Trump diz que ‘incompetência da China’ causou ‘massacre’ no mundo

Foto: Doug Mills/EFE

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a culpar a China pela pandemia de Covid-19. Nessa quarta-feira (20), em sua conta no twitter, o líder norte-americano afirmou que “foi a incompetência da China, e nada mais, que causou esse massacre em todo o mundo”.

O republicano e membros de seu governo vêm elevando o tom contra o país asiático quando o assunto é o novo coronavírus. Analistas já temem que as tensões transbordem com firmeza para a seara comercial, apesar do acordo tarifário assinado entre as partes no início do ano.

Na terça-feira (19), o assessor de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, afirmou em entrevista à rede CNN que a China “basicamente desencadeou a pandemia pelo mundo”.

‘Mentiras’ dos EUA

Depois de ambos os países acordarem uma trégua após quase dois anos de guerra comercial, a rivalidade voltou às relações diplomáticas bilaterais.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Zhao Lijian, provocou indignação em Washington no passado, citando uma teoria da conspiração de que o vírus foi trazido para a China dos Estados Unidos.

“Parece que os Estados Unidos esqueceram que seus líderes elogiaram publicamente a China pelo trabalho contra a epidemia”, disse Zhao na quarta-feira, denunciando que existem “muitos erros e brechas no lado americano, com suas mentiras e rumores”.

Durante um telefonema com o primeiro-ministro do Bangladesh, Sheikh Hasina, o presidente chinês, Xi Jinping, parecia se voltar para os Estados Unidos.

Conforme relatado pela agência chinesa Xinhua, Xi disse que seu país se opõe a ações que interferem na cooperação internacional contra a pandemia e prejudicam o mundo, especialmente os países em desenvolvimento.

“A China está pronta para continuar trabalhando com a comunidade internacional, incluindo Bangladesh, para apoiar a liderança da OMS”, disse Xi.

O chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, disse a jornalistas nesta quarta-feira que a crise do coronavírus terminou com as ilusões de ter um vínculo mais próximo com a China.

“Subestimamos muito o grau em que Pequim é politicamente e ideologicamente hostil às nações livres”, disse o secretário de Estado. Para concluir, Pompeo disse que a China é governada por um “regime brutal e autoritário”. /AFP

Jovem Pan, com informações do Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Morais disse:

    Sabe o que os EUA sempre fazem para sair do buraco? Criar conflitos, assim o dólar se valoriza e a economia deles é aquecida. No momento atual, são muito dependentes dos produtos chineses e isso não é uma opção, é exigência do capital. O capital se desloca em busca de maior margem de lucro. Mão de obra numerosa e barata em um espaço que concilia socialismo e capitalismo vigiado é um paraíso, não? Politicamente falando, o socialismo sobrevive e o capitalismo se reproduz de forma vigiada atrás das muralhas. Trump vai passar, assim como outros, mas a história não o perdoará. Tenta sobreviver às vésperas das eleições atirando pra todos os lados com o bjetivo de confundir a opinião pública.

  2. Wilson disse:

    A China não é apenas governada por um regime "brutal e autoritário". A China é governada por um bando de psicopatas genocidas, que querem dominar o mundo em cima de uma pilha de bilhões de mortos. Só os escravos do Comunismo não conseguem ver isso.

  3. Fábio Cardoso disse:

    A verdade dói, principalmente, nos ideologicamente idiotizados. O Partido Comunista Chinês é o grande responsável pela disseminação do Covid-19 no mundo. É uma verdade que nenhuma narrativa progressista vai ser capaz de apagar. É um fato.

  4. Cidadão Indignado disse:

    Esse debilóide louco é uma ameaça para o mundo! Os EUA estão numa situação sanitária horrível por conta desse monstro. E aqui, os insanos do planalto estão no mesmo caminho! E o gado mugindo.

  5. O rei do gado disse:

    Sabe aquela criancinha com índole ruim que diz pra mãe que a foi culpa do irmão. A criancinha não cresceu!

  6. MAO BRANCA disse:

    Tem toda a razão o Presidente Trump. Para a China tanto faz morrer 100 mil como 1 milhão, eles tem uma população de mais de 1 bilhão de habitantes. O que eles querem mesmo é ganhar dinheiro, não importa como. Espalharam o vírus pelo mundo e hoje estão vendendo produtos para combater esse mesmo vírus.

  7. Cidadão pagador de impostos disse:

    E a incompetência de Trump aumentou a quantidade de americanos mortos pro Covid.
    Semelhante ao incompetente do Bolsonaro.
    É só comparar c a Argentina.

  8. Nono Correia disse:

    É cara de pau. O sujeito ignorou a letalidade da pandemia, tomou medidas tardias mesmo depois dos avisos da OMS, fez pouco caso da doença. Nos EUA chegaram a morrer 4.000 em um único dia, enquanto a China aplicava um plano de contenção que controlou a pandemia. Esses populistas de extrema direita, como Bolsonaro e Trumpu, sempre tentam transferir sua incompetência para terceiros. Mas Trump está lidando com a China, que caminha a passos largos para ser a próxima potência econômica do mundo e é uma superpotência militar, não está lidando com o serviçal Bolsonaro. Não vai colar.

  9. Antonio disse:

    Tirando a bunda da seringa

    • realista disse:

      e ele tá mentindo ? , não sou nem um pouco a favor dele , mas taí uma verdade que ele falou.

MASSACRE DA ALCAÇUZ: Delegado diz que quantidade de mortos em janeiro de 2017 ainda pode aumentar

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(18) que o responsável pelas investigações a respeito do massacre de Alcaçuz, em janeiro de 2017, o delegado Marcus Vinícius, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), admitiu que o número de 26 mortos na ocasião ainda pode aumentar, dois anos e meio depois. Em mutirão realizado no Presídio Rogério Coutinho Madruga, a Polícia Civil ouviu mais de 200 presos ao longo dos últimos três dias. Em entrevista ao telejornal Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, o investigador apontou que, mesmo passado tanto tempo, novas informações surgem a cada dia, o que torna a investigação tão demorada. Ele também ressaltou que ainda existem presos desaparecidos.

“Pode mudar (o número de mortos). Pode ser modificado. Tem ainda um grupo de desaparecidos, informado pelo próprio sistema (penitenciário). E não se sabe exatamente: eles estão como foragidos, ou foram mortos e enterrados? Até agora a nossa comissão de delegados, que investiga o caso, entende que ali eles não queriam enterrar ninguém, esconder nada. Naquele dia 14 e o dia 15 de janeiro (de 2017), quando nós tivemos acesso às instalações, ali foi feita a perícia de local de crime, foi feito o levantamento inicial de 26 corpos. Então ali eles não tiveram tempo de enterrar, esconder ninguém. A gente acredita que foi aquele número. Agora, no decorrer daquela semana pode ter alguma coisa. É isso que nós estamos tentando encontrar”, afirmou.

Veja matéria na íntegra, inclusive, com vídeo aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bola disse:

    Deixaram a poeira sentar.
    O que todo mundo sabe e viu na TV, foi que contrataram uma carreta frigorífica pra colocar os mortos, dai a quantidade de mortos, só Deus e as autoridades sabem.

MP de SP apura se organização criminosa na ‘deep web’ incitou assassinos a cometerem massacre em Suzano

Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro, os assassinos de Suzano — Foto: Reprodução

O Ministério Público (MP) de São Paulo vai apurar se uma organização criminosa na internet está por trás do massacre em Suzano, ocorrido na quarta-feira (13).

Dois assassinos mataram a tiros e machadas uma pessoa numa loja de carros, sete na Escola Estadual Raul Brasil e depois se mataram com a chegada da Polícia Militar (PM). Outras 11 pessoas ficaram feridas, sendo que uma está em estado grave.

Um promotor do júri e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ambos do Ministério Público, querem saber se Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, foram incitados ao crime por membros do fórum Dogolachan na deep web, uma internet considerada obscura na qual pessoas anônimas incitam ódio e intolerância.

“A gente tem notícia de que os assassinos se comunicavam pela deep web com outras pessoas. Isso portanto precisa ser investigado para se verificar se há uma organização criminosa atuando por trás da ação que cometeram”, disse nesta quinta-feira (14) ao G1 o chefe do MP, o procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio.

O Ministério Público atuará diretamente com ao Polícia Civil, que já investiga o caso e busca saber qual foi a motivação do crime.

Informações preliminares da investigação policial indicam que Guilherme e Luiz premeditaram o crime, planejando ele por mais de um ano, e ainda pretendiam matar mais pessoas do que as 13 vítimas fatais do massacre de Columbine, ocorrido em 1999 nos Estados Unidos. Naquele crime cometido há 20 anos numa escola, dois assassinos também se mataram em seguida.

No massacre de Suzano, os assassinos eram ex-alunos da escola. E um dos mortos era um tio de Guilherme, que foi executado pelo sobrinho porque teria descoberto o plano deles de cometer uma chacina na Raul Brasil.

Deep Web

Computadores usados pelos dois foram apreendidos pela polícia. Segundo investigadores, eles acessaram a deep web e buscaram informações sobre massacres cometidos em escolas americanas. Além disso, foram recolhidos cadernos com anotações deixados por eles no carro alugado e usado no crime.

“A apuração sobre o que aconteceu em Suzano precisa ser a mais completa possível para se ter maior segurança e evitar que isso não se repita”, falou o procurador Smanio sobre pessoas nas redes sociais que incitam crimes. “Há uma comoção social grande para que esse tipo de conduta e outras pessoas possam praticar a mesma coisa”.

“Muito obrigado pelos conselhos e orientações … esperamos não cometer esse ato em vão”, teria escrito um dos assassinos dois dias antes do massacre em Suzano.

Smanio designou o promotor Rafael Ribeiro do Val e membros do Gaeco para apurarem se alguma organização criminosa colaborou para “eventual cometimento de crimes relacionados a terrorismo doméstico, como apontam os primeiros indícios”.

O termo terrorismo doméstico é usado para definir atentados terroristas cometidos por cidadãos contra o seu próprio povo ou governo.

Crimes cibernéticos

De acordo com Smanio, o Ministério Público irá contar com o assessoramento do Cyber Gaeco para tentar esclarecer quem são as outras pessoas que teriam conversado com Guilherme e Luiz na Deep Web.

“É nosso núcleo de crimes cibernéticos. É preciso fazer essa investigação para dar segurança as pessoas pois ainda não sabemos a motivação do crime e como eles tiveram acesso às armas, por exemplo”, disse o procurador-geral.

Perícias nos computadores usados pelos assassinos poderão informar com quem eles se relacionavam e conversavam a respeito do cometimento de crimes. Os dois também frequentavam uma lan-house onde jogavam games de tiros.

Guilherme ainda chegou a postar fotos ameaçadoras na internet momentos antes do crime. Ele aparece armado e com uma máscara de caveira numa das imagens.

“Tem que fazer perícia nos computadores que fizeram acesso, se estão ligados a outras pessoas, se é um grupo ou não. Não dá para descartar nada disso”, falou Smanio.

Armas

A Polícia já sabe que o revólver calibre 38 usado na chacina estava com a numeração raspada, o que indica a possibilidade de ele ter sido obtido com algum outro criminoso. Um machado, uma besta, espécie de arco com flecha, e bombas caseiras também estavam com a dupla.

Um dos amigos dos criminosos foi ouvido pela polícia na noite de quarta e contou que soube da intenção da dupla em fazer o atentado. Só não sabia quando seria.

Os investigadores já ouviram 20 pessoas no total, entre pessoas próximas aos assassinos e vítimas deles.

Dogolachan

O G1 apurou que promotores paulistas estudam a possibilidade de vir a pedir colaboração do Ministério Público em Curitiba para tentar falar com um dos homens apontados como criadores do Dogolochan.

Marcelo Valle Silveira Mello está preso desde 2018 após ter sido condenado pela Justiça a mais de 40 anos de prisão por associação criminosa, divulgação de imagens de pedofilia, racismo, coação, incitação ao cometimento de crimes e terrorismo cometidos na internet. O G1 não conseguiu localizar a defesa de Marcelo para comentar o assunto.

Um delegado especializado em crimes cibernéticos afirmou a reportagem que o Dogolochan ainda existe na Deep Web porque está sendo moderado por outro brasileiro, que foi expulso dos Estados Unidos e estaria morando na Espanha. O especialista pediu para não ter o nome divulgado.

Dependendo do andamento das investigações, a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) poderão ser acionados pela Promotoria de São Paulo. “Por enquanto a atribuição da investigação será estadual porque não tem interesse da União”, explicou Smanio.

Massacre de Suzano

No massacre de Suzano, Guilherme e Luiz mataram cinco alunos da Raul Brasil e dois funcionários. Antes de a dupla entrar na escola, o adolescente ainda matou seu tio no lava-jato em Suzano onde ele era dono.

Morreram os alunos Caio Oliveira, 15; Cleiton Ribeiro, 17; Douglas Murilo Celestino, 16; Kaio Lucas da Costa Limeira, 15; e Samuel Mequíades, 16.

Também perderam a vida, a funcionária ; e Eliana Regina de OIiveira Xavier, 38; e a coordenadora pedagógica Marilena Umezu, 59.

O empresário Jorge Antonio de Moraes, tio de Guilherme, foi o primeiro alvo. Segundo policiais, ele teria sido morto pelo sobrinho por ter descoberto o plano da dupla em matar os alunos na escola.

Perfil dos assassinos

Policiais civis e peritos da Polícia Técnico-Científica foram as casas dos assassinos, que moravam a pouco mais de 1 quilômetro de distância do colégio. Guilherme foi criado pela avó, que morreu há cerca de três meses. Atualmente ele estava morando com um tio.

Luiz vivia com os pais, um irmão mais velho e o avô. Ele era jardineiro e trabalhava na Zona Leste de São Paulo. “Infelizmente a família completamente perplexa, os pais em choque, há idosos, o avô dele reside aqui, mais de 80 anos, estão todos completamente sem chão, sem norte”, disse Fabrício Cicone Tsutsui, advogado da família de Luiz.

Além de investigar a participação dos assassinos nas redes sociais, a polícia quer saber como eles adquiram as armas e como alugaram o carro usados na chacina.

G1

 

Entre mortos e feridos, veja quem são as vítimas do massacre em escola de Suzano

Familiares e amigos em busca de informações na frente da Escola Estadual Raul Brasil — Foto: Maiara Barbosa/ G1

Assassinos encapuzados mataram oito pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, nesta quarta-feira (13). Os dois, que eram ex-alunos do colégio, se mataram. Os cinco estudantes assassinados tinham entre 15 e 17 anos de idade, de acordo com o secretário de Segurança Pública de São Paulo. Também foram mortos duas funcionárias do colégio e o proprietário de uma loja próximo ao local.

Veja, abaixo, a lista das vítimas:

Alunos

Pablo Henrique Rodrigues

Clayton Antônio Ribeiro

Samuel Melquíades Silva de Oliveira

Douglas Murilo Celestino

Caio Oliveira

Funcionárias:

Marilena Ferreira Vieira Umezo

Eliana Regina de Oliveira Xavier

Dono da loja de carros:

Jorge Antônio Moraes: comerciante, morto antes da entrada dos assassinos na escola; ele é tio de Guilherme, um dos assassinos

Feridos:

Adna Bezerra

Anderson Carrilho de Brito

Beatriz Gonçalves

Guilherme Ramos

Jennifer Silva Cavalcanti

Leonardo Vinicius Santana

Leticia Melo Nunes

Murilo Gomes Louro Benite

Samuel Silva Felix

Assassinos:

Guilherme Tauci Monteiro (17 anos)

Luiz Henrique de Castro (25 anos)

Resumo

Ataque a escola em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo, deixou cinco alunos e duas funcionárias mortas; os dois assassinos se mataram.

Os autores do crime são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 anos, ex-alunos do colégio.

Antes de entrar na escola, os assassinos estiveram em uma loja de automóveis próximo ao colégio. O proprietário do estabelecimento, Jorge Antonio de Moraes, tio de
Guilherme Taucci Monteiro, levou três tiros e morreu.

Há nove feridos, mas o estado de saúde não foi informado.

Ainda não se sabe o motivo do ataque e o vínculo dos autores com a escola.

Uma testemunha disse que viu um deles com arma de fogo e outro, com uma faca.

A PM encontrou no local um revólver 38, uma besta (um artefato com arco e flecha), objetos que parecem ser coquetéis molotov e uma mala com fios.

Os assassinos chegaram ao colégio alvo do ataque em um carro alugado.

Segundo o Censo Escolar de 2017, a instituição tem 358 alunos da segunda etapa do fundamental (6º ao 9º ano) e 693 estudantes do ensino médio. No local, também funciona um centro de idiomas.

Foto: Juliane Monteiro e Rodrigo Cunha/G1

G1

FOTOS: Polícia identifica os dois autores do massacre em escola de SP

Luiz Henrique de Castro (esquerda) e Guilherme Taucci Monteiro (direita), assassinos de Suzano — Foto: Arquivo pessoal

A polícia divulgou os nomes dos assassinos que mataram 8 pessoas, sendo 4 adolescentes, na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo.

São eles: Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Os dois cometeram suicídio em seguida. Castro completaria 26 anos no próximo sábado.

O ataque ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13). Quatro dos mortos no local são alunos do ensino médio. Outros dois adolescentes foram socorridos, mas morreram no hospital. Duas das vítimas são funcionárias da escola.

Resumo

Os atiradores mataram 8 pessoas e se mataram em seguida

As vítimas ainda não foram identificadas

Os autores do crime são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 anos

23 pessoas foram levadas a hospitais. Entre elas, há pessoas que ficaram feridas e outras que passaram mal após o ataque

Ainda não se sabe o motivo do ataque e o vínculo dos atiradores com a escola

Uma testemunha disse que viu um deles com arma de fogo e outro, com uma faca

A PM encontrou no local um revólver 38, uma besta (um artefato com arco e flecha), objetos que parecem ser coquetéis molotov e uma mala com fios

Antes de os criminosos entrarem na escola, eles balearam um homem nas proximidades da escola

Ataque

Os autores do crime chegaram à escola em um carro branco, que foi alugado por um dos assassinados. Eles entraram pela porta da escola, que estava aberta (veja no vídeo abaixo).

“Eles ingressaram na escola, atiraram na coordenadora pedagógica, atiraram numa outra funcionária. Estava na hora do lanche, eles se dirigiram ao pátio, atiraram em mais quatro alunos do ensino médio. Nesse horário, só havia alunos do ensino médio, e [os autores do ataque] dirigiram-se ao centro de línguas. Os alunos do centro de línguas se fecharam na sala com a professora e eles [criminosos] se suicidaram no corredor”, disse o coronel Marcelo Salles, comandante-geral da PM.

O coronel Salles afirmou que, antes de entrar na escola, os criminosos balearam um homem em um lava-rápido próximo à escola. Ele passa por cirurgia na na Santa Casa de Suzano e está em estado gravíssimo.

Arsenal

Dentro da escola, a polícia encontrou um revólver 38, quatro jet luders, que são plástico para recarregamento de arma, uma besta (um tipo de arco e flecha que dispara na horizontal), um arco e flecha tradicional e garrafas que aparentam ser coquetéis molotov. Guilherme, um dos autores do ataque, tinha uma espécie de machado na cintura.

Há ainda uma mala com fios. O esquadrão antibombas foi chamado, mas a polícia ainda não informou se havia material explosivo no local.

Foto mostra corpo de um dos autores do massacre na escola Raul Brasil, de Suzano — Foto: Arquivo pessoal

Mala deixada dentro da escola onde o massacre ocorreu, em Suzano; polícia investiga se assassinos deixaram explosivos — Foto: Arquivo pessoal

Arco e flecha encontrado na escola em que o massacre ocorreu — Foto: Arquivo pessoal

Garrafas que aparentam ser coquetéis molotov deixadas dentro da escola em que o massacre ocorreu — Foto: Arquivo pessoal

G1

 

“O ambiente acadêmico vem sendo massacrado pela ideologia de esquerda”, diz presidente Bolsonaro

Depois de pedir a cabeça do assessor especial do ministro da Educação, aquele que foi acusado por Olavo de Carvalho de perseguir os seus discípulos, Jair Bolsonaro foi ao Twitter, para dizer que “o ambiente acadêmico, com o passar do tempo, vem sendo sendo massacrado pela ideologia de esquerda”. Confira abaixo a mensagem do presidente da república no Instagram:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

O ambiente acadêmico com o passar do tempo vem sendo massacrado pela ideologia de esquerda que divide para conquistar e enaltece o socialismo e tripudia o capitalismo. Neste contexto a formação dos cidadãos é esquecida e prioriza-se a conquista dos militantes políticos. Temos como uma das principais prioridades do governo quebrar este ciclo. Infelizmente, trata-se de um trabalho árduo e demorado, pois ao longo de anos o aparelhamento do estado foi feito estrategicamente para ter a perpetuação dos chefes do socialismo no poder, com a massa de manobra hipnotizada comendo migalhas e seus líderes nadando na corrupção do dinheiro público. Não se refaz da noite para o dia algo tão grande. Mas um ponto de partida já existe e estamos fazendo nossa difícil parte. Desejamos que outras gerações se organizem e levem adiante esta sementinha que foi plantada por muitos e que impeçamos para sempre que o mal que esteve tão perto de destruir nosso país volte com força. Defeitos, todos temos, mas a maldade formada para destruir é nata e organizada apenas por um lado. Vamos trabalhar juntos para resgatar nosso amado Brasil!

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior disse:

    Tenho irmão, esposa, cunhada, esposo da cunhada professores. Tenho dois filhos em idade escolar. Nunca vi isso. Indiquem pelo menos uma escola, com nome, endereço e provas de que se pratica esse tipo de coisa!

  2. David disse:

    Vocês ja era pra tá acostumado com Bolsonaro nas redes sociais, pq sua campanha foi feita assim, seu primeiro pronunciamento foi pela redes sociais, ele ta privilegiando seu eleitorado.

  3. ricardo disse:

    Avisa a esse arremedo de Presidente que desça do palanque e vá governar. O País mergulhado numa crise sem tamanho imposta pelo "deus" mercado e ele achando que está em campanha. o PT já está fora do poder a 5 anos. A grande maioria que comenta aqui falam das Universidades Federais por inveja de não fazer parte delas. E os bestas continuam se iludindo.

  4. ASV disse:

    Já passou da hora desse presidente sair das redes sociais e ir trabalhar, transformar o Brasil em uma Noruega, como ele prometeu na campanha.

  5. Cortez Pereira Junior disse:

    Concordo plenamente, por isso o nível cultural e educacional desses jovens de hoje é tão baixo. Mais tem uma solução sim, é obrigar o exame toxicológico na matricula e a cada semestre nas escolas e universidades públicas de todo país. Incluindo também os professores, esses sim, é que precisa ser feita uma limpeza geral desses militantes da esquerda. E aumentar as Escolas Militares, ( onde se ensina com responsabilidade e respeito, que essa cambada de esquerdopatas não tem.)

    • Waldemir disse:

      Para diminuir o consumo de drogas é simples é implantar como a lei seca
      Um bafometro que mostra se o motorista está drogado

  6. Sougaviao disse:

    Enquanto o país continua afundado na crise o presidente Bozo ao invés de mostrar trabalho, continua com o discurso da campanha pra enganar os bestas.

  7. #LULANACADEIA disse:

    Esses PTRALHAS se acham os donos das universidades federais, tem que tocar o TERROR e colocar esse bando para trabalhar

    • Justiceiro disse:

      Os PTralhas, como vocês bolsominions chamam, passaram nos concursos para professor das Universidades Federais. Vocês sequer conseguem ser indicados para àquelas de esquina…

  8. Antonio Bigga, s disse:

    Acho quê o presidente deve deixar os teclados e usar à Big. E com força.

FOTO: Müller brilha, marca três e Alemanha atropela Portugal em Salvador

CristianoRonaldo_Portugal_AP_16062014_932Tido por muitos como uma das favoritas para o título da Copa do Mundo, a Alemanha confirmou as expectativas e estreou no Mundial com uma vitória por 4 a 0 sobre Portugal, gols de Müller (3) e Hummels, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O grande destaque da partida foi o atacante Müller, que marcou duas vezes e ainda provocou a expulsão do luso-brasileiro Pepe, no primeiro tempo.

Agora, os alemães encaram a seleção de Gana na segunda rodada do grupo G, no próximo sábado, às 16h. A partida será realizada no Castelão, em Fortaleza. Enquanto isso, os portugueses jogam sob pressão diante dos Estados Unidos, no domingo, às 19h, na Arena da Amazônia, em Manaus.

ATROPELAMENTO ALEMÃO NO PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa começou com os alemães tomando a iniciativa. O time de Joachim Löw começou no ataque, mas Portugal também criou algumas oportunidades. Enquanto a Alemanha chegava na base da coletividade, os portugueses dependiam da individualidade. Em um lance que o coletivo funcionou, com toques rápido, Götze foi derrubado na área e o árbitro sérvio Milorad Mazic, marcou pênalti. Müller cobrou forte no canto esquerdo e abriu o placar.

O primeiro gol serviu para dar tranquilidade aos germânicos e foi tirando a paciência dos lusos. Com muito superioridade na posse de bola e objetivo, o segundo gol foi questão de tempo. Aos 31, Hummels subiu mais que Pepe na área e cabeceou forte para ampliar. Cinco minutos depois, o luso-brasileiro Pepe se descontrolou, agrediu Müller e foi expulso. O domínio alemão aumentou ainda mais e o mesmo Müller ganhou dividida com Bruno Alves na área para marcar o segundo dele na partida.

SUPERIORIDADE TÉCNICA E NUMÉRICA PARA ADMINISTRAR RESULTADO

Na volta para o segundo tempo, Portugal até que tentou diminuir a vantagem alemã e tomou a iniciativa. Mas a vontade portuguesa parou na tranquilidade alemã. Com uma vantagem elástica no placar, o time germânico aproveitou o jogador a mais em campo e a superioridade técnica para trabalhar a bola. A troca de passes colocou Portugal na roda, que ainda sofreu com os contra-ataques rápidos puxados por Kroos, Götze e Müller.

Mas foi em um lance com a defesa de Portugal postada que o quarto gol saiu. Após jogada pela esquerda, o goleiro Rui Patrício não segurou e soltou a bola nos pés de Müller, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. Com três gols, ele já é o artilheiro isolado da Copa do Mundo. Aos 36, o jogador ainda foi substituído por Podolski para ser ovacionado pelos torcedores. Cristiano Ronaldo ainda tentou o gol de honra para os portugueses no fim, mas Neuer defendeu a bomba do melhor do mundo em cobrança de falta. Vitória inscontestável da Alemanha, que confirmou que vai brigar pelo título.

FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 4 X 0 PORTUGAL

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data-Hora: 16/6/2014 – 13h
Árbitro: Milorad Mazic (SRB)
Auxiliares: Milovan Ristic (SRB) e Dalibor Djurdjevic (SRB)
Cartões amarelos: João Pereira (POR)
Cartões vermelhos: Pepe 36’/1ºT (POR)
Gols: Müller 10″/1ºT (1-0); Hummels 31″/1ºT (2-0); Müller 45″/2ºT (3-0); Müller 32″/2ºT (4-0)

ALEMANHA: Neuer; Boateng, Mertesacker, Hummels (Mustafi 27’/2ºT) e Howedes; Lahm e Khedira; Özil (Shurrle 17″/2ºT), Kroos e Götze; Müller (Podolski 32’/2ºT) – Técnico: Joachim Löw

PORTUGAL: Rui Patrício; João Pereira, Bruno Alves, Pepe e Coentrão (André Almeida 19″/2ºT); Miguel Veloso (Ricardo Costa – intervalo), Raul Meireles e Moutinho; Nani, Hugo Almeida (Eder 27’/1ºT) e Cristiano Ronaldo – Técnico: Paulo Bento.

Lance

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel disse:

    Pense numa sapatada ! Isso mostra que talento individual não ganha jogo. CR7 comprou o melhor ingresso desse jogo, assistiu de dentro do campo, não jogou nada !

Apresentador na Sapucaí, Tiago Leifert é "massacrado" no Twitter

Depois de se arriscar no entretenimento ao apresentar duas temporadas do programa The Voice na Rede Globo, o jornalista esportivo Tiago Leifert estreou neste domingo como apresentador do Carnaval do Rio de Janeiro. Editor-chefe e apresentador do Globo Esporte de São Paulo, ele foi achincalhado no Twitter por conta dos pitacos e piadas durante a transmissão.

Tiago Leifert comandou a transmissão ao lado de Fátima Bernardes e foi comparado com Galvão Bueno por alguns internautas, justamente por conta dos pitacos dados durante a noite. As piadas também não foram bem aceitas por alguns dos espectadores, que foram ao Twitter para protestar.

1111111111111111 Untitled-2Terra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. lulu disse:

    cala a boca Tiago

Massacre recorrente: Doze atentados deixam dezenas de mortos em redutos xiitas de Bagdá

2013-650493460-20130930062101048ap.jpg_20130930Uma série de ao menos doze atentados com carros-bomba deixou dezenas de mortos e mais de cem feridos na manhã desta segunda-feira em Bagdá e seus subúrbios. Segundo o governo, 24 corpos foram registrados até o momento. No entanto, fontes da emissora BBC afirmam que o número vítimas passa de 40, além dos mais de 100 feridos. Os alvos dos ataques foram redutos xiitas na capital.

O pior ataque ocorreu em Sadr City, onde um carro-bomba explodiu perto de um local onde trabalhadores estavam reunidos. Ao menos sete pessoas morreram, incluindo dois soldados, e outras 75 ficaram feridas.

Extremistas iraquianos com frequência tem como alvo locais movimentados como mercados, café e mesquitas buscando atingir um grande número de vítimas. No domingo, em uma onda de ataques em diferentes partes do Iraque, incluindo dois atentados suicidas na região curda, matou 46 pessoas. Mais de 4.500 pessoas foram mortas desde abril.

O Globo

Autor de massacre do Colorado diz que não sabe por que está preso

Foto: RJ Sangosti/Pool/Reuters

O autor do massacre que deixou 12 mortos e 58 feridos em um cinema do Colorado, na última sexta-feira (20), disse aos carcereiros que não sabe por que está preso.

Segundo o Daily News, James Holmes alega ter perdido a memória, mas os funcionários do centro de detenção não estão acreditando na história do atirador e acham que ele está fingindo ter amnésia.

Desde o dia em que invadiu a sala de cinema durante a estreia do filme Batman: o Cavaleiro das Sombras Ressurge e matou 12 pessoas, Holmes tem chamado a atenção pelo seu estranho comportamento.

Quando se apresentou à Corte americana, na segunda-feira (23), o atirador aparentava não estar em seu estado normal de consciência. Além de fazer caretas, ele fechava os olhos como se estivesse dormindo sentado.

Ele também teria sido obrigado a usar uma máscara, pois não parava de cuspir nos guardas da prisão.

Fonte: R7

Atirador do Colorado disse que era "Coringa" em tiroteio, diz polícia

Matéria publicada no portal da Folha de São Paulo

Reprodução da Folha de São Paulo
Foto sem data definida de James Holmes, 24, que matou 12 pessoas e feriu mais de 30 a tiros em cinema no Colorado, nos EUA

O suspeito de ser o atirador que matou 12 pessoas em um cinema em Aurora, no Estado do Colorado, nos EUA, na madrugada desta sexta-feira, disse que era o “Coringa” antes de começar o tiroteio na sessão de estreia do filme “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”.

Membro da comissão de polícia de Nova York, Ray Kelly disse que “era claramente um indivíduo transtornado”. “Ele tinha o cabelo pintado de vermelho, disse que era o Coringa, obviamente o inimigo do Batman”.

A polícia do Colorado diz que James Holmes, 24, estava vestido com uma roupa protetora e detonou dois explosivos antes de disparar com um fuzil AR-15, uma escopeta calibre 12 e pelo menos duas pistolas. Os agentes acreditam que o crime foi premeditado.

O atirador foi detido. Os argumentos para fundamentar a hipótese são que o atirador usava máscara de gás, colete a prova de balas, capacete e estava vestido todo de negro. De acordo com os policiais, ele levava um carregador com mais de 100 balas, que foram compradas de forma legal nos últimos seis meses.

As autoridades e as testemunhas do tiroteio afirmam que a cena do crime era de caos, com a sala de cinema coberta de fumaça e tiros por todos os lados. Chris Ramos, que presenciou a ação, disse que era “exatamente como um filme de terror”.

SOZINHO

Mais cedo, a polícia do Colorado afirmou que o suspeito agiu sozinho. “Estamos confiantes que ele agiu sozinho, mas faremos uma investigação para termos absoluta certeza disso”, disse à imprensa o chefe de polícia de Aurora Dan Oates.

Segundo ele, o suspeito, identificado como James Holmes, 24, não tem histórico criminal além de uma multa por velocidade. De acordo com Oates, 71 pessoas foram atingidas– 12 morreram e 59 ficaram feridas, algumas delas em estado crítico.

A policia encontrou três armas no carro do suspeito e uma no cinema. Não foi possível saber de imediato quantos tiros foram disparados pelo atirador. As vítimas foram levadas a seis hospitais da região, e ao menos 200 pessoas que estavam no cinema durante o ataque serão interrogadas.

“Não especularemos sobre o motivo do suspeito para o ataque, não é algo que discutiremos agora. Da primeira ligação até o local foi um minuto, um minuto e meio. A resposta foi rápida, e
ficaremos no local por um bom tempo analisando a cena do crime”, disse Oates.

Ainda segundo o chefe de polícia, o shopping onde fica o cinema permanecerá fechado hoje.

Na casa de Holmes, foram encontrados explosivos sofisticados. Forças especiais da polícia entraram pelas janelas do apartamento de James, e esvaziaram o prédio, depois que Holmes disse à polícia que teria bombas em sua residência.

ATAQUE

O ataque teve início durante uma cena de tiroteio do filme, o que aumentou a confusão e o pânico geral, de acordo com testemunhas entrevistadas pela imprensa.