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) – 2,29
  40. Universidade Católica do Salvador (UCSAL) – 2,23
  41. Universidade Virtual do Estado do Maranhão (UNIVIMA) – 0,51
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Helder disse:

    Muito fácil de resolver a situação dos professores da UERN, os salários são ruins? o trabalho é muito e pouco valorizado? É SÓ PEDIR DEMISSÃO E IR TRABALHAR NO PRIVADO.

  2. Helder disse:

    Fui aluno da UERN e lá tem professores bons e comprometidos, mas é uma minoria, sei o quanto se empurra com a barriga a questão do ensino naquela Universidade. Tenho vários amigos que deixaram de assumir concursos porque terminaram seus cursos com grandes atrasos. Os “pobres” Professores que tem salários de até R$ 30.000,00 criam motivos para fazer greve, todo ano é assim e isso não é novidade, são arrogantes e prepotentes, não aceitam acordos e se acham no direito absoluto da razão, prejudicam os alunos e usam isso para se fazerem de coitados. É a Universidade mais cara do Nordeste e uma das piores e ainda se acham no Direito de fazer greve por melhorias salariais que são muito bons, deveriam era procurar a melhoria acadêmica. #FEDERALIZARAUERN

  3. Geferson disse:

    Não entendo tamanho ódio para com esta instituição. Não vejo uma campanha para a melhoria da Universidade, a única solução dada pela impresa local é o fechamento. Esta universidade é um patrimônio de educação por nós conquistado, tem valor social e tecnológico imensurável para nosso estado. É preciso saber extrair o melhor da instituição reformulando a sua forma de se administrar. Educação não é gasto e sim investimento futuro, como todo investimento é necessário saber onde colocar o dinheiro e fiscalizar seu uso.

    • Joao disse:

      Os servidores da UERN e seus dependentes devem defender seus ganhos, isso é natural. Mas quem paga impostos, tem bom senso e quer retorno do que pagou. Sabemos que nao é obrigacao do Estado do RN oferecer ensino superior, isso é competencia da UNIÃO. Falta fiscalizacao das tais pesquisas realizadas pela Uern; a competencia do RN nao esta sendo cumprida com o ensino secundario; se tivesse sobrando dinheiro e tudo funcionasse nas maravilhas, incluindo seguranca e saude, poderia o Estado oferecer uns troquinhos a UERN. Isso nao é odio, isso é crítica positiva! Afinal vivemos no Brasil petista incompetente e estamos passando por necessidade de austeridade, e procuramos o tal retorno do "investimento"que nao acontece com a UERN. Ninguem quer comprar algo que nao precisa com os bolsos vazios.

    • Geferson disse:

      João, não sou sou servidor, aluno, muito menos dependente da UERN, conheço poucas pessoas que são ligadas a ela, mas sei da importância da educação, do poder que ela tem. Você pode colocar todo dinheiro que for arrecadado pelo país para segurança pública, não vai adiantar de nada pois a repressão é uma medida paliativa, boa aos olhos da população mas que não resolve o problema, se assim fosse a Colombia ou o México seriam o céu na terra, mas a violência e a guerra civil dominam essas nações. A educação é o pilar para a formação de uma sociedade, a nossa deficiente precisa de injeções extras desse remédio vital.
      Nessa "grande crise" você pararia de estudar ou tiraria seu filho do colégio? se tem esse pensamento você faz parte de uma camada da população vítima do próprio golpe.
      Não desejo "educação por educação" onde políticos ou empresários tiram proveito da fragilidade do sistema, mas defendo um pesado investimento nesse setor com uma constante fiscalização.
      Uma última questão, com o fim da UERN, o dinheiro investido nela seria perdido pelo nosso estado, sim recebemos o dinheiro da união para tal fim, pois este é um fundo para educação e se for destinado para outro fim os responsáveis serão denunciados por improbidade administrativa.

  4. Mané disse:

    Se olharmos a despesa crescente da UERN, principalmente no governo Rosalba, vai aparecer parte do rombo nas contas do Estado e na previdencia. Privatizar ja.

  5. Joao disse:

    Melhor fechar ou privatizar. Nao é obrigacao dos Estados oferecer ensino superior, e ainda ruim. A obrigacao do Estado é com o ensino secundario de qualidade, o que nao acontece por desvio de recursos para manter a UERN e seus marajas. O fechamento dessa coisa daria para salvar a previdencia do Estado e garantir investimento em areas importantes. Sai mais barato oferecer bolsa de estudo para quem nao pode pagar.

  6. Ceará Mundão disse:

    Realmente, o estado do RN passando por sérias dificuldades financeiras (aliás, o paós, como um todo) e a UERN em greve infindável por aumento salarial. Nem dá mais para saber como está o cronograma de atividades daquela instituição, dada a quantidade de dias sem aulas. E é muito ficar sem trabalhar por tanto tempo mas recebendo o salário normalmente. Queria ver essa bagunça se os dias não trabalhados fossem devidamente descontados. Ou alguém acha correto receber salário pago pelos contribuintes sem nenhum retorno à sociedade?

  7. Ronaldo disse:

    E essa Universidade ainda se da ao direito de fazer GREVE, tenham vergonha, cade a qualidade, fecha, para não nos envergonhar mais.

  8. Oliveira Neto disse:

    Concordo em número, gênero e grau, como um movimento que defende a extinção da UERN.
    Um estado medíocre como o nosso, gastando 200 milhões de reais com uma coisa que é obrigação federal.

  9. Pedro disse:

    Seria bem imparcial se você tivesse citado também a UNP no pacote, pena que seu foco seja sempre detonar a UERN, se você tivesse a hombridade e humildade de pesquisar os benefícios que a UERN trás prá este estado deixaria de atacar a instituição.

  10. Observador disse:

    Dinheiro jogado fora !

Ranking torcidas: Flamengo e Corinthians lideram, São Paulo, Palmeiras , Vasco e Grêmio dividem 3º em margem de erro; veja demais

Flamengo e Corinthians continuam com mais torcedores no Brasil. De acordo com pesquisa “Datafolha” divulgada nesta sexta-feira, as duas equipes têm as maiores torcidas no território nacional.

O Flamengo foi escolhido como time preferido de 18% dos 4.337 entrevistados em 207 municípios brasileiros, durante os dias 3 e 5 de junho. Já o Corinthians conta com 14%.

Porém, como a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, as duas equipes podem empatar no limite.

Em terceiro lugar na pesquisa deste ano aparece o São Paulo, com 8% das escolhas. Na sequência, estão Palmeiras, Vasco e Grêmio, com 6% e 5% e 4%, respectivamente. Como acontece na disputa entre Flamengo e Corinthians, os quatro clubes também podem aparecer empatados com a margem de erro.

De acordo com a “Datafolha”, as preferências mudam em diferentes regiões do país. No Sudeste, por exemplo, o Corinthians tem 20%, contra 14% do Flamengo. Já no Norte, o time rubro-negro está com 32%, e o clube de São Paulo com 11%.

Veja o ranking:

1) Flamengo  – 18%
2) Corinthians – 14%
3) São Paulo – 8%
4) Palmeiras – 6%
5) Vasco – 5%
6) Grêmio – 4%
7) Cruzeiro – 3%
7) Santos – 3%
7) Internacional – 3%
10) Atlético-MG – 2%
10) Botafogo – 2%
10) Fluminense – 2%
13) Bahia – 1%
13) Vitória – 1%
* Outro – 6%
** Nenhum – 23%

ESPN

Estudo: Flamengo tem a maior dívida entre os clubes brasileiros; veja ranking dos 24

Os quatro grandes clubes cariocas estão entre os cinco maiores donos de dívidas tributárias do futebol brasileiro. Análise da consultoria DBO, publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, revela que Flamengo, Botafogo, Vasco e Fluminense são os principais devedores, junto com o Atlético-MG, que ocupa a quarta posição nesta lista (assista ao vídeo).

O Rubro-Negro é o primeiro, com valor devido estimado em R$ 386,4 milhões, seguido pelo Alvinegro (R$ 350,9) e o Vasco (R$ 270,9). O Galo tem débito de R$ 258,8 milhões. O Tricolor é o quinto, com R$ 238,6 milhões (confira a lista completa na tabela abaixo).

Apesar de ser difícil calcular o tamanho das dívidas dos clubes brasileiros, a tarefa torna-se mais simples quando a análise se restringe ao âmbito tributário.

Uma das medidas estudadas para o pagamento das dívidas é um projeto de lei chamado Proforte, que deve ser votado em regime de urgência no Congresso Nacional, na próxima semana. A lei prevê o parcelamento dos valores devidos. Caso os atrasos permanecessem, uma contrapartida provável seria a perda de pontos no Campeonato Brasileiro. O rebaixamento sumário em função do não cumprimento das responsabilidades acabou sendo descartado em reunião entre representantes do governo, presidente de clubes e a CBF.
111111Com informações do Sportv

Tiger Woods reassume o título de atleta mais bem pago do mundo; veja ranking de revista francesa

FOTOS-imagens-segunda-feira_LANIMA20131028_0014_46A revista France Football publicou a lista dos atletas mais bem pagos do mundo. O golfista americano, Tiger Woods, reassumiu o topo da relação após ter permanecido fora dela por vários anos, por conta das perdas comerciais ocasionadas por sua turbulenta vida pessoal. O tenista suíço Roger Federer, os jogadores da NBA Kobe Bryant e LeBron James, e o argentino Lionel Messi completam o Top 5.

Tiger Woods encabeça a relação após ter embolsado em 2013 uma fortuna estimada em 53 milhões de euros (R$ 172,5 milhões); em seguida aparece Roger Federer com 51,5 milhões de euros (R$ 167,6 milhões), Kobe Bryant com 46,5 milhões de euros (R$ 151,3 milhões), LeBron James com 44 milhões de euros (R$ 143,2 milhões) e Leo Messi com 41 milhões de euros (R$ 133,4 milhões), o que faz do craque do Barcelona o jogador de futebol mais bem pago do mundo e o único que desponta no Top 5 elaborado pela publicação francesa.

O argentino retoma o título de jogador de futebol mais bem remunerado, após ter perdido o posto, no ano passado, para o inglês David Beckham – já aposentado. Messi foi por três anos consecutivos (2010; 2011 e 2012) o jogador de futebol mais bem pago do planeta. A maior parte dos seus ganhos, cerca de  26 milhões de euros (R$ 84,5 milhões), foi resultante de acordos comerciais feitos pelo jogador.  A fortuna do craque portenho foi consolidada com 12,5 milhões de euros (R$ 40,6 milhões) em forma de salários pagos pelo Barcelona e ainda 2,5 milhões de euros (R$ 8,1 milhões) em bônus ganhos pelo jogador  pela conquista de títulos e metas alcançadas.

Embora tenha perdido a bola de ouro da Fifa 2013 para o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, considerado dono de um potencial comercial superior ao de Messi, o argentino está à frente quando se trata de arrecadação. No ano passado, CR7 faturou 39,5 milhões de euros (R$ 128,3 milhões), 9,5 milhões de euros (R$ 31milhões) a mais do que na temporada anterior, distribuídos em 17 milhões (R$ 55,3 milhões) pagos pelo Real com 500 mil euros (R$ 1,6 milhão) de premiação e ainda 22 milhões de euros (R$ 71,5 milhões) relativos a contratos comerciais assinados pelo astro do clube merengue. Cristiano Ronaldo, porém, jamais pontuou como jogador de futebol mais bem pago do mundo, segundo a France Football. Em 2011, o jogador ficou em segundo lugar (perdeu para Messi), figurando em terceiro nos anos de 2010 e 2012.

O brasileiro Neymar, de acordo com a France Football, amealhou 29 milhões de euros (R$ 94,2 milhões) em 2013, o que representa um salto expressivo se comparado com a edição do ano anterior. O ex-jogador do Santos saltou da décima posição para a terceira colocação entre os jogadores de futebol mais bem pagos. O avanço do craque do Barcelona deve-se em grande parte aos 14,5 milhões de euros (R$ 47,1 milhões) pagos pelo Barcelona por sua transferência, além de 500 mil euros (R$ 1,6 milhão) em premiações e mais 14 milhões de euros (R$ 45,4 milhões) resultantes dos inúmeros contratos de publicidade assinados pelo jogador desde que chegou ao Velho Continente.

A lista com os dez jogadores de futebol mais bem pagos do mundo inclui o britânico Wayne Rooney, do Manchester United, com 24 milhões de euros (R$ 78 milhões), o sueco Ibrahimovic, do Paris Saint Germain, com 23,5 milhões de euros (R$ 76,3 milhões), o colombiano Falcão Garcia, do Monaco, com 21,2 milhões de euros (R$ 69 milhões), o argentino Sergio Aguero, do Manchester City, com 19,7 milhões de euros (R$ 64 milhões), Thiago Silva, do Paris Saint Germain, com 17 milhões de euros (R$ 55,2 milhões), o belga do Chelsea, Eden Hazard, com 16,8 milhões de euros (R$ 54,6 milhões) e, por fim, o francês Franck Ribery, do Bayern de Munique, com 16,5 milhões de euros (R$ 53,6 milhões).

Confira a lista da France Football

Top 5

1 – Tiger Woods – 53 milhões de euros

2 – Roger Federer – 51,5 milhões de euros

3- Kobe Bryant – 46,5 milhões de euros

4- LeBron James – 44 milhões de euros

5- Lionel Messi – 41 milhões de euros

Lista Top 10 entre os jogadores de futebol

1- Messi – 41 milhões de euros

2- Cristiano Ronaldo – 39,5 milhões de euros

3- Neymar – 29 milhões de euros

4- Wayne Rooney – 24 milhões de euros

5- Ibrahimovic – 23,5 milhões de euros

6 -Falcão  Garcia – 21,2 milhões

7- Sergio Aguero – 19,7 milhões de euros

8 -Thiago Silva – 17 milhões de euros

9 – Eden Hazard – 16,8 milhões de euros

10 – Franck Ribery – 16,5 milhões de euros

Lance

Quatro praias no RN em ranking das melhores do Brasil; confira

size_590_baia-do-sanchoAs belezas naturais das ilhas de Fernando de Noronha, em Pernambuco, foram comprovadas mais uma vez. De acordo com uma pesquisa do site de viagens TripAdvisor, a praia mais bela do mundo é a Baía do Sancho, situada no arquipélago.

A lista, que traz outras duas representantes brasileiras (Praia dos Carneiros, em Tamandaré, e Praia Lopes Mendes, na Ilha Grande), foi feita com base nas avaliações dos usuários nos últimos 12 meses. No segundo lugar do ranking está Grace Bay, nas Ilhas Turcas e Caicos, e, em seguida, estão Praia Flamenco, em Porto Rico, e Isola dei Conigli, na Itália.

O levantamento que dá base ao prêmio Traveller’s Choice avaliou 322 praias de 42 países. Confira a seguir as mais bem classificadas no mundo e, depois, no Brasil.

Posição     Praia no Brasil     Onde fica
1º     Baía do Sancho     Fernando de Noronha (PE)
2º     Praia dos Carneiros     Tamandaré (PE)
3º     Praia de Lopes Mendes     Ilha Grande (RJ)
4º     Arraial do Cabo     Arraial do Cabo (RJ)
5º     Baía dos Porcos     Fernando de Noronha (PE)
6º     Baía dos Golfinhos     Pipa (RN)
7º     Praia do Farol     Arraial do Cabo (RJ)
8º     Prainha do Pontal do Atalaia     Arraial do Cabo (RJ)
9º     Quarta praia     Morro de São Paulo (BA)
10º     Galés     Maragogi (AL)
11º     Praia do Rosa     Imbituba (SC)
12º     Lagoa Azul     Ilha Grande (RJ)
13º     Praia do Madeiro     Tibau do Sul (RN)
14º     Canoa Quebrada     Aracati (CE)
15º     Praia de Jericoacoara     Jijoca de Jericoacoara (CE)
16º     Prainha     Rio de Janeiro (RJ)
17º     Praia do Espelho     Trancoso (BA)
18º     Praia Do Cachadaço     Trindade (RJ)
19º     Praia do Forno     Arraial do Cabo (RJ)
20º     Praia de Bombinhas     Bombinhas (SC)
21º     Praia de Genipabu     Natal (RN)
22º     Praia da Pipa     Pipa (RN)
23º     Praia Maragogi     Maragogi (AL)
24º     Praia do Grumari     Rio de Janeiro (RJ)
25º     Segunda praia     Morro de São Paulo (BA)

Posição     Praia no mundo     Onde fica
1º     Baía do Sancho     Fernando de Noronha, Brasil
2º     Grace Bay     Ilhas Turcas e Caicos
3º     Praia Flamenco     Porto Rico
4º     Isola dei Conigli     Itália
5º     Praia Whitehaven     Austrália
6º     Praia de ses Illetes     Espanha
7º     Anse Lazio     Seychelles
8º     Lanikai Beach     Estados Unidos
9º     Rhossili Bay     Reino Unido
10º     Praia Norte, Ilha das Mulheres     México
11º     Playa Paraiso Beach     Cuba
12º     Praia dos Carneiros     Tamandaré, Brasil
13º     Praia Lopes Mendes     Ilha Grande, Brasil
14º     The Baths     Ilhas Virgens Britânicas
15º     Playa de las Catedrales     Espanha
16º     Ka’anapali Beach     Estados Unidos
17º     Praia de Elafonissi     Grécia
18º     Cala Mariolu     Itália
19º     White Beach     Filipinas
20º     Turquoise Bay Exmouth     Austrália
21º     Anse Source d’Argent     Seychelles
22º     Cable Beach     Austrália
23º     Playa Manuel Antonio     Costa Rica
24º     Camp’s Bay Beach     África do Sul
25º     Radhanagar Beach     Índia

Exame