Atirador mata ao menos 16 em pior massacre a tiros do Canadá

Foto: John Morris/Reuters – 20.4.2020

Um atirador que chegou a se passar por policial matou ao menos 16 pessoas na província canadense de Nova Escócia durante um ataque de 12 horas, disseram autoridades no domingo (19), o pior massacre a tiros da história moderna do país.

Entre as vítimas do ataque que se espalhou por parte da província do Atlântico canadense estava Heidi Stevenson, membro da Polícia Montada Real do Canadá (RCMP) há 23 anos e mãe de dois filhos.

A Polícia Montada Real do Canadá informou que o atirador, que trabalhava como protético, pareceu estar usando parte do uniforme de um policial a certa altura. Ele também se empenhou em tentar fazer seu carro se assemelhar a uma viatura de polícia. Porém, autoridades canadenses avisaram nas redes sociais que o carro usado pelo suspeito era uma fraude.

A polícia acrescentou que eliminou a ameaça representada pelo homem, que foi morto, mas não quis confirmar uma reportagem da rede CTV segundo a qual a RCMP o baleou.

O atirador baleou pessoas em vários locais de Nova Escócia, disse a RCMP em um briefing. A comissária Brenda Lucki disse à Canadian Broadcasting Corporation que a polícia tem conhecimento de ao menos 16 vítimas, além do atirador, e acrescentou que a esta altura não há indícios de que a chacina teve motivação terrorista.

A polícia afirmou não haver elo aparente entre o suspeito e ao menos algumas de suas vítimas e que não tem ideia de qual pode ter sido sua motivação.

Segundo a NBC News, as autoridades acreditam que ele havia planejado as primeiras mortes e depois começou a atacar vítimas aleatoriamente.

“Hoje é um dia devastador para a Nova Escócia, e permanecerá gravado nas mentes de muitos durante anos”, disse Lee Bergerman, comandante-chefe da RCMP de Nova Escócia.

O número de mortos ultrapassou o de um massacre de Montreal de 1989 em que um atirador matou 15 mulheres.

Massacres a tiros são relativamente raros no Canadá, que tem leis de porte de armas mais rigorosas do que os Estados Unidos.

A província de Nova Escócia, como o restante do Canadá, está sujeita a uma ordem de confinamento domiciliar por causa da pandemia do coronavírus.

A polícia soube das mortes na noite de sábado devido a vários relatos de disparos em uma casa na pequena cidade litorânea de Portapique, cerca de 130 quilômetros ao norte da capital provincial Halifax.

“Quando a polícia chegou ao local, membros localizaram várias baixas dentro e fora da casa”, disse Chris Leather, principal autoridade de operações anticrime da RCMP de Nova Escócia.

R7, com Reuters

FOTO: Passageiro morre e motorista fica ferido após disparos de homem em outro veículo na saída de shopping em Natal

Foto: Anna Alynne Cunha/Inter TV Cabugi

Dois homens foram baleados – um deles acabou morrendo no local – na manhã desta quarta-feira (11), na saída do estacionamento do Natal Shopping, em Candelária, Zona Sul de Natal.

Segundo a Policia Militar, os dois homens saíam do estacionamento do Natal Shopping em um Classic quando foram trancados por outro veículo. Na ocasião, o motorista do outro carro atirou pelo menos sete vezes e logo após empreendeu fuga.

Após os disparos que promoveu correria de pedestres e desespero de pessoas em carros, o motorista do Classic foi socorrido com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O passageiro do carro morreu na hora.

A motivação do crime ainda é desconhecida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Sr Humberto, se a população de bem estivesse armada, provavelmente, quem atirou e empreendeu fulga, teria sido alvejado, pelos que correram atemorizados.

  2. Humberto disse:

    ESPERANDO OS COMENTÁRIOS DAQUELES QUE DEFENDEM QUE A POPULAÇÃO DEVE SE ARMAR E ANDAR ARMADO.

    • COrporal January disse:

      O sr sabe de algum fato que possa esclarecer o fato ?
      Pq nesse tipo de situação ninguém sabe o que aconteceu, inclusive a polícia. O fato de alguem defender o porte de arma de fogo legal ñ tem nada haver com que aconteceu, pq facínoras ñ trabalham com armas legalizadas!
      Deixe de vociferar asneiras em redes sociais!

    • Ricardo disse:

      Bandidos sempre andam armados, simples assim.

    • Cesar Bomone disse:

      Sempre alguém aparece para defender o desarmamento, como se arma utilizada fosse legalizada, como se o atirador tivesse porte de arma. Quando vão vão entender que os únicos desarmados foram os HOMENS DE BEM, os bandidos seguem armados e matando.
      A idiotice do desarmamento é que só serviu para deixar as pessoas de bens reféns da bandidagem.

    • Gilson Marks disse:

      É a velha filosofia hindu da "não violência"…..

    • Pedro disse:

      Mais um protetor de vagabundo, ó céus, se o cidadão se armar os coitadinhos vão levar prego na cara!!!

  3. Chico disse:

    Sangue no eixo ponta negra petrópolis.

FOTOS: Atirador mata três e deixa feridos em festival gastronômico na Califórnia-EUA

Foto: AP Photo/Noah Berger

Polícia chega a parque em Gilroy, na Califórnia, após disparos deixarem mortos e feridos no domingo (28) — Foto: Philip Pacheco / AFP

Um atirador matou três pessoas e deixou 11 feridos em um festival gastronômico na cidade de Gilroy, na Califórnia, nos Estados Unidos, neste domingo (28). Entre os mortos, está um menino de seis anos. A policia informou que o agressor foi morto.

O homem armado entrou no parque Christmas Hill cortando uma cerca ao redor da propriedade. Testemunhas afirmaram à polícia que pode haver um segundo suspeito envolvido no ataque. Por isso, os policiais iniciaram buscas na região.

Um vídeo nas redes sociais mostra os participantes do festival correndo desesperados. Evenny Reyes, de 13 anos, disse ao San Jose Mercury News que viu alguém com a perna ferida.

“Nós estávamos saindo e vimos um cara com uma bandana enrolada em sua perna porque ele levou um tiro”, disse Reyes ao jornal. “Havia um garotinho ferido no chão. As pessoas estavam jogando mesas e cortando cercas para sair.”

Outra testemunha, Máximo Rocha, voluntário da equipe de futebol juvenil, disse ter visto muitas pessoas no chão, mas não sabia ao certo quantas pessoas foram baleadas e quantas tentavam se proteger.

A avó de Stephen Romero, o menino de seis anos atingido no ataque, disse que ele participava do festival com a mãe e a outra avó. Maribel Romero contou que ele morreu ao dar entrada no hospital.

No Twitter, o presidente dos EUA, Donald Trump, lamentou o ataque. “Fiquem seguros”, escreveu.

No Twitter, a polícia confirmou os tiros e escreveu: “Os corações da polícia de Gilroy e toda a comunidade vão para as vítimas do tiroteio de hoje no Garlic Festival. A cena ainda está ativa”.

Fundado em 1979, o Festival do Alho tem competições de comida, além de bebida, entretenimento ao vivo e culinária. Organizadores o descrevem como o maior festival de comida de verão do mundo.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nilvan Rodrigues da Silva disse:

    Evidente que não foi o Bozo que influiu.
    Porém, a corrente de pensamento do uso do armamento, da liberação do uso de forma livre, aberta, possibilita ocorrer frequentemente esse tipo ação de atiradores.
    O acesso às armas ajuda a explicar os episódios dos tiroteios. Certamente, um acesso facilitado a armas, como ocorre nos Estados Unidos, contribui para o aumento do problema.
    O Brasil tem regulamentação mais severa. É possível que um sujeito consiga ilegalmente uma arma.
    Mas o que fazer, então? Simplesmente cruzar os braços e esperar o próximo tiroteio?
    Muitas coisas podem ser feitas: trabalhos de prevenção e combate ao bullying nas escolas, intervenções psicossociais junto aos estudantes e suas famílias, regulamentação e restrição ao porte de armas, etc, E mais EDUCAÇÃO.

    • Manoel disse:

      Estranho que nunca se falou tanto em educação e desarmamento quanto durante o governo do PT … E o que se vê hoje, fruto desses anos de muita CORRUPÇÃO e conversar fiada, foi o aumento da violência contra uma população desarmada e alunos q saíram da escola mal sabendo ler…

  2. Flávio A disse:

    Só falta o PT e outros partidos de esquerda falarem que a culpa foi de Bolsonaro. Se derem palanque eles falam!!!!

Morre quinta pessoa baleada por atirador durante ataque na Catedral de Campinas

Heleno Severo Alves, de 84 anos, estava internado no Mário Gatti — Foto: Reprodução/EPTV

A Prefeitura de Campinas (SP) confirmou na tarde desta quarta-feira (12) a morte de Heleno Severo Alves, de 84 anos, um dos baleados durante o ataque na Catedral Metropolitana, na terça-feira. Ele estava internado no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, onde passou por cirurgia após ser ferido por dois disparos nas regiões do tórax e abdômen. Outros quatro fiéis morreram na igreja.

Os outros mortos pelo atirador Euler Fernando Grandolpho são Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga Ferreira, de 68, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38, e Elpídio Alves Coutinho, de 67. A Catedral foi reaberta nesta quarta com uma missa em homenagem às vítimas.

Outras três pessoas feridas durante o ataque foram socorridas para unidades de saúde em Campinas e já tiveram alta. Entre elas estão Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, levada ao Hospital da Unicamp após ser baleada em uma das pernas; e um homem de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e recebeu atendimento no Hospital Beneficência Portuguesa.

Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, ferida nas regiões do tórax e uma das mãos, recebeu alta do Mário Gatti nesta tarde e foi ao velório do filho Sidnei Monteiro, no Cemitério Parque das Flores.

Foto: Arte / G1

Com informações do G1

Atirador mata duas pessoas e fere 12 durante ensaio para carnaval

A polícia do Rio retomou hoje (14) pela manhã a investigação sobre a morte de duas pessoas durante um ensaio de bloco de carnaval. Um atirador abriu fogo contra as pessoas e deixou dois mortos e 12 feridos. A polícia não sabe quem deu os tiros, mas levanta a hipótese de que pode ter sido um acerto de contas entre bandidos.

O crime ocorreu em Nova Friburgo, Região Serrana. A polícia informa que um homem chegou ao local atirando, e provocou pânico entre os foliões. Raul Fernandes, de 20 anos, morreu na hora. Vanderlete Luiza Klen, de 43 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Raul Sertã.

Motos e feridos

Centenas de pessoas estavam presentes no ensaio do bloco Rastafari, no bairro Olaria, quando um homem iniciou disparos aleatórios. Daniel Fernandes foi atingido e morreu no local.

Uma mulher identificada pela polícia como Wandariete Klein foi buscar o filho na festa e, durante o tumulto, foi baleada nas costas. Ela chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Pelo menos outras 10 pessoas continuam internadas no hospital Raul Sertã, o maior da cidade. O número de médicos precisou ser reforçado na unidade.

Atirador do Colorado disse que era "Coringa" em tiroteio, diz polícia

Matéria publicada no portal da Folha de São Paulo

Reprodução da Folha de São Paulo
Foto sem data definida de James Holmes, 24, que matou 12 pessoas e feriu mais de 30 a tiros em cinema no Colorado, nos EUA

O suspeito de ser o atirador que matou 12 pessoas em um cinema em Aurora, no Estado do Colorado, nos EUA, na madrugada desta sexta-feira, disse que era o “Coringa” antes de começar o tiroteio na sessão de estreia do filme “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”.

Membro da comissão de polícia de Nova York, Ray Kelly disse que “era claramente um indivíduo transtornado”. “Ele tinha o cabelo pintado de vermelho, disse que era o Coringa, obviamente o inimigo do Batman”.

A polícia do Colorado diz que James Holmes, 24, estava vestido com uma roupa protetora e detonou dois explosivos antes de disparar com um fuzil AR-15, uma escopeta calibre 12 e pelo menos duas pistolas. Os agentes acreditam que o crime foi premeditado.

O atirador foi detido. Os argumentos para fundamentar a hipótese são que o atirador usava máscara de gás, colete a prova de balas, capacete e estava vestido todo de negro. De acordo com os policiais, ele levava um carregador com mais de 100 balas, que foram compradas de forma legal nos últimos seis meses.

As autoridades e as testemunhas do tiroteio afirmam que a cena do crime era de caos, com a sala de cinema coberta de fumaça e tiros por todos os lados. Chris Ramos, que presenciou a ação, disse que era “exatamente como um filme de terror”.

SOZINHO

Mais cedo, a polícia do Colorado afirmou que o suspeito agiu sozinho. “Estamos confiantes que ele agiu sozinho, mas faremos uma investigação para termos absoluta certeza disso”, disse à imprensa o chefe de polícia de Aurora Dan Oates.

Segundo ele, o suspeito, identificado como James Holmes, 24, não tem histórico criminal além de uma multa por velocidade. De acordo com Oates, 71 pessoas foram atingidas– 12 morreram e 59 ficaram feridas, algumas delas em estado crítico.

A policia encontrou três armas no carro do suspeito e uma no cinema. Não foi possível saber de imediato quantos tiros foram disparados pelo atirador. As vítimas foram levadas a seis hospitais da região, e ao menos 200 pessoas que estavam no cinema durante o ataque serão interrogadas.

“Não especularemos sobre o motivo do suspeito para o ataque, não é algo que discutiremos agora. Da primeira ligação até o local foi um minuto, um minuto e meio. A resposta foi rápida, e
ficaremos no local por um bom tempo analisando a cena do crime”, disse Oates.

Ainda segundo o chefe de polícia, o shopping onde fica o cinema permanecerá fechado hoje.

Na casa de Holmes, foram encontrados explosivos sofisticados. Forças especiais da polícia entraram pelas janelas do apartamento de James, e esvaziaram o prédio, depois que Holmes disse à polícia que teria bombas em sua residência.

ATAQUE

O ataque teve início durante uma cena de tiroteio do filme, o que aumentou a confusão e o pânico geral, de acordo com testemunhas entrevistadas pela imprensa.