Novo diretor-geral da PF foi colega de Tarcísio de Freitas e Wagner Rosário na Aman

O delegado Rolando Alexandre de Souza, novo diretor-geral da Polícia Federal, fez colégio militar e ingressou na Academia Militar das Agulhas Negras com os ministros Tarcísio de Freitas e Wagner Rosário, mas não concluiu o curso.

Rolando Alexandre optou pelo concurso da Polícia Federal e seguiu na carreira na corporação, a partir de 2005.

Era até agora secretário de Planejamento da Abin, terceiro cargo mais importante na hierarquia da agência. Antes, serviu como superintendente da PF em Alagoas.

Também atuou em Rondônia e foi chefe substituto da Divisão de Combate a Crimes Financeiros da Polícia Federal.

A nomeação de Rolando é vista internamente como uma tentativa de Jair Bolsonaro de driblar o ministro Alexandre de Moraes, que havia impedido a posse de Alexandre Ramagem. Parece também um esforço do presidente em emprestar à PF o cacoete da Abin, tornando o novo DG uma espécie de informante presidencial de assuntos criminais.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    De qualquer forma o Capetão materializou a promessa: como não pôde nomear o "amigo", nomeou o amigo do "amigo". O foguetório da "filhocracia" miliciana deu para escutar em Fernando de Noronha.

  2. Manoel disse:

    Já começou agindo rápido, mudando o o chefe da PF no Rio de Janeiro, onde a familícia tem "negócios ".
    Pra quem reclamava de bandidagem, agora tem uma familícia todinha aparelhando o governo.

    • Ygo disse:

      Chora não bebê, deixe pra chorar quando seu Luladrão estiver apodrecendo na cadeia.

Repórter do Grupo Globo é demitido após filmar colega editor na redação comemorando vitória do Flamengo

Um editor de esportes da Rede Globo foi demitido nessa quarta-feira (04/12/2019), após filmar um colega de trabalho e publicar o vídeo nas redes sociais. Segundo Leo Dias, trata-se de Adalberto Neto, do jornal O Globo, que gravou o editor Márvio dos Anjos comemorando a vitória do Flamengo na final da Libertadores.

No vídeo que viralizou na internet, é possível ver o editor do jornal correndo pela redação, gritando e se jogando no chão enquanto comemorava a virada do time carioca sobre o River Plate, da Argentina. Ao fundo, Adalberto diz: “Gente, o que é isso? Isso aqui é a redação de um jornal sério”.

De acordo com Leo Dias, inúmeros internautas criticaram a postura do profissional filmado. “O jornalista tem que ser isento, a comemoração teria que ser feita fora do ambiente de trabalho. Péssimo exemplo”, disse um usuário. Outro escreveu: “Se eu faço isso no trabalho, sou demitido. Imagina se o meu trabalho fosse ser imparcial sobre o assunto”.

Mesmo com todas as críticas, a coluna do Leo Dias relatou que a Rede Globo realizou o desligamento de Adalberto Neto, jornalista que filmou e publicou o vídeo nas redes sociais. A situação da demissão ocorreu sem nenhuma justificativa, segundo o blog.

Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MARCELO disse:

    Oh frescura.

  2. Carlos Alberto da silva disse:

    Então tem q demitir Galvão Bueno, casa grande entre outros,Galvão Bueno quase morria antes da final

Menino de 11 anos mata colega de 8 com tiro acidental em São Bento

Um menino de 11 anos de idade matou um colega de oito anos com um tiro acidental de revólver. O homicídio aconteceu por volta do meio dia deste domingo (20), na cidade de São Bento, no Sertão da Paraíba.

De acordo com a polícia, a vítima foi Pedro Lucas Fernando da Costa, de 8 anos de idade. Ele ainda chegou a ser socorrido para Campina Grande, mas devido à gravidade dos ferimentos, não resisitiu e morreu a caminho do hospital.

A arma que provocou o homicídio não foi localizada. Um confusão foi formada por conta da tragédia e quase que acontece outro crime, tendo o pai da vítima inconformado e com espírito de vingança tentado matar o pai do autor do disparo. Para evitar outro problema a polícia decidiu detê-lo.

Fonte: Portal Correio

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Larissa Silva disse:

    sou prima de pedro, moro em sao paulo ja faz um tempo, toda nossa familia esta arrasada ao vez da policia prender o meu tio, deveria prender o autor desse crime.

  2. Larissa Silva disse:

    sou prima de pedro, moro em sao paulo ja faz um tempo, toda nossa familia esta arrasada ao vez da policia prender o meu tio, deveria prender o autor desse crime.

  3. Wendy Freitas disse:

    Que tragédia… 

Homem que colocou esperma na água de colega terá que pagar R$ 44 mil de indenização

O americano que colocou seu próprio sêmen duas vezes na garrafa de água de uma colega de trabalho em Santa Ana, no estado da Califórnia (EUA), terá que pagar para a vítima US$ 27.410,80 (cerca de R$ 44,5 mil), segundo a emissora de “KTLA”. 

Michael Kevin Lallana, de 32 anos, já havia sido condenado a seis meses de cadeia. Além disso, Lallana foi proibido de ter contato com a vítima, e ficará três anos em liberdade condicional.

O caso ocorreu em 14 de janeiro de 2010, no banco Northwestern Mutual Financial Network, na cidade californiana de Newport Beach, segundo a promotoria do condado de Orange.

(mais…)