TAM é condenada em Natal por demora na entrega de bagagens

O juiz Marco Antônio Mendes Ribeiro, da 10ª Vara Cível de Natal, condenou a Tam Linhas Aéreas S/A., a pagar, a título de dano moral, o valor de R$ 2.500,00, mais juros e correção monetária, em favor de uma passageira que teve que suportar diversos dissabores em razão de extravio de sua bagagem em transporte aéreo.

A condenação atende a pedido feito pela consumidora, ao mover Ação Indenizatória de Dano Moral contra a TAM alegando que contratou junto a empresa o trecho correspondente a Porto Alegre – Recife, com conexão na cidade de São Paulo, para comemorar as festividades do final de ano.

Entretanto, ao desembarcar no trecho de conexão, ela teve um mal-estar que a impediu que seguisse nos voos programados, vindo a ser atendida pelo plantão médico do aeroporto e encaminhada ao hotel disponibilizado pela TAM até que realizasse o seu próximo voo em que foi realocada.

Afirmou ainda que, ao desembarcar em seu destino final Recife, não localizou a sua bagagem, vindo a recebê-la alguns dias após ao seu desembarque, motivo este que teve que suportar diversos dissabores e transtornos em razão do ocorrido.

Entre os transtornos citou que: era noite de ano novo e não tinha nenhuma roupa para usar, apenas aquela que estava vestida; ficou impossibilitada de comprar roupas e acessórios para que pudesse suprir aquelas que estavam em sua mala, mas em virtude do horário (noite de reveillon) todas as lojas já estavam fechadas em Recife.

A TAM alegou que em momento algum cometeu ato ilícito causador de dano moral, que a mala foi prontamente entregue após quatro dias e que a autora foi que deu causa para o extravio de sua bagagem no momento que não embargou na aeronave por motivo de saúde.

A empresa pediu pela improcedência dos pedidos feitos pela sua cliente na ação judicial, argumentando ainda, em sua defesa, que a autora foi lotada, sem qualquer custo, em um outro voo no mesmo dia.

Extravio

De acordo com o magistrado, que aplicou ao caso o Código de Defesa do Consumidor, a autora comprovou ter utilizado os serviços da TAM, bem como o extravio de sua bagagem. A empresa, porém, não provou que a bagagem foi entregue a autora nas condições adequadas e no prazo convencionado, pois apesar de ter sido entregue, a mesma só recebeu quatro dias após o ocorrido.

“Incide, à espécie, a regra do art. 6º, VIII, do Código de Defesa do Consumidor, constituindo direito básico do consumidor a facilitação da defesa de seus direitos, inclusive com a inversão do ônus da prova, a seu favor, quando, a critério do juiz, for verossímil a alegação. É exatamente o caso dos autos”, resumiu.

Para ele, não há como afastar o dever de indenizar os danos morais, pois a má prestação dos serviços causou abalo à honra da autora e a lesão aos direitos de personalidade é referência no Código de Defesa do Consumidor, como se vê no teor do art. 6º e seus incisos, ao observar entre os direitos do consumidor, o direito à vida, à integridade física e psíquica, à honra objetiva e subjetiva.

Processo nº 0816856-84.2015.8.20.5001
TJRN

 

Latam Airlines tem prejuízo de US$ 219,2 milhões em 2015

latam_not1042A Latam Airlines, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, divulgou nesta terça-feira (8) prejuízo de US$ 219,2 milhões em 2015, afetada pela retração econômica no Brasil, o que reduziu seu plano de aquisição de aviões nos próximos três anos.

O resultado anual do conglomerado, que inclui as operações da chilena LAN e da brasileira TAM, ocorreu após prejuízo de US$ 16 milhões entre outubro e dezembro.

A média das estimativas obtidas pela Reuters apontava lucro de US$ 27,6 milhões no trimestre.

Em meio ao cenário econômico negativo, a companhia anunciou que reduziu em US$ 2,9 bilhões seu compromisso de frota de aviões para o período 2016-2018 e buscará oportunidades para ajustar ainda mais seus investimentos.
Com matriz em Santiago, a Latam Airlines tem unidades de operação na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru.

Fonte: G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    Pois é o RN é o elefante escondido com o "hub" de fora…

  2. caio fabio disse:

    E o "HUB" salvação do Rn como fica?

HUB: Representantes da Latam visitam instalações da LSG Sky Chefs no RN

aeroportoComo o Meio Dia Cidade informou em primeira mão, representantes da Latam (grupo formado após a fusão da Lan Airlines com TAM Linhas Aéreas) estiveram visitando o Rio Grande do Norte na semana passada. O que é um bom sinal para o Estado na disputa pelo hub internacional.

A LSG Sky Chefs é a empresa de cartering aéreo, que fornece as refeições que são servidas por muitas das companhias aéreas. Entre as empresas, a própria TAM.

Ou seja, os representantes da TAM mostraram um interesse em conhecer de perto um serviço que pode ser um dos diferenciais para as aeronaves que pousarão em um terminal de conexões de voo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ubiracy disse:

    E qual é esse diferencial ??? As alimentações fornecidas nos voos nacionais são desprezíveis….

  2. Cláudio David disse:

    Que é que eu tenho a ver com isso????

TAM anuncia mudanças na malha aérea internacional do Brasil

a350tamA companhia aérea TAM anunciou nesta segunda-feira (19) que vai readequar sua malha aérea internacional em 2016 e privilegiar “mercados mais promissores” , em um plano que inclui menos frequências semanais a destinos como Miami e Orlando e o cancelamento de ao menos uma rota, além de assumir novas operações.

Entre as mudanças, o Grupo Latam, controlador da aérea brasileira e da chilena LAN, prevê criar seis novas rotas internacionais entre a América Latina e a América do Norte, Caribe, Europa e África.

A rota Belo Horizonte–Miami, operada com três frequências semanais, será cancelada a partir de março de 2016, informou a empresa. “A TAM seguirá oferecendo ao público mineiro opções de rápida conexão em outros centros de conexão internacional do Grupo, sobretudo a partir de Brasília, que já conta com voos regulares e diretos para Buenos Aires, Miami e Orlando”, informou em comunicado. O Grupo aumentará de três para sete frequências semanais a rota Brasília-Orlando.

Já o voo São Paulo-Orlando será reduzido de onze para sete frequências semanais e passará a ser operado pelo novo Airbus A350 XWB a partir do segundo trimestre de 2016. O voo Manaus-Miami também terá redução a partir de abril de 2016, passando de cinco para quatro frequências, enquanto a rota Fortaleza-Miami será ampliada de uma para duas frequências, ambos semanais.

A partir de fevereiro de 2016, a TAM também vai passar a operar voos diretos entre São Paulo e Bogotá, aumentando de sete para 11 o número de frequências semanais das empresas da Latam nesta rota. Essa mudança ampliará também as opções de rápida conexão para os destinos caribenhos a  partir da capital colombiana. Paralelamente, a partir de janeiro do próximo ano, a empresa assumirá algumas operações do Grupo  na rota São Paulo-Lima.

A partir de novembro de 2015, a LAN começa a operar a rota Santiago-São Paulo/Milão, e durante o ano adicionou três novas frequências entre Santiago e Madri. Já a partir de junho de 2016, o recém-lançado voo da TAM entre São Paulo e Barcelona ganhará reforço e passará a ser diário, ampliando a conectividade entre a América do Sul e a Europa.

E, finalmente, no próximo ano será ampliado de 14 para 17 o número de voos semanais da LAN Peru entre Lima-Miami, para reforçar a conectividade com todo o continente sul-americano a partir da capital peruana.

HUB DA LATAM: Walter Alves classifica como “inaceitável” o discurso de Levy em defesa de Fortaleza

walter alves 2O deputado federal Walter Alves também foi outro a externar sua indignação quanto a declaração, no mínimo irresponsável, do ministro da Fazenda Joaquim Levy, que saiu em defesa do aeroporto de Fortaleza para escolha do hub da LATAM (empresa criada a partir da fusão da LAN Airlines e TAM Linhas Aéreas).

Walter deu a entender que a postura do ministro pode terminar influenciando na decisão privada. “Inaceitáveis as palavras do ministro Levy agora na Câmara, dando a entender que interfere na decisão, privada, do hub da TAM”,

As declarações do ministro surgiram durante as discussões em torno do ICMS. Daí, ele optou por usar o Ceará como exemplo. “O Ceará, com esse dinheiro das grandes fortunas, vai poder financiar infraestrutura, desenvolvimento e ajudar o novo aeroporto, que vai ser licitado. Vai ter uma concessão e vai ser um verdadeiro hub do Nordeste”, discursou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. san disse:

    É o que a bancada do rn sabe fazer: Externar indignaçåo. Por isso ha anos justifico meu voto pra depois nao me sentir envergonhado de ter votado nessa cambada.

  2. Razão e Verdade disse:

    Inaceitável é o trabalho de vocês, um jogador chamado Romario que entrou ontem na Politica tem mais destaque defendendo seus ponto-de-vista do que vocês que vão prá Brasilia passear. A quem queres enganar com teu discurso.

  3. Antonio disse:

    Se for pela técnica, ninguém toma o nosso lugar. O hub é nosso. É natural.

  4. Luciana Morais Gama disse:

    Me mostre uma coisa de concreta que a família Alves fez pelo RN, aliás venderam a COSERN por 570 milhões de dólares e ninguém sabe o que fizeram com tanto dinheiro.

  5. Anderson disse:

    Com a palavra o Min. do Turismo Henrique Alves, será que depois da presidente defender Pernanbuco, o Ministro da fazenda defender o Ceará, o nosso renegado RN vai ficar sem ninguém que saia em sua defesa!!!

    Cadê os políticos aliados deste desgoverno Petralha que não vão cobrar isenção dos seus integrantes, ou pelo menos tratamento igualitário !!!!!

  6. Salto da Onça. disse:

    Mera firula parlamentar. Pois sabemos todos qual a real dimensão do RN, sob o aspecto da iniciativa parlamentar voltada à captação de investimentos em matéria de infraestrutura para o Estado. Não podemos esquecer também, da própria construção histórica-simbólica das administrações do PMDB e do DEM estaduais, que nos faz lembrar mesmo do sacrilégio que é estarmos no páreo junto com PE e CE.

  7. Marco disse:

    Grande declaração! Que força política esse parlamentar tem? Afronta à minha inteligência.
    Piada de deputado!
    Melhor ficar calado.

  8. José Avelino disse:

    Governo fraco dá nisto, um governo como este do RN que fica prometendo o paraíso e de concreto nada, só o uso do fundo previdenciário, más até janeiro ele rapa o taxo, e depois…

  9. Joca disse:

    Povo burro ,merecemos os políticos que temos ………..e por falar em político ,aonde anda aquele rapaz que é deputado federal pelo RN,mas é casado em São paulo e parece que trabalha em Brasília???? Vou dizer ele teve passar mais tempo voando dique trabalhando kkkkkkkkkkkkk

  10. joel Avelino de lima disse:

    Poder.

  11. joel Avelino de lima disse:

    É sempre assim os Alves não tem conceito a nível nacional fica só no puder aqui no rn. Dando emprego a sua família o povo do rn só vendo navios.

  12. Junior disse:

    Inaceitável é essa política de merda do RN.

    Inaceitável é essa roubalheira que está acontecendo aqui em Natal.

Ruy Gaspar rebate Joaquim Levy sob hub da LATAM: “A escolha é técnica e o anúncio ainda vai ser feito”

ruy-em-madriO secretário do Turismo, Ruy Gaspar, rebateu as declareções do ministro Joaquim Levy (Fazenda), que disse que Fortaleza será um “verdadeiro hub do Nordeste”. Ruy disse, no Jornal das 6 desta quarta-feira (14), que o anúncio ainda não foi feito e destacou o potencial de Natal frente aos concorrentes Recife e Fortaleza.

Para Ruy, a conversa não é bem assim como o ministro irresponsavelmente falou. “A escolha é técnica e a empresa é privada. Não tem nada definido. O anúncio ainda vai ser feito e eu não tenho dúvida alguma de que esse hub virá pra gente”, disse.

A declaração do ministro soou como uma antecipação da possível escolha do hub da LATAM (fusão da LAN Airlines com TAM Linhas Aéreas), mas a informação não é a correta segundo Gaspar. De acordo com o secretário do Turismo, uma reunião nos próximos dias norteará a possível escolha, mas, mesmo assim, não será o dia do anúncio oficial.

Por outro lado Ruy Gaspar destacou que a LATAM espera iniciar a operação no próximo ano e que entraves como a privatização ainda em andamento de Fortaleza e estatização de Recife beneficiam o RN, que já tem um terminal privado. “A LATAM tem que definir o mais rápido o possível, porque a informação que eu tenho é que eles querem começar em outubro do ano que bem”, revelou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Cruz disse:

    Sou um grande entusiasta do RN, torço muito mesmo para que o nosso estado ganhe essa disputa, já está mais que na hora do RN ganhar alguma obra de grande expressão, em PE temos o complexo de Suape e a grande industrialização, isso tudo graça ao esforço dos governantes. No CE também temos um ótimo porto e uma grande industrialização, já por aqui, as poucas indústrias que existem estão fechando, porto não é lá grande coisa e ainda querem tirar o HUB que tecnicamente só seria viável aqui? Políticos, acordem!!! Vamos lutar por um RN melhor.

  2. Antonio disse:

    Deveria conhecer o sr Ruy. É um homem bem sucedido e honrado. Um fervoroso defensor do RN.

  3. Carvalho disse:

    Vamos ver agora se os políticos da terra dão lastro ao "poder" do RN.

  4. Manoel Cavalcanti Neto disse:

    Interpelado por um deputado cearense, o ministro Levy falou: que Fortaleza "se tornará UM hub no nordeste", mas continuo certo que O HUB DA LATAM É NOSSO! Os estudos técnicos, financeiros, econômicos e sociais não deixam dúvida e a ingerência do governo só poderá funcionar quando no nordeste se instalar um segundo hub, quando? Acredito que no máximo um segundo (ou mais), TECA para determinados produtos e commodities e através de charters, no caso de FOR com um consumo maior de combustível (+4%) por causa da aerovia que utilizarão. A grande rota será SBGR-SBSG-EUROPA, a mais econômica. Mesmo cargas oriundas de outras cidades, brasileiras e sulamericanas, terão custo menor através de nosso SBSG, pronto para o A380.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Concordo com você Manoel, o Ministro Joaquim Levy não sabe nem quer é Ruy Gaspar.

  6. Val Lima disse:

    O Secretário esquece que são os bancos oficiais que irão financiar o mega empreendimento….aí é que entra o lado político….

  7. Manoel disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk será que o Ministro Levy sabe quem é Rui Gaspar???

“Não tem quem tome o hub”, diz Robinson de olho na diferenciação do preço do QAV no RN

robinsonO governador Robinson Faria afirmou nesta segunda-feira (28) que vai continuar na luta pela redução do Querosene de Aviação, mais conhecido pela sigla QAV, para dar ainda mais competitividade ao RN na disputa pelo hub da TAM.

Em entrevista ao Jornal das 6, da 96 FM, o governador disse não ser justo o Rio Grande do Norte não ter um preço diferenciado exatamente pelos custos de ICMS e frete e que vai continuar nessa luta.

Segundo o governador a diminuição da tarifa seria mais um ponto a favor para a Latam escolher o RN como sede do hub na disputa com o Ceará e Pernambuco. Robinson disse que se RN conseguir o preço diferenciado do QAV, “não tem quem tome o hub”.

De fato, se a Petrobras entrar no circuito e negociar preços diferenciados para o RN, as chances potiguares aumentarão substancialmente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Diogo 1 + 1 = 10 disse:

    1. Que eu saiba, o máximo q esse governador pode fazer a respeito eh reduzir o icms.
    2. Ele sabe, mas n vai ficar fazendo publicidade em cima disso, mas a barganha q o RN em cima de qav, se trata de uns 7 a 15 mil m3/mes. A demanda dos Estados CE 15 mil m3/mês, RN 6 mil m3/mes, PE 20 mil m3/mês. Ou seja, o RN tá longe de querer pagar de uma Arábia Saudita, e fazer discurso de auto suficiência.

    • DeNatal disse:

      Diogo 1+1=10, cê gosta mesmo de passear. esta questão do qav pode ajudar más é certamente secundária e muito incerta. Sabemos, e acredito que se a decisão for técnica, dá Natal na cabeça.
      Infelizmente este tipo de projeto/investimento está sempre sujeito a ingestões políticas.
      Sua "álgebra" binária me lembra bons tempos.

  2. TOM disse:

    O problema é os aloprados do PT deixar a Petrobras diferenciar esse preço. Cadê a senadora Fátima?????

  3. Elves Alves disse:

    Dois pontos a considerar. 1)A decisão pelo local do hub será eminentemente técnica e de competência exclusiva da Latam. 2)O preço do petróleo e seus derivados é volátil em todo o mundo e não passível de controle ao sabor de conveniências políticas. Portanto, o discurso governamental não passa de jogo de cena, ou, melhor dito, pura e simples bravata de ocasião.

  4. Frasqueirino disse:

    O Governador oferece incentivo no querosene de aviação mas em contrapartida quer aumentar o imposto da gasolina. Os mais pobres pagarão mais impostos para que os ricos continuem viajando.

  5. Ronaldo disse:

    Excesso de confiança é ruim. Pensavam assim o Comandante do Titanic e os Beatles.

Show do projeto Seis e Meia é cancelado após interdição do Teatro Alberto Maranhão

Devido ao cumprimento de interdição do Teatro Alberto Maranhão, por determinação da Justiça do Rio Grande do Norte, está cancelado o show do projeto Seis e Meia da próxima terça-feira,21 de julho. A edição teria apresentações do violeiro Xangai e da artista local, Valéria Oliveira.

As realizadoras do projeto, Idearte Produções e Super Star, lamentam o cancelamento, agradecem a compreensão e pedem desculpas ao público pelos transtornos.

O procedimento para estorno da compra dos ingressos será realizado pelo Teatro Alberto Maranhão, interessados devem entrar em contato pelo telefone: (84)3222-3669.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MANOEL disse:

    absurdo o governo deixar fechar o tam por falta de estrutura. Sandoval Wanderley tmb tá caindo os pedaços. vergonha.

Disputa pelo hub: memorial com potencial do RN será entregue à TAM; Estado divulga VÍDEO com 15 razões para ser escolhido

Texto: Blog Visor Político, pelo jornalista Alex Viana

Até o final desta semana será formatado um documento listando as potencialidades, vocações e diferenciais econômicos do Rio Grande do Norte para ser entregue à LATAM, em mais um esforço do governo e da sociedade civil organizada, visando atrair o HUB da companhia para o Aeroporto Internacional Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante. Esse foi o resultado de uma reunião na manhã de ontem, 06, na Casa da Indústria, para formação de grupos de trabalho visando elaborar o documento.

O encontro contou com secretários de estado e da prefeitura de Natal, da Prefeitura de São Gonçalo, dos presidentes da Fecomercio, da Fetronor e da Faern, da Codern, da reitora da UFRN, diretor do Sebrae, representantes do consórcio Inframerica, do Sinduscon, de IFRNs, da ABIH, presidente do Sindibuggys, e do Cern (Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia).

O vice-presidente da Federação das Indústrias, Pedro Terceiro de Melo, representou o presidente Amaro Sales na reunião, que também contou com participação do assessor da presidência e coordenador do MAIS RN, Marcos Formiga, e do ex-presidente da FIERN e CNI, ex-senador Fernando Bezerra.

Formiga ressaltou o compromisso da Federação das Indústrias com o investimento e disse que o presidente Amaro Sales colocou o corpo técnico da instituição à disposição para ajudar no que for necessário.

O tom geral da reunião foi de otimismo e de que se o critério for técnico o estado não perde o investimento. Embora todas as falas tenham deixado claro de que é importante a união, sobretudo de todas as correntes políticas potiguares. Foram citados os exemplos de Pernambuco e Ceará, que se unem quando se trata de lutar por investimentos para seus respectivos estados. “Os cearenses brigam muito entre eles, mas na hora de lutar pelo estado, todos se unem”, exemplificou o empresário Fernando Bezerra, lembrando que a campanha política acabou e que é crucial a união do estado para ficar com o HUB.

A reunião foi conduzida pelos secretários de Turismo, Rui Gaspar, e do Planejamento, Gustavo Nogueira. “Chegou o momento de mostrarmos o potencial econômico e de crescimento do Rio Grande do Norte”, disse Nogueira. A idéia, explicou, é fazer um memorial técnico irretocável e brigar politicamente. O secretário de Turismo disse que não vislumbra um investimento dessa envergadura no estado nos próximos 50 anos.

Na ocasião, foi exibido um vídeo, preparado pelo Governo do Estado, que aponta “quinze razões para a LATAM escolher o RN” e o representante da Inframerica Antonio Augusto Neto fez uma exposição sobre as vantagens competitivas do Aeroporto Aluizio Alves. Segundo Antonio Augusto, além do aeroporto ser privado e moderno, ainda conta com possibilidades de expansão, tanto para cargas quanto para passageiros.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Adalberto disse:

    Concordo com Gabriel Ribeiro. Acho que uma entrevista com o Diretor dos Correios RN mostrando os atrativos que levaram os Correios a escolherem o Aeroporto de SGA/RN para ser seu HUB internacional (CDI), cairia como uma luva. Fica a sugestão.

  2. Gabriel Ribeiro disse:

    O fato dos Correios do RN conseguido aprovar que o nosso estado seja o quarto CDI (centro de distribuição internacional) dos correios no Brasil, não seria um fato também de bastante relevância para a escolha do HUB da Tam? Isso tudo, graças à visão e ao trabalho incansável do diretor dos correios RN, o senhor, José Alberto Brito… Que ao meu ver deveria ter sido convidado para o dia da reunião com membros da TAM e simplesmente parece que os nossos dirigentes esqueceram deste fato extremamente relevante nessa disputa e também na geração de empregos que esse equipamento vai gerar… No mais, estamos na torcida para o RN.
    Abraços

  3. Helio Motta disse:

    Também acho, a contrário do que deseja e faz o Ministro do Turismo, que seremos escolhidos.
    Ele só enxerga sua sobrevivência política. Pena que ainda tenham pessoas que o acompanhe.

  4. Marcos disse:

    A TAM já escolheu o aeroporto de SGA. Está querendo mais benefícios. É concluir os acessos, baixar o preço do QAV e sacramentar a conquista.

TAM anuncia início de operação em São Gonçalo do Amarante a partir do dia 31; veja horários

Com a nova infraestrutura que será oferecida pelos terminais dos aeroportos concessionados (Brasília, São Paulo/Guarulhos, Natal e Viracopos), a TAM Linhas Aéreas está reforçando suas operações e aprimorando os processos de embarque, desembarque e conexão. Os cronogramas de mudanças são coordenados em conjunto pelas autoridades e empresas concessionárias, com suporte dos demais órgãos e empresas que operam nesses aeroportos – inclusive companhias aéreas e outros prestadores de serviços aeroportuários.

No dia 31 de maio, a partir das 8h30, as operações da TAM em Natal serão transferidas para  São Gonçalo do Amarante/Governador Aluízio Alves. Os horários programados para chegada e partida dos voos não serão alterados em razão da mudança, graças ao planejamento feito pela companhia. A equipe local contará com um novo e moderno ambiente de trabalho durante o período de transição, com reforço de equipamentos, ferramentas, infraestrutura tecnológica e ampliação temporária no quadro de funcionários.

Nos casos dos aeroportos de Viracopos, em Campinas, e de São Paulo/Guarulhos, a TAM vai transferir suas operações no segundo semestre de 2014. Por conta do alto volume das operações do Grupo Latam no novo Terminal 3 de Guarulhos, a mudança exige excelência das instalações aeroportuárias para minimizar qualquer impacto para o passageiro e garantir o máximo de eficiência, conforto e segurança. A companhia destaca que o aeroporto de São Paulo/Guarulhos será o maior hub mundial para as operações do Grupo Latam, trazendo benefícios para o Brasil, que passará a ter mais voos diretos de e para outros países.

Com relação ao aeroporto de Brasília, a inauguração das novas estruturas foi iniciada em 16 de abril, sem alterações relevantes nas posições para atendimento de check-in da TAM. A principal mudança é a nova estrutura com pontes (piers), que contribuirão para a maior eficiência para operações de embarque, desembarque e conexões.

A TAM tem contribuído para a realização de testes e o aprimoramento de sistemas nos novos terminais – processos fundamentais para o início das operações. A perspectiva é oferecer um atendimento ainda melhor aos clientes, sendo que, para garantir o melhor serviço ao passageiro, serão necessárias adequações e preparações, já  em curso e alinhadas com o plano de transição definido por cada administrador aeroportuário.

CO via BrasilTuris Jornal

TAM e Gol estão entre as mais inseguras do mundo

size_590_aeroportoAs companhias aéreas brasileiras TAM e GOL permanecem entre as 10 mais inseguras do mundo em 2013, de acordo com lista elaborada pela consultoria alemã Jacdec, especializada em aviação. A pesquisa analisou as 60 maiores empresas aéreas do mundo.

O ranking leva em consideração o número de acidentes que as companhias se envolveram em um período de 30 anos, o número de mortos, o pior acidente ao longo desses anos e há quanto tempo a mesma não registra nenhuma perda de aeronave.

Apesar da má colocação, o desempenho das brasileiras melhorou em comparação com os dados de 2012, os quais deixaram a TAM na penúltima posição. Nesta avaliação, a TAM subiu para 56º, com risco de segurança de 0,890, enquanto a GOL foi de 57º para 54º, com índice de 0,689.

Por meio de nota, a TAM informou que não comenta os critérios usados na elaboração do ranking da Jacdec Airline Safety.

“A companhia reitera que sua prioridade é prestar um transporte seguro e atende rigorosamente os regulamentos das autoridades brasileiras e internacionais. Além disso, em janeiro de 2012, a TAM obteve novamente o registro de renovação da certificação IOSA (IATA Operational Safety Audit) concedida pela primeira vez em 2007 e ratificada em 2008”, afirmou a companhia, por comunicado.

A assessoria de imprensa da GOL explicou que não fala sobre os critérios da pesquisa e reafirmou seu compromisso com a segurança de seus clientes e colaboradores.

“A GOL é uma empresa certificada pela auditoria IOSA (Iata Operational Safety Audit), internacionalmente reconhecida como padrão de avaliação do gerenciamento de segurança operacional e de controle das empresas aéreas. A companhia também foi uma das dez primeiras a receber o Enhanced IOSA, categoria ainda mais rigorosa nesta auditoria”, informou a empresa, em nota oficial.

Em 2013, a companhia aérea considerada mais segura foi a Air New Zealand, da Nova Zelândia, superando a Finnair, da Finlândia, primeira colocada em 2012 e que agora está na 3ª posição.

Veja, nas próximas páginas, o ranking das companhias aéreas mais seguras do mundo, segundo a Jacdec.

aereasaereas 2EXAME

Começa amanhã espetáculo "A Fantástica Fábrica de Chocolate" no TAM‏

foto-jornal-studio

“Willy Wonka, Willy Wonka…” A canção de boas vindas de um dos personagens mais marcantes do cinema faz parte do imaginário infantil de muitas gerações. Só para a grande tela foram duas adaptações do livro escritor galês Roald Dahl: em 1971, quando o Sr Wonka foi vivido por Gene Wilder; e em 2005, personificado pelo sorridente Johnny Depp no filme de Tim Burton. Agora, “A Fantástica Fábrica de Chocolate” ganha o palco em um musical ao vivo montado pelo Studio Corpo de Baile, a mais antiga escola-companhia de dança privada em atividade na cidade.

Sob a direção geral da coreógrafa Anna Thereza Miranda, o balé “Um Convite Premiado” vai reunir mais de 300 pessoas no palco, entre bailarinos profissionais das companhias integradas à escola, alunos a partir dos 3 anos de idade e professores. A temporada vai de quinta-feira (28 de novembro) a 1º de dezembro (domingo), no Teatro Alberto Maranhão. O espetáculo tem roteiro é assinado por Anna Thereza Miranda, Charles Sales e Simone Feitosa. A coordenação de coreografia dos bailarinos Charles Sales, Samarone Rosendo e Simone Feitosa. Cenários e figurinos tem a assinatura do artista Carlos Sérgio Borges e a iluminação é de Ronaldo Costa.

A montagem “Um convite premiado” parte da história original: Um menino pobre que acha um dos cobiçados “bilhetes dourados” que dão direito a um carregamento vitalício de chocolates Wonka, além de poder conhecer a misteriosa fábrica de chocolates. Ele e mais quatro crianças passeiam pelo lugar, mas o excêntrico Willy Wonka, o dono da fábrica, não é um tio tão gente-boa e sim uma figura manipuladora. As crianças, — Augusta, Violet, Veruca, Mike Teavee e Charlie — ao mesmo tempo em que mergulham de cabeça nos seus desejos, pagam um preço por isso a partir de suas escolhas e temperamentos.

Em “Um Convite Premiado”, a “costura” do espetáculo é feita por uma narradora (operária da antiga fábrica) com texto falado ao vivo. E ainda haverá um jornaleiro que informa o desenrolar dos acontecimentos interagindo com a plateia. A trilha sonora também traz algumas canções do longa-metragem, mas a cenografia vai além e remete à fábrica antiga do Sr Wonka,. “Procuramos o algo mais para encantar o público, já que estamos em um espetáculo ao vivo”, conta a diretora. “Criamos uma situação de dança para os países onde os bilhetes dourados foram encontrados. Por exemplo, haverá um pas de deux espanhol. Também vamos à China, Itália e Irlanda”. O balé também vai trabalhar com projeções de imagens.

A adaptação do filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate” para a dança não é a primeira experiência no portifólio do Studio. Eles já adaptaram Noite Feliz ( 1997) , Narizinho no Reino das águas Claras ( 1998) , Um Sonho de Alice (1999), Emoções no Picadeiro (2000), O mágico de Oz (2001), Hi lili (2002), A noviça Rebelde ( 2003), A Pequena Sereia (2004),  Uma Babá Especial (2005), Branca de Neve e os sete anões(2006), Sinfonia em Paris(2007), Hello Dolly! (2008), Encantada (2009), A Princesa e o Sapo (2010), Rapunzel (2011) e Um sonho de Natal (2012).

Em vez de montar um balé de repertório famoso, a elaboração de um espetáculo novo tem sido uma opção da direção artística há vários anos. “Sabemos que é muito mais trabalhoso recriar personagens e um roteiro próprio para dança do que selecionar um DVD de um balé consagrado e copiar o que já existe”, comentou Ana Thereza. “Mas essa escolha tem dado certo e nos permite inserir o sapateado, o jazz, dança contemporânea dentro do espetáculo clássico”, disse ela.

Prioridade da TAM a atores da Globo gera revolta no Ceará

Uma confusão tomou conta da sala de embarque do aeroporto de Fortaleza na tarde do último domingo (24). Alguns passageiros se revoltaram com o tratamento diferenciado dado aos atores Juliana Paes, 34, e Márcio Garcia, 43, no voo 3537 com destino ao Rio de Janeiro.

Ao anunciar o começo do embarque, um funcionário da TAM saiu do portão e foi buscar a atriz, que estava sentada e com um bebê de colo, passando ela na frente das demais prioridades, que faziam fila.

Enquanto isso, o ator entrou com a família por outra porta. A mulher dele, Andréa Santa Rosa, está grávida.

As pessoas da fila de prioridade ainda tiveram de esperar os atores “se acomodarem” antes de serem liberados para entrar no avião.

Passageiros reclamaram e houve gritaria no local. Em redes sociais, alguns desabafaram e disseram que outro funcionário pediu desculpas, mas ironizou ao questionar se queriam que a atriz fosse retirada da aeronave para eles entrarem.

Juliana Paes e Márcio Garcia, assim como outros famosos, estavam no Ceará para participar do festival zen Love & Peace Rocks.

Consultada sobre o caso, a assessoria de imprensa da TAM diz que agiu “em acordo com as regras de acessibilidade da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)”.

“A TAM Linhas Aéreas esclarece que, em acordo com as regras de acessibilidade da Anac, realizou o embarque prioritário da passageira Juliana Paes porque a mesma portava uma criança de colo”, informou a empresa. “Já o ator Márcio Garcia foi direcionado para um portão separado para evitar o assédio dos demais clientes, que poderiam prejudicar o embarque.”

“A TAM ressalta ainda que a presença dos atores não prejudicou a pontualidade do voo”, diz a companhia em nota.

Folha

Companhia de Dança do TAM viaja ao México com espetáculo Eu, Vós e Ele

384803_2613143252199_198254A Companhia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (CDTAM) se prepara para embarcar na próxima quinta-feira, 7, para a sua terceira viagem internacional, dessa vez para o México. A companhia potiguar, que comemorou recentemente 15 anos de existência, e a Virtual Cia. de Dança (SP) foram convidadas pela Universidade Nacional do México (UNAM) para apresentar dois dias de espetáculos, 09 e 10 de novembro, na Cidade do México. O convite foi feito no mês de maio, por ocasião do Fórum Internacional de Dança do Estado de São Paulo, em que a coordenadora da Universidade Nacional do México estava presente e se encantou com o trabalho do grupo.

O espetáculo a ser apresentado na Cidade do México será o premiado e aplaudido “Eu, Vós e Ele…”, assinado pelo bailarino e coreógrafo da CDTAM, Juarez Moniz, e interpretado por ele próprio e pelas bailarinas Gabriela Gorges e Tatyelli Raulino. As passagens, hospedagens e alimentação são financiadas pela UNAM (Universidade Nacional do México). A diretora artística da Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão, e diretora da CDTAM, professora Wanie Rose, também viaja com o elenco. “Este é mais um momento especial para Companhia, que detém mais de 80 prêmios ao longo de sua existência”, destaca.

A Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão, CDTAM, foi criada em 1998 e está vinculada à Fundação José Augusto, Secretaria Extraordinária de cultura e ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Em seus 15 anos de produção artística, sob a direção da professora Wanie Rose, desenvolve um trabalho em Dança contemporânea com abertura às diversas linguagens artísticas. Em sua trajetória, recebeu 80 prêmios ao participar de festivais de dança nacionais e internacionais.

Recentemente, foi contemplada com o Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna/2012. O projeto de circulação é o espetáculo Rio Cor de Rosa, coreografado pelo Clébio Oliveira. A CDTAM já circulou por Recife, Caruaru, Arcoverde, João Pessoa, Campina Grande, Caicó, Currais Novos, Macau, Natal e Olinda. Em novembro estará em Fortaleza e Juazeiro.

A primeira viagem internacional da CDTAM ocorreu em 2011, para  Berlim, na Alemanha, onde participou do Festival Tanzolymp,  festival com 600 participantes de 30 países distintos. A Companhia recebeu o prêmio de 1° lugar em conjunto Dança contemporânea, apresentando três coreografias: Éramos cinco, em um 5×5, na Figueiredo Magalhães e Uma barata só faz verão, ambas coreografadas pelo Clébio Oliveira e Eu, Vós e Ele… coreografado por Juarez Moniz.

Em 2012, a Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão realizou sua 2ª viagem internacional, St. Gallen, na Suíça, onde foram apresentados três espetáculos: Rio cor de rosa, Solosparestrios e Palavras do Corpo. Na ocasião os bailarinos e a Diretora da CDTAM ministraram aulas de ballet clássico, dança contemporânea, jazz e dança de rua no Marcelo’s Move Dance School.

Outra conquista também no ano de 2013 foi a ida da bailarina Tatyelli Raulino a Nova York, onde recebeu uma bolsa de estudo para fazer aulas no The Ailey School. E a CDTAM segue colhendo os louros do trabalho árduo que faz, em que seus integrantes se dedicam de corpo e alma ao ofício da dança.

Ainda surpreendidos pela morte recente do professor Edson Claro (ocorrida no dia 31/10), profissional conceituado em todo o Brasil, um dos fundadores da Escola de Dança do TAM, a CDTAM em breve estreia coreografia inédita criada este ano pelo mestre. E claro, será uma grande homenagem àquele que soube transmitir, com tanta sabedoria, os passos da dança do RN.

Funcionários da TAM aderem a programa de demissão voluntária e licença não remunerada

A TAM Linhas Aéreas informou hoje (27) que mais da metade dos tripulantes que participam do Programa de Reestruturação de Adesão Voluntária da empresa aderiram aos planos de licença não remunerada e de demissão voluntária implementados pela companhia. Feito com o aval do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) e aprovado em assembleia pelos tripulantes da empresa, as mediadas pretendem fechar 811 postos de trabalho da empresa.

Em nota, a TAM informou que a grande aceitação do programa – por mais de 50% dos tripulantes envolvidos no programa – permitiu, à empresa, “reduzir os desligamentos compulsórios” em estudo.

O ajuste permitirá à TAM adequar o quadro de comandantes, copilotos e comissários “à realidade operacional em vigor”. Funcionários de outras áreas não foram afetados, de acordo com a companhia aérea, que justifica a medida à “alta significativa dos custos” que à redução de 12% da oferta no mercado doméstico no ano passado, na comparação com 2011.

A ratificação do acordo coletivo foi feita na última sexta-feira (23), com a presença de representantes da companhia aérea, do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do sindicato.

A licença não remunerada foi aberta a tripulantes de todos os equipamentos. Ela terá validade de ano e meio, prorrogáveis por um ano. Nos seis primeiros meses, o funcionário licenciado e seus familiares contarão com plano de saúde.

A demissão voluntária foi oferecida a tripulantes de aeronaves da categoria Airbus 320. Os funcionários que aderiram a ela terão, ainda, direito a uma indenização adicional, além do plano de saúde e de três passagens aéreas.

A Agência Brasil tentou contato com os telefones disponíveis na página do Sindicato Nacional dos Aeronautas na internet, mas a operadora informa que o número não existe.

Agência Brasil

Deputado Tomba Farias passa mal em voo para Brasília

O deputado estadual Tomba Farias (PSB) passou mal nesta segunda-feira enquanto viajava de avião para Brasília. Ele precisou ser medicado ainda dentro da aeronave, da companhia TAM, mas passa bem.

A TAM chegou a notificar seus funcionários do aeroporto de Brasília e uma ambulância foi colocada à disposição do deputado.

De acordo com a assessoria de Tomba, o mal-estar foi devido a uma queda de pressão. A agenda do deputado na capital federal está mantida até a próxima quarta-feira.