Acidente

Não foi por mal”, diz amigo de MC Kevin, em áudio, após queda de funkeiro

 Foto: Reprodução/ Instagram@mckevin

Em áudio que viralizou nas redes sociais na tarde desta segunda-feira (17/05), um amigo de MC Kevin repete a frase “não foi por mal, não foi por mal” ao lado do corpo do funkeiro, enquanto aguardava a chegada da ambulância e dos paramédicos.

A frase teria sido dita instantes após o funkeiro cair do 5º andar de um hotel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no último domingo (16/05).

O cantor chegou a ser levado para o Hospital Municipal Miguel Couto em estado gravíssimo, sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e não resistiu.

Em novos áudios e vídeos que começaram a pipocar nas redes sociais, os amigos de MC Kevin, que supostamente estavam com ele no hotel, aparecem no andar térreo do hotel inconsoláveis durante o resgate do artista.

A polícia está investigando uma versão de que o funkeiro teria tentado pular na piscina diretamente do 5º andar. Outra versão que viralizou na web foi a de que MC Kevin teria tentado passar de uma varanda para outra após uma “brincadeira de mau gosto” dos amigos.

Com Cena Pop – UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Campanha Shalom Amigo dos Pobres leva um olhar de solidariedade para as pessoas em situação de rua em Natal

Fotos: Divulgação

A Comunidade Católica Shalom em Natal está realizando a Campanha Shalom Amigo dos Pobres, através da qual leva consolo e alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital potiguar. Para alcançar cada dia mais pessoas, uma rede de solidariedade está se formando na cidade. A distribuição das refeições acontece diariamente na praça André de Albuquerque, em frente a antiga Catedral de Natal, no bairro da Cidade Alta.

A sociedade tem passado por momentos difíceis devido a Pandemia causada pelo novo coronavirus, e voltar o olhar para aqueles que necessitam de cuidados, que estão mais expostos ao contágio, como as pessoas em situação de rua e moradores das periferias é essencial para que seja minimamente preservada a qualidade de vida dessas pessoas.

A Campanha Shalom Amigo dos Pobres é uma resposta a vulnerabilidade das pessoas que, nesse momento que uma nova realidade se apresenta a nível mundial, não possuem condições de manter o isolamento domiciliar, tanto por não possuírem casa como pela necessidade de sair para conseguir alimentos e o mínimo para uma vida digna.

Na campanha, as palavras de ordem são amor e solidariedade, como explica o coordenador das ações, Tennessee Justino, “Nós, através do amor e da solidariedade, que são grandes valores para o povo potiguar, queremos com essa campanha manter a sociedade unida pelo senso de colaboração, pelo senso da oferta, pelo senso da entrega”, afirma.

Para que a Campanha possa atender cada vez mais pessoas, o voluntariado é essencial, várias pessoas têm se dedicado a levar consolo para os que mais precisam nesse momento, doando uma parte do seu tempo para estar com eles e ajudando a ser uma resposta de solidariedade e empatia para tantos que necessitam.

Para conhecer mais a Campanha e saber como participar tanto doando alimentos e material de higiene como se voluntariando para doar seu tempo em favor dos pobres da cidade, basta acessar o site da campanha www.amigodospobres.org/natal, o Instagram @shalomamigodospobresnatal ou entrar em contato pelo telefone (84) 9 9836-6991. “É assim que a humanidade sairá melhor da quarentena, através da solidariedade, através do unir forças”, finaliza Tennessee.

Opinião dos leitores

  1. A ideia da campanha é linda, mas erram no exagero dos trajes. Irmãos de rua não são pessoas doentes e infectadas. Será que é desta maneira que essas pessoas se vestem para ir ao supermercado ou outros locais onde tem contato com “pessoas normais”? Repensem isso das próximas vezes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Moro se diz ‘perplexo’ e ‘indignado’ com delação negociada por Aras que mira seu amigo

FOTO| MICHAEL DANTAS/ AFP

O ex-ministro Sergio Moro disse que ficou “perplexo” e “indignado” com decisão do procurador-geral da República, Augusto Aras, de desengavetar uma delação que atinge seu amigo, o advogado Carlos Zucolotto.

Como “O GLOBO” revelou nesta quarta-feira (3), a PGR negocia um acordo com Rodrigo Tacla Duran, que disse ter pago dinheiro a Zucolotto para obter vantagens em seu acordo de delação premiada com a Lava-Jato em 2016. O relato já foi alvo de investigação e acabou arquivados em 2018. Setores do MPF veem o ato com uma retaliação contra o ex-juiz.

“Causa-me perplexidade e indignação que tal investigação, baseada em relato inverídico de suposto lavador profissional de dinheiro, e que já havia sido arquivada em 2018, tenha sido retomada e a ela dado seguimento pela atual gestão da Procuradoria-Geral da República logo após a minha saída, em 22 de abril de 2020, do governo do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou Moro em nota.

O ex-ministro disse ainda que “ninguém está acima da lei” e que ele se dispõe a prestar esclarecimentos sobre os fatos.

Moro também afirmou que lamenta que “mais uma vez o nome de um amigo seja utilizado indevidamente para atacar a mim e o trabalho feito na operação Lava Jato”.

O ex-ministro disse ainda que “relato não verdadeiro prestado por acusado foragido do país teve o destino apropriado: o arquivamento”.

Bela Megale – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Corruptos da direita e da esquerda unidos pra tentar derrubar Moro. E a eleição se aproximando, motivo principal de preocupação das duas facções. Se for candidato tem meu voto.

    1. Então devemos achar normal e aplaudir "jogo sujo" quando é praticado pelos nossos políticos prediletos ?????????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Stanley Chera, magnata amigo de Trump, morre de complicações por coronavírus

Foto: Reprodução / Internet

O bilionário Stanley Chera, amigo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, morreu por complicações causadas pelo coronavírus, segundo o canal de TV “CNN” e o jornal “New York Post”. Magnata do mercado imobiliário de Nova York, ele tinha 77 anos. Conforme o diário, Chera foi hospitalizado com a Covid-19 no dia 24 de março.

No mês passado, Trump chegou a citar que um amigo estava lutando contra a “crueldade” do coronavírus e entrando em coma, mas não havia citado o nome. Agora, acredita-se agora que Chera era a pessoa em questão. Os fatos da doença do magnata correspondem ao que o presidente dos EUA descreveu.

“Nós pensamos que eles estavam indo para uma estadia suave e, em um caso, ele está inconsciente, em coma. E você diz, como isso aconteceu?”, comentou Trump.

A Casa Branca não comentou sobre a descrição de Trump do amigo, sua amizade com Chera ou a morte do magnata. A família do bilionário não discutiu publicamente a amizade com o presidente ou sua morte.

Embora Chera fosse conhecido em Nova York como um titã imobiliário e comercial, ele também era um filantropo. Sua maior paixão era a ajuda a crianças com necessidades especiais, disse uma fonte do diário.

Chera foi co-fundadora do Sephardic Community Center, uma instituição sem fins lucrativos, no Brooklyn. Ele “era um homem muito especial, amado por todos”, afirmou o centro comunitário em comunicado. “Sua devoção a muitas de nossas instituições comunitárias é incomparável”.

Doador republicano, Chera era co-fundador da Crown Acquisitions, cujas propriedades incluem o St. Regis New York e a Cartier Mansion, endereços icônicos de Nova York. Segundo a rede de TV americana CNN, de 2016 a 2019, ele doou um total de US$ 402.800 (cerca de R$ 2 milhões) para organizações dedicadas a apoiar a presidência de Trump.

Extra – O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Amigo de Jorge Jesus, técnico do Flamengo, é primeira vítima fatal do coronavírus em Portugal

Foto: Reprodução jornal “A BOLA”

Portugal tem seu primeiro caso de vítima fatal por conta do coronavírus. E trata-se justamente do amigo citado por Jorge Jesus em entrevista à FlaTV após a vitória por 2 a 1 do Flamengo sobre a Portuguesa, no último sábado, pela terceira rodada da Taça Rio. A informação é do jornal português “A Bola”.

Em sua edição online, a publicação informa que Mário Veríssimo faleceu nesta segunda-feira como consequência da Covid-19. A vítima foi massagista do Estrela da Amadora e trabalhou com Jorge Jesus por anos ao longo da carreira.

O primeiro caso de morte por coronavírus em Portugal foi confirmado em entrevista coletiva da Ministra da Saúde, Marta Temido. Mário Veríssimo fazia parte do grupo de risco, com mais de 80 anos, e estava internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

No sábado, Jorge Jesus confundiu-se ao dizer que tinha perdido um amigo por conta do coronavírus em entrevista emocionada ao canal oficial do Flamengo (confira no vídeo acima). Horas depois, o treinador publicou uma nota de esclarecimento e pediu orações para Mário.

Na ocasião,, o Mister já tinha deixado claro ser contrário aos jogos de futebol enquanto a pandemia afeta todo o mundo. Nesta segunda, a Ferj divulgou a paralisação do Campeonato Estadual:

– Isso não é uma brincadeira. Eu não tinha a sensibilidade do que era isso. Hoje estou percebendo. É preciso pensar aqui no Brasil que não é só nos outros países. É um vírus que aparece facilmente em todo lado. Isso mexeu com a equipe sentimentalmente. O fato de hoje não estar a torcida também mexeu. Acho que isso vai ter que parar. A próxima rodada, eu penso, que não pode haver jogos do Estadual. A gente tem que defender os jogadores, não são super-homens.

O departamento de futebol do Flamengo realizou exames para testar o coronavírus na última sexta-feira e ainda aguarda um resultado definitivo. Alguns dirigentes, como o presidente Rodolfo Landim, o diretor executivo, Bruno Spindel, e o vice de futebol, Marcos Braz, já receberam a notícia de que suas coletas deram negativo.

Globo Esporte

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Amigo de “Vermelho” atuou diretamente em invasão, diz a PF

Foto: (Thinkstock/Thinkstock)

Relatório da PF sobre a Spoofing diz que Luiz Molição, o “sexto elemento” preso na operação, “atuou diretamente nas invasões de dispositivos informáticos”.

O amigo de Walter Delgatti Neto, o Vermelho, também participou da “interceptação e divulgação de comunicações realizadas pelas vítimas através do aplicativo Telegram”, afirmam os investigadores.

Leia AQUI a reportagem da Crusoé sobre a atuação de Vermelho e Molição nas invasões do Telegram de autoridades.

O Antagonista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Wesley Safadão era amigo, sócio e padrinho musical de Gabriel Diniz

Gabriel e Safadão se conheciam há oito anos. Foto: Reprodução

Gabriel Diniz vivia uma das melhores fases de sua carreira.

Após a explosão do hit ‘Jenifer’, o cantor emplacou uma série de shows e tinha já acertado parcerias com grandes nomes da música para novos projetos.

Wesley Safadão, Simone e Simaria, Nego do Borel e Gusttavo Lima eram alguns dos cantores que pretendiam gravar novas músicas com Gabriel.

Safadão, por sinal, era um dos melhores amigos do cantor no meio musical.

Os dois se conheciam há oito anos, quando Safadão convidou Gabriel para cantar na banda dele. Eles começaram a cantar forró quase ao mesmo tempo. Safadão fez sucesso mais rápido e quis ajudar o amigo.

Como já sonhava com a carreira solo, Gabriel recusou o convite, mas seguiu parceiro de Safadão. Os dois cantariam juntos em Olinda, no próximo dia 8. Os dois se tornaram sócios e Gabriel costumava dizer que Wesley era sua inspiração e seu padrinho musical.

O cantor está devastado com a perda do amigo.

Keila Gimenez – R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS E VÍDEO: Filhote se torna ‘cão-guia’ de amigo Golden Retriever que perdeu olhos por glaucoma

Uma amizade entre dois cachorrinhos nos Estados Unidos tem chamado atenção nas redes sociais. Tudo começou há alguns anos, o golden retriever Charlie, de 11 anos, precisou retirar seus dois olhos por conta de um glaucoma.

Hoje, ele conta com a ajuda de Maverick, um filhote de quatro meses que lhe faz companhia, lhe ajuda a brincar, realizar diversas atividades e até se locomover, tornando-se praticamente seu ‘cão-guia’.

Segundo seus tutores Adam e Chelsea Stipe contaram ao Today Show, Charlie perdeu seu olho esquerdo em 2016, e o outro no ano seguinte. Maverick chegou à família tempos depois, em janeiro de 2019.

Os dois ganharam um perfil para mostrar os momentos de sua amizade no Instagram. Atualmente, a conta já tem mais de 117 mil seguidores.

“Maverick está aqui para ajudar Charlie por aí, e Charlie está tentando ensinar boas maneiras a Maverick. Definitivamente, um trabalho em andamento”, consta na descrição da primeira foto dos amigos no perfil.

Confira alguns momentos fofos entre Charlie e Maverick abaixo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Playtime #dogsofinstagram #goldensofinstagram #doggos #tugofwar #bestfriends #goodboys #charlieandmav

Uma publicação compartilhada por Charlie And Maverick (@charlieandmav) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Slow and steady won this race #dogsofinstagram #goldensofinstagram #doggos #charlieandmav #bestfriends #goodboys

Uma publicação compartilhada por Charlie And Maverick (@charlieandmav) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Synchronized snacking #dogsofinstagram #goldensofinstagram #doggos #snackums #bestfriends

Uma publicação compartilhada por Charlie And Maverick (@charlieandmav) em

Emais – Estadão

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

FOTO: Torcedores do Corinthians protestam contra beijo de Emerson em amigo

Protesto_620 protesto_-_beijo_620Cinco sócios da torcida organizada Camisa 12 foram nesta segunda-feira ao CT Joaquim Grava, no Parque Ecológico, protestar contra o atacante Emerson Sheik, que postou no Instagram uma foto dando um selinho em Isaac Azar, dono do restaurante Paris 6.

As faixas tinham os seguintes dizeres: ““Vai beijar a P.Q.P.”, “Aqui é lugar de homem”, “Viado não” e “Respeito”. Aos gritos, os torcedores diziam que iam transformar a vida de Emerson em um “inferno”.

O atacante Paolo Guerrero, que chegou a parar o seu carro na saída do CT para tirar fotos com os sócios das Camisa 12, preferiu levar a publicação da foto de Emerson na brincadeira. “Todo mundo sabe que o Sheik é maluco e gosta de tirar sarro de tudo”, disse.

Após a vitória do Corinthians sobre o Coritiba no domingo, Emerson usou seu perfil no Instagram para publicar a foto beijando o amigo na bola. Na legenda, o atacante pediu o fim do preconceito. “Tem que ser muito valente para celebrar a amizade sem medo do que os preconceituosos vão dizer. Tem que ser muito livre para comemorar uma vitória assim, de cara limpa, com um amigo que te apoia sempre. Hoje é um dia especial”, dizia trecho da legenda.

O restaurante Paris 6 possui até um prato que leva o nome do atacante corintiano.

Estadão

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Menino de 11 anos mata colega de 8 com tiro acidental em São Bento

Um menino de 11 anos de idade matou um colega de oito anos com um tiro acidental de revólver. O homicídio aconteceu por volta do meio dia deste domingo (20), na cidade de São Bento, no Sertão da Paraíba.

De acordo com a polícia, a vítima foi Pedro Lucas Fernando da Costa, de 8 anos de idade. Ele ainda chegou a ser socorrido para Campina Grande, mas devido à gravidade dos ferimentos, não resisitiu e morreu a caminho do hospital.

A arma que provocou o homicídio não foi localizada. Um confusão foi formada por conta da tragédia e quase que acontece outro crime, tendo o pai da vítima inconformado e com espírito de vingança tentado matar o pai do autor do disparo. Para evitar outro problema a polícia decidiu detê-lo.

Fonte: Portal Correio

Opinião dos leitores

  1. sou prima de pedro, moro em sao paulo ja faz um tempo, toda nossa familia esta arrasada ao vez da policia prender o meu tio, deveria prender o autor desse crime.

  2. sou prima de pedro, moro em sao paulo ja faz um tempo, toda nossa familia esta arrasada ao vez da policia prender o meu tio, deveria prender o autor desse crime.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *